Ciclo do oxigênio

Ciclo do oxigênio

Oxigênio na tabela periódica

Entende-se por Ciclo do oxigênio o movimento do oxigênio entre os seus três reservatórios principais: a atmosfera (os gases que rodeiam a superfície da Terra), a biosfera (os organismos vivos e o seu ambiente próximo) e a litosfera (a parte sólida exterior da Terra). Este ciclo é mantido por processos geológicos, físicos, hidrológicos e biológicos, que movem diferentes elementos de um depósito a outro. O oxigênio molecular (O2) compõe cerca de 21% da atmosfera terrestre. Este oxigênio satisfaz as necessidades de todos os organismos terrestres que o respiram no seu metabolismo. O principal fator na produção de oxigênio é a fotossíntese, que regula a relação gás carbônico/gás oxigênio na atmosfera. O oxigênio é o elemento mais abundante em massa na crosta terrestre e nos oceanos e o segundo na atmosfera. Na atmosfera, encontra-se como oxigênio diatômico/oxigênio molecular (O2), dióxido de carbono (CO2), ozônio (O3), dióxido de nitrogênio (NO2), monóxido de nitrogênio (NO), dióxido de enxofre (SO2), etc.

Fluxos de oxigênio

A fotossíntese é o principal processo responsável pela manutenção do oxigênio na atmosfera. Ela repõe o que é constantemente retirado, principalmente, pelo processo da respiração. A fotossíntese transforma dióxido de carbono e água em oxigênio e açúcar. 6CO2 + 12H2O + energia → C6H12O6 + 6H2O + 6O2 Um processo adicional de produção oxigênio é a fotólise, na qual energia proveniente de radiação ultravioleta decompõe água atmosférica e óxido de azoto. 2H2O + energia → 4H + O2 2N2O + energia → 4N + O2 O principal processo de remoção de oxigênio da atmosfera é a respiração. C6H12O6 + 6O2 → 6CO2 + 6H2O + energia Também no processo de decomposição animais e bactérias consomem oxigênio e libertam dióxido de carbono. Devido aos minerais da litosfera serem oxidados em oxigênio, o desgaste químico das rochas expostas também consome oxigênio. Um exemplo de desgaste químico da superfície é a formação de óxidos de ferro (ferrugem): 4FeO + 3O2 → 2Fe2O3 O oxigênio também tem um ciclo entre a biosfera e a litosfera. Os organismos marinhos na biosfera criam conchas de carbonato de cálcio (CaCO3) que é rico em oxigênio. Quando o organismo morre, a sua concha é depositada no chão do mar e enterrado ao longo do tempo para criar a rocha na litosfera. As plantas e animais extraem nutrientes minerais das rochas e libertam oxigênio durante o processo.

O Oxigênio na atmosfera e nos oceanos
Ozônio A presença do oxigênio atmosférico originou a formação de ozônio e da camada de ozônio na estratosfera. A camada do ozônio extremamente importante para a vida moderna, visto que absorve a radiação ultravioleta nociva. O2 + energia uv → 2O O + O2 + energia uv → O3 A energia solar absorvida aumenta a temperatura da atmosfera na camada do ozônio, criando uma barreira térmica, que ajuda a manter a atmosfera por baixo, por oposição a escapar para o espaço.

O crescimento da população de organismos que fazem fotossíntese é limitado principalmente pela disponibilidade de fósforo dissolvido. etc. geológicos e hidrológicos. Esta competição limita a quantidade de fósforo disponível para a fotossíntese nos oceanos. este aumento não se reflecte num aumento correspondente da fotossíntete nos oceanos. Um dos efeitos secundários das minas e das actividades industriais é o aumento dramático da quantidade de fósforo descarregado nos oceanos. SO2. oceano e crosta terrestre) constitui o chamado ciclo do oxigênio que é mantido por processos biológicos.5% do oxigênio está contida ali) e o segundo mais abundante na atmosfera (0.) o fato é que o oxigênio é o elemento mais abundante na crosta terrestre e nos oceanos (99. NO2.49% do oxigênio existente está na atmosfera. Ciclo do Oxigênio O oxigênio pode ser encontrado na atmosfera sob várias formas. A principal forma de produção do oxigênio é a fotossíntese realizada por todas as plantas clorofiladas e algumas algas. O fósforo dissolvido nos oceanos é um nutriente essencial para a fotossíntese nos oceanos e um dos principais factores limitativos. os outros 0. limitando a população total assim como os níveis de O2. Luz 6H2O + 6CO2 –> 6O2 + C6H12O6 Clorofila . Os elevados níveis de oxigênio promovem o crescimento de certo tipo de bactérias que competem pelo fósforo dissolvido. O ciclo de transformações do oxigênio por estes reservatórios (atmosfera. No entanto.Fósforo Uma teoria interessante é que o fósforo (P) no oceano ajuda a regular a quantidade de oxigênio atmosférico.01% estão contidos nos seres vivos). Seja na forma de oxigênio molecular (O2) ou em composição com outros elementos (CO2. A fotossíntese é um processo pela qual as plantas transformam água e gás carbônico na presença de luz e clorofila em compostos orgânicos bem mais energéticos e oxigênio. Isto acontece porque um aumento da população que faz fotossíntese resulta em maiores níveis de oxigênio nos oceanos. físicos. A fotossíntese nos oceanos contribui aproximadamente com 45% do oxigênio total livre no ciclo do oxigênio.

O oxigênio foi originado. {CH2O} + O2 –> CO2 + H2O Outra forma de consumo do oxigênio é a decomposição da matéria orgânica e a oxidação de minerais em exposição. . Presente na atmosfera em forma de gás oxigênio (O2) e gás carbônico (CO2). é também o elemento mais abundante na crosta terrestre e oceanos. Esses dois gases. juntamente com a água (H2O). são as principais fontes inorgânicas desse elemento. Um exemplo de oxidação é a ferrugem. Executando papéis extremamente importantes para a regulação da vida no planeta. o oxigênio troca átomos entre fontes orgânicas e inorgânicas. da fotossíntese dos mares da Terra primitiva.Embora as plantas consumam parte deste oxigênio em sua própria respiração a quantidade produzida pela fotossíntese pode ser 30 vezes maior do que a consumida. permitindo sua utilização e liberação. As plantas utilizarão o oxigênio para realizar a fotossíntese como já foi referido e os animais o utilizarão em seu metabolismo. Este foi um dos fatores que possibilitou o surgimento de todas as formas de vida que temos hoje no planeta e o principal repositor de oxigênio para a atmosfera. principalmente. Esses processos consistem no chamado “ciclo do oxigênio”. Ciclo do Oxigênio Acredita-se que grande parte da camada de ozônio poderá ser destruída em um futuro próximo. Outra forma de produção do oxigênio é a fotólise: reação pela qual a radiação ultravioleta que entra na atmosferadecompõe a água atmosférica em óxido de azoto. 2H2O + energia –> 4H + O2 O principal meio de consumo do oxigênio no ciclo do carbono é por meio da respiração dos seres vivos.

além de participar da formação da camada de ozônio. O oxigênio pode. bióticos e abióticos como: os aspectos geológicos. O oxigênio (símbolo O) é o elemento químico mais abundante na natureza. Aliadas ao CO2 e energia luminosa. formando o gás ozônio (O3). alguns átomos de oxigênio são incorporados na matéria orgânica vegetal. 98% dissolvido na hidrosfera (ambiente aquático: lagos. de atividades vulcânicas e liberação de gases de aviões supersônicos e clorofluorcarbonetos (CFC’s) – pode desencadear consequências sérias. o seu ciclo envolve a totalidade do meio ambiente. oceano e geleiras polares) e constituindo 47% da litosfera (parte sólida da crosta terrestre). Dessa forma. o oxigênio é utilizado na forma de O2. catarata e problemas relacionados à imunidade. ainda. importante para o planeta. como a redução da atividade fotossintética e aumento da incidência de câncer de pele. Neste processo. A destruição da camada de ozônio – resultado. e outros. podendo ser novamente disponibilizados na atmosfera. circulante na forma gasosa. H2O e energia. Ciclo do oxigênio Oxigênio. principalmente. radiações ultravioletas curtas rompem algumas moléculas de CO2 da atmosfera. participam do processo fotossintético. se ligar a metais do solo. . liberando CO2. liberando átomos isolados que reagem com outras moléculas. Moléculas de água poderão ser liberadas na atmosfera através da transpiração. e também utilizadas na síntese de diversas substâncias. Na fotossíntese. mares. liberados na forma de O2. está presente em todos os ambientes do planeta. rios. Ocupa na atmosfera aproximadamente 21% em volume. Processos dinâmicos globais.Na respiração de seres aeróbicos. em consequência da decomposição. excreção e fezes. por exemplo. atuando como filtro protetor das radiações ultravioletas longas do Sol. permitindo sua reutilização na respiração aeróbica. formando óxidos.

Veremos este último em especial. do nitrogênio e do oxigênio. pois atua como barreira contra a penetração excessiva de radiação. Durante os processos evolutivos. do carbono. da forma elementar para a molécula. . litosfera. ele pode ser encontrado nela na forma de gás oxigênio. a síntese desse elemento possibilitou transformações consideráveis a ponto de propiciar e garantir o surgimento da vida e das atividades vitais. O processo é natural e tem como função principal reciclar os elementos que estão no meio ambiente para serem utilizados pelos organismos e assim sucessivamente. temos o da água. ou de gás carbônico. utilizada pelas espécies. hidrológica e geológica. Esses ciclos estão associados aos processos de natureza biológica. O ciclo do oxigênio Ilustração do ciclo do oxigênio. Ciclo do oxigênio e sua importância 2 A circulação de substâncias na natureza que são necessárias para a manutenção da vida dos organismos é chamada de ciclo biogeoquímico. satisfazendo toda a necessidade metabólica do sistema respiratório de todos os organismos viventes.hidrológicos e biológicos. A atmosfera é onde se encontra maior abundância de oxigênio para uso dos seres vivos. e também auxilia na regulação térmica do planeta. mantêm a rotatividade desse elemento no planeta. Dentre os principais ciclos biogeoquímicos. Sua conversão. | Foto: Reprodução O ciclo do oxigênio é bastante complexo pelo fato de o oxigênio ser um elemento de fundamental importância para os seres vivos e por existir nas mais diferentes combinações de compostos químicos. hidrosfera e atmosfera do planeta Terra. do fósforo. o CO2. Este ciclo envolve todo o caminho percorrido por certo elemento através da biosfera. Sua participação na composição da camada de ozônio é de fundamental importância. o O2. depende do fenômeno fotossíntese. utilizando a matéria inorgânica e energia solar para produzir matéria orgânica e oxigênio (O2) absorvido pela respiração aeróbia dos organismos.

voltando a superfície na forma de chuva ou neve. ou indiretas de longo prazo. e os seres a liberarão juntamente com CO2 e energia.O O2 é usado por animais e plantas em suas respirações anaeróbias. A água restituída na atmosfera. também pode formar óxidos quando ligado a metais e também atuar como uma barreira de proteção contra radiações solares intensas. Ciclo do Oxigênio O ciclo do oxigênio se encontra intimamente ligado com o ciclo do carbono. H2O. Este forma uma camada que funciona como um filtro. rios. por isso a importância de preservar a integridade da camada. enquanto os processos de respiração e combustão o consomem. Estas se condensam. . que por sua vez liberará o oxigênio à atmosfera através de sua respiração ou até mesmo em sua decomposição. formando nuvens. se dá a liberação de átomos que ao sofrer reação junto com outras moléculas formam O3 (gás ozônio). A água é retirada do solo através das raízes das plantas sendo utilizada para a fotossíntese ou passada para outros animais através da cadeia alimentar. ocorre um processo onde as radiações pequenas quebram moléculas de CO2 presente na atmosfera. Ciclo da Água A água apresenta dois ciclos: Ciclo curto ou pequeno: é aquele que ocorre pela lenta evaporação da água dos mares. Ainda as moléculas de água quando em parceria com o CO2 ajudam a promover a fotossíntese realizar pelos autótrofos. O oxigênio. sendo um elemento de diversas funções. uma vez que o fluxo de ambos está associado aos mesmos fenômenos: fotossíntese e respiração. Os oxigenados e carbonos em geral que se encontram no CO2 vão agora compor a matéria orgânica do vegetal. agora será aproveitada por plantas. pois compõe a camada de ozônio. Os processos de fotossíntese liberam oxigênio para a atmosfera. A destruição dessa camada de ozônio pode trazer graves consequências diretas aos seres. Ciclo longo: É aquele em que a água passa pelo corpo dos seres vivos antes de voltar ao ambiente. nestas. evitando usar gases que contribuam com sua destruição. lagos e lagos. transpiração. fezes e urina. Parte do O2 da estratosfera é transformado pela ação de raios ultravioletas em ozônio (O3). átomos de hidrogênio e oxigênio se combinarão formando moléculas d’água. assim. Nesta última e importante tarefa. Vale atentar que moléculas de água formadas também podem ser liberadas para o meio pela transpiração e excreção. A água volta a atmosfera através da respiração. aonde irá se romper e voltar mais uma vez para o meio como O2.

A liberação constante de clorofluorcarbonos (CFC) leva a destruição da camada de ozônio. do material hereditário e das moléculas energéticas de ATP.evitando a penetração de 80% dos raios ultravioletas. Ciclo do Fósforo Além da água. As plantas obtêm fósforo do ambiente absorvendo os fosfatos dissolvidos na água e no solo. pois não existem muitos compostos gasosos de fósforo e. . Os animais obtêm fosfatos na água e no alimento. Em certos aspectos. do carbono. por exemplo. Esse elemento faz parte. portanto. Outra razão para a simplicidade do ciclo do fósforo é a existência de apenas um composto de fósforo realmente importante para os seres vivos: o íon fosfato. o fósforo também é importante para os seres vivos. do nitrogênio e do oxigênio. não há passagem pela atmosfera. o ciclo do fósforo é mais simples do que os ciclos do carbono e do nitrogênio.

desgastando-se com o tempo. que pode ser chamada “ciclo de tempo geológico”. Movimentos da crosta terrestre favorecem o afloramento desses terrenos. Toneladas de calcária são utilizadas com frequência para a correção da acidez do solo. onde acaba se incorporando às rochas. ocorre a decomposição das estruturas contendo calcário – conchas de moluscos. Com a morte desses seres. além de atuar em alguns processos fisiológicos. liberam-no para o meio. existem dois ciclos do fósforo que acontecem em escalas de tempo bem diferentes. conchas. Uma parte do elemento recicla-se localmente entre o solo. Daí. Ciclo do Cálcio O cálcio é um elemento que participa de diversas estruturas dos seres vivos. que podemos chamar “ciclo de tempo ecológico”. revestimentos de foraminíferos – no fundo dos oceanos. ossos. cascas calcárias de ovos. Assim. consumidores e decompositores. notadamente nos cerrados brasileiros. Outra parte do fósforo ambiental sedimenta-se e é incorporada às rochas. tornando o cálcio novamente disponível para o uso pelos seres vivos. Nos oceanos o cálcio obtido pelos animais pode servir para a construção de suas coberturas calcárias. quando essas rochas se elevarem em conseqüência de processos geológicos e. Esta última é oxidada pelo processo de respiração celular. procedimento que. processo que contribui para a formação dos terrenos e rochas contendo calcário. forem decompostas e transformadas em solo. o aumento no teor de .A decomposição devolve o fósforo que fazia parte da matéria orgânica ao solo ou à água. é absorvido pelos vegetais e. que. Nesse caso. passa para os animais. libera o cálcio para o uso pela vegetação e pelos animais. como a concentração muscular e a coagulação do sangue nos vertebrados. por meio das cadeias alimentares. o fósforo só retornará aos ecossistemas bem mais tarde. que resulta em liberação de CO2 para o ambiente. ao mesmo tempo. seu ciclo envolve uma escala de tempo muito mais longa. em uma escala de tempo relativamente curta. parte dele é arrastada pelas chuvas para os lagos e mares. A decomposição e queima de combustíveis fósseis (carvão e petróleo) também libera CO2 no ambiente. Além disso. Ciclo do Carbono As plantas realizam fotossíntese retirando o carbono do CO2 do ambiente para formatação de matéria orgânica. No solo. na superfície. as plantas. As principais fontes desse elemento são as rochas calcárias. paredes celulares das células vegetais.

Isto deve-se principalmente ao efeito sobre os raios infravermelhos de gases como o Dióxido de Carbono. A atmosfera é altamente transparente à luz solar. porém cerca de 35% da radiação que recebemos vai ser refletida de novo para o espaço. Metano. . Óxidos de Azoto e Ozônio presentes na atmosfera (totalizando menos de 1% desta).CO2 atmosférico causa o agravamento do "efeito estufa" que pode acarretar o descongelamento de geleiras e das calotas polares com conseqüente aumento do nível do mar e inundação das cidades litorâneas. Efeito estufa O Efeito Estufa é a forma que a Terra tem para manter sua temperatura constante. que vão reter esta radiação na Terra. ficando os outros 65% retidos na Terra. permitindo-nos assistir ao efeito calorífico dos mesmos.

a partir da morte de imensas florestas tropicais ou da morte de microscópicas criaturas denominadas “plânctons”.Nos últimos anos. seria demasiado fria para a vida. bastaria uma pequena diferença nas condições iniciais da sua formação. mesmo tratando-se de poucos graus. a concentração de dióxido de carbono na atmosfera tem aumentado cerca de 0. levaria ao degelo das calotes polares e a grandes alterações a nível topográfico e ecológico do planeta. palitos de fósforo. através da fotossíntese. o que poderá interferir na vida de milhões de pessoas habitando as áreas costeiras mais baixas. Quando apodrecem. vitais para o nosso corpo. este aumento se deve à utilização de petróleo. As condições seriam hostis à vida. O Efeito Estufa consiste.4% anualmente. combinados com a água são absorvidos pelas raízes das plantas. tais como o metano e os clorofluorcarbonetos também aumentaram rapidamente. . Um aquecimento desta ordem de grandeza não só irá alterar os climas em nível mundial como também irá aumentar o nível médio das águas do mar em. Com o aumento da utilização de combustíveis fósseis (Carvão. em consequência da ação refletora que os chamados "Gases de Efeito Estufa" (dióxido de carbono. a um aumento da temperatura global. pelo menos. o que. que queima com facilidade. no carvão . O efeito conjunto de tais substâncias pode vir a causar um aumento da temperatura global (Aquecimento Global) estimado entre 2 e 6 ºC nos próximos 100 anos. outros são refletidos para o espaço. (formadas por depósitos que se acumularam pela ação da natureza) nas rochas vulcânicas. para que nós não pudessemos estar aqui discutindo-a. Ele entra na produção de ácido sulfúrico. faz parte da moléculas de proteína. animais e plantas sofrem. Quando o ciclo é alterado. metano. parte dos raios luminosos oriundos do Sol são absorvidos e transformados em calor. O enxofre é encontrado nas rochas sedimentares. muito certamente. forma oxigênio e carbono. Esses combustíveis são chamados de “fósseis”. pois se formaram há milhões de anos. mantendo assim uma temperatura estável no planeta. reenviando-os para ela. Petróleo e Gás Natural) a concentração de dióxido de carbono na atmosfera duplicou nos últimos cem anos. a atmosfera. corantes e explosivos (pólvora. basicamente. gás e carvão e à destruição das florestas tropicais. clorofluorcarbonetos. Os animais o obtêm comendo vegetais ou comendo outros animais.CFCs. a qual de tão frágil que é. etc). Ao irradiarem a Terra. Desde a época pré-histórica que o dióxido de carbono tem tido um papel determinante na regulação da temperatura global do planeta. no gás natural etc. isso vem acontecendo através da constante queima de carvão. na ação do dióxido de carbono e outros gases sobre os raios infravermelhos refletidos pela superfície da terra. mas só parte destes chega a deixar a Terra. Neste ritmo e com o abatimento massivo de florestas que se tem praticado (é nas plantas que o dióxido de carbono.e óxidos de azoto) têm sobre tal radiação reenviando-a para a superfície terrestre na forma de raios infravermelhos. que é utilizado pela própria planta) o dióxido de carbono começará a proliferar levando. Cerca de 140g de enxofre estão presentes no ser humano. petróleo e gás. as substâncias chamadas de “sulfatos”. uma substância muito utilizada para fertilizantes. A concentração de outros gases que contribuem para o Efeito de Estufa. 30 cm. A natureza recicla enxofre sempre que um animal ou planta morre. Se a terra não fosse coberta por um manto de ar. O enxofre é essencial para a vida. Ciclo do Enxofre Enxofre é uma substância amarela encontrada no solo.

Quando o dióxido de enxofre se junta à umidade da atmosfera. dificultando ao meio ambiente anular seus efeitos. tornando as chuvas mais carregadas de ácido. inclusive metais expostos ao tempo que enferrujam mais rápido. atinge as florestas. um grande poluente do ar. Atualmente existem enormes quantidades de fontes poluidoras. é lançado enxofre no ar. como as pontes e edificações de aço. UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃOUEMACENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE BACABALCESB DEPARTAMENTO DE CIENCIAS EXATAS E NATURAIS- . A chuva causa danos às folhas de espécies vegetais comprometendo a produção agrícola. mas em quantidades que o meio ambiente consegue assimilar. O dióxido de enxofre é produzido também nos pântanos e vulcões. Esse enxofre sobe para a atmosfera na forma de gás chamado “dióxido de enxofre”. um dos principais componentes das chuvas ácidas.Chuva Ácida Ao queimar combustíveis fósseis para acionar as usinas. os peixes e corroe edificações de pedra e concreto.  1. fábricas e veículos. Torna-se mais grave próxima às grandes concentrações industriais. forma o ácido sulfúrico.

principalmente do fitoplâncton marinho.Este ciclo é mantido por processos geológicos. FLUXO DO OXIGÊNIO A maior fonte do oxigênio presente na atmosfera e biosfera é a fotossíntese que transforma dióxido de carbono e água em oxigênio e açúcar. Este oxigênio satisfazas necessidades de todos os organismos terrestres que orespiram no seu metabolismo. a biosfera (osorganismos vivos e o seu ambiente próximo) e a litosfera (aparte sólida exterior da terra). nãofosse o contínuo reabastecimento promovido pelafotossíntese. físicos. indispensável à respiraçãoaeróbica.que regula a relação gás carbônico/gás oxigênio naatmosfera. 6CO2 + 6H2O + energia → C6H12O6 + 6O2 O oxigênio também tem um ciclo entre a biosfera e a litosfera. onde existe na proporção de cerca de 21%. O oxigênio molecular (O2) compõecerca de 21% da atmosfera terrestre.O principal fator na produção de oxigênio é a fotossíntese.  3.considerado o verdadeiro "pulmão" do mundo. INTRODUÇÃOEntende-se por Ciclo do oxigênio o movimento do oxigênioentre os seus três reservatórios principais: a atmosfera (osgases que rodeiam a superfície da terra).DECEN CICLO DO OXIGÊNIO VANDA GONÇALVES CORDEIRO 0777218 WEMY MARIA SANTOS GUILHERME 0777217  2.hidrológicos e biológicos. através das conchas de carbonato de cálcio (CaCO3) produzidas por organismos marinhos A fotossíntese nos oceanos contribui aproximadamente com 45% do oxigênio total livre no ciclo do oxigênio. .  4. O oxigênio teria desaparecido da atmosfera. que movem diferentes elementosde um depósito a outro.O oxigênio é o elemento mais abundante em massa nacrosta terrestre e nos oceanos e o segundo na atmosfera. O crescimento da população de organismos que fazem fotossíntese é limitada principalmente pela disponibilidade de fósforo dissolvido. é o segundo componente mais abundante daatmosfera. CICLO DO OXIGÊNIO O oxigênio molecular (O2).

formando óxidos metálicos. enquanto os de oxigênio são liberados na forma de O2.  6. O oxigênio presente no CO2 poderá voltar a fazer parte de moléculas orgânicas através da fotossíntese. estão constantemente trocando átomos entre si. Entra: Fotossíntese . Sai: Respiração aeróbica.  8. O oxigênio pode ser consumido da atmosfera atravésdas seguintes vias:  atividade respiratória de plantas e animais. .  Assim.  A água formada na respiração é em parte eliminada para o ambiente através da transpiração. Atuação do homem: Camada de ozônio  7. CICLO DO OXIGÊNIO  Ciclo do Oxigênio . com formação de ozônio (O3). Nesse caso.  9. durante os processos metabólicos da biosfera. e em parte utilizada em processos metabólicos.  A água também é utilizada pelas plantas no processo da fotossíntese. principalmente pela ação de raios ultravioleta. . Dessa forma os átomos de oxigênio incorporados à matéria orgânica podem voltar à atmosfera pela respiração e pela decomposição do organismo. gás carbônico e água. gás oxigênio. os átomos de hidrogênio são aproveitados na síntese da glicose. . 5. decomposição e combustão.  combustão.  degradação. que constituem as três principais fontes inorgânicas de átomos de oxigênio para os seres vivos. da excreção e das fezes. que produzem água e gás carbônico. Reservatório: Atmosfera – 21%.  combinação com metais do solo (principalmente o ferro).

átomos de oxigênio combinam-se com átomos de hidrogênio. em parte. As três principais fontes não-vivas de átomos de oxigênio para os seres vivos são.Ciclo do Oxigênio ciclo do oxigênio O ciclo do oxigênio é complexo. O principal reservatório de oxigênio para os seres vivos é a atmosfera. durante os processos metabólicos dabiosfera – A biosfera compreende as porções de terra. O CO2 atmosférico é utilizado no processo de fotossíntese. que produzem água e gás carbônico. uma vez que esse elemento é utilizado e liberado pelos seres vivos em diferentes formas de combinação química. portanto. na forma de água e gás carbônico. e seus átomos de oxigênio são liberados para a atmosfera na forma de O2. mar e . A água formada na respiração. gás carbônico (CO2) e água (H2O). chamada água metabólica é. eliminada para o ambiente através da transpiração. Nesse processo. Esses três tipos de molécula estão constantemente trocando átomos de oxigênio entre si. A água utilizada pelas plantas na fotossíntese é quebrada. O O2 é utilizado na respiração aeróbica das plantas e animais. Os carbonos e os oxigenados presentes no gás carbônico passam a fazer parte da matéria orgânica do vegetal. seus átomos de oxigênio acabam incorporados à matéria orgânica e podem voltar à atmosfera pela respiração e pela decomposição do organismo. gás oxigênio (O2). Dessa forma. formando moléculas de água. onde esse elemento se encontra na forma de gás oxigênio (O2) e de gás carbônico (CO2). em parte utilizada em processos metabólicos. da excreção e das fezes. e tanto a respiração como a decomposição dessa matéria orgânica restituirão o oxigênio à atmosfera.

graças à fotossíntese. Enquanto o processo de fotossíntese libera oxigênio para a atmosfera. Esta camada está se tornando mais fina. Este ciclo é intimamente relacionado com outros ciclos. E outra parte dele pode se combinar com metais presentes no solo. foram as responsáveis pelo aparecimento de grandes quantidades de oxigênio na atmosfera primitiva do planeta. o gás oxigênio é utilizado na degradação da glicose. principalmente nas regiões dos Polos. . O oxigênio também é consumido na combustão. O gás carbônico presente na atmosfera é utilizado por organismos fotossintetizantes para a produção de açúcares e gás oxigênio. A camada de ozônio protege os seres vivos contra raios ultravioletas emitidos pelo Sol. a respiração celular o consome. sendo o processo de fotossíntese considerado o principal responsável. por exemplo. O oxigênio também é usado na estratosfera. que resultará na formação de gás carbônico e água. a litosfera ou a hidrosfera isoladamente.águas continentais habitadas pelos seres vivos. Acredita-se que as cianobactérias. onde uma parte é transformada em ozônio. Ciclo do Oxigênio Representação esquemática dos principais processos envolvidos no ciclo do oxigênio O ciclo do oxigênio consiste na circulação deste elemento entre os seus reservatórios. pois abrange as três. liberando água e gás carbônico. graças especialmente às substâncias denominadas clorofluorcarbonos. dois processos fundamentais para o ciclo do oxigênio também acontecem: a fotossíntese e a respiração. Neste processo ocorre a liberação de energia. No ciclo do carbono. onde é combinado com um combustível. No processo de respiração celular. formando óxidos. Não coincide com a atmosfera. O oxigênio é frequentemente disponível graças às atividades de seres vivos.

O principal fator na produção de oxigênio é a fotossíntese. principalmente do fitoplâncton marinho. Este ciclo é mantido por processos geológicos. O oxigênio teria desaparecido da atmosfera. que regula a relação gás carbônico/gás oxigênio na atmosfera. não fosse o contínuo reabastecimento promovido pela fotossíntese. Este oxigênio satisfaz as necessidades de todos os organismos terrestres que o respiram no seu metabolismo. considerado o verdadeiro "pulmão" do mundo. hidrológicos e biológicos. O oxigênio molecular (O2) compõe cerca de 21% da atmosfera terrestre. físicos. que movem diferentes elementos de um depósito a outro. . a biosfera (os organismos vivos e o seu ambiente próximo) e a litosfera (a parte sólida exterior da terra). O oxigênio é o elemento mais abundante em massa na crosta terrestre e nos oceanos e o segundo na atmosfera.CICLO DA OXIGÊNIO Entende-se por Ciclo do oxigênio o movimento do oxigênio entre os seus três reservatórios principais: a atmosfera (os gases que rodeiam a superfície da terra).

Apenas uma pequena fração do oxigênio existente está contida na atmosfera (0. onde energia proveniente de radiação ultravioleta decompõe água atmosférica e óxido de nitrogênio. ozônio (O3). dióxido de nitrogênio (NO2).49%). etc. dióxido de enxofre (SO2). Ela repõe o que é constantemente retirado. Reservatórios de Oxigênio A maior parte do oxigênio existente (99.Na atmosfera. encontra-se como oxigênio diatômico/oxigênio molecular (O2).5%) está concentrada na crosta e manto da Litosfera. dióxido de carbono (CO2). Fluxos de Oxigênio A fotossíntese é o principal processo responsável pela manutenção do oxigênio na atmosfera. C6H12O6 + 6 O2 → 6 CO2 + 6 H2O + energia . monóxido de nitrogênio (NO). Uma parte muito menor do oxigênio está contida na biosfera (0. 6 CO2 + 12 H2O + energia → C6H12O6 + 6 H2O + 6 O2 Um processo adicional de oxigênio é a fotólise. 2 H2O + energia → 4 H + O2 2 N2O + energia → 4 N + O2 O principal processo de remoção de oxigênio da atmosfera é a respiração. A fotossíntese transforma dióxido de carbono e água em oxigênio e açúcar. esta porcentagem representa cerca de 20% da atmosfera.01%). principalmente. pelo processo da respiração.

com formação de ozônio (O3). principalmente pela ação de raios ultravioleta. a sua concha é depositada no chão do mar e enterrado ao longo do tempo para criar a rocha na litosfera. Os organismos marinhos na biosfera criam conchas de carbonato de cálcio (CaCO3) que é rico em oxigênio. o oxigênio pode ser consumido da atmosfera através das seguintes vias: atividade respiratória de plantas e animais. Quando o organismo morre. . o desgaste químico das rochas expostas também consome oxigênio. As plantas e animais extraem nutrientes minerais das rochas e libertam oxigênio durante o processo. combustão. Portanto. degradação.Também no processo de decomposição animais e bactérias consomem oxigênio e libertam dióxido de carbono. Um exemplo de desgaste químico da superfície é a formação de óxidos de ferro (ferrugem): 4 FeO + 3 O2 → 2 Fe2O3 O oxigênio também tem um ciclo entre a biosfera e a litosfera. Devido aos minerais da litosfera serem oxidados em oxigênio. formando óxidos metálicos. combinação com metais do solo (principalmente o ferro).

Esta competição limita a quantidade de . que ajuda a manter a atmosfera por baixo. O crescimento da população de organismos que fazem fotossíntese é limitada principalmente pela disponibilidade de fósforo dissolvido. Os elevados níveis de oxigênio promovem o crescimento de certo tipo de bactérias que competem pelo fósforo dissolvido. este aumento não se reflete num aumento correspondente da fotossíntese nos oceanos. A camada do ozônio extremamente importante para a vida moderna. O2 + energia uv → 2O O + O2 + energia uv → O3 A energia solar absorvida aumenta a temperatura da atmosfera na camada do ozônio. Isto acontece porque um aumento da população que faz fotossíntese resulta em maiores níveis de oxigênio nos oceanos. criando uma barreira térmica. A fotossíntese nos oceanos contribui aproximadamente com 45% do oxigênio total livre no ciclo do oxigênio. No entanto. Fósforo Uma teoria interessante é que o fósforo (P) no oceano ajuda a regular a quantidade de oxigênio atmosférico. O fósforo dissolvido nos oceanos é um nutriente essencial para a fotossíntese nos oceanos e um dos principais fatores limitativos. visto que absorve a radiação ultra-violeta nociva.O Oxigênio na atmosfera e nos oceanos A presença do oxigênio atmosférico originou a formação de ozônio e da camada de ozônio na estratosfera. Um dos efeitos secundários das minas e das atividades industriais é o aumento dramático da quantidade de fósforo descarregado nos oceanos. por oposição a escapar para o espaço.

. limitando a população total assim como os níveis de O2. Resumindo temos: ou ainda.. .fósforo disponível para a fotossíntese nos oceanos.

Porém. a hidrosfera e a litosfera são reservatórios de oxigênio. monóxido de nitrogênio (NO). Na atmosfera o oxigênio é encontrado nas formas de O2. a biosfera é também um reservatório que.CICLO DO OXIGÊNIO (O): O oxigênio é um elemento de grande importância para a biosfera. A atmosfera. embora possua menor quantidade de oxigênio. o maior reservatório de oxigênio do planeta é a litosfera. A maioria dos organismos vivos necessita do gás oxigênio (O2) para a respiração. não pode ser desconsiderada já que os processos biológicos influenciam o fluxo deste elemento entre os demais reservatórios. substâncias que contém o elemento oxigênio (O) em sua composição e que participam do ciclo biogeoquímico deste. CO2. dióxido de nitrogênio (NO2). dióxido de enxofre (SO 2) e outros. Por fim. sendo todas estas. Na hidrosfera o oxigênio está presente principalmente na composição da própria água (H2O) e na forma de O2 dissolvido. As rochas possuem tamanha quantidade de oxigênio em suas composições que fazem deste o elemento mais abundante do planeta. boa parte utiliza o gás carbônico (CO 2) na fotossíntese e praticamente todos são dependentes da água (H 2O) para suas funções vitais. Abaixo se encontra um esquema resumido do Ciclo do Oxigênio: . ozônio (O3).

O tipo de respiração mais comum é a aeróbica. porém muitas vezes esquecida é a de que os produtores também respiram. resultado oposto ao da respiração.Respiração: A respiração é um processo utilizado pela maioria dos seres vivos na obtenção de energia. Este processo provoca mudanças na composição da atmosfera. Conversão entre O2 e O3: . óbvia. na qual o oxigênio é absorvido pelo ser vivo. gerando energia e liberando gás carbônico. Outra observação. aumentando a concentração de CO2 e diminuindo a de O2. Consumo: Provoca o fluxo de oxigênio dentro do ciclo biológico. É importante perceber a ligação do ciclo do oxigênio com o do carbono. Fotossíntese: Este processo é realizado por seres autótrofos gerando incorporação do gás carbônico e liberação de oxigênio. afinal respiração e fotossíntese são os dois processos biológicos mais importantes dos dois.

