UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Centro de Ciências Exatas e Tecnologia Departamento de Tecnologia Química

Fundamentos e Tecnologias de produção de biocombustíveis
Jaciene J F Cardoso
pv.prhufma39@yahoo.com.br Bloco 09, sala 207 Fone: 3272-9233

Biocombustíveis
Definição, vantagens, tipos e gerações dos Biocombustíveis

Biocombustíveis
Definição
Combustível derivado de biomassa renovável para uso em motores a combustão interna ou, conforme regulamento, para outro tipo de geração de energia, que possa substituir parcial ou totalmente combustíveis de origem fóssil (Lei nº11. 097, de 13 de janeiro de 2005).

São fontes de energia derivados de produtos renováveis, como cana-de-açúcar, plantas oleaginosas, biomassa florestal e outras fontes de matéria orgânica.

Biocombustíveis
Definição
 Todo combustível sólido,

líquido, gasoso de origem biológica

renovável, não fóssil.
Todo material orgânico

gera energia, mas o biocombustível é fabricado em escala comercial a partir de produtos agrícolas:
• • • • • • • Cana-de-açúcar Mamona Soja Girassol Dendê Biomassa florestal Resíduo orgânico

Vantagens e Desvantagens dos biocombustíveis

Biocombustíveis
Vantagens

Impacto Ambiental

 Reduzem a quantidade de CO2 emitido para atmosfera e como as planta consomem CO2, este acaba sendo contrabalanceado;
 Estudos apontam uma redução de CO2 no biodiesel de até 80% comparado ao diesel;  Reduza também as emissões de enxofre, pois as oleaginosas são isentas de enxofre.

Biocombustíveis
Vantagens
 Aspectos políticos

 A grande vantagem dos biocombustíveis é tornar os países menos dependentes dos fornecedores de petróleo, não ficando sujeitos às variações de mercado.
 Subprodutos obtidos  Torta (pós-tratamento pode ser usada na indústria de alimentos, ração animal, fertilizantes e também para produzir celulose e até aumentar a produção de biocombustíveis);  Glicerina (pós-tratamento pode ser utilizada na indústria alimentícia, indústria química e farmacêutica).

Biocombustíveis
Vantagens
 Diversidades das fontes

 O álcool pode ser produzido de diversas fontes (cana-deaçúcar, beterraba, milho, arroz e etc.);
 Para produção de biodiesel existe diversas oleaginosas, óleos usados, gordura animal);  O biogás pode ser obtido da decomposição da matéria orgânica em reatores de biogás ou em aterros sanitários.  Impactos sociais;

 Geração de empregos e renda no setor primário;
 Diminuição do êxodo dos trabalhadores do campo para a cidade.

Biocombustíveis
Vantagens
 Diminuição das reservas de petróleo

 A procura de petróleo em poços cada vez mais profundos tem aumentado os gasto na sua prospecção o que torna cada vez mais onerosa a exploração e a refinação das riquezas naturais do subsolo;
 favorecendo a exploração dos recursos da superfície.  Facilidade de aplicação.  Não é necessário mudança nos motores ciclo diesel para percentuais de até 20% de biodiesel;  Acima de 20% é necessário melhores avaliações de desempenho dos motores.

Biocombustíveis
Desvantagens
 Aumento dos custos dos bens alimentares  O aumento da procura de matéria-prima para a produção de biocombustíveis conduz à subida dos preços dos alimentos.  Aumento das áreas de produção;  A produção de biocombustíveis implica na ocupação parcial das áreas atualmente utilizadas para as culturas alimentares e florestas;  Tem como consequência redução das áreas agricultáveis, diminuição de reservas florestais podendo ocorrer extinção de espécies.  A produção intensiva de matéria-prima de origem vegetal pode acarretar esgotamento da capacidade do solo.

Biocombustíveis
Desvantagens
 Subprodutos obtidos;  É necessário estudos técnicos e econômicos para agregar valores e destinação adequada a glicerina gerada na produção de biodiesel.  Outros problemas  O biodiesel pode provocar entupimento de bicos injetores, formar depósitos de carvão nos pistões, reagir com anéis de vedação diminuindo a vida útil dessas peças e etc.;

Tipos de biocombustíveis

Tipos de biocombustíveis
– Existem vários tipos de biocombustíveis
• • • • • • • • • Biodiesel Bioetanol Biogás Biomassa Biometanol Bioéter dimetílico Bio-ETBE Bio-MTBE Bio-hidrogênio

Tipos de biocombustíveis
Biocombustíveis Gasosos
- Tem origem nos efluentes agropecuário, da agroindústria e urbanos (lamas das estações de tratamento dos efluentes domésticos) e ainda nos aterros de RSU (Resíduos Sólidos Urbanos) - São constituídos por uma mistura de gases, em que o metano é o gás predominante, sendo esta mistura denominada por biogás.

Tipos de biocombustíveis
Biocombustíveis Líquidos
Os biocombustíveis líquidos com potencial de utilização, os mais comuns são o biodiesel e o bioetanol, sendo o primeiro obtido a partir de óleos orgânicos e o segundo a partir da fermentação de hidratos de carbono (açúcar, amido, celulose).
Podem ser utilizados de forma bastante eficiente em motores de combustão interna que equipam os mais diversos veículos automotores.

Tipos de biocombustíveis
Biodiesel

Definição
– O biodiesel é um éster de ácido graxo, renovável e biodegradável, obtido comumente a partir da reação química de óleos ou gorduras, de origem animal ou vegetal, com um álcool na presença de um catalisador (reação conhecida como transesterificação).

Tipos de biocombustíveis
Biodiesel

Matérias Primas
Substrato Óleo de Soja Óleo de Girassol Substrato Óleo de Buriti Óleo de Babaçu

Óleo de Canola
Óleo de Milho Óleo de Arroz Óleo de Nabo Forrageiro Óleo de Amendoim Óleo de Palma (dendê) Óleo de Pinhão Manso Óleo de Algodão Óleo de Mamona

Óleo de Castanha
Óleo de Fritura Sebo Bovino Banha de Porco Gordura de Galinha Óleo de Peixe Ácido Graxo Resíduos Industriais Escuma de Esgoto

Tipos de biocombustíveis
Bioetanol

Definição
– Biocombustível produzido, geralmente, a partir da cana-de-açúcar, mandioca, milho ou beterraba.
– Cujo processo consiste na fermentação alcoólica, realizada por microorganismos, em uma solução de açúcares extraídos desses vegetais. – Também pode ser chamado de álcool combustível ou álcool carburante.

Tipos de biocombustíveis
Biogás

Definição

– Biogás é um tipo de mistura gasosa de dióxido de carbono e metano produzida naturalmente em meio anaeróbico pela ação de bactérias em matérias orgânicas, que são fermentadas dentro de determinados limites de temperatura, teor de umidade e acidez. – O metano, principal componente do biogás, não tem cheiro, cor ou sabor, mas os outros gases presentes conferem-lhe um ligeiro odor desagradável.

Tipos de biocombustíveis
Biomassa
 Definição

– Do ponto de vista da geração de energia, o termo biomassa abrange os derivados recentes de organismos vivos utilizados como combustíveis ou para a sua produção. – Do ponto de vista da ecologia, biomassa é a quantidade total de matéria viva existente num ecossistema ou numa população animal ou vegetal.
Exemplos: Lenha Carvão Vegetal Briquete (lenha ecológica - reciclada)

Outros Biocombustíveis
Óleo Vegetal

Definição e Produção
– É uma gordura extraída de plantas formada por triglicerídeo. Apesar de, em princípio, outras partes da planta poderem ser utilizadas na extração de óleo, na prática este é extraído na sua maioria (quase exclusivamente) das sementes, por processo químico ou físico.

Uso
– Como combustível veicular do tipo diesel, o óleo vegetal necessita ser aquecido para obter uma menor viscosidade.

Outros Biocombustíveis
H-Bio
 Definição

– Diesel que utiliza fontes renováveis na sua composição (óleos vegetais como o de mamona, girassol, soja, ou dendê), mas tem as características físico-químicas finais semelhantes às do óleo diesel mineral.

Outros Biocombustíveis
H-Bio
 Produção

– O H-BIO é um processo desenvolvido e patenteado pela Petrobras (PETRÓLEO BRASILEIRO S/A), constituído pela adição de 10 a 20% de óleo vegetal ou gordura animal ao óleo diesel antes de sua passagem pelas unidades de hidrotratamento nas refinarias, processo normalmente usado para reduzir o teor de enxofre do óleo diesel.
– Nesse processo, os triglicerídeos, principais constituintes de óleos vegetais e gorduras animais, sofrem hidrogenólise (decomposição por hidrogênio).

Outros Biocombustíveis
H-Bio
 Produção

– A reação ocorre em elevada pressão e temperatura, com a presença de catalisador metálico. – O processo H-BIO produz n-parafinas (hidrocarbonetos lineares saturados) idênticos aos principais constituintes do óleo diesel mineral, além de propano.

Outros Biocombustíveis
Biometanol

Definição
– O metanol, também conhecido como álcool metílico, ou ainda o álcool da madeira é um composto químico com fórmula química CH3OH. Líquido, inflamável, possui chama invisível, fundindo-se a cerca de -98 °C.

Produção
– Pode ser preparado pela destilação seca de madeiras, seu processo mais antigo de obtenção, e de onde, durante muito tempo, foi obtido exclusivamente. – Atualmente é obtido pela reação do gás de síntese (produzido a partir de origens fósseis, como o gás natural), uma mistura de H2 com CO passando sobre um catalisador metálico a altas temperaturas e pressões.

Outros Biocombustíveis
Combustíveis a base de éter
Bioéter dimetílico
– Éter dimetílico produzido a partir de biomassa para utilização como biocombustível.
 

Bio-ETBE (bioéter etil-terc-butílico)
– ETBE produzido a partir do bioetanol, sendo a porcentagem em volume de bio-ETBE considerada como biocombustível igual a 47%.

Bio-MTBE (bioéter metil-terc-butílico)
– Combustível produzido com base no biometanol, sendo a porcentagem em volume de bio-MTBE considerada como biocombustível de 36%.

Gerações dos biocombustíveis

Biocombustíveis
1ª Geração

Definição
- Caracteriza-se pelos biocombustíveis produzidos principalmente de matérias-primas cultivadas e pela baixa complexidade tecnológica para a sua produção. ⁻ Tecnologia predominante na matriz energética no presente.

Exemplos
 Bioetanol (milho, cana-de-açúcar, beterraba e trigo)  Biodiesel (soja, girassol e colza)  Óleo vegetal

Biocombustíveis
2ª Geração

Definição
– Caracteriza-se pelos biocombustíveis produzidos principalmente de matérias-primas cultivadas e pela baixa complexidade tecnológica para a sua produção. – Tecnologia predominante na matriz energética no presente.

Exemplos
– Bioetanol (milho, cana-de-açúcar, beterraba e trigo) – Biodiesel (soja, girassol e colza) – Óleo vegetal

Biocombustíveis
3ª Geração

Definição
– Caracteriza-se pela alta velocidade de produção, alto teor de óleo e carboidratos, adaptação, adaptação a um espectro amplo de temperatura e acidez do meio, capacidade de fixar nitrogênio da atmosfera, e maior eficiência fotossintética.

Exemplos
– Biodiesel de microalgas oleaginosas

Biocombustíveis
Geração zero
 Definição

– Caracteriza-se pela baixa ou nenhuma tecnologia para produção e principalmente por matériaprima de fonte extrativa.
 Exemplos

– Lenha – Carvão vegetal de lenha extrativa

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful