Você está na página 1de 2

VERBOS – VOZES VERBAIS

Parte 1 - Voz Passiva


A voz passiva indica uma ação sofrida e recebida pelo sujeito que passa a se
chamar sujeito paciente.

Exemplo: A lição é estudada pelo aluno.

– A lição = sujeito paciente.

A pessoa ou coisa que pratica a ação se chama agente da passiva.

Exemplo: A lição é estudada pelo aluno.

– Pelo aluno: agente da passiva.

Como se forma a voz passiva

1 – Voz Passiva Analítica: Formada pelo verbo ser ou estar no tempo desejado e o
particípio do verbo que pretende conjugar, sendo que o sujeito da voz ativa passa
para agente da passiva com a preposição por, pelo (a) e o objeto direto passa para
sujeito paciente.

Exemplos: VOZ ATIVA:

O mestre orienta os alunos.

O mestre = sujeito.

Os alunos = objeto direto.

VOZ PASSIVA:

Os alunos são orientados pelo mestre.

Os alunos = sujeito paciente.

Pelo mestre = agente da passiva.

VOZ ATIVA:

Nós pedimos um favor.

Nós = sujeito.

Um favor = objeto direto.

VOZ PASSIVA:

Um favor foi pedido por nós.


Um favor = sujeito paciente.

Por nós = agente da passiva.

2 – Voz Passiva Sintética

A voz passiva é formada também com o pronome se, chamado pronome


apassivador (ou partícula apassivadora). Este caso só acontece quando o sujeito é um
ente inanimado incapaz de praticar a ação verbal, que no caso só acontece com verbos
transitivos diretos e transitivos diretos e indiretos.

Exemplos: Aluga-se casa – Alugam-se casas.

Vende-se loja – Vendem-se lojas.

Transporta-se trigo – Transportam-se frutas.