Você está na página 1de 8

VÉSPERAS II 3

Hino

   
Estrofes
 Levemente
         
       
        
Co' a vos - sa cla - ri - da - de, Luz e - ter - na, En-cheis o mun - do
        

            

      
de be - le -za es - plên - di - da. E os San - tos que ho -je em
    
              
   
fes - ta ce - le - bra - mos Em - be - le - zam o Céu com seu mar -

              

  
tí - rio. Em - be - le - zam o Céu com seu mar - tí - rio.

É Pedro o guarda fiel do paraíso,


E Paulo a luz das gentes e seu mestre:
Pela cruz, pela espada vencedores,
Conquistaram no Céu tronos de glória.

Ó Roma venturosa que estes príncipes


Consagraram no sangue derramado,
Excedes todo o mundo em formosura,
Não por ti, mas por força dos teus méritos.

Garantias da fé inabalável
E da esp'rança que os homens encaminha,
Fazei que, amando Deus e amando os homens,
Vamos convosco à glória prometida.

Aclame a nossa voz o Deus eterno,


Senhor dos tempos, Rei do universo:
Honra e glória à Santíssima Trindade
Agora e pelos séculos sem fim!
4 Salmodia
  
 
 
     
ANT. 1       
   
Eu ro - guei por ti, Pe - dro,

pa - ra que a tu - a
      
        
 
fé não des - fa - le - ça. E tu, u - ma
         
           
vez con - ver - ti - do, con - fir - ma os teus ir - mãos.


Salmo 115
 
       
Confiei no Senhor, mesmo dis - se:

quan - do
 
      
«Sou um homem de todo in - fe - liz».
Na minha perturbação exclamei: *
«É falsa toda a segurança dos homens».

Como agradecerei ao Senhor *


tudo quanto Ele me deu?
Elevarei o cálice da salvação, *
invocando o nome do Senhor.

Cumprirei as minhas promessas ao Senhor *


na presença de todo o povo.
É preciosa aos olhos do Senhor *
a morte dos seus fiéis.

Senhor, sou vosso servo, filho da vossa serva: *


quebrastes as minhas cadeias.
Oferecer-Vos-ei um sacrifício de louvor, *
invocando, Senhor, o vosso nome.

Cumprirei as minhas promessas ao Senhor *


na presença de todo o povo,
nos átrios da casa do Senhor, *
dentro dos teus muros, Jerusalém.
Vésperas II 5

        
           
ANT. 2  
Pre  fi - ro glo - ri - ar - me nas mi - nhas fra - que - zas,
       
 
              

pa - ra que ha- bi -te em mim o po - der de Cris - to.

Salmo 125
 
  
M. Luís

  
Quando o Senhor fez regressar os cativos de Si - ão,
  
     
parecia_nos vi - - - - ver um so - nho.
  
     
Da nossa boca brotavam expressões de a - le - gri - a
  
     
e de nossos lábios cânti - - cos de júbi - lo.

Diziam então os pagãos: *


«O Senhor fez por eles grandes coisas».
Sim, grandes coisas fez por nós o Senhor, *
estamos exultantes de alegria.

Fazei regressar, Senhor, os nossos cativos, *


como as torrentes do deserto.
Os que semeiam com lágrimas *
recolhem com alegria.

À ida, vão a chorar, *


levando as sementes;
à volta, vêm a cantar, *
trazendo os molhos de espigas.
6 São Pedro e São Paulo

    
ANT. 3            
 
Tu és o pas - tor das o - ve - lhas, ó
       
           

    
Prín - ci - pe dos A - pós - to - los; a ti fo - ram
    
        
da - das as cha - ves do rei - no dos Céus.


Cântico Ef 1, 3-10
 
     
Bendi - - - - to se - ja Deus,
  
     
Pai de Nosso Senhor Je - sus Cris - to,

que do alto do Céu nos abençoou *


com todas as bênçãos espirituais em Cristo.

Ele nos escolheu antes da criação do mundo, *


para sermos santos e irrepreensíveis, +
em caridade, na sua presença.
Ele nos predestinou, de sua livre vontade, *
para sermos seus filhos adoptivos, por Jesus Cristo,

para que fosse enaltecida a glória da sua graça, *


com a qual nos favoreceu em seu amado Filho;
n' Ele temos a redenção, pelo Seu Sangue, *
a remissão dos nossos pecados;

segundo a riqueza da sua graça, *


que Ele nos concedeu em abundância,
com plena sabedoria e inteligência, *
deu-nos a conhecer o mistério da sua vontade:
Vésperas II 7

segundo o beneplácito que n' Ele de antemão estabelecera, *


para se realizar na plenitude dos tempos:
instaurar todas as coisas em Cristo, *
tudo o que há nos céus e na terra.

LEITURA BREVE 1 Cor 15,3-5.8

Transmiti-vos em primeiro lugar o que eu mesmo


recebi: Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as
Escrituras, e foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia
segundo as Escrituras; a seguir, apareceu a Pedro, depois
aos doze. No fim de todos, apareceu-me também a mim.

Responsório Breve
V.Os Apóstolos pregavam a palavra de Deus,
com fortaleza e confiança.
R.Os Apóstolos pregavam a palavra de Deus,
com fortaleza e confiança.
V.E davam testemunho da ressurreição
do Senhor Jesus.
R.Com fortaleza e confiança.
V.Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
R.Os Apóstolos pregavam a palavra de Deus,
com fortaleza e confiança.

Cântico Evangélico
À enunciação do Magnificat todos se benzem. (Cf. Cap. V nº 266 b) - IGLH)

ANT.              
     
Pe  dro, a - pós - to - lo, e Pau - lo, dou-tor das gen - tes,
         
  
 
    
             
  
en - si - na - ram - nos a vos - sa lei, Se - nhor.
8 São Pedro e São Paulo

 
Lc 1, 46-55
    
A minha alma glorifica ao Se- nhor,
 
    
e o meu espírito se alegra em Deus, meu Sal - va - dor.

Porque pôs os olhos na humildade da sua serva: *


de hoje em diante me chamarão bem aventurada todas as gerações.
O Todo-Poderoso fez em mim maravilhas *
Santo é o seu nome.

A sua misericórdia se estende de geração em geração *


sobre aqueles que O temem.
Manifestou o poder do seu braço *
e dispersou os soberbos.

Derrubou os poderosos de seus tronos *


e exaltou os humildes.
Aos famintos encheu de bens *
e aos ricos despediu de mãos vazias.

Acolheu a Israel, seu servo, *


lembrado da sua misericórdia,
como tinha prometido a nossos pais, *
a Abraão e à sua descendência para sempre.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo,


como era no princípio, agora e sempre. Amen.

PRECES
Oremos a Cristo, que edificou a sua Igreja sobre o fundamento
dos Apóstolos e dos Profetas, e digamos confiadamente:

      M. O.

         
 
Sal - vai, Se - nhor, o vos - so po - vo.
Vésperas II 9

Senhor, que chamastes Simão Pedro para o fazerdes


pescador de homens,
– não deixeis de nos enviar operários para a obra da
salvação dos homens.

Senhor, que acalmastes a tempestade do mar para que a


a barca dos discípulos não se afundasse,
– defendei a vossa Igreja de toda a perturbação e fortalecei
o ministério do sucessor de S. Pedro.

Bom Pastor, que, depois da ressurreição, reunistes à volta


de Pedro o rebanho que andava disperso,
– congregai o vosso povo num único rebanho e sob um só Pastor.

Cristo, que enviastes o apóstolo Paulo a evangelizar os


povos pagãos,
– fazei que a palavra da salvação seja pregada a toda a criatura.

Cristo, que entregastes à Igreja as chaves do reino dos Céus,


– abri as portas do Céu a todos os que, durante a vida,
confiaram na vossa misericórdia.

Pai nosso

ORAÇÃO
Senhor, que nos encheis de santa alegria na solenidade
dos apóstolos S. Pedro e S. Paulo, concedei à vossa Igreja
que se mantenha sempre fiel à doutrina daqueles que foram
o fundamento da sua fé cristã. Por nosso Senhor.

+
© 2009 Fraternitas Servorum Christi Sacerdotis
Composicion and intelectual music rights reserved.
© Conferência Episcopal Portuguesa
Letter rights reserved