Você está na página 1de 4

:

~-

v ss •••

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO

PROCESSO TC N.o 00861/05

Objeto: Recurso de Apelação Relator: Auditor Renato Sérgio Santiago Melo Impetrante: José Edomarques Gomes Advogado: Dr. Roberto Rinaldo Fernandes

EMENTA: PODER EXECUTIVO MUNICIPAL - ADMINISTRAÇÃO DIRETA - LICITAÇÃO - TOMADA DE PREÇOS - CONTRATO - LOCAÇÃO DE VEÍCULOS PARA TRANSPORTE DE ESTUDANTES - IRREGULARIDADE - APLICAÇÃO DE MULTA - FIXAÇÃO DE PRAZO PARA RECOLHIMENTO - INTERPOSIÇÃO DE RECURSO DE APELAÇÃO - REMÉDIO JURÍDICO ESTABELECIDO NO ART. 31, INCISO I, C/C O ART. 32, AMBOS DA LEI COMPLEMENTAR ESTADUAL N.o 18/93 - Intempestividade da apresentação, ex vi do disposto no art. 32, parágrafo único, c/c o art. 30, inciso lI, ambos da Lei Orgânica do TCE/PB - Preclusão temporal. Não conhecimento do recurso. Remessa dos autos à Corregedoria da Corte.

Vistos, relatados e discutidos os autos do RECURSO DE APELAÇÃO interposto pelo Prefeito Municipal de Bernardino BatistajPB, Sr. José Edomarques Gomes, contra decisão da ego la Câmara Deliberativa, consubstanciada no ACÓRDÃO ACl - TC - 05312008, de 31 de janeiro de 2008, publicado no Diário Oficial do Estado de 12 de fevereiro do mesmo ano, acordam os Conselheiros integrantes do TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DA PARAÍBA, por unanimidade, em sessão plenária realizada nesta data, na conformidade da proposta de decisão do relator a seguir, em:

1) NÃO TOMAR CONHECIMENTO apresentação.

do recurso, diante da intempestividade

de

sua

2) REMETER os autos do presente processo à Corregedoria deste Tribunal para as providências que se fizerem necessárias.

Presente ao julgamento o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas Publique-se, registre-se e intime-se. TCE - Plenário Ministro João Agripino

João Pessoa, j t. de

,

í" \.( ,Ul (.

<:»

de 2008

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO

PROCESSO TC N.o 00861/05

Presente: Li -

Representlt~

C)

Minist~o

Conselheir

!/

1J

lo Alves Viana id nte

.

.,-----.-., ,

i

r."

)j

~

"

, LUt ~C~

Auditor Rena

~

,,~

ESP~

r>

rgio Qntiag~elO Relator

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO

PROCESSO TC N.o 00861/05

A ego la Câmara Deliberativa

ordinária

ACl - TC - 053/2008, fls. 264/265, publicado no Diário Oficial do Estado datado de 12 de

do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, em sessão

realizada

no

dia

31

de

janeiro

de

2008,

através

do ACÓRDÃO

fevereiro

do mesmo ano, ao analisar a Tomada

de Preços n.? 03/2005,

seguida dos

Contratos

n. o 017

a 032/2005,

realizada pelo Município de Bernardino Batista/PB,

objetivando a contratação de veículos para o transporte de estudantes, decidiu: a) julgar

irregular o procedimento

Edomarques Gomes, no valor de R$ 2.805,10; e c) fixar prazo para recolhimento voluntário

da penalidade.

licitatório;

b) aplicar

multa

ao Prefeito

Municipal,

Sr. José

Inconformado com a decisão, o interessado interpôs, em 28 de fevereiro do corrente ano, recurso de apelação, fls. 269/273. Na citada peça processual, o insurgente destaca, em síntese, que: a) não houve diligência para verificar as condições dos veículos contratados e das estradas vicinais da Comuna; b) o julgamento irregular do certame contraria farta jurisprudência desta Corte de Contas; c) não há interesse dos proprietários de ônibus em

participar de licitações, pois as estradas são transitáveis apenas para veículos tipo caminhão

ou camioneta; d) os veículos foram contratados nos termos da Resolução n.? 82 do Conselho

Nacional de Trânsito - CONTRAN; e e) foi imputada multa ao gestor pelo mesmo fato nos

autos da prestação de contas do exercício de 2005.

Encaminhado o álbum processual aos peritos da Divisão de Auditoria de Licitações e Contratos - DILIC, estes emitiram o relatório de fls. 277/282, onde não acolheram os argumentos apresentados, opinando pelo conhecimento do recurso e, no mérito, pelo seu não provimento. Contudo, recomendaram o cancelamento da cobrança da multa imposta, para afastar o risco de incorrer em bis in idem.

Instado a se pronunciar, o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas emitiu parecer, fls. 284/286, pugnando, em preliminar, pelo não conhecimento da presente apelação, por

intempestiva,

mantendo-se, na integra, a decisão vergastada.

Solicitação de pauta, conforme fls. 287/288 dos autos.

É o relatório.

O recurso de apelação contra decisão proferida por qualquer das Câmaras Deliberativas do

Pretório de Contas é remédio jurídico - remedium juris - que tem sua aplicação própria

Estadual n. ° 18, de 13 de

do TCE/PB, sendo cabível para o ego Tribunal Pleno, no pr zo

indicada no art. 31, inciso I, c/c o art. 32, da Lei Complementar

julho de 1993 - Lei Orgânica

de 15 (quinze) dias, contados a partir da publicação da decisão.

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO

PROCESSO TC N.o 00861/05

In /imine, evidencia-se a legitimidade do recorrente. Entretanto, diante do transcurso do lapso temporal para sua interposição, constata-se que o pedido formulado pelo Prefeito Municipal de Bernardino Batista/PB, Sr. José Edomarques Gomes, apresenta-se extemporâneo, pois não atende ao que determina o referido art. 32, parágrafo único, c/c o art. 30, inciso II, da supracitada norma, respectivamente, in verbis.

Art. 32. (omissis)

Parágrafo Único - A apelação será interposta no prazo de quinze (15) dias, contados na forma do art. 30, Il.

Art. 30. Os prazos referidos nesta Lei contam-se da data:

1-(

)

II - da publicação do ato no Diário Oficial do Estado.

Com efeito, como o dispositivo da decisão foi publicado no Diário Oficial do Estado - DOE de 12 de fevereiro do corrente e como o dies a quo é o primeiro dia útil seguinte ao da divulgação do aresto, ou seja, o dia 13 de fevereiro, o recurso, como dito, é intempestivo,

tendo em vista que adies

ad quem foi o dia 27 de fevereiro e que a peça recursal foi

protocolizada no Tribunal no dia seguinte, ou seja, em 28 de fevereiro de 2008.

Ante o exposto, comungando com a preliminar suscitada pelo Ministério Público Especial,

proponho que o TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DA PARAÍBA:

1) NÃO TOME CONHECIMENTO do recurso, diante da intempestividade de sua apresentação.

2) REMETA os<ãtrtos do presente processo à Corregedoria deste Tribunal para as providências 'ue se fízerem necessárias.

É a pront"l'~-l

/