Você está na página 1de 116

ano 7 edição 41 dezembro 2007 s u p e r n o va e d i to r a

M O R U M B I
ano 7 edição 41 dezembro 2007
D O LC E M O R U M B I E D 41 D E Z E M B R O 2007

DIRETORIA Denise Gonçalves e Vania Ferreira

PUBLISHER Denise Gonçalves – denise@editorasupernova.com.br

DIREÇÃO DE ARTE Vania Ferreira – vania@editorasupernova.com.br

REDAÇÃO Francilene Oliveira – Mtb 47.074


editorial@editorasupernova.com.br
PRODUÇÃO Roseli Lopes

Sete anos de Morumbi


pauta@editorasupernova.com.