Você está na página 1de 16

Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Componentes do Conjunto
Didático de Sensores

Kit Didático de Sensores – Teoria Página 47 de 88


Voltímetros / Analisador
CONTADOR FREQUENC. A 0,00V 0,00V C
0000 0000 B 0,00V 0,00V D

Memórias Grava Sel.


1 2 3 4
Nenhuma

Entradas
A B C D

Kit Didático de Sensores – Teoria


(Direita)
Componentes do Conjunto Didático de Sensores

1
2
(Esquerda)

3
4
5

Página 49 de 88
Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Botoeiras para Comando Bi-Manual (Acionamento de Segurança)

As botoeiras estão posicionadas nos cantos superiores direito e esquerdo. A principal


função de uma botoeira é enviar um sinal de comando por ordem do operador. Nesta aplicação
ligamos as duas botoeiras em série, logo, só haverá um sinal na saída, se os dois botões forem
pressionados simultaneamente.

Tabela Verdade
Botoeira 1 Botoeira 2 Estado Lógico da saída Tensão na saída
0 solta 0 solta 0 desativada 0V
0 solta 1 pressionada 0 desativada 0V
1 pressionada 0 solta 0 desativada 0V
1 pressionada 1 pressionada 1 ativada 10V

Chave de Fim de Curso

A chave de fim de curso é composta por uma micro-switch que é acionada se o encoder
linear estiver posicionado totalmente á esquerda. A chave de fim de curso está localizada na parte
inferior do kit junto ao encoder linear. A principal aplicação das chaves de fim de curso é a
verificação do posicionamento de alguma peça, ex.: posição de um eixo, porta aberta ou fechada,
etc.

Quando o encoder está posicionado totalmente à esquerda, a chave de fim de curso é


acionada, a envia 10V em sua saída. E, quando o encoder está em qualquer outra posição, a
chave de fim de curso fica desacionada, a envia 0V em sua saída.

Página 50 de 88 Kit Didático de Sensores – Teoria


Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Buzzer

O buzzer está localizado no canto superior esquerdo do kit. O buzzer serve para emitir um
sinal sonoro. Este sinal pode, por exemplo, alertar o operador da máquina de que alguma coisa
está errada no funcionamento da máquina, a que ele deve desligá-la para consertar o problema. O
buzzer emite sinal se ele for alimentado com qualquer tensão entre 5V a 10V, a se desliga se for
alimentado com 0V.

Sensor Capacitivo

0 sensor capacitivo está localizado na parte central do kit. O sensor capacitivo é acionado
quando um objeto qualquer é colocado na sua frente. O objeto que é colocado na frente do sensor
capacitivo passa a ser o dielétrico do capacitor. Como em geral todos os objetos possuem
constante dielétrica maior que 1 (constante dielétrica do ar), a capacitância aumenta e o sensor
aciona. A principal aplicação do sensor capacitivo é verificar a presença de um objeto em um
determinado local.

Quando nenhum objeto é colocado na frente do sensor, ele fica desacionado e fornece em
sua saída uma tensão de 0V. Já, quando algum objeto é colocado na frente do sensor, ele é
acionado a fornece em sua saída uma tensão de 10V.

Kit Didático de Sensores – Teoria Página 51 de 88


Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Sensor Indutivo

O sensor indutivo, assim como o sensor capacitivo, está localizado na parte central do kit.
O sensor indutivo é acionado quando um objeto metálico é colocado na sua frente. O sensor
indutivo possui uma bobina com o núcleo aberto. Quando o objeto metálico é colocado na frente
do sensor, este objeto fecha o núcleo da bobina, reforçando o campo magnético, então, o sensor
é ativado. A principal aplicação do sensor indutivo é identificar os objetos metálicos.

Quando nenhum objeto é colocado na frente do sensor ou o objeto que está na frente do
sensor não é de metal, o sensor fica desacionado a fornece em sua saída uma tensão de OV. Já,
quando um objeto metálico é colocado na frente do sensor, ele é acionado a fornece em sua saída
uma tensão de 10V.

Sensor Ótico Reflexivo

O sensor ótico reflexivo está localizado na parte central do kit, logo acima do sensor
capacitivo. O sensor ótico reflexivo é acionado quando algum objeto que reflete luz é colocado na
sua frente. O sensor ótico reflexivo possui um emissor de luz e um elemento sensível à luz
(receptor) montados no mesmo corpo. Quando um objeto capaz de refletir luz é aproximado do
sensor, a luz que é emitida pelo emissor reflete no objeto a vai para o receptor, acionando o
sensor. Em geral, as peças de cor clara ou de superfície espelhada são percebidas pelo sensor
ótico reflexivo. Já, as peças de cor escura ou transparente (vidro) não são percebidas pelo sensor
ótico reflexivo, porque as peças escuras absorvem luz a as peças transparentes não refletem luz.

Quando o sensor está desacionado, ou seja, nenhum objeto está na sua frente ou o objeto
que está na sua frente não reflete luz, o sensor fornece em sua saída uma tensão de 0V. Já,
quando um objeto que reflete luz é colocado na frente do sensor, ele é acionado e fornece em sua
saída uma tensão de 10V.

Página 52 de 88 Kit Didático de Sensores – Teoria


Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Sensor Ótico de Barreira


Alimentação

O sensor ótico de barreira está localizado na parte central do kit, logo acima do sensor
ótico reflexivo. O sensor ótico de barreira é acionado quando algum objeto interrompe o sinal de
luz entre o emissor e o receptor. O sensor ótico de barreira é composto por um emissor de luz e
um elemento sensível à luz (receptor), que estão montados em corpos diferentes. Os dois são
colocados um de frente para o outro. O emissor emite luz diretamente para o receptor. Quando
algum objeto interrompe o sinal de luz do emissor para o receptor, o sensor é acionado. Neste
caso, as peças de cor escura também são capazes de acionar este tipo de sensor. Mas, as peças
transparentes não acionam o sensor, já que a luz atravessa este objeto.

Quando o sensor está desacionado, ou seja, nenhum objeto está interrompendo o sinal de
luz, o sensor fornece em sua saída uma tensão de 0V. Já, quando um objeto interrompe o sinal de
luz, o sensor é acionado a fornece em sua saída uma tensão de 10V.

Obs.: Para o sensor funcionar o emissor de luz deve ser alimentado com 10V (borne localizado
ao lado do emissor).

Barreira Ótica

1
2
3
4
5

A barreira ótica está localizada no canto inferior direito do kit. O funcionamento da barreira
ótica é muito parecido com o do sensor ótico de barreira. A barreira ótica é composta de 5 (cinco)
emissores a receptores montados no mesmo corpo. Neste caso, a luz sai do emissor reflete em
um elemento reflexivo e vai para o receptor. Se algum objeto interromper o sinal de luz, o sensor é
acionado. Como a barreira é composta por 5 sensores independentes, só serão acionados
aqueles sensores cujos feixes de luz forem interrompidos. Logo, através deste sensor é possível
saber, por exemplo, o tamanho do objeto que está na barreira, pelo número de sensores que
foram acionados.

Quando o sensor está desacionado, ou seja, nenhum objeto está interrompendo o sinal de
luz, o sensor fornece em sua saída uma tensão de 0V. Já, quando um objeto interrompe o sinal de
luz, o sensor é acionado a fornece em sua saída uma tensão de 10V.

Kit Didático de Sensores – Teoria Página 53 de 88


Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Encoder Linear

O encoder linear está localizado na parte inferior do kit. O encoder linear é composto por
uma guia com furos igualmente espaçados e uma peça móvel. Na parte móvel se encontra 1
sensor ótico (barreira), que emite pulsos.

Para saber a resolução do encoder linear utiliza-se a seguinte fórmula:

Para saber quantos mm o encoder linear se deslocou, basta contar o número de pulsos do
bit de passo a multiplicar pela resolução do encoder linear.

Encoder Angular

O encoder angular está localizado logo acima do encoder linear. O encoder angular está
acoplado a um motor DC, cuja velocidade é determinada pela tensão injetada na entrada
velocidade. Quando o motor gira, o encoder angular acompanha o movimento do motor, portanto,
é possível medir a velocidade e o sentido de giro do motor. No encoder são montados 2 sensores.
Um dos sensores está denominado como direção, e o outro como controle.

Quando o bit de controle (passo) sai do nível 0 para o nível 1 (borda de subida), com o bit
de direção em nível 0, o motor está girando no sentido anti-horário.

Quando o bit de controle (passo) sai do nível 0 para o nível 1 (borda de subida), com o bit
de direção em nível 1, o motor está girando no sentido horário.

Página 54 de 88 Kit Didático de Sensores – Teoria


Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Para saber a resolução do encoder utiliza-se a seguinte fórmula:

Para saber quantos graus o motor girou, basta contar o número de pulsos do bit de passo
a multiplicar pela resolução do encoder.

Observação: Quando o motor gira no sentido horário, deve-se incrementar o valor de posição, a
quando o motor gira no sentido anti-horário, deve-se decrementar o valor de
posição.

A velocidade do motor é controlada pela tensão que é injetada no borne Velocidade.


Quando se injeta uma tensão de 0V no borne de velocidade, o motor fica parado. Quando se
injeta uma tensão de 10V no borne de velocidade, a velocidade do motor é máxima (Vmáx) e para
tensões intermediarias a velocidade será proporcional.

Controle de Aquecimento

O controle de aquecimento está localizado no canto inferior esquerdo do kit. O controle de


aquecimento é composto por uma resistência e um sensor de temperatura.

Kit Didático de Sensores – Teoria Página 55 de 88


Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Para elevar a temperatura, deve-se ligar a resistência, injetando no borne Acionamento


uma tensão de 10V. Para baixar a temperatura, deve-se desligar a resistência, injetando no borne
Acionamento uma tensão de 0V. O sensor de temperatura emite um sinal analógico de 0V até
10V, que é diretamente proporcional à faixa de temperaturas de 0°C até 100°C.

Este tipo de controle é muito utilizado, por exemplo, para manter constante a temperatura
de um determinado ambiente, ou para controlar a temperatura de um forno.

Multisensor ldentificador

O multisensor identificador está localizado no lado direito do kit. Ele é composto por 4
(quatro) sensores analógicos, sendo, um capacitivo, um indutivo, um ótico vermelho a um ótico
verde.

O sensor capacitivo fornece uma tensão proporcional ao tipo de material que é feito o
objeto que está na sua frente (vide tabela de dielétrico mostrado na teoria).

O sensor indutivo fornece uma tensão proporcional ao tipo de material metálico que é feito
o objeto que está na sua frente (ex: alumínio, cobre, ferro, aço,...).

As cores em uma televisão ou monitor de computador, são formadas a partir das cores
vermelha, verde e azul (Padrão RGB – red, green, blue). Os sensores óticos que são utilizados no
multisensor identificador, são sensores que identificam a quantidade de vermelho (Ótico
Vermelho) que a cor do objeto possui, ou a quantidade de verde (ótico Verde) que a cor do objeto
possui. Estes sensores vão fornecer um sinal analógico de tensão que corresponde à quantidade
de vermelho ou verde que a cor do objeto possui. Logo, com estes dois sensores, é possível
diferenciar uma gama muito grande de cores. Obs: Materiais espelhados, mesmo sendo preto, irá
resultar 100% de preto e verde, pois reflete toda a luz emitida pelos sensores.

O multisensor identificador é utilizado principalmente para a identificação e seleção de


peças.

Página 56 de 88 Kit Didático de Sensores – Teoria


Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Conversor Freqüência/Tensão

O conversor freqüência/tensão está localizado no canto superior esquerdo do kit. Este


módulo fornece em sua saída um sinal analógico de tensão (0V a 10V) de acordo com o valor da
freqüência do sinal de entrada. A tensão de saída será proporcional a freqüência da entrada.

O conversor freqüência/tensão pode ser utilizado, por exemplo, para fornecer um sinal de
tensão de acordo com a velocidade do encoder angular. Se o motor que gira o encoder angular
estiver numa velocidade baixa, a tensão na saída do conversor será baixa, e se a velocidade do
motor estiver alta, a tensão na saída do conversor será alta.

Tensões de Referência

O módulo tensões de referência está localizado na parte superior do kit, ao lado do


conversor freqüência/tensão. Este módulo é composto por 3 (três) potenciômetros, cujas saídas
fornecem um sinal analógico de tensão, que varia de 0V até 10V. Este módulo, serve para o
operador acionar por exemplo a resistência de aquecimento, o transmissor do ótico barreira,
ajustar valores de referência para os circuitos de controle, fornecer o valor de referência do
controle de velocidade de um motor, etc.

Kit Didático de Sensores – Teoria Página 57 de 88


Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Comparadores

Os comparadores estão localizados na parte superior do kit, ao lado do módulo de tensões


de referência. Cada comparador possui duas entradas, uma entrada inversora, e outra não-
inversora. As entradas do comparador trabalham com de tensões entre 0V e 10V.

O potenciômetro serve para ajustar o ganho do comparador. O ganho varia de 1 até ∞


(infinito). Se o potenciômetro estiver totalmente para a esquerda (anti-horário) o ganho é 1 e se o
potenciômetro estiver totalmente para a direita (horário) o ganho é ∞ (infinito).

Para que este bloco trabalhe como um comparador, o potenciômetro deve estar na posição
∞ (infinito). A relação de entradas/saída será a seguinte:

Condição das entradas Tensão na saída


ent. não inversora > ent. inversora 10V
ent. não inversora = ent. inversora Indefinido (entre 0 e 10V)
ent. não inversora < ent. inversora 0V

Como o potenciômetro em posições diferentes de ∞ (infinito), o bloco trabalha como uma


calculadora analógica conforme a fórmula:

Vsaida = ((entrada não inversora) – (entrada inversora)) X ganho + (entrada não inversora)

Lembrando que a tensão de saída se limita entre 0 e 10V.

Página 58 de 88 Kit Didático de Sensores – Teoria


Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Gerador PWM ou Gerador Tensão/Freqüência

O gerador PWM está localizado na parte superior do kit. O gerador PWM fornece em cada
saída um sinal de onda quadrada, sendo uma saída o inverso da outra. A freqüência do sinal de
saída é proporcional ao valor da tensão aplicada no borne de entrada Freqüência.

Duty-cycle é uma relação entre o tempo em que a onda quadrada fica ligada (10V) e o
período da onda (Período = tempo que dura um ciclo completo da onda). Por exemplo, se a onda
ficar 0,3s em 10V e 0,7s em 0V, o período da onda é 1 s (0,3s + 0,7s) e o duty-cycle é 30%
(0,3/1).

O duty-cycle do sinal de saída é proporcional à tensão aplicada no borne de entrada %


Ligado.

O gerador PWM pode ser utilizado, por exemplo, para controlar a velocidade de um motor,
ou a luminosidade de uma lâmpada.

Kit Didático de Sensores – Teoria Página 59 de 88


Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Conversor AID

O conversor A/D está localizado na parte superior do kit, logo abaixo do gerador PWM. O
conversor A/D é composto por 8 led's que se acendem de acordo com o valor da tensão aplicada
na entrada.

Este instrumento pode apresentar o resultado da conversão na forma de barra gráfica, com
a chave na posição VU, ou na forma de códigos binários, com a chave na posição BIN.

Com a chave na posição VU, a resolução de cada led é de aproximadamente 1,11V (10V
dividido por 8 led’s), conforme mostra a tabela a seguir:

Led's acesos Tensão na entrada


0 0V-1,11V
1 1,11 V-2,22V
2 2, 22V-3, 33V
3 3, 33V-4,44V
4 4,44V-5,55V
5 5, 55V-6 66V
6 6,66V-7,77V
7 7, 77V-8, 88V
8 8, 88V-1 0V

Com a chave na posição BIN, a resolução é de aproximadamente 0,04V (10V dividido pela
combinação de 8 bits que é 256).

Página 60 de 88 Kit Didático de Sensores – Teoria


Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Pulsadores

O módulo de botões pulsadores está localizado na parte superior do kit. Ele é composto
por 3 botões pulsadores. Quando a botoeira está pressionada a saída fornece 10V, e, quando a
botoeira está solta a saída fornece 0V.

Os botões pulsadores podem ser utilizados, por exemplo, para acionar a resistência de
aquecimento ou o motor que está acoplado ao encoder.

Contador/Frequencímetro

CONTADOR FREQUENC.
0000 0000

O contador/frequencímetro está localizado na parte superior do kit. Ele é composto por


dois módulos contador/frequencímetro independentes.

A botoeira Modo seleciona o modo de operação: contador ou frequencímetro.

No modo contador, o módulo conta os pulsos injetados na entrada Pulso. A entrada


Direção diz se o contador vai incrementar ou decrementar quando chegar um pulso na entrada
Pulso. Se o pulso chegar com a entrada Direção em 10V o contador incrementa, e se o pulso
chegar com a entrada Direção em 0V o contador decrementa. O contador pode ser zerado
pressionando a botoeira Zera do contador ou injetando 10V na entrada Zera. O valor da contagem
é mostrado no display.

No modo frequencímetro, o módulo ignora as entradas Zera e Direção. O módulo passa a


trabalhar somente com a entrada Pulso. Neste modo, o frequencímetro conta quantos pulsos
chegaram na entrada Pulso em 1 segundo, ou seja, mede a freqüência dos pulsos. O valor da
freqüência é mostrado no display em Hz.

Este módulo pode ser utilizado para indicar a posição do encoder angular ou linear no
modo contador, ou então indicar a velocidade do encoder angular, no modo frequencímetro.

Kit Didático de Sensores – Teoria Página 61 de 88


Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Voltímetros/Analisador
Voltímetros / Analisador
A 0,00V 0,00V C
B 0,00V 0,00V D

Memórias Grava Sel.


1 2 3 4
Nenhuma

Entradas
A B C D

O módulo Voltímetros/Analisador está localizado no canto superior direito do kit. Este


módulo possui quatro entradas de tensão (0V a 10V). O valor da tensão nas entradas é mostrado
no display. O módulo possui também quatro memórias. Cada memória armazena os valores das
quatro entradas. Através da botoeira Sel. (Seleciona) podemos selecionar o número da memória a
ser utilizada (apresentado no meio do display). E, quando apertamos a botoeira Grava,
armazenamos os valores de tensão das entradas na memória selecionada. Quando os valores de
tensão das entradas coincidirem com os valores armazenados em alguma das memórias, o led da
respectiva memória se acenderá. Além disso, o borne que está logo abaixo do led fornecerá uma
tensão de 10V. Caso os valores de tensão nas entradas não coincidam com os valores
armazenados nas memórias o led com a indicação Nenhuma se acenderá, e o seu respectivo
borne fornecerá uma tensão de 10V.

Este módulo pode ser utilizado junto com o módulo "Multisensor Identificador" para fazer a
identificação de 4 peças diferentes.

Página 62 de 88 Kit Didático de Sensores – Teoria


Componentes do Conjunto Didático de Sensores

Pressão

O sensor de pressão está localizado na parte central do kit. A pressão da linha age sobre
uma placa a gera uma força. Esta força deforma a placa. Nesta placa está instalado um STRAIN
GAUGE. Quando a placa se deforma, a resistência do STRAIN GAUGE varia e um circuito
eletrônico converte o valor de resistência em tensão.

Este sensor mede pressões de 0 a 7BAR (0 a 100psi), e fornece em sua saída uma tensão
de 0 a 60mV proporcional à pressão aplicada na entrada.

Pare maior segurança e para não prejudicar o sensor, recomendamos a utilização de


pressões inferiores à 6BAR (86,4psi).

Kit Didático de Sensores – Teoria Página 63 de 88