Você está na página 1de 4

4

Sr. Pres. existe na Trofa ainda um vazio por


preencher no que diz respeito a um espaço
para a juventude de convívio e lazer. Um local
que seja um complemento à formação das
novas gerações através de actividades
estimulantes, criativas, inovadoras e
produtivas, um verdadeiro centro de informação
e dinamização de actividades dirigidas às
juventudes mais exigentes, mais protagonistas,
mais intervenientes e mais artísticas. Um local
que seja uma verdadeira escola de intervenção
social permanente. Uma Casa Da Juventude.
Os jovens Trofenses necessitam de um
espaço onde sejam encorajados a falar, a
ouvir-se e a discutir ideias, desenvolvendo as
suas capacidades de raciocínio e de
pensamento.
É notória a falta de um espaço, onde um
jovem com falta de orientação pessoal e
profissional, se possa deslocar e falar sobre os
4

seus problemas e o seu futuro. Eu sei que


provavelmente o Sr. vai-me falar do TCA mas
como sabe, ou talvez não saiba, o TCA neste
caso e ineficaz. Um jovem não se sente
confortável para abordar vários aspectos da
sua vida, estando rodeado de pessoas mais
velhas, pois o TCA não tem grupo etário
definido, é para todas as idades.
Sr. Pres. conhece a Freguesia de
Guilhabreu? É uma freguesia nossa vizinha do
concelho de Vila do Conde, com 7,08 km² de
área com cerca de 2500 habitantes. Para se ter
uma noção é uma freguesia que é comparável
a Guidões ou Muro. Tem um densidade
populacional mais baixa que todas as
freguesias do nosso concelho excepto Covelas.
Esta pequena freguesia tem uma Casa da
Juventude. O Concelho da Trofa tem 71,73 km²
de área e cerca de 45000 habitantes. E não
tem uma Casa da Juventude.
4

A juventude, cada vez mais importante, não


só pela sua crescente intervenção política e
social, mas também pela sua participação, em
número cada vez maior, em iniciativas culturais
programadas, exige um maior empenho do Sr.
Pres.
Por isso eu digo-lhe BASTA! Já chega de
artimanhas e malabarismos políticos como
trofaposta jovem ou semana da juventude para
disfarçar a sua inércia e desinteresse pelas
verdadeiras necessidades da juventude. Sr.
Pres. o senhor é para mim o responsável pelo
atraso e pela deficiente evolução,
desenvolvimento e formação de uma juventude
que cada vez mais se vai perdendo aí pelas
ruas. Acho que devia reflectir sobre isso. É uma
pena que em 10 anos tenha perdido a
oportunidade de ser um presidente que tenha
apostado verdadeiramente na juventude.
Também acho que já não vai a tempo.
4

E aqui o apelo que lhe faço: Sr. Pres. tente


recordar-se da sua juventude, do que é ser
jovem. Lembre-se das ambições que tinha e
dos seus sonhos. Agora compare com as
condições que a Trofa oferece aos jovens. Eu
tenho também esses sonhos e projectos, sei
que poderei contar com o povo da Trofa, mas
com a câmara já ninguém conta mais.
Porque é que em 8 anos não pensou nisto?

Interesses relacionados