é formada pelo processo explicado anteriormente de conversão do O 2 em O3. INFLUÊNCIAS ANTRÓPICAS NO CICLO DO OXIGÊNIO: Destruição da camada de ozônio: A emissão de determinados gases. tais como a gênese de calcários. um mineral que contem este elemento em sua composição e é formado pela ação de seres vivos. Diversos processos biológicos causam incorporação do oxigênio na litosfera. TÓPICOS RELACIONADOS AO CICLO DO OXIGÊNIO: Camada de Ozônio: Esta camada se encontra na região da atmosfera denominada estratosfera. atmosfera e hidrosfera: O O2 está sempre se movimentando entre seus grandes reservatórios. principalmente os CFC (Clorofluorcarbonos) provoca a destruição desta camada.Na atmosfera ocorre uma constante transformação de moléculas de O2 em O3 e também o contrário. a dissolução do O 2 e o condensamento da água causa o fluxo no sentido oposto. e possui um importante papel para a manutenção da vida como ela é no planeta. principalmente os melanomas (cânceres de pele). A luz ultravioleta provoca efeitos nocivos à maioria dos seres vivos. principalmente mutações genéticas. O equilíbrio destas conversões é essencial para a manutenção da camada de ozônio e da concentração de O2 no ar. Fluxo de oxigênio entre litosfera. Oxigênio Ocorrência O oxigênio é o elemento mais abundante da natureza. durante a conversão do O 2 em O3. As principais ocorrências são: . A camada de ozônio absorve parte da radiação ultravioleta que chega ao planeta. afinal a maior exposição à raios ultravioletas está diretamente relacionada a ocorrência de diversos tipos de cânceres. Este processo provoca danos à biosfera como um todo e à humanidade em particular. Atualmente. impedindo que esta atinja a superfície do planeta e os organismos que a habitam. a camada de ozônio apresenta regiões já impactadas pela ação destes gases. A energia da radiação solar provoca a separação dos átomos de O 2 e sua reorganização na forma de O3. O processo contrário ocorre com liberação de energia. A evaporação da água provoca fluxo entre hidrosfera e atmosfera.

2 HgO(s) ⇒ 2 Hg(l) + O2(g) Essa decomposição é fácil porque o mercúrio é metal nobre. b) 89% na água dos oceanos. MnO2 2 KClO3(s) ====> 2KCl(s) + 3O2(g) Esta decomposição é fácil porque a ligação entre Cl e O é muito fraca. 2º) Por aquecimento de óxido de mercúrio. b) Na Indústria A matéria prima utilizada na obtenção do gás oxigênio é o ar atmosférico. O ar atmosférico é submetido a compressão e resfriamento. mares. Esquema: Propriedades Físico-Químicas e Aplicações 1º) Combustão de substâncias não metálicas: 2 H2 + O2 => H2O (Industrial) S + O2 => SO2 (Dióxido de Enxofre) 4 P + 5 O2 => 2 P2O5 (Muito Luminosa) C + O2 => CO2 (Gás Carbônico Industrial) 2º) Combustão de substâncias metálicas: . para provocar uma expansão brusca do ar frio. estabelecendo ligação fraca com o oxigênio. gelos polares. após os quais abre-se uma válvula.a) 21% na atmosfera (em volume). etc (em peso). Preparação do Gás Oxigênio a) No Laboratório 1º) Por aquecimento do clorato de potássio (decomposição térmica). lagos. c) 47% na crosta terrestre (até a profundidade de 15 km).

podemos citar: Querosene (C15H3) => em aviões Óleo Diesel (C18H38) => Navios. a respiração por sua vez. trilhos. 3º) Combustão de compostos orgânicos (compostos carbônicos hidrogenados): Gás Metano (Gás Natural): CH4 + 2 O2 => CO2 + H2O Gás Butano (Gás de Botijão): C4H10 + 13/2 O2 => 4 CO2 + 5 H2O Álcool (etanol): C2H6OH + 3 O2 => 2 CO2 + 3 H2O Gasolina: C8H18 + 25 O2 => 16 CO2 + 3 H2O O oxigênio também é utilizado na queima de outros combustíveis orgânicos e.As plantas devolvem oxigênio para o ar durante a fotossíntese. Além disso. Queimar madeira e outros combustíveis também exige oxigênio. Os ciclos do oxigênio e do carbono estão ligados: a fotossíntese consome dióxido de carbono e produz oxigênio. As combustões do Magnésio e do Fósforo são muito luminosas. usado pelas plantas e pelos animais durante a respiração. para corte de barras. Glicose (C6H12O6) => No Sangue durante a respiração. é mais fácil compreender como se dá o ciclo do oxigênio: . Ciclo do Oxigênio A atmosfera contém 21% de oxigênio.2 Na + O2 => Na2O2 (Peróxido de Sódio) 4 Fe + O2 => 2 Fe2O3 (Óxido de Ferro III) 2 Mg + O2 => 2 MgO (Óxido de Magnésio) Obs: A facilidade de combustão do Sódio e do Fósforo nos obriga guardá-los em querosene. fungos e muitas bactérias utilizam oxigênio quando decompõe plantas e animais mortos. consome o oxigênio e produz dióxido de carbono. como exemplo. etc. Pela figura abaixo. etc. chapas. Caminhões. Acetileno (C2H2) => Nos maçaricos oxiacetilenicos.

é o segundo componente mais abundante da atmosfera. principalmente pela ação de raios ultravioleta. onde existe na proporção de cerca de 21%. degradação. combustão. com formação de ozônio (O3). O gás oxigênio pode ser consumido da atmosfera por intermédio das seguintes vias:    atividade respiratória dos seres vivos aeróbicos. O gás oxigênio é reposto na atmosfera principalmente pela fotossíntese.1o ano .O CICLO DO OXIGÊNIO O gás oxigênio (O2) é indispensável à respiração aeróbica.aula 7 . com destaque para a atividade do fitoplâncton marinho. formando óxidos metálicos. Observe na figura abaixo um esquema do ciclo do oxigênio. .  combinação com metais do solo (principalmente o ferro).

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful