O QUE CRISTO EM NÓS PODE GERAR?

Col. 1.27 – “Cristo em nós a esperança da glória.” Cristo em nós gera’’ 1Casas ordenadas – I Tim. 5.8 - Pai (homem) exercendo seu papel de pai (Ef. 6.4), de marido (I Pd. 3.7), profeta e sacerdote. - Filhos obedientes criados na disciplina e admoestação do Senhor (Ef. 6.1-3). - Mulheres submissas (I Pd. 3.1). – No mundo em que vivemos hoje falar em sujeição das esposas aos maridos é algo ultrapassado, incoerente e até machista. Temos mulheres em cargos outrora só ocupado por homens. Porém Cristo nas mulheres faz com que elas voltem ao seu lugar e ao seu papel de amarem seus maridos, a seus filhos. Serem boas dona de casa, sujeitas a seus maridos, não difamando a palavra do Senhor (Tt. 2.3-5). 2Jovens puros e santos (I Tim. 4.12). - O que dizer quanto a pregação do amor livre, deixe o coração mandar. Garotos e garotas se relacionando como se fosse marido e mulher (Rm. 1.24). Cristo nos jovens gera compromisso, santidade, relacionamento respeitoso e santo, casamento, lares baseados nos preceitos do Senhor, casas abertas para que outros possam ser abençoados (I Tim. 5.2). 3Cristo em nós gera generosidade que é igual a amor, fé e sacrifício. O exemplo da viúva pobre (Mc. 12.41-42).

- Amor: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna (Jo. 3.16). Deus o maior doador, por amor, deu sua melhor parte, Jesus, para nós. A viúva deu tudo o que possuía sem que ninguém a mandasse dar, de forma livre e espontânea, em honra a Deus e sua obra. Quem estiver apaixonado por Cristo, seu reino e Propósito voluntariamente investirá todos os seus recursos na sua obra. - Fé: A mulher estava dando tudo, não ficara com nada, nem para o seu sustento. Dar quando se tem muito é relativamente fácil, mas dar quando se tem necessidade exige fé. Ninguém é obrigado a ter muito para dar, mas todo nascido de Deus deve ter fé e ser generoso. Não podemos esperar receber de Deus para depois dar; dar vem primeiro. Isso exige fé. Quanto mais semeamos mais colhemos (Lc. 6.38).
- Sacrifício: os irmãos da Macedônia nos mostram um claro e bom exemplo em I Cor.8.1-6; como a mulher não esperava receber nada em troca ou muitas vezes mais. Se nossa contribuição nunca nos impõe ao sacrifício, ainda não conquistamos o padrão de generosidade ensinado por Jesus (II Cor 8.9) e pelos Apóstolos.

4. Sejamos como a igreja primitiva.5-8) . esteja em concordância com seu cônjuge. Patrão: . 4-Cristo em nos gera: serviço ao próximo com nosso trabalho. 29). enchendo-se de generosidade e dando conforme o E. 22-24).1-9): Os macedônicos eram pobres.9): Como Paulo. .Desprendimento Total: não devemos ter uma atitude de exibicionismo.Alegria e Gratidão (II Cor 8. II Cor. A nossa doação pertence a Ele e não a nós.Pagar salários dignos e não atrasa-los (Dt. Com seriedade e em oração estabeleça um percentual do seu ganho para as suas contribuições regulares e serás Esperança da Glória.1. pois quando damos estamos obedecendo ao Senhor. 8. Quem está aqui “passando o tempo” e acha que aqueles que vivem integralmente Para o serviço da Igreja. canais abençoadores. Santo coloca no nosso coração. mas servi-los melhor (1Tm6.Honrar aos pais para que o nome de Deus não seja blasfemado ITm 6.2). . atraso intencional é roubo. Esses irmãos viviam uma alegria completamente estranha ao mundo: A alegria de dar! . como no caso de Ananias e Safira (At. (Ef 4-28) Empregados: . 24. GENEROSIDADE não é a ação de dar dinheiro. mas muito ricos em generosidade. 6. 7.Submissão (I Cor..13).1-2.1) .34). queremos ter toda liberdade de convocar a igreja para um projeto financeiro que julgarmos da vontade de Deus. mesmo os maus (1Pe 2 . . Aquele que entende que a Esperança da Glória habita nele e é beneficiado dará com liberdade. num estilo de vida de serviço a Deus e aos irmãos. Não trabalhamos apenas para o nosso suprimento (I Tes. 4. Mt 22. mas a soma de Submissão + Amor + Sacrifício + Alegria + Gratidão. 5. Ao emprestarmos também devemos ser desprendidos (Lc.Não ameaçar (Ef. 16. o suprimento de outros.21). Fazendo dessa maneira seremos discípulos. Aconselhe-se com seu discipulador e/ou líder. será medíocre na sua contribuição.9) . Depois não temos o direito de pedir contas.1-11).11-12) deve visar também .18-19/ cl 3.17-19) Buscar capacitação profissional (Pv 22. .Não sonegar impostos (Rm 13.Não abusar dos patrões irmãos.Ser justo (Cl. . nada mais fazem que o seu dever. Devemos ter submissão à liderança nas necessidades apresentadas contribuindo voluntariamente.14-15/ Lv 19.Não colocar o coração nas riquezas (1Tm 6.Servir como ao Senhor (Ef 6. Obedecer em tudo mesmos aos patrões. 6. Ser generoso não tem nada a ver com possuir recursos financeiros.

Porem todo encanto dos anjos é querer proclamar de Jesus aos homens não podendo fazelo. inclusive o amor que Ele demostra pelos perdidos. Não fomos nós quem preferiu a Deus. 30). sua vida como filho. o Senhor te fez bem? Volta e conta para os homens.. mas.Gn 1-26  4º: Viram o homem pecar.Por fim Cristo em nós gera: Amor pelas vidas (Hb 12. Se for só para isso.7-10)  11º: Ser recebido pelo pai com toda pompa de Rei vencedor. fui preferido! Para quê? Com que finalidade? 1.. planeta terra. 14-16. E o que esta fazendo parado. profissional liberal ou autônomo (Rm.  3º: A criação do homem. 18-20)  8º: Viram Jesus ser preso. Fui escolhido para que eu vá e dê muitos frutos.7). quero ir para a glória. Deus não nos abençoará se vivermos desordenadamente (Sl 50. crucificado. 11. o que Ele é-Deus! . 23). comunhão com Deus. Dividir o tesouro é um Goso.Muitas dificuldades encontradas por muitos irmãos é fruto da falta de habilitação profissional (Gl. 24). Os anjos aguardaram com muita expectativa a 2ª volta de Jesus a terra em glória (Mt 24. E se colocando no ventre de Maria. 6. sua humilhação. tudo é do Senhor e para Ele devemos executar o que nos foi confiado. condenado. Quem não anda na luz sofre graves consequências. Os anjos acompanharam toda a trajetória de Jesus: vendo  1º: Jesus criador expulsar um terço dos anjos que seguiam Lúcifer. Galáxias.  10º: Viram sua ascenção.Cristo em nós gera: Andar na luz (Mt 5. Não aos anjos que Deus redime e socorre mais ao homem. isso não é peso. Só a confissão com arrependimento produz cura e perdão.2).6-7  5º: Deus se esvaziando ( Fl 2. foi Deus quem nos preferiu. Nossa admiração deve ser maior que a dos anjos. empregado.  6º: O serviram após a tentação no deserto  7º: Viram Jesus comissionado os seus discípulos (Mt 28. 6. Fp 2.16) Confessar:  A Deus  A quem ofendi  Uns aos outros Só há perdão para pecado confessado Nossa sobrevivência espiritual depende da obediência a este principio.36). quer patrão.  9º: Presenciaram sua ressureição por não ter pecado. 12). Olhar firmemente para Jesus é olharmos a sua trajetória de vida para o imitarmos e o segui-lo em todos os aspectos. A prosperidade é apresentada na bíblia sempre como resultado da generosidade fidelidade a Deus e diligência no trabalho. porque isso só foi dado ao homem faze-lo (1Pe 1.  2º: Jesus criador criando tudo que há. que dizia: “A minha comida é fazer a vontade do daquele que me enviou. os portais eternos se abrindo para o rei da glória passar( Sl 24.. e realizar a sua obra”(Jo 4. servidor público. Falar bem de Jesus compartilhar o que Ele fez em você. Olhar o Jesus obreiro. Temos alegria. Jugado. MORTO. 5. é compartilhar.Para ser filhos. é bom ser filho.Gn 3.5-8).

Temos um problema. Tem problema porque não tem falado de Jesus. mão que não se esquenta com problemas.Todo novo convertido deve perguntar para os mais velhos porque eles não falaram para mim antes. de cristo em nós. Portanto o resumo disto tudo. não deixa de cuidar. tem filho para criar. não sentimos a dor do parto. só nos leva a um ponto: Falar de Jesus e da porta do reino! . não se ocupa como a mãe que recémparida. enfaixada ainda cuida do Bebê. não se atrapalha ou se embaraça. para dar comida.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful