Você está na página 1de 3

publicado D.O.E .

..em w_iL...d.-
~1.fO..J'!CS
•. ~",'::..:.L._ .••.••----

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO


PROCESSO TC N° 2229/07
INSTITUTO DE SEGURIDADE SOCIAL DO
MUNiCípIO DE ALHANDRA - ISSMA. Prestação de
Contas do exercícío de 2006. Irregularidade das
Contas. Aplicação de multa. Recomendações à
gestora.

Vistos, relatados e discutidos os presentes autos do Processo TC. N° 2229107,


referentes ao exame da Prestação de Contas do Instituto de Seguridade Social do Município de Alhandra
- ISSMA, exercício financeiro de 2006, de responsabilidade da Gestora, Eciélia José Ribeiro da Silva,
superintendente do ISSMA;

CONSIDERANDO que o órgão técnico deste Tribunal, ao analisar o presente


Processo, constatou as seguintes irregularidades remanescentes nos Relatório de fls. 157/166:

1. Omissão às imposições da legislação previdenciária federal no tocante à concessão de


benefícios, segurados obrigatórios e alíquotas;

2. Aplicações financeiras em desacordo com o que determina o art. 3°, § 5° da Resolução CMN n°
3.244/2004;
3. Falta de comprovação do saldo da conta de investimentos, bem como da conta-corrente n°
6.312-6 do mês de setembro, descumprindo o art. 2°, da Resolução TC n° 07/97;

4. Contabilização da dívida da Prefeitura e Câmara Municipal para com o instituto como ativo
realizável, descumprindo as determinações da Secretaria de Tesouro Nacional, em especial as
Notas Técnicas n° 49/2005 - GENOC/CCONTI STN e 515/2005 - GEANC/CCONTI STN;

5. Relatório de atividades elaborado em desacordo com o que dispõe o art. 2°, § 1° da Resolução
Te N° 07197 ;

6. Realização de despesas administrativas (3,13%) acima do limite estabelecido na Portaria MPAS


n° 4992199 (2,0%), art. 17, § 3°, e pela Lei nO9.717198, art. 1°, inciso 111 ;

7. Realização. de despesas fora do período de competência, inclusive de obrigações


previdenciárias, descumprindo a Lei n° 4.320/64, art.35, inciso 11 ;

8. Falta de empenho de obrigações patronais referentes a vencimentos e vantagens fixas;

9. Falta de retenção e recolhimento de ISS e INSS sobre serviços de terceiros;

10. Falta de encaminhamento ao Tribunal, durante todo o exercício de 2006, dos extratos bancários
referentes às aplicações financeiras, descumprindo o art. 2°, da Resolução TC nO07/97;

11. Não encaminhamento do plano atuarial referente ao exercício de 2006, descumprindo o art. 1°,
inciso I, da Lei n° 9.717198 e art. 2°, inciso I, da Portaria n° 4.992/99 ;

12. Instituto sem CRP e irregular com relação a vários critérios avaliados pelo MPS;

prazo sem pronunciamento nos autos: \\ í'\


CONSIDERANDO que a gestora foi notificada para apresentar defesa, deixando transcorrfr,9
(lf~
,7

~ \ ...J

\\~'~
\~) ,
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO
PROCESSO TC N° 2229/07

CONSIDERANDO que a Procuradoria manifestou-se nos autos às fls. 185/197,


opinando, em resumo:
A)- pela irregularidade das contas da gestora do Instituto de Seguridade Social do
Municipio de Alhandra, senhora Eciélia José Ribeiro da Silva, superintendente do ISSMA;

B)- pela aplicação de multa a citada superintendente, com fundamento no artigo 56,
incisos I e 11da LOTC/PB, face o cometimento de diversificados tipos de infrações às normas legais;

C)- assinação de prazo ao Poder Executivo e à gestão do ISSMA para que


comprovem o cumprimento dos requisitos constitucionais e legais de funcionamento do referido sistema
previdenciário ou procedam estudos para avaliar a viabilidade de funcionamento do Instituto, e , acaso
achado inviável a transposição dos benefícios para o INSS, sob pena de multa;

D)- representação junto ao Conselho Regional de Contabilidade e à Procuradoria-


Geral de Justiça;

E)- Comunicação ao Ministério da Previdência Social sobre a situação precária de


funcionamento do ISSMA; informar a Procuradoria Jurídica do Município de Alhandra, ou quem suas
vezes fizer, a ausência de retenção e recolhimento do ISS em função dos serviços tomados pela ISSMA,
e recomendação à atual e às futuras administrações do Instituto;

CONSIDERANDO o relatório da Auditoria, os Pareceres escrito e oral da Procuradoria


Geral, o voto do Relator e o mais que dos autos consta;

ACORDAM os Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, à


unanimidade de votos, com declaração de impedimento do Cons. Antônio Nominando Diniz Filho, em
sessão plenária realizada nesta data em:
I. JULGAR IRREGULAR a Prestação de Contas do Instituto de Seguridade Social do
Município de Alhandra - ISSMA, exercicio financeiro de 2006, de responsabilidade da
Gestora, Eciélia José Ribeiro da Silva, pelas irregularidades discriminadas nos itens "1"
a "12";
11. APLICAR, com base no art. 56, incisos I e 11da Lei Complementar nO 18/93 (LOTC),
multa pessoal a citada ex-superintendente, no valor (Portaria n° 039, de 31/05/2006)
de R$ 2.805,10;

111. ASSINAR o prazo de 60 (sessenta) dias, a contar da data da publicação do presente


Acórdão, para que seja efetuado o recolhimento da multa aplicada, à conta do Fundo
de Fiscalização Orçamentária e Financeira Municipal, cabendo a ação ser impetrada
pela Procuradoria Geral do Estado (PGE), em caso de não recolhimento, com
intervenção do Ministério Público, na hipótese de omissão da PGE, nos termos do §
4° do art. 71 da Constituição Estadual;

IV. ASSINAR o prazo de 90 (noventa) dias a gestora do ISSMA, senhora Eciélia José
Ribeiro da Silva, para que comprove o cumprimento dos requisitos constitucionais e
legais de funcionamento do referido sistema previdenciário municipal, ou proponha a
sua extinção, sob pena de multa;

V. RECOMENDAR à atual gestão do Instituto a adoção de medidas para não reétição


das falhas e maior observância das normas contábeis, financeiras, patrimo io/~(TC /'
operacionais vigentes, sob pena de responsabilidade; ~
TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO
PROCESSO TC N° 2229/07

VI. DETERMINAR anexação do Relatório da Auditoria de fls. 157/166, e da presente


decisão às PCAs da Prefeitura e da Câmara Municipal de Alhandra, exercício de 2006,
para subsidiar a análise daqueles processos;

VII. ENCAMINHAR cópia do presente Acórdão ao Prefeito Municipal, Presidente da


Câmara Municipal e ao Instítuto de Seguridade Social do Município de Alhandra, atuais,
para conhecimento e providências de cada um.

Publique-se, intime-se e registre-se.


Sala das Sessões do TCE-PB - Plenário Ministro João Agripino.

,'\ João Pessoa, 11 de junho de 2008 .

I/
.tJ;
.I
(''\ 'I li
no I~ Alves Viana Marcos Ubira. n ~,iJJJp1reira
ns Iheiro Presidente Consel eir~€lator 1>
~
Fui Presente:
" ~ t>:
N-...J
~Ana Teresa Nóbrega ~
Procuradora Geral