Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

FACULDADE DE BIBLIOTECONOMIA E COMUNICAÇÃO


DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO

PLANO DE ENSINO

CÓDIGO/DISCIPLINA
BIB03092 – Educação de Usuários
PRÉ-REQUISITOS DOCENTE
BIB03088 Ana Maria Mielniczuk de Moura
ETAPA ACONSELHADA CRÉDITOS/CARGA HORÁRIA
5ª etapa 3 Créditos / 3 horas-aula nas sextas-feiras
PERÍODO LETIVO HORÁRIO NATUREZA
2009/2 Sexta-feira, 10:30-12:10 Obrigatória
SÚMULA
Treinamento de usuários, educação de usuários e alfabetização informacional: conceitos e
desenvolvimento. Planejamento, implementação e avaliação de programas de educação de
usuários. A educação de usuários remotos e as tecnologias da informação e da comunicação.

1 OBJETIVOS
Capacitar o aluno a planejar, implementar e avaliar programas de educação de
usuários para diferentes tipos de bibliotecas.

2 COMPETÊNCI AS E H ABILIDADES
Ao final da Disciplina o aluno deverá ser competente para:
identificar os níveis necessários para aplicação de estratégias educativas aos
usuários;
selecionar as metodologias mais adequadas para as estratégias estabelecidas;
elaborar o programa e os planos dele decorrentes;
implementar e avaliar as atividades realizadas.

3 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
3.1 Conceitos relacionados à educação de usuários e sua contextualização;
3.2 Conhecimento, aprendizagem e educação
3.3 Competência informacional e alfabetização informacional
3.4 Programas de educação de usuários: planejamento, execução e avaliação.

4 METODOLOGIA
4.1 Procedimentos Pedagógicos
exposição dialogada;
estudo em grupo;
estudo individual;
visitas/observações;
seminários;
palestras.

4.2 Recursos Pedagógicos


a) quadro;
b) textos;
c) audio-visuais.
5 CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

Período Mês 1 Mês 2 Mês 3 Mês 4


Conteúdos
Conceitos relacionados à
educação de usuários e sua
contextualização
Conhecimento, aprendizagem
e educação
Competência Informacional e
alfabetização Informacional
Programas de Educação de
Usuários

6 EXPERIÊNCIAS DE APRENDIZAGEM
elaboração de resumos e apresentação de textos recomendados;
produção de relatórios;
elaboração de programa/planos de educação de usuários.

7 AVALIAÇÃO
7.1 Procedimentos
elaboração e apresentação de trabalhos escritos;
b) exposições orais;
c) prova.

7.2 Critérios
A trabalhos excelentes: o aluno demonstra ter aprendido o conteúdo ministrado; usa
adequadamente o vocabulário da Área; aplica com propriedade os padrões
bibliográficos estudados; utiliza bibliografia atualizada e pertinente; apresenta a
produção intelectual solicitada na forma padronizada, lógica, clara e concisa; evidencia
conhecimento do referencial teórico; contribui com a dinâmica do processo de ensino e
de aprendizagem, através de questionamentos, observações ou outra forma de
participação. Expressa-se na forma oral ou escrita, com clareza e correção.
Pontualidade na entrega de trabalhos ou cumprimento das atividades propostas.

B trabalhos muito bons: o aluno demonstra ter aprendido o conteúdo ministrado, mas
ainda evidencia lacunas em seu conhecimento, manifestas por meio de dúvidas ou
incorreções em seu desempenho, em relação: ao uso do vocabulário da Área; à
aplicação dos padrões bibliográficos e normativos estudados; à utilização da bibliografia
atualizada e pertinente; à apresentação da produção intelectual solicitada, de acordo
com os padrões estudados; ao conhecimento do referencial teórico; contribui com a
dinâmica do processo de ensino e de aprendizagem, através de questionamentos,
observações ou outra forma de participação. Expressa-se na forma oral ou escrita,
com clareza e/ou correção. Problemas com pontualidade na entrega de
trabalhos/atividades propostas.

C trabalhos regulares: o aluno demonstra ter aprendido, em parte, o conteúdo ministrado;


apresenta dúvidas e imprecisões conceituais e metodológicas; pouco contribui com a
dinâmica do processo de ensino e de aprendizagem, através de questionamentos,
observações ou outra forma de participação. Tem problemas ao expressar-se, na forma
oral ou escrita, com clareza e/ou correção. Problemas com pontualidade na entrega de
trabalhos/atividades propostas.
D trabalhos e participação insuficientes: o aluno demonstra não ter aprendido o
conteúdo ministrado; apresenta muitas falhas conceituais e metodológicas; não contribui
com a dinâmica do processo de ensino e de aprendizagem, através de questionamentos,
observações ou outra forma de participação. Tem problemas ao expressar-se, na forma
oral ou escrita, com clareza e/ou correção. Problemas com pontualidade na entrega de
trabalhos/atividades propostas e na citação às fontes utilizadas.

CONCEITOS OBJETIVOS ALCANÇADOS QUALIDADE DE ATINGIMENTO DOS


OBJETIVOS ALCANÇADOS
A PLENAMENTE, COM AVANÇOS EXCELENTE
B PLENAMENTE SUFICIENTE
C PARCIALMENTE SUFICIENTE
D MUITO PARCIALMENTE INSUFICIENTE

7.3 Atividades de Recuperação


Será oferecida uma atividade de recuperação ao final do semestre.

8 BIBLIOGRAFIA BÁSICA

ASSOCIATION FOR COLLEGE AND RESEARCH LIBRARIES. Characteristics of Programs of


Information Literacy that Illustrate Best Practices: a guideline. [Chicago], 2003. Disponível em:
<http://www.ala.org/ >. Acesso em: 02 jun. 2006.

ASSOCIATION FOR COLLEGE AND RESEARCH LIBRARIES. Guidelines for Instruction


Programs in Academic Libraries. [Chicago], 2003. Disponível em: <http://www.ala.org/ >. Acesso
em: 02 jun. 2006.

ASSOCIATION FOR COLLEGE AND RESEARCH LIBRARIES. Information Literacy Competencey


Standards for Higher Education. [Chicago], 2003. Disponível em: <http://www.ala.org/ >. Acesso
em: 02 jun. 2006.

ASSOCIATION FOR COLLEGE AND RESEARCH LIBRARIES. Normas sobre Aptitudes para el
Acceso y Uso de la Información la Enseñanza Superior. [Chicago], 2003. Disponível em:
<http://www.ala.org/ >. Acesso em: 02 jun. 2006.

ASSOCIATION FOR COLLEGE AND RESEARCH LIBRARIES. Objectives for Information


Literacy: a model statement for academic librarians.. [Chicago], 2003. Disponível em:
<http://www.ala.org/ >. Acesso em: 02 jun. 2006.

BAWDEN, David. Revisión de los conceptos de alfabetización informacional y alfabetización


digital. Anales de Documentación, n.5, p.361-408, 2002

BELLUZZO, Regina Célia Baptista. Construção de mapas: desenvolvendo competências em


informação e comunicação. Bauru: Autores Brasileiros, 2006. 94p.

CAMPELLO, Bernadete Santos. O Movimento da Competência Informacional: uma perspectiva para


o letramento informacional. Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 32, n. 13, p. 28-37, set./dez.
2003.

CAREGNATO, Sônia Elisa. O Desenvolvimento de Habilidades Informacionais: o papel das


bibliotecas universitárias no contexto da informação digital em rede. Revista de Biblioteconomia &
Comunicação, Porto Alegre, v. 8, p.47-55, jan./dez. 2000.

CUNHA, Murilo Bastos da. Biblioteca Universitária e Educação do Usuário. Revista de


Biblioteconomia de Brasília, Brasília, DF, v. 14, n.2, p. 175-188, jul./dez. 1986.
DEMO, Pedro. Alfabetizações: desafios da nova mídia. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em
Educação, v.15, n.57, p.543-564, out./dez. 2007.

DIAS, Matilde Konkra; PIRES, Daniela. Usos e Usuários da Informação. São Carlos: EDUFSCAR,
2004.

DUDZIAK, Elisabeth Adriana. Information Literacy: princípios, filosofia e prática. Ciência da


Informação, Brasília, DF, v. 32, n.1, p. 23-35, jan./abr. 2003.

FJALLBRANT, Nancy; MALLEY, Ian. User Education in Libraries. 2nd ed. London: Clive Bingley,
1984.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 6a ed. São
Paulo: Paz e Terra, 1996.

HATSCHBACH, Maria Helena de Lima. Tutoriais em Competência em Informação. In: CONGRESSO


BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 21., 2005,
Curitiba. [Anais] Curitiba: Associação Bibliotecária do Paraná: Federação Brasileira de Associações
de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições, 2005. 1 CD-ROM.

KUHLTHAU, Carol. Como Usar a Biblioteca na Escola. Traduzido por Bernadete Santos Campello
et al. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

MIRANDA, Antonio; SIMEÂO, Elmira (Org.). Alfabetização Digital e Acesso ao Conhecimento.


Brasília, DF: Departamento de Ciência da Informação e Documentação da UnB, 2006.

MUELLER, Suzana Pinheiro Machado. Perfil do Bibliotecário, Serviços e Responsabilidades na Área


de Informação e Formação Profissional. Revista de Biblioteconomia de Brasília, Brasília, DF., v.17,
n.1, p.63-70, jan./jun. 1989.

PASSOS, Rosemary; SANTOS, Gildenir Carolino (Org.) Competência em Informação na


Sociedade da Aprendizagem. Bauru: Kayros, 2005.

RONCHESEL, Maria Helena Souza; PACHECO, Leandro Kingeski. Diretrizes para Cursos a Distancia
de Capacitação de Usuarios em Bibliotecas Universitarias. Revista Brasileira de Biblioteconomia e
Documentação, Nova Série, São Paulo, v.4, n.2, p. 33-43, jul./dez.
2008

SANT´ANNA, Flávia; ENRICONE, Délcia; ANDRÉ, Lenir Cancella; TURRA, Clódia Maria Gofay.
Planejamento de Ensino e Avaliação. Porto Alegre: Sagra-DC Luzzato, 1993.