Você está na página 1de 10

Os Provérbios de Jesus

ENFOC - 2008

Álvaro César Pestana

Os Provérbios de Jesus
„ Uma frase curta baseada numa experiência
longa.
„ O mínimo de palavras com o máximo de
sentido.
„ Frases curtas, fortes e sonoras.

„ Provérbios usados ou feitos por Jesus.

1
Características dos provérbios de Jesus

„ 1. O uso do "passivo divino“


„ 2. Poesia
„ 3. O uso de parábolas
„ 4. Repetição
„ 5. Uso de inclusões
„ 6. Ambigüidades e duplo sentido
„ 7. Construções em quiasmo
„ 8. Sentido determinado pelo contexto

1. O uso do “passivo divino”

Mateus 5.4 diz: “… serão consolados.”

A idéia é: “serão consolados [por Deus].”

2
1. O uso do “passivo divino”

Exemplos:

Lc 14.11 = Todo o que se exalta será


humilhado [por Deus]; e todo o que se
humilha será exaltado [por Deus].

Mc 4.22 = Nada está oculto, se não para


ser revelado [por Deus].

2. Poesia

„ Poesia hebraica tem como característica


marcante o…
PARALELISMO.
„ Ou seja, uma mesma idéia é apresentada em
frases paralelas (sinônimas, contrárias ou
relacionadas).
„ Os provérbios de Jesus são construídos em
paralelismo, normalmente antitético, e
algumas vezes, sinônimo.

3
2. Poesia

Exemplos:
Mc 10.9 = Ao que Deus ajuntou,
homem não separe.
Mc 10.31=Muitos primeiros serão últimos,
e os últimos, primeiros.

3. O uso de parábolas

„ Muitas parábolas propriamente ditas estão


ligadas aos provérbios

„ Muitos provérbios sáo verdadeiros ditos


parabólicos

„ Na língua de Jesus, provérbio e parábola


podem ser designados com um mesmo
termo.

4
3. O uso de parábolas

Exemplos:
Lc 5.31 = Os sãos não precisam de
médico e sim os doentes.
Mt 24.28 = Onde estiver o cadáver, aí se
ajuntarão os abutres
At 26.14 = Dura coisa é dar coices em
aguilhão.

4. Repetição

„ Jesus usava os mesmos ensinos em várias


ocasiões e com diferentes sentidos e
propósitos.

„ Os provérbios são repetidos em vários


momentos e lições diferentes.

5
4. Repetição
Exemplos:
„ Mc 9.35 = se alguém quer ser o primeiro será o
último de todos e servo de todos.
„ Mt 23.11 = o maior entre vós seja vosso servo.
„ Lc 9.48 = aquele que for o menor entre vós,
este é que é grande.
„ Lc 18.4 = todo o que a si mesmo exaltar será
humilhado, mas o que se humilhar será
exaltado

5. Uso de inclusões

„ Inclusão = recurso de marcar o início e o fim


de um discurso ou parágrafo com a mesma
frase.

„ Ocasionalmente os provérbios são colocados


no início e no fim de um discurso.

6
5. Uso de inclusões

Exemplos:
„ Mateus 19.30 e 20.16
„ Mateus 7.16-20
“Pelos seus frutos os conhecereis
Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos
abrolhos?
Assim toda árvore boa produz bons frutos, porém, a árvore má
produz frutos maus.
Não pode a árvore boa produzir frutos maus, nem a árvore má
produzir frutos bons.
Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada ao
fogo.
Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis.”

6. Ambigüidades e duplo sentido

„ Ocasionalmente, a frase proverbial pode


acomodar dois sentidos que não se excluem,
pelo contrário, são necessariamente
verdadeiros e pertinentes.

„ Assim, o tradutor terá de trair um dos


sentidos ou tentar incluir ambos na tradução.

7
6. Ambigüidades e duplo sentido

„ Exemplo –
Mc 9.35
„ “Se alguém quer ser o primeiro, será o último de
todos e servo de todos”;
„ Se alguém quer ser o primeiro, seja o último de
todos e servo de todos”.
Mt 5.13
„ “Se o sal vier a tornar-se insípido [=tolo], como
restaurar-lhe o sabor?
„ A palavra “insípido” serve para o sal, mas “tolo”
serve para as pessoas às quais o provérbio se
aplica.

7. Construções em quiasmo

„ A palavra quiasmo ou quiasma vem da letra


grega “chi” (lê-se ‘qui’) que tem forma de X.

„ Uma frase ou parágrafo construído em


quiasmo, terá seus elementos similares
ordenados em forma da letra “chi” ou seja na
forma de um X.

„ Em poesia, falava-se de arranjos ABB’A’.

8
7. Construções em quiasmo

Mateus 7.6
„ Em forma de X,
Cães & porcos

Pisar & dilacerar


„ Arranjo tipo ABB’A’:
A “Não deis aos cães o que é santo,
B nem lanceis ante os porcos as vossas pérolas
B’ para que não as pisem com os pés
A’ e, voltando-se vos dilacerem”

8. Sentido determinado pelo contexto

„ Isto é o que veremos por todo este estudo.

„ Conforme o contexto, o provérbio recebe um


tipo de ênfase ou sentido.

9
Características dos provérbios de Jesus

„ 1. O uso do "passivo divino“


„ 2. Poesia
„ 3. O uso de parábolas
„ 4. Repetição
„ 5. Uso de inclusões
„ 6. Ambigüidades e duplo sentido
„ 7. Construções em quiasmo
„ 8. Sentido determinado pelo contexto

10