Você está na página 1de 3

.E.

" )i" o;; o~J

l/ii31~~

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO

-- pág. 01/03--

PROCESSO

TC-

02.369/06

PRoe. ANEXADOSTe - 00.094/05, 03.425/04

Administração direta municipal. PRESTAÇÃODE CONTAS ANUAL do PREFEITO MUNICIPAL DE GURINHÉM, Sr. CLAUDINO CÉSAR FREIRE, exercício de 2005. PARECER CONTRÁRIO À APROVAÇÃO DAS CONTAS; assinação do prazo de 60 (sessenta) dias para devolução, com outros recursos do Município, desta feita, à conta do FUNDES da quantia correspondente à diferença verificada no saldo na conta do FUNDEF;aplicação de multa, assinação do prazo de 60 (sessenta) dias para recolhimento voluntário da multa; Comunicação ao INSS acerca do não recolhimento das contribuições previdenciárias, para as providências de competência daquele instituto; remessa de cópia dos autos à Procuradoria Geral de Justiça do Estado, para efeito de apuração de eventuais atos de improbidade administrativa e condutas delituosas.

Vistos, relatados e discutidos os autos do PROCESSO TC-02.369j06 correspondentes à PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL, relativa ao exercício 2005, de responsabilidade do Prefeito Municipal de GURINHÉM, Senhor CLAUDINO CÉSAR FREIRE; e

CONSIDERANDO que - ponderados em conjunto os pronunciamentos da Auditoria desta Corte de Contas e do Ministério Público junto ao Tribunal - subsistiram ao final da instrução as seguintes irregularidades:

I. Quanto à Gestão Fiscal:

>- Despesas com pessoal do Poder Executivo superiores (55,11%) ao limite máximo exigido (54,0%), da receita corrente líquida e sem indicação de

20 da Lei de

medidas corretivas, descumprindo Responsabilidade Fiscal.

a exigência

do Art.

>- Arrecadação de receita tributária (IPTU) inferior à previsão (6,13%).

>- Incompatibilidade

de Execução

Orçamentária e Gestão Fiscal e a Prestação de Contas quanto às despesas de pessoal.

-- continua à pág. 02/03 --

de informações

entre

os Relatórios

()

'J\ 1\

\

~

I

Tribunal de Contas do Estado

--pág. 02/03 -

11. Quanto à Gestão Geral:

PROCESSO TC - 02.369/06

~ Despesas não licitadas, no valor de R$394.538,68, correspondente a 5,16% da despesa orçamentária.

~ Não recolhimento ao INSS de contribuições previdenciárias no total de

R$253.237,07.

~ Diferença a menor no saldo da conta FUNDEF no valor de R$34.558,92 e utilização de mais de uma conta bancária para movimentação dos recursos do fundo.

~ Aplicação na Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE inferior

e

(23,68%)

ao mínimo

exigido

de

25%

da receita

de impostos

transferências.

~ Aplicação em Ações e Serviços Públicos de Saúde do percentual de 13,16%

inferior ao limite mínimo obrigatório transferências.

de 15% da receita de impostos e

~ Simulação de encaminhamento e recebimento de balancetes à Câmara Municipal, cuja irregularidade foi apurada nos autos do Processo TC n>. 02.369/06, tendo este Tribunal aplicado multa ao Prefeito, bem como ao Presidente da Câmara Municipal.

CONSIDERANDO que o Tribunal, na sessão realizada nesta data, entendeu que as irregularidades citadas justificavam a emissão de parecer contrário à aprovação das contas, aplicação de multa ao Prefeito e outras providências. CONSIDERANDO o voto do Relator e o mais que dos autos consta.

Os MEMBROS do TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DA PARAÍBA (TCE-Pb), na sessão realizada nesta data, decidem, à unanimidade, proferir este ACÓRDÃOpara:

60

(sessenta) dias para devolução, desta feita, à conta do FUNDEB da quantia de R$34.558,32 (trinta e quatro mil,

I. Assinar ao Prefeito Claudino César Freire, o prazo de

quinhentos cinqüenta e oito reais e trinta e dois centavos) com outros recursos do Município. Ir. Aplicar multa ao referido prefeito, no valor de R$2.S05,10 (dois mil, oitocentos e cinco reais e dez centavos), de acordo com o art. 56, inciso rr, da Lei Complementar 18/93 - LDTCE, assinando-se o prazo de 60 (sessenta) dias para recolhimento, sob pena de execução, desde logo recomendada.

Tribunal de Contas do Estado

--Pág. 03/03- PROCESSO TC - 02.369/06
--Pág. 03/03-
PROCESSO TC - 02.369/06

111. Comunicar ao INSS acerca do não recolhimento das contribuições previdenciárias, para as providências de competência daquele instituto. Il'. Determinar a remessa de cópia dos autos à Procuradoria Geral de Justiça do Estado, para efeito de apuração de eventuais atos de improbidade administrativa e ndutas delituosas.

Publique-s , intime-se e registre-se.

Sala das Sessões do/TG João . e

a,

'b -

V

enário

Ministro João Agripino.

abril de 2008.

André Certo Torres Pontes Procurador Geral em exercício do Ministério Público junto ao TCE-Pb