Você está na página 1de 39

Ética, saúde alimentar e meio ambiente
N E U Z A M A R I A M I R A N DA D O S S A N TO S P R O FA . E S C O L A D E N U T R I Ç Ã O / U F B A

Salvador, 23 de agosto de 2013

Sumário
1. Introdução 2. Conceitos 3. Crescem as fraudes alimentares: a contaminação química 4. Perigos em alimentos 5. Problemas éticos em alimentação no Brasil: utilização de agrotóxicos e os impactos para a segurança alimentar 6. A exposição aos agrotóxicos e os riscos à saúde 7. A contaminação dos alimentos pelos agrotóxicos – o Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) 8. Considerações finais 9. Referências

antropológicos. sociais. econômicos. aditivos intencionais. políticos.) . micotoxinas nutricional Alimentos Segurança alimentar agronômico sensorial Qualidade de vida (saúde.QUALIDADE DOS ALIMENTOS Contaminantes biológicos e parasitários Contaminantes químicos (agrotóxicos. etc. nitritos e nitratos. aspectos ambientais. metais.

embalagem.Contaminantes em alimentos Qualquer substância que não seja intencionalmente adicionada a um gênero alimentício mas nele esteja presente como resíduo da produção. processamento. transporte e/ou armazenamento do referido alimento ou em resultado a uma contaminação ambiental. Regulamento (CEE) No 315/93 de 8 de Fevereiro de 1993 . acondicionamento. preparação. tratamento. fabrico.

Contaminação de Alimentos Tradicionalmente maior importância à contaminação microbiológica do que a contaminação química dos alimentos .

.

Fraudes alimentares no Brasil: riscos crescentes .

O Caso do leite compensado O último escândalo (será o último??) .

.. .. ESPELHO MEU.O Caso do suco com soda cáustica ESPELHO.

Contaminação do Suco de maçã ADES 20/03/2013 (o que será que foi???) .

Foi contaminação com soda cáustica!!! Dia 22/03/2013 .

Efeitos tóxicos da soda caústica .

E foi o único escândalo com alimentos? Contaminação com soda cáustica Dia 06/10/2011 .

Cd. As. Hg)  Poluentes orgânicos persistentes (POP’s) – dioxinas  Micotoxinas (aflatoxinas) Agrotóxicos  Gerados no processamento  Aditivos alimentares  Migrantes de embalagens  Resíduos de drogas veterinárias .Perigos químicos em alimentos  Metais tóxicos (Pb.

.

Dossiê agrotóxicos. 2012 .Fonte: ABRASCO.

2012. Dossiê agrotóxicos.DERIVADO DO DDT DDT – PROIBIDO 1998 Fonte: ABRASCO. .

.

dezembro de 2011 .A contaminação dos alimentos pelos agrotóxicos São Paulo: UVAS EM SUPERMERCADOS 63% resíduos de agrotóxicos não permitidos Fonte: PROTESTE.

2001 Objetivos do PARA: Analisar resíduos agrotóxicos in natura. presença de resíduos de agrotóxicos não autorizados pela legislação . Verificar se os alimentos contaminados ultrapassam o limite máximo de resíduo (LMR).A contaminação dos alimentos pelos agrotóxicos – o Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA)  Análise de resíduos passou por várias mudanças  Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos (PARA) .

DOSSIÊ ABRASCO Um alerta sobre os impactos dos Agrotóxicos na Saúde .

.

.

2012  Proibir a pulverização aérea de agrotóxicos. tendo em vista a grande e acelerada expansão desta forma de aplicação de venenos. expondo territórios e populações a doses cada vez maiores de contaminantes com produtos tóxicos gerando agravos à saúde humana e à dos ecossistemas.Propostas da ABRASCO. especialmente em áreas de monocultivos. .

outros alimentos in natura com base em uma estrutura laboratorial de saúde pública regionalizada em todo o país. propostas da ABRASCO. carnes. água. 2012  Fortalecer e ampliar as políticas de aquisição de alimentos produzidos alimentação escolar sem agrotóxicos para a  Fortalecer e ampliar o Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) da ANVISA incluindo alimentos processados.Cont. .

Considerações finais: por uma ética da alimentação .

Cresce a literatura sobre vegetarianismo .

.

.

Portugal . 2009 .Cresce no mundo a opção por uma alimentação mais ÉTICA Fonte: Centro Vegetariano.

Movimento vegetariano atual .

2 milhões de brasileiros são vegetarianos .IBOPE 2012: 15.

Vegetarianos no Brasil e na Bahia Brasil 8% Bahia 7% .

Vegetarianos idosos no Brasil 10% .

p.77 . expressão de minha situação econômica. 1984. conscientemente reintroduzida no processo de alimentação da matéria viva”. ainda será comida. Comerei o suficiente. Fonte: SOUZA e VIEIRA. e o que me sobrar. ideologia. mas como a “a encarnação de forças essenciais humanas”. alienação. Não mais terei lixo. Poluição. nesse dia não terei mais resto. nem a noção suja de resto.A Alimentação pode ser ÉTICA? “O dia em que vir minha comida não como mercadoria.

O que está no meio ambiente acaba virando comida Carl Warner – “Foodscapes” .

MAGALHÃES. M. supl. Parte 1 . . 2011. P. 2008. LANDRES. n. 2005. C.. p.Referências  ABRASCO. M. Um avião contorna o pé de jatobá e a nuvem de agrotóxico pousa na cidade. STOPELLI. Saúde e segurança alimentar: a questão dos agrotóxicos. 10.100. Ciência & Saúde Coletiva. Brasília: ANVISA. B.Agrotóxicos. S. 4. Segurança Alimentar e Saúde. 91. I. 2005. v. P. Agrotóxico: que nome dar? Ciência & Saúde Coletiva. Um guia para ação em defesa da vida. 10. v. GOMIDE. 2012. 1047.1054.. MACHADO. F. 264p. 190p. Um alerta sobre os impactos dos Agrotóxicos na     Saúde. Rio de Janeiro: AS-PTA. História da reportagem. Agrotóxicos no Brasil. p.

com.“Temos o direito de decidir sobre aquilo que comemos” neuzami2004@yahoo.br .