Você está na página 1de 9

Pastor Birendra Sharma

segurando porção de
literatura cristã fornecida
pela Portas Abertas
Capital Governo
Nova Délhi República federativa, chefiada pelo
presidente Pratibha Patil desde 2007
Localização
Sul da Ásia

Religião
Hinduísmo 80,5%, islamismo 13,4%,
População cristianismo 2,3%, sikh 1,9%, outras 1,9%
1,15 bilhão (28,7% urbana)
População cristã
Idiomas 25,6 milhões
Hindi, inglês e outras 21 línguas oficiais Perseguição
Algumas limitações

Restrições
Há liberdade de culto e de evangelização
O cristianismo na Índia está no país desde o ano 52. Segundo a tradição,
Tomás, um dos discípulos de Cristo, havia ido à Índia durante essa época e
estabeleceu sete igrejas na região conhecida agora como Kerala, e outras em
Madras. Ele foi martirizado e sua sepultura ainda está em São Tomé de
Meliapor.
Há quatro correntes do cristianismo
na Índia: ortodoxa, católica romana,
protestante e grupos indígenas. Os
cristãos formam 2,33% da
população, dos quais mais da
metade é católica. O restante está
dividido em diferentes
denominações.

Cristãos reunidos em oração


O nominalismo é o maior problema enfrentado
pela igreja, em grande parte devido à falta de
treinamento e discipulado.

Um dos melhores métodos de evangelização


são as redes de rádio cristãs, que alcançam
milhares de pessoas com a Palavra de Deus.
Organizações e trabalhadores locais também
têm sido muito bem-sucedidos.

A Associação de Missões da Índia (India


Missions Association) coordena cerca de 50
agências evangélicas que atuam no país.
Tensão entre hindus, sikhs, muçulmanos
e cristãos
Oito Estados têm leis anti-conversão, que
impedem a conversão de hindus ao
cristianismo.
Empregos e empréstimos governamentais
são negados àqueles que se convertem ao
cristianismo, e o monitoramento dos
cristãos tem aumentado.
Grande parte da perseguição é realizada pelas alas radicais dos hindus e dos
muçulmanos, que têm oprimido, atacado e até assassinado membros da igreja.
No dia 23 de agosto de 2008, quando o líder indiano Swami Lakshmanananda
foi assassinado na localidade de Orissa, fundamentalistas hinduístas
iniciam um ataque violento contra os cristãos.
Resultado:
- 54 cristãos assassinados
- Mais de cinco mil casas de cristãos
destruídos
- 142 igrejas e dezenas de instituições
cristãs saqueadas e incendiadas em
Kandhamal
- Mais de dois terços dos 100 mil
cristãos de Kandmahal se refugiaram
na selva ou em acampamentos de
socorro administrados pelo governo,
ou fugiram para as cidades e regiões
urbanas
1. Louve a Deus pelo impacto duradouro que as missões cristãs têm exercido no
país. Ore para que a Igreja continue a fortalecer suas bases e sua atividade
evangelística, desenvolvendo ainda mais sua capacidade de envio missionário.

2. O evangelho tem sido grandemente difundido na região sul. Louve a Deus por
isso. Ore também para que mais missionários e evangelistas trabalhem no norte
do país, onde existe uma oposição maior e menos trabalhos de divulgação da
Palavra de Deus.

3. Ore para que o martírio de cristãos seja um forte testemunho para os


indianos. Os casos de martírios são amplamente divulgados em todo o país, o
que tem levado muitos à fé cristã.