Você está na página 1de 24

.

Dr Valdeir Santana

Dicas para Otimizar sua monografia e Como configurar Word para fazer
para agilizar a sua monografia ou TCC

[Digite o subtítulo do documento]


2

Índice

Usando a mágica da criatividade para fazer uma monografia..........................................................3


Comprando o seu Diploma...............................................................................................................6
ALGUMAS RECOMENDAÇÕES .................................................................................................7
TURBINANDO A ELABORAÇÃO DE UMA MONOGRAFIA...................................................9
Aprendendo a fazer o Word trabalhar para você............................................................................10
NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA.............................................................11
Aprenda as teclas de atalho do Microsoft Word.............................................................................20
Teclas para formatar caracteres e parágrafos..........................................................................20
Teclas de função.....................................................................................................................21
BIBLIOGRAFIA SUGERIDA .....................................................................................................24
3

USANDO A MÁGICA DA CRIATIVIDADE PARA FAZER UMA MONOGRAFIA

Sei que comprou esse curso não porque estava com uma graninha sobrando no bolso.

Suponho que ao comprar esse curso esta em busca de conhecimento e esteja em busca de se aprimorar,
que o que almeja é melhorar a sua forma de escrever e, se, a sua intenção é aprender técnicas e
macetes para otimizar o seu trabalho, de tal forma que o seu tempo renda mais certamente as
informações que aprenderá neste curso lhe serão muito úteis, e neste caso deve continuar a leitura.

Nosso objetivo aqui é ENSINÁ-LO UM MODO DIFERENTE, CRIATIVO E INOVADOR para auxiliá-lo na
elaboração da sua monografia.

Infelizmente, não iremos te ensinar nenhuma mágica, nenhuma palavrinha mágica que faça seu trabalho
em um estalar de dedos. Pois, até onde sabemos somente Deus pode fazer milagres.

Pois, a única mágica que funciona de verdade é a mágica da criatividade e essa você já têm.

Um dos melhores macetes que aprenderá será, aprender a configurar o Word do seu computador para
ajudá-lo a fazer a parte mais chata e mais demorada de uma monografia. Estamos nos referindo a
formatação do seu texto.

Mas antes de lhe passar as técnicas para fazer a formatação da sua monografia no Word, achamos
importante tecer alguns comentários que julgamos pertinentes.

Considerações iniciais sobre a monografia

A monografia é um trabalho de investigação cientifica e crítico sobre os conhecimentos existentes sejam


eles já publicados ou não. É formada por um conjunto de atividades integradas, com uma unidade
metodológica, visando alcançar determinados objetivos claramente definidos.

A origem da palavra monografia vem de mónos que significa um só e de graphein que significa escrever,
ou seja, dissertação sobre um único assunto ou tema. Monografia sugere especificação, isto é, abordar
um determinado assunto, ou abordagem de um problema específico.

O tema de uma monografia é livre, podendo ter como eixo orientador assuntos que foram focalizados
durante o curso, onde o aluno deseja aprofundar em sua investigação, isto para o caso de monografias
exigidas por instituições educacionais.

Em geral elaboram monografias e teses para Trabalhos de Conclusão de Curso, objetivando propiciar
aos alunos do curso em questão, oportunidades para demonstrar o grau de habilitação adquirido, o nível
de conhecimento e aprofundamento temático, estimulando a produção científica, propiciando a consulta e
leitura de bibliografia especializada. De outro lado objetiva o aprimoramento da capacidade de
4

interpretação crítica do aluno, aprimorando sua competência, preparando-o para o mercado competitivo e
tornando-o mais apto para o exercício profissional.

Para se fazer uma monografia, é preciso seguir normas ou padrões, que podem ser fornecidos pela
Instituição solicitante, pelo Professor – Orientador do tema em foco, e, em caso de não haver estas
normas por escrito, pode –se também consultar algumas das bibliografias sobre este assunto sugeridas
no final deste artigo, bem como é essencial conhecer as Normas para trabalhos acadêmicos da
Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) www.abnt.org.br

As Normas utilizadas para elaborar uma monografia ou tese consideram:

• definir o que se vai estudar;- rever a literatura existente e outras fontes de consulta a respeito do
assunto ou tema em questão;

• justificar, isto é, estar claro o porquê estudar e aprofundar aquele assunto, que novas abordagens se
propõem fazer;

• metodologia aplicada, isto é, a maneira como se pretende desenvolver a monografia ou a tese;

• conclusões – que conclusões foram encontradas, e ou sugestões de prosseguimento,

É preciso ter disposição, entusiasmo, motivação para se fazer um bom trabalho científico, pois uma
monografia exige pesquisa e investigação do interessado, no que se refere ao tema do qual o autor
pretende tratar.

Ter disponibilidade para procurar fazer o melhor, em dar uma contribuição pessoal à classe a qual
pertence e à sociedade, é uma atitude fundamental para aquele que pretende escrever uma boa
monografia. É também de suma importância ter um cuidado especial com correção gramatical, em redigir
com simplicidade, falar e escrever em linguagem direta e sem rodeios, resultando em uma exposição
precisa, clara, objetiva, de fácil entendimento para todos.

Escrever demanda tempo e dedicação. Mentira ou verdade? E o que complica um pouco mais as coisas
é que temos várias outras ocupações que tomam boa parte do nosso tempo. Seja o trabalho que nos dá
o pão de cada dia, seja os filhos, seja uma esposa um esposo, um namorado, enfim não vivemos
somente para o nosso curso. Existe muitas outras coisas ao nosso redor.

Calma! Ainda há esperanças. Perder talvez! DESISTIR JAMAIS! Sempre gostei dessa frase. Acho que
ela também é bem vinda aqui.

“A força esta com você” é o que dizia o mestre Yoda no filme STAR WARS. A força esta realmente
conosco. Mas ela sozinha não faz nada. Se não a utilizarmos não adiantara de nada a gente estar com
ela.
5

Se o Obiwan e o Anakin, personagens do filme supra citado, não se empenhassem em aprender as artes
Jedy o mais rápido possível jamais conseguiriam êxito na luta contra as forças do lado negro.

Em outras, palavras, como dizem: “Faça a sua parte e Deus fará a dele”.

Podemos pegar como moral da história, no filme, é que se precisamos fazer uma monografia temos que
aprender a fazê-la da melhor possível. Muita gente não progride em seus estudos porque acham a vida
acadêmica tira toda a vida social da pessoa. Na maioria dos casos isso é verdade, em muitos casos tira
completamente a vida social da pessoa.

Quanto custa comprar uma monografia

Por que fazer a minha monografia se eu posso pagar para alguém fazê-la para mim?

Essa pergunta certamente já passou pela sua cabeça. É sabido que têm muitas pessoas que se
oferecem para elaborar uma monografia mediante encomenda. Na Internet, também é possível encontrar
várias monografias para se baixar.

O que se ganha comprando uma monografia? Nada. Para alguns pode até parecer esperteza, mas no
fundo demonstra a sua incompetência. Além do mais considerando custo benefício ela pode lhe sair
muito cara.

Principalmente se for reprovado pela banca examinadora. Já presenciei casos de alunos que passaram
vexames diante da banca. É extremamente humilhante, vergonhoso. O lado bom é que você ficará
famoso na Universidade, todos vão falar: “olha o cara que foi reprovado pela banca, por que comprou a
monografia”.

Importa também observar que um gasto a mais sem obter aproveitameto real. Pode parecer vantajoso,
mas com certeza você tem mais a perder do que a ganhar com isso.

O preço para se comprar uma monografia varia muito, mas muitas são as vezes que, comprar ou
apresentar uma monografia feita por outra pessoa poderá lhe custar muito caro, poderá lhe custar a sua
honra e a sua dignidade.

É certo que a falta de tempo e na maioria das vezes a preguiça leva muitas pessoas a optarem por esse
caminho. Porém se o seu objetivo é aprender de verdade, nossa sugestão é que não opte por esse
caminho.

“Tudo na vida é – ou pode ser –uma experiência de aprendizado. Mesmo que você não escreva o
rascunho que esteja pensando que queria escrever, você vai escrever ALGUMA COISA. E você vai
aprender algo no processo. Aceite isso” , é o que nos ensina Joe Vita, no livro Redação Hipnótica.
6

Nesta ordem de considerações, ao fazer a sua monografia, apesar do trabalho ser árduo, certamente não
deixará de colher os seus frutos.Primeiro não estará mentindo para você mesmo dizendo que é
especialista naquela matéria. E realmente terá valido a pena o dinheiro gasto com o curso.

Entretanto, os professores que corrigem as monografias estão calejados de lerem monografia, por isso,
pela sua vasta experiência são craques em detectar monografias copiadas. Mesmo porque, pense que se
você pretende apresentar uma monografia copiada da net, pode ser que outro aluno já tenha
apresentado uma igualzinha, por que não dizer idêntica à sua. Nesse caso, até o KIKO, do programa do
Chaves, saberia que ela foi copiada.

Há muitos ditados populares como os que dizem: “O mundo é dos expertos”, de fato, mas entregar uma
monografia retirada da net, a um professor expert no assunto não podemos dizer que é esperteza, pois
se você é esperto deve saber que os professores que irá corrigir a sua monografia e a banca
examinadora, por incrível que pareça, já estudaram um dia, e sabem das peripécias, dos trambiques dos
alunos. Não pense que porque ele é professor ele é burro.

Brincadeira! Admiro por demais a profissão, e acho que é extremamente honrado fazer parte do corpo
docente de uma Universidade, e não é à-toa que há muitos anos também atuo na área. Embora, o que
nos entristece é saber que aos professores há tempos não sido dado o devido e merecido valor nem por
parte do governo e muito menos por parte dos alunos, não todos, mas muitos.

E se ao apresentar a monografia copiada você estiver com o azar do HOMER SIMPSOM, a quem tudo
da errado. Por isso, o Ministério da Educação deveria advertir “Colar faz mal aos estudos”.

Em meu livro, PETIÇÃO INICIAL HIPNÓTICA, ensino como escrever de uma forma hipnótica, de tal
forma que prenda a atenção daquele que ira por os olhos no seu texto.

Se você quer saber como criar redação hipnótica, então imite quem já está fazendo isso!

COMPRANDO O SEU DIPLOMA

Se esta fazendo um curso de graduação ou pós-graduação e tem em mente que o diploma te basta.
Talvez você esteja certo, ou talvez você perderá muito mais do que o valor pago para alguém fazer a sua
monografia.

Mas, como diz um ditado, de um autor desconhecido que “Todos os seres humanos tem algo em comum
todos são diferentes ”.

Pesquisas recentes publicadas por especialistas da área de recursos Humanos demonstram que ao
contrário do que muitas pessoas pensam o mercado de trabalho não esta fechado.
7

Aprimorar a sua forma de se expressar.

Essa é uma das finalidades da monografia. É através dela que o profissional se obrigará a fazer
pesquisas ler vários livros e com isso acumular conhecimento.

A carga horária estabelecida para qualquer curso é estabelecida através de pesquisas feitas por
profissionais da área que levam em conta vários fatores relacionados os conhecimentos exigidos para a
formação de um profissional naquela área.

É através deste estudo que a carga horária exigidas para cada curso é estabelecida pela Ministério da
Educação e pelo MEC.

Entretanto, muitas pessoas por quererem bancar os espertinhos, deixam de crescer profissionalmente
somente por causa da sua deficiência em demonstrar os seus conhecimentos aos seus superiores ou a
seus clientes. Se passando muitas vezes por incompetente. Simplesmente por não saberem colocar as
coisas no papel.

Preste atenção e verifique como isso ocorre no mercado de trabalho.

Considerando que ao ocupar um cargo de liderança seja ele qual for certamente lhe serão exigidos
relatórios escritos, e sempre lhe serão exigidos durante uma reunião com a diretoria que faça uma
explanação referente ao andamento dos negócios, ou prestação de contas do setor que esta sob sua
responsabilidade.

Desta forma, elaborar pessoalmente uma monografia te dá oportunidade de aprimorar esse lado que
provavelmente lhe serão exigidos futuramente. Além, é claro, o enorme conhecimento cientifico que será
adquirido através da pesquisa e que serão agregados a sua personalidade

Acabamos de tecer comentários a respeito da impotância de se redigir a sua monografia. A maioria dos
livros sobre monografia ensinam o que deve conter uma monografia. Mas, não ensinam de uma maneira
prática como redigir o texto.

No próximo tópico passaremos então a expor algumas recomendações visando ajudá-lo a redigir uma
monografia.

ALGUMAS RECOMENDAÇÕES

Ao redigir o texto é recomendado não utilizar a primeira pessoa, a linguagem deve ser clara e expositiva,
inclusive no desenvolvimento do texto, onde se apresenta o pensamento do autor sobre o assunto, a
opinião emitida deve ter sempre um caráter geral.
8

Escrever de maneira impessoal, preferindo palavras simples, usando frases curtas, sendo simples e
direto é de grande importância numa monografia. É de suma importância redigir um texto com extremo
cuidado com a gramática. Portanto, o ideal é ter um bom dicionário, e, quando possível solicitar a uma
outra pessoa para fazer as revisões necessárias e comentar. Ler o que foi escrito e quando necessário,
reescrever. O momento da revisão do texto é de suma importância, uma dica é baixar um programa que
faça automaticamente a leitura do seu texto. Existem alguns programas gratuitos, porém o problema é
que eles não dispõe de leitor na língua portuguesa. Poucos cursos se preocupam a repassar ao aluno
como devem na prática escrever. Eles dizem como tem que ser feito, mas não mostram como se fazer.

O ideal é que façamos parágrafos não muito longos, note por exemplo no parágrafo acima poderia ser
dividido, coisa que fizemos propositalmente, comparem com os parágrafos abaixo. Perceba como a
utilização de parágrafos curtos torna a leitura mais fácil.

Observando a forma que foi redigido esse trabalho poderá obter algumas noções de como redigir um o
texto limpo, claro e objetivo.

Contudo, embora pudessemos ter o enxugado mais, tornando-o bem mais consiso o que,
consequentemente, reduziria significativamente o número de páginas utilizadas. Entretanto, não fizemos
isso propositalmente.

Dizem que para aprender a escrever você tem que ler muito, isso é verdade, entretanto, é só a metade
do processo. Lendo você irá adquiri conhecimento, mas é somente escrevendo, colocando a “mão na
massa” que você ira melhorar a forma de se expressar no dia-dia, não só pela escrita, mas também
verbalmente.

Podemos dizer que lendo se adquire conhecimento melhora seu vocabulário e aprimora a sua leitura.
Escrevendo aprimora-se a escrita.

Assim como um atleta tem que treinar conseguir atingir as sua metas. Da mesma forma, somente
escrevendo você aprimora sua gramática, aumenta o seu potencial de comunicação, não só na escrita,
mas também a sua comunicação verbal.

Lembra-se que dissemos que não enxugamos mais este trabalho propositalmente, explicaremos agora o
por quê disso.

Durante o desenvolvimento do texto é interessante “encher um pouco de lingüiça”, mas um bom autor
procura fazer isso sem sair completamente do tema abordado, ou tornar o texto muito entediante.

Uma boa forma de se fazer isso é utilizar-se de citações, utilizar aspas sempre que possível, isso chama
a atenção do leitor. O leitor adora saber o que os outros dizem sobre o assunto. Principalmente se o
autor citado for famoso e conceituado.
9

Outro benefício de utilizar citações de outros autores é que estará transmitindo credibilidade ao leitor.
Mostrará que estudou sobre o assunto e sabe o que esta dizendo.

Quanto mais praticamos escrever, mais habilidades estaremos adquirindo.

Estudos recentes ligados Neurolinguistica demonstram que APRENDEMOS POR REPETIÇÃO, entre
outras coisas é claro. Mas é através da repetição que em nosso cérebro se estabelece uma porção de
caminhos neurais.

Outra dica para redigirmos é a medida que estamos lendo os livros pegarmos algumas frases que
achamos bonitas e que ache interessante e ir anotando em uma folha.

Depois a exemplo dos repentistas que fazem versos de acordo com as palavras sugeridas pela plateia.
Redija o seu texto procurando encaixar essas frases no seu texto.

Por exemplo, pegamos casualmente as seguintes palavras: “TURBINANDO, RESERVADO,


PRETENDER, TRAVADO”. E na sequência do texto, logo abaixo, iremos procurar uma forma de encaixá-
las nas frases. Senão vejamos:

TURBINANDO A ELABORAÇÃO DE UMA MONOGRAFIA

IDEIAS ORIENTATIVAS

Primeiramente compre um caderno não precisa ser esses para 10 matérias, reserve-o somente para
fazer os resumos da sua monografia.

Fazer um resumo do que está pesquisando, ou enquanto estiver fazendo a leitura de um livro facilita
muito. E toda vez que encontrar uma informação ou ideia que for de interesse ao tema em estudo, deve-
se anotar a mesma em um caderno reservado para tal finalidade.

Uma coisa interessante é utilizar esse caderno para fazer o esboço da sua monografia. Pois muitas
vezes, somos obrigados ir a uma biblioteca para estudar e não podemos levar o computador até lá.

Deixe algumas folhas do caderno para fazer a anotação dos livros que pretende estudar.

Encontre uns dois bons livros sobre o tema que pretende estudar e abrindo no índice desse livro e veja
sobre quais assuntos você acharia interessante desenvolver a sua monografia, isso é interessante, pois
já te dá uma boa base e uma orientação de por onde começar os seus estudos, lógico, que no desenrolar
do trabalho evidentemente você ira acrescentar ou retirar alguns desses assuntos.

Isso é interessante, pois te dá uma boa base para começar. Pois muitas vezes ficamos travados e não
sabemos por onde começar. Note que não estamos falando para você copiar tudo deste autor. O que
estamos sugerindo é que use o índice dele como base para o seu trabalho. A sugestão aqui é se possível
imite esse autor, imitar não é crime, copiar sim.
10

Outra coisa interessante é tendo então esse esboço de índice, divida as matérias desse caderno de
acordo com o seu índice.

Feito isso à medida que estar consultando as obras literárias escolhidas que falam daqueles mesmos
assuntos, você poderá então, fazer o resumo do que disse o autor da obra consultada de acordo com
cada matéria do seu caderno.

Não esquecendo nunca de quando colocar for colocar a citação deste autor anotar todos os dados que
irá fazer constar na suas notas de rodapé. Como nome do autor, da obra, edição, data da publicação, e a
página do livro que consta a citação que ira utilizar.

Seguindo esses passos você certamente ganhará um bom tempo, otimizando assim o seu trabalho.

Considerando que a maioria das pessoas utilizam o Word para editar o texto, passaremos à ensiná-lo a
fazer algumas configurações avançadas que irão ajudá-lo a otimizar o seu trabalho.

APRENDENDO A FAZER O WORD TRABALHAR PARA VOCÊ

Redigindo nossa monografia, muitas vezes sentimos que o nosso trabalho não rende principalmente por
que passamos horas para formatar o nosso texto.

Isso é horrível, pois cada vez paramos de digitar para formatarmos o texto tiramos a atenção do texto,
com isso geralmente o que acontece é que perdemos o “fio da meada”.

E até retomarmos a nossa linha de raciocínio já se foram alguns segundos, preciosos segundos, que
somados se transformam em minutos, que somados no decorrer de um dia vemos que perdemos
algumas horas, isso somente com a formatação.

Muitas pessoas tem dificuldade com a digitação, por preguiça de aprender a técnica correta da digitação.
Quando em questão de uns dois meses no máximo poderia aprender a digitar com maior rapidez.

Na internet podemos encontrar facilmente alguns programas gratuitos que ensinam a digitar. Com um
pouco de disciplina e dedicação podemos aprender a digitar com maior rapidez o que certamente
otimizará muito na elaboração de qualquer trabalho.

Outra dica para otimizarmos nosso trabalho é decorar algumas teclas de atalho do Word, no final deste
trabalho colocamos as principais teclas de atalho. Certamente, elas lhes serão de muita utilidade, no
começo demora um pouco para você se acostumar com elas, mas logo você fica craque e quando ver
estará tirando muito menos vezes as mãos do teclado, o que também otimiza a digitação.

Um dos atalhos que certamente vale a pena você decorar e utilizar é o CRTL+B, ele serve para salvar o
seu arquivo. Sugirimos que para evitar possíveis transtornos, sempre uma alteração no texto e tendo
certeza que ficou do seu agrado, aperte o CTRL+B. Assim, estará sempre salvando as suas alterações e
11

caso ocorra uma queda de energia elétrica por exemplo não precisará se descabelar porque tera que
iniciar o trabalho do dia tudo novamente.

Esta na hora de mudar isso. O Word possui alguns recursos avançados e fáceis de se utilizar que
TORNAM O TRABALHO MAIS ÁGIL. Deixando a nossa concentração mais voltada para a elaboração do
texto e desenvolve-lo de uma maneira menos estressantes.

Primeiro Passo

Preparando o Word para digitar: retire todos os excessos, enxugue a barra de ferramentas. Isso lhe dará
mais agilidade. Fará com que não perca tempo olhando para coisas (funções) que você nunca ou
dificilmente irá utilizar.

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA

1 - OBJETIVO
2 - REFERÊNCIAS NORMATIVAS
3 - ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS
Capa
Folha de rosto
Anverso da folha de rosto
Verso da folha de rosto
Folha de aprovação
Dedicatória (com exemplo)
Agradecimentos (com exemplo)
Resumo na língua vernácula
ABSTRACT - Resumo em língua estrangeira
Lista de ilustrações
Lista de tabelas
Lista de abreviaturas e siglas
Lista de símbolos
Sumário
4 - ELEMENTOS TEXTUAIS
5 - ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS
6 - FORMATO

1 - OBJETIVO
12

Estas normas estabelecem os princípios gerais para a apresentação da monografia do curso de pós-
graduação das Faculdades Integradas do Instituto Científico de Ensino Superior e Pesquisa.

2 - REFERÊNCIAS NORMATIVAS

A monografia deve seguir as normas preconizadas pela ABNT. Estas normas contêm prescrições que
seguem disposições estabelecidas na Norma Brasileira 14724 – Informação e documentação – Trabalhos
acadêmicos – Apresentação.

Em caso de dúvida o ideal é consultar sempre o orientador, porém no que se refere a formatação da
monografia geralmente as normas seguem esses padrões.

3 - ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS

Os elementos pré-textuais que deverão compor as monografias são apresentados nos itens 3.1 a 3.12.

3.1 Capa

a)nome da instituição: “Faculdade ________________________”

b)nome do(s) autor(es);

c)título;

d)subtítulo, se houver;

e)número de volumes (se houver mais de um, deve constar em cada capa a especificação do respectivo
volume);

f)local: “CIDADE”;

g)ano da entrega.

3.2 Folha de rosto

Composta de verso e anverso, conforme apresentado nos itens 3.2.1 e 3.2.2.

3.2.1 Anverso da folha de rosto


13

Os elementos deverão ser apresentados na seguinte ordem.

a)nome do(s) autor(es);

b)título principal do trabalho: deve ser claro e preciso, identificando o seu conteúdo e possibilitando a
indexação e recuperação da informação; deve ser curto, específico, sem fórmulas de qualquer espécie

c)subtítulo (se houver): deve ser evidenciada a sua subordinação ao título principal, precedido de dois
pontos;

d)número de volumes (se houver mais de um, deve constar em cada folha de rosto a especificação do
respectivo volume);

e)natureza: “Dissertação submetida como exigência parcial para a obtenção do grau de Especialista em
........ à Comissão Julgadora das Faculdade_______________”

f)nome do orientador e, se houver,do co-orientador;

g)local: “CIDADE”;

h)ano da entrega.

3.3 Folha de aprovação

Colocado logo após a folha de rosto, constituído pelo nome completo do(s) autor(es) do trabalho, título do
trabalho e subtítulo (se houver), natureza (“Dissertação aprovada como exigência parcial para a obtenção
do grau de Especialista em ........ à Comissão Julgadora das
Faculdade__________________________” ), data de aprovação, nome completo, titulação e assinatura
dos componentes da banca examinadora e instituições a que pertencem.

3.4 Dedicatória(s)

Elemento opcional, colocado após a folha de aprovação.

Exemplo:

Dedico este trabalho às minhas filhas Flávia e Patrícia por se


constituírem diferentemente enquanto pessoas, igualmente
belas e admiráveis em essência, estímulos que me
impulsionaram a buscar vida nova a cada dia, meus
14

agradecimentos por terem aceito se privar de minha


companhia pelos estudos, concedendo a mim a oportunidade de
me realizar ainda mais.

(MODELO DE DEDICATÓRIA - tamanho 12 – podendo ser em


itálico – alinhado a 6 cm da margem esquerda –
espaçamento simples – digitado acima da margem inferior – sem
aspas)
Extraído de http://www.claretiano.edu.br/monografia/modelos/
modelo_7_dedicatoria.htm

3.5 Agradecimento(s)

Elemento opcional, colocado após a dedicatória. Se houver pode-se dedicar a monografia a uma ou
várias pessoas. É comum dedicar à família (pais, cônjuges, filhos), amigos, professores, mas deve-se
evitar dedicar o trabalho a um número exagerado de pessoas.

Uma boa dica é conforme vamos consultando as obras literárias ler o que como esse autor fez os seus
agradecimentos, e imitá-lo. Copiá-lo não, imitá-lo.

Pode-se também usar esta página para escrever uma frase, um pensamento, um poema, caso o autor
ache conveniente colocar em lugar da dedicatória.

Exemplo:

Ao nosso Orientador Prof. ____________ pelo incentivo, simpatia e presteza no auxílio às atividades
e discussões sobre o andamento e normatização desta Monografia de Conclusão de Curso.

Especialmente ao Professor_____________. pelo seu espírito inovador e empreendedor na tarefa


de multiplicar seus conhecimentos, pela sua disciplina nos ensinando a importância do trabalho em grupo
e pela oportunidade de participação em publicações, eventos e exercícios simulados.

Aos demais idealizadores, coordenadores e funcionários da UNIVERSIDADE ________________

A todos os professores e seus convidados pelo carinho, dedicação e entusiasmo demonstrado ao


longo do curso.
15

Particularmente ao Prof. __________, por sua vocação inequívoca, por não poupar esforços como
interlocutor dos alunos e por suprer eventuais falhas e lacunas.

Aos colegas de classe pela espontaneidade e alegria na troca de informações e materiais numa rara
demonstração de amizade e solidariedade.

Às nossas famílias pela paciência em tolerar a nossa ausência.

E, finalmente, a DEUS pela oportunidade e pelo privilégio que nos foram dados em compartilhar
tamanha experiência e, ao freqüentar este curso, perceber e atentar para a relevância de temas que não
faziam parte, em profundidade, das nossas vidas.

3.6 Resumo na língua vernácula

Não poderá ultrapassar 500 palavras e deve ser seguido, logo abaixo, das palavras representativas do
conteúdo do trabalho, isto é, palavras-chave e/ou descritores.

3.7 ABSTRACT - Resumo em língua estrangeira (Para trabalhos de pós-graduação / Mestrado)

Deverá ser digitado em folha separada,com as mesmas características do resumo em língua vernácula.
Também deve ser seguido das palavras-chave e/ou descritores na língua.

3.8 Lista de ilustrações

Deverá ser elaborada de acordo com a ordem apresentada no texto, com cada item designado por seu
nome específico, acompanhado do respectivo número da página. Considerar figuras do mesmo tipo todas
as ilustrações (desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, gráficos, mapas, organogramas, plantas,
quadros, retratos e outros).

3.9 Lista de tabelas

Deverá ser elaborada de acordo com a ordem apresentada no texto, com cada item designado por seu
nome específico, acompanhado do respectivo número da página.

3.10 Lista de abreviaturas e siglas

Deverá ser apresentada a relação alfabética das abreviaturas e siglas utilizadas no texto, cada uma
seguida das palavras ou expressões correspondentes grafadas por extenso.

3.11 Lista de símbolos


16

Deverá ser apresentada a relação dos símbolos utilizados no texto, na mesma ordem em que são
apresentados, cada um seguido do significado correspondente.

3.12 Sumário ou Índice

O sumário ou índice é útil para facilitar a leitura e recorrer a página citada com maior facilidade, compõe-
se de todos os capítulos e seus sub capítulos, e o Sumário serve para enumerar as partes principais,
indicando as páginas iniciais dos capítulos e as partes em anexo.

Este item é dispensável no caso de monografias com menos de 100 páginas, mas consulte o seu
orientador sobre esse assunto. De qualquer forma, aconselhamos sim fazer o índice, conforme fazer
redigindo não sabemos a quantidade de páginas que terá o nosso trabalho.

Sempre é bom lembrar que poucas páginas não dão uma impressão muito boa, embora o aluno possa ter
um poder de síntese muito bom, é aconselhável não usar o bom senso, nem resumir demais e nem
alongar demais os assuntos de tal forma que o trabalho fique do tamanho de uma bíblia.

Deverá conter as principais partes do texto (divisões, seções e outras), obedecendo à estruturação
orgânica da obra e seguindo a numeração progressiva. Cada parte deverá ser acompanhada da
respectiva página. Havendo mais de um volume, em cada um deve constar o sumário completo do
trabalho.

4 - ELEMENTOS TEXTUAIS

Uma monografia ou tese deve ser apresentada, seguindo alguns critérios:

Constituídos de três partes: introdução, desenvolvimento e conclusão.

4.1 Introdução

Parte inicial do texto substitui o prefácio dos livros tradicionais e fornece uma idéia geral do conteúdo da
monografia ou tese. Este breve resumo admite no máximo 20 linhas de texto ou máximo de 500 palavras
e deve vir logo depois do índice.

Deverá conter os objetivos do trabalho, o quadro teórico em que ele se fundamenta, a formulação do
problema e da hipótese, os trabalhos congêneres referentes ao mesmo tema e conseqüentemente
resenha crítica e a orientação do leitor quanto ao assunto a ser abordado.

Para facilitar a introdução responder as perguntas: de que assunto trata a sua monografia, porque acha
importante tratar este assunto, qual é seu objetivo, o que pretende defender nesta dissertação?
17

Na introdução é importante que se faça constar a justificativa do trabalho: Deverá ser colocar o por
quê da escolha do tema da monografia, isto é porque é importante abordar aquele tema. Fazer uma
espécie de marketing da sua monografia. Consiste em justificar e definir o problema em foco.

Até aqui não se deve numerar as páginas.

4.2 Desenvolvimento

Corpo do trabalho. Deverá conter a exposição ordenada e pormenorizada do assunto. Deverá ser dividida
em seções e subseções que variam em função da abordagem do tema e do método.

Visa expor o assunto, mostrar a maneira como pensa sobre o mesmo, fazendo as proposições,
considerações, concordando ou não com outros autores, ou expondo uma nova teoria. Esta parte pode
ser dividida em capítulos

4.3 Conclusão

Parte final do texto. Onde ocorre a síntese das idéias propostas no corpo do trabalho, isto é, as teorias,
considerações, sugestões propostas quanto aos principais assuntos tratados.

Deverá apresentar as conclusões correspondentes aos objetivos ou hipóteses. Faz parte da conclusão,
por exemplo, a indicação das hipóteses que não foram comprovadas e daquelas que o estudo detectou
para futuras indicações.

4.4 Referências Bibliográficas:

São as fontes de pesquisa consultadas para a elaborar a monografia, tais como: livros, sites, jornais ou
revistas, separatas,outras fontes de informação, isto é, qual foi o material de consulta utilizado no
trabalho. As referências bibliográficas devem estar em ordem alfabética, seguir as normas técnicas da
ABNT.

Pode-se incluir também lista de figuras, lista de tabelas, lista de quadros, siglas e abreviaturas, caso
necessário.

5 - ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS

5.1 Referências

5.1.1 Localização

As referências deverão ser apresentadas no fim do texto.

5.1.2 Regras gerais de apresentação


18

5.1.2.1 Os elementos essenciais (as informações indispensáveis à identificação do documento) e os


elementos complementares (as informações que, acrescidas aos elementos essenciais permitem
caracterizar melhor o documento) devem ser apresentados em seqüência padronizada.

5.1.2.2 Para compor cada referência, deve-se obedecer à seqüência dos elementos, conforme descrito
na NBR 6023.

5.2Glossário

Elemento opcional. Deve ser apresentado em ordem alfabética.

5.3 Apêndice(s)

Elemento opcional. O(s) apêndice(s) deverão ser identificados por letras maiúsculas

consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos. Se esgotadas as letras do alfabeto, deverão ser
utilizadas letras maiúsculas dobradas para realizar a identificação.

5.4 Anexo(s)

Elemento opcional. O(s) anexo(s) deverão ser identificados por letras maiúsculas consecutivas, travessão
e pelos respectivos títulos. Se esgotadas as letras do alfabeto, deverão ser utilizadas letras maiúsculas
dobradas para realizar a identificação.

5.5 Índices(s)

Elemento opcional. Deverão ser elaborados de acordo com a NBR 6034.

6-FORMATO

O formato geral do trabalho deverá ser o seguinte:

a) Os textos deverão ser apresentados em papel branco, formato A4 (21 cm ´ 29,7 cm), digitados na cor
preta, com exceção das ilustrações, no anverso das folhas, exceto a folha de rosto.

b) A fonte deverá ser de fonte Times New Roman ou arial, tamanho 12 para o texto e de tamanho 11 para
citações de menos de três linhas (com recuo de 4cm e espaçamento simples), notas de rodapé,
paginação e legendas das ilustrações e tabelas.

c) As margens utilizadas são: 2,0 cm inferior, 3,0 com superior, 2,0 cm direita, 3,0 cm da esquerda.
19

d) Todo o texto deve ser digitado com espaço 1,5. As citações de mais de três linhas, as notas, as
referências, as legendas das ilustrações e tabelas, a ficha catalográfica, a natureza do trabalho, o
objetivo, o nome da instituição a que é submetida devem ser digitados em espaço simples. As referências
devem ser separadas entre si por espaço duplo.

e) As notas de rodapé deverão ser digitadas dentro das margens, ficando separadas do texto por um
espaço simples de entrelinhas e por filete de 3 cm, a partir da margem esquerda.

f) O indicativo numérico de uma seção precede o título, alinhado à esquerda, separado por um espaço de
caractere.

g) Os títulos sem indicativo numérico – errata, agradecimentos, lista de ilustrações, lista de abreviaturas e
siglas, lista de símbolos, resumos, sumário, referências, glossário, apêndice(s), anexo(s) e índice(s) –
deverão ser centralizados.

h) A folha de aprovação e a dedicatória não deverão possuir título nem indicativo numérico.

i) Todas as folhas do trabalho, a partir da folha de rosto, deverão ser contadas seqüencialmente, mas não
numeradas. A numeração deverá ser colocada a partir da primeira folha da parte textual, ou seja, depois
da introdução, em algarismos arábicos, no canto superior direito da folha, a 2 cm da borda superior,
ficando o último algarismo a 2 cm da borda direita da folha. No caso do trabalho ser constituído de mais
de um volume, deverá ser mantida uma única seqüência de numeração das folhas, do primeiro ao último
volume.

Havendo apêndice e anexo, as suas folhas deverão ser numeradas de maneira contínua e a paginação
deve dar seguimento à do texto principal.

j) As seções do texto deverão ser numeradas progressivamente. Os título das seções primárias deverão
iniciar em folha distinta. Os títulos das seções deverão ser destacados em negrito.

k) As citações deverão ser apresentadas conforme a NBR 10520.

l) As siglas deverão ser apresentadas entre parênteses, precedidas das palavras ou expressões
correspondentes grafadas por extenso, quando utilizadas pela primeira vez no texto.

m) As equações e fórmulas deverão ser destacadas do texto e apresentadas centralizadas e numeradas


(quando for mais de uma). A numeração deverá ser apresentada em algarismos arábicos entre
parênteses, à uma distância de 1 caractere à direita. Quando fragmentadas em mais de uma linha,por
20

falta de espaço, deverão ser interrompidas antes do sinal de igualdade ou depois dos sinais de adição,
subtração multiplicação e divisão.

n) A identificação das ilustrações deverá ser apresentada na parte inferior, precedida de palavra
designativa, seguida do número de ordem de ocorrência no texto.

APRENDA AS TECLAS DE ATALHO DO MICROSOFT WORD

Este ficheiro retirado do site http://www.lerparaver.com/teclas_word.html ,contém informações úteis sobre


as teclas de atalho para o "MICROSOFT WORD", de forma a facilitar a sua utilização por pessoas
portadoras de deficiência visual.

Notas à leitura deste documento:

A tecla "CTRL" refere-se à tecla "CONTROL" situada à direita ou à esquerda, por baixo da tecla "SHIFT".

Para executar qualquer um dos comandos indicados deverá premir as teclas mencionadas ao mesmo
tempo. Por exemplo: "CTRL + J (justificação de texto) deverá ser executado premindo ao mesmo tempo
as teclas CTRL e J.

Pode executar rapidamente tarefas regulares utilizando as teclas de atalho. Por exemplo, se premir
"CTRL + N" alterará o texto, seleccionando-o para "Negrito", do mesmo modo que se fizer clic sobre o
botão "Negrito" da barra de ferramentas.

Teclas para formatar caracteres e parágrafos

CTRL + SHIFT + F Altera o tipo de letra


CTRL + SHIFT + P Altera o tamanho do tipo de letra
CTRL + SHIFT + > (maior que) Aumenta o tamanho da letra
CTRL + SHIFT + menor que Diminui o tamanho da letra
CTRL + ] (fechar parêntesis rectos) Aumenta o tamanho da letra um ponto
CTRL + [ (abrir parêntesis rectos) Diminui o tamanho da letra um ponto
CTRL + D Altera a formatação de caracteres
SHIFT + F3 Altera letras para maiúsculas ou minúsculas
CTRL + SHIFT + A Formata como maiúsculas
CTRL + N Formata em Negrito
CTRL + S Aplica sublinhado
CTRL + SHIFT +W Aplica sublinhado mas só em palavras
21

