Você está na página 1de 8

Lista de Exercícios – Transformações térmicas

Ptof. Emerson Santos

1. (Uerj) O auditório do transatlântico, com 50 m de comprimento, 20 m de largura e 5 m de altura, possui um

sistema de refrigeração que retira, em cada ciclo, 2,0 × 10¥ J de calor do ambiente. Esse ciclo está representado no diagrama a seguir, no qual P indica a pressão e V, o volume do gás empregado na refrigeração.

pressão e V, o volume do gás empregado na refrigeração. Calcule: a) a variação da energia

Calcule:

a) a variação da energia interna do gás em cada ciclo;

b) o tempo necessário para diminuir em 3°C a temperatura do ambiente, se a cada 6 segundos o sistema reduz

em 1°C a temperatura de 25 kg de ar.

2. (Ufc) Um gás ideal sofre as transformações mostradas no diagrama da figura a seguir.

transformaçõ es mostradas no diagrama da figura a seguir. Determine o trabalho total realizado durante os

Determine o trabalho total realizado durante os quatro processos termodinâmicos AëBëCëDëA.

3. (Ufg) Uma máquina térmica contendo um gás monoatômico, que obedece à lei dos gases ideais, realiza o

ciclo representado no diagrama a seguir.

pag.1

Lista de Exercícios – Transformações térmicas

Dados:

Calor molar a volume constante = 3R/2 Calor molar a pressão constante = 5R/2

Ptof. Emerson Santos

Calor molar a pressão constante = 5R/2 Ptof. Emerson Santos a) o calor recebido ou cedido

a) o calor recebido ou cedido em cada processo;

b) o trabalho no processo CA.

4. (Pucsp) A figura representa dois modos diferentes de um homem soprar uma de suas mãos. Considerando a

segunda situação, o diagrama pressão (p) x volume (V) que melhor descreve a transformação AB que o ar soprado pelo homem sofre é

o diagrama pressão (p) x volume (V) que melhor descreve a transformação AB que o ar

pag.2

Lista de Exercícios – Transformações térmicas

Ptof. Emerson Santos

5. (Uerj) Considere um gás ideal, cujas transformações I, II e III são mostradas no diagrama P × V a seguir.

s I, II e III são mostradas no diagrama P × V a seguir. Essas transformações,

Essas transformações, I a III, são denominadas, respectivamente, de:

a)

adiabática, isobárica, isométrica

b)

isométrica, isotérmica, isobárica

c)

isobárica, isométrica, adiabática

d)

isométrica, adiabática, isotérmica

6.

(Uerj) Observe o ciclo mostrado no gráfico P × V a seguir.

(Uerj) Observe o ciclo mostrado no gráfico P × V a seguir. Considerando este ciclo completo,

Considerando este ciclo completo, o trabalho realizado, em joules, vale:

a) 1.500

b) 900

c) 800

d) 600

pag.3

Lista de Exercícios – Transformações térmicas

Ptof. Emerson Santos

7. (Ufc) Um recipiente cilíndrico fechado de volume V possui paredes adiabáticas e é dividido em dois

compartimentos iguais por uma parede fixa, também adiabática. Em cada um dos compartimentos, encontram- se n mols de um gás ideal monoatômico. Suas respectivas temperaturas iniciais são T e 2T. A parede adiabática fixa é, então, liberada e pode se deslocar livremente. Com base nessas informações, analise as afirmativas seguintes.

I. Na situação final de equilíbrio, as temperaturas nos dois recipientes são iguais.

II. A parede isolante se move em direção ao compartimento que se encontrava inicialmente a uma temperatura

T .

III. Se, na situação final de equilíbrio, o volume de um compartimento é o triplo do volume do outro, as temperaturas dos respectivos gases ideais monoatômicos são 9T/2 e 3T/2.

A

partir das três assertivas, assinale a alternativa correta.

a)

Somente I é verdadeira.

b)

Somente II é verdadeira.

c)

Somente III é verdadeira.

d)

I e II são verdadeiras.

e)

II e III são verdadeiras.

8.

(Ufg) Transformações termodinâmicas, realizadas sobre um gás de número de mols constante que obedece

à

lei geral dos gases ideais, são mostradas na figura a seguir.

geral dos gases ideais, são mostradas na figura a seguir. As transformações I, II e III

As transformações I, II e III são, respectivamente,

a) adiabática, isobárica e isotérmica.

b) isobárica, adiabática e isotérmica.

c) isotérmica, isobárica e adiabática.

d) adiabática, isotérmica e isobárica.

e) isotérmica, adiabática e isobárica.

pag.4

Lista de Exercícios – Transformações térmicas

Ptof. Emerson Santos

9. (Ufpe) Um mol de um gás ideal, inicialmente à temperatura de 300 K, é submetido ao processo termodinâmico AëBëC mostrado no diagrama V 'versus' T. Determine o trabalho realizado pelo gás, em calorias. Considere R = 2,0 cal/mol.K.

pelo gás, em calorias. Considere R = 2,0 cal/mol.K. a) 1200 cal b) 1300 cal c)

a) 1200 cal

b) 1300 cal

c) 1400 cal

d) 1500 cal

e) 1600 cal

10. (Ufpel) Os pontos A, B e C do gráfico representam três estados térmicos de uma determinada massa de gás, sendo TÛ, T½ e TÝ as temperaturas absolutas correspondentes.

TÛ, T½ e TÝ as temperaturas absolutas correspondentes. Baseado no gráfico e em seus conhecimentos, é

Baseado no gráfico e em seus conhecimentos, é correto afirmar que

a) TÝ = T½ > TÛ.

b) TÝ > T½ >TÛ.

c) TÝ = T½ = TÛ.

d) TÝ < T½ = TÛ.

e) TÝ > T½ = TÛ.

pag.5

Lista de Exercícios – Transformações térmicas

Ptof. Emerson Santos

11. (Ufrrj) Um gás ideal sofre as transformações AB, BC, CD e DA, de acordo com o gráfico a seguir.

AB, BC, CD e DA, de acordo com o gráfico a seguir. Através da análise do

Através da análise do gráfico, assinale adiante a alternativa correta.

a) Na transformação CD, o trabalho é negativo.

b) A transformação AB é isotérmica.

c) Na transformação BC, o trabalho é negativo.

d) A transformação DA é isotérmica.

e) Ao completar o ciclo, a energia interna aumenta.

12. (Ufrrj) Certa massa gasosa, contida num reservatório, sofre uma transformação termodinâmica no trecho

AB. O gráfico mostra o comportamento da pressão P, em função do volume V.

o comportamento da pressão P, em função do volume V. O módulo do trabalho realizado pelo

O módulo do trabalho realizado pelo gás, na transformação do trecho AB, é de:

a) 400J.

b) 800J.

c) 40kJ.

d) 80kJ.

e) 600J.

pag.6

Ptof. Emerson Santos

13. (Ufrs) Um recipiente cilíndrico fechado, provido de um êmbolo, contém certa quantidade de um gás ideal. À

temperatura de 10 °C, o gás ocupa um volume V³ e sua pressão é P. A partir desse estado inicial, o gás sofre uma expansão isobárica até atingir a temperatura de 20 °C. A respeito da transformação descrita acima, é correto afirmar que

a) o gás passa a ocupar, depois da transformação, um volume igual a 2V³.

b) a energia cinética média final das moléculas do gás é igual ao dobro da sua energia cinética média inicial.

c) a velocidade média das moléculas do gás não varia quando o gás passa do estado inicial para o estado final.

d) a variação na energia interna do gás é nula na transformação.

e) o calor absorvido pelo gás, durante a transformação, é maior que o trabalho por ele realizado.

Lista de Exercícios – Transformações térmicas

14. (Ufrs) Na figura a seguir, os diagramas p × V representam duas transformações termodinâmicas de uma

amostra de gás ideal.

termodinâmicas de uma amostra de gás ideal. As transformações 1 e 2, denominam-se, respectivamente, a)

As transformações 1 e 2, denominam-se, respectivamente,

a) Adiabática e isotérmica.

b) isobárica e isométrica.

c) isométrica e isotérmica.

d) adiabática e isobárica.

e) isométrica e isobárica.

15. (Unifesp) A figura representa uma amostra de um gás, suposto ideal, contida dentro de um cilindro. As

paredes laterais e o êmbolo são adiabáticos; a base é diatérmica e está apoiada em uma fonte de calor.

pag.7

Lista de Exercícios – Transformações térmicas

Lista de Exercícios – Transformações térmicas Considere duas situações: Ptof. Emerson Santos I. o êmbolo pode

Considere duas situações:

Ptof. Emerson Santos

I. o êmbolo pode mover-se livremente, permitindo que o gás se expanda à pressão constante; II. o êmbolo é fixo, mantendo o gás a volume constante.

Suponha que nas duas situações a mesma quantidade de calor é fornecida a esse gás, por meio dessa fonte. Pode-se afirmar que a temperatura desse gás vai aumentar

a) igualmente em ambas as situações.

b) mais em I do que em II.

c) mais em II do que em I.

d) em I, mas se mantém constante em II.

e) em II, mas se mantém constante em I.

GABARITO

1.

a) ÐU = 1,3 × 10¥ J

b)

t = 4.500 s

2.

W(total) = W(ciclo) que é numericamente igual a área do ciclo, ou seja, a área do paralelogramo = base

multiplicada pela altura. Assim:

(6V³ - 2V³ )( p‚ - p ) = 4V³(p‚ - p ).

3.

a) QÛ½ = 3500J Q½Ý = - 2325 J QÝÛ = 0

 

b)

WÝÛ = - 225 J

4.

[D]

5. [B]

6. [A]

7. [B]

8. [A]

9. [A]

10. [A]

11. [A]

12. [C]

13. [E]

14. [E]

15. [C]

pag.8