Você está na página 1de 90
SUMÁRIO 1. FÓRMULAS NO EXCEL – UMA INTRODUÇÃO 3 2. OPERADORES EM FÓRMULAS DO EXCEL

SUMÁRIO

1. FÓRMULAS NO EXCEL UMA INTRODUÇÃO

3

2. OPERADORES EM FÓRMULAS DO EXCEL

4

3. OPERADORES

DE

COMPARAÇÃO

5

4. OPERADORES DE TEXTO E NÚMERO

5

5. RELACIONAMENTO DE PLANILHAS

6

6. FUNÇÕES GERAIS(CONDICIONAIS)

7

6.1 Função

SE

7

6.2 Função

Soma SE

 

9

6.3 Condicional

Função

E

10

6.4 Função

Condicional OU

10

6.5 Função

SE(E(

 

11

6.6 Função

SE(OU(

12

6.7 Função

Cont.SE

13

6.8 Concatenar

13

6.9 Converter

14

7. FUNÇÕES DE ARREDONDAMENTO

14

8. FUNÇÃO

PROCV

 

15

9. FUNÇÃO

PROCH

17

10. FUNÇÃO PROC

18

11. FUNÇÕES FINANCEIRAS E LÓGICAS

19

11.1 Função

Pgto

 

19

11.2 Função

Vp

20

11.3 Função

Vf

21

12. VALIDAÇÃO DE DADOS

 

22

13. PROTEGER

PLANILHAS

25

14. PROTEGER

PASTA

26

15. FUNÇÃO ATINGIR META

 

27

16. SOLVER

29

17. CONTROLE DE FORMULÁRIO

30

18. MACRO

32

19. FILTRO

34

20. CARACTERÍSTICAS DE UMA BASE DE DADOS

34

20.1

Relatórios de uma Base de Dados

35

21. SUBTOTAL

45

22. TABELA

DINÂMICA

 

46

22.1

Gráfico

Dinâmico

48

REFERÊNCIAS

49

ANEXOS

50

1. FÓRMULAS NO EXCEL – UMA INTRODUÇÃO: Como as fórmulas calculam valores? Uma fórmula é

1. FÓRMULAS NO EXCEL UMA INTRODUÇÃO:

Como as fórmulas calculam valores?

Uma fórmula é uma equação que analisa e faz cálculos com os dados em uma planilha. As fórmulas efetuam operações como adição, multiplicação e comparação em valores da planilha; além disso, podem combinar valores.

As fórmulas podem referir-se a outras células na mesma planilha (por exemplo:

A1, C25, Z34, etc), a células em outras planilhas da mesma pasta de trabalho ou a células em planilhas em outras pastas de trabalho. O exemplo a seguir adiciona o valor da célula B4 e 25 e divide o resultado pela soma das células D5, E5 e F5.

Observe: neste exemplo, estamos utilizando a função SOMA. Trataremos, em detalhes, sobre funções, nas demais lições deste Curso.

detalhes, sobre funções, nas demais lições deste Curso. Referência de Célula Constante numérica Função de

Referência de Célula Constante numérica Função de planilha

=(B4+25)/SOMA(D5:F5)

Referência de intervalo Operador de divisão Operador de adição

Sobre a sintaxe da fórmula:

As fórmulas calculam valores em uma ordem específica conhecida como sintaxe. A sintaxe da fórmula descreve o processo do cálculo. Uma fórmula no Microsoft Excel começa com um sinal de igual (=),seguido do cálculo da fórmula. Por exemplo, digite na célula A1 a fórmula a seguir “=5-1”. O resultado da fórmula é exibido na célula.

Obs:O sinal de menos (-) é chamado de operador de subtração. Cada operando pode ser um valor que não se altera (um valor constante), ou uma referência de célula ou intervalo, um rótulo, um nome ou uma função de planilha.

Por exemplo, a fórmula a seguir fornece 11 como resultado, pois o Microsoft Excel calcula a multiplicação antes da adição. A fórmula a seguir multiplica 2 por 3 (tendo como resultado 6) e, em seguida, adiciona 5.

=5+2*3

Por outro lado, se usar parênteses para alterar a sintaxe, você pode adicionar primeiro 5 e 2 e, em seguida, multiplicar esse resultado por 3 para obter 21 como resultado.

3

=(5+2)*3 Sobre as referências da célula: Uma fórmula pode referir-se a uma célula. Se você

=(5+2)*3

Sobre as referências da célula:

Uma fórmula pode referir-se a uma célula. Se você desejar que uma célula contenha o mesmo valor que outra, insira um sinal de igual seguido da referência da célula, por exemplo: “=A 10”; a célula onde você inserir essa fórmula irá conter o mesmo valor da célula A10. A célula que contém a fórmula é denominada dependente seu valor depende do valor de outra célula. Sempre que a célula à qual a fórmula fizer referência for alterada, a célula que contiver a fórmula será atualizada. A fórmula a seguir multiplica o valor na célula B15 por 5. A fórmula será recalculada sempre que o valor na célula B15 for alterado.

“=B15*5”

As fórmulas podem fazer referência a células ou intervalos de células, ou a nomes ou rótulos que representem as células ou intervalos.

Sobre as funções de planilha: O Microsoft Excel contém muitas fórmulas predefinidas ou internas conhecidas como funções de planilha. As funções podem ser usadas para efetuar cálculos simples ou complexos. A função mais comum em planilhas é a função SOMA( ), que é usada para somar os valores de um intervalo de células. Embora você possa criar uma fórmula para calcular o valor total de algumas células que contêm valores, a função de planilha SOMA() calculará diversos intervalos de células.

2. OPERADORES EM FÓRMULAS DO EXCEL

Apresentação: nesta lição, vamos tratar sobre principais. Os operadores especificam o tipo de cálculo que você deseja efetuar nos elementos de uma fórmula. O Microsoft Excel inclui os quatro tipos operadores que podemos utilizar em fórmulas do Excel:

Operador

Significado

Aritmético

+

Adição

-

Subtração

*

Multiplicação

/

Divisão

Porcentagem - Utilizado para especificar porcentagens. Por exemplo, para inserir o valor de cinco por cento em uma célula, digite o seguinte: 5% ou 0,05.

=A2*5% ou

=A2*0,05

4

Exponenciação - É utilizado para elevar o primeiro operando ao expoente definido pelo segundo operando.

Exponenciação - É utilizado para elevar o primeiro operando ao expoente definido pelo segundo operando. O seguinte exemplo eleva 2 no expoente 3:

=2^3 ou =A2^B2(se os valores contiverem nas células de referência)

3. OPERADORES DE COMPARAÇÃO:

Para comparar dois valores e obter como resultado os valores lógicos de verdadeiro ou falsos utiliza-se os símbolos abaixo:

Operador de Comparação

Significado

=

Igual a

>

Maior do que

<

Menor do que

>=

Maior ou igual

a

<=

Menor ou igual

a

<>

Diferente

4. OPERADORES DE TEXTO E NÚMERO

É utilizado para concatenar (juntar) caracteres.

 

Operador de

Significado

texto

 

&

Une dois valores para produzir um valor de texto contínuo

 

Operador de intervalo, que produz uma

 

:

referência a todas as células entre duas referências, incluindo as duas referências

 

;

Operador de união, que combina diversas referências em uma referência.

Por exemplo, se tivermos o nome do contribuinte na coluna A e o sobrenome na coluna B, podemos utilizar o operador “&” para gerar o nome completo na coluna C. Para isso, utilizaríamos a seguinte fórmula:

=A1 & " " & B1

a seguinte fórmula: =A1 & " " & B1 Observe que utilizamos um espaço em branco

Observe que utilizamos um espaço em branco entre aspas (" ").

5

Esse espaço em branco é utilizado para que o sobrenome não fique "grudado" com o

Esse espaço em branco é utilizado para que o sobrenome não fique "grudado" com o nome. Utilizamos o operador & para concatenar as diferentes partes que formam o nome completo:

1. O nome que está na coluna A.

2. Um espaço em branco (" ").

3. O sobrenome que está na coluna B.

Por exemplo, considere a fórmula: =SOMA(A1:A30). Essa fórmula irá retornar a soma de todos os valores contidos na faixa de célula A1 até A30. Essa fórmula é equivalente à seguinte fórmula:

=A1+A2+A3+A4+A5+A6+A7+A8+A9+A10+

A11+A12+A13+A14+A15+A16+A17+A18+A

19+A20+A21+A22+A23+A24+A25+A26+A2

7+A28+A29+A30

19+A20+A21+A22+A23+A24+A25+A26+A2 7+A28+A29+A30 Operador união " ; " (ponto-e- vírgula):Esse

Operador união ";" (ponto-e- vírgula):Esse operador é utilizado para "unir" vários intervalos de células, de tal forma que os mesmos sejam tratados como um único intervalo. Por exemplo, para somarmos os valores dos intervalos B5:B15, mais os valores do intervaloC22:C36 mais o valor da célula E40, utilizamos a seguinte fórmula:

Em I5, =SOMA(B5:B15;C22:C36;E40)

5. RELACIONAMENTO DE PLANILHAS

É a maneira pela qual no Excel você relaciona, liga, une duas ou mais planilhas entre si, de maneira que quando uma é alterada, todas relacionadas a ela sofrem alteração. Exemplo: Faça as tabelas a seguir uma em cada planilha

6

(plan1) (plan2) (Plan3) Em B4 , some os valores realizados das lojas. Em C4 ,
(plan1) (plan2) (Plan3) Em B4 , some os valores realizados das lojas. Em C4 ,

(plan1)

(plan1) (plan2) (Plan3) Em B4 , some os valores realizados das lojas. Em C4 , some

(plan2)

(plan1) (plan2) (Plan3) Em B4 , some os valores realizados das lojas. Em C4 , some

(Plan3)

Em B4, some os valores realizados das lojas. Em C4, some os valores previstos das lojas. Em D4, calcule a diferença em percentual do que foi realizado pelo previsto.

6. FUNÇÕES GERAIS (CONDICIONAIS)

6.1 Função SE

A função SE é uma função que envolve condições para realizar um teste lógico. Este teste permite inserir uma condição (teste lógico) e dar uma resposta caso a condição tenha como resultado o valor lógico Verdadeiro (valor se verdadeiro) e dar outra resposta se for Falso (valor se falso).

7

Sintaxe: SE(teste_lógico;valor_se_verdadeiro;valor_se_falso) Teste_lógi é qualquer valor ou expressão

Sintaxe: SE(teste_lógico;valor_se_verdadeiro;valor_se_falso)

Teste_lógi

é

qualquer

valor

ou

expressão

que

possa

ser

co

avaliado como VERDADEIRO ou FALSO.

 

Valor_se_

é

o

valor

retornado

se

teste_lógico

for

verdadeiro

VERDADEIRO. Valor_se_verdadeiro pode ser outra fórmula.

also

Valor_se_f

o valor retornado se teste_lógico for FALSO. Valor_se_falso pode ser outra fórmula.

é

Exemplo: Na tabela abaixo, a célula B6 retorna "Maior" se as vendas de Junho/02 foram maiores que as vendas de Maio/02, caso contrário retorna "Menor".

Insira na célula B6 a fórmula:

maio;"Maior";"Menor")

=SE(valor junho>valor

A estrutura desta fórmula é: =SE(Condição;Verdadeiro;Falso), neste caso se a condição for verdadeira o resultado da fórmula é "Maior", se a condição for falsa o resultado é "Menor".

se a condição for falsa o resultado é "Menor". Função SE com mais de duas opções

Função SE com mais de duas opções de resultado

No exercício anterior tínhamos apenas duas possíveis respostas para a função, mas se a venda de Jun/10 fosse igual a venda de Mai/10. Temos que inserir mais uma condição na fórmula:

=SE(valor junho>valor maio;"Maior";SE(valor junho<valor maio;"Menor";"Igual"))

A estrutura desta fórmula é:

=SE(Condição1;Verdadeiro;SE(Condição2;Verdadeiro;Falso)), neste caso se a primeira condição for verdadeira o resultado da fórmula é "Maior", se a segunda condição for verdadeira o resultado é "Menor" e se as duas condições forem falsas o resultado é "Igual".

Exemplo:

verdadeira o resultado é "Menor" e se as duas condições forem falsas o resultado é "Igual".

8

Para o primeiro aluno, na célula RESULTADO a fórmula é a seguinte: =SE(media

Para o primeiro aluno, na célula RESULTADO a fórmula é a seguinte:

=SE(media final<5;"Insuficiente";SE(media final <=7;"Regular";SE(media

final<=8;"Bom";”Ótimo"))))

6.2 Função Soma SE

Adiciona as células especificadas por um determinado critério.

Sintaxe: SOMASE(intervalo;critérios;intervalo_soma)

Intervalo

é o intervalo de células que se deseja calcular. Para calcular uma soma baseada em uma seqüência de caracteres de texto ou em um número contido em um intervalo

Critérios

são os critérios na forma de um número, expressão ou texto, que define quais células serão adicionadas.

Intervalo_soma

são as células que serão realmente somadas. As células em intervalo_soma são somadas somente se suas células correspondentes em intervalo coincidirem com os critérios estipulados. Se intervalo_soma for omitido, as células em intervalo serão somadas.

Exemplo:

Suponhamos que, de acordo com a planilha abaixo, você deseje saber o resumo de cada item da coluna: Quanto foi vendido somente na região Norte? Ou o resumo mensal de março ou o total de vendas efetuadas por Paulo?

Para Comissão: = total das vendas*endereço percentual comissão

Para Salário Total: =valor comissão+salário total

Para Total: usar a função soma para somar o intervalo de cada coluna

Para

=SOMASE(intervalo

vendedor vendas por funcionário;intervalo coluna total das vendas)

Vendas

por

funcionários:

vendedor

;endereço

Maior Venda: usar a função máximo intervalo das vendas por funcionário

9

Menor Venda: usar a função mínimo intervalo das vendas por funcionário 6.3 Função Condicio nal

Menor Venda: usar a função mínimo intervalo das vendas por funcionário

a função mínimo intervalo das vendas por funcionário 6.3 Função Condicio nal – E Retornará VERDADEIRO

6.3

Função

Condicio

nal E

Retornará VERDADEIRO se todos os argumentos forem verdadeiros; retornará FALSO se um ou mais argumentos forem falsos.

(São de 1 a 30 condições

que você deseja testar e que podem ser VERDADEIRO ou FALSO.)

Sintaxe: E(lógico1;lógico2;

)

Lógico1; lógico2;

Comentários:

Os argumentos devem ser avaliados para valores lógicos, como VERDADEIRO ou FALSO, ou devem ser matrizes ou referências que contêm valores lógicos.

Se um argumento de uma matriz ou referência contiver texto ou células vazias, esses valores serão ignorados.

Suponhamos que um time de basketball Jr. de uma escola esta precisando selecionar alguns atletas para completar o time, o técnico decidiu ter como critério para admissão no time que o atleta tenha mais do que 15 anos e no mínimo 1,70 de altura.

A

B

C

D

1 Alunos

Idade

Altura

Situação

2 João

22

1,72

=E(idade joão>15;altura joão>=1,70)

3 Pedro

14

1,68

FALSO

4 Laura

18

1,80

VERDADEIRO

6.4 Função Condicional OU

Retorna VERDADEIRO se qualquer argumento for VERDADEIRO; retorna FALSO se todos os argumentos forem FALSOS.

10

Sintaxe: OU(lógico1;lógico2; ) Lógico1;lógico2, (São de uma a 30 condições que você deseja testar e

Sintaxe:

OU(lógico1;lógico2;

) Lógico1;lógico2,

(São de uma a 30 condições que

você deseja testar e que podem resultar em VERDADEIRO ou FALSO.)

Comentários:

Os

argumentos

devem

ser

avaliados

como

valores

lógicos,

como

VERDADEIRO ou FALSO, ou em matrizes ou referências que contenham valores lógicos.

Suponhamos que um time de basketball Jr. de uma escola esta precisando selecionar alguns atletas para completar o time, o técnico decidiu ter como critério para admissão no time ou que o atleta tenha mais do que 15 anos ou no mínimo 1,70 de altura.

A

B

C

D

1 Alunos

Idade

Altura

Situação

2 João

22

1,72

=OU(idade joão>15;altura joão>=1,70)

3 Pedro

14

1,68

FALSO

4 Laura

18

1,80

VERDADEIRO

No exemplo acima o aluno deverá possuir um dos dois critérios: Idade (> 15) e Altura (>=1,70) para que seja apto para ser verdadeiro.

Percebeu a diferença entre as funções E e OU?

6.5 Função SE(E(

A função SE(E é usada quando queremos saber se mais de uma condição é verdadeira ao mesmo tempo, como por exemplo se a idade de uma pessoa está "Dentro" ou "Fora" do limite para disputar um determinado cargo em uma empresa.

No exemplo abaixo o candidato não pode ter menos que 18 anos e não pode ter mais que 24 anos.

Insira na célula B5 a fórmula: =SE(E(B1>=B2;B1<=B3);"Dentro";Fora")

fórmula

é: =SE(E(Condição1;Condição2);Verdadeiro;Falso) se a condição 1 e a condição 2 forem verdadeiras o resultado é "Dentro", se uma das condições for falsa o resultado é "Fora".

A

estrutura

desta

o resultado é "Dentro", se uma das condições for falsa o resultado é "Fora". A estrutura

11

Função SE(E com mais de duas opções de resultado. No exercício anterior sobre a idade

Função SE(E com mais de duas opções de resultado.

No exercício anterior sobre a idade do candidato, se a idade for maior ou menor que os limites estabelecidos, o resultado é "Fora". Agora queremos que este resultado seja "Abaixo da Idade Mínima" ou "Acima da Idade Máxima".

Insira na célula B5 a fórmula:

=SE(E(B1>=B2;B1<=B3);"Dentro";SE(B1<B2;"Abaixo da Idade Mínima ";"Acima da Idade Máxima"))

),

mas também podemos inserir uma fórmula como resultado, como por exemplo C5+C6, neste caso não devemos usar as aspas.

Obs.: Note que os resultados dos exemplos acima são textos ("Dentro",

6.6 Função SE(OU(

Suponhamos que um time de basketball Jr. de uma escola esta precisando selecionar alguns atletas para completar o time, o técnico decidiu ter como critério para admissão no time se o atleta tiver mais do que 15 anos ou no mínimo 1,70 de altura; estará “Apto” caso contrário “Inapto”.

A

B

C

D

1 Alunos

Idade

Altura

Situação

2 João

22

1,72

=SE(OU(idade joão>15;altura joão>=1,70); “Apto”;”Inapto”)

3 Tiago

16

1,68

Apto

4 Laura

18

1,80

Apto

Quando usamos SE(OU?

12

A função SE(E pode conter até 30 condições, se uma das condições não for satisfeita

A função SE(E pode conter até 30 condições, se uma das condições não for satisfeita o resultado é FALSO. Se eu substituir o E por OU se qualquer condição for satisfeita o resultado será VERDADEIRO.

Exemplo: (página 14) Estoque E, a quantidade tem que ser maior que 500 e valor total tem que ser menor que 2000 e quantidade vendida tem que ser igual à quantidade. Estoque OU, ou a quantidade é maior que 650 ou valor total menor que 1000 ou quantidade é menor que a quantidade vendida. Estoque, se a quantidade for igual a quantidade vendida terá que repor o estoque; se quantidade for diferente da quantidade vendida terá que subtrair a quantidade pela quantidade vendida.

terá que subtrair a quantidade pela quantidade vendida. 6.7 Função Cont.SE Sintaxe: CONT.SE (intervalo;critérios)

6.7 Função Cont.SE

Sintaxe: CONT.SE (intervalo;critérios)

 

é

o intervalo de células no qual se deseja contar células não

ntervalo

vazias. Para contar o número de ocorrências de uma seqüência de texto ou de um número dentro de um intervalo de células

ritérios

o critério na forma de um número, expressão ou texto que define quais células serão contadas.

é

13

Exemplo: Suponhamos que A1:A4 contenha "maçãs", "laranjas", "pêras", "maçãs",

Exemplo: Suponhamos que A1:A4 contenha "maçãs", "laranjas", "pêras", "maçãs", respectivamente.

CONT.SE (A1:A4;"maçãs") é igual a 2

Suponhamos que B3:B6 contenha 32, 54, 75, 86, respectivamente.

CONT.SE(D1:D4;">55") é igual a 2

A

D

Maçãs

32

Laranjas

54

Pêras

75

Maçãs

86

=CONT.SE(intervalor coluna A;”Maçãs”)

=CONT.SE(intervalo coluna D;">55")

6.8 Concatenar

Agrupar várias seqüências de caracteres de texto em uma única seqüência de

texto.

de caracteres de texto em uma única seqüência de texto. No campo Texto1 , A1 ;

No campo Texto1, A1;

No campo Texto2, A2.

6.9 Converter

campo Texto1 , A1 ; No campo Texto2 , A2. 6.9 Converter Converter um número de

Converter um número de um sistema de medidas para outro.

campo Texto1 , A1 ; No campo Texto2 , A2. 6.9 Converter Converter um número de
campo Texto1 , A1 ; No campo Texto2 , A2. 6.9 Converter Converter um número de
campo Texto1 , A1 ; No campo Texto2 , A2. 6.9 Converter Converter um número de

14

No campo Núm , a célula que contem o valor a ser convertido. No campo

No campo Núm, a célula que contem o valor a ser convertido.

No campo De_unidade, de qual unidade deseja converter o valor;

No campo Para_unidade, para qual unidade deseja converter o valor.

7. FUNÇÕES DE ARREDONDAMENTO

As funções de Arredondamento são usadas para arredondar um número para cima ou para baixo, com a quantidade de casas decimais que desejarmos, veja os exemplos:

Na tabela abaixo, os valores da coluna "B" são os resultados das fórmulas representadas na coluna "C".

ou

são

A função ARRED arredonda o resultado baseada na regra: números maiores iguais a 5

o resultado baseada na regra: números maiores iguais a 5 arredondados para cima e os demais

arredondados para cima e os demais para baixo. Note que a fórmula contém o número 3, este número indica a quantidade de casas decimais após a vírgula.

15

As funções ARREDONDAR.PARA.CIMA e ARREDONDAR.PARA.BAIXO , estas funções arredondam o resultado para cima ou para

As funções ARREDONDAR.PARA.CIMA e ARREDONDAR.PARA.BAIXO, estas funções arredondam o resultado para cima ou para baixo, neste caso com duas casas decimais.

A função INT, esta função mostra o valor "Inteiro", ou seja, não considera os valores após a vírgula.

8. FUNÇÃO PROCV

Localiza um valor na primeira coluna à esquerda de uma tabela e retorna um valor na mesma linha de uma coluna especificada na tabela.

Sintaxe:

PROCV(valor_procurado;matriz_tabela;núm_índice_coluna;procurar_intervalo)

Valor_procurado

é o valor a ser localizado na primeira coluna de uma tabela, podendo ser um valor, uma referência ou uma sequência de caracteres de texto.

matriz_tabela

É uma tabela de texto, números ou valores lógicos cujos dados são recuperados. ‘Matriz_tabela’ pode ser uma referência a um intervalo ou a um nome de intervalo.

núm_índice_coluna

é o número da coluna em ‘matriz_tabela’ a partir do qual o valor correspondente deve ser retornado. A primeira coluna de valores na tabela é a coluna 1. (Um núm_índice_coluna de 1 retornará o valor na primeira coluna em matriz_tabela; um núm_índice_coluna de 2 retornará o valor na segunda coluna em matriz_tabela, e assim por diante. Se núm_índice_coluna for menor do que 1, PROCV retornará o valor de erro #VALOR!; se núm_índice_coluna for maior do que o número de colunas em matriz_tabela, PROCV retornará o valor de erro #REF!.)

 

É

uma

valor lógico: para encontrar a

procurar_intervalo

correspondência mais próxima na primeira coluna (classifica em ordem crescente) = VERDADEIRO ou não especificado. Para encontrar a correspondência exata = FALSO

Exemplo sem usar o campo Procurar_intervalo:

16

Exemplo – com o campo Procurar_intervalo (COM NÚMEROS): Para montar esta fórmula use os seguintes
Exemplo – com o campo Procurar_intervalo (COM NÚMEROS): Para montar esta fórmula use os seguintes

Exemplo com o campo Procurar_intervalo (COM NÚMEROS):

Para montar esta fórmula use os seguintes passos:

=PROCV(Seleciono

a

célula

que

contém

o

valor

a

ser

procurado;

seleciono os dados; indico a coluna que está o valor a ser retornado; falso)

Na fórmula, o falso significa que se o valor não for encontrado a resposta será #N/D, ou seja, valor não disponível. Se colocarmos Verdadeiro ao invés de Falso, o resultado será um valor aproximado.

COMPRA, de acordo com a data terá que

de

compra.

aparecer

o

valor

de

acordo com a data terá que aparecer o valor de venda.

VENDA,

com a data terá que de compra. aparecer o valor de acordo com a data terá

17

Exemplo – com o campo Procurar_intervalo (COM TEXTO): Em A8 , usar validação; Em B8

Exemplo com o campo Procurar_intervalo (COM TEXTO):

Em A8, usar validação;

Em B8, usar a função procv(no campo procurar_intervalo, digite VERDADEIRO) *quando for consultado os produtos mouse e modulador aparecerá o mesmo código para ambos, porque está sendo indicado para a fórmula procurar valor aproximado e não exato. Para valor exato, digite FALSO ou o número 0(zero).

Em A5, digite Placa de rede.

9. FUNÇÃO PROCH

0(zero). Em A5 , digite Placa de rede. 9. FUNÇÃO PROCH Pesquisa um valor na linha

Pesquisa um valor na linha superior de uma tabela ou matriz de valores e retorna o valor na mesma coluna a partir de uma linha especifica.

Sintaxe: PROCH (valor_procurado;matriz_tabela;núm_índice_lin;procurar_intervalo)

VALOR-PROCURADO é o valor a ser localizado na primeira linha da tabela. Podendo ser um valor, uma referencia ou uma seqüência de caracteres de texto. MATRIZ_TABELA é uma tabela de texto, número ou valores lógico na qual são pesquisados dados. MATRIZ_TABELA pode ser uma referencia a um intervalo ou um nome de intervalo. NUM_INDICE-LIN é o número da linha em MATRIZ_TABELA de onde o valor correspondente deve ser retornado. A primeira linha de valores da tabela é linha 1. PROUCAR_INTERVALO é uma valor lógico: para determinar a correspondência mais semelhante na linha superior (classificada em ordem crescente) = VERDADEIRO ou não especificada; determina uma correspondência exata = FALSO

18

Exemplo: Obs.: Note a diferença entre a função PROCV e a PROCH. 10. FUNÇÃO PROC

Exemplo:

Exemplo: Obs.: Note a diferença entre a função PROCV e a PROCH. 10. FUNÇÃO PROC Retorna

Obs.: Note a diferença entre a função PROCV e a PROCH.

10. FUNÇÃO PROC

Retorna um valor de um intervalo de uma coluna ou de uma linha, ou de uma

matriz.

Sintaxe: =PROC(Valor_procurado;vetor-proc;vetor_result)

Valor_procurado é o valor que PROC pesquisa no vetor_proc, podendo ser um número, texto, um valor lógico, um nome ou uma referência a um valor

Vetor_proc;matriz

Vetor_result, é o valor que PROC pesquisado em uma matriz, podendo ser um número, texto, um valor lógico, um nome ou uma referência a um valor Exemplo:

lógico, um nome ou uma referência a um valor Exemplo: Após digitar o exemplo, insira a
lógico, um nome ou uma referência a um valor Exemplo: Após digitar o exemplo, insira a

Após digitar o exemplo, insira a função PROC e escolha o primeiro argumento.

Em valor_procurado, a letra que deseja encontrar;

19

Em vetor_proc , as letras para pesquisa; Em vetor_result , os número para pesquisa. 11.

Em vetor_proc, as letras para pesquisa;

Em vetor_result, os número para pesquisa.

11. FUNÇÕES FINANCEIRAS E LÓGICAS

Ao utilizarmos funções financeiras, a resposta vem entre parênteses e na cor VERMELHA. Isto significa que o numero é negativo. Portanto, devemos transformar este número em positivo e, para isto, há dois caminhos o primeiro usando sinal de menos na frente da formula, por exemplo: =-PGTO(), ou usando a formula =ABS() para retornar o valor absoluto de um número, por exemplo: =ABS(PGTO()).

11.1 Função Pgto

Calcula o pagamento de um empréstimo com base em pagamentos e em uma taxa de juros constantes.

Calcula o valor de uma prestação inicial. Acesse a Guia Fórmulas/ Inserir

Função

inicial. Acesse a Guia Fórmulas/ Inserir Função o pagamento periódico de uma anuidade de acordo com

o

pagamento periódico de uma anuidade de acordo com pagamentos constantes e com uma taxa de juros constante.

Retorna

Sintaxe: PGTO(taxa;nper;vp;vf;tipo)

Taxa, é a taxa de juros por período; Nper, é o número total de pagamentos pelo empréstimo; Vp, é o valor presente o valor total presente de uma série de pagamentos

futuros;

Vf, é o valor futuro, ou o saldo de caixa, que você deseja obter depois do último pagamento. Se vf for omitido, será considerado 0(o valor futuro de determinado empréstimo, por exemplo, 0) Tipo, é o número 0(zero) ou 1 e indica as datas de vencimento. *0(zero) no final do período; 1 no inicio do período. Calcule a planilha abaixo para saber qual o valor mensal desta prestação:

20

A B Produto: Televisão Valor Televisão: 750,00 Juro Mensal: 2% Prestação: 12 Valor

A

B

Produto:

Televisão

Valor Televisão:

750,00

Juro Mensal:

2%

Prestação:

12

Valor da Prestação:

=PGTO(taxa

juros

mensal;nº

prestações;Valor produto)

Exemplo: O pagamento retornado por PGTO inclui o principal e os juros e não inclui taxas, pagamentos e reserva ou tarifas, às vezes associados a empréstimos. Suponha que você queira economizar R$ 50.000,00 em 18 anos economizando uma mesma quantia todo mês, você pode utilizar PGTO para determinar quanto você deve economizar. Se considerar que será capaz de obter 6% de juros em suas economias, você poderá usar PGTO para determinar o quanto terá que economizar durante o mês:

PGTO(6%/12; 18*12; 0); 50000) é igual a -$129,08 Se quiser colocar $129,08 em uma poupança a 6% todo o mês durante 18 anos, você terá $ 50.000.

a 6% todo o mês durante 18 anos, você terá $ 50.000. Juros – Total a

Juros Total a pagar subtraído pelo Valor do empréstimo

Valor da Parcela=-PGTO(porcentagem de juros do banco;num parcelas;- vl empréstimo)

Total a Pagar Valor da parcela * num de parcelas

11.2 Função Vp

Retorna o valor presente de um investimento.

21

O valor presente é o valor total correspondente ao valor atual de uma série de

O valor presente é o valor total correspondente ao valor atual de uma série de pagamentos futuros. Por exemplo, quando você pede dinheiro emprestado, o valor do empréstimo é o valor presente para quem empresta.

Sintaxe: VP(taxa;nper;pgto;vf;tipo)

Taxa

a taxa de juros por período. Por exemplo, se você obtiver um empréstimo para um carro com uma taxa de juros de 10% ao ano e fizer pagamentos mensais, a sua taxa de juros mensal será 10%/12, ou 0,83%. Você deve inserir 10%/12, ou 0,83%, ou 0,0083, na fórmula como taxa.

é

 

é

o número total de períodos de pagamento de uma anuidade. Por exemplo, se

Nper

você obtiver um empréstimo de quatro anos e fizer pagamentos mensais, o empréstimo terá 4*12 (ou 48) períodos. Você deve inserir 48 na fórmula para

 

nper.

 

é

o pagamento feito a cada período e não pode mudar durante a vigência da

anuidade. Geralmente, pgto inclui o principal e os juros, e não há outras tarifas

Pgto

ou taxas. Por exemplo, os pagamentos mensais por um empréstimo para o carro de R$ 10.000 de quatro anos a 12% são R$ 263,33. Você deve inserir -263,33 na fórmula como pgto. Se pgto for omitido, você deverá incluir o argumento vf.

 

é

o valor futuro, ou um saldo de caixa, que você deseja obter depois do último

Vf

pagamento. Se vf for omitido, será considerado 0 (o valor futuro de determinado empréstimo, por exemplo, é 0). Por exemplo, se quiser economizar R$ 50.000 para pagar um projeto especial em 18 anos, então R$ 50.000 é o valor futuro. Você pode então calcular a taxa de juros e determinar quanto deverá economizar a cada mês. Se vf for omitido, você deverá incluir o argumento pgto.

Tipo

é

o número 0 ou 1 e indica as datas de vencimento.

Exemplo: Suponhamos que você realizou um empréstimo no valor de R$ 800,00 em 18 meses, com juros de 2,5% ao mês. Calcule qual será o valor total pago.

A

B

Empréstimo:

800,00

Período:

18

Juro Mensal:

2,5%

Valor Total:

=-VP(juros

mensal;período;empréstimo)

11.3 Função Vf

Calcula o valor future de um investimento

Sintaxe: =VF (JUROS; PARCELAS; VALOR DA PARCELA INICIAL)

JUROS, taxa de juros fixa. PARCELAS, número total de parcelas.

22

VALOR DA PARCELA INICIAL , Valor da Primeira Parcela. Exemplo: Joaquim deseja comprar um Micro

VALOR DA PARCELA INICIAL, Valor da Primeira Parcela.

Exemplo:

Joaquim deseja comprar um Micro System em 10 prestações com juros de 2% ao mês. O vendedor disse que a parcela inicial era de R$ 38,96. Quanto será o total a prazo? (o preço a vista do Micro System é de R$ 350,00)

a prazo? (o preço a vista do Micro System é de R$ 350,00) 12. VALIDAÇÃO DE

12. VALIDAÇÃO DE DADOS

A validação de dados pode ser utilizada para criar uma lista dentro de uma tabela desejada como para dar informação ao usuário sobre a célula a qual ele deseja realizar alteração, também como, restringir os dados a serem digitado nas células.

como, restringir os dados a serem digitado nas células. Na planilha acima utilizaremos e da palheta

Na planilha acima utilizaremos e da palheta Configurações: nesta planilha de compra o valor mínimo de prestações é de 6 parcelas e o máximo é 12.

mínimo de prestações é de 6 parcelas e o máximo é 12. Faça um teste na

Faça um teste na coluna Prestações colocando valores abaixo do mínimo e acima do máximo, deve aparecer a seguinte mensagem.

na coluna Prestações colocando valores abaixo do mínimo e acima do máximo, deve aparecer a seguinte

23

Para realizar os cálculos em prestações digite para todos os aparelhos 10. Realize o cálculo

Para realizar os cálculos em prestações digite para todos os aparelhos 10.

Realize o cálculo da coluna Total e Total da Compra.

Na segunda palheta, Mensagem de Entrada você pode orientar o usuário sobre as restrições. A redação para o campo título e a mensagem de entrada fica a seu critério e na célula aplicada ficará aparecendo um comentário.

e na célula aplicada ficará aparecendo um comentário. Na terceira palheta Alerta de erro você pode
e na célula aplicada ficará aparecendo um comentário. Na terceira palheta Alerta de erro você pode
e na célula aplicada ficará aparecendo um comentário. Na terceira palheta Alerta de erro você pode

Na terceira palheta Alerta de erro você pode criar janela de mensagens no lugar de exibição de comentário sobre as restrições. A redação para o campo título e a mensagem pode ser a mesma, com um detalhe, se utilize esta palheta, você pode apagar a redação da palheta anterior. Há três opções de estilo para essa palheta: Parar, Aviso e Informações.

de estilo para essa palheta: Parar, Aviso e Informações. Estilo Parar: na caixa de mensagem apenas
de estilo para essa palheta: Parar, Aviso e Informações. Estilo Parar: na caixa de mensagem apenas
de estilo para essa palheta: Parar, Aviso e Informações. Estilo Parar: na caixa de mensagem apenas
de estilo para essa palheta: Parar, Aviso e Informações. Estilo Parar: na caixa de mensagem apenas

Estilo Parar: na caixa de mensagem apenas duas opções: Repetir (para adicionar outro valor) e Cancelar (volta ao valor que estava).

24

Estilo Aviso: na caixa de mensagem são exibidas três opções: Sim (o valor digitado é

Estilo Aviso: na caixa de mensagem são exibidas três opções: Sim (o valor digitado é aceito), Não (o valor digitado não é aceito) e Cancelar (volta ao valor que estava).

não é aceito) e Cancelar (volta ao valor que estava). Estilo Informações: na caixa de mensagem

Estilo Informações: na caixa de mensagem são exibidas duas opções: OK (o valor digitado é aceito) e Cancelar (volta ao valor que estava).

Muitas vezes temos arquivos compartilhados com outros usuários e queremos que estas pessoas digitem somente algumas informações ou queremos que eles utilizem o arquivo apenas para consulta de um relatório. O Excel possui um recurso chamado Validação de Dados que nos ajuda a definir os dados que podem ser inseridos em uma ou diversas células.

Você pode determinar que a célula aceite somente números, data, hora, que o valor faça parte de uma lista, que o texto tenha um número máximo de caracteres ou personalizar através de uma fórmula os dados válidos para entrada.

Exemplo: Observação: A Honda XR e a Honda 500c possui desconto de 10%. No campo
Exemplo:
Observação: A Honda XR e a Honda 500c possui desconto de 10%.
No
campo
Modelo,
usar
VALIDAÇÃO
com
base
na
lista
de
modelos
disponível.

No campo Valor, usar a função PROCV para listar o valor de acordo com o modelo escolhido. No campo Desconto, concatenar SE mais OU (se o modelo escolhido for Honda XR ou Honda 500c terá um desconto de 10%).

25

No campo Revendedora , usa VALIDAÇÃO com base na lista de revendedoras disponível. No campo

No campo Revendedora, usa VALIDAÇÃO com base na lista de revendedoras

disponível.

No campo Taxa de Juros, usar a função PROCV para listar o valor de acordo com a revendedora escolhida. No campo Valor Financiado, realizar o cálculo da diferença entre Valor e

Desconto.

No campo Quantidade de meses, usa VALIDAÇÃO com base na lista de meses disponível. No campo Valor parcela, usar a função PGTO. No campo Valor Total, realizar o cálculo do Valor das parcelas multiplicado pela Quantidade de meses. No campo Juros Pagos, realizar o cálculo da diferença entre Valor Total pelo

Valor.

Após a planilha feita, oculte as linhas 2 até 11.

13. PROTEGER PLANILHAS

Limitar a exibição e a edição de uma planilha individual

1. Selecione a planilha que sofrerá proteção

individual 1. Selecione a planilha que sofrerá proteção 2. Agora na guia Inicio – Formatar –

2. Agora na guia Inicio Formatar Formatar células guia proteção.

Desmarque as opções: bloqueado e oculto.

na guia Inicio – Formatar – Formatar células – guia proteção. Desmarque as opções: bloqueado e
na guia Inicio – Formatar – Formatar células – guia proteção. Desmarque as opções: bloqueado e

26

3. Tire a seleção da tabela. 4. Selecione somente as células que não queira que

3. Tire a seleção da tabela.

4. Selecione somente as células que não queira que sofra alteração (de

preferência as células que possuam fórmulas) e vá novamente em formatar células, na guia proteção marque bloquear e ocultar.

5. Na guia Revisão e acesse Proteger planilha

e ocultar. 5. Na guia Revisão e acesse Proteger planilha Digite a senha; Desmarque a opção
e ocultar. 5. Na guia Revisão e acesse Proteger planilha Digite a senha; Desmarque a opção

Digite a senha; Desmarque a opção selecionar células bloquedas, porque, assim quem quiser modificar selecionar e modificar não conseguirá.

a

senha e clique novamente em

OK.

Clique

em

OK

e

reinsira

a senha e clique novamente em OK. Clique em OK e reinsira Teste! Tente selecionar as

Teste! Tente selecionar as células as quais foram selecionadas para ser bloqueadas

14. PROTEGER PASTA

Proteção da pasta é diferente de proteger a planilha, pois quando é realizada somente a proteção da planilha permite acesso à pasta e permite que o usuário altere algumas células não bloqueadas. Já a proteção da pasta, não permite acesso à mesma e nem alteração ou gravação se o usuário que a acessou não souber a senha.

Clique em salvar ou salvar como, na janela salvar clique em Ferramentas opções gerais.

não souber a senha. Clique em salvar ou salvar como, na janela salvar clique em Ferramentas
não souber a senha. Clique em salvar ou salvar como, na janela salvar clique em Ferramentas

27

Na janela existem duas senhas a ser inseridas uma de proteção (para acessar a pasta)

Na janela existem duas senhas a ser inseridas uma de proteção (para acessar a pasta) e uma de gravação (para poder salvar alterações realizadas).

*criar backup e somente leitura, ficam a critério

15. FUNÇÃO ATINGIR META

É um método para encontrar o valor que uma fórmula precisa para produzir um determinado resultado. Ao executar atingir metas o Excel varia o valor contido em uma célula que você especifica, até que uma fórmula dependente daquela célula produza o resultado desejado. Use o comando atingir metas quando você desejar localizar um valor específico para uma determinada célula ajustando o valor de apenas uma outra célula.

Exemplo: CALÇADOS I

o valor de apenas uma outra célula. Exemplo: CALÇADOS I Na coluna Código , concatenar o

Na coluna Código, concatenar o tamanho do calçado com o número. Na coluna Valor Total, calcular o total do modelo de acordo com a quantidade

pedida. Na coluna Promoção verificar se o preço do par é maior do que R$30 e a Quantidade comprada é maior do que 10 pares. Se for, exibir "Promoção", senão, "Preço Normal".

Na coluna Preço de Venda, será formado da seguinte maneira: se o mês for janeiro, fevereiro ou março; Se for analisar na coluna Promoção (K7) contêm Promoção. Caso seja Promoção, o preço de venda deverá ser o preço do par acrescido de 15%, senão, 20%. Se forem os demais meses, acrescentar 10%. Na coluna Lucro, será a diferença entre Preço de Venda e Preço de compra multiplicado pela quantidade.

Congele o título das colunas.

28

Atingir Meta 1) Na coluna O copiei a coluna G . Ou seja, as quantidades.

Atingir Meta 1) Na coluna O copiei a coluna G. Ou seja, as quantidades. 2) Na coluna P, coloquei a fórmula do lucro (igual da coluna M), só que desta vez utilizando a coluna O para referenciar a quantidade. 3) Com P7 selecionado, vá na guia DADOS Teste de Hipóteses - Atingir Meta. Suponhamos que ao invés de R$47,84 de lucro eu gostaria de ter tido R$60,00. Então eu informo:

Definir célula: O7 Para o valor: 60 Alternando célula: N7

célula: O7 Para o valor: 60 Alternando célula: N7 Desta forma, o Excel irá me dizer

Desta forma, o Excel irá me dizer em O7 quantos sapatos devo vender para lucrar R$60,00. Neste caso, 10 pares de sapato (ao invés de 8 que era o valor anterior).

Lembrando que Atingir Meta ñ é função, portanto deve fazer célula por célula o mesmo processo (não funciona clicar e arrastar para baixo)

Lembrando que Atingir Meta não é função, portanto deve fazer célula por célula o mesmo processo (não funciona clicar e arrastar para baixo)

Exemplo: CALÇADOS II

deve fazer célula por célula o mesmo processo (não funciona clicar e arrastar para baixo) Exemplo:

29

Na coluna Total de Compra , somar o preço de compra de todos calçados do

Na coluna Total de Compra, somar o preço de compra de todos calçados do mês de janeiro da PLANILHA CALÇADOS I. Na coluna Total de Venda, realizar o mesmo cálculo acima, porém somando os preços de venda. Na coluna Lucro, realizar o cálculo da diferença entre total de venda por total de compra. Na coluna Quantidade, somar a quantidade do referido mês da PLANILHA CALÇADOS I. Na coluna Análise do Mês, analisar primeiramente se o mês é janeiro, fevereiro ou março. Caso seja, verificar se o preço de venda é maior ou igual ao preço de compra acrescido de 20%. Sendo, exibir "Bom Mês", senão, "Ruim". Caso sejam os demais meses, fazer a mesma análise, porém com 15%. Na coluna Nome do Funcionário utilizar a função Procv, nomeando o intervalo para funcionários. Em % Comissão, multiplicar a porcentagem pelo lucro (utilize Procv para a %). Nomeie a planilha com o nome "CalçadosII".

16. SOLVER

O Solver faz parte de um conjunto de programas algumas vezes chamado de ferramentas de análise hipotética. Com o Solver você pode localizar um valor ideal para uma fórmula em uma célula chamada de célula de destino em uma planilha. O Solver trabalha com um grupo de células relacionadas direta ou indiretamente com a fórmula na célula de destino. O Solver ajusta os valores nas células variáveis que você especificar e são chamadas de células ajustáveis para produzir o resultado especificado por você na fórmula da célula de destino. Você pode aplicar restrições para restringir os valores que o Solver poderá usar no modelo e as restrições podem se referir a outras células que afetem a fórmula da célula de destino. Poderemos visualizar isto melhor através de exemplos. No nosso curso, usaremos o SOLVER para resolver Problemas de Programação Linear.

isto melhor através de exemplos. No nosso curso, usaremos o SOLVER para resolver Problemas de Programação

30

17. CONTROLE DE FORMULÁRIO Para torna as tabelas mais dinâmicas pode-se utilizar as ferramentas do

17. CONTROLE DE FORMULÁRIO

Para torna as tabelas mais dinâmicas pode-se utilizar as ferramentas do controle de formulário, porém, nem sempre está visível no Excel 2007. Para isso é necessário habilitar a guia DESENVOLVEDOR.

Para isso é necessário habilitar a guia DESENVOLVEDOR. 1- Vá no botão do Office e depois

1- Vá no botão do Office e depois em opções do Excel; 2- Na categoria Mais usados, do lado direito marque mostrar guia desenvolver na faixa de opções; 3- No campo Controles em inserir será encontrado o controle de formulário e o controle activex.

na faixa de opções; 3- No campo Controles em inserir será encontrado o controle de formulário
na faixa de opções; 3- No campo Controles em inserir será encontrado o controle de formulário

31

Exemplo: PLANILHA CONSULTAS – PREÇO DE VENDA (A SER REALIZADO O CÁLCULO) PLANILHAS TABELAS –

Exemplo: PLANILHA CONSULTAS PREÇO DE VENDA (A SER REALIZADO O CÁLCULO)

CONSULTAS – PREÇO DE VENDA (A SER REALIZADO O CÁLCULO) PLANILHAS TABELAS – CUSTO DO PRODUTO

PLANILHAS TABELAS CUSTO DO PRODUTO (MATRIZ)

Em Produto, usar Caixa de Combinação do controle de formulário. (em Intervalo de entrada, vá à pasta base de dados para pesquisa de produto por região na planilha Tabela e selecione a lista de produtos, vínculo de célula será na planilha consulta da pasta pesquisa de produtos por região na célula I4)

Em Custo, use a função ÍNDICE (escolha matriz; núm_linha; núm_coluna)*no campo matriz vá à planilha Tabela na outra pasta selecione somente os valores de preço das regiões B5:F11, em núm_linha indique a célula I4 e em núm_coluna a célula I5.

Insira 5 botões de opção e classifique cada um para o nome de cada região (todos os botões devem ter vinculo com a célula I5). Insira também uma caixa de grupo do controle de formulário.

Em Preço de Venda, terá um acréscimo de 50% (lucro) em cima do valor do

custo.

Insira Caixa de seleção do controle de formulário e digite “Mostrar Margem”. (Vinculo da célula I7)

Em Mostrar Margem, usar a função SE, quando I7 aparecer VERDADEIRO deverá subtrair o custo do preço de venda caso contrário nada.

, usar a função SE, quando I7 aparecer VERDADEIRO deverá subtrair o custo do preço de

32

CAMPO PARCELAS Insira uma barra de rolagem do controle de formulário. (valor mínimo 2 e

CAMPO PARCELAS Insira uma barra de rolagem do controle de formulário. (valor mínimo 2 e o máximo 10, alteração incremental 1 e vinculo da célula D16 Nº Parcelas)

incremental 1 e vinculo da célula D16 – Nº Parcelas) Em Pedido Mínimo , use a

Em Pedido Mínimo, use a função ÍNDICE (escolha matriz; núm_linha; núm_coluna)* no campo matriz vá à planilha Tabela na outra pasta selecione somente os valores de pedido minimo G5:G11, em núm_linha indique a célula I4.

Em Valor das Parcelas, multiplicar preço de venda por pedido mínimo e dividi- los pela quantidade de parcelas.

18. MACRO

Quando usamos o Excel podemos perceber que realizamos algumas tarefas com muita freqüência. Seria muito mais prático montar uma macro que realiza esta tarefa com apenas um clique. Uma macro é um pequeno programa que contém uma lista de instruções a realizar no Excel. Como sendo umas ações de operações, uma macro pode executar um conjunto de tarefas através de um único procedimento o qual pode ser invocado rapidamente.

Criar Macros

Existem duas possibilidades de criação de macros:

Através do Gravador de Macros. Utilizando o editor e programando em Visual Basic for Applications.

o editor e programando em Visual Basic for Applications. Para utilização da macro primeiro é necessário

Para utilização da macro primeiro é

necessário gravar os comandos e somente depois

começar a executar a criação da tabela, gráfico etc

O nome da Macro - será constituído por um conjunto de caracteres que identificarão a Macro e a sua funcionalidade.

O nome da Macro - será constituído por um conjunto de caracteres que identificarão a Macro

33

Tecla de atalho: é composto por uma combinação de teclas que poderão ser utilizadas para

Tecla de atalho: é composto por uma combinação de teclas que poderão ser utilizadas para executar uma macro. Armazenar a macro em: Esta pasta de trabalho por armazenar a macro numa das seguintes alternativas: sendo que cada uma corresponde a macros de âmbito diferente. Assim deverão armazenar a macro na opção que ela esteja ativa sempre que o documento estiver aberto, e para que ela esteja armazenada no próprio ficheiro não correndo o risco de ficar armazenada nas Macros do Excel. Descrição, introduza um comentário à função este poderá ser importante para que não seja esquecido o respectivo objetivo e funcionalidade.

Clique em OK para iniciar a gravação da macro neste momento será exibido botão de stop(parar gravação) no lugar de gravar macro

*somente deve ser acionado no final da criação do macro.

Exemplo:

Esse exemplo é um modo simples de utilizar a ferramenta de macro pra gerar uma tabela e um gráfico. Primeiro clique em gravar macro, depois crie a tabela abaixo.

clique em gravar macro, depois crie a tabela abaixo. Agora aperte Parar gravação e vá numa

Agora aperte Parar gravação e vá numa nova planilha para gerar a informação através de um botão macro. Após ter escolhido a planilha vá em Desenvolvedor inicio controles de formulário botão, desenhe o botão na área de trabalho.

– botão, desenhe o botão na área de trabalho. Depois de feito o desenho irá aparecer

Depois de feito o desenho irá aparecer à caixa atribuir macro, nele poderá atribuir à atividade de macro que o botão irá executar, após escolher clique em OK

Teste! Clique no botão (deverá surgir uma nova tabela)

macro que o botão irá executar, após escolher clique em OK Teste! Clique no botão (deverá

34

Agora faça um gráfico utilizando o macro e acrescente um botão na planilha que contem

Agora faça um gráfico utilizando o macro e acrescente um botão na planilha que contem a tabela gerada.

19. FILTRO

O uso de tabelas com grande quantidade de linhas e colunas é cada vez mais comum. Porém, com tantos dados em uma única tabela fica difícil manter as informações organizadas. E pior, muitas vezes, quando queremos encontrar algo na planilha, sofremos muito ou até mesmo localizamos informações incorretas. Para resolver isto o Excel dispõe de muitas ferramentas para organizar dados e localizar informações em uma planilha. Ferramentas que vão desde um simples localizar como um complexo conjunto de fórmulas para realizar buscas em tabelas, conhecidas como fórmulas de banco de dados. Uma destas ferramentas são os filtros. No Excel 2007 os filtros foram muito aperfeiçoados e estão mais fáceis de serem usados.

Este método traz a vantagem de ser rápido e muito eficiente, mesmo para muitos registros e não exige muito conhecimento do usuário em Excel. A grande utilidade dos filtros é o usuário poder visualizar apenas as linhas de uma tabela que atendam suas necessidades no momento. Se você possui uma grande tabela com os dados de funcionários como nome, endereço, salário, sexo, idade ect., você pode, por exemplo, com esta ferramenta, configurar sua planilha para somente mostrar as linhas em que os salários dos funcionários forem maior que um determinado valor. Ou você pode exibir apenas os funcionários que a idade não for superior a 21 anos, por exemplo, bastando para isto apenas alguns cliques no filtro da coluna Idade.

20. CARACTERÍSTICAS DE UMA BASE DE DADOS

Será demonstrado como fazer uso do recurso de base de dados do Excel. Uma base de dados é um conjunto de informações agrupadas e organizadas sob um critério preestabelecido, cujos dados poderão ser classificados, extraídos, alterados ou apagados. Desta forma, será possível manipular registros, trabalhar com funções específicas para banco de dados e fazer uso de filtros.

Para fazer uso de uma estrutura de base de dados no Microsoft Excel, será necessário considerar três aspectos importantes:

1. Uma base de dados será uma tabela retangular.

2. As colunas dessa tabela serão consideradas como os campos de informações.

3. As linhas serão consideradas os registros de uma tabela.

Todo banco, ou base de dados em Microsoft Excel, terá de ser definido no formato de uma tabela retangular com as colunas indicando os campos em que cada campo (coluna) deverá possuir um nome (Vendedor, departamento, Dados Venda,

as colunas indicando os campos em que cada campo (coluna) deverá possuir um nome (Vendedor, departamento,

35

Produto e Valor) indicando seu conteúdo e as linhas indicando os registros em que cada

Produto e Valor) indicando seu conteúdo e as linhas indicando os registros em que cada registro (linha) deverá conter uma informação correspondente ao nome do campo.

Os nomes dos campos deverão ser definidos sempre como rótulos. Caso você deseje colocar o nome de campo como número, não se esqueça de digitar antes do número um prefixo de rótulo: apóstrofo (‘).

Jamais utilize dois campos com o mesmo nome. Caso você tenha uma necessidade nesse sentido,

utilize nomes seriados, como:

FONE1, FONE2, FONE3, VALOR1, VALOR2, VALOR3

e assim por diante.

Não utilize também nomes de campos que se pareçam com endereços de células, como: A1, AX34, IV8000, pois isto pode gerar confusão na interpretação dos dados que você provavelmente efetuará posteriormente.

a

relação completa dos registros que serão utilizados e por sua vez deverão ser digitados como apresentados.

Lembrando que os rótulos: Vendedor, Departamento, Data Venda, Produto e Valor deverão ser digitados respectivamente nas células A2, B2, C2, D2 e E2:.

respectivamente nas células A2 , B2 , C2 , D2 e E2 :. Adiante segue Exemplo:

Adiante

segue

Exemplo: Após ter digitado as informações para a base de dados, grave-a com o nome Relatório de Vendas. Procure deixar visualmente sua planilha semelhante à figura ao lado.

20.1 Relatórios de uma Base de Dados

Existem umas formas de efetuar pesquisas em uma base de dados por meio da filtragem de algumas condições. Para fazer uso deste recurso é necessário estar com

a base de dados selecionada. Portanto, selecione a faixa de células A2:E25 e em seguida execute o comando do Menu: Dados/Filtro

36

 Será então apresentado ao Lado direito do nome de cada Campo (coluna) um botão
 Será então apresentado ao Lado direito do nome de cada Campo (coluna) um botão
 Será então apresentado ao Lado direito do nome de cada Campo (coluna) um botão

Será então apresentado ao

Lado direito do nome de cada Campo (coluna) um botão do Tipo drop-down, indicado na figura ao lado.

Para desligar a

apresentação dos botões execute novamente o comando:

Dados/Filtrar/AutoFiltro.

A partir deste momento, o recurso de filtragem pode ser utilizado. Dê um clique sobre o botão drop-down do campo Departamento, indicado na figura abaixo.

Selecione o departamento Ótica e observe a forma de extração de dados que a planilha mostra. A Figura mostra o resultado desta seleção. Para retornar a tela para a forma anterior, clique novamente o botão drop-down do campo Departamento e selecione a opção (Tudo).

Para mais um teste, selecione somente os registros do vendedor Maria Izabel que vendeu os produtos Óculos de Grau. A Figura mostra o resultado desta pesquisa. Depois retorne os campos Vendedor e Produto para a definição (Tudo).

Perceba que, desta forma, é possível obter resposta para a pergunta: Quais vendedores venderam Micros e também Disquetes? Selecione no botão drop-down do

campo Produto, a opção (Personalizar

Personalizar Autofiltro, como mostra ao lado.

será apresentada a Caixa de Diálogo

),

mostra ao lado. será apresentada a Caixa de Diálogo ), Figura – Caixa de diálogo Filtro
mostra ao lado. será apresentada a Caixa de Diálogo ), Figura – Caixa de diálogo Filtro

Figura Caixa de diálogo Filtro de números PersonalizarAutoFiltro

37

Neste momento, digite, no primeiro campo da área de seleção Produto , o nome Micro*

Neste momento, digite, no primeiro campo da área de seleção Produto, o

nome Micro* (utilize o sinal de asterisco para considerar os demais caracteres), selecione

a

condição boleana Ou e depois proceda ao preenchimento do segundo campo digitando

o

nome Disquete*, verifique se a condição de pesquisa é igual a está ativada.

A figura mostra como deverá ficar a

tela. Clique Ok.

Neste momento, digite, no primeiro campo da área de seleção Produto, o nome Micro* (utilize o sinal de asterisco para considerar os demais caracteres), selecione a condição boleana Ou e depois proceda ao preenchimento do segundo campo digitando o nome Disquete*, verifique se a condição de pesquisa é igual a está ativada.

se a condição de pesquisa é igual a está ativada. A figura mostra como deverá ficar

A figura mostra como deverá ficar a tela. Clique Ok.

Figura Caixa de Diálogo Filtro de números PersonalizarAutoFiltro com os dados a serem pesquisados.

A figura mostra o resultado desta pesquisa.

pesquisados. A figura mostra o resultado desta pesquisa. Agora, a pesquisa será efetuada com a finalidade

Agora, a pesquisa será efetuada com a finalidade de extrair os dados para uma outra área da planilha. Para isso, é presico ser criada uma área de critério, que deverá possuir os mesmos campos da lista. Para isso, selecione a faixa de células A2:E25 e execute o comando do menu:

Início/Copiar, depois posicione o cursor na célula G3 e execute o comando: Início/Colar. Posicione o cursor na célula G2 e digite o título Área de Critério, como se mostra na Figura.

É preciso definir a área que receberá a extração dos dados, então selecione

novamente a faixa de células A2:E25, execute o comando: Início/Copiar

E posicione o cursor na célula G10 executando o comando: Início/Colar

Posicione em seguida o cursor na célula G9 e digite Área de Extração. A Figura mostra como deverá estar a aparência da tela.

38

Estando definidas as duas áreas: a de critério e a de extração, execute o comando:
Estando definidas as duas áreas: a de critério e a de extração, execute o comando:
Estando definidas as duas áreas: a de critério e a de extração, execute o comando:

Estando definidas as duas áreas: a de critério e a de extração, execute o comando: Dados/ Filtro avançado Será então apresentada a Caixa de Diálogo Filtro avançado (Figura), indicando a selação área da base de dados. Neste momento, selecione a opção: Copiar para outro local.

No CAMPO INTERVALO DA LISTA, digite o endereço da tabela de base de dados - Infotica, no caso: $A$2:$E$25 (ou selecione a referida área com o mouse);

Em INTERVALO DE CRITÉRIO o campo da área de critério, no caso: $G$3:$K$4 (ou selecione a referida área com o mouse);

Em COPIAR PARA, digite o endereço da área de extração: $G$10:$K$25 (ou selecione a referida área com o mouse), em seguida clique OK.

a referida área com o mouse), em seguida clique OK. Figura – apresentação da Caixa de

Figura apresentação da Caixa de Diálogo filtro avançado com opções de critério e extração.

Resultado:

39

Perceba duas coisas: a primeira, para a área de critério foram definidas duas linhas, sendo
Perceba duas coisas: a primeira, para a área de critério foram definidas duas linhas, sendo

Perceba duas coisas: a primeira, para a área de critério foram definidas duas linhas, sendo uma com o nome dos campos e outra para a informação dos dados a serem pesquisados.

Como esta linha está em branco, a extração ocorreu para todos os registros. Supondo que você queira pesquisar todas as ocorrências de vendas efetuadas pelo vendedor André Luiz, digite na célula G4 o rótulo André Luiz, indicado na figura, em seguida execute o comando: Dados/Filtro avançado

Selecione a opção Copiar para outro local e clique Ok.

Este tipo de pesquisa também aceita os conceitos dos operadores booleanos “E” e “OU”. Para executar o conceito do operador “E”, os dados devem ser digitados na mesma linha. Digite na célula J4 o rótulo Micro conforme mostra a Figura. em seguida execute o comando: Dados/Filtro avançado

Selecione Copiar para outro local e clique OK. A Figura mostra o resultado deste tipo de pesquisa.

Obs.: Quando se desejar usar condições do tipo ‘OU”, é necessário que você estabeleça mais linhas para alternar entre os elementos que serão pesquisados.

Para executar pesquisa do tipo “OU”, por exemplo, listar os produtos vendidos por André Luiz ou José Augusto, posicione o cursor na célula G5: e digite o rótulo José Augusto, não esqueça de limpar a célula J4: A figura mostra como deverá ficar a tela do Microsoft Excel. depois execute o comando: Dados/Filtro avançado

Selecione Copiar para outro local, para o Intervalo de critérios, selecione a faixa de células $G$3:$K$5, clique OK. A Figura mostra o resultado deste tipo de pesquisa.

40

Figura – Apresentação dos rótulos a serem pesquisados como condição “E” Figura – Apresentação do
Figura – Apresentação dos rótulos a serem pesquisados como condição “E” Figura – Apresentação do

Figura – Apresentação dos rótulos a serem pesquisados como condição “E”

dos rótulos a serem pesquisados como condição “E” Figura – Apresentação do resultado da extração após

Figura Apresentação do resultado da extração após a pesquisa do vendedor André Luiz e José augusto Condição OU.

Note que com o uso de filtros avançados, ainda não exemplificado como trabalhar com os campos numéricos (valores e datas), para que o trabalho possa ocorrer de forma eficiente, é necessário criar um campo suplementar denominado campo calculado ou critério calculado, que poderá ser usado em apoio a qualquer outro campo numérico da sua lista. No exemplo apresentado, este campo servirá para selecionar informações dos campos Valor e Dados Venda.

As informações selecionadas poderão ser extraídas usando-se o conceito de = (igual a), > (maior que), < (menor que), >= (maior ou igual a), <= (menor ou igual a), <> (diferente de) e também é possível cercar faixas de valores, como: listar todos os valores entre 5000 e 9000; listar todas as vendas efetuadas em Outubro e assim por diante.

41

Para fazer um teste desta possibilidade, posicione o cursor na célula L3 e digite o

Para fazer um teste desta possibilidade, posicione o cursor na célula L3 e digite o rótulo Calculado, indicando na Figura,. Se desejar, copie par esta célula o formato das células que estão do lado esquerdo.

célula o formato das células que estão do lado esquerdo. Figura – Apresentação da definição do

Figura Apresentação da definição do campo calculado.

Estando com o novo campo definido, basta em seguida estabelecer as fórmulas lógicas que serão utilizadas para a avaliação dos critérios de pesquisa. quando uma fórmula lógica é estabelcida, esta retorna como resultado a indicação VERDADEIRO ou FALSO e deverá sempre ser referencial ao primeiro registro da lista não importando a condição a ser utilizada. Não se esqueça de limpar as células G4: e G5.

Por exemplo, imagine que você necessita extrair todos os registros cujas vendas tenham sido superiores a 5000. Posicione o cursor na célula L4: e digite a fórmula lógica: =E3>4000

Será obtido como retorno o valor FALSO, indicando que o primeiro registro da lista está fora do critério estabelecido. Basta agora efetuar a extração para obter todos os registros que satisfaçam a condição estabelecida no campo calculado. Execute o comando: Dados/Filtro avançado

Selecione a opção Copiar para outro local e, no campo Intervalo de critérios: digite o endereço $G$3:$L$4 (este endereço considera o campo calculado como parte do critério), clique OK. A Figura mostra o resultado da extração dentro do critério estabelecido, bem como a apresentação da fórmula lógica com seu valor de retorno.

42

Figura – Apresentação do resultado da extração e a apresentação da fórmula lógica. Caso você
Figura – Apresentação do resultado da extração e a apresentação da fórmula lógica. Caso você

Figura Apresentação do resultado da extração e a apresentação da fórmula lógica.

Caso você queira efetuar a extração tomando por base faixa de valores, poderá utilizar as funções =E e =OU. Por exemplo, extrair todas as vendas entre 90 e 500. Posicione o cursor na célula L4: e digite a fórmula: =E (E3>=90;E3<=500)

Em seguida execute: Dados/Filtro avançado

Selecione a opção Copiar para outro local e clique OK. a figura mostra o resultado deste critério de extração.

. a figura mostra o resultado deste critério de extração. Figura – Apresentação do resultado da

Figura – Apresentação do resultado da extração com duas condições tipo “E”

Veja um exemplo com a função =OU. Será necessário obter a extração das vendas que forma inferiores a 200 e superiores a 7000, inclusive. Posicione o cursor na célula L4: e digite a fórmula: =OU(E3<=200;E3>=7000)

43

Em seguida execute o comando: Dados/Filtro avançado Figura – Apresentação do resultado da extração com

Em seguida execute o comando: Dados/Filtro avançado

Em seguida execute o comando: Dados/Filtro avançado Figura – Apresentação do resultado da extração com duas

Figura – Apresentação do resultado da extração com duas condições “OU”.

Com relação às extrações a serem executadas com campos que possuam datas, será necessário utilizar funções que manipulem este tipo de dados, como: =DIA, =MÊS, =ANO e =DATA. Por exemplo, extrair todos os registros de vendas efetuadas no mês de julho de um ano qualquer. Posicione o cursor na célula L4: e digite a fórmula lógica: =Mês (C3) = 7

Execute: Dados/Filtro avançado

Selecione a opção Copiar para outro local e clique OK. A figura apresenta o resultado desta extração.

avançado Selecione a opção Copiar para outro local e clique OK. A figura apresenta o resultado

44

Figura – apresentação do resultado da extração efetuada com uma determinada data para qualquer ano.

Figura apresentação do resultado da extração efetuada com uma determinada data para qualquer ano. Caso você queira cercar a apresentação de registro de um determinado mês, por exemplo, todas as vendas executadas em agosto de 1999, na célula L4: digite a fórmula lógica: =E(C3>=DATA(99;8;1); c3<=DATA(99;8;31))

Execute: Menu Dados/ Filtro avançado

Execute: Menu Dados/ Filtro avançado Selecione a opção Copiar para outro local e clique OK .

Selecione a opção Copiar para outro local e clique OK. A figura apresenta o resultado desta extração. A função =DATA trabalha com os argumentos internos: ano; mês; dia: =DATA(ano;mês;dia)

os argumentos internos: ano; mês; dia: =DATA(ano;mês;dia) Figura - Apresentação do resultado da extração de um

Figura - Apresentação do resultado da extração de um determinado mês e ano.

A partir deste momento, você tem em suas mãos a base de funcionamento de toda a estrutura da base de dados dentro do microsoft excel, desde a manipulação simples de uma lista até uma manipulação mais avançada com uso de funções mais específicas. Resta somente começar o que faz a opção Somente registros exclusivos da Caixa de Diálogo Filtro avançado. desta forma é possível obter uma lista de extração sem registros repetidos, quando estes são exatamente iguais, evitando a apresentação de informações duplicadas.

45

21. SUBTOTAL Para trabalhar com o recurso de Subtotais é imprescindível manter a base de

21. SUBTOTAL

Para trabalhar com o recurso de Subtotais é imprescindível manter a base de dados ordenada, segundo a ordem em que se deseja obter um subtotal. Neste caso, a base de dados deverá estar ordenada pelos nomes dos vendedores.

Após a ordenação alfabética pelo campo que será o mais importante, mantenha o cursor posicionado dentro da área da base de dados. em seguida execute o comando: Dados/Subtotal

Será então apresentada a Caixa de diálogo Subtotais, indicada na figura.

a Caixa de diálogo Subtotais, indicada na figura. Figura – Caixa de diálogo Subtotais Neste momento,

Figura Caixa de diálogo Subtotais

Neste momento, dê um clique no botão OK. Observe como ficará a apresentação das informações base de dados, na figura abaixo.

das informações base de dados, na figura abaixo. Figura – Planilha com os subtotais ativados. Observe

Figura Planilha com os subtotais ativados.

Observe que à esquerda apareceram três novos botões numerados como 1, 2 e 3. Pelas próximas figuras será mostrado o que acontece se apertar cada um deles e seus respectivos resultados:

46

A figura apresenta a forma de visualização obtida por meio do uso do botão número

A figura apresenta a forma de visualização obtida por meio do uso do botão

número 1. A figura apresenta a forma de visualização obtida por meio do uso do
número 1.
A
figura apresenta a forma de visualização obtida por meio do uso do botão
número 2.
visualização obtida por meio do uso do botão número 2. A figura apresenta a forma de

A figura apresenta a forma de visualização obtida por meio do uso do botão

número 3, que permite voltar à situação original.

Para que sejam desfeitos os subtotais de uma planilha, basta estar com o

cursor posicionado dentro da área de base de dados e, em seguida, executar o comando:

Dados/Subtotais

/Remover todos

22. TABELA DINÂMICA

As tabelas dinâmicas podem ser definidas da seguinte forma: “São tabelas interativa que resumem elevadas quantidades de dados, usando a estrutura e métodos de cálculo especificados”.

“É uma ferramenta de análise de dados que produz o resumo de registros num formato tabular conciso”.

2. O que se pode fazer recorrendo a Tabelas Dinâmicas 2.1 Analisar dados rapidamente

As TD permitem: organizar dados e calcular informação resumida utilizando categorias (campos) e funções resumo (soma, média, etc).

Passos para criar Tabela Dinâmica

47

Guia Inserir Tabelas e Gráficos Dinâmicos - executa o assistente de tabelas e gráficos dinâmicos,

Guia Inserir

Guia Inserir Tabelas e Gráficos Dinâmicos - executa o assistente de tabelas e gráficos dinâmicos, cujos

Tabelas e Gráficos Dinâmicos - executa o assistente de tabelas e gráficos dinâmicos, cujos passos se descreve seguidamente;

gráficos dinâmicos, cujos passos se descreve seguidamente; Tabela Dinâmica - Selecionar uma tabela ou intervalo -

Tabela Dinâmica

- Selecionar uma tabela ou intervalo

- Fonte de dados externa => query (aplicação de acesso a dados que encontra

e visualiza dados guardados em tabelas externas, antes de devolver dados ao Excel para TD);

- Escolha a opção nova planilha e confirme

de

Campos é mostrada, sendo possível clicar nos campos e arrastá- los para os locais pré- definidos.

-

A

lista

de Campos é mostrada, sendo possível clicar nos campos e arrastá- los para os locais pré-

48

22.1 Gráfico Dinâmico Siga os mesmos procedimentos para a criação da Tabela Dinâmica, selecionando a

22.1 Gráfico Dinâmico

Siga

os

mesmos

procedimentos

para

a

criação

da

Tabela

Dinâmica,

selecionando a área desejada e acessando Menu Inserir/ Gráficos Dinâmicos

Na primeira caixa escolha o intervalo selecionado/ Nova Planilha

No próximo passo surge o esquema do gráfico dinâmico na própria folha, para onde se podem arrastar os campos existentes na com o mesmo efeito que o passo anterior. Resultado da Seleção Efetuada para criar o gráfico Dinâmico.

na com o mesmo efeito que o passo anterior. Resultado da Seleção Efetuada para criar o
na com o mesmo efeito que o passo anterior. Resultado da Seleção Efetuada para criar o

49

REFERÊNCIAS Apostila de Treinamento Excel Avançado. Divisão de Serviços à Comunidade – Centro de Computação

REFERÊNCIAS

Apostila de Treinamento Excel Avançado. Divisão de Serviços à Comunidade Centro de Computação da Unicamp, com adaptações feitas pelos Colaboradores: Gerson Lelis, Fabio Augusto Andrade de Almeida, José Veiga e Sergio de Jesus. SENAC/MA. Núcleo de Formação em Informática. Edição Revisada por Arlen Matos Silva. SENAC/MA. Núcleo de Formação em Informática.

Cinto, Antonio Fernando. Góes, Wilson Moraes. Excel Avançado. Ed. NOVATEC, Rio de Janeiro, 2004.

RONCONI, Luciana Moreira. Excel. 2ª ed. São Paulo: Editora SENAC São Paulo, 2003.

PINTO, Sandra Rita B. Treinamento Avançado em Excel. Ed. Nacional. Minas Gerais, 2ª Edição, 2006.

GONÇALVES, Fábio. Excel Avançado 2003/2007. Ed. Ciência Moderna, São Paulo,

2003.

* Apostila atualizada em 21/01/2013

50

ANEXOS 51

ANEXOS

51

Revisão 52

Revisão

Revisão 52

52

Fórmulas e funções da planilha Revisão Menor Preço =Mínimo Maior Preço =Máximo Média dos Preços

Fórmulas e funções da planilha Revisão

Menor Preço =Mínimo Maior Preço =Máximo Média dos Preços =Média Comprar na loja: =se Menor preço=Inforcenter; Inforcenter;SE Melhor preço=AMF Informática;AMF Informática;IBM V. Compra =Quantidade*menor preço Valor Compra Acréscimo =valor da compra*percentual acréscimo+valor compra Valor com Decréscimo=valor da compra-(percentual decréscimo*valor compra) Situação se quantidade menor ou igual a 6; Repor Estoque ; Estoque Normal Prazo entrega usar função Procv Na coluna situação usar formatação condicional igual repor estoque cor vermelho e igual estoque normal cor Azul Totais =função soma das colunas Soma das lojas =somase trabalhar com a coluna comprar no; nome da loja ou endereço ; soma das lojas intervalo valor compra Contar Situação função cont.se criar um comentário nos seguintes campos v. compra, valor com acréscimo e valor com decréscimo usar formatação condicionar definindo uma cor pra cada uma das lojas da coluna comprar no usar formatação condicionar definindo uma cor pra cada uma das lojas da coluna situação vermelho repor estoque e azul estoque normal configurar página criar um gráfico do tipo pizza da coluna material e v. compra Criar um gráfico do tipo coluna da coluna material e todas as 3 lojas

53

Criar uma planilha interligada Passo a Passo páginas 54 até 58  Gerenciamento de Nomes

Criar uma planilha interligada Passo a Passo páginas 54 até 58

Gerenciamento de Nomes

Caixa de Combinação

Botão de Rotação

Rolagem

Caixa de Grupo

Botão de Seleção

Função Índice

Pgto

 Botão de Seleção  Função Índice  Pgto Figura 1 - Planilha Simulação de Vendas

Figura 1 - Planilha Simulação de Vendas

Nesta planilha estaremos aplicando uma série de objetos para tornar mais flexível a consulta de produtos que são vendidos por uma loja de eletrodomésticos. Deste modo o cliente desta loja escolhe o produto desejado em uma lista (Produto) e a planilha deverá apresentar automaticamente o valor unitário do produto selecionado, sem a necessidade de macroprogramação. Define a quantidade de produtos que pretende levar (em Quant.), indica condições de pagamento (% Entrada e Número Parcelas) e a planilha já apresenta o valor total das mercadorias (Total da Venda) e o valor da prestação (Valor da Parcela).

Na segunda planilha da pasta de trabalho, encontramos a planilha Apoio, conforme indicado na Figura 2.

54

Figura 2 - Planilha Apoio Esta planilha contém 3 tabelas com áreas nomeadas que visam
Figura 2 - Planilha Apoio Esta planilha contém 3 tabelas com áreas nomeadas que visam

Figura 2 - Planilha Apoio

Esta planilha contém 3 tabelas com áreas nomeadas que visam facilitar o trabalho com os objetos de formulários do MS-Excel. A primeira tabela indica o fator referente as despesas de Frete e Seguro (intervalo de A2 até B5). A segunda tabela indica o número de prestações e a taxa de juros para cada parcela (intervalo de D2 até E15). A terceira tabela indica a lista de produtos e o seu respectivo preço (intervalo de G2 até H10).

Observe os nomes definidos para cada uma das áreas indicadas.

1 Na célula B2 desenhe um controle Drop-down, que irá listar todos os produtos.

Após desenhá-lo, pressione o botão direito do mouse sobre este controle, selecione Formatar Objeto.

2 Na caixa de diálogo Formatar Objeto, selecione a guia Controle, e você terá a seguinte caixa de diálogo:

, selecione a guia Controle , e você terá a seguinte caixa de diálogo: Figura 3

Figura 3 - Propriedades do objeto Drop Down.

55

Atribua os seguintes valores. Onde: · Intervalo de entrada : produto · Vínculo da célula

Atribua os seguintes valores.

Onde:

·

Intervalo de entrada:

produto

·

Vínculo da célula:

$B$2

·

Linhas Drop down:

4

3

Na célula B3, vamos inserir uma função que irá pesquisar o valor do produto na

planilha Apoio, em uma área chamada Tabela. Para o nosso exemplo vamos usar a função ÍNDICE da seguinte forma: = ÍNDICE(Tabela;B2;2). Obs: digitar o nome da fórmula em caracteres maiúsculos exatamente como acima.

4. Na célula C4, vamos inserir um controle que irá informar a quantidade de produtos a serem adquiridos. Dessa forma insira um Controle giratório, usando o botão direito sobre este, selecione Formatar Objeto, na guia Controle insira os seguintes dados. Onde:

Valor Mínimo:1

Valor Máximo:30

Mudança Incremental:1

Vínculo da célula: $B$4

5. Na célula C6 insira um Controle giratório e, usando o botão direito sobre este, selecione Formatar Objeto. Na guia Controle insira os seguintes valores:

Onde:

Valor mínimo: 10

Valor máximo: 100

Mudança incremental: 5

Vínculo da célula: $C$6

Como o controle giratório não permite trabalharmos com valores de mudança incremental inferior a 1, devemos utilizar uma célula de apoio para indicarmos o valor percentual desejado.

6 Na célula B6, devemos inserir uma fórmula que irá exibir o valor da entrada em Percentual. Dessa forma insira a seguinte fórmula: =C6/100.

7 Em C7, desenhe um Barra de rolagem, usando o botão direito sobre este,

selecione Formatar Objeto, na guia Controle insira os seguintes dados:

Onde:

· Valor Mínimo:

1

· Valor Máximo:

12

56

· Mudança Incremental : 1 · Mudança de página : 0 · Vínculo da célula

·

Mudança Incremental: 1

·

Mudança de página:

0

·

Vínculo da célula:

$B$7

8

Na célula B8 vamos inserir uma fórmula que faz o cálculo da taxa de juros, com

base

no número de parcelas selecionada. Observe que na fórmula existe um nome de um

intervalo. Este nome refere-se à tabela usada na planilha chamada Apoio.

=ÍNDICE(Taxa_Juros;B7;2)

9 Na célula B9 vamos inserir uma fórmula para exibir o valor da entrada, dessa forma

digite: =B5*B6. Lembrando que na célula B5 contém uma fórmula que traz o valor total da compra, dependendo do local da entrega e na célula B6, contém uma fórmula que traz o

valor

Percentual da Entrada.

10

Na célula B10, devemos inserir uma fórmula que, com base no valor da entrada,

Taxa

de Juros, Número de parcela, Valor total e subtraindo a entrada informada irá exibir

o

valor da parcela. Dessa forma digite a seguinte fórmula:

=SE(B6=1;0;PGTO(B8;B7;B5*(B6-1))).

11 Para finalizar devemos indicar o valor total da venda, de forma que na célula B11,

insira a seguinte fórmula: =B10*B7+B9.

12. Para que os números apresentados sejam exibidos de forma correta devemos

formatá-los da seguinte forma, selecione a célula B3 pressione a tecla [CTRL] e clique

nas células B5, B9, B10 e B11.

13. Mantendo as células acima selecionadas pressione o botão direito do mouse,

selecione Formatar Células e na guia Número selecione a categoria Moeda com duas casas decimais.

14. Utilizando o mesmo procedimento acima descrito, selecione as células B6 e B8,

aplicando o formato Porcentagem com 2 casas decimais.

15 Para finalizar vamos personalizar a planilha colocando uma cor em toda a sua

extensão, para isso clique no botão Selecionar Tudo e clique no botão Cores

selecionando a cor Verde.

16. Para que os números exibidos nas células C6 e E10 sejam ocultos, selecione estas

células e aplique o formato personalizado ;;; (três pontos e virgulas) para ocultar a apresentação das informações das células.

17. Na célula D3 insira uma Caixa de grupo e digite o seguinte título: Local da Entrega.

18. Na caixa de grupo, adicione 3 botões e aplique os nomes conforme relação abaixo.

Para executar este passo utilize o Botão de opção da barra de ferramentas Formulários

Grande São Paulo Estado de São Paulo Outros Estados

57

19. Com o botão direito do mouse sobre um dos botões de opção, selecione Formatar

19. Com o botão direito do mouse sobre um dos botões de opção, selecione Formatar Objeto e na guia Controle em Vínculo da célula digite E10 e pressione a tecla F4 e pressione o botão OK.

Dessa forma será exibido como: $E$10. Sendo que à cada seleção dos botões será atribuído automaticamente um número de 1 à 3. Clique sobre os botões e observe em

E10.

20

Na célula B5, vamos inserir uma fórmula que irá exibir o valor total da compra, com

base

no

local

de

entrega Dessa forma devemos inserir a fórmula:

=(B3*B4)*ÍNDICE(TabelaFrete;E10;1).

21 Clique na guia da planilha Apoio e observe a tabela: Despesas de Frete e Seguro

- Fator. A fórmula acima, esta baseada nesta tabela, onde ao selecionar um local de

entrega será adicionado o valor do frete correspondente.

22 Clique nos botões de opção e veja que o Valor Total é alterado dependendo do

Local da Entrega.

23 Dessa forma a sua planilha deverá estar como abaixo:

Local da Entrega. 23 Dessa forma a sua planilha deverá estar como abaixo: Figura 4 -

Figura 4 - Resultado Final do Formulário

58

Planinha com funções Financeiras PLANILHA – VP E VF Em Código , usar validação. Em

Planinha com funções Financeiras

Planinha com funções Financeiras PLANILHA – VP E VF Em Código , usar validação. Em Produto

PLANILHA VP E VF

Em Código, usar validação. Em Produto, Pagamento e Duração, usar PROCV (sofrerá alteração quando o código sofrer mudança). Em Valor Presente, usar a função VP. Em Valor futuro, usar a função VF.

59

PLANILHA – CONTROLE DE DUPLICATAS Em DATA ATUAL , use a fórmula Hoje. Em SITUAÇÃO

PLANILHA CONTROLE DE DUPLICATAS

PLANILHA – CONTROLE DE DUPLICATAS Em DATA ATUAL , use a fórmula Hoje. Em SITUAÇÃO ,

Em DATA ATUAL, use a fórmula Hoje.

Em SITUAÇÃO, função se, se o vencimento for igual à data atual; pague hoje; se for menor; vencida; caso contrario à vencer.

Em ATRASO, se o vencimento for maior ou igual à data atual; zero; caso contrário data atual menos vencimento.

Em MULTA, se o ATRASO for igual a zero; zero; se ATRASO for menor ou igual a dez; multiplica VALOR por 10%; se ATRASO for menor ou igual a 30; multiplica VALOR por 35%; caso contrário “SPC”.

Em VALOR A PAGAR, se MULTA for igual a “SPC” deve aparecer Negociação caso contrário deve somar o VALOR à MULTA.

Em VALOR TOTAL da tabela VALOR TOTAL DAS DUPLICATAS, usar

SOMASE.

60

PLANILHA – FINANCIAMENTO DE COMPUTADORES No campo Modelo , usar validação com base na lista

PLANILHA FINANCIAMENTO DE COMPUTADORES

PLANILHA – FINANCIAMENTO DE COMPUTADORES No campo Modelo , usar validação com base na lista de

No campo Modelo, usar validação com base na lista de modelos disponível No campo Valor, usar PROCV para mostrar o valor de acordo com o modelo

escolhido.

No campo Configuração, usar PROCV para mostrar a configuração de acordo com o modelo escolhido. No campo Itens Adicionais, usar PROCV para mostrar os Itens Adicionais de acordo com o modelo escolhido.

TABELA - PAGAMENTO

No campo À VISTA, sofrerá alteração quando mudar o valor do modelo na tabela anterior e com um desconto de 5% No campo ENTRADA, use a barra de rolagem do controle de formulários para determinar o valor de entrada mínimo R$ 50,00 e o máximo de R$ 700,00 sofrendo um incremento de 50. No campo PARCELAS, use a barra de rolagem do controle de formulários para determinar o número de parcelas a critério do cliente mínimo 1 e o máximo de 48 sofrendo um incremento de 1. No campo JUROS, realizar o cálculo, se o número de parcelas menor ou igual a 10 terá 0% de juros; até 24 parcelas serão 3% e acima disto 6%. No campo VALOR DAS PARCELAS, use a função Se e PGTO, porém, deve notar um detalhe quando o cliente escolher pagar à vista deve aparecer o valor à vista

61

No campo TOTAL FINANCIADO , é multiplicado o VALOR DAS PARCELAS Pelo número de PARCELAS.

No campo TOTAL FINANCIADO, é multiplicado o VALOR DAS PARCELAS Pelo número de PARCELAS. No campo TOTAL DA COMPRA, calcular o VALOR FINANCIADO mais a ENTRADA.

Insira a forma de estrela na planilha e vá em inserir função e digite =c16”.Então, irá aparecer o valor que contiver na tabela pagamento no campo à vista.

aparecer o valor que contiver na tabela pagamento no campo à vis ta. RESULTADO PLANILHA MICROSYSTEM

RESULTADO

aparecer o valor que contiver na tabela pagamento no campo à vis ta. RESULTADO PLANILHA MICROSYSTEM

PLANILHA MICROSYSTEM

aparecer o valor que contiver na tabela pagamento no campo à vis ta. RESULTADO PLANILHA MICROSYSTEM

TABELA CÁLCULOS

62

No campo PRODUTO , usar Validação com base na lista de produtos. No campo VALOR

No campo PRODUTO, usar Validação com base na lista de produtos. No campo VALOR, usar a função Procv de modo a sofrer alteração na mesma quando mudar o produto. No campo QUANTIDADE, usar o botão de rotação do controle de formulário. (o valor mínimo será 1 o máximo 12, alteração incremental 1 e vinculo em C10). No campo VALOR TOTAL, multiplicar o Valor pela Quantidade. No campo FORNECEDOR, Usar a função Procv que sofrerá alteração de acordo com o produto escolhido.

TABELA DEDUÇÕES No campo ENTRADA, usar a barra de rolagem do controle de formulário. (o valor mínimo 25 e o máximo de 100, alteração incremental 10 e vinculo a célula D16) No campo TOTAL, será o Valor menos valor vezes o percentual Entrada. No campo PARCELAS, usar validação com base na lista de quantidade de

parcelas.

No campo JUROS, usar a função Procv que sofrerá alteração quando mudar o número de parcelas. No campo VALOR DA PARCELA, usar PGTO. No campo VALOR FINANCIADO, será a multiplicação do Valor da Parcela pelas Parcelas.

63

MODELO DE PRODUÇÃO Digite as informações abaixo. Após, digitado os valores vá à guia DESENVOLVEDOR
MODELO DE PRODUÇÃO Digite as informações abaixo. Após, digitado os valores vá à guia DESENVOLVEDOR

MODELO DE PRODUÇÃO

Digite as informações abaixo.

MODELO DE PRODUÇÃO Digite as informações abaixo. Após, digitado os valores vá à guia DESENVOLVEDOR e

Após, digitado os valores vá à guia DESENVOLVEDOR e no comando controle clique sobre INSERIR e insira uma CAIXA DE COMBINAÇÃO sobre a célula B11;

DESENVOLVEDOR e no comando controle clique sobre INSERIR e insira uma CAIXA DE COMBINAÇÃO sobre a

64

Clique com o botão direito sobre a CAIXA DE COMBINAÇÃO e em Formatar controle ,

Clique com o botão direito sobre a CAIXA DE COMBINAÇÃO e em Formatar controle, posteriormente irá aparece a seguinte caixa:

controle , posteriormente irá aparece a seguinte caixa: nosso exemplo é a célula A11 ; 1

nosso exemplo é a célula A11;

1 - Em Intervalo de entrada, é definido o intervalo de células que serão mostrados pela caixa de combinação. Pode ser digitado, por exemplo: B5:B9. Todas as células entre B5 e B9 fazem parte dessa seleção. Se preferir, use o mouse para selecionar. O Excel preenche o campo Intervalo de entrada como: $B$5:$B$9. A diferença aqui é o símbolo “$” que serve para fixar as linhas e colunas.

2 - No campo Vinculo de célula, é indicada uma célula para guardar a informação sobre o produto que estamos selecionando, em

3 - Em Linhas suspensas, defina a quantidade de produtos que deverá aparecer na caixa de combinação;

4 - Marque a opção Sombreamento 3D;

5 - Clique no botão OK.

*Para ver o efeito da ferramenta, tire a seleção do objeto clicando em qualquer célula e, em seguida, clique na caixa de combinação. Aparecem todos os nomes do intervalo que foi determinado. Escolha um produto e observe que a célula A11 é preenchida com o número referente ao produto selecionado. **se precisar de algum acerto, volte em Formatar controle clicando com o botão inverso sobre a caixa de controle.

BOTÃO DE ROTAÇÃO

Na guia Desenvolvedor Inserir clique em Botão de Rotação e crie abaixo da Caixa de Combinação.

Na guia Desenvolvedor – Inserir clique em Botão de Rotação e crie abaixo da Caixa de

65

Clicando com o botão direito sobre o Botão de rotação vá a Formatação de controle

Clicando com o botão direito sobre o Botão de rotação vá a Formatação de

controle.

Em Valor atual, digite 1;

1- No mínimo, escolha 1; 2- Em

Valor máximo,

escolha o último número de sua lista de produtos;

3- Em Alteração Incremental, mantenha 1; 4- No campo Vínculo da célula, clique na mesma célula que foi usada na caixa de combinação, em nosso exemplo: A11; 5- Clique em OK;

Valor

campo

em nosso exemplo: A11; 5- Clique em OK ; Valor campo PREENCHIMENTO AUTOMATICO (EXPANÇÃO) Na célula

PREENCHIMENTO AUTOMATICO (EXPANÇÃO)

Na célula C11, digite “=C4”; o resultado será cópia do conteúdo da célula indicada. Clicando sobre o canto inferior direito da seleção da célula e arrastando até L11.

Toda a linha 11 deverá

repertir o conteúdo da linha 4.

. Toda a linha 11 deverá repertir o conteúdo da linha 4. PROCV A célula que

PROCV

A

célula que será realizado o cálculo e a C12;

O

Valor_procurado estará na célula A11; *não esqueça de fixar

A

Matriz_tabela, será de A5:L9; *não esqueça de fixar

Núm_indice_coluna, é o número da coluna que terá seu conteúdo retornado.

Exemplo: a primeira será 3.

66

*Agora estenda(expanda) a seleção cruz preta ; **Altere somente o número_indice_coluna , nas células subseqüentes.
*Agora estenda(expanda) a seleção cruz preta ; **Altere somente o número_indice_coluna , nas células subseqüentes.

*Agora estenda(expanda) a seleção cruz preta; **Altere somente o número_indice_coluna, nas células subseqüentes.

Agora mescle as seguintes células D13 com E13, F13 com G13, H13 com I13 e J13 com K13. E, agora, digite como no exemplo abaixo.

e J13 com K13 . E, agora, digite como no exemplo abaixo. 1- Na Célula D14

1- Na Célula D14, calcule a Média De Produção; *=MÉDIA(C12:L12) 2- Na célula F14, calcule a Maior Produção; * =MÁXIMO(C12:L12) 3- Na célula H14, calcule o Taxa de Crescimento no Período (%);

*=L12/C12-1

**O “-1” serve para indicar que o resultado apresente apenas a variação que houve no período. ***Formate o resultado para Estilo porcentagem na guia Inicio.

4- Na célula J14, calcule a Taxa de Crescimento do Último Período;

*=L12/K12-1

**Formate para o Estilo Porcentagem.

67

ALTERANDO A COR DO PREENCHIMENTO DA PLANILHA Selecione as células de A1:S29 e escolha a
ALTERANDO A COR DO PREENCHIMENTO DA PLANILHA Selecione as células de A1:S29 e escolha a

ALTERANDO A COR DO PREENCHIMENTO DA PLANILHA

Selecione as células de A1:S29 e escolha a Cor de Preenchimento Branco, Plano de Fundo 1, Mais Escuro 25%.

– Branco, Plano de Fundo 1, Mais Escuro 25% . BORDA Selecione de B4 até L9

BORDA Selecione de B4 até L9, vá em Bordas Mais Bordas. Em Estilo, selecione uma linha grossa; Escolha a CorBranco, Plano de Fundo 1, Mais Escuro 50%;

Mais Bordas. Em Estilo , selecione uma linha grossa; Escolha a Cor – Branco, Plano de

68

Resultado: CAIXA DE GRUPO Insira a caixa de grupo indo na guia Desenvolvedor – Inserir

Resultado:

Resultado: CAIXA DE GRUPO Insira a caixa de grupo indo na guia Desenvolvedor – Inserir –

CAIXA DE GRUPO

Insira a caixa de grupo indo na guia Desenvolvedor Inserir Caixa de Grupo de modo que pareça com o exemplo.

de grupo indo na guia Desenvolvedor – Inserir – Caixa de Grupo de modo que pareça

Resultado:

de grupo indo na guia Desenvolvedor – Inserir – Caixa de Grupo de modo que pareça

69

Selecione o intervalo de C11:L12 e vá em Bordas – Mais bordas. Na janela Formatar

Selecione o intervalo de C11:L12 e vá em Bordas Mais bordas.

o intervalo de C11:L12 e vá em Bordas – Mais bordas. Na janela Formatar células e

Na janela Formatar células e na guia Bordas, em Estilo escolha a borda mais grossa e a cor Branco, Plano de Fundo 1, Mais Escuro 50%.

grossa e a cor Branco, Plano de Fundo 1, Mais Escuro 50%. Resultado: Adicione a borda

Resultado:

Adicione a borda a esquerda e

superior

Escolha a cor Branco e inferior e direita

adicione

Mais Escuro 50%. Resultado: Adicione a borda a esquerda e superior Escolha a cor Branco e

70

Agora selecione de D13:K14 Vá novamente a Bordas e adicione esquerda – Branco, mais escuro

Agora selecione de D13:K14

Agora selecione de D13:K14 Vá novamente a Bordas e adicione esquerda – Branco, mais escuro 50%

Vá novamente a Bordas e adicione esquerda Branco, mais escuro 50% e Branco na inferior e direita

– Branco, mais escuro 50% e Branco na inferior e direita FORMATAÇÃO CONDICIONAL Em nossa planilha,

FORMATAÇÃO CONDICIONAL

Em nossa planilha, queremos que a maior produção do produto selecionado tenha uma formatação de célula diferente das demais. Para isso usaremos a formatação condicional conforme os passos a seguir:

1- Selecione as células que contêm a quantidade de produção de cada produto. Em nosso exemplo, são as células C5:L9; 2- Na guia Inicio, clique em Formatação Condicional Realça Regras das Células Mais Regras;

C5:L9 ; 2- Na guia Inicio, clique em Formatação Condicional – Realça Regras das Células –

71

3 – No primeiro campo, Valor da 4 5 – No segundo campo, é igual

3 No primeiro campo, Valor da

4

5

No segundo campo, é igual a;

No

terceiro

campo,

basta

segundo campo, é igual a ; – No terceiro campo, basta célula ; definir com a

célula;

definir com a célula F14;

 

6

Clique

em

Formatar

,

escolha:

Fonte:

a

cor

Azul

Escuro

,

Preenchimento: Azul Claro;

7 Clique em OK.

GRÁFICOS

Preenchimento: Azul Claro; 7 – Clique em OK . GRÁFICOS Para o primeiro gráfico Inserir ,

Para

o

primeiro

gráfico

Inserir,

o

selecione o intervalo de C11:L12;

a

comando

modelo Linhas;

Gráficos

guia

e

escolha

Vá a comando modelo Linhas; Gráficos guia e escolha Para o Segundo gráfico, selecione o intervalo

Para

o

Segundo

gráfico,

selecione o intervalo de B4:L9;

Vá a guia Inserir, comando Gráficos e escolha o modelo Linhas Empilhadas;

Formate o restante da tabela para que fique parecido com o exemplo do inicio do exercício.

72

Bloqueie as células que contenham formulas de modo que não possam ser alteradas e vistas.

Bloqueie as células que contenham formulas de modo que não possam ser alteradas e vistas.

Salve com o nome Modelo de Produção.

SAPATARIA VISUAL - SUBTOTAL

Faça o cálculo do subtotal com base na alteração de CLIENTES e a soma

destes. SENSO – SUBTOTAL Faça o cálculo do subtotal com base na alteração na REGIÃO
destes.
SENSO – SUBTOTAL
Faça o cálculo do subtotal com base na alteração na REGIÃO e a soma
destes.

73

TABELA DINAMICA Criar uma tabela e gráfico dinâmico. 74

TABELA DINAMICA

TABELA DINAMICA Criar uma tabela e gráfico dinâmico. 74

Criar uma tabela e gráfico dinâmico.

TABELA DINAMICA Criar uma tabela e gráfico dinâmico. 74

74

Criando gráfico com Caixa de combinação e Função Desloc Função Desloc Retorna uma referência para

Criando gráfico com Caixa de combinação e Função Desloc

Função Desloc

Retorna uma referência para um intervalo, que é um número especificado de linhas e colunas de uma célula ou intervalo de células. A referência retornada pode ser uma única célula ou um intervalo de células. Você pode especificar o número de linhas e de colunas a serem retornadas.

Sintaxe: DESLOC(ref;lins;cols;altura;largura)

Obs : com a caixa de combinação e a função Desloc, vai gerar gráficos individuais cada vez que selecionamos o produto na caixa de combinação.

e a função Desloc , vai gerar gráficos individuais cada vez que selecionamos o produto na

75

Folha de Pagamento Avançada  Gerenciamento de nomes  Caixa de combinação  Botão de

Folha de Pagamento Avançada

Gerenciamento de nomes

Caixa de combinação

Botão de rotação e Rolagem

Função índice

Função se e Função procv

 Caixa de combinação  Botão de rotação e Rolagem  Função índice  Função se

76

Planilhas Interligadas páginas 77 até 78  Digitar todas as 03 planilhas e formatar 

Planilhas Interligadas páginas 77 até 78

Digitar todas as 03 planilhas e formatar

Criar mais uma planilha com o nome menu principal

Criar as seguintes macros Curso, Cadastro, Menu Principal e Recibo

Na planilha menu principal criar os seguintes botões de macros Cadastro, Curso e Recibo

Nas planilhas Cadastro, Curso e Recibo inserir a macro menu principal através do botão formas atribuindo macros para interligar todas as planilhas

Na planilha recibo aluno e cursos criar uma formula com a função se e procv juntas que no momento que inserirmos o código do aluno ou código do curso esses campos sejam preenchidos automaticamente.

Resposta planilha Recibo

o Exemplo =SE(endereço fixo do código>0;PROCV(Endereço fixo do Código;Cadastro!clicar em cima da letra A até L;2;FALSO);" ")

Testar as macros e formulas

Proteger dados da planilha

Curso

até L;2;FALSO);" ")  Testar as macros e formulas  Proteger dados da planilha  Curso

Cadastro

até L;2;FALSO);" ")  Testar as macros e formulas  Proteger dados da planilha  Curso

77

 Recibo  Menu Principal 78

Recibo

 Recibo  Menu Principal 78

Menu Principal

 Recibo  Menu Principal 78

78

Planilhas interligadas páginas 79 até 85 Cliente 79

Planilhas interligadas páginas 79 até 85

Cliente

Planilhas interligadas páginas 79 até 85 Cliente 79

79

 Criar o gerenciamento de nomes na tabela Clientes e no campo comentário informar o

Criar o gerenciamento de nomes na tabela Clientes e no campo comentário informar o número da coluna e nome do campo para facilitar a localização

‘    
‘    
‘    
‘    
‘    
‘    

   
‘    

80

Posição de Vendas Data 05/jun 12/abr 23/mar 04/fev 01/jun 20/jan 15/jul 30/out

Posição de Vendas

Posição de Vendas Data 05/jun 12/abr 23/mar 04/fev 01/jun 20/jan 15/jul 30/out

Data

05/jun

12/abr

23/mar

04/fev

01/jun

20/jan

15/jul

30/out

05/set

18/jun

19/mar

24/fev

13/jan

30/jun

81

Fórmulas Cliente =PROCV(Código tabela posição de vendas;cliente;Número da coluna ) Cidade =PROCV(Código tabela

Fórmulas Cliente =PROCV(Código tabela posição de vendas;cliente;Número da coluna ) Cidade =PROCV(Código tabela posição de vendas;cliente;Número da coluna ) Vendedor =PROCV(PROCV(Cidade da tabela posição de vendas;regiao;número da coluna);regiao_vendedor;número da coluna) Valor=PROCV(produto da tabela posição de vendas;produtos;número da coluna) Valor Total =TETO(Valor*qtde;1) Comissão =PROCV(PROCV(cidade da tabela posição de vendas;regiao;número da coluna);regiao_vendedor;número da coluna)*valor total Lucro =(valor da tabela posição de vendas-PROCV(Produto da tabela posição de vendas;prod;número da coluna))*qtde da tabela posição de vendas Total da linha 19 usar a função =soma(intervalo) % de lucro no Total =ARRED(total da coluna lucro*100/valor total;0)/100 Lucro ideal =Percentual variável*total da soma da coluna valor total

Planilha Consulta

lucro*100/valor total;0)/100 Lucro ideal =Percentual variável*total da soma da coluna valor total Planilha Consulta 82

82

Cliente criar caixa de grupo e Criar caixa de combinação Formatar caixa de combinação clicar

Cliente criar caixa de grupo e Criar caixa de combinação Formatar caixa de combinação clicar com botão direito formatar controle Cidade =PROCV(vinculo cliente;cliente;nº coluna) Região =PROCV(vinculo cliente;cliente;nº da coluna) Data da Última Compra =PROCV(vinculo cliente;'Posição de Vendas'!intervalo da coluna até data;número da coluna) Total Qtde Comprada =SOMASE('Posição de Vendas'!intervalo código;vínculo cliente;'Posição de Vendas'!intervalo quantidade) Total Gasto =SOMASE('Posição de Vendas'!intervalo código;vinculo cliente;'Posição de Vendas'!intervalo valor total)

cliente;'Posição de Vendas'!intervalo valor total) Produto Criar caixa de grupo Criar caixa de combinação e
cliente;'Posição de Vendas'!intervalo valor total) Produto Criar caixa de grupo Criar caixa de combinação e
cliente;'Posição de Vendas'!intervalo valor total) Produto Criar caixa de grupo Criar caixa de combinação e

Produto

Criar caixa de grupo Criar caixa de combinação e formatar controle Valor Unitário =PROCV(vínculo produto;produto;número da coluna) Preço de venda =PROCV(vínculo produto;produto;número da coluna) Qtde de Estoque =PROCV(vínculo produto;produto;número da coluna) Qtde Vendida Jan/Out =SOMASE('Posição de Vendas'!$intervalo produto

fixo;PROCV(vinculo produto;produto;nº coluna);'Posição de Vendas'!intervalo quantidade)

Lucro obitdo jan/out

de Vendas'!intervalo quantidade) Lucro obitdo jan/out =SOMASE('Posição de Vendas' intervalo produto

=SOMASE('Posição de Vendas' intervalo produto

fixo;PROCV(Consulta!vinculo produto;produto;nº coluna);'Posição de Vendas'!intervalo lucro)

Vendedor Criar caixa de grupo Criar caixa de combinação e formatar controle Região =PROCV(vinculo vendedor;vendedor;nº da coluna) % Comissão =PROCV(vinculo vendedor;vendedor;nº da coluna) Ganho Jan/Out =SOMASE('Posição de Vendas'!$intervalo vendedor;PROCV(vinculo vendedor;vendedor;nº da coluna);'Posição de Vendas'!intervalo comissão) Qtde Vendida Jan/Out =SOMASE('Posição de Vendas'! intervalo vendedor;PROCV(vínculo vendedor;vendedor;nº da coluna);'Posição de Vendas'!intervalo quantidade)

intervalo vendedor;PROCV(vínculo vendedor;vendedor;nº da coluna);'Posição de Vendas'!intervalo quantidade ) 83
intervalo vendedor;PROCV(vínculo vendedor;vendedor;nº da coluna);'Posição de Vendas'!intervalo quantidade ) 83

83

Planilha Pedido Cliente Cliente criar caixa de combinação e formatar controle Código foi criado um

Planilha Pedido

Cliente Cliente criar caixa de combinação e formatar controle Código foi criado um vinculado Região
Cliente
Cliente criar caixa de combinação e formatar
controle
Código foi criado um vinculado
Região =PROCV(vinculo cliente;cliente;nº coluna)
Cidade
=PROCV(vínculo cliente;cliente;número coluna)
Produto
Produto criar uma caixa de combinação e formatar
controle
Código já possui vinculo
Preço Unitário =PROCV(vinculo produto;produto;nº da coluna)
Preço de Venda =preço unitário+(preço unitário*L20)
Qtde =PROCV(vinculo produto;produto;número da coluna)
Digitar uma quantidade na célula L20
Vendedor =PROCV(end região em Clientes;região_vendedor;nº da coluna)
Quantidade pedida
Qtde Pedida digar uma quantidade
Valor Final =preço de venda*quantidade vendida
Financiamento
% de juros digitar um percentual de 5%
Botão de opção 12x, 24x e á vista criar e formatar controle
Valor =SE(vículo botão de opção<>3;-PGTO(percentual de juros/100;SE(vinculo botão de
opção=1;12;24);valor final);valor final)
84
Criar a tela do menu principal com as seguintes opções Criar uma nova planilha com

Criar a tela do menu principal com as seguintes opções Criar uma nova planilha com o nome menu principal Criar uma macro chamada Clientes Adicionar o menu desenvolvedor Clicar em gravar macro e digitar o nome da macro Definir as opções da macro e no final clicar em parar macro Criar uma macro chamada posição de vendas Criar uma macro chamada consulta Criar uma macro chamada pedido Criar uma macro chamada menu principal Na planilha menu principal criar os botões da macro no menu desenvolvedor Clicar no botão inserir e escolher o 1º botão Clicar editar texto ou digitar o nome do botão e clicar com botão direito e escolher atribuir macro

Tela do Menu Prinicipal

editar texto ou digitar o nome do botão e clicar com botão direito e escolher atribuir

85

Planilhas interligadas Exer1_Móveis pagínas 86 até 91 Clientes 86

Planilhas interligadas Exer1_Móveis pagínas 86 até 91

Clientes

Planilhas interligadas Exer1_Móveis pagínas 86 até 91 Clientes 86

86

87
87

87

Produtos de Informática 88

Produtos de Informática

Produtos de Informática 88

88

Pedido Móveis  Pesquisa Produto Informe o produto – criar uma caixa de combinação e

Pedido Móveis

Pedido Móveis  Pesquisa Produto Informe o produto – criar uma caixa de combinação e formatar

Pesquisa Produto

Informe o produto criar uma caixa de combinação e formatar controle

– criar uma caixa de combinação e formatar controle Código já possui um vinculo Produto
– criar uma caixa de combinação e formatar controle Código já possui um vinculo Produto

Código já possui um vinculo

Produto =PROCV(Código;móveis;número da coluna)

Preço =PROCV(código;móveis;número da coluna)

Arredondamentos =PROCV(código;móveis;número da coluna) =PROCV(código;moveis;número da coluna) =PROCV(código;moveis;número da coluna)