"É graça divina começar bem. Graça maior é persistir na caminhada certa.

Mas a graça das graças é não desistir nunca." (Dom Hélder Câmara)
ATENÇÃO! O campus possui um novo diretor. Confira a seguir a matéria completa, com entrevista exclusiva.

Confira também os Confira também: Aluno João aniversariantes do mês de Victor Cabral de Andrade do 2º ano de Junho e Julho.
MSI, fala sobre aulas de inglês que estão sendo aplicadas no horário de almoço para os alunos do curso técnico integrado ao ensino médio.
1

ELEIÇÕES
REGRAS PARA A CONDUÇÃO DOS DEBATES ENTRE OS CANDIDATOS CONCORRENTES AO CARGO DE DIRETORGERAL DO IFSP CAMPUS VOTUPORANGA .
Art. 1º ­ O presente regramento tem por objetivo normatizar os debates no campus Votuporanga do IFSP, durante o processo de consulta ao cargo de Diretor­Geral, observadas as disposições legais pertinentes na Lei no 11.892, de 29 de dezembro de 2008, Decreto no 6.986, de 20 de outubro de 2009, e baseada nas regras gerais para condução de debates entre candidatos concorrentes aos cargos do IFSP de 17 de novembro de 2012. Art. 2º ­ Toda a organização dos debates (local, equipamentos, indicação de mediador, etc.) ficará a cargo da Comissão Eleitoral Local do campus Votuporanga. Art. 3º ­ Os debates para o cargo de Diretor­Geral deverão ocorrer conforme o cronograma do Anexo I. Art. 4º ­ Os servidores e discentes do IFSP campus Votuporanga poderão elaborar perguntas de caráter geral que poderão ser sorteadas a um dos candidatos, devendo ser preenchido o devido formulário e depositado em urna específica localizada na secretaria até o dia anterior ao debate.

CONSIDERAÇÕES FINAS
João: "As afirmativas feitas, relacionadas aos docentes, são verídicas. Todos sabem que a instituição é conhecida nacionalmente, e diante disto tenho como objetivo manter esse legado." André Gobbi: "Sei que a estrutura do campus é uma dos maiores, e mais desenvolvidas. Em dois anos e meio, o campus evoluiu, e continua crescendo. Eu pretendo consertar as imperfeições que ainda existem, tornando­o um lugar agradável à todos." Marcos Furini: "Reafirmo o compromisso de minhas propostas. Entre elas, capacitando os discentes para o mercado e, incentivando os mesmos a participar da gestão de ensino. A transparência de participar das atividades culturais ou esportivas, clareza para saber o que ocorre no campus. Sempre escutando a todos fazendo com que participem da gestão."

2

ENTREVISTA
"Conduzir e possibilitar que as ideias, sugestões e decisões, todas originadas pela comunidade escolar, sejam colocadas em prática."
Entrevista com o professor e coordenador Marcos Furini, do curso de Mecânica e Eletrotécnica ,falando sobre sua conquista no cargo da direção.
O senhor esperava o resultado da eleição? MF: "Minha candidatura foi impulsionada pelo descontentamento de um grupo expressivo de servidores com as formas de gestão realizadas em nosso campus, as quais, de maneira geral, não eram participativas e embasadas em opiniões isoladas. De fato, durante a campanha, e com apoio dos alunos e servidores, ela foi crescendo e se tornando consolidada. Entretanto, não esperava a alta porcentagem de votação, ou seja, o expressivo número de 71%." Qual foi sua reação ao saber do resultado? MF: "A primeira reação sempre é a de conquista e de alegria, pois, nunca havia participado de um processo como esse, enriquecido por debates, discussões ligadas diretamente aquilo que pretendo fazer, ou seja, neste tipo de processo você está sendo avaliado constantemente, o que é comum aos cargos públicos. Além disso, as emoções durante o processo foram muito intensas. Após este primeiro momento, outras reações são originadas, tais como a responsabilidade que a expressiva votação requer. Entretanto, esta expressiva votação também demonstra a disposição dos servidores e alunos para fazer o melhor para nosso campus."

3

ENTREVISTA
Qual são suas expectativas para o cargo que conseguiu? MF: "Sempre gostei de discussões, pois nestas ocasiões surgem ideias brilhantes. Acredito que a principal expectativa que tenho é colocar em prática o resultado dessas discussões com a comunidade escolar do nosso campus. Conduzir e possibilitar que as ideias, sugestões e decisões, todas originadas pela comunidade escolar, sejam colocadas em prática. Com certeza essas são minhas maiores expectativas para o cargo. " Quais serão suas primeiras ações tomadas? MF: "Minhas primeiras ações serão relativas a reuniões, conversas e assembléias com os servidores e alunos para verificação das principais demandas, necessidades e críticas. A partir dessas verificações será possível determinar quais comissões de trabalho, de acordo com o plano de gestão, devem ser constituídas para priorização de atitudes." O que mais está chamando a sua atenção neste cargo que o Senhor agregou? MF: "O principal fato que está chamando atenção, mesmo sem estar efetivamente no cargo, visto que a nomeação está prevista para o mês de Julho, é a disposição e a vontade dos

servidores e alunos para a mudança e a efetiva melhora do nosso campus. Percebo e sinto que, na fala de cada pessoa que a expectativa é grande e isso é muito estimulante para o ocupante do cargo de direção. Pois, uma vez que a equipe de gestão estiver propensa à realização de ações e decisões que surgiram das reais necessidades da comunidade escolar, esta sempre terá o apoio de todos. "

4

ANIVERSARIANTES
TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES

Junho
TURMA 4 ­ ACLECIANO S. SOUZA ­ 30/06 TURMA 4 ­ EDIÉLY S. LIMA – 15/06 TURMA 4 ­ PEREIRA S. NETIO – 17/06 TURMA 4 ­ MARCOS S. SILVA – 26/06 TURMA 4 ­ MAYSA N. SILVA – 8/06 TURMA 5 ­ GILBERTO J. F. CAMARGO – 06/06 TURMA 5 ­ RENATO C. BELTRAMINI – 04/06 TURMA 6 ­LETÍCIA F. S. GESSI – 13/06 TURMA 7 ­ ADALBERTO A. THOMAZ – 25/06 TURMA 7 ­ ANA C. VALDAMBRINI – 18/06 TURMA 7 ­ CESAR H. OLIVEIRA – 28/06 TURMA 7 ­ CLAUDIANE S.NEVES – 04/06 TURMA 7 ­ LUAN DE B. DELGADO – 19/06

Julho
TURMA 4­ALESSANDRE SANCHES­07/07 TURMA 4 ­ ALESSANDRO V. DA SILVA ­ 12/07 TURMA 4 ­ DIEGO C. O. NASCIMENTO – 02/07 TURMA 4 ­ FABIO H. PAGLIARANI ­ 24/07 TURMA 4 ­ GENIVAL P. SANTOS ­ 10/07 TURMA 4 ­ ISABELLA R. COSTA – 29/07 TURMA 5 ­ ARIANE DE C. REZENDE – 28/07 TURMA 5 ­PEDRO D. CAMARGO ­ 22/07

TURMA 5 ­ SPENCER ZIRONDI – 26/07 TURMA 6 ­ CARLOS E. SILVA – 30/07 TURMA 6 ­ TAYNARA M. BERTOCHI – 19/07 TURMA 7 ­ ALTAIR F. NETO – 24/07 TURMA 7 ­ BRUNEIDE A.CARVALHO – 02/07 TURMA 7 ­ LUIS H. F. PAULO – 29/07

5

ANIVERSARIANTES
TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES - INTEGRADO

Junho
TURMA 1 ­ BRUNA P. SILVA – 05/06 TURMA 1 ­ DANIEL V. M. FERREIRA – 30/06 TURMA 1 ­ VINICIUS M. TEODORO – 10/06 TURMA 2 ­ DANIEL M. ANDRADE – 04/06 TURMA 2 ­ GUILHERME F. D. SANTOS – 10/06

Julho
TURMA 1 ­ GABRYEL RODRIGUES – 09/07 TURMA 1 ­ LETICIA B. SOUZA – 23/07 TURMA 1 ­ BIANCA R. BERNARDO – 23/07 TURMA 2 ­ FERNANDA C. S. MATTOS ­ 19/07 TURMA 2 ­ GABRIELA F. ABREU – 01/07 TURMA 2 ­ GABRYELLY T. SAIDT – 30/07 TURMA 2 ­ JOSÉ E. Q. SIMÕES – 04/07 TURMA 2 ­ JOYCE M. SANTANA – 08/07 TURMA 2 ­ MATHEUS D. CRESPILHO – 27/07 TURMA 2 ­ NATÁLIA G. SILVA – 22/07 TURMA 2 ­ NÁTALY N. SILVA – 28/07

6

ANIVERSARIANTES
ELETROTÉCNICA

Junho
TURMA 1 ­ JOÃO V. P. D. SANTOS – 20/06 TURMA 3 ­ ALMIR H. S. AMARO – 06/06 TURMA 3 ­ BRUNO F. S. MENDONÇA – 18/06 TURMA 3 ­ FABIO J.MACEDO – 26/06 TURMA 3 ­ JOÃO P. L. OLIVEIRA – 09/06 TURMA 3 ­ JOSE W.C. MESIANO ­ 14/06 TURMA 3 ­ MARCOS R. OLIVEIRA – 07/06 TURMA 3 ­ MAYKON F. BRAMBILLA – 01/06

Julho
TURMA 1 ­ DARLENE E. LIMA – 01/07 TURMA 1 ­ EDSON D.MARQUES – 26/07 TURMA 1 ­ LUCAS R. OLIVEIRA – 21/07 TURMA 3 ­ EDUARDO A. FIGUEIREDO – 12/07 TURMA 3 ­ JULIO C. N. MELO – 09/07 TURMA 3 ­ RENAN B. S. GONZALEZ – 08/07

7

ANIVERSARIANTES
M A N U T E N Ç Ã O E S U P O RT E E M I N F O R M Á T I C A

Junho
TURMA 3 ­ WALLACY R. SILVA – 20/06 TURMA 4 ­ LOURDES S. SILVA – 25/07 TURMA 6 ­ ALESSANDRO T. MORE – 23/06 TURMA 6 ­ DARIO A. ZANCO – 30/06 TURMA 7 ­ ALCIDES A. SENA – 14/06 TURMA 7 ­ ANTONIO DE S. B. NETTO – 16/06 TURMA 7 ­ DIMAS B. T. JUNIOR – 29/06 TURMA 7 ­ NATAN R. S. LUIZ – 13/06 TURMA 7 ­ PAULO H. VITORINO – 17/06 TURMA 7 ­ ROSANGELA T. DE SEIXAS – 28/06 TURMA 7 ­ TATIANE A. SILVA – 08/06

Julho
TURMA 7 – MÁRCIO S. JÚNIOR – 15/07 TURMA 3 ­ NELSON L. GINEL – 08/07 TURMA 7 ­ MATHEUS V. TOBITA – 20/07 TURMA 7 ­ POLLYANA R. B. F. SILVA – 26/07

8

ANIVERSARIANTES
M A N U T E N Ç Ã O E S U P O RT E E M I N F O R M Á T I C A - I N T E G R A D O

Junho
TURMA 1 ­ FRANCIELLE S. NUNES – 12/06 TURMA 2 ­ BRUNA M. D. FERREIRA – 02/06 TURMA 2 ­ VINÍCIUS E. A. OLIVEIRA ­ 17/06

Julho
TURMA 1 ­ PATRÍCIA A. FERREIRA – 12/07 TURMA 2 ­ HÁDILA N. G. CORREA – 20/07 TURMA 2 ­ HÁVILA N. G. CORREA ­ 20/07 TURMA 2 ­ ISABELA N. ALMEIDA – 13/07 TURMA 2 ­ JESSICA GUIMARÃES – 02/07

9

ANIVERSARIANTES
MECÂNICA

Junho
TURMA 1 ­ DENIS G. SOARES – 04/06 TURMA 1 ­ EVANDRO NEVES – 16/06 TURMA 2 ­ MATHEUS H. CARDOSO – 01/06 TURMA 3 ­ FELIPE M. RUFINO – 22/06 TURMA 3 ­ LEANDRO NEVES – 16/06 TURMA 3 ­ RICARDO A. PRANDINI – 11/06 TURMA 3 ­ RODRIGO C. PREVI – 11/06 TURMA 1 ­ JOSÉ M. SOUZA – 15/06

Julho
TURMA 1 ­ JOSÉ D. MOREIRA – 07/07 TURMA 1 ­ LEONALDO ZANELATTO – 05/07 TURMA 3 ­ GABRIEL C. S. OLIVEIRA – 17/07

10

FIQUE LIGADO !
"Compartilhando conteúdo."
Aluno João Victor compartilha conhecimentos de inglês com os colegas.
Os alunos do 2º ano do ensino médio integrado ao curso técnico de Manutenção e Suporte em Informática, iniciaram um grupo de estudo da língua inglesa, no horário de almoço, para que os mesmos pudessem se aperfeiçoar na língua. O aluno João Victor Cabral de Andrade, por possuir um conhecimento um pouco mais aprimorado, está repassando seus conhecimentos aos seus demais colegas. Foi feita uma chamada aos que estavam interessados em participar, não sendo obrigatório pelo fato de não ser nada certificado, este curso é apenas uma interação entre alunos. Essas aulas ocorrem três vezes por semana, não deixando o horário muito cansativo, nem o aprendizado prejudicado.

11

VEJA TAMBÉM
"Deniclaudio é um exemplo de superação. Mostra que não é preciso ter tudo em ordem pra ser feliz e conseguir levar a vida com ânimo e determinação.."
"Conheço cadeirantes que não conseguem levar uma vida comum, pois tem um certo receio em pedir ajuda aos outros, limitando eles a poucos ambientes." Em entrevista com Deniclaudio (29), cadeirante, e estudante de Edificações do IFSP levantamos alguns tópicos para entender como é a vida de um cadeirante, quais são as dificuldades e como é a adaptação.
A VIVÊNCIA:
Diz que achou interessante e surpreendente a vida de um cadeirante, pois esta vivência acrescentou experiências não só para si mesmo, mas também para todos que o rodeiam, pois ninguém sabe quais são as dificuldades de um cadeirante, até conviver com um. Já no âmbito profissional, ele pensa em projetar um futuro no qual um cadeirante se sinta a vontade no mesmo lugar em que uma pessoa sem deficiência se sente bem.

O ACIDENTE:
O acidente aconteceu há sete anos, a caminho do trabalho, quando um carro bateu na traseira da moto que dirigia, ocasionando o acidente e fraturando a coluna do mesmo.

12

VEJA TAMBÉM
A ADAPTAÇÃO: Ele assume que foi difícil para se adaptar, teve que começar tudo zero, porém, em termos psicológicos diz que foi bem fácil, conseguiu aceitar todo seu quadro, de uma maneira tranquila. Também diz que ainda é difícil se acostumar a estruturas urbanas, como cidades não adaptadas, meios de transporte e ambientes não preparados para receber pessoas com essas necessidades, pois, infelizmente, poucas cidades e ambientes são preparados para isso. Mesmo com todos esses problemas, ele ainda consegue tempo e ânimo para praticar esportes, e levar uma vida comum, e independente, conseguindo sair, dirigir, viajar. Às vezes claro, precisa da ajuda de alguém, mas consegue levar uma vida tranquila, normal e feliz. Diz ainda que a cadeira de rodas não foi um problema, mas sim uma forma de fazê­lo seguir em frente, pois às vezes, sem ela, ele estaria acamado.

não tem necessidades especiais passam desapercebidas. Diz também que conhece cadeirantes que não conseguem levar uma vida comum, pois tem um certo receio em pedir ajuda aos outros, limitando eles a poucos ambientes.

O CAMPUS, ESTÁ PREPARADO PARA RECEBER UM CADEIRANTE? Na opinião dele, o campus está muito afrente de vários lugares em que ele já esteve, claro que ainda há algumas dificuldades, como por exemplo, o acesso à entrada da escola, mas dentro do campus já é bem mais fácil e adaptado, com exceção de algumas salas que ainda há dificuldades de entrada. Ele sente algumas dificuldades, que para pessoas que

13

CONTATOS
Dúvidas, ideia ou reclamações? Entre em contato conosco; Daniela Domingos Lemes Domingues ­ email: danielalemesdomingues@gmail.com Daynara Minucelli Campos ­ email:Daynaramcampos@gmail.com João Victor Cabral de Andrade ­ email:joao.victor.cabral@hotmail.com Lilian Gabriela de Souza ­ email: lih.souza1@gmail.com Matheus Roberto Garcia de Oliveira ­ email:Matheusroberto2010_@hotmail.com Natália Lemes Teixeira ­ email: nattylt97@gmail.com Patrícia Augusto Ferreira ­ email: patti.ferreiira@gmail.com Vanderson Aniceto da Silva ­ email:vandersonaniceto@gmail.com Orientação: Ana Cláudia Picolini ­ email:prof.anapicolini@gmail.com Eder Antônio Pansani Júnior ­ email:epansani@gmail.com Ubiratan Zakaib do Nascimento ­ email: birazn@gmail.com Jornal: ndl­jornal@googlegroups.com

14

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful