UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

FACULDADE DE DIREITO DIRETORIA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

O CONSELHO DEPARTAMENTAL DA FACULDADE DE DIREITO, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ, representado pelo PROFESSOR DOUTOR ÁLVARO MELO FILHO, DIRETOR, no uso de suas atribuições regimentais; Considerando as normas nacionais concernentes às diretrizes e bases da educação nacional, notadamente as que compõem a Resolução nº 9/2004, de nove de setembro de 2004, da Câmara de Educação Superior, do Conselho Nacional de Educação, que “Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Direito e dá outras providências”; e Considerando o deliberado na reunião do referido Conselho, a 28 de novembro de 2008, quanto à necessidade de atualização das normas internas relativas às Atividades Complementares do curso de Graduação em Direito desta Universidade, RESOLVE: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Artigo 1º. Constituem Atividades Complementares os imperativos componentes curriculares enriquecedores e completivos do perfil de formação do discente. Artigo 2º. As Atividades Complementares têm por finalidade possibilitar o reconhecimento, por avaliação, das habilidades, conhecimentos e competências adquiridas, pelo discente, dentro e fora da Faculdade, de modo a lhe garantir, durante o seu curso, a construção de uma formação flexível e dotada de relativa autonomia na escolha da complementação de seu curso de graduação. Parágrafo Único. Enquadram-se como tais as habilidades, conhecimentos e competências, adquiridas pelo graduando, advindas de disciplinas outras, não jurídicas, e não integrantes do Currículo Mínimo do Curso de Graduação de Direito, assim como as adquiridas fora do ambiente acadêmico, como a prática de estudos e atividades independentes, transversais, opcionais, interdisciplinares, e nas relações com o mercado do trabalho e ações de extensão junto à comunidade.
Praça Clóvis Beviláqua, s/n , Centro, Fortaleza, CE, 60035-180

fica a cargo da Coordenação de Atividades Complementares. A Coordenação de Atividades Complementares será ocupada por Professor efetivo. e avaliações dos programas e ações ligadas à realização. no prazo de cinco dias. também. que deve acompanhar o requerimento Praça Clóvis Beviláqua. nominado Grupo IV. a Coordenação de Graduação. nominado Grupo I. os temas e as atividades que não integrem o Currículo do Curso de Graduação em Direito. pela análise razoável e objetiva de cada caso. pelos discentes. Centro. que decidirá. na Tabela constante do Anexo deste Regulamento: I − Atividades de Ensino. III − Atividades de Extensão. A Coordenação de Atividades Complementares não está adstrita a indicações de carga horária constante de diplomas. tomando como base a natureza da atividade realizada e o respectivo relatório. multidisciplinares. as que tenham como objeto ações interdisciplinares. serão preferencialmente inscritíveis como Atividades Complementares as disciplinas. A gestão dos registros. também. inclusive na hipótese de inexistência de indicação do quanto horário. certidões ou certificados. essencial à formação qualitativa do graduando. II − Atividades de Pesquisa. e devidamente instruídos. § 1º. assim. § 2º. assim. IV − Atividades Diversas¸ assim. Fortaleza. disciplinas. 60035-180 . As Atividades Complementares categorizam-se em quatro grupos. Os pedidos de inscrição de atividades extra ou metajurídicas. assim. CAPÍTULO III DA COMPOSIÇÃO Artigo 6º. nominado Grupo III. O cumprimento das Atividades Complementares não se confunde com a do Estágio Supervisionado. nos termos regimentais. firmados pelo discente interessado. também. e dirigidos ao Coordenador de Atividades Complementares. relatório escrito de sua gestão. Artigo 5º. podendo atribuir o aproveitamento cabível. ou transdisciplinares. CAPÍTULO II DA GESTÃO Artigo 4º. a dizer. nem com as desenvolvidas em relação ao Trabalho de Conclusão de Curso. Dado a sua natureza de complementaridade. lavrado e firmado pelo discente interessado. nominado Grupo II. CE. cuja pontuação está sumarizada. anualmente. realizado na própria instituição. também. devem ser veiculados por escrito. divisão superintendida pela Coordenação de Graduação e pela Diretoria. e deve apresentar. através do Núcleo de Prática Jurídica.UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE DIREITO DIRETORIA Artigo 3º. Artigo 7º. das Atividades Complementares. s/n . afinal. nos termos deste Regulamento.

ou por outras Instituições de Ensino Superior – IES. os temas ligados. e ao longo do período de graduação. SEÇÃO II DA INTEGRALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE ENSINO (GRUPO I) Artigo 11. As Atividades Complementares terão carga horária global mínima de trezentos e vinte (320) horas.UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE DIREITO DIRETORIA escrito. Até sessenta (60) horas. Artigo 9º. disciplinas. É vedada a integralização da carga horária global mínima de qualquer modo concentrada ou desarmonizada da distribuição equânime dos quatro grupos. assim distribuíveis: § 1º. e dissociada da regra geral descrita no Artigo 7º. com novos direitos não previstos no Currículo deste Curso de Graduação em Direito. Centro. que não integrem a grade curricular do Curso de Direito da UFC. Fortaleza. corresponderá a um (1) crédito cada quinze (15) horas válidas. CE. § 2º. Às atividades realizadas antes de dezessete (17) de junho de 2005. . s/n . à luz do disposto no Art. nos termos do § 1º. efetuando os devidos registros. nos termos da Resolução nº 07/CEPE. reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). ofertadas por outros cursos da UFC. equivalentes a 20 créditos. permitem implementar até noventa e seis (96). direta. 60035-180 . CAPÍTULO IV DA INTEGRALIZAÇÃO DOS CRÉDITOS SEÇÃO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 8º. § 1º. Cada dezesseis (16) horas de Atividades Complementares corresponderá à averbação de um (1) crédito. § 2º. suso. Artigo 10. As Atividades de Ensino. ou interdisciplinariamente. 7º. Ao discente é facultado completar a carga horária dos diferentes Grupos pelo exercício de atividades e disciplinas não jurídicas. Até sessenta (60) horas. e a sua integralização deve estar distribuída harmonicamente nos quatros grupos. Grupo I. Praça Clóvis Beviláqua.

nos termos da legislação federal. Centro. onde serão conservados. na hipótese de co-autoria.015. III – Dez horas (10h) por página. CAPES. § 2º. por trabalho. até o limite de quarenta horas (40h). Praça Clóvis Beviláqua. limitada ao total de noventa e seis (96) horas. de 1973). a fruição de Bolsa de Iniciação Científica. por ano. até o limite de trinta horas (30h). Grupo II. como o Programa de Educação Tutorial – PET. inclusive grupos de pesquisa institucionais não jurídicas. assim distribuíveis: § 1º. ou outros similares. publicados em periódicos jurídicos notoriamente especializados. pela efetiva participação em programas educacionais constituídos mediante grupos de aprendizagem tutorial de natureza coletiva e interdisciplinar. § 3º. em periódico com corpo editorial e circulação internacional. publicado em periódico jurídico. outorgada pela UFC. em pastas individuadas. mas devidamente matriculados. Aos trabalhos jurídicos. por página. em periódico com corpo editorial e circulação interna nesta Faculdade. por semestre. 60035-180 . Grupo II. limitada ao total de noventa e seis (96) horas. em periódico com corpo editorial e circulação institucional na UFC. Artigo 14. Até trinta (30) horas. até o limite de quinze horas (15h). probatórios das Atividades de Pesquisa. dentre as quais FUNCAP. IV – Quinze horas (15) por página. CNPq. CE. por trabalho. nos termos da legislação federal (Lei nº 6. limitada ao total de oitenta (80) horas. poderão ser integralizados os seguintes créditos: I – Cinco horas (5h) por página. e considerando dividida a carga horária pelo número de autores. Até vinte (20) horas. As Atividades de Pesquisa. Os documentos físicos. permitem implementar até noventa e seis (96). até o limite de quarenta horas (40h). ou instituições de pesquisa oficiais similares.UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE DIREITO DIRETORIA SEÇÃO III DA INTEGRALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PESQUISA (GRUPO II) Artigo 12. até o limite de sessenta horas (60h). vedada a publicação em mídia eletrônica. Fortaleza. II – Cinco horas (5h) por página. Até cinqüenta (50) horas. integram o arquivo do discente. Artigo 13. poderão ser integralizados os seguintes créditos: I – Dez horas (10h). por trabalho. em periódico com corpo editorial e circulação regional ou nacional. Aos trabalhos jurídicos. por trabalho. para cada artigo jurídico. vedada a publicação em mídia eletrônica. devidamente credenciados pelo Ministério da Educação. publicados em periódicos não jurídicos. Artigo 15. por trabalho. em periódico com corpo editorial e circulação interna nesta Faculdade. s/n .

e encontro jurídicos. até o limite total de oitenta horas (80h). ou similares. Serão considerados como atividades de pesquisa apenas os trabalhos apresentados apenas em meio físico. Artigo 18. serão computadas até cinqüenta horas (50h). Artigo 19. em congressos. condecorações. por trabalho. Até dezesseis horas (16h). até o limite total de sessenta e quatro horas (64h). em cada seminário. 7º. até o limite total de noventa e seis horas (96h). computar-se-ão quarenta horas (40h). conferência. − como Departamento. Ao efetivo exercício de atividade voluntária em projeto de pesquisa devidamente cadastrado na Coordenação de Atividades Complementares. congresso. por ano. congresso. Artigo 17. CEPE. na qualidade de participante palestrante. por semestre. § 3º. palestra. estritamente jurídicos. na qualidade de organizador. Grupo III. Artigo 16. até o limite de setenta e cinco horas (75h). e encontro jurídicos. até o limite de noventa horas (90h). IV – Trinta horas (30) por página. Coordenação. CE. s/n . nos termos do Art. vedadas as publicações exclusivamente divulgadas em sítios de rede mundial de computadores (internet). Até trinta e duas horas (32h). o exercício de representação estudantil em órgãos colegiados da UFC. de cunho regionais ou nacionais.UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE DIREITO DIRETORIA II – Vinte horas (20h). por mandato. Fortaleza. palestra. em periódico com corpo editorial e circulação internacional. assim distribuíveis: § 1º. ou debatedor. Centro. As Atividades de Extensão. Às premiações. pela fruição de bolsa em programa de extensão Praça Clóvis Beviláqua. § 4º. Até doze horas (12h). para cada. até o limite total de trinta e duas horas (32h). em periódico com corpo editorial e circulação regional ou nacional. enfim −. CONSUNI. Os casos excepcionais serão solucionados pelo Coordenador de Atividades Complementares. por trabalho. em periódico com corpo editorial e circulação institucional na UFC. Conselho Departamental. III – Vinte e cinco horas (25h) por página. até o limite total de quarenta e oito horas (48h). em cada seminário. por trabalho. conferência. de cunho regionais ou nacionais. até o limite de oitenta horas (80h). SEÇÃO IV DA INTEGRALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO (GRUPO III) Artigo 20. 60035-180 . comendas e títulos honoríficos. presidente de mesa. § 2º. por página. permitem implementar até noventa e seis (96). Até vinte horas (20h).

para participações em atividades esportivas. para participações em atividades artístico-culturais. § 2º. por ano. pelo exercício de voluntário inscrito em projeto de extensão devidamente cadastrado na Coordenação de Atividades Complementares da Faculdade de Direito da UFC. Até vinte horas (20h). § 6º. assim distribuíveis: § 1º. no limite total de uma aprovação para cada nível. dez horas (10h). até o limite total de noventa e seis horas (96h). para concurso de nível médio. 60035-180 . dezesseis horas (16h). em competições artístico-culturais. CAPÍTULO V DAS DISPOSIÇÕES FINAIS E TRANSITÓRIAS Praça Clóvis Beviláqua. por evento. pelo exercício em programa de estágio extracurricular. limitadas ao total de sessenta horas (60h). para concurso de nível fundamental. e vinte horas (20h). devidamente cadastrada na Coordenação de Atividades Complementares. Aprovação em concursos públicos. para cada premiação. § 4º. por ano. Atividades Diversas. pela participação comprovada. com cumprimento de carga horária total. Até vinte cinco horas (25h). para participações em atividades filantrópicas. por semestre. limitadas ao total de vinte horas (20h). comenda ou título honorífico. até o limite total de noventa e seis horas (96h). § 7º. para cada participação em audiência judicial. até o limite total de oitenta horas (80h). até o limite total de sessenta e quatro horas (64). Fortaleza.UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE DIREITO DIRETORIA outorgado pela UFC. Até vinte horas (20h). s/n . Até vinte horas (20h). por evento. Até trinta e duas horas (32h). ou desportivas. permitem implementar até cento e trinta e duas horas (132). § 5º. por evento. § 3º. CE. As Atividades do Grupo IV. Até vinte horas (20h). nos termos do Regulamento do Núcleo de Prática Jurídica da UFC. Até cinqüenta horas (50h). condecoração. § 6º. SEÇÃO V DA INTEGRALIZAÇÃO DE ATIVIDADES DIVERSAS (GRUPO IV) Artigo 21. Centro. § 5º. até o limite total de noventa e seis horas (96h). Até duas horas (2h). limitadas ao total de sessenta horas (60h). em cursos jurídicos de atualização. para concurso de nível superior. limitadas ao total de cinqüenta horas (50h).

contados das datas das respectivas notificações. à Pró-Reitoria de Graduação. III – Oficiar.UFC Praça Clóvis Beviláqua. Centro. em segunda instância. 9 de julho de 2009 Álvaro Melo Filho Diretor da Faculdade de Direito . s/n . revogadas as disposições em contrário. A eliminação de documentos das Atividades Complementares obedecerá a legislação federal pertinente. Fortaleza. dentro do prazo de 30 (trinta) dias. dentre as quais as Resoluções exaradas pelo Conselho Nacional de Arquivos CONARQ. velando pela completa comprovação documental pertinente. sem efeito suspensivo. pelo Coordenador de Atividades Complementares. de 8 de janeiro de 1991.UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE DIREITO DIRETORIA Artigo 22. Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.159. a situação de discente que houver obtido o cumprimento de trezentas horas (300h) de Atividades Complementares. 60035-180 . em obediência à Lei nº 8. ao Diretor. CE. e das decisões deste. Compete ao Coordenador de Atividades Complementares: I − Aprovar o plano de Atividades Complementares de cada aluno. II – Decidir sobre lançamentos de atividades cumpridas. Artigo 25. na ficha individual de cada aluno. assegurado o direito de recurso. em primeira instância. Artigo 24. Os casos omissos serão resolvidos. para o Coordenador de Graduação. para fins de registro no histórico escolar correspondente Artigo 23. Fortaleza.

14 III Art. 20h/p/pág. 25h/p/pág. 15 I Art. 15h/p/pág. 60035-180 . 5h/p/pág. s/n . 16 Art. Fortaleza. 15 IV Art. 15 III Art. 10h/p/pág. 15 II Art. 30h/p/pág. 40h 50h FD-UFC UFC nacional internacional FD-UFC UFC nacional internacional ano Praça Clóvis Beviláqua. CE. 10h/p/pág. Centro. 17 20 50 50 30/co-autores 30 5h/p/pág. 14 II Art.UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE DIREITO DIRETORIA ANEXO ÚNICO TABELAS DE PONTUAÇÃO DE APROVEITAMENTO ATIVIDADES DE ENSINO (GRUPO I) Temas de novos direitos Disciplinas não jurídicas não integrante do Currículo ATIVIDADES DE PESQUISA (GRUPO II) Bolsa de Iniciação Científica Grupos de pesquisa institucionais jurídicas Grupos de pesquisa institucionais não jurídicas Artigo jurídico publicado em periódico jurídico sem co-autoria Artigo jurídico individual publicado em periódico jurídico Trabalhos jurídicos publicados em periódicos não jurídicos Trabalhos jurídicos publicados em periódicos não jurídicos Trabalhos jurídicos publicados em periódicos não jurídicos Trabalhos jurídicos publicados em periódicos não jurídicos Trabalhos jurídicos em periódicos jurídicos especializados Trabalhos jurídicos em periódicos jurídicos especializados Trabalhos jurídicos em periódicos jurídicos especializados Trabalhos jurídicos em periódicos jurídicos especializados Premiações em congressos jurídicos Participação em projeto de pesquisa cadastrado na CAC Regulamento (Artigo) Limite Individual Âmbito 11 11 Regulamento (Artigo) livre livre Limite Individual Período livre livre Período semestre ano ano livre livre livre livre livre livre livre livre livre livre Limite Total 60h 60h Limite Total 80h 96 96 96 96 15h/p/trabalho 30h/p/trabalho 40h/p/trabalho 60h/p/trabalho 40h/p/trabalho 80h/p/trabalho 75h/p/trabalho 90h/p/trabalho 80h 96h Âmbito 12 § 1º 12 § 2º 12 § 2º 12 § 3º 12 § 3º Art. 14 IV Art. 14 I Art.

21 § 6º 20h 20h 25h 10h 16h 20h 02h 20h Âmbito livre livre livre livre livre livre livre livre Período por evento por evento por evento um concurso um concurso um concurso cada cada Limite Total 60h 60h 50h 10h 16h 20h 20h 80h Praça Clóvis Beviláqua. 20 § 1º Art. CE. 21 § 4º Art. 60035-180 . 21 § 2º Art. Centro. 21 § 5º Art. 21 § 4º Art. 20 § 7º Regulamento (Artigo) 32h 16h 12h 20h 50h 32h 20h Âmbito nacional nacional UFC UFC UFC UFC livre Período livre livre p/mandato semestre ano ano semestre Limite Total 64h 32h 48h 96h 96h 64h 96h ATIVIDADES DIVERSAS (GRUPO IV) Atividades artístico-culturais Atividades desportivas Atividades filantrópicas cadastradas na CAC Aprovação em concurso público nível fundamental Aprovação em concurso público nível médio Aprovação em concurso público nível superior Participação em audiência judicial Premiação em competições artístico-culturais ou desportivas Limite Individual Art. 20 § 6º Art. debatedor de congressos jurídicos Representação estudantil em colegiados da UFC Bolsista em programa de extensão da UFC Voluntário em Projeto de Extensão cadastrado na CAC Estágio extracurricular cadastrado do NPJ da FDUFC Curso de atualização jurídica Regulamento (Artigo) Limite Individual Art. 21 § 3º Art. 21 § 4º Art. 21 § 1º Art. 20 § 2º Art.UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE DIREITO DIRETORIA ATIVIDADES DE EXTENSÃO (GRUPO III) Organizador de congresso jurídico Palestrante. 20 § 5º Art. 20 § 3º Art. presidente de mesa. 20 § 4º Art. Fortaleza. s/n .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful