Você está na página 1de 63
REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DIREÇÃO REGIONAL DA EDUCAÇÃO E

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DIREÇÃO REGIONAL DA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO EBI DE ARRIFES

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL

2011/2012

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

ÍNDICE

Introdução

3

Metas

4

Estratégias

4

Orientações globais

7

Orientações específicas

8

Critérios de elegibilidade dos alunos a integrar o Regime Educativo Especial

9

Organização e funcionamento dos apoios do NEE

10

Tipologia e natureza dos apoios

10

Assiduidade irregular

13

Sistema de avaliação dos alunos intervencionados pelo NEE

13

Recursos Humanos e alunos integrados no REE

14

Utilização dos meios materiais concedidos

16

Identificação das turmas e grupos com Currículo Adaptado (PCA) e/ou Unidades Especializadas de Currículo Adaptado (UNECA):

17

Turma com Projecto Curricular Adaptado (PCA) UNECA Ocupacional UNECA Socioeducativa UNECA Transição para a Vida ativa UNECA Educação de Surdos

17

19

21

25

27

Caracterização de outros projetos implementados

34

Conclusão

36

ANEXOS:

37

Identificação e caracterização das problemáticas dos alunos e respetivas respostas educativas, no âmbito das Necessidades Educativas Especiais

38

Regimento do Serviço de Terapia da Fala da EBI de Arrifes

58

Programa de Educação Especial 2011/2012

2

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

INTRODUÇÃO

Este documento foi elaborado pelos Serviços Especializados de Apoio Educativo (SEAE) - Núcleo de Educação Especial, no âmbito do artigo 39º (Aplicação do regime e respostas educativas), pontos números 1 e 2, da portaria n.º 76/2009 de 23 de setembro. Surge na sequência da necessidade de formalizar um conjunto de estratégias e atividades que visam o apoio dos alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE), advenientes de “Limitações moderadas/graves e completas, de caráter permanente, ao nível das Funções e Estruturas do Corpo”. Surge, de igual modo, como forma de explanar as orientações globais a seguir e a forma de utilização dos meios humanos e materiais concedidos/disponíveis.

Este programa estrutura-se da seguinte forma:

Metas;

Estratégias;

Orientações globais;

Utilização dos meios humanos;

Utilização dos meios materiais concedidos;

Identificação das turmas e grupos com Currículo Adaptado e/ou Unidades Especializadas de Currículo Adaptado;

Identificação e caracterização das problemáticas dos alunos e respetivas respostas educativas, no âmbito das necessidades educativas especiais.

Para além de se dar cumprimento ao disposto na lei, este documento pretende ser uma ferramenta de caráter pedagógico, com a finalidade de orientar a ação do NEE, no que concerne à otimização dos recursos humanos e gestão de determinados equipamentos, bem como, proceder-se a adaptações nos espaços físicos, nomeadamente, nas acessibilidades de acordo com as problemáticas em presença.

Programa de Educação Especial 2011/2012

3

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

METAS

- Assegurar o cumprimento da escolaridade obrigatória das crianças e jovens com necessidades educativas especiais;

- Assegurar os apoios imprescindíveis junto de todas as crianças/ jovens sinalizados pelos SEAE, quer sejam da nossa responsabilidade direta ou indireta (entidades externas à escola);

- Proceder à avaliação psicopedagógica dos alunos a integrar e integrados no Regime Educativo

Especial, no decurso/final de cada ano letivo, em articulação com todos os intervenientes diretos nos seus processos educativos, de forma a aferir-se a sua integração, continuidade ou exclusão no

referido Regime Educativo Especial;

- Promover a inclusão, a normalização e a individualização das crianças com NEE na “praxis” educativa com vista à sua plena integração social;

- Organizar e executar respostas educativas diferenciadas através da implementação de programas específicos e alternativos;

- Organizar e executar programas de pré-profissionalização e formação profissional das crianças e jovens com N.E.E;

- Sensibilizar a comunidade educativa, em geral, para a problemática da inclusão, na nossa sociedade, da população com NEE;

- Cooperar com os serviços locais (saúde, segurança social, emprego e instituições particulares de solidariedade social).

ESTRATÉGIAS

- Implementação do apoio ao domicílio, no âmbito da Intervenção Precoce;

- Estimulação multissensorial, em sala de Intervenção Específica;

- Organização e execução de respostas educativas diferenciadas:

Adoção de Projeto Curricular Adaptado:

Programa de Educação Especial 2011/2012

4

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes

Turma com Projeto Curricular Adaptado;

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

Currículo Individual Adaptado Descrição dos conteúdos curriculares/ Identificação dos meios materiais/ Normas de avaliação das aprendizagens;

Adequações Curriculares:

a) redução parcial do currículo;

b) dispensa das atividades que se revelem de difícil execução para o aluno, em

função da sua incapacidade; note-se que esta resposta é apenas aplicável quando o

recurso a equipamentos especiais de compensação não resultar).

Integração numa Unidade Especializada de Currículo Adaptado (UNECA):

Ocupacional (Programa ocupacional);

Socioeducativa (Programa socioeducativo);

Transição para a Vida Ativa (Programas de despiste e orientação vocacional/ Pré- profissionalização);

Educação de surdos.

Concessão de condições especiais de matrícula (antecipação e adiamento de matrícula; frequência parcial de disciplinas no 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico e no PROFIJ, desde que esteja assegurada a sequencialidade do regime educativo comum currículo);

Introdução de adaptações materiais e de equipamentos especiais de compensação (Instalações/Material didático e de apoio pedagógico);

Adaptação da classe ou turma às características da criança ou jovem (As turmas que integrem alunos com necessidades educativas especiais, devidamente comprovadas por relatório técnico-pedagógico elaborado e aprovado nos termos da lei, que exijam particular atenção do docente, terão o máximo de 20 alunos. Entende-se que um aluno exige particular atenção do docente quando, em consequência da sua deficiência, apresente comportamentos perturbadores do normal funcionamento da atividade letiva, ou quando implique cuidado especial na realização de tarefas básicas de autonomia pessoal (higiene pessoal), mobilidade, manuseamento dos materiais escolares, em contexto sala de aula, não obstante o recurso a auxiliar de ação educativa);

Programa de Educação Especial 2011/2012

5

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

Concessão de apoio socioeducativo específico, incluindo, quando necessário, uma bolsa ocupacional destinada a permitir o apoio familiar. Também inclui o apoio individualizado prestado pelo Núcleo de Educação Especial ou por docente da unidade orgânica;

Currículo Específico Individual Pressupõe alterações significativas no currículo comum podendo as mesmas traduzir-se na introdução, substituição e/ou eliminação de objetivos e conteúdos em função do nível de funcionalidade da criança ou jovem, mediante parecer do conselho de núcleo ou conselho de turma;

Outras respostas educativas diferenciadas, enquadradas no Plano Anual de Atividades, de cada ano letivo, tais como: intercâmbio com a Quinta do Priôlo, projetos de desporto adaptado, entre outros.

- Implementação de apoio especializado direto em espaços adequados e apropriados às problemáticas evidenciadas;

- Participação na avaliação psicopedagógica e na elaboração de documentação (de acordo com a lei), bem como no acompanhamento do percurso educativo dos alunos;

- Participação nas reuniões dos Concelhos de Núcleo, dos Concelhos de Turma, do Conselho Pedagógico e noutras reuniões escolares;

- Dinamização de reuniões de aconselhamento a pais/encarregados de educação, docentes e restantes membros da comunidade educativa;

- Promoção do trabalho cooperativo entre os docentes e técnicos da educação especial e os docentes do ensino regular, pais e encarregados de educação, com vista ao sucesso educativo de todos os alunos com necessidades educativas especiais;

- Articulação efetiva dos SEAE com os Órgãos representativos da escola (Assembleia de Escola, Conselhos Pedagógico e Executivo) visando a implementação de todas as respostas educativas necessárias a uma autêntica inclusão de todos os discentes com NEE;

Programa de Educação Especial 2011/2012

6

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

- Realização de formação ao nível de Língua Gestual destinada a docentes, assistentes operacionais, outros técnicos, pais ou encarregados de educação, entre outros participantes;

- Publicação de artigos, no jornal da escola ou na página da internet, abordando variadas problemáticas;

- Comemoração de dias reconhecidos a nível nacional e internacional, relacionados com a deficiência e outras problemáticas;

- Participação em eventos comemorativos e de índole formativa de forma a divulgar-se e tomar-se conhecimento das boas “praxis” educativas sobre a inclusão de crianças/jovens com NEE em estruturas regulares de ensino;

- Promoção de ações de sensibilização/formação, junto da comunidade educativa, sobre o novo

paradigma de avaliação de crianças e jovens com necessidades educativas especiais - CIF -;

- Articulação com os serviços de ação social, de saúde e autarquias locais;

- Constituição de parcerias com instituições públicas e particulares.

ORIENTAÇÕES GLOBAIS

A nossa ação baseia-se em filosofias que estão presentes em diferentes constructos legais e/ ou documentos reconhecidos internacionalmente:

Declaração Universal dos Direitos da Criança (Adotada pela Assembleia das Nações Unidas a 20 de novembro de 1959);

Constituição da República Portuguesa (abril de 1976);

Lei de Bases do Sistema Educativo (Lei n.º 46/86 de 14 de outubro);

Public-Law (94-142);

Declaração de Salamanca (1994);

Classificação Internacional da Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (2003);

Programa de Educação Especial 2011/2012

7

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

Decreto Legislativo Regional n.º 15/2006/A de 7 de abril (Regime Jurídico de Educação Especial

e do Apoio Educativo);

Decreto Legislativo Regional n.º 35/2006/A de 6 de setembro (Regime Jurídico da Criação,

Autonomia e Gestão das Unidades Orgânicas do Sistema Educativo), alterado pelo Decreto

Legislativo Regional nº 17/2010/A;

Decreto-Lei n.º 3/2008 de 7 de janeiro;

Convenção das Nações Unidas, de 3 de maio de 2008, sobre os direitos das pessoas com

deficiência;

Lei n.º21/2008 de 12 de maio;

Portaria n.º 76/2009 de 23 de setembro (Regulamento de Gestão Administrativa e Pedagógica de

Alunos);

Portaria N.º 63/2001 de 30 de janeiro (Regulamentação dos Conteúdos funcionais de Serviço

Social);

Programa Curricular de Língua Gestual Portuguesa Educação Pré Escolar e Ensino Básico,

aprovado pelo Ministério da Educação em 2007.

Programa de Português L2 para Alunos Surdos. Ensinos Básico e Secundário. José Afonso

Baptista (Coord.), Ana Santiago, Dina Almeida, Paula Antunes, Regina Gaspar. Ministério da

Educação (homologado a 15 de Fevereiro de 2011).

ORIENTAÇÕES ESPECÍFICAS

O modo de operacionalização do processo de avaliação e intervenção nas necessidades educativas especiais concretiza-se da seguinte forma:

1.º Sinalização (preenchimento da respetiva ficha).

2.º Operacionalização da avaliação:

Constituição da equipa pluridisciplinar;

Análise e reflexão da ficha de sinalização;

Avaliação especializada;

Elaboração do Relatório Técnico Pedagógico (RTP).

3.º Organização da intervenção educativa:

Elaboração do Projeto Educativo Individual;

Acompanhamento e avaliação do Projeto Educativo Individual.

Programa de Educação Especial 2011/2012

8

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

CRITÉRIOS DE ELEGIBILIDADE dos alunos a integrar o REE

Limitações moderadas/graves e completas, permanentes ao nível das Funções e Estruturas do Corpo. Decorrente dessas limitações, analisar não só de que forma estas comprometem a Atividade e a Participação do aluno de uma forma acentuada, mas também se existem Fatores Ambientais que facilitam ou prejudicam o desempenho escolar.

Critérios do NEE para apoiar os discentes com NEE, integrados em turmas das Estruturas Regulares de Ensino e em determinadas UNECA´s, no que concerne ao número de horas de apoios semanais.

 

Percentagem do

Nº de apoios semanais

 

Critérios de Elegibilidade/REE

 

apoio

Limitações completas ao nível das Funções e Estruturas do

 

Corpo

cuja

atividade

e

participação

estejam

gravemente

100%

Diário

comprometidas (integrados em respostas especificas) *1

 

Limitações completas ao nível das Funções e Estruturas do

 

Corpo cuja atividade e participação estejam comprometidas (integrados em respostas especificas) *1

muito

100%

Diário

Limitações graves ao nível das Funções e Estruturas do Corpo cuja atividade e participação estejam muito comprometidas (integrados em respostas especificas) *2

Variável de acordo com a problemática

Diário

   

4 a 5 tempos letivos

-----------------

Limitações graves ao nível das Funções e Estruturas do Corpo cuja atividade e participação estejam muito comprometidas

 

*3

Limitações

moderadas/graves

ao

nível

das

Funções

e

Estruturas do Corpo cuja atividade e participação estejam

 

3 tempos letivos

-----------------

*4

comprometidas

 

LEGENDA:

*1- Uneca Ocupacional

problemáticas de maior complexidade

*2 - Uneca Socioeducativa / UNECA Transição para a Vida Ativa

*4 - 3 tempos letivos para outras problemáticas

*3

-

4

a

5 tempos letivos para

NOTA: Excecionalmente poderão existir alunos que beneficiem apenas de 2 tempos letivos, no 2º e 3º Ciclos, por usufruírem também de apoios educativos a determinadas disciplinas, podendo ocorrer o mesmo a nível do Jardim de Infância e do 1º ciclo por fatores específicos, devidamente justificados.

Programa de Educação Especial 2011/2012

9

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS APOIOS DO NEE

Intervenção

1º Ciclo do Ensino

Precoce a)

Educação Pré-escolar

Básico

2º e 3º Ciclos do Ensino Básico

Individualizados: Dentro da sala de aula (maior frequência) / Fora da sala de aula Individualizados:
Individualizados:
Dentro da sala de aula (maior
frequência) / Fora da sala de aula
Individualizados:
Individualizados:
Domicílio
Dentro da sala de aula/
Fora da sala de aula. *1
Dentro da sala de aula/ Fora
da sala de aula. *2
Sala Snoezelen
Sala Snoezelen
Piscina *3
Piscina *3
Piscina *3
Piscina *3
Picadeiro *3
Picadeiro *3
Picadeiro *3
Ginásio *3
Ginásio *3
Ginásio *3

*1 Os apoios ministrados não devem coincidir com os tempos letivos das disciplinas de Educação-Física, Educação Musical, Língua Inglesa e Língua Gestual Portuguesa.

*2 Os apoios são ministrados dentro ou fora da componente letiva do discente.

*3 Quando o apoio individualizado é prestado por outros profissionais afetos ao N.E.E, como as Técnicas Superiores de Educação Especial e Reabilitação.

a) Área da responsabilidade do Centro de Saúde de Ponta Delgada. À escola compete a cedência do recurso humano por colocação da DREF, que até ao momento não ocorreu.

TIPOLOGIA E NATUREZA DOS APOIOS

Do Núcleo de Educação Especial

- O apoio socioeducativo específico prestado por docente do NEE operacionaliza-se em duas modalidades:

Na modalidade direta, quando este é implementado em contexto sala de aula e/ou fora (em todos os níveis de ensino), através da adoção de estratégias de ensino diversificadas e diferenciadas: valorização das competências; análise de tarefas -

Programa de Educação Especial 2011/2012

10

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

Simplificação das tarefas; repetição das tarefas em diferentes contextos; sequenciação das aprendizagens, evoluindo das mais simples para as mais complexas; antecipação de conceitos; relação direta entre os conteúdos e situações práticas/úteis no quotidiano do aluno; previsão antecipada de aprendizagens futuras; utilização de metodologias de ensino diferenciadas; uso de meios alternativos de comunicação; uso de Língua gestual; recurso a equipamentos de informática; emprego de suportes e estímulos visuais imagens, legendas, frases, textos; recurso ao concreto/real e posteriormente às respetivas representações;

Na modalidade indireta, quando o apoio se destina a docentes, pais ou encarregados de educação, bem como a outros agentes educativos, consistindo na orientação educativa e acompanhamento dos mesmos.

- O apoio socioeducativo específico poderá também ser prestado por outros profissionais afetos ao N.E.E:

Acompanhamento das crianças/jovens portadores de deficiência auditiva por intérpretes, mediadores e formadores de Língua Gestual Portuguesa:

Em contexto de sala de aula;

Em contexto de sala de apoio;

Em contexto extra curricular/escola.

Promoção de Desporto Adaptado (adaptação ao meio aquático e natação, equitação, atletismo ou bóccia) por um técnico superior em educação especial e reabilitação, docente com formação específica ou docente de educação física.

Promoção de terapias diferenciadas:

Terapia da Fala (Documento complementar em anexo);

Hidroterapia;

Promoção de Reabilitação Psicomotora, por um técnico superior em educação especial e reabilitação.

Programa de Educação Especial 2011/2012

11

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes

O Serviço de Psicologia e Orientação

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

O Serviço de Psicologia e Orientação também poderá desenvolver ações com alunos abrangidos pelo Regime Educativo Especial:

Acompanhamento psicológico / psicopedagógico, cuja intervenção, de acordo com as necessidades, visa:

Promoção do Desenvolvimento Cognitivo;

Aumento da Atenção e da Reflexividade;

Promoção da Autoestima;

Promoção e Desenvolvimento de Competências Pessoais e Sociais;

Outros programas que desenvolvam diversos domínios, tais como: motivação, diferenciação emocional, diferenciação cognitiva, gestão de emoções e pensamentos, autoconceito, resolução de problemas e tomada de decisões, estilos de comunicação e assertividade;

Aconselhamento /Consultadoria/Apoio Parental.

O Apoio Social

O

nomeadamente:

Serviço

Social

desenvolve

ações

com

alunos

integrados

no

Regime

Educativo

Especial,

Promoção de ações conducentes à melhoria do seu desenvolvimento pessoal;

Realização de atendimentos individualizados nos casos de natureza social;

Feitura de visitas domiciliárias sempre que as situações-problema exijam o estudo “in loco”;

Acompanhamento sistemático de situações de risco.

Para além das funções enumeradas acima, mais direcionadas para a intervenção direta com os discentes, o Serviço Social também poderá implementar outras, a saber:

Colaboração na área da sua especialidade, com professores, pais ou encarregados de educação e outros agentes educativos na perspetiva do aconselhamento psicossocial;

Programa de Educação Especial 2011/2012

12

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

Proposição de articulação da sua atividade com as autarquias e outros serviços especializados, em particular nas áreas da saúde e segurança social, contribuindo para o correto diagnóstico e avaliação sócio-médico-educativa dos alunos com necessidades especiais e participação no planeamento das medidas de intervenção mais adequadas.

Apoios externos:

Alguns dos alunos sinalizados para apoio do NEE poderão usufruir, concomitantemente, de demais apoios externos, que pela sua natureza específica não podem ser proporcionados pela escola e que serão providenciados de acordo com a prioridade dos serviços inerentes.

ASSIDUIDADE IRREGULAR

Quando ocorrerem situações de alunos apoiados, que manifestem uma assiduidade irregular, refira-se que estes deverão continuar a usufruir dos respetivos apoios. Ao verificar-se este cenário, o Coordenador do Projeto Educativo Individual, em parceria com os demais intervenientes no processo educativo destes alunos, deverá adotar estratégias com vista a uma intervenção corretiva.

SISTEMA DE AVALIAÇÃO (dos alunos intervencionados pelo NEE)

a) O definido no Projeto Educativo Individual;

b) Em cada momento de avaliação sumativa interna da escola, avaliar-se-ão as respostas educativas aplicadas;

c) Esta avaliação integrará a ficha de informação trimestral, a entregar ao encarregado de educação; podem ser anexados elementos complementares;

d) Poderão ser anexadas fichas de informação complementar;

e) No termo de cada ano letivo ou em qualquer momento em que o apoio seja cessado, elaborar- se-á um relatório circunstanciado de acordo com a lei;

f) A respetiva avaliação de final de período será entregue ao encarregado de educação pelo

coordenador do projeto, na presença de outros profissionais do NEE, quando se justificar.

Programa de Educação Especial 2011/2012

13

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes

Serviços Especializados de Apoio Educativo - NEE

QUADRO RECURSOS HUMANOS E ALUNOS INTEGRADOS NO REE Ano Letivo 2011/12 (início)

Total Recursos Humanos

Docentes

 

Técnicos

Assistentes

Assistente

 

especializados

Docentes

superiores

Técnicos

operacional

Total

 

20

8

9

3

1

41

*Distribuição efetiva dos recursos humanos pelos respetivos ciclos e escolas (contabilização dos recursos humanos por escolas que

apoiam, existindo situações em que um mesmo docente/técnico/assistente apoie mais do que uma escola)

Recursos Humanos

Recursos

Ciclos

Docentes Docentes especializados Téc. S. Terapia Bolseira Assistente Assistentes TSEER Psicóloga Serviço
Docentes
Docentes
especializados
Téc. S.
Terapia
Bolseira
Assistente
Assistentes
TSEER
Psicóloga
Serviço
Intérprete
da
Ocup.
operacional
Técnicos
Social
Fala
Não
Docentes
Educ.
Profess.
Especial.
LGP
1*+4
1
4
3
5
1 2
2
1
1
1 1
5
1
4
1
2
1
1

INTERV.

PRECOCE

Eng. José

Cordeiro

Cardeal

H.Medeir.

Milagres

Outeiro

1º CICLO

Covoada

Alunos

 

Integrados no REE

Total de alunos sem REE

Total

       

REE

TSEER

T.F.

T.F

TSEER

Ind

Gru

6

   

2

2

 
     

8*

   

29

10

3

1

7

1

 

1

4

 

5

   

1

3

 

13

2

       
Relva 8 2 1 1
Relva
8
2
1
1
Serviços Especializados de Apoio Educativo - NEE NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada
Serviços Especializados de Apoio Educativo - NEE
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola Básica Integrada de Arrifes
Uneca
1
10
4
2
1
1
1
1*
Ocupac.
Oport.
16
4*
5
1
2
1
3
1
10
TPCA
1
1
U. T.V.A.
8
2
1
1
1
5.º
4
3
1
1*
6.º
6
1*
1
2
1 1
1
1
7.º
4
1 1
7
8.º
1
1
9.º
2
3
Profij
3
1 1
1
1
4
* só na UNECA de surdos
Total
137
3.º Ciclo
2 º
CICLO

OBS: Os alunos da turma PCA Surdos estão incluídos no Programa Oportunidade. Os alunos apoiados no Desporto Adaptado (49 alunos) têm os seguintes apoios: -45 alunos recebem apoio da TSEER Patrícia Melo ( 22 alunos na natação, 8 alunos no atletismo, 19 alunos na equitação) e 4 alunos recebem apoio do docente de Educação Física. Os mesmos não constam deste mapa visto tratar-se de um apoio em grupo. A TSEER Verónica trabalha em grupo com 9 alunos da Uneca Ocupacional, enquanto disciplina.

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

UTILIZAÇÃO DOS MEIOS MATERIAIS CONCEDIDOS

PROBLEMÁTICA

MATERIAIS DISPONÍVEIS

 

Sistema de amplificação de som;

Instrumentos musicais;

Equipamento de informática;

Deficiência da Audição

Jogos de multimédia;

Jogos didáticos diversificados de ilustrações;

Imagens/legendas simples e complexas;

Livros ilustrados;

Dicionários com imagens.

 

Ajudas técnicas para:

 

A comunicação (equipamento de informática, imagens e quadros de comunicação aumentativa, switch e manípulos para o computador boardmaker);

A mobilidade (auxiliares de marcha como andarilhos, talas e cadeiras de rodas);

Multideficiência

Os cuidados pessoais e higiene (barras laterais, lavatório ajustável, base para muda de fraldas, torneiras com pegas compridas);

A alimentação (talheres adaptados, rebordo de pratos);

 

Equipamento snoezelen específico de estimulação multissensorial (interativo);

Equipamento de melhoria de acessibilidades (rampas, plataformas, etc.);

Digitalizadores de fala;

Brinquedos adaptados e simples;

Jogos didáticos e multimédia.

Deficiência Motora

Equipamento de informática e outro material diversificado.

Massa putti

 

Jogos didáticos de apoio à leitura e escrita;

Jogos didáticos de apoio à matemática;

Deficiência intelectual/ Dislexias/ Dificuldades de Aprendizagem graves

Jogos de multimédia;

Equipamento informático;

Jogos didáticos diversificados de ilustrações;

 

Imagens/legendas simples e complexas;

Livros diversificados.

Programa de Educação Especial 2011/2012

16

Serviços Especializados de Apoio Educativo – NEE EBI Arrifes NEE Núcleo de Educação Especial Escola
Serviços Especializados de Apoio Educativo – NEE
EBI Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de
Flutuadores (de pescoço e tipo esparguete);
Ovnis;
Para a natação adaptada e
hidroterapia
Arcos;
Toucas
Equipamento de banho (toucas, chinelos, etc.);
Calções de silicone.
Para o transporte das crianças
Cadeiras de transporte automóvel para retenção e segurança.
Livros técnicos e revistas de especialidade;
Para o suporte à ação educativa
Equipamento informático (computador, impressora, internet);
Jogos didáticos variados.
Teste de Avaliação da Linguagem na Criança – Pré-escolar
(T.A.L.C.);
Espelhos;
Para o suporte à intervenção das
Terapeutas da Fala
Material de desgaste terapêutico (caixas, portfolios, luvas,
espátulas, palhinhas, balões, etc.);
Material informático (PC, colunas);
Programa informático de comunicação aumentativa e
alternativa (Boardmaker).

TURMAS E GRUPOS COM CURRÍCULO ADAPTADO e/ou UNECA

TURMA COM PROJETO CURRICULAR

A turma do 5º ano de escolaridade (5ºI), constituída por um Projeto Curricular adaptado

(P.C.A), nos termos da alínea f) do artigo 35º e alínea e) do artigo 7º da Portaria nº 76/2009, de 23 de setembro, destina-se a um grupo de alunos do mesmo nível ou similar que necessitam de estratégias pedagógicas e organizativas específicas para adquirirem os conhecimentos e desenvolverem as competências, atitudes e valores consagrados nos currículos em vigor.

São destinatários do PCA, os alunos que no ano escolar 2010-2011 se encontram integrados numa turma do 5º ano de escolaridade, com um Projeto Curricular Adaptado

e que prosseguiram estudos ao nível do ensino básico, mas que não podem ser

integrados no ensino regular, sem uma estratégia pedagógica e organizativa especifica

que promova a inclusão de domínios de formação pessoal numa perspetiva de aplicação prática dos saberes, a qual contribuíra para prevenir novas situações de insucesso

Programa de Educação Especial 2011/2012

17

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

escolar repetido, favorecer a aquisição de conhecimentos e competências consagrados no currículo em vigor.

Deste modo, esta Unidade, Projeto Curricular Adaptado, foi concebida não só para dar respostas educativas adequadas a um conjunto de discentes cujo perfil de funcionalidade se enquadra neste tipo de resposta, como também com a intenção de serem aplicadas metodologias e estratégias de intervenção multidisciplinares adequadas a problemáticas específicas, visando a promoção efetiva das aprendizagens e o respetivo desenvolvimento de crianças e jovens com Necessidades Educativas Especiais.

Os objetivos deste Projeto visam melhorar a socialização e integração dos alunos na comunidade escolar; incentivar e valorizar hábitos e métodos de trabalho; valorizar as áreas curriculares, nas participações orais e escritas; promover aos alunos situações que lhes permitam desenvolver as capacidades de interpretação, de cooperação e de respeito pelos outros; valorizar o trabalho colaborativo; estabelecer regras claras e exigir o seu cumprimento.

Desta referida Unidade, fazem parte 9 crianças com idades compreendidas entre os 12 e os 14 anos. O seu horário de funcionamento é das 8h30m às 13h25m.

 

CARGA

ÁREAS

HORÁRIA

DOCENTES

Língua Portuguesa

6 x 45m

Luís Afonso

Matemática

6 x 45m

Luís Afonso

Meio Físico e Social

3 x 45m

Luís Afonso

Formação Pessoal e Social

2 x 45m

Luís Afonso

Educação Física

3 x 45m

José Silva

Inglês

3 x 45m

Suzan Gerónimo

 

Luís Afonso

Educação Visual e Tecnológica

3 x 45m

 

Miguel Coelho

Área Projeto e Formação

4 x 45m

Luís Afonso

Programa de Educação Especial 2011/2012

18

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

UNECA DE TIPOLOGIA OCUPACIONAL

A Unidade Especializada com Currículo Adaptado (UNECA), de tipologia

Ocupacional, está preconizada na Portaria n.º 76/2009 de 23 de setembro e visa fazer

cumprir, nomeadamente, os objetivos previstos no segundo ponto do art.º 43º.

A EBI de Arrifes contém esta Unidade Especializada que pretende ser uma resposta educativa diferenciada, destinada essencialmente a discentes com multideficiência, consagrando a participação destes no seu processo de aprendizagem através de um conjunto de atividades desenvolvidas com todos os seus pares, com ou sem Necessidades Educativas Especiais.

Deste modo, esta UNECA Ocupacional foi concebida de forma a dar respostas educativas adequadas a um conjunto de discentes cujo perfil de funcionalidade se enquadra neste tipo de resposta. Foi também intenção aplicar-se metodologias e estratégias de intervenção multidisciplinares adequadas a problemáticas específicas, visando a promoção efetiva das aprendizagens e o respetivo desenvolvimento de crianças e jovens com Necessidades Educativas Especiais, cujas limitações são completas e permanentes, abrangendo mais do que um domínio.

Esta Unidade está organizada, em termos de logística, em duas salas, possuindo também

um WC adaptado. Os espaços físicos foram adaptados, tendo-se tido o cuidado de

eliminar barreiras arquitetónicas, procedendo-se à adaptação do mobiliário e à sua

disposição. Uma das salas é destinada essencialmente à estimulação multissensorial (sala Snoezelen) e a outra para trabalho conjunto e/ou individualizado específico.

No corrente ano letivo, dá resposta a dez alunos, cujo horário de funcionamento é das

9h15m às 15h05m. O seu plano curricular engloba as seguintes disciplinas: Cognição, Atividades de Vida Diária, Psicomotricidade, Autonomia e Independência Pessoal e Social, Educação Física (desporto adaptado/natação, equitação), Expressão Plástica, Expressão dramática, Música e Língua Gestual Portuguesa.

No que concerne a recursos humanos, levam a cabo o Plano Curricular, anteriormente

mencionado, os seguintes docentes: duas Educadoras de Infância Especializadas, um

Programa de Educação Especial 2011/2012

19

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

Professor de Educação Física, um Professor de Educação Visual e Tecnológica, um Professor de Expressão Dramática Corporal, uma Professora de Educação Musical, uma docente de Língua Gestual Portuguesa e duas TSEER para os apoios específicos. A UNECA Ocupacional também tem ao seu serviço, um assistente operacional a tempo inteiro.

CRIANÇAS

DOMÍNIOS

PLANO

%

ABRANGIDAS

CURRICULAR

   

- Limitações Acentuadas/Completas nos Domínios:

 

Cognitivo, Motor, Sensorial e Comunicacional (Síndrome de Lennox, Atraso Mental Profundo e Crises Convulsivas)

- Limitações acentuadas/completas nos domínios cognitivos, motor, sensorial e comunicacional (deficiência múltipla mental, visual e fala)

-Autonomia e

Independência

Pessoal

- Limitações acentuadas/completas nos domínios cognitivo, motor e comunicacional (Síndrome de Down, espectro de Autismo)

-Cognição

10 Crianças

-

Limitações acentuadas/completas no domínio cognitivo e comunicacional (Autismo profundo)

-Educação Musical

100%

- Limitações acentuadas nos domínios cognitivo, motor, emocional e da saúde física (Paralisia cerebral-tetraparésia espástica, atetose e retração do tendão de Aquiles bilateral)

-Educação Física

(idades compreendidas entre os 9 e os 17 anos)

 

Das

-Expressão Plástica

9h15

 

- Limitações acentuadas no domínio comunicacional (Perturbação do espectro do Autismo)

às

 

- Expressão

15h05

   

- Limitações acentuadas nos domínios cognitivo e comunicacional (Trissomia 21)

Dramática

 

- Limitações graves nos Domínios: Cognitivo e Comunicacional (Trissomia 21 e Cardiopatia Congénita)

- Psicomotricidade

 

-

Limitações graves no domínio cognitivo (atraso mental) e comunicacional (surdez sensorioneural de grau profundo bilateral)

- Língua Gestual Portuguesa

 

- Limitações acentuadas nos domínios cognitivo e Saúde física (Trissomia 21)

Programa de Educação Especial 2011/2012

20

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

UNECA Ocupacional - PLANO CURRICULAR

ÁREAS

CARGA HORÁRIA

DOCENTES

Música

3 x 45m

Nuno Matos / Odília Pereira

Psicomotricidade

2 x 45m

Verónica Gomes / Odília Pereira

Cognição

10 x 45m

Ana Clara Lousão / Odília Pereira

Atividades da Vida Diária

2 x 45m

 

Ana Clara Lousão / Odília Pereira

Autonomia e Independência Pessoal e Social

3 x 45m

Ana Clara Lousão / Odília Pereira

Expressão Dramática e Corporal

2 x 45m

Rafael Nunes / Ana Clara Lousão

Expressão Plástica

4 x 45m

Rafael Nunes/ Odília Pereira e Ana Clara Lousão

Educação Física

4 x 45m

Mário Marques Ana Clara Lousão / Odília Pereira

Língua Gestual Portuguesa

4x45m

Ana Catela

UNECA DE TIPOLOGIA SOCIOEDUCATIVA

A Unidade Especializada com Currículo Adaptado

preconizada na Portaria n.º 76/2009 de 23 de setembro e visa fazer cumprir, nomeadamente, os objetivos previstos no terceiro ponto do art. 43º.

de tipologia Socioeducativa, está

A EBI de Arrifes possui este tipo de Unidade Especializada, que se propõe ser uma

resposta educativa diferenciada destinada essencialmente a discentes cujo perfil de funcionalidade se encontra comprometido, particularmente portadores de limitações moderadas a graves, com o intuito de dar resposta às necessidades educativas especiais

dos referidos discentes, criando condições que otimizem o sucesso educativo (aquisição

de competências da educação pré-escolar e do 1.ºciclo do ensino básico), mas também

ao nível da estimulação (obtenção de competências ao nível das atividades de vida diária) e socialização dos mesmos (desenvolvimento de competências sociais).

Programa de Educação Especial 2011/2012

21

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

Por Unidade Especializada com Currículo Adaptado, deve entender-se: “o conjunto devidamente organizado de respostas educativas que tenham como principal objetivo aplicar metodologias e estratégias de intervenção interdisciplinares ou multidisciplinares adequadas a problemáticas específicas do aluno”.

Deste modo, esta Unidade de tipologia Socioeducativa, foi concebida não só para dar respostas educativas adequadas a um conjunto de discentes cujo perfil de funcionalidade se enquadra neste tipo de resposta, como também com a intenção de serem aplicadas metodologias e estratégias de intervenção multidisciplinares adequadas a problemáticas específicas, visando a promoção efetiva das aprendizagens e o respetivo desenvolvimento de crianças e jovens com Necessidades Educativas Especiais. Desta referida Unidade, fazem parte 10 crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 11 anos, todas inseridas em turmas, nos seus núcleos escolares. Todavia, foi criada uma sala de apoio, no Núcleo Escolar da Covoada, em que 7 discentes, que estão matriculados em turmas do regular (3.º e 4.º anos), beneficiando somente de momentos de integração/inclusão. Usufruem de todas as infraestruturas (sala de informática, biblioteca, cozinha etc.) e espaços exteriores (parque infantil, terreno para horticultura/jardinagem, entre outros.). O seu horário de funcionamento é das 9h00m às 15h00m. O seu Plano Curricular engloba as seguintes áreas de intervenção, de acordo com os respetivos Currículos Específicos Individuais (CEI): Linguagem, Aritmética, Conhecimento do Meio, Motricidade Global, Motricidade Fina, Desenvolvimento Pessoal e Social, Atividades de Vida Diária, Educação Musical, Educação Física, Educação Visual e Tecnológica e Expressão Dramática e Corporal.

No que concerne a recursos humanos, estão a levar a cabo o Plano Curricular, anteriormente mencionado, os seguintes docentes: dois docentes Especializados em Educação Especial, um Professor de Educação Física, um Professor de Educação Visual e Tecnológica e de Expressão Dramática e Corporal, uma Professora de Expressão Musical e uma Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação. A Unidade beneficia do apoio (pontual e sempre que necessário) de uma assistente operacional.

Programa de Educação Especial 2011/2012

22

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

UNECA- SALA DO NÚCLEO ESCOLAR DA COVOADA:

EBI Arrifes

CRIANÇAS

DOMÍNIOS

 

ABRANGIDAS

 

Linguagem (6 tempos); Aritmética (3 tempos); Conhecimento do Meio (4 tempos); Atividades da Vida Diária (3 tempos); Expressão Musical (3 tempos); Educação Física (2 tempos + 3 tempos para Natação Adaptada); Educação Visual e Tecnológica (4 tempos); Expressão Dramática e Corporal (3 tempos).*

 

- Limitações moderadas a graves no domínio Cognitivo e Saúde Física

-

Limitações

moderadas

a

graves

no

domínio Cognitivo

 

7 Crianças

- Limitações graves nos domínios:

(com idades compreendidas entre os 8 e os 11 anos)

Cognitivo, Comunicacional e Emocional

 

- Limitações graves nos domínios:

 

Cognitivo e Comunicacional

 

- Limitações moderadas/graves no domínio Cognitivo

*Áreas transversais: Motricidade Global, a Motricidade Fina, o Desenvolvimento Pessoal e Social

 

UNECA SOCIOEDUCATIVA- PLANO CURRICULAR

ÁREAS

CARGA HORÁRIA

DOCENTES

Linguagem

6 x 45m

Anabela Guerra/ Silvana Almeida

Aritmética

3 x 45m

Anabela Guerra/ Silvana Almeida

Conhecimento do Meio

4 x 45m

Anabela Guerra/ Silvana Almeida

Atividades de Vida Diária

3 x 45m

Anabela Guerra/ Silvana Almeida

 

2 x 45m (para cada turma 3.º e 4.ºano)

Graça Raposo

Expressão Musical

Silvana Almeida

1 x 45m na sala da UNECA

Educação Física

x 45m (para cada turma 3.º e 4.ºano) + 3 x 45m (Natação Adaptada só para 4 alunos)

2

Jorge Monteiro Anabela Guerra/ Silvana Almeida

Programa de Educação Especial 2011/2012

23

Serviços Especializados de Apoio Educativo – NEE EBI Arrifes NEE Núcleo de Educação Especial Escola
Serviços Especializados de Apoio Educativo – NEE
EBI Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de
Educação Visual e Tecnológica
4 x 45m
Rafael Nunes
Anabela Guerra / Silvana Almeida
Expressão Dramática e Corporal
3 x 45m
Rafael Nunes
Anabela Guerra/ Silvana Almeida

UNECA SOCIOEDUCATIVA - Núcleos Escolares: Engenheiro José Cordeiro e Cardeal Humberto Medeiros

IDADE

TURMA

NÚCLEO

DOMÍNIOS

 

RESPOSTAS EDUCATIVAS

ESCOLAR

Inserido numa

Cardeal

Limitações

graves

nos

Integração UNECA Socioeducativa; CEI, condições especiais de matricula- adiamento de matrícula, concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; terapia da fala.

6 do

Anos

turma

Pré-

Humberto

Domínios

Cognitivo

e

Escolar.

Medeiros

Comunicacional

Inserido numa

Cardeal

Limitações graves nos Domínios Cognitivo e motor (Défice Cognitivo Ligeiro a Moderado por patologia genética (Hipotonia).

Integração UNECA Socioeducativa; CEI, condições especiais de matricula- adiamento de matrícula, concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; adaptação da classe/turma às características da criança/jovem; desporto adaptado (natação e equitação); terapia da fala; sala Snoezelen (estimulação sensoriomotora).

7 do

Anos

turma

Pré-

Humberto

Escolar.

Medeiros

7 Anos

Inserido numa turma de 1ºano

Eng. José

Limitações graves no domínio da saúde física afetando os domínios cognitivo, emocional /personalidade e comunicacional

Uneca Socioeducativa; Adaptação da classe/turma às características da criança/jovem (redução de turma); concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Desporto Adaptado (Natação); Terapia da Fala, apoio educativo.

Cordeiro

Programa de Educação Especial 2011/2012

24

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

UNECA DE TIPOLOGIA TRANSIÇÃO PARA A VIDA ATIVA

São objetivos das Unidades de Apoio à Transição para a Vida Ativa: promover a consolidação de competências sociais; promover e consolidar o relacionamento sócio afetivo do jovem com o meio envolvente; desenvolver competências dos diversos ciclos do ensino básico, conforme as características pessoais dos alunos o permitam; promover e consolidar competências inerentes às atividades de vida diária; desenvolver atividades de índole vocacional ou pré-profissional que promovam a transição e inserção dos alunos na vida ativa em comunidade; permitir a aquisição de competências mínimas para a integração no mundo laboral, conforme as características pessoais dos alunos o permitam; propiciar condições adequadas de desenvolvimento, reabilitação e integração na sociedade.

Esta UNECA integra 8 alunos com idades compreendidas entre os 12 e os 18 anos.

 

CRIANÇAS

 

DOMÍNIOS

 
 

ABRANGIDAS

PLANO CURRICULAR

%

PROGRAMA DESPISTE E ORIENTAÇÃO VOCACIONAL

     
 

Limitações graves no domínio cognitivo

Educação Musical;

 

4

alunos

com

(Deficiência Mental);

 
 

Despiste e Orientação Vocacional:

 

idades

 

Limitações graves no domínio cognitivo (Dificuldades de Aprendizagem Graves).

compreendidas

 

Aritmética; Linguagem; Conhecimento do Meio; Formação Cívica; Educação Física; Educação Visual e Tecnológica; -Atividades de vida diária;

 

-

Jardinagem/

100%

entre os

12

e

os

Limitações graves no domínio cognitivo

 

13

anos.

(Deficiência Mental);

Horticultura; - Bricolage/Carpintaria.

 

A aguardar processo de avaliação

 

PROGRAMA PRÉ-PROFISSIONALIZAÇÃO

   

Pré-

Profissionalização:

 
 

Limitações graves no domínio cognitivo (Deficiência Mental);

 

-

Jardinagem/

Horticultura;

 

Limitações graves no domínio cognitivo (Deficiência Mental);

-

Atividades de

4

alunos

com

 

idades

 

Acompanhamento Educativo

manutenção do espaço escolar;

 
 

Limitações graves no domínio cognitivo (Deficiência Mental); Limitações moderadas a graves no domínio da audição (surdez neurossensorial bilateral profunda).

100%

compreendidas

 

-

Atividades de

entre os

13

e

os

   

18

anos.

organização do espaço escolar; Língua Gestual

 
 

Portuguesa; Área de Projeto.

Programa de Educação Especial 2011/2012

25

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

UNECA TVA - PLANO CURRICULAR

 

CARGA

ÁREAS

HORÁRIA

DOCENTES

 

Sara Neves

Linguagem

3 x 45m

Sílvia Melo

 

Sara Neves

Aritmética

4 x 45m

Sílvia Melo

 

Sara Neves

Conhecimento do Meio

4 x 45m

Sílvia Melo

 

Sara Neves

Formação Cívica

2 x 45m

Sílvia Melo

Educação Física

3 x 45m

Hugo Lopes (5ºE) Jorge Meira (6ºA) André Faustino (9ºE)

Educação Musical

2 x 45m

Graça Raposo (6.ºA) Vitor Lima (5ºD)

 

Inês Caravela

Educação Visual e Tecnológica

 

Sara Neves

6 x 45m

Sílvia Melo

 

Elsa Filipa(6x45)

Despiste e Orientação Vocacional

 

Sara Neves

8 x 45m

Sílvia Melo

 

Sara Neves

Pré-Profissionalização

8 x 45m

Sílvia Melo

Língua Gestual Portuguesa

3x45m

Ana Catela

Todos os alunos do Programa Pré-Profissionalização têm um Plano Individual de Transição, estando neste documento estabelecida a empresa/instituição onde são integrados, assim como a área em que praticam e o respetivo horário.

De acordo com o ponto 4, alínea e) do artigo 132.º da Portaria n.º 76/2009 de 23 de setembro, os alunos deverão usufruir de pelo menos 3 horas semanais de Educação Física e Educação Musical, ministradas por 1 docente daquela disciplina. Segundo o ponto 5 da mesma Portaria “os alunos integrados no programa partilham os mesmos espaços e atividades com os do currículo comum do ensino regular, nomeadamente

Programa de Educação Especial 2011/2012

26

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

recreios, espaços de convívio e refeitórios e participação nas aulas de educação física e educação musical.”.

Os alunos do Programa Despiste e Orientação Vocacional estão integrados, em Educação Musical, dois, numa turma do 5.º ano de escolaridade, e os outros dois numa turma do 6ºano de escolaridade. Do mesmo modo, na disciplina de Educação Física, os alunos dos dois Programas dividem-se em três grupos: um grupo integra uma turma do 5.º ano e outros dois grupos integram uma turma do 6.º ano e do 9.º de escolaridade.

UNECA DE TIPOLOGIA EDUCAÇÃO DE SURDOS

A Unidade Especializada com Currículo Adaptado (UNECA), de tipologia Educação de Surdos tem como principal objetivo aplicar metodologias e estratégias de intervenção interdisciplinares, adequadas a alunos com diferentes graus de surdez, com ou sem problemas de aprendizagem associados, visando o seu desenvolvimento educativo e a sua integração social e escolar, de acordo com o artigo 43, ponto número cinco, da mesma portaria.

EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR NA UNECA EDUCAÇÃO DE SURDOS

Na Educação Pré-escolar, no Núcleo Escolar Cardeal Humberto Medeiros, encontram- se integrados, num grupo de dezassete crianças ouvintes, dois alunos surdos, cujas problemáticas se caracterizam da seguinte forma:

1 aluno com surdez neurossensorial bilateral de grau moderado a severo - 4 Anos (espectro do autismo)

1 aluna com surdez neurossensorial bilateral de grau severo a profundo - 3 Anos

Estes irão beneficiar dos seguintes tipos de apoio:

Programa de Educação Especial 2011/2012

27

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

 

INTERVENIENTE

MODALIDADE DE APOIO

Língua Gestual

Docente Andreia Silva

- Apoio em grande grupo: 2 tempos por semana

Portuguesa

-

Apoio individual: 9 tempos por semana

Formação Pessoal (Identidade Surda)

Assistente Técnica

Ema Gonçalves

- Apoio individual: 10 tempos

Apoio Socioeducativo Especializado

Educadora Especializada Fernanda Castro

- Apoio individual: 3 horas para cada aluno

Terapia da Fala

Terapeuta da Fala Joana Rego

- Apoio individual: 2 crianças com 3 tempos semanais cada

 

-Individual:

Psicomotricidade

TSEER Patrícia Melo

 

-1 aluno (3 tempos semanais)

Desporto Adaptado:

TSEER Patrícia Melo e Assistente Filipa Miguel.

 

Equitação

- 1 aluno com indicação no seu PEI

Desporto Adaptado:

TSEER Patrícia Melo e Assistente Filipa Miguel

 

Natação

- 1 aluno com indicação no seu PEI

 

De acordo com as necessidades:

Psicologia

TS do Serviço de Psicologia e Orientação Ana Vieira

-Apoio psicológico / psicopedagógico aos alunos, -Consultadoria/Aconselhamento a pais/encarregados de educação e demais intervenientes da comunidade educativa

Serviço Social

TS de Serviço Social

Este intervém sempre que sejam identificados problemas sociais.

O 1º CICLO NA UNECA EDUCAÇÃO DE SURDOS

No Núcleo Escolar Cardeal Humberto Medeiros, (1º Ciclo), encontram-se matriculados dez alunos, distribuídos pelos quatro anos de escolaridade, em três turmas de crianças ouvintes e uma de surdos que funciona em parceria nas áreas curriculares não disciplinares com duas turmas deste mesmo núcleo escolar. As suas problemáticas caracterizam-se da seguinte forma:

Programa de Educação Especial 2011/2012

28

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

 

1

aluna

com

surdez

neurossensorial

bilateral

1 aluno com surdez neurossensorial bilateral de grau Severo - 6 Anos - 1ºAno

 

severa - 7 Anos - 2ºAno

 

1

aluna

com

surdez

neurossensorial

bilateral

 

severa e de Beckwith Wiedman -7 Anos - 2ºAno

1

aluno com surdez neurossensorial bilateral de grau

 
 

moderado a severo - 6 Anos - 1ºAno

 

1

aluno

com

surdez

neurossensorial

bilateral

1 aluno com surdez neurossensorial bilateral de grau moderado a severo - 6 Anos - 1ºAno

 

severa/moderada 7 Anos - 2º Ano

1

aluno

com

Surdez

Neurossensorial

 

profunda/Associação de Charge - 8 Anos -3º/2º Anos

   

1

aluna com surdez neurossensorial bilateral

1 aluno com surdez neurossensorial bilateral moderada 7 Anos - 2ºAno

severa e emocional/personalidade 8 Anos -

 

4ºAno

 
   

1

aluna com surdez neurossensorial bilateral severa 9 Anos- 4º/3º/2º Anos

Estes têm idades compreendidas entre os seis e os nove anos e irão beneficiar dos seguintes tipos de apoio:

 

INTERVENIENTE

MODALIDADE DE APOIO

 

-Apoio em pequeno grupo: (Grupo 2) 9 tempos semanais

 

Docente Ana Catela

 

- Apoio em pequeno grupo: (Grupo 1) 8 tempos semanais

Língua Gestual

Docente Andreia Silva-

- Apoio em grande grupo: (Grupo 1) 1 tempo semanal

Portuguesa

- Apoio em grande grupo: (Grupo 2) 1 tempo semanal

- Apoio em pequeno grupo: (Grupo 3) 9 tempos semanais

- Apoio em grande grupo: (Grupo 3) 1 tempo semanal

- Apoio em grande grupo: (Grupo 4) 1 tempo semanal

 

Docente José Luís

Programa de Educação Especial 2011/2012

29

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

 

Assistente

Técnica

Ema Gonçalves

4

alunos da Turma do 2º/3º C

Acompanhamento

Educativo

Assistente

Técnico

3

alunos da Turma do 1º

Miguel Adelino

 

Ano C

 
 

Docente Especializado Paulo Lourenço

Apoio direto a 3 alunos do 1ºAno C

Apoio Socioeducativo Especializado

Docente Especializada Susana Rodrigues

Apoio direto a 4 alunos (2º/3º Anos), turma C, projeto “Turma em parceria”

Docente Especializado Mário Medeiros

3

alunos (dois na modalidade direta e o terceiro na indireta)

 

Apoio individual 6 crianças:

 

-

3 crianças com 2 tempos semanais cada

Terapia da Fala

Terapeuta da Fala Joana Rego

-

quinzenal

2 crianças com um tempo semanal e um

 

-

1 criança com um tempo semanal

Intérprete de LGP

Técnica Superior

1

aluno (dois tempos semanais)

Adriana Nobre

 
 

Assistente Técnica

 

Mediação

4

alunos da Turma do 2º/3ºC

Manuela Moura

 
 

Individual:

 

Psicomotricidade

TSEER Patrícia Melo

 

-2 alunos (2 tempos por semana) -3 alunos (1 tempo por semana)

Desporto Adaptado:

TSEER Patrícia Melo, Miguel Lima.

 

Natação

- 4 alunos surdos do 1º ciclo com indicação nos seus PEI

 

De acordo com as necessidades:

Psicologia

TS do Serviço de Psicologia e Orientação Ana Vieira

-Apoio psicológico / psicopedagógico aos alunos, -Consultadoria/Aconselhamento a pais/encarregados de educação e demais intervenientes da comunidade educativa

Programa de Educação Especial 2011/2012

30

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

Serviço Social

TS de Serviço Social

Este intervém sempre que sejam identificados problemas sociais.

O 2º CICLO NA UNECA EDUCAÇÃO DE SURDOS

No 2º ciclo, encontram-se matriculados doze alunos surdos, distribuídos da seguinte forma:

-1 aluna na UNECA Ocupacional; 1 aluno na UNECA TVA; 1 aluno numa turma de OP; 2 alunos numa turma de 6ºano e os restantes sete alunos fazem parte de uma turma OP/Surdos, em parceria com uma turma de ouvintes, nas áreas curriculares não disciplinares.

As suas problemáticas caracterizam-se da seguinte forma:

1 aluna com surdez neurossensorial bilateral severa/profunda

1 aluno com surdez neurossensorial bilateral moderada

1 aluno com surdez neurossensorial bilateral profunda

1 aluno com surdez neurossensorial bilateral profunda

1 aluna com surdez neurossensorial bilateral moderada/severa)

1 aluna com surdez neurossensorial bilateral de grau profundo

1 aluno com limitações moderadas a graves no domínio da audição e motor (síndrome polimalformativo)

1 aluna com limitações graves no domínio cognitivo (atraso mental) e comunicacional (surdez sensório neural de grau profundo bilateral)

1 aluna com surdez neurossensorial bilateral profunda

1 aluna com surdez neurossensorial bilateral profunda

1 aluna com surdez neurossensorial bilateral profunda

1 aluno com surdez neurossensorial bilateral profunda

Estes têm idades compreendidas entre os dez e os dezassete anos e irão beneficiar dos seguintes tipos de apoio:

Programa de Educação Especial 2011/2012

31

Serviços Especializados de Apoio Educativo – NEE EBI Arrifes NEE Núcleo de Educação Especial Escola
Serviços Especializados de Apoio Educativo – NEE
EBI Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de
INTERVENIENTE
MODALIDADE DE APOIO
Docente Ana Catela
6
tempos semanais(5ºK)
3
tempos semanais(5ºG)
Língua Gestual
4
tempos semanais (5ºH)
Portuguesa
Docente José Rocha
6
tempos semanais(6ºA/6ºH)
Acompanhamento
Assistente Técnico Miguel
8 alunos
Educativo
1 aluno - 9 tempos semanais (6ºH)
1 aluno – 5 tempos semanais (6ºA)
Docente Especializada Paula
Coutinho
1 aluno – 3 tempos semanais (6ºA)
Estes dois últimos alunos têm 1 tempo de apoio
semanal em grupo
Apoio Socioeducativo
Especializado
Docente Especializada Filomena
Marques
alunos (DT do 5ºK; turma em parceria com outra
turma nas áreas de cariz prático)
7
Docente
Especializada
Fernanda
Castro
7
alunos (5ºK)
Terapeuta da Fala Joana Rego
Apoio individual – 5 crianças:
Terapia da Fala
- 4 crianças com um tempo semanal e um quinzenal
- 1 criança com um tempo semanal
Técnicas Superiores:
Vanda Esteves
- Total de 10 discentes
Intérprete de LGP
Tânia Costa
Adriana Nobre
Psicomotricidade
TSEER Patrícia Melo
- 0 alunos
Desporto Adaptado:
TSEER Patrícia Melo, Miguel Lima
2 alunas com indicação no seu PEI
Natação
Desporto Adaptado:
Equitação:
TSEER Patrícia Melo
1 aluna com indicação no seu PEI
De acordo com as necessidades:
Psicologia
TS do Serviço de Psicologia e
Orientação Ana Vieira
-Apoio psicológico / psicopedagógico aos alunos,
-Consultadoria/Aconselhamento a pais/encarregados

Programa de Educação Especial 2011/2012

32

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

 

de educação e demais intervenientes da comunidade

educativa

 

Este intervém sempre que sejam identificados

Serviço Social

TS de Serviço Social

problemas sociais.

O 3º CICLO / PROFIJ NA UNECA EDUCAÇÃO DE SURDOS

No 3ºCiclo/PROFIJ, encontram-se integrados duas alunas surdas, em turmas de alunos ouvintes, distribuídas da seguinte forma:

-1 aluna no 7ºano e 1 aluna no 2ºAno do curso de cozinha, nível II.

As suas problemáticas caracterizam-se da seguinte forma:

1 aluna com surdez neurossensorial, bilateral de grau

1 aluna com surdez neurossensorial bilateral de

moderado

grau profundo

Estas têm idades compreendidas entre os catorze e os dezasseis anos e irão beneficiar dos seguintes tipos de apoio:

APOIO

INTERVENIENTE

MODALIDADE DE APOIO

Língua Gestual Portuguesa

Docente José Rocha

5

tempos semanais à exceção da aluna de

Profij que beneficia de 4 tempos semanais

Apoio Socioeducativo Especializado

Docente Especializada Paula Coutinho

1 aluna 6 tempos semanais

Docente Especializado Mário Medeiros

1 aluna na modalidade indireta

 

De acordo com as necessidades:

Psicologia

TS do Serviço de Psicologia e Orientação Ana Vieira

-Apoio psicológico / psicopedagógico aos alunos, -Consultadoria/Aconselhamento a pais/encarregados de educação e demais intervenientes da comunidade educativa

Serviço Social

TS de Serviço Social

Este intervém sempre que sejam identificados problemas sociais.

Programa de Educação Especial 2011/2012

33

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

CARACTERIZAÇÃO DE OUTROS PROJETOS IMPLEMENTADOS

DESPORTO ADAPTADO

NATAÇÃO

Dando continuidade ao trabalho desenvolvido nos anos letivos transatos, o Núcleo de Educação Especial irá desenvolver um projeto de Natação Adaptada, com o objetivo de potenciar a maturação das crianças com Necessidades Educativas Especiais - utilizando os elementos singulares e únicos que o meio aquático transmite, em articulação com outras formas de estimulação. A água é um meio adequado ao desenvolvimento Psicomotor e simultaneamente uma fonte inesgotável de jogos, satisfazendo a necessidade lúdica. Assim, concilia-se o caráter recreativo e motivante com os benefícios da atividade física-motora e a aprendizagem da modalidade da natação. O transporte está assegurado pelo Clube Escolar de Desporto da Escola 2,3 de Arrifes, em articulação com a EBI de Arrifes (condutor), sendo que os encarregados de educação responsabilizam-se por contribuir mensalmente para o combustível desta.

População - alvo:

-22 Crianças cujos Projetos Educativos Individuais contenham indicação para este Projeto (de acordo com as suas características/problemáticas inerentes):

6 alunos da Uneca de surdos e 2 do 1º ciclo: A atividade decorrerá na piscina do Complexo dos bombeiros de Ponta Delgada, todas as 3ª feiras, das 15h30 às 17h, durante todo o ano letivo. A responsável pelo projeto será a Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação do Núcleo de Educação Especial da EBI de Arrifes, Patrícia Melo, que será acompanhada pela assistente técnica Ema Gonçalves. Esta atividade insere-se nos projetos de Desporto Adaptado do Clube Escolar de Desporto da Escola 2,3 de Arrifes.

Uneca Ocupacional (5 alunos): A atividade decorrerá em instalações desportivas ainda a definir, todas as 5ª feiras, pelas 11h, durante todo o ano letivo. A responsável pelo projeto será a Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação do Núcleo de

Programa de Educação Especial 2011/2012

34

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

Educação Especial da EBI de Arrifes, Patrícia Melo acompanhada da TSEER Verónica Gomes, a Docente do NEE (Ana Clara Lousão) e 1 Auxiliar de Ação Educativa (Sr. Pedro Furtado).

UNECA Socioeducativa (4 alunos): A atividade decorrerá em instalações desportivas ainda a definir, todas as 5ª feiras, nos dois primeiros tempos da manhã (9h00 às 10h00), durante todo o ano letivo. O responsável pelo projeto será o docente de Educação Física Jorge Monteiro, que será acompanhado pela docente Silvana Almeida. Este projeto está integrado na carga letiva semanal da turma com a designação de Natação Adaptada.

Hidroterapia/Reabilitação No Meio Aquático - 5 alunos do NEE (pré-escolar e 1º ciclo) com indicação para este projeto: A atividade decorrerá em instalações desportivas ainda a definir, todas as 5ª feiras, de manhã, ou na piscina do Complexo dos bombeiros de Ponta Delgada, todas as 3ª feiras, das 15h30 às 17h durante todo o ano letivo. As responsáveis pelo projeto serão as Técnica Superiores de Educação Especial e Reabilitação do Núcleo de Educação Especial da EBI de Arrifes, Patrícia Melo e Verónica Gomes.

EQUITAÇÃO

A prática da equitação adaptada desenvolve em particular, a coordenação motora, o equilíbrio, a tonicidade (manutenção de posturas e diminuição da espasticidade), a força e faz nascer a autoconfiança a motivação, a iniciativa e a autonomia.

A atividade decorrerá nas instalações da EQUIAÇORES (Quinta do Vento) no Ramalho, todas as 3ª feiras, de manhã durante todo o ano letivo. O responsável pelo projeto será a Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação do Núcleo de Educação Especial da EBI de Arrifes Patrícia Melo que será acompanhada no local pelos monitores de equitação desta instituição. O transporte está assegurado pelo Clube Escolar de Desporto da Escola 2,3 de Arrifes em articulação com a EBI de Arrifes (condutor), sendo que os encarregados de educação responsabilizam-se por contribuir mensalmente para o combustível desta.

População - alvo:

Programa de Educação Especial 2011/2012

35

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

- 19 Crianças cujos Projetos Educativos Individuais contenham indicação para este Projeto (de acordo com as suas características/problemáticas inerentes):

- 4 alunos da Uneca Ocupacional, que serão acompanhados pela docente Ana Clara Lousão.

- 7 alunos da UNECA Socioeducativa, que serão acompanhados pela docente Anabela Guerra e Silvana Almeida;

- 2 alunos da Uneca de surdos, que serão acompanhados pela Assistente Técnica Filipa Miguel, que apoia as crianças do pré-escolar, na Escola Cardeal H. Medeiros;

- 7 alunos já apoiados pelo NEE.

ATLETISMO Esta atividade insere-se nos projetos de Desporto Adaptado do Clube Escolar de Desporto da Escola 2,3 de Arrifes, sob a responsabilidade da TSEER Patrícia Melo e decorre às 6ª feiras de tarde, no pavilhão desta escola.

População - alvo: 8 alunos (6 da UNECA TVA + 1 do Pr. Oport. + 1 do 7ºA)

BOCCIA

Esta atividade insere-se nos projetos de Desporto Adaptado do Clube Escolar de Desporto da Escola 2,3 de Arrifes, sob a responsabilidade da docente especializada Ana Clara Lousão e decorre às 2ª e 4ª feiras de tarde nesta escola.

População - alvo: 8 alunos.

CONCLUSÃO

Este documento vigorará no ano letivo de 2011/2012, sendo suscetível de ser revisto em qualquer momento por ser um documento inacabado em si mesmo e flexível.

Programa de Educação Especial 2011/2012

36

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Programa de Educação Especial 2011/2012

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

(ANEXOS)

EBI Arrifes

37

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

(ANEXO I)

EBI Arrifes

IDENTIFICAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DAS PROBLEMÁTICAS DOS ALUNOS E RESPETIVAS RESPOSTAS EDUCATIVAS NO ÂMBITO DAS NEE

PRÉ / 1.º CICLO ENG. JOSÉ CORDEIRO

ANO

D.N.

 

DOMÍNIO

 

OBSERVAÇÕES

APOIO

04/08/04

Limitações graves no domínio da saúde física afetando os domínios cognitivo, emocional/personalidade e comunicacional

Adaptação da classe/turma às características da criança/jovem (redução de turma); Uneca-Sócio Educativa; concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Desporto Adaptado; Terapia da Fala, apoio educativo.

Elisabete/Raquel

   

Limitações

moderadas

a

graves

no

Concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Apoio individualizado do professor da turma.

Não está a ter apoio por falta de recursos humanos

4.º(3)

04/01/01

domínio cognitivo

 

3.º(2º)

02/11/22

Limitações

moderadas

a

graves

nos

Adoção de projeto curricular adaptado:

 

domínios

comunicacional

e

cognitivo

currículo individual adaptado; concessão de apoio socioeducativo específico prestado por docente do NEE; Apoio individualizado do professor da turma. Terapia da Fala.

(problemas linguagem/fala)

 

Elisabete /Raquel

4.º

01/02/05

Limitações

graves

no

domínio

Adoção de projeto curricular adaptado:

 

Comunicacional

(dislexia

e

currículo individual adaptado; concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; apoio educativo em contexto de sala de aula a L. Port. e restantes que impliquem leitura e escrita, adoção de condições especiais de avaliação.

disortografia)

 

Elisabete

Pré

08/07/31

Limitações moderadas a graves nos domínios comunicacional e cognitivo

Concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE.

Elisabete

Pré

06/08/02

 

Terapia da Fala.

Raquel

3.º

02/04/22

Limitações

graves

no

domínio

Concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; apoio educativo em contexto de sala de aula a L. Port. e restantes que impliquem leitura e escrita, adoção de condições especiais de avaliação.

Elisabete

Comunicacional

(dislexia

e

disortografia)

 

4.º(4.º)

01/08/20

Limitações

moderadas

graves

no

Concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Apoio individualizado do professor da turma.

Não está a ter apoio por falta de recursos humanos

domínio cognitivo

 

3.º(2º)

03/06/29

Limitações

graves

no

domínio

Concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Apoio educativo em contexto de sala de aula a L. Port. e restantes que impliquem leitura e escrita; apoio individualizado do docente titular de turma. Condições especiais de avaliação.

 

Comunicacional

(dislexia

e

disortografia)

 

Elisabete

Programa de Educação Especial 2011/2012

38

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

3.º

02/12/18

Perturbação Fonética

Terapia da Fala (indireto)

Raquel

 

Com REE

 

Sem REE

Pré: 1

1.ºC: 5

SPO: 0

TSEER: 0

TF:2

TSEER: 0

TF: 2

Alunos do REE sem apoio

   
 

2

PRÉ / 1.º CICLO CARDEAL HUMBERTO MEDEIROS

ANO

D.N.

 

DOMÍNIO

OBSERVAÇÕES

APOIO

4.º

01/12/21

Limitações moderadas a graves nos domínios comunicacional e emocional/personalidade

Adoção de projeto currículo adaptado:

 

adequações curriculares (redução parcial do currículo); apoio individualizado prestado pelo docente titular de turma; introdução de adaptações materiais e de equipamentos especiais de compensação na área de L.P.

Não está a ter apoio por falta de recursos humanos

Pré

07/05/14

Limitações moderadas a graves no domínio da audição (surdez neurossensorial bilateral moderada a severa) Perturbações do espectro do autismo

UNECA de surdos; adaptações de materiais e de equipamentos especiais de compensação para problemas auditivos e próteses; concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; adaptação da classe/ turma às características da criança/jovem (redução de turma); TSEER; Terapia da Fala. Apoio Psicológico (consultadoria/aconselhamento/apoio parental); Desporto Adaptado.

Fernanda /Ana Cristina Vieira/ Patrícia/ Joana Rego

05/03/14

Limitações moderadas a graves no domínio da

UNECA de surdos; adaptações de materiais e de equipamentos especiais de compensação para problemas auditivos e próteses; concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Terapia da Fala (externa); TSEER. Apoio Psicológico (consultadoria/aconselhamento/apoio parental).

Paulo /Ana Cristina Vieira/ Patrícia/Miguel

audição

(surdez

neurossensorial bilateral

 

severa)

2.º

03/08/13

Limitações moderadas a graves nos domínios cognitivo, comunicacional e saúde física (síndrome Ehlers- Danlos diag.clinico)

Concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Apoio individualizado dado por docente titular de turma; relatório clínico; desporto adaptado; TSEER.

Ana Sofia/ Patrícia

04/10/29

Limitações moderadas a graves nos domínios cognitivo, comunicacional e saúde física (Em estudo pelo Hospital do D E S sobre o síndrome Ehlers- Danlos)

Concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Desporto Adaptado; apoio individualizado dado por docente titular de turma; relatório clínico.

Cristina Costa/

Patrícia

4.º/3.º/2.

02/07/11

Limitações moderadas a

Adoção de projeto curricular adaptado:

 

º

graves no domínio da

adequações curriculares (redução parcial do currículo); UNECA de surdos; adaptações materiais e de equipamentos especiais de compensação para problemas auditivos e dispositivos de compensação- equipamento informático e próteses; adaptação da classe/ turma às características da criança/jovem (redução de turma); concessão de apoio socioeducativo específico dado por

audição

(surdez

neurossensorial bilateral severa)

Mário/Joana Rego/José Luís Ana Cristina Vieira/ Patrícia

Programa de Educação Especial 2011/2012

39

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

     

docente

do

NEE;

TSEER;

Terapia

da

 

Fala;

Apoio

Psicológico

(consultadoria/aconselhamento/apoio

 

parental).

2.º/3.º

02/12/12

Limitações graves no domínio da audição (surdez neurossensorial profunda/Síndroma de Charge)

UNECA de surdos; Adoção de projeto currículo adaptado: adequações curriculares (redução parcial do currículo); adaptações materiais e de equipamentos especiais de compensação para problemas auditivos; acompanhamento educativo; adaptação da classe/ turma às características da criança/jovem (redução de turma e parceria/integração numa turma de alunos surdos); concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Terapia da Fala (externa); Desporto Adaptado; TSEER; apoio psicológico (consultadoria/ aconselhamento/apoio parental).

Susana Rodrigues José Luís Ema Gonçalves Manuela Moura Patrícia Melo Ana Cristina Vieira

Pré

04/11/02

Limitações graves nos domínios cognitivo e motor (défice cognitivo ligeiro a moderado por patologia genética e hipotonia).

Concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; adaptação da classe/turma às características da criança/jovem; adiamento de matrícula; Uneca-Sócio Educativa, CEI, sala snoezelen (estimulação sensoriomotora), auxiliar de ação educativa. (relatório clínico); Desporto Adaptado; TSEER; Terapia da Fala; Apoio Psicológico (consultadoria/ aconselhamento/apoio parental).

Nélia Machado/

Patrícia/Joana

Rego/Ana Cristina

 

Vieira

05/03/16

Limitações moderadas a graves no domínio da

UNECA de surdos; adaptações de materiais e de equipamentos especiais de compensação para problemas auditivos e próteses; concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Terapia da Fala (externa); Terapia da Fala; TSEER; Apoio Psicológico direto pontual e indireto (consultadoria/aconselhamento/apoio parental).

 

audição

(surdez

neurossensorial bilateral moderada a severa) e

Paulo/ Ana Cristina Vieira/Patrícia/Miguel /Joana Rega

comunicacional

 

Pré

07/08/18

Trissomia 21 tipo misto

 

Ana Cristina/

Em processo de avaliação.

 

Verónica/ Ana

 

Cristina Vieira

Pré

05/11/04

Limitações moderadas a graves nos domínios

Concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Adaptação da classe ou turma às características da criança ou jovem (redução de turma); Terapia da Fala.

 

cognitivo

e

Nélia Machado/

comunicacional

Raquel Ponte

Pré

07/03/30

Atraso

global

de

Em processo de avaliação.

 

Ana Cristina/ Ana Cristina Vieira

desenvolvimento

 

2.º

03/09/23

Limitações moderadas a graves nos domínios emocional/personalidade e comunicacional

Adoção de projeto currículo adaptado:

 

adequações curriculares (redução parcial do currículo); Concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Adaptação da classe ou turma às características da criança ou jovem (redução de turma); Apoio Psicológico (consultadoria); Seguido no CDIJA em consultas de pedopsiquiatria e de psicologia clínica.

Cristina Costa/ Ana Cristina Vieira (saiu da Uneca de surdos)

1.º

03/09/23

Limitações moderadas a graves nos domínios

Concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Apoio individualizado dado por docente titular de turma;

Ana Sofia/ Ana Cristina Vieira

cognitivo

e

comunicacional

 

Programa de Educação Especial 2011/2012

40

NEE Núcleo de Educação Especial Escola Básica Integrada de
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola
Básica
Integrada
de

Serviços Especializados de Apoio Educativo NEE

EBI Arrifes

Pré

06/02/01

Limitações moderadas a graves nos domínios

Concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Adaptação da classe ou turma às

Nélia

cognitivo

e

Machado/Raquel

comunicacional

características da criança ou jovem; Terapia da Fala.

Ponte

3º (2º)

02/07/09

Limitações moderadas a

Adoção de projeto currículo adaptado:

 

graves

nos

domínios

adequações curriculares (redução parcial

cognitivo,

 

do currículo); Concessão de apoio

Fátima Nunes

emocional/personalidade

socioeducativo específico dado por

e

comunicacional

docente do NEE; Apoio individualizado dado por docente titular de turma. CDIJA

4.º

01/12/02

Limitações moderadas a graves no domínio

Adoção de projeto curricular adaptado:

 

currículo individual adaptado; Concessão

cognitivo

 

de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE.

Ana Sofia

2.º (1º L. P. e Mat.)

04/03/24

Limitações moderadas a graves no domínio da audição (surdez neurossensorial bilateral severa e Síndrome de Beckwith Wiedman)

UNECA de surdos; Adoção de Projeto Curricular Adaptado: adequações curriculares (redução parcial do currículo); adaptações de materiais e de equipamentos especiais de compensação para problemas auditivos; acompanhamento educativo (mediação); adaptação da classe/ turma às características da criança/jovem (redução de turma e parceria/integração numa turma de alunos surdos); concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Terapia da Fala; Desporto Adaptado; Apoio Psicológico (consultadoria/aconselhamento/apoio parental).

Patrícia/ Susana Rodrigues Ana Catela Manuela Moura Ema Gonçalves Patrícia Melo Joana Rego Ana Cristina Vieira

Pré

08/08/21

Limitações graves no domínio da audição

UNECA de surdos; concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Terapia da Fala;

Fernanda/Ana

Cristina Vieira/Joana

 

Rego

4º (1.º)

02/03/03

Limitações

 

Adoção de projeto currículo adaptado:

 

moderadas/graves

nos

currículo individual adaptado; adaptação da classe/ turma às características da criança/jovem (redução de turma); concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; apoio individualizado do docente titular de turma.

Fátima

domínios

emocional/personalidade

,

comunicacional

e

cognitivo.

4.º (2.º)

01/10/15

Limitações moderadas a

Adoção de projeto currículo adaptado:

 

graves

nos

domínios

currículo individual adaptado; concessão

Cristina Costa

cognitivo,

 

de apoio socioeducativo específico dado

emocional/personalidade

por docente do NEE; apoio

e

comunicacional

individualizado do docente titular de turma.

2.º

04/09/23

Limitações moderadas a graves no domínio da

UNECA de surdos; Adoção de projeto currículo adaptado: adequações curriculares (redução parcial do currículo); adaptações materiais e de equipamentos especiais de compensação para problemas auditivos; adaptação da classe/ turma às características da criança/jovem (redução de turma e parceria/integração numa turma de alunos surdos); concessão de apoio socioeducativo específico dado por docente do NEE; Terapia da Fala; acompanhamento educativo (mediação); Desporto Adaptado; Apoio Psicológico (consultadoria/aconselhamento);

Susana/Patrícia/ Ana Catela/ Manuela Moura/ Ema Gonçalves/ Joana Rego/ Ana Cristina Vieira

audição

(surdez

neurossensorial bilateral)

2.º

03/08/27

Limitações moderadas a graves no domínio da

UNECA de surdos; Adoção de projeto currículo adaptado: adequações

Susana/

Patrícia/Ana Catela/

Programa de Educação Especial 2011/2012

41

Serviços Especializados de Apoio Educativo – NEE EBI Arrifes NEE Núcleo de Educação Especial Escola
Serviços Especializados de Apoio Educativo – NEE
EBI Arrifes
NEE
Núcleo de Educação Especial
Escola