Você está na página 1de 5

Universidade do Vale do Itajaí

Curso: Administração
Disciplina: Estágio I
Discente: Diego de Souza Pio
6º Período Turma: 211
Data: 30/04/20009

1 COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIO?

Hoje, com a competitividade das empresas, o risco de abrir uma empresa é


grande, principalmente quando não tem conhecimento dos objetivos, missão, visão,
planejamento estratégico, análise financeira. São essas informações que definirá o
rumo da futura empresa. Este artigo tem o objetivo de demonstrar a importância do
empreendedorismo e plano de negócios e como um empreendedor iniciante pode
elaborar um plano de negócio, seguindo os requisitos necessários para tomada de
decisão.
Segundo o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas
Empresas) (2007a, p. 14), as “[...] empresas de pequeno porte que sobrevive pelo
menos dois anos passou de 50,6% em 2002 para 78% em 2005, ou seja, 27,4% a
mais de MPE permanecem em atividade.” Isso demonstra que o fator importante
está na qualificação, experiência dos empresários e a estabilidade da economia
brasileira.
De acordo com o GEM (Global Entrepreneurship Monitor) (2008, p. 31),
identificou que “[...] o Brasil atinge a razão de dois empreendedores por
oportunidade para cada empreendedor por necessidade [...]”.
O tema empreendedorismo começou a ser difundido nos finais dos anos 90
aqui no Brasil, pelo fato de o país apresentar alta taxa de mortalidade na micro e
pequena empresa. No Brasil, aproximadamente 90% das empresas que geram
riquezas para o país são micro e pequena empresa.
O que significa a palavra empreendedorismo? Segundo Dolabella (2006,
p.26), o empreendedorismo é uma palavra traduzida do termo “[...] entrepreneurship,
que contém as idéias de iniciativa e inovação.” O empreendedorismo é um
2

fenômeno social, responsável pelo desenvolvimento econômico de um país através


da inovação. (DOLABELLA, 2006).
Antes de começar a falar de planos de negócios, vamos definir o que é uma
idéia e uma oportunidade. Segundo Carpes (2009) a definição de idéia está
relacionada a algo abstrato, um pensamento. A idéia é importante, pois é o inicio da
identificação de uma oportunidade.
Segundo Dolabella (1999, p.87), “Oportunidade é uma idéia que está
vinculada a um produto ou serviço que agrega valor ao seu consumidor, seja através
de uma da inovação ou diferenciação.” Isso quer dizer para o empreendedor que a
oportunidade vem da agregação de valor num algum produto ou serviço ou criar algo
novo que atenda um nicho de mercado.
Identificando uma idéia ou oportunidade, com um plano de negócios bem
elaborado, visa detectar a viabilidade de ir adiante. De acordo com Dornelas (2000)
a definição de um plano de negócio é geralmente usada para descrever
minuciosamente o negócio. O plano de negócios pode:
[...] identificar os riscos e propor planos para minimizá-los e até mesmo
evitá-los; identificar seus pontos fortes e fracos em relação concorrência e o
ambiente de negócio em que você atua; conhecer seu mercado e definir
estratégias de marketing para seus produtos e serviços; analisar o
desempenho financeiro de seu negócio, avaliar investimentos, retorno sobre
o capital investido; enfim, você terá um poderoso guia que norteará todas as
ações de sua empresa. (DORNELAS, 2000, p. 05).
Com um plano de negócio bem elaborado, não quer dizer que nem sempre é
viável abrir um negócio, o plano de negócio ajuda o empreendedor a tomar decisões
com menor índice de riscos. Segundo Oliveira (2004, p. 16-17):
[...] as agências de fomento (CNPq, FINEP, FAPERJ); SEBRAE; os Bancos
de Desenvolvimento (BNDS, BID, Banco Mundial); os Bancos Comerciais
em geral; algumas vezes os acionistas e os Parceiros de um
empreendimento, têm exigido para efeito de financiamento, a elaboração e
o cumprimento das metas estabelecidas no “Plano de Negócios”.
Para conseguir um financiamento, o plano de negócios deve estar bem
próximo da realidade, devendo ter o que relevante, ou seja, ser objetivo e focado.
“Um plano de negócio é mais que um recurso para levantar fundos, é
fundamentalmente, a base segura para operar os negócios.” (GASPERI, 2008,
p.18).
3

Para elaborar o plano de negócios, é necessário conhecer as etapas que o


compõe. Segundo o SEBRAE (2007b) para a construção do plano de negócios, é
essencial que tenha todos estes itens: sumário executivo, análise de mercado, plano
de marketing, plano operacional, plano financeiro, construção de cenários, avaliação
estratégica e a avaliação do plano de negócios.
Dornelas (2000, p. 07) “O Plano de Negócios é composto por várias seções
que se relacionam e permitem um entendimento global do negócio de forma escrita
e em poucas páginas”. Com o plano de negócios o empreendedor vê a organização
como um todo, e não como áreas separadas e isoladamente, como marketing,
recursos humanos, financeiro, gestão.
O objetivo do plano de negócios serve para responder estas questões
chaves: quem, o que, quando, onde e como. (MORRIS, 1991 Apud DIGNER, 2008).
Ao responder estas questões chaves, o empreendedor terá uma visão do seu
negócio em geral.
Segundo Dornelas (2000) o plano de negócio ao ser elaborado, deve seguir
um roteiro com as seguintes informações:
1) Capa - a capa é a primeira impressão do plano de negócios para quem se
interessa de lê-lo;
2) Sumário - o sumário tem o objetivo de informar de forma detalhada o título de
cada assunto com o número da página;
3) Sumário Executivo - o sumário executivo deve conter uma síntese do seu
negócio, com informações pertinentes para que ele for dirigido;
4) Planejamento Estratégico do Negócio - o planejamento estratégico define o
rumo da empresa, sua missão, objetivos, visão;
5) Descrição da Empresa - esta seção serve para descreve a empresa como um
todo;
6) Produtos e Serviços - descrever quais são seus produtos e serviços;
7) Análise de Mercado - fazer uma pesquisa de mercado, para se posicionar de
com uma estratégia competitiva;
8) Plano de Marketing - apresenta qual forma será melhor de comercializar,
divulgar o produto/serviço e como conquistar seus clientes;
9) Plano Financeiro - nesta seção apresenta as ações planejadas da empresa, ou
seja, o capital a investir, o fluxo de caixa, prazo de retorno sobre investimentos;
4

10) Anexos - apresenta as informações que o empreendedor ressalta para um bom


entendimento do plano. Devem constar também os currículos dos sócios.
Diante do cenário econômico, para o empreendedor ter sucesso não basta
só um diploma de curso superior, para ele ter sucesso ele precisa internalizar
conhecimentos do negócio como um todo, ou seja, ele precisa conhecer todas as
áreas da empresa para tomar decisões com menores índices de erros. O
empreendedor, na maioria das vezes erra uma, duas, três, isso é um sinal que
precisa melhorar algo a mais. O fracasso é fracasso para quem desiste, para o
empreendedor que luta, corre atrás dos seus sonhos é uma oportunidade de mudar
a sua vida e das pessoas para melhor.
Outro ponto importante, identificando a viabilidade no projeto, caso não tem
recursos financeiros para investir, com o plano de negócio permite a concessão de
um financiamento. Mas o importante do plano de negócios é as informações que ele
fornece de como se posicionar para competir no mercado.

2 REFERÊNCIAS

CARPES, André Luiz. Idéia. Dicionário informal. Disponível em: <http://www.


dicionario informal.com.br/definicao.php?palavra=id%E9ia&id=126>. Acesso em: 26
Abr. 2009.

DIGNER, Leslie. Plano de negócio para a implantação de uma empresa de


transportes rodoviária de carga em Itajaí, 2008. Trabalho de conclusão de estágio
(Curso de Administração). Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2008. Disponível em:
<http://siaibib01.univali.br/pdf/Leslie%20Digner.pdf>. Acesso em: 27 Abr. 2009.

DOLABELLA, Fernando. O segredo de Luíza. 30. ed. São Paulo: Ed. de Cultura,
2006.

______. Oficina do empreendedor. 6. ed. São Paulo: Ed. de Cultura, 1999.

DORNELAS, José Carlos. Manual de elaboração de plano de negócio para


micro, pequena e média empresa. Disponível em: < www.incubadorarevap.
com.br/download/plano_neg_estrutura.doc>. Acesso em: 23 Mar. 2009.

GASPERI, Elizangêla. Elaboração de um plano de negócios para abertura de um


minimercado em Sorocaba de Fora, 2008. Trabalho de conclusão de estágio
(Curso de Administração). Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2008. Disponível em:
5

< http://siaibib01.univali.br/pdf/Elizangela%20Gasperi.pdf>. Acesso em: 26 Abr.


2009.

OLIVEIRA, Álvaro Eduardo dos Anjos. Plano de negócios: elaboração, execução e


controle, 2004. Dissertação (Mestrado em Sistemas de Gestão). Universidade
Federal Fluminense, 2004. Disponível em: <http://www.bdtd.ndc.uff.br/ tde_
arquivos/14/TDE-2006-10-16T152754Z-493/Publico/Dissertacao%20Alvaro.pdf>.
Acesso em: 26 Abr. 2009.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS


Empreendedorismo no Brasil 2008. GEM: Global Entrepreneurship Monitor.
Disponível em:<http://201.2.114.147/bds/BDS.nsf/5D1CAC412448B04283257
57B00697DC7/$File/NT0003EF2A.pdf>. Acesso em: 26 Abr. 2009.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS. Taxas


de sobrevivência e mortalidade das micro e pequenas empresas no Brasil 2003–
2005, 2007a. SEBRAE. Disponível em: <http://www.biblioteca.sebrae.com.br
/bds/BDS.nsf/8F5BDE79736CB99483257447006CBAD3/$File/NT00037936.pdf>.
Acesso em: 26 Abr. 2009.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS. Como


elaborar um plano de negócio, 2007b. SEBRAE-MG. Disponível em: <http://www.
sebraemg.com.br/arquivos/parasuaempresa/planodenegocios/plano_de_negocios.p
df >. Acesso em: 26 Abr. 2009.