Você está na página 1de 7

Lagostim Procambarus clarkii 1.

Características gerais É também conhecido como lagostim vermelho da Louisiana é um crustáceo decápode de água doce que possui coloração castanha ou avermelhada. Originário do sul do EUA e norte do México. Sendo o gênero Procambarus representado por 300 subespécies distribuídas pelo mundo. No Brasil é muito utilizado como animal de aquário vendidos em petshops por 3 a 10 reais. 2. Morfologia
O corpo encontra-se dividido em cefalotórax e abdómen. Na cabeça situam-se um par de antenas e um par de antênulas. No tórax encontramos 5 pares de extremidades (pereiópodes), terminando o par anterior em estruturas designadas por quelíceras. Os restantes 4 pares têm funções locomotoras. No abdómen há 5 pares de patas não locomotoras (pleópodes), uma região achatada normalmente utilizada para propulsionar o corpo para trás. No fim do seu abdômen apresenta um télson que auxilia na locomoção apresentando uma carapaça dura. Podem alcançar de 5 a 12 cm pesando de 35 a 56 gramas. A melhor forma de distinção é através da análise da região ventral do abdômen, sendo nos machos a abertura genital situada no quinto pereópode e nas fêmeas no terceiro. Outra diferença é que nos machos, os dois primeiros pares de pleópodes são bem desenvolvidos, adaptados como órgãos copuladores. Nas fêmeas, o primeiro par é vestigial, e o segundo não tem qualquer modificação. Alimentação

Quanto a alimentação, pouco se sabe sobre alimentação do Procambarus clarkii em quantidade e qualidade, supondo-se que deve ser semelhante a outros organismos. Sabese que esta espécie tem uma grande variabilidade na dieta, podendo consumir detritos, vegetação e animais vivos. Entre os animais que podem ser predados incluem-se moluscos, insectos, vermes, larvas, girinos e mesmo alguns peixes. Os alimentos mais consumidos são no entanto de origem vegetal.Um trabalho recente (Ilhéu e Bernardo, 1991) refere um aumento no consumo de material vegetal ao longo da vida. Os lagostins de água doce dependem para a sua alimentação da presença de detritos e do perifíton a eles associado (Avault et al, 1975; Day & Avault, 1986). Ao contrário do que acontece em outras espécies aparentadas, as antênulas não são usadas como quimiorreceptores auxiliares na localização doalimento (Ameyaw-Akumfi in pressin Ameyaw-Akunfi e

O processo de escoamento da água é importante para que os aquicultores possam avaliar as condições dos viveiros. 1988). 1958. Também os olhos não desempenham um papel primordial na alimentação (Dawes. 1989) e o número de juvenis produzidos pode atingir os 700 (Huner. Cada fêmea pode reproduzir-se mais do que uma vez por ano (Sukô. Roqueplo e Hureaux. Essas suplementações podem influenciar no tamanho e reprodução do animal. o número de fêmeas com . A duração de desenvolvimento embrionário é função da temperatura (Sukô. o espermatóforo é depositado sobre a parede inferior do abdómen da fêmea. No entanto. Segundo o mesmo autor. 1984). sendo este padrão igualmente observado em populações californianas (Sommer. 1978). embora possa ter lugar em águas livres (Huner inHoldich & Lowery.Hazlett. Os juvenis são atraídos por uma ferormona maternal (Huner inHoldich & Lowery. 1981). 3. 1988) e só abandonam a fêmea após a saída da toca. 1956). Após o nascimento os animais sofrem duas mudas em duas ou três semanas (Figura 6). podendo a 22ºC durar de duas a três semanas (Sukô. 1943). Abaixo de 10ºC o desenvolvimento é inibido. Sukô (1958) nunca encontrou espermatozóides nas aberturas genitais da fêmea ou no oviducto logo após a cópula. cuja abertura é o annulus ventralis. Os ovos mantêm-se aderentes aos pleópodes da fêmea graças à acção do muco produzido pelas glândulas cimentares. 1975). Este processo ocorre geralmente no interior das tocas. Sabe-se no entanto que as fêmeas de cambarídeos possuem um receptáculo seminal. Algumas semanas ou alguns meses após o acasalamento desenvolvem-se glândulas cimentares na base dos pleópodes e dá-se a oviposição. podendo a detecção de alimento estar ligada a quimiorreceptores localizados nos pereiópodes locomotores. a quantidade de vegetação disponível e ser feita a suplementação em caso de cultivo comercial. Ciclo de vida e Reprodução Na reprodução são envolvidos feromonas que são responsáveis pelo comportamento do macho no período reprodutor no qual o macho "corteja" a fêmea colocando-a na posição de barriga pra cima onde há deposição do espermatóforo pelo macho. mantendo-se durante este período agarrados à fêmea. mas podem variar de acordo com em relação ao local de origem. op cit). uma vez que esses buracos escavados pelos Lagostins podem causar danos as plantações de arrozais. Na Louisiana o acasalamento dá-se geralmente entre Julho e Outubro (Penn.

Taxa de crescimento O crescimento destes animais dá-se através de mudas periódicas. e (5) em menor extensão por influências genéticas. Em viveiros no verão são drenados para aeração do sedimento favorecendo assim o crescimento da vegetação que também é base da cadeia alimentar. desde que haja alta humidade. 1989) e os adultos mudam apenas uma ou duas vezes por ano. o exoesqueleto antigo é perdido. entocado. 1984 inCulley e Duobinis-Gray. Habita também locais que sofrem alagamentos periódicos. e 8 cm em três meses. Taxa de crescimento é afetado: (1) temperatura da água.. permite ao animal aumentar de tamanho. e temperaturas mais elevadas. . Os filhotes crescem rapidamente. Na muda. os imaturos têm um intervalo de tempo de 30 dias entre duas mudas (Huner e Barr. A temperatura ideal é entre 21 e 27º C. 4. A nova cobertura do corpo. temperaturas extremas e algum grau de poluição. Atingem maturidade sexual com cerca de 6 cm. ambientes hipóxicos. 5. Por serem extremamente territoriais não podem ser cultivados com outras espécies. Neste período passam por duas ecdises. (2) a densidade populacional. Condições para cultivo Suporta moderada salinidade. Os juvenis mudam num intervalo de tempo de cerca de 5-10 dias (Culley e DuobinisGray. 1989). sobrevive emerso por até 4 meses. As mudas são tanto mais frequentes quanto mais jovens são os indivíduos (Figura 6). Longevidade de 3 a 5 anos (casos registrados de até 6 anos). enquanto não endurece totalmente. (3) os níveis de oxigênio. (4) a qualidade dos alimentos e quantidade. atingem 2 cm em um mês. Nesse período os lagotins costumam cavar buracos na lama úmida para sobreviver nos períodos de desidratação além de servirem de esconderijos de proteção para fêmeas ovadas. Prefere água dura.reprodução múltipla em condições naturais parece ser reduzido.

sem as várias preocupações associadas com outras culturas.500 lb / ac. alguns custos fixos e os custos de criação de arroz pode ser amortizado em duas culturas. Vantagens dessas estratégias de rotação incluem o uso eficiente dos equipamentos de trabalho. A principal vantagem de uma estratégia de monocultura é que os produtores podem gerenciar para a produção de lagostim máximo. os rendimentos tendem a aumentar anualmente até três ou quatro anos de produção consecutivo. a cultura lagostim segue a colheita do arrozea cultura de forragem utilizada para crescimento lagostim é o resíduo da cultura e re-crescimento da palha de arroz após a colheita de grãos. Além disso. Lagoas permanentes. Rendimentos de lagosta com sistemas de monocultura normalmente variam de menos de 200 lb / ac em grandes tanques de entrada baixa para mais de 1. e o outro é rice-crawfish-fallow/soybean. são normalmente utilizados para esta estratégia.6. Em muitos "permanentes" lagoas lagostim. Tamanho do lago e entrada de produção para essa faixa de abordagem de grandes dimensões (superior a 300 hectares) zonas húmidas apreendidos com pouca gestão para pequenas (menos de 15 hectares) sistemas de controle intensivo. sendo que em tanques de produção comercial a muda é frequente e o crescimento é rápido se as condições ambientais forem adequadas. Um deles é o arroz. Após um período de crescimento. lagostim-arroz. os machos e as fêmeas . Alguns lagos produziram em excesso de 2. pelo menos.200 lb / ac com manejo intensivo. Estrategias de cultivo Monocultura Lagostim monocultura ou "cultura única" sistemas é o método de produção de escolha para muitos pequenos agricultores ou onde as terras marginais estão disponíveis e inadequado para outras culturas. ou locais dedicados a. Fornecimento de sementes O recrutamento em tanques de lagostins são contínuos. Em ambas as estratégias. as limitações sazonais e outras restrições associados com rotação de culturas. tais como a exposição a pesticidas. terra e fazenda. em vez de apenas um. 7. vários ciclos de produção consecutivos. Cultura rotativa Lagostim podem ser cultivadas em dois sistemas de rotação de culturas de base.

8. Portanto. e permite o estabelecimento de vegetação que serve de cobertura para lagostins e os recursos alimentares quando a água é devolvida. 9. esta indústria se baseia exclusivamente na técnica passiva de armadilhas. nesse caso o rendimentos de animais que podem ser abatidas dentro de uma estação dependerá reprodutores de sobrevivência. reparação ou reconstrução que acaba por destruir as tocas em períodos de reprodução impossibilitando o recrutamento de novos organismos. Estes métodos são pouco mais do que o controle limitado das condições ambientais em que esses animais evoluíram. a estocagem só é necessária apenas para tanques novos ou em casos de catástrofes (como contaminação por pesticidas). Uma vez que a população de lagostins são autossustentáveis.atingir a maturidade sexual e crescimento cessa. além disso o crescimento rápido dos indivíduos fazem com que a coleta ocorra frequente e regular. adquirir a umidade necessária para a sobrevivência e reprodução em segurança. reduz a abundância de predadores aquáticos. Técnicas de coleta A cobertura vegetal densa limita as técnicas de coleta. Outra situação na qual é necessário a estocagem é quando há a construção de novos diques. Lagostim sobreviver os intervalos secos por cavar tocas ou recuar para onde eles podem evitar predadores. o sucesso da reprodução e sobrevivência da prole. 3-lados "em forma de pirâmide" armadilha é projetado para uso em águas rasas e é eficaz e eficiente para operar. A parte superior é aberta para facilitar a remoção rápida da lagosta e re-iscagem e contém um colar de . Técnicas de engorda Como já foi visto o ciclo de vida dos lagostins em buracos são adequados a sequencia anual de inundação no período seco entre a primevera e o verão no sul dos EUA. Esta armadilha é posicionada na vertical na lagoa com a parte superior estendendo-se acima da água. A aquicultura do lagostim Procambarus depende de viveiros e métodos de produção extensivos. A desidratação temporárias promove a aeração dos sedimentos de fundo. Uma tela metálica. A coleta por arrasto muito utilizada em diversos tipos de aquicultura é ineficiente nesse caso. Cultivos lagostins subseqüentes dependem de reprodutores remanescente dos ciclo anterior.

muitas vezes. motorizado barco de fundo plano concebido para águas rasas de propulsão. O tamanho e forma do arame de malha usado para construir a armadilha regula o tamanho da lagosta retida pela armadilha. no entanto. A colheita começa tão logo o problema é justificável . muitas vezes de forma intermitente. Iscas manufaturados são mais eficazes em temperaturas acima de 20 º C. marketing e pegar. especialmente na Louisiana. 10. Manuseio e processamento A maioria dos lagostins são vendidos para compradores de atacado.geralmente 2 a 4 meses após a inundação. A maioria das armadilhas são feitas atualmente de 1. preço.iscas naturais de peixes e iscas de manufaturados de formulações proprietárias. Comumente. Duas categorias de isca são usados para atrair lagostins para a armadilha . dependendo da intensidade da operação. o barco percorre as ruas de armadilhas e um pescador (às vezes dois) vai esvaziar e re-isca cada armadilha de um lado do barco. Interceptação freqüência e duração também variam. Lagoas mais comerciais maiores que 2 ou 3 ha são colhidas com a ajuda de um. embora alguns são vendidos diretamente para restaurantes e para clientes de varejo. as preferências dos consumidores são para lagostins maior do que 20 g.retenção que minimiza fuga da lagosta e serve como um identificador. Embora mais caro. o peixe é a isca preferida e mais eficaz a temperaturas de água abaixo de 20 º C. sem parar em armadilhas. Armadilha densidade pode variar de 20-60/ha. No entanto. Frequência e duração da safra são influenciadas em grande parte pelos custos de colheita. Um motor a gasolina dentro dos poderes de barco de um sistema hidráulico para a propulsão ea guiar. durante 3 a 8 meses. As armadilhas são esvaziados 2-7 dias / semana. As armadilhas são utilizadas com mais eficiência quando distribuídos por todo o lago e são normalmente definidos em linhas para acomodar a colheita de barco. Vários tipos de barco e desenhos de propulsão estão disponíveis. todas as vendas iniciais e uma parte importante das vendas finais . que se estende para além do barco e quer empurra ou puxa-lo através do tanque. mas o aparelho mais utilizado consiste de um barco de alumínio equipado com uma roda de metal accionado hidraulicamente.9 centímetros de plástico revestido de malha quadrada que retêm lagostins de 12 g (cerca de 70 mm de comprimento total) e maior.

O padrão comumente aceito pra o comercio são os lagostins de maior tamanho. . os indivíduos ocasionalmente apresentam sintomas da doença. no entanto. 13. Produtores são normalmente pagos de acordo com a produção por classe de tamanho. Em alguns países como o Brasil a comercialização e o cultivo de Procambarus clarkii foi proibida devido apresentar ameaça a outras espécies por ser um vetor de doenças. que todas as North American lagostins são suspeitos vetores da lagosta praga fungo (Aphanomyces astaci) que era notório para eliminar muitas populações de lagostas Europeia nativo.são de lagostins vivo. mas apesar disso alguns trabalhos avaliam um possível beneficiamento a partir das propriedades da espécie. tipicamente. contudo. além de ser de fácil cultivo sendo necessário apenas garantir a qualidade de água e a disponibilidade de alimento. sendo assim fica difícil estipular um custo fixo a produção de lagostim tornando-os variáveis e desconhecidos. e. Deve notarse. Isca e mão de obra necessária para a captura são as maiores despesas. quitosano e colagénio). Lagostim às vezes são afetado por agentes que impedem a comercialização. 12. 11. 50-70 por cento do total das despesas direta são associados com a colheita. Importância econômica Muito utilizado como recurso alimentar EUA. e o maior classe às vezes pode levar cinco vezes mais por quilo do que as menores notas. Custo da produção Poucos são os produtores que cultivam apenas lagostim. O método preferido para transporte e armazenamento lagostins vivo é em sacos de malha plásticos abertos que mantêm cerca de 18 kg de lagostins. Sendo possível produzir substancias de interesse dermofarmaceutico e cosmético a partir da carapaça do animal (quitina. mas surtos epidêmicos em viveiros não foram demonstrados. Doenças As doenças em Procambarus clarkii são raros. geralmente como resultado de exoesqueletos muito sujos. Lagostim em boa saúde podem ser armazenados a temperaturas húmidas de 4-8 º C durante até 6 ou 7 dias sem mortalidade excessiva. A colheita é o componente mais trabalho intensivo de criação de lagostins.