Você está na página 1de 2

Tipos de anemia estudados hematologia II

Anemias

Sinais e sintomas

diagnósticos

tratamento

Carinciais -

Cansaço, palidez, cefaléia, dor musculares, sonolência.

Queda do ac. Fólico, macrositose, eritroblastos, poiquilocitose, leucócitos e plaquetas podem cair.

Administração ac. Fólico e b12 e dieta.

síndrome da

má absorção

 

Perniciosa – deficiência de Vit.

O MESMO DE CIMA AEW

Dosagem da Vit.B12 Anemia megaloblástica.

Administração de Vit. B12

B12.

Frropriva – Ancilostomiase

Fator intrincico - Perda da absorção. Hemocoterose - ++ ferro

Dosagem de fé sérico + macrositose, ++hiprocomia, ++ poiquilocitose, - - transferrina

Administração de ferro. dieta

e

fererritina queda.

HEMOLITICA – HEMOLISE

Defeito “alteração em órgãos responsáveis”. - alterações genéticas Causas extra-globular (ambiental)

 

-

HB E HT, +hemácia,

Ferro, ac.folico, B12, antibióticos

(hemocaterese – formação,produção de hemácias) lisando as Celulas

+ reticulocito, + bilirrubina,

 

-

leucócito e plaquetas

(tratar as causas)

Falciforme

Icterícia, inchaço das periferias dor nas articulações, irritabilidade. Traço – (tem o gene, mas ñ manifesta a doença) - crise – choque hipovolêmico, hipoxia, esplenomegalia

Prova falcização, -- hemácia, - HT, HB, leucócito e plaqueta, ++reticulocito, mielograma, Eletroforese de hemoglobina

Antibiótico, anti- flamatorios, transfusões de sangue, Tieta balanciada e acompanhamento medico.

hereditária genética (negros)

Talassemia

Defeito em cadeias de

Hemácia: 2,5 -3,5x10.6/mm³ HB: 4 a 8 g/dl ht 13 a 27% Índices hematotimétricos diminuídos

Tranfuções, antibióticos, esplenectomia ( alguns casos)

(hemolítica)

hemoglobina ά e β talassemias Traço – sem sintomas (HBS% -

)

hereditária genética (brancas)

Crise – ao desenvolver os sintomas (HBS%+). -Icterícia - amarela

   

Esferocitose

Para aguns pode ser sintomático. - crise (febre, nausia, paldez, dor abdominal, Icterícia, hepatoesplenomegalia

- hemácia, HB, HT,reticulocitos, bilirrubina, - Índices hematimétricos

Esplenectomia, antibióticos, transfuções, suplimento + dieta.

(hereditária) Defeito na membrana da hemácia ( genética)

Hemoglobinúria

Cansaço excessivo, ++hemólise durante a noite, Trobose – lise leberada fatores pró coagulantes, infecções recorrentes, palidez, fraqueza e sefaléia

- de leucócitos e plaquetas,poiquilocitose, ++reticulocitos, hipocromia, macrositose

Esplenectomia, corticóides, transfuções, hemácias e anticoagulantes.

paroxística

norturna

( ataque das hemólise) defeito da membrana

-

urina – urobirinogênio,

Policetemia

relativa

Relativa - _ aguda / crônica do volume plasmático

Perda de líquidos ou ingestão deficiente de líquidos

Tratamento das causas agudas / crônicas.

-

casos aguldos não altera a

massa eritrocitária (queimadura, altitude elevadas,

   

choque, diarréia e sudoresse

casos crônicos – stress, tabagismo, ansiedade e hipertensão.

-

Absoluta (causa

Doenças vascular trombose, hemorragia, cansaço, irritabilidade, epistaxes (sangramento anormal), equimose (deficiência de coagulação)

Eritrocitos 6 a 10.6/mm³, -ht 55% a 80%, - HB 18 a

24g/dl

- voilume de sangue – flebotomia, agentes quimioterapicos medicamentos que abaixe palquetas.

desconhecida) vera

- transcobalamina (proteína ou sangue).

Secundaria

Má formação cardíaca, eritropoese, pressão barométrica - , oxigenação inadequada pulmões, critropoetina. Excesso esteróides.

Mesmo de cima

Tratar as causas que leva o aumento dos leucócitos, flebotomia e agente quimioterapicos

(causado pós causa 1 primaria)

Familiar

Alteração eritropoetina

Mesmo tb

Idem policetemia vera) o mesmo

benegna

Os sintomas são os mesmos