Você está na página 1de 2

O sexo tântrico promete noites intensas de prazer por horas e horas. Mas isso é possível?

Como sugerir ao namorado que ele transe com você por horas sem poder chegar ao
orgasmo?

A filosofia

O tantra é uma filosofia que nasceu na Índia há milênios em oposição ao hinduísmo, que é
muito rígida. O tantra instituiu o culto ao feminino, à felicidade e à arte de amar. O sexo
tântrico faz parte disso tudo e a mulher é o coração do tantra, é considerada uma deusa. Para
se familiarizar, Shakti é o nome que se dá a energia feminina. Shiva é a polaridade
masculina, a consciência que respeita e reverencia Shakti.

O sexo tântrico

O sexo não é praticado com o objetivo final do orgasmo. O interessante é atingir um estado
de consciência maior, onde não há separação entre corpo e espírito. Durante o sexo, o casal
deve evocar Shakti e Shiva e perceber um ao outro como divindades.

Como o caminho do paraíso para o homem não é ejacular, ele segura a ereção e atinge um
tipo de prazer chamado "orgasmo cósmico". A mulher se abre para o prazer e é capaz de ter
orgasmos múltiplos enquanto acompanha seu parceiro nesse jogo de autocontrole e
concentração. Dizem que atingir o nirvana é inevitável.

Você deve pensar: que coisa maluca! Mas é possível aprender com os ensinamentos do
tantra e encarar o sexo tântrico como um manual de exercícios. A relação sexual vira um
verdadeiro encontro do amor e não uma relação sem intimidade ou compromisso.

Preparando o ambiente e o corpo

A preparação do ambiente faz parte do ritual: incensos, flores e música dão um toque
especial. A iluminação deve ser feita com velas, nunca no escuro. Tome um banho
demorado e escolha a roupa pela textura. Não há preocupação nem ansiedade com o
desempenho no sexo.

Se você ainda não tem intimidade com o poder da deusa Shakti, imagine essa energia
feminina como uma cobra adormecida na base da coluna vertebral. Quando acordada, ela
sobe até o alto da cabeça, nutrindo os chacras da coluna, unindo consciência e prazer. Deve-
se praticar uma espécie de meditação a dois, um treinamento físico e espiritual para atingir a
consciência suprema.

Prepare o sistema nervoso, pratique posturas, respirações, mantras e visualizações. Revigore


o corpo para que seja capaz de sentir, de se emocionar e de pulsar por inteiro. Comece a
transformar a relação. Só tenha olhos para o seu namorado, caminhe de mãos dadas, beije-o
com ternura, troque carícias. Vocês são criaturas sagradas, e o corpo é um templo.

Como pedir ao namorado

Difícil pensar que o seu namorado topa transar com você sem gozar, né? Na verdade, o ato
de ejacular e o orgasmo não estão interligados, segundo a filosofia. A sensação de gozo vem
do cérebro e a ejaculação é algo físico, é a expulsão do sêmen. É possível, de acordo com a
filosofia do sexo tântrico, atingir o orgasmo sem ejacular. Portanto, um dos argumentos é o
prazer prolongado e a intimidade que vocês dois podem adquirir juntos. O sexo tântrico é
um ritual de dedicação, cuidado. É amar devagarinho. Se vocês se amam, é uma boa
maneira de transcender o comum.

Para aprender

http://www.serterapeuta.org/tantra.htm