CTRL + SHIFT + D Aplica duplo sublinhado


CTRL + SHIFT + H Aplica formatação de texto oculto
CTRL + I Aplica formatação em itálico
CTRL + SHIFT + K Formata letras como maiúsculas pequenas
CTRL + = (igual) Aplica formatação anterior à linha
CTRL + SHIFT + + (mais) Aplica formatação superior à linha
CTRL + BARRA DE ESPAÇOS Remove formatação manual
CTRL + Q Altera a selecção de letra para o tipo "SYMBOL"
CTRL + SHIFT + * (asterisco) Visualiza caracteres não imprimíveis
SHIFT + F1 Remove formatação de texto
CTRL + SHIFT + C Copia formatos
CTRL + SHIFT + V Cola formatos
CTRL + 1 Define espaçamento simples entre linhas
CTRL + 2 Define espaçamento duplo entre linhas
CTRL + 5 Define espaçamento entre linhas de 1,5
CTRL + 0 Remove um espaço entre linhas que antecede um parágrafo
F11 Centra um parágrafo
CTRL + J Justifica um parágrafo
CTRL + E Alinha um parágrafo à esquerda
CTRL + H Alinha um parágrafo à direita
CTRL + M Avança um parágrafo a partir da esquerda
CTRL + SHIFT + M Remove um avanço de parágrafo à esquerda
CTRL + SHIFT + J Cria um avanço pendente
CTRL + SHIFT + T Reduzi um avanço pendente
CTRL + Q Remove a formatação de parágrafo
CTRL + SHIFT + S Aplica um estilo
ALT + CTRL + K Inicia formatação automática
CTRL + SHIFT + N Aplica um estilo normal
ALT + CTRL + 1 Aplica o estilo "Título 1"
ALT + CTRL + 2 Aplica o estilo "Título 2"
ALT + CTRL + 3 Aplica o estilo "Titulo 3"
CTRL + SHIFT + L Aplica o estilo "Lista"

Teclas de função

F1 -Ajuda; Ajuda "On line"; Assistente do Office


F2 -Mover textos gráficos
F3 -Inserir uma entrada de texto
22

F4 -Repetir a última acção


F5 -Comando "ir para" (menu Editar)
F6 -Painel seguinte
F7 -Ortografia e gramática (menu Ferramentas)
F8 -Alargar uma selecção
F9 -Actualizar campos seleccionados
F10 -Activar a Barra de menus
F11 -Ir para o campo seguinte
F12 -Guardar como (menu Ficheiro)

SHIFT + F1 Ajuda de contexto ou revelar formatação


SHIFT + F2 Copia texto
SHIFT + F3 Altera as letras maiúsculas minúsculas
SHIFT + F4 Repete uma acção, localizar ou "ir para"
SHIFT + F5 Desloca-se para uma revisão anterior
SHIFT + F6 Vai para o painel anterior
SHIFT + F7 Dicionário de sinónimos (menu Ferramentas)
SHIFT + F8 Diminui uma selecção
SHIFT + F9 Altera entre um código de campo e o respectivo resultado
SHIFT + F10 Visualiza o menu de atalhos
SHIFT + F11 Vai para o campo anterior
SHIFT + F12 Guardar (menu Ficheiro)

CTRL + F2 Ver antes (menu Ficheiro)


CTRL + F3 Corta para o colector
CTRL + F4 Fecha a janela
CTRL + F5 Restaura o tamanho da janela do documento
CTRL + F6 Vai para a janela seguinte
CTRL + F7 Move (menu "Control" do documento)
CTRL + F8 Tamanho (menu "Control" do documento)
CTRL + F9 Insere um campo vazio
CTRL + F10 Minimiza a janela do documento
CTRL + F11 Bloqueia um campo
CTRL + F12 Abrir (menu Ficheiro)

CTRL + SHIFT + F3 Insere conteúdo do colector


CTRL + SHIFT + F5 Edita um marcador
CTRL + SHIFT + F6 Vai para a janela anterior
23

CTRL + SHIFT + F7 Actualiza ligações ligadas a um documento


CTRL + SHIFT + F8 Alarga uma selecção ou bloco
CTRL + SHIFT + F9 Desliga um campo
CTRL + SHIFT + F10 Activa a régua
CTRL + SHIFT + F11 Desbloqueia um campo
CTRL + SHIFT + F12 Imprimir (menu Ficheiro)

ALT + F1 Vai para o campo seguinte


ALT + F3 Cria uma entrada de texto automático
ALT + F4 Sai do Word
ALT + F5 Restaura o tamanho da janela do programa
ALT + F7 Localiza o erro ortográfico seguinte
ALT + F8 Executa uma Macro
ALT + F9 Alterna entre todos os códigos de campo e os respectivos resultados
ALT + F10 Maximiza a janela do programa

ALT + SHIFT + F1 Vai para o campo anterior


ALT + SHIFT + F2 Guardar (menu Ficheiro)
ALT + SHIFT + F4 Sai do Word (sai sem perguntar se quer salvar o
documento)
ALT + SHIFT + F9 Executa "Gotobuton ou Macrobuton a partir do campo
que apresenta os resultados desse mesmo campo

CTRL + ALT + F1 Ver informações do sistema "Microsoft"


CTRL + ALT + F2 Abrir (menu Ficheiro)

Teclas de edição de texto

MENU FICHEIRO

CTRL + O Novo
CTRL + A Abrir
CTRL + G Guardar
CTRL + P Imprimir

MENU EDITAR

CTRL + Z Anular introdução


CTRL + R Repetir introdução
24

CTRL + X Cortar
CTRL + C Copiar
CTRL + V Colar
DEL Limpar
CTRL + T Seleccionar tudo
CTRL + L Localizar
CTRL + U Substituir
CTRL + B Ir para

Mark Twain disse, “Se aprendêssemos a falar da mesma forma que aprendemos a
escrever, todos nos seriamos gagos”.

BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

ALMEIDA, M.L . Como elaborar monografias. Ed. Cejup, 3ª ed, 1992