Você está na página 1de 32

Projeto ARASSUSSA: Araçuaí Sustentável

Relatório de Monitoramento

Araçuaí - MG

Dez - 2008

1
Relatório de Monitoramento

Este roteiro é utilizado pela Petrobras como ferramenta de monitoramento dos projetos apoiados pela área social. Monitoramento é compreendido
aqui como a atividade sistemática de acompanhar o desenvolvimento dos projetos e compreender seus avanços e dificuldades. O processo de
monitoramento tem o propósito de construir aprendizagens relacionadas às práticas sociais dos projetos e assim ampliar os resultados das ações.

O roteiro traz um conjunto de perguntas considerado estratégico pela Petrobras. É fundamental que os projetos apoiados procurem compreender
essas perguntas e a importância do monitoramento para conferir transparência ao investimento social e ajudar a identificação e a disseminação
de práticas sociais importantes para a sociedade.

Considerando tudo isso, este roteiro foi elaborado segundo uma lógica progressiva. Ou seja, ele é aplicado aos projetos a cada noventa dias,
sendo que seu preenchimento é acumulativo, isto é, cada relatório deverá somar o total de resultados das etapas anteriores, podendo assim
demonstrar a evolução das ações ao longo do tempo. É um roteiro processual. No contrato estabelecido entre a organização e a Petrobras, estão
previstas as datas para envio dos relatórios de monitoramento ,mediante o número de parcelas contratuais..

Quando elaborar este relatório, lembre-se:

 Este roteiro é a principal ferramenta de monitoramento dos projetos apoiados pela Petrobras. É muito importante que sua organização invista
tempo nesta atividade e que este relatório comunique os avanços e as dificuldades relacionadas à implementação do projeto.
 Quanto mais pessoas forem envolvidas neste trabalho, melhor será a qualidade do relatório, considerando que diferentes visões agregam
diferentes informações e pontos de vista. Preparar este relatório pode ser um bom momento de aprendizagem para a equipe.
 À medida que sua organização registra as atividades e organiza as informações de maneira sistemática e contínua, será mais fácil escrever
este relatório. O monitoramento pode ajudar a sistematização da experiência e a organização da gestão do projeto.
 Quanto mais qualidade tiverem os relatórios de monitoramento, mais fácil será produzir um relatório final de avaliação e outros tipos de
documento que ajudem a dar visibilidade e a mobilizar recursos para seu projeto. Aproveite esta oportunidade.
 Sempre que você tiver que registrar atividades, resultados ou informações não previstos no Projeto utilize a “área para comentários” presente
no final de cada item.
 Caso você tenha dúvidas no preenchimento, procure o gestor do seu projeto na Petrobras. Ele estará em condições de ajudá-lo.
 Lembre-se que você está ajudando a Petrobras a aprender. Quanto melhor o processo de monitoramento, maior será a qualidade do
investimento social da Petrobras em todo o País. Você está convidado a nos apoiar neste desafio.

2
Informações Gerais

01. Nome do Projeto – Arassussa: Araçuaí Sustentável –Plataforma para Convergência de Tecnologias Sociais Construção de
Cidades Sustentáveis

02. Nome da Organização Proponente – Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento-CPCD

03. Município Sede da Organização Proponente- Belo Horizonte

04. Estado Sede da Organização Proponente-Minas Gerais

05. Município(s) de Abrangência do Projeto-Araçuaí

06. Estado(s) de Abrangência do Projeto-Minas Gerais

07. Data de Início do Contrato: 07/04/2008 Data de Término do Contrato: 07/04/2010

08. Nº. do Contrato: 6000.0040510.08.2

09. Valor do Contrato: R$ 1.199.600,00

3
10. Em caso de renovação de contrato, insira o ano do 1º patrocínio realizado pela Petrobras:

11. Nome do Coordenador do Projeto (responsável pelo projeto na instituição) - Sebastião Rocha

12. Nome do Gestor do Contrato na Petrobras – Fabiana NazarioRafhael

13. Linhas de Atuação (assinalar apenas uma)

X Geração de renda e oportunidade de trabalho


Educação para a qualificação profissional
Garantia dos direitos da criança e do adolescente

14. Forma de entrada na Petrobras (assinalar apenas uma)

Seleção Pública X
Projeto convidado
Voluntariado Corporativo

15. Tema transversal (assinalar apenas um)

Gênero
Igualdade racial
Pessoas com deficiência
Pescadores e Outros Povos e Comunidades Tradicionais
X Nenhum dos anteriores

16. Período a que se refere o relatório: De_08/08___(mês/ano) a _12/08_ (mês/ano)

17. Relatório Nº.:


02

4
Perguntas de Monitoramento

18. Considerando a equipe executora do projeto, quantos empregos(*) foram gerados para a execução das ações previstas?
(*) Entende-se por emprego todo e qualquer posto de trabalho gerado em conformidade com a legislação trabalhista brasileira.

Área de Atuação Nº. de Empregos Gerados

Coordenação Técnica ou Pedagógica 1

Educadores ou Instrutores 3

Equipe de Apoio 8

Outros (qual?) 80

Total 92

19. O projeto tem sido capaz de mobilizar o número de participantes diretos previsto?
(Assinale apenas uma alternativa)
Sim
Não X

Nº. de participantes diretos previsto: __1185__ Nº. de participantes diretos atual: __1159__
Justifique sempre que o número de participantes diretos atual for diferente do número de participantes diretos:

A mobilização das famílias, acontece , aos poucos. Durante a realização do processo de mobilização (oficinas, reuniões, disseminação
de tecnologias.

20. Qual é a distribuição étnica dos participantes do Projeto?

Etnia Faixa Etária dos HOMENS Faixa Etária das MULHERES TOTAL
0-6 7-11 12-17 18-29 30- 59 60 e 0-6 7-11 12-17 18-29 30- 60 e GERAL
+ 59 +

5
49 3 6 8 9 1 52 5 8 8 6 3 158
Brancos
1 1 2
Indígenas
32 5 14 9 4 4 18 4 7 23 8 2 130
Afrodescendentes
158 90 49 62 65 6 14 96 58 54 70 16 853
Outros
5
239 98 69 80 78 11 21 105 73 86 84 21 1.159
Total
5

21. Qual é a distribuição dos participantes do Projeto segundo sua escolaridade?

Escolaridade Faixa Etária dos HOMENS Faixa Etária das MULHERES TOTAL
0-6 7-11 12-17 18-29 30- 60 e 0-6 7-11 12-17 18-29 30- 60 e GERAL
59 + 59 +
231 16 8 21 1 2 11 7 486
Não alfabetizados
3
Ensino fundamental (completo e 8 98 56 45 60 3 2 104 57 35 67 4 539
incompleto)
Ensino médio e técnico 69 35 2 16 48 5 119
profissionalizante (completo e
incompleto)
Ensino universitário (completo e 1 1 10 2
incompleto)
239 98 69 80 78 11 21 105 73 86 84 21 1.159
Total
5

22. Qual a relação dos participantes do projeto com o Bolsa Família?

Faixa Etária dos HOMENS Faixa Etária das MULHERES TOTAL


Relação com Bolsa Família 0-6 7-11 12-17 18-29 30- 60 e + 0-6 7-11 12- 18- 30- 60 e GERAL
59 17 29 59 +

Beneficiários do Bolsa Família 108 66 55 46 58 3 96 77 54 47 61 1 672


(*)
Enquadráveis no Bolsa Família 21 9 8 7 117 17 9 22 11 346

6
(*) 125
Não Enquadráveis no Bolsa 6 11 3 29 13 8 2 11 10 16 12 20 131
Família (*)
98 67 78 78 11 215 105 73 80 84 21 1.159
Total
239

(*) Podem fazer parte do Programa Bolsa Família:


 famílias com renda de até R$ 60,00 (sessenta reais) por pessoa;
 famílias com renda de R$ 60,01 (sessenta reais e um centavo) a R$ 120,00 (cento e vinte reais) por pessoa, com crianças de 0 a 17 anos;

A renda da família é calculada a partir da soma do dinheiro que todas as pessoas da casa ganham por mês (como salários e aposentadorias).
Esse valor deve ser dividido pelo número de pessoas que vivem na casa, obtendo assim a renda per capita da família. (Nessa conta não entram
os benefícios de outros programas como Peti e Agente Jovem).

23. Descreva como o projeto está se relacionando com seus participantes e comunidades.
(Analise o grau de participação da comunidade nas várias etapas do projeto, inclusive a gestão e avaliação)
A gestão do projeto é responsabilidade do Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento-CPCD, que se faz presente, ativo e compromissado para
com o desenvolvimento do trabalho.
A participação da comunidade nas ações do projeto é freqüente, através das rodas de Histórias e viola, Folias do Livro e da Água, oficinas
comunitátriaa, as pessoas têm a oportunidade de aprender e ensinar trocando um com o outro os saberes , fazeres e passando a comungar os
memos quereres. Como o de transformar o seu lugar para que as crianças, jovens, adultos e natureza, sejam cuidados com acolhimento,
aprendizagem e tenham oportunidades.

24. Quais têm sido os avanços e dificuldades com relação às parcerias previstas no projeto?
Considerar as diferentes formas de parcerias:
- Técnicas (cooperação para uso de tecnologias, conhecimentos, metodologias, etc.)
- Em recursos humanos (uso de funcionários cedidos por outras organizações – inclusive públicas)
- Para uso de recursos materiais (estrutura, salas, prédios, veículos, etc.)
- Para uso de recursos financeiros
- Outras parcerias
Parceiros Apoio Previsto Apoio Realizado Até o Analise aqui a qualidade desta parceria
Momento
Nome do parceiro Giral Articulação e elaboração Busca de novos parceiros e sistematização
01 de novas propostas, Dos processos
sistematização
Nome do parceiro Instituto de técnico Replicação dos conhecimentos de perma-
02 Permacultura da Cultura (criação de pequenos animais e irri-
Amazônia -IPA gação do do viveiro)
Construção de açude

7
Nome do parceiro Instituto de Permacultura técnico Oficinas para disseminação dos princípios
03 e ecovilas do Cerrado- De permacultura
IPEC
Nome do parceiro Instituto de Permacultura técnico Disseminação de conhecimentos e técnicas
04 dos Pampas Especificas de recuperação de solo e constru-
Cão de caixas d’água e construções
Nome do parceiro Vaga-lume técnico Formação dos mediadores de leitura. O que
05 Veio reforçar os trabalhos com livro e conta-
Cão de histórias, nos projetos.
Nome do parceiro Rádio Margarida técnico Oficinas que introduzitram os agentes do
06 Cinema no mundo áudio - visual
Nome do parceiro Fundação Avina Técnico Grande apoiadora e articuladora entre as enti-
07 Dades parceiras
Nome do parceiro Apel Consultoria técnico Articuladora de novos parceiros
08
Nome do parceiro Bamcrus Técnico Parceria importante para multiplicação dos conhec
09 sobre o manejo de bambu e
Construção do viveiro de mudas
Nome do parceiro
10
Nome do parceiro
11
Justifique toda vez que a quantidade de parceiros e sua respectiva contribuição for inferior à proposta inicial:

25. O projeto agregou novas parcerias além das previstas na proposta inicial?
(Assinale apenas uma alternativa)
Sim X
Não
Nome do novo parceiro Apoio Realizado Até o Momento

Associar Realizam atividades conjuntas:oficinas , reuniões e atividades com crianças e cede espaço par a realização
de atividades
Seleção de famílias para construção de cisternas para coleta de água de chuva

8
Sindicato dos Trabalhadores e Construção de Banco de Sementes e apoio para definição de local para construção de barraginhas nas comun
trabalhadoras Rurais de
Araçuaí
Colégio nazareth Cede espaço para funcionamento do Ser criança

Secretaria de Desenvolvimento Cessão de espaço para funcionamento das fabriquetas


do Estado
Oi Futuro Principal entidade que financia o projeto
Fabriqueta de Software (computadores, mobi-
Liário, curso técnico)
PC Line computadores Empresa responsável pelo curso técnico

Área para comentários:

26. O projeto faz parte de alguma rede*? (Assinale apenas uma alternativa)
(*) Entende-se por rede um conjunto de relações, regulares e sistemáticas, entre pessoas e/ou instituições, que visam objetivos comuns de
interesse social.
Sim X
Não
Se sim, relate qual(is) tem sido a(s) rede(s), como ela(s) funciona(m) e que contribuições tem trazido para o projeto.

Rede de Líderes Avina- Os líderes Avina se juntaram , para disponibilizarem o que tem de melhor em suas instituições(conhecimentos técnicos
e contribuições diversas) , em um local-Araçuaí. Para contribuir com a transformação social.

27. O projeto tem sido capaz de integrar-se e/ou interferir na formulação e implementação de políticas públicas*?
(*) Entende-se por políticas públicas o conjunto de diretrizes, estratégias, programas e ações desenvolvidas pelo poder público, com o objetivo
de universalizar o acesso de todos os cidadãos a seus direitos econômicos, sociais, políticos, culturais e ambientais.
Sim
Não X
Se sim, comente de que forma isso vem acontecendo:

9
28. Considerando os objetivos do seu projeto, quais os principais avanços alcançados até o momento?
(Os objetivos apresentados nesta questão são aqueles presentes na proposta aprovada pela Petrobras. É importante que você os traga do
documento base da proposta aprovada para este relatório. Acrescente as linhas necessárias)
Objetivo geral do projeto: Contribuir para a transformação social de Araçuaí, através da convergência de tecnologias
sociais

Objetivos específicos Resultados Resultados Justifique sempre que os resultados obtidos forem
esperados Obtidos até o diferentes dos resultados esperados
momento
Objetivo específico
As Tecnologias Atendimento a
Construir um novo modelo de Sociais 168 famílias com
desenvolvimento sustentável, a partir disponibilizadas tecnologias de
da construção de uma plataforma de serão plantio, captação
“transformação social” desenvolvidas de água de
(empoderamento comunitário, de forma chuva,
compromisso ambiental, satisfação convergente e reaproveitament
econômica e valores humanos e estratégica o de restos
culturais) - em Araçuaí, beneficiando através das 86 orgânicos, das
a população a partir de tecnologias ações águas cinzas, e
sociais relacionadas à Água, formadoras geração de
Alimento, Habitação, Energia, (cursos + oportunidades
Trabalho, Educação, Cultura e oficinas + diversas para
Serviços Ambientais, convergentes e intervenções de jovens de
integradas sistemicamente. campo) a seguir desenvolvimento
especificadas e engajamento
Um novo modelo em atividades
de comunitárias e
desenvolvimento coletivas na
sustentável zona urbana e
construído rural.
Objetivo específico 01
-1 oficina de -Realização de -As oficinas da “casa sustetntável”, casa autônoma serão
Formar pessoas para replicar nas bioconstruindo oficinas de realizadas em 2009.
comunidades rurais e urbanas, as -1 oficina de bioconstrução, Estes conceitos estão sendo construídos de acordo com a
tecnologias de habitação e urbanismo super adobe, realidade e potencial de cada comunidade.
bioconstrução, desenvolvidas pela sustentável construção de Assim, aprendemos que no vale, uma casa sustentável, é
Permacultura. -1 curso de caixa d’água de essencial ter a coleta de água das chuvas devido ao amplo
super adobe ferro e cimento, período de seca.
-1 oficina de Atendendo

10
ferro-cimento diretamente 168
-100 pessoas famílias.
serão
beneficiadas e
capacitadas
diretamente e
formadas como
multiplicadoras
comunitárias das
tecnologias de
habitação
sustentável e
bioconstrução.

design de
ecovilas
-casa autônoma
-casa popular
sustentável

Objetivo específico 02
- 1 construção -Foram - O equipe responsável pelo Projeto acelerou as oficinas
Formar multiplicadores para replicar de 5 habitats construídos 15 relacionadas a construção das cisternas de placas, para
nas comunidades rurais e urbanas, -1 construção de habitats , os aproveitar o período das chuvas e coletar a água que as
de forma consciente e racional, as cisterna quais ampliamos pessoas consumirão na seca do próximo ano.
tecnologias de captação de água de aberta/irrigação o conceito,
chuvas, conservação e -1 construção de agregando mais As oficinas para a construção do banheiro compostável, serão
reaproveitamento dos recursos estufa para valor , passando realizadas em 2009.
hídricos, através de tecnologias produção a chamá-lo de
desenvolvidas pela Permacultura hidropônica “Quintal
-1 curso para Maravilha”- São
construção de replicações nas
cisterna casas e
-1 curso para pequenas
construção de propriedades
banheiro seco dos plantios e
-200 pessoas cultivos de
serão alimentos em
beneficiadas e hortas mandalas

11
capacitadas e preservação
diretamente e ambiental,
formadas como conservação e
multiplicadoras reeuso das
comunitárias das águas à
tecnologias de semelhança do
construção de que ocorre no
habitats, Sítio Maravilha,
cisternas, unidade
coletores de demonstrativa e
chuva, Centro de
construção de permacultura do
banheiros secos Vale do
e reuso das Jequitinhonha
águas.

-formação de
agentes
comunitários de
gestão hídrica
(guardiões da
água) e mães
cuidadoras da
água
-sistema de
irrigação modelo
para 1 há.
-sistema de
saneamento
para casa mãe
- levantamento
de resíduos
minerais
-espaço de uso
demonstrativo
para plantas
funcionais
-avaliação de
estrutura de
telhados para
captação de

12
água de chuva
-reuso de água
-folia da água

Objetivo específico 03 -1 oficina de


nutracêuticos/ca Atendimento à Trabalhamos com o plantio de hortas familiares de acordo com
3.(1) Formar pessoas multiplicadoras
ctus 1152 pessoas e os princípios da Permacultura, todas em mandalas. Mas ainda
para replicar nas comunidades rurais
-1 oficina de 168, famílias, não agregamos o conceito de horta vitaminas.
e urbanas, as tecnologias de
fitoterápicos Realização de As pessoas vão se apropriando dos conhecimentos aos
produção, conservação e utilização
-1 curso de oficinas de poucos. É um processo lento, mudar alguns costumes
comunitária de sementes
produção de nutracêuticos,
“criolas”(nativas), aproveitamento dos
semente produção de -Temos um trabalho envolvendo 168 famílias de agricultores,
nutracêuticos locais (cactus, por
-1 curso de sementes e mas ainda não são organizados em uma associação.
exemplo), construção de hortas
hortas mudas diversas, A equipe do projeto, estabeleceu uma relação de confiança e
ecológicas, hortas vitaminas e
ecológicas e - para cada família que recebe o Kit (captação de água de
fitoterápicas, produção composto e
hortas vitaminas chuva, horta, biofertilizante e biofertirrigação, banheiro ),
de alimentos saudáveis, floresta de
-1 banco de asinamos um termo de compromisso, onde as famílias tem
alimentos, etc.
sementes MOBA uma contrapartida, em seus quintais:
-organização de -lixo zero
3.(2) Organizar os agricultores como 25 agricultores -queimada zero,
fornecedores de alimentos orgânicos da região como -montar manter uma horta no quintal,
e saudáveis para suas comunidades futuros -crianças na escola e vacinadas,
(escolas, creches, etc) e pessoas, fornecedores -participar dos mutirões de construções com as outras famílias,
através da feira semanal. -250 pessoas -participar dos cursos e oficinas
terão suas
famílias
beneficiadas
diretamente e
serão
capacitadas e
formadas como
referências
comunitárias no
uso das
tecnologias de
produção
orgânica de
alimentos
-25 agricultores
multiplicadores.

13
-levantamento
de plantas, usos
e propriedades
nutricionais
-resgate de
sementes
-produção de
composto
-levantamento e
catalogação de
produtores de
alimentos
-floresta de
alimentos
-húmus sapiens
-tecnologia da
ração orgânica
-hidroponia
Objetivo específico 04 1 oficina de
conversão de O trabalho com a bioenergia, está em fase de pesquisas e
motor a diesel adequação para nossa realidade no vale. Aqui quase não se
4.(1) Formar pessoas tecnicamente
-1 oficina de joga óleo fora. O que sobra, entra como ingrediente para a
para o uso racional e alternativo das
manutenção de produção de sabão.
fontes de energia disponíveis nas
óleo vegetal
comunidades, por exemplo, a
reciclado
conversão de motores a diesel para o
-1 micro-usina
uso de óleo de cozinha usado,
de
construção de biodigestores
beneficiamento
comunitários e beneficiamento de
de óleo usado
óleo usado.
-1 curso de
biodigestor
4.(2) Montar uma micro-usina de -30 pessoas,
beneficiamento de óleo usado e jovens na sua
manutenção de óleo vegetal reciclado maioria, Serão
no Sítio Maravilha. formadas
profissionalment
e para trabalhar
com a produção
de energias
alternativas,

14
ecológicas e
ambientalmente
corretas.
-10 pessoas
serão formadas
para construir e
fazer funcionar e
manter a micro-
usina
--bioenergias
familiares
-beneficiamento
de oleaginosas
-chuveiro termo-
sifão

Objetivo específico 05 -1 banco do livro Funcionamento


Formar mães-educadoras, agentes -1 bornal de do banco do -Os Jogos ambientais, estão em fase de criação e
comunitários de educação, líderes livros Livro, diário experimentação.
comunitários e professores da rede -1 algibeira de -Utilização das Ainda não temos o Bornal sistematizado
de ensino no uso das tecnologias de leitura algibeiras em
educação, leitura e alfabetização de -150 pessoas todos as
crianças, jovens e adultos formadas e comunidades e
beneficiadas projetos
diretamente e -Realização de
multiplicadoras oficinas de
comunitárias de Mediação de
educação Leirtura para a
--habitats nas equipe e
escolas comunidade
-formação de -Apropriação da
mediadores de pedagogia do
leitura brinquedo do
-campanha do abraço e da
consumo ético roda.
“A coisa certa no -Realização de
lugar certo” 10 folias do Livro
-bornal de jogos e da Água
ambientais
-pedagogia da
roda, do

15
brinquedo, do
abraço
-folias do livro
Objetivo específico 06
-1 formação de -Realização de -A construção da praça Arassussa, acontecerá em 2009.
Formar tecnicamente jovens, agentes quatro oficinas , -A rádio comunitária, também não foi implantada, previsão para
propiciando-lhes oportunidade de comunitários de num total de 2009.
trabalho, para atuar profissionalmente cultura mais de 300
como agentes comunitários de - 1 formação de horas de curso,
cultura, comunicadores comunitários comunicadores para os agentes
e gestores de pontos de cultura comunitários comunitários de
(cinema, radio e vídeo comunitários) -1 centro cultural cultura
comunitário -
-1 unidade Funcionamento
móvel de cultura do Cinema
-50 pessoas Itinerante, do
serão formadas Cinema Meninos
e beneficiadas de Araçuaí, com
diretamente. programação
--construção da semanal,
Praça Arassussa -Produção de 6
-produção de vídeos pelos
vídeos agentes de
-programação do cultura,
Cinema Meninos -Circulação -
de Araçuaí quinzenal do
-calendário jornal
Arassussa Arassussa,
-jornal -
Arassussa
-rádio novelas
educativas
-cinema
itinerante
-rádio
comunitária
Objetivo específico 07
-1 fabriqueta de -Implantação e -A comercialização dos produtos das fabriquetas, acontece na
Formar pessoas, jovens na sua software formação dos própria fabriqueta e em espaços diversos da cidade (pousadas,
maioria, técnica e profissionalmente, -1 unidade de jovens da bancos, etc)
para construir “unidades de economia agro-indústria fabriqueta de -As demais atividades serão planejadas para 2009.

16
solidária” (fabriquetas sustentáveis) a -8 fabriquetas software, com
partir dos recursos materiais comunitárias alguns produtos
regionais, reciclagem de material e -100 jovens já finalizados (2
criação de novas alternativas de capacitados e sites e o blog
trabalhabilidade e geração de renda. futuros Arassussa)
integrantes da -Funcionamento
Cooperativa da Cooperativa
Dedo de Gente Dedo de gente,
com 5 núcleos
--cooperativismo de produção
e solidariedade -
-pedagogia do Disponibilização
sabão do sistema do
-moedas de banco da
troca ambiental Solidariedade no
-adequação de Banco do Livro.
espaço e de
produtos
-stand fixo na
feira semanal da
cidade
-produção e
comercialização
de alimentos
-fabriquetas de
eco-design,
bambu, sucata
de ferro,
cerâmica, tinta
de terra,
madeira, papel
reciclado, moda
jequitinhonha
-viveiro de
mudas
-Cooperativa
Dedo de Gente
-banco de
solidariedade
-serviços digitais
-serviços de TI:

17
tecnologia e
informação
Objetivo específico 08 -1 evento -Os cursos Os eventos relacionados aos créditos de carbono, não foram
Arassussa de relacionados ao realizados ainda.
Capacitar pessoas das diversas nivelamento- manejo dos Um profissional do CPCD, participou de seminário de crédito
comunidades no manejo ecológico e créditos de solos, foi de carbono em Curitiba.
sustentável dos solos, das águas e carbono realizados nas
das reserves naturais, -1 seminário comunidades
desenvolvimento de serviços e intercâmbio rurais, os
produtos geradores de “Carbono informações – referente a
Zero”e captura-e-sequestro de créditos de produtos
Carbono. carbono sustentáveis
-1 curso de aconteceram na
manejo fabriqueta Dedo
ecológico de de gente . os
solos jovens
-1 oficina de continuam se
produtos aperfeiçoando
sustentáveis nestes produtos,
-1 oficina de pois trabalham
desenvolvimento com material
de novos recilado e
produtos sempre
-1 capacitação aparecem novas
de opções de
multiplicadores matéria - prima.
em produto
sustentável Os serviços
-100 pessoas ambientais estão
capacitadas para sendo
construir novas construídos e
plataformas de estabelecidos
serviços com as famílias
ambientais, por atendidas pelo
exemplo, cultivo projeto. São as
e plantio de contra-partidas
bambu na áreas das famílias para
degradadas, receberem o KIT
construção de (cisterna de
valas de placas para
infiltração coleta de água

18
vegetadas, de chuva,
reaproveitament banheiro
o total de águas compostável,
cinzas, etc. horta,
biofertilização,
etc)
Objetivo específico 09 -1 evento de Realizado o
-Comunicação: abertura do evento e
“A Transformação Social como Causa, projeto em divulgação na
um Brasil Sustentável como Meta Araçuaí rádio e TV, local.
- divulgação na
rádio e tv local -
plano de
comunicação
dos programas “
Meu lugar é
aqui” e “
Cuidando dos
tataranetos”

29. As ações propostas pelo projeto estão sendo realizadas de acordo com o cronograma apresentado para a Petrobras? (Acrescente
no quadro a seguir as ações relativas aos objetivos específicos que seu projeto planejou e assinale o grau de realização. Ações em andamento
devem ser identificadas como parcialmente realizadas. Acrescente as linhas necessárias).
Objetivo específico 0 Totalmente Parcialmente Não Justifique sempre que assinalar
realizado realizado realizado Parcialmente Realizado ou Não Realizado

Ação A
As 86 ações formadoras serão
desenvolvidas de forma articulada,
convergente e estratégica através
X Estas atividades são realizadas ao longo do projeto
das 86 formações (cursos +
oficinas + intervenções de campo)
a seguir especificadas

Objetivo específico 01 Totalmente Parcialmente Não Justifique sempre que assinalar


realizado realizado realizado Parcialmente Realizado ou Não Realizado

19
Ação A
07 ações formadoras em
HABITAÇÃO
X
- Oficina de bioconstruindo

Ação B Planejadas para 2009


Oficina de urbanismo sustentável X

Ação C
Curso de super adobe X

Ação D
Oficina de ferro e cimento X

Ação E
Estamos trabalhando com os desenho dos quintais
Design de ecovilas X
maravilhas e das pequenas propriedades.
Ação F Estamos trabalhando o conceito da casa autônoma
Casa Autônoma individualmente com cada família, analisando o que ela
pode plantar, onde e como. A equipe de mães e
X
guardiões, dão apoio, promovem mutirões para
estimular a família a aproveitar seu lixo, produzir
composto, plantar hortas, coletar água de chuva
Ação G
Casa Popular Susentável X

Objetivo específico 02 Totalmente Parcialmente Não Justifique sempre que assinalar


realizado realizado realizado Parcialmente Realizado ou Não Realizado

Ação A
Construção de Habitats

Ação B
Construção de cisterna X
aberta/irrigação
Ação C Esta é uma atividade que foi repensada pelos parceiros
Construção de estufa para e equipe. A produção das hortas familiares está mais
produção hidropônica X de acordo com a realidade das comunidades.
Aprendemos que esta seria uma atividade de difícil
replicação na região.

20
Ação D
Realização de curso para X
construção de cisterna
Ação E
Realização de curso para X O curso foi realizado no Sítio Maravilha
construção de banheiro seco
Ação F
Formação de agentes comunitários
de gestão hídrica (guardiões da X
água) e mães cuidadoras das
águas
Ação G
Sistema de irrigação modelo para 1
X
há.

Ação H
Sistema de saneamento para a X
casa mãe
Ação I
Levantamento de resíduos minerais X

Ação J É um espaço que ainda está em construção , no Sítio


Espaço de uso demonstrativo para Maravilha. Temos uma boa quantidade de plantas
plantas funcionais X funcionais, mas ainda temos muitas outras para serem
cultivadas. Este é um espaço, na zona 1 e zona 2 do
Sítio Maravilha.
Ação K
Avaliação de estrutura de telhados X
para captação de água de chuva
Ação L
Reuso de água X

Ação M
Folia da Água X

Objetivo específico 03 Parcialmente Não Justifique sempre que assinalar


Totalmente
14 ações formadoras realizado realizado Parcialmente Realizado ou Não Realizado
realizado
Ação A
Oficina de Nutracêuticos e Cactos X

21
Ação B Já realizamos oficinas diversas com as mães
Oficina de Fitoterápicos cuidadoras e pessoas das comunidades. Em 2009 ,
X
termos um aprofundamento a partir de mais uma oficina
ministrada por um técnico.
Ação C
Curso de produção de sementes X Planejado para 2009

Ação D
Curso de hortas ecológicas e horta X Planejado para 2009
vitaminas
Ação E No Sítio Maravilha já temos um acervo de sementes e
Banco de Sementes - MOBA nas comunidades. As pessoas já fazem suas trocas ,
X
entre elas, com o sítio e Sindicato dos trabalhadores
rurais. Estamos ampliando a variedade
Ação F
Organização de 25 agricultores da Estamos primeiramente implementando as tecnologias
X
região do sítio para serem futuros demonstrativas no Sítio , testando e experimentando.
fornecedores
Ação G
Levantamento de Plantas usos e X
propriedades
Ação H
Resgate de sementes X

Ação I
Produção de composto X

AçãoJ
Levantamento e catalogação de X Planejado para 2009
produtores e alimentos
Ação K
Floresta de Alimentos X Planejado para 2009

Ação L
Húmus sapiens X

Ação M Ainda não tivemos uma demanda , para a produção da


Tecnologia da ração orgânica ração orgânica. As famílias, que atendemos, não tem a
X
cultura de muitas criações, devido a grande dificuldade
de pasto durante a seca.
Ação N Esta é uma atividade que foi repensada pelos parceiros
Hidroponia X e equipe. A produção das hortas familiares está mais
de acordo com a realidade das comunidades.

22
Aprendemos que esta seria uma atividade de difícil
replicação na região.
Objetivo específico 04 Parcialmente Justifique sempre que assinalar
Totalmente Não
realizado Parcialmente Realizado ou Não Realizado
realizado realizado
7 ações formadoras em energia
Ação A
Oficina de conversão de motor a X Ainda não iniciamos as atividades com bioenergias
diesel
Ação B
Oficina de manutenção de óleo X Ainda não iniciamos as atividades com bioenergias
vegetal reciclado
Ação C
Usina de beneficiamento de óleo
X Ainda não iniciamos as atividades com bioenergias
usado

Ação D
Bioenergias familiares X Ainda não iniciamos as atividades com bioenergias

AçÃo E
Beneficiamento de oleaginosas X Ainda não iniciamos as atividades com bioenergias

Ação F
Chuveiro Termo-sifão X Será construído no sítio Maravilha, em 2009

Ação G Não foi possível, ainda , porque precisa de uma criação


Curso de biodigestor de porcos grande. No sítio, ainda é pequena, somente
X
para abastecimento do projeto Ser Criança e Ação
Social
Objetivo específico 05 Parcialmente Justifique sempre que assinalar
Totalmente Não
10 ações formadoras em realizado Parcialmente Realizado ou Não Realizado
realizado realizado
educação
Ação A
Banco do Livro X

Ação B
Bornal de Livros X

Ação C
Algibeira de Leitura X

Ação D
Habitats na escola X

23
Ação E
Formação de Mediadores de X
Leitura
Ação F Ë uma atividade constante, também durante as visitas e
Campanha do consumo Ético oficinas que realizamos. Há um estímulo à produção
X
local e consumo das que é produzido na própria
comunidade.
Ação G Esta é uma atividade que acontece diariamente, a
Campanha “A coisa certa no lugar medida que fazemos as visitas as famílias, realizamos
certo” reuniões e eventos diversos. Em todas as
oportunidades estamos provocando a comunidade para
cuidar bem de seu espaço, reutilizar, encontrar outra
função para os objetos antes de virarem lixo
Ação H Os jogos estão em fase de criação e utilização nas
Bornal de Jogos Ambientais X comunidades e projetos , ainda não estão
sistematizados.
Ação I
Pedagogia da Roda, do brinquedo, X
do abraço
Ação J
Folias do Livro X

Objetivo específico 06 Parcialmente Justifique sempre que assinalar


Totalmente Não
12 ações formadoras em Cultura realizado Parcialmente Realizado ou Não Realizado
realizado realizado
Ação A
Formação de agentes comunitários
X
de cultura

Ação B
Formação de comunicadores X
comunitários
Ação C
Centro Cultural Comunitário X

Ação D
Unidade Móvel de Cultura X

Ação E
Construção da praça Arassussa X Prevista para 2009

24
Ação F
Construção da Praça Arassussa
Ação G
Produção de vídeos X

Ação H
Programção do Cinema Meninos de X
Araçuaí
Ação I Mensalmente é feito uma programação de atividades
Calendário Arassussa X
nas comunidades
Ação J
Jornal Arassussa X

Ação K A equipe de agentes de cultura tem produzido


Rádio Novelas educativas X pequenos documentários e histórias locais , pois tem
melhor aceitação.
Ação L
Cinema Itinerante X

Ação M Os jovens agentes de cultura têm realizado exercícios


Rádio Comunitária X de produção de programas, produzido propagandas e
enviado para a rádio, local.
Objetivo específico 07 Parcialmente Justifique sempre que assinalar
Totalmente Não
15 ações formadoras em trabalho realizado Parcialmente Realizado ou Não Realizado
realizado realizado
e geração de renda
Ação A
Fabriqueta de Software X

Ação B Existe uma produção doméstica de doces, geléias,


Unidade de agro-indústria X quitandas, pelas famílias , para uso prórpio e alguns
vendem na feira.
Ação C São realizadas oficinas comunitárias quinzenalmente,
Fabriquetas comunitárias X pelas mães cuidadoras e comunidade. Os produtos são
divididos entre o prórpio grupo
Ação D
Cooperativismo e solidariedade X

Ação E
Pedagogia do Sabão

25
Ação F
Moedas de Troca Ambiental X

Ação G
Adequação de espaços e de X
produtos
Ação H Ainda não temos o stand. A fabriqueta comercializa na
Stand fixo na feira semanal da X própria sede e em alguns pontos da cidade (pousadas,
cidade bancos, etc)
Ação I O que é produzido no sítio Maravilha é para
Produção e comercialização de abastecimento de dois projetos “Ser Criança”e “Ação
Alimentos X Social”.
A maior parte das produções das hortas familiares, são
para consumo próprio.
Ação J
Fabriquetas de eco-design, bambu,
sucata de ferro, cerâmica, tinta de X
terra, madeira, papel reciclado,
moda jequitinhonha
Ação K
Viveiro de Mudas X

Ação L
Cooperativa Dedo de Gente X

Ação M
Banco da solidariedade X

Ação N A equipe da fabriqueta, em 2008, esteve participando


Serviços digitais do curso de formação técnica, iniciaram alguns serviços
X
digitais , mas como exercício do grupo, não ainda para
comercializar.
Ação O
Serviços de TI – Tecnologia e X
Informação
Objetivo específico 08 Parcialmente Justifique sempre que assinalar
Totalmente Não
8 ações formadoras em Serviços realizado Parcialmente Realizado ou Não Realizado
realizado realizado
Ambientais
Ação A
Evento Arassussa de nivelamento- Os trabalhos em realação ao crédito de carbono não
X
créditos de carbono foram iniciados.

26
Ação B
Os trabalhos em realação ao crédito de carbono não
Seminário intercâmbio informações- X
foram iniciados.
créditos de carbono
Ação C
Curso de manejo ecológico de X
solos
Ação D
Oficinas de produtos sustentáveis X

Ação E
Oficina de desenvolvimento de X
novos produtos
Ação F
Capacitação de multplicadores em X
produto sustentável
Ação G
Séricos ambientais (exploratório, Os trabalhos em realação ao crédito de carbono não
X
crédito de carbono, água, energia, foram iniciados.
biodiversidade)
Ação H
Linha de base sobre teores de Os trabalhos em realação ao crédito de carbono não
X
carbono foram iniciados.

Objetivo 09 Parcialmente Justifique sempre que assinalar


Totalmente Não
Comunicação realizado Parcialmente Realizado ou Não Realizado
realizado realizado
Ação A
Evento de abertura do Projeto em X
Araçuaí
Ação B
Divulgação na rádio e TV local X

Ação C
Plano de comunicação dos
X
programas “Meu lugar é aqui” e
“Cuidando dos Tataranetos”.

Obs. Converse com o gestor do seu projeto sobre os registros a serem enviados para a Petrobras para melhor compreensão do
desenvolvimento do Projeto.

27
30. O orçamento físico-financeiro do Projeto tem sido cumprido de maneira prevista?
(Assinale apenas uma alternativa)
Sim X
Não (se assinalar não, aponte os motivos abaixo)
Área para comentários:

31. Quais os avanços e dificuldades relacionados à gestão do projeto? Que aprendizagens foram construídas? Houve alguma
alteração na equipe do projeto?

O maior aprendizado, é a potencialização da capacidade das próprias comunidades mudarem seus rumos, e elas mesmas serem as grandes
protagonistas da transformação social do lugar onde moram. O projeto funciona como um provocador de mudanças a partir da combinação dos
saberes e fazeres de diversos atores locais e externos.

As dificuldades, também caminham juntas. Quando trabalhamos com vários conhecimentos, às vezes fica difícil, não perder nada. São muitas
informações e acontecimentos, em pouco tempo. A seca também contribuiu muito para o atraso de muitas atividades. Os plantios, em várias
casas foram perdidos, por não suportarem o calor.

Algumas famílias, ainda não se apropriaram dos cuidados com sua própria casa. Este é um processo lento, mudar alguns paradgmas, como
por exemplo, lixo não existe. Tudo pode ser reaproveitado, ter outra função em vez de ir para o lixo, contaminando o solo e as águas.

32. A metodologia está sendo documentada ou registrada?


(Assinale apenas uma alternativa)
Sim X
Não
Comente, caso tenha havido ajustes na metodologia, a partir das aprendizagens geradas pelo projeto:

Documentamos todas as ações com fotos, depoimentos e relatórios técnicos.

28
33. Como têm evoluído as ações de comunicação do projeto e a exposição das logomarcas estabelecidas em contrato com a
Petrobras? Todas as contrapartidas de imagem acordadas em contrato estão sendo adequadamente cumpridas?Que resultados
foram alcançados pelas ações de comunicação?
Inclua evidências que comprovem
Previsto Realizado o uso das logomarcas Justifique, caso o realizado
Instrumentos e ações
estabelecidas em contrato com a seja diferente do previsto
Petrobras
Instrumento 01
2000 Ainda não iniciada a produção
Folders , panfletos
Instrumento 02
06 Em processo de criação
Banners
Instrumento 03
200 Em processo de criação
Bonés
Instrumento 04 Em processo de criação (serão
500
Camisetas feitas em 2009
Instrumento05
720
Chamadas na rádio
Instrumento 06
224
Chamadas na TV local
Descreva os resultados obtidos com as ações de comunicação:

O projeto é divulgado em reuniões comunitárias, rádios e TV local.


Os materiais como camisetas estão em fase de criação, para serem enviados à gestora da Petrobras, para análises e aprovação.
Já foi produzida a logo do projeto. Serão enviados no início de 2009.

Obs. Todo e qualquer aplicação das logomarcas estabelecidas em contrato deve ser submetida à aprovação prévia, por escrito, da
fiscalização da Petrobras. É obrigatório o envio da amostra de cada peça para a Petrobras, bem como o envio da comprovação do
uso das logomarcas por meio de fotos ou outras evidências.

29
34. Que estratégias de mobilização de recursos financeiros e não financeiros têm sido utilizadas para garantir a sustentabilidade(*)
do Projeto? Que resultados elas têm produzido?
(*)Entende-se por sustentabilidade o conjunto de forças (idéias, relações, processos e recursos) que são capazes de manter um projeto vivo,
renovado, desenvolvendo-se. Ela é demonstrada pela relação que o projeto estabelece com a comunidade de seu entorno, cuja participação
traz legitimidade ao projeto. É demonstrada também pela relação que o projeto estabelece com seus parceiros. Sustentabilidade é também a
excelência da gestão do projeto. Além disso, queremos também olhar para as relações que o Projeto estabelece com o poder público (em seus
diferentes níveis) e para a forma como lida com a formulação e execução de políticas públicas. Acreditamos que sustentabilidade tem a ver
com a forma como você comunica o que está fazendo e que tipos de apoios você conquista com essa comunicação. Perceba ainda que a
sustentabilidade do seu projeto está relacionada à sustentabilidade da sua organização. Será possível explorar aqui essa relação?

O projeto Arassussa: Araçuaí Sustentável, é resultado dos esforços integrados e articulados de 13 organizações brasileiras do segundo e
terceiro setores, ligadas a Fundação AVINA, com “expertises” variadas e atuação em diversas regiões brasileiras, unidas em torno de um
objetivo-e-desafio comum: contribuir concretamente para a transformação social do Vale do Jequitinhonha, fazendo de Araçuaí, cidade-pólo da
região, uma Cidade Sustentável.

“A Transformação Social como Causa, um Brasil Sustentável como Meta”, eis o lema deste projeto. Para responder ao desafio identificado,
elaboramos o Projeto Arassussa: Araçuaí Sustentável (Plataforma para Convergência de Tecnologias Sociais e Construção de Cidades
Sustentáveis) ou, simplesmente, Arassussa, como nós o denominamos e que reúne instituições dos diversos setores da sociedade, com
conhecimentos e experiências diferenciados – não em forma de rede, mas em uma plataforma – convergindo suas expertises de gestão com
tecnologias sociais de comprovado sucesso, visando a transformação social de uma região determinada.

Entendemos que, mais do que redes, precisamos de plataformas para alcançar os objetivos-desafios que propomos alcançar: uma rede é uma
junção de pontos, uma plataforma é a criação de uma base de sustentação; uma rede não tem centro, uma plataforma tem como centro e
bandeira, uma causa.

Trata-se de uma proposta alternativa e inovadora em relação aos modelos vigentes atualmente, um rompimento de paradigmas para a criação
de um novo modelo de interação entre os diversos setores sociais, provocando a potencialização dos ativos econômicos, culturais, sociais e
ambientais.

Durante o processo, estamos somando a esta engrenagem do Arassussa, as parcerias das entidades locais, que tem sido fundamentais para o

30
alcance dos objetivos deste projeto.
O Arassussa é um movimento , que reúne ações pedagógicas, educacionais, sociais, econômicas,culturais e ambientais, nas comunidades
atendidas.

35. Que aprendizagens foram construídas até aqui com base na avaliação prevista para o projeto? Quem tem participado desses
momentos de avaliação?
(Anexe as matrizes de processo e resultados existentes na proposta apresentada para a Petrobras e tome essas matrizes como base para
responder a essa pergunta).

As comunidades tem uma sabedoria e potenciais que estão adormecidos. O projeto tem provocado e instigado as pessoas a pensarem juntas
soluções para seus problemas, inventam maneiras diferentes e inovadoras para produzirem mais, aproveitar sua terra, realizar mutirões que
trazem energia e realização de ações , que nunca imaginariam que seriam capazes de fazer, como a construção das caixas em comunidades
que nem carro chega.
Os moradores das comunidades atendidas, participam ativiamente das decisões, como e onde realizar as atividades, elaboramos o Plano de
trabalho de forma coletiva, as mães cuidadoras e guardiões, que são pessoas do próprio lugar , formadas dentro da metodologia, fazem o
acompanhamento e registro de tudo, sendo monitorados por um educador do CPCD.
Neste final de ano, estamos elaborando os Indicadores de Qualidade de Projetos - IQP.

Nas próximas páginas, há perguntas específicas para cada linha de atuação. Identifique a linha de atuação de seu projeto e responda apenas
as questões relacionadas a ela.

Questões Específicas para projetos de Geração de Renda e Oportunidade de Trabalho

36. O projeto possui plano de negócio (*) estruturado e atualizado?


(*) Entende-se por plano de negócio um documento que procura organizar idéias para transformá-las em um negócio. Ele detalha o conceito
do negócio, os riscos, as estratégias de comercialização dos produtos e serviços, o perfil dos consumidores, bem como todo o plano financeiro
para viabilizar o negócio. O Plano de Negócios não tem um caráter estático, mas sim, dinâmico. Na medida em que haja mudanças no
contexto, a partir do próprio desenvolvimento do projeto, o plano deve ser revisado e atualizado.
Sim
Não X

31
Área para comentários:

37. A organização incorporou infra-estrutura, tecnologias e/ou equipamentos para aprimoramento de seu processo produtivo para
geração de renda e oportunidade de trabalho?
Sim X
Não
Área para comentários:

Foi adquirido um caminhãozinho F 4000, que é utilizado para carregar insumos para os compostos, mudas de árvores para as comunidades,
transporta a produção do Sítio Maravilha, para a cidade.
Em relação às tecnologias incorporadas, tivemos várias aprendizagens, tais como a construção das cisternas de placas, a construção dos
quintais maravilha, como uma propriedade sustentável, as hortas mandalas, a produção e utilização de biofertilizantes e biorepelentes, a forma
de realizar as atividades nas comunidades, sempre em mutirões.

32