Você está na página 1de 6
Prova de Língua Portuguesa – 5.º Ano de escolaridade 1.ª Chamada Ano lectivo 2008/2009
Prova de Língua Portuguesa – 5.º Ano de escolaridade
1.ª Chamada
Ano lectivo 2008/2009

Lê atentamente o seguinte texto:

UMA AMIZADE INVULGAR

Era uma tarde já quente, mas a água do ribeiro ainda estava muito fria para se poder tomar banho, e o rapaz estava deitado de bruços na pequena

praia de areia, distraído a fazer uma construção com pedras e ramos de árvores. De repente, ouviu um grande barulho na água atrás de si e voltou-se ainda a tempo de ver um enorme peixe que dava um salto imenso fora de água, todo torcido como se fosse uma bailarina, e, depois de ficar um instante suspenso no ar, olhando tudo à roda, caiu outra vez dentro de água, com um

E, depois,

grande estardalhaço, salpicando água até onde estava o rapaz. (

como se fosse um sonho, o rapaz ouviu o peixe a falar, com uma voz estranha, que parecia vir do fundo do rio:

- Olá, rapaz! Tu vives aqui? – perguntou o peixe, com muito bons modos.

)

- Vi-vi-vo – gaguejou o rapaz, ainda a tremer de medo.

- Ah! – disse o peixe – este é um sítio muito bonito. O ribeiro é muito

bonito, a água é muito limpa e há várias pedras onde se pode construir uma

casa. Este lago é teu?

- É, é m-meu – disse o rapaz. – É on-onde eu tomo banho no Verão, é

onde eu brin-brinco sempre que não está a cho-chover. Mas, diz-me uma coisa, peixe – o rapaz encheu-se de coragem. - Como é que tu falas a língua das pessoas? ( )

- Eu nasci e cresci dentro de um aquário que pertencia a um rapaz assim

da tua idade. Ele gostava muito de mim e tratava-me muito bem. (

tantas vezes comigo, contava-me tudo da vida dele, conversámos tanto, tanto, que eu acabei a falar a língua das pessoas. ( ) O rapaz ficou em silêncio, a pensar no que fazer. Aquele peixe enorme e falador era uma coisa muito estranha ali no seu ribeiro. Se ele ali ficasse, nunca mais poderia nadar à vontade no lago e nunca mais poderia estar ali sozinho, como gostava. Mas também tinha pena do peixe, há tanto tempo à procura de uma casa para viver (

E falava

)

Miguel Sousa Tavares, O Segredo do Rio (Adaptado)

Responde às perguntas que se seguem com frases completas.

I

Compreensão do Texto

1.

Retira do texto os elementos necessários e completa:

 

Título:

 

Autor:

Obra a que pertence:

 

2.

Identifica as personagens que participam nesta história.

 

3.

Quando se passa a acção narrada?

 

4.

o

rapaz estava deitado de bruços na pequena praia de areia

4.1.

O que significa a expressão de bruços ?

 

4.2.

Refere o que estava o rapaz a fazer.

4.3.

Indica o que viu ele atrás de si.

5.

o

rapaz ouviu (

)

uma voz estranha

5.1.

Que sentiu ele ao ouvir aquela voz?

6. Antes de ser solto no rio, o peixe vivera num aquário que pertencia a um outro rapaz. 6.1.Que sentimento unia esse rapaz ao peixe? Justifica a tua resposta com uma frase do texto.

II

Funcionamento da Língua

1. Classifica cada grupo de palavras quanto ao número de sílabas:

era,

uma,

tarde,

quente

já,

mas,

voz,

bons

ribeiro, enorme, bailarina, salpicando

ribeiro, enorme, bailarina, salpicando

2. Classifica as seguintes palavras quanto à acentuação:

distraído

árvores

rapaz

3. O peixe tinha uma voz muito estranha.

3.1. Classifica morfologicamente as palavras sublinhadas:

O

peixe

estranha

4. Volta a escrever a frase, colocando o verbo nos tempos indicados:

O rapaz brinca no ribeiro.

– Presente do Indicativo

– Futuro do Indicativo

– Pretérito Perfeito do Indicativo

5. Escreve as seguintes palavras por ordem alfabética:

tarde,

quente,

água,

ribeiro,

ainda,

fria

III

Expressão Escrita

“ O rapaz ficou em silêncio, a pensar no que fazer.”

Esta história termina com uma grande dúvida do rapaz : deixar viver o peixe no ribeiro ou expulsá-lo dali.

Escreve um texto (15 / 20 linhas) onde imagines a solução que o rapaz encontrou para este problema.

EXAMES DE ADMISSÃO AOS ESTABELECIMENTOS MILITARES DE ENSINO

LÍNGUA PORTUGUESA – 5º ANO

1ª Chamada

Ano lectivo de 2008/2009

CRITÉRIOS DE CORRECÇÃO

Questão

Cotação

 

Possível Resposta Correcta

Resposta com penalização

I

   

Compreensão do Texto

 

3

 

1.

(1+1+1)

Título: Uma amizade invulgar Autor: Miguel Sousa Tavares Obra a que pertence: O Segredo do Rio

2.

6

As personagens que participam nesta história são o rapaz e o peixe.

Frase sem sujeito e predicado

(-1)

3.

6

A

acção (narrada) passa-se numa tarde já quente.

Frase sem sujeito e predicado

 

(-1)

4.1.

4

A

expressão de bruços significa de barriga para baixo.

4.2.

6

O

rapaz estava a fazer uma construção com pedras e

Frase sem sujeito e predicado

ramos de árvores.

(-1)

4.3.

6

Atrás de si, viu um enorme peixe que saltava fora de água

Frase sem sujeito e predicado

e,

todo torcido, olhava tudo o que o rodeava.

(-1)

5.1.

6

Ao ouvir aquela voz, o rapaz sentiu muito medo.

Frase sem sujeito e predicado

(-1)

8

Esse rapaz sentia uma grande amizade pelo peixe, como

Frase sem sujeito e predicado

6.1.

(5+3)

pode comprovar com a transcrição “Ele gostava muito de mim e tratava-me muito bem.”

se

(-1)

Ausência de aspas (-1)

II

 

Funcionamento da Língua

Dissílabos

Cada erro (-1,5)

1.

4,5

Monossílabos

(1,5x3)

Polissílabos

 

2.

4,5

(Palavra) grave (Palavra) esdrúxula (Palavra) aguda

Cada erro (-1,5)

(1,5x3)

9

O

– (Determinante) artigo definido, masculino, singular

3.1.

(3+3+3)

peixe – Nome (substantivo) comum, masculino, singular estranha – Adjectivo, feminino, singular

Cada elemento em falta

(-0,5)

4.

4

(2+2)

O

rapaz brincará no ribeiro.

Cada erro (-2)

O

rapaz brincou no ribeiro.

3

 

Cada elemento em falta ou cada erro (-0,5)

5.

(0,5x 6)

água, ainda, fria, quente, ribeiro, tarde

III

Expressão Escrita

Critérios

Cotação

Criatividade / Originalidade Riqueza e variedade de ideias Estrutura interna Correcção linguística

4

14

6

6

Total

30

CONCURSO DE ADMISSÃO AOS EME PARA O ANO LECTIVO

2008 / 2009

Prova de Língua Portuguesa

Acesso ao 5º ano de escolaridade

OBJECTIVOS

ESTRUTURA

COTAÇÃO

Apreender o sentido global de um texto

   

Extrair informações de um texto

Grupo I

45

Aplicar regras de morfossintaxe

Grupo II

25

Produzir um texto com criatividade e correcção

Grupo III

30

 

100

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

Desconta-se:

Erro ortográfico – 0,4 Erro de sintaxe – 0,8 Erro de pontuação – 0,4 Erro de acentuação – 0,4

Forma – 40% Conteúdo – 60%

Na gramática, desconta-se por grupo até ao limite de 25%.