ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL

Domingos das 09:00 hs às 10:00 hs Prof. Roberto de Carvalho - Fone: 61 8415 1255
Home Page - http://solodeogratia.wix.com/solodeogratia Mobile Site – http://m.wix.com/solodeogratia/solodeogratia

LOCAL

Igreja Pentecostal Chama do Espírito
Quadra 13 "A" Lote 15 - Vila Paraíso III
Santo Antônio do Descoberto - GO

Tema: Farisaísmo / Legalismo

Data: 20 / 01 / 13

Assunto: Distorções doutrinárias parte V – Piercings e Tatuagens são para os crentes? 1 – Introdução:
Depois de alguns questionamentos sobre a nossa aula de 16 de dezembro de 2012, que tratava sobre o assunto do uso de joias, enfeites e cosméticos, tive a necessidade de escrever mais uma vez, sobre este assunto e incorporá-lo, como um apêndice, ao estudo passado. Vejamos em Isaías no capítulo 3:16-24, neste texto observamos que o pecado aqui tratado não era o uso de joias; Não eram as joias, enfeites ou cosméticos em si que eram malignas, muito menos era pecado usá-las, mas a maldade e a injustiça que se espalhava entre o povo que andava orgulhoso como se nada de mal fosse acontecer; suas mulheres andavam soberbas como se Deus não fosse fazer justiça. O pecado era a apostasia e o orgulho da nação! Devido à desobediência, a alegria cessaria e viriam sobre eles, castigo, humilhação e tristeza, entre outras coisas o “tirar de joias” que simbolizariam a humilhação para as mulheres de Israel. Mas, o âmago da questão, acredito estar, mais precisamente no versículo 21 – “Os anéis, e as joias do nariz,”... Ah! Se as mulheres de Israel usavam “joias no nariz” (talvez uma espécie de Piercings) e não era pecado... Então também posso usar o meu “Piercings”! Talvez tenha concluído em seu raciocínio! Bom! Estaremos então, nesta aula, esclarecendo: Pode um cristão usar Piercings? Aproveitaremos também, para sanar algumas dúvidas, relativas à uma outra pergunta muito comum em nosso meio: Pode o cristão se tatuar? Baseadas nestes dois questionamentos que podem surgir dentre os jovens cristãos, sem querermos ser farisaicos ou legalistas, tentaremos mostrar, a luz das escrituras, o porquê do cristão não poder se tatuar ou usar Piercings. Discutiremos este tópico fundamentando o nosso argumento em três áreas distintas; a saber: Jurídica, médica e espiritual.

2 – Porque não devo usar piercing ou tatuar o meu corpo? – Aspecto Jurídico:
No Distrito Federal, assim como em vários outros estados, fazer tatuagens ou colocar piercing em menores de 18 anos é crime! Alguns permitem com o acompanhamento ou autorização dos pais por escrito. Esta proibição prova que não é algo bom para a sociedade secular, quanto mais para um jovem cristão, pois se assim fosse, não haveria esta restrição. Entrelinhas, o pensamento é o seguinte: “Se você quer correr riscos, faça isso conscientemente quando for maior para decidir, pois enquanto for menor de idade, não poderá fazer!” A Lei (aprovada no Estado de São Paulo e Rio de Janeiro, dentre outros) proíbe o menor de se tatuar ou colocar piercing, mesmo que os pais aceitem o fato; ainda que os pais sejam irresponsáveis, o Estado não poderá ser! Não é o caso do Distrito Federal e Goiás! Agora raciocine: Por que a própria sociedade secular impõe leis que proíbem tatuagens e piercings em menores se estes fossem inofensivos? As Leis existentes e os projetos de lei que tramitam no governo propõe salvaguardar a integridade física daqueles que, à luz dos Códigos Civil e Penal, não respondem por seus atos, amparados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. A aplicação de tatuagens nas mais diversas partes do corpo, assim como a colocação de brincos e argolas na barriga, língua, pálpebras e até em órgãos genitais, à guisa de “estar na moda”, tem levado grande número de adolescentes a se sujeitarem a essa verdadeira lesão, cujas consequências poderão advir em deformações permanentes, ou provocar situações que, futuramente, serão indesejáveis. Como por exemplo, foi notificado recentemente o caso de uma jovem de 19 anos na Bahia que fora reprovada em um concurso na Aeronáutica por possuir uma enorme tatuagem na barriga, aplicada quando tinha 15 anos de idade. E outro rapaz candidato à PM do estado de Goiás.

Página | 2

Além do exposto acima, obviamente se um pastor permite tal coisa em sua igreja, certamente está concordando com uma prática que nem mesmo a sociedade tem por saudável!

3 – Porque não devo usar piercing ou tatuar o meu corpo? – Aspecto Médico: 3.1 – Risco de Doenças:
A colocação de piercing e a tatuagem devem seguir rigores técnicos; o que não é visto por aí! Doenças como hepatite B e C, bem como a AIDS podem ser transmitidas nestes procedimentos. Por se tratar de um procedimento invasivo no qual é utilizado material perfurocortante, a tatuagem, bem como a colocação de piercing, deve seguir as normas da secretaria de saúde (vigilância sanitária). O problema é que; na grande maioria dos locais onde são feitos tais procedimentos, as normas da secretaria da saúde não são seguidas; os lugares são clandestinos; são feitos geralmente em fundos de quintal e quem se submete ao procedimento ignora as exigências da vigilância sanitária e desconhece os riscos aos quais está se expondo. Quando um cristão se submete a riscos por causa de algo tão fútil, apenas para satisfazer a sua vaidade ou “eu”; pergunto: Estaria isso correto?

3.2 - Higiene:
O aspecto da higiene também deve ser levado em conta nesta questão. Os piercings, em especial, são uma porta de contato entre o meio externo e o meio interno no que se refere ao corpo. O local perfurado torna-se mais propenso ao acúmulo de sujeiras.

3.3- A recuperação:
Quem se expõe a ser tatuado ou a colocar um piercing, além de estar se sujeitando a dor (característica sadomasoquista) provocada pela perfuração, corre o risco de um processo de contaminação durante a recuperação, com risco de infecção grave, que nem com uma forte carga de antibióticos seria possível, reverter o quadro, devido as áreas cartilaginosas serem pobres na irrigação sanguínea, fator este causador de sérias sequelas, como por exemplo, cicatrizes que não poderão ser corrigidas totalmente, nem mesmo com intervenção de cirurgia plástica em alguns casos ou na maioria das vezes levar a perdas e amputações. Até aqui não mencionei o aspecto espiritual, mas pergunto: Vale a pena um cristão passar por isso?

3 – Porque não devo usar piercing ou tatuar o meu corpo? – Aspecto Espiritual:
Sete motivos pelos quais um crente não deve se tatuar ou usar piercing: Motivo I - Pelas questões estudadas anteriormente no tópico 1º Somente a questão da existência de leis que restringem a confecção de tatuagem e colocação de piercing em menores de idade é um forte argumento para o crente não fazer tatuagem ou colocar piercing! Motivo II - Pelas questões estudadas anteriormente no tópico 2º Somente a questão da existência de perigos para a saúde, seria suficiente para que um cristão não fizesse tais coisas. Motivo III - Porque se identifica com grupos mundanos. Primeiramente, quero deixar claro que o uso de tatuagens e piercings estão intimamente relacionados com a identificação com determinados grupos sociais. Vale lembrar que estes grupos, são vistos, na maioria das vezes, à margem da sociedade ou não são tidos como padrões de normalidade. Para que você entenda, as tatuagens, por exemplo, são usadas para marcar grupos como: Esquadrões da morte; Bandidos matadores de Policiais; Metaleiros; Exotéricos; etc... Já os piercings, são amplamente usados nos grupos punks, além de Satanistas; Góticos; etc... Se os piercings e tatuagens não te identificarem com um dos grupos acima, ao menos vão te relacionar com o grupo dos que, por causa da vaidade, se sujeitam a tais procedimentos. A Bíblia é bastante clara quando diz: Romanos 12:23 – “E não sede conformados com este mundo, mas
sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”

Você que está “afim” de se tatuar ou colocar um piercing; cheio de vaidade argumentará: _“Mas os cristãos poderão ser marcados com tatuagens que tenham motivos cristãos, tais como versículos bíblicos, por exemplo”. Absolutamente não! Nossas marcas cert amente não são marcas exteriores, mas são as marcas de uma vida transformada pelo poder de Deus, como em Gálatas 5:16,22-25 - “Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. Mas o fruto do

Página | 3 Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito”, além do que, de uma única fonte não pode jorrar dois tipos de água

diferente ao mesmo tempo Tiago 3:11,12 – “Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água

doce e água amargosa? Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce.”; mais adiante vamos falar sobre os lugares onde são feitos os

procedimentos. Vale lembrar ainda que um crente tatuado ou com piercing, se identifica mais com o mundo do que com Cristo. Motivo IV - Quem trabalha fazendo tatuagem ou colocando piercing nas pessoas, está envolvido de alguma forma (direta ou indiretamente) com práticas satanistas, as vezes sem ao menos saber. Donde vem a inspiração? Se você quer saber se é verdade, basta olhar os mostruários de tatuagens e modelos nas bancas de jornal, revistas especializadas e nos lugares onde são feitas. Dê uma olhadinha e se você não consegue perceber, deve estar muito mal espiritualmente! Motivo V - Antes de entrarmos neste ponto, leia o texto de Levítico 19:28 – “Pelos mortos não
dareis golpes na vossa carne; nem fareis marca alguma sobre vós. Eu sou o SENHOR.”

A tatuagem e o piercing são uma forma de automutilação, autoflagelação e masoquismo; e estas práticas são condenadas por Deus. Todos que se tatuam estão se submetendo de certa forma a um tipo de mutilação ou sofrimento. Isto é pecado! Motivo VI - Leia primeiro o texto de I Rs 18:18-28, em especial o versículo 28 que diz:
“E eles clamavam em altas vozes, e se retalhavam com facas e com lancetas, conforme ao seu costume, até derramarem sangue sobre si.” Em Marcos 5:5 – “E andava sempre, de dia e de noite, clamando pelos montes, e pelos sepulcros, e ferindo-se com pedras.”,

nos quais observamos a autoflagelação no culto a Baal e na possessão demoníaca. Existe uma relação entre a origem da colocação de piercings e tatuagens, com antigos rituais espirituais acompanhados de autoflagelação e derramamento de sangue. Também eram usados como prova de virilidade e autoafirmação. Podemos confirmar este fato com as pesquisas sobre o uso de piercings e tatuagens dentre povos pagãos antigos. Os egípcios colocavam piercings no umbigo durante cerimônias. Podemos perceber que os povos indígenas pagãos se perfuram com ossos, bambus, pedaços de madeira, etc... Diversos povos de diversas culturas usavam a tatuagem com motivos espirituais em rituais de diversas espécies e fins. Podemos ver estas práticas entre os povos pagãos Maoris (canibais) e outros povos antigos da nova Zelândia. Motivo VII - O nosso corpo é o Templo do Espírito Santo, portanto devemos zelar por ele e não submetê-lo a dor, mutilação e marcas permanentes. Em I Co 6:19,20
19 Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? 20 Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.

Conclusão:
Aprendemos com esta aula que um cristão verdadeiro não deve se tatuar ou usar piercings por vários motivos citados anteriormente. Torno a afirmar que o uso de joias não é pecado, mas é necessário discernir que, como vimos no caso do piercing, existem tipos de adornos que não cabem ao cristão. Existem dois momentos na vida do crente: 1º Momento - O homem do mundo, pecador, sujeito às coisas do mundo. 2º Momento – O homem nascido de novo para Cristo, verdadeiramente TRANSFORMADO! Agora, o mais sério é o que está escrito em I Co 3:16-17:
16 Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? 17 Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.

E em Romanos 14:22-23 E por fim em I Co 10:31

22 [...] Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova. 23 Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado. 31 Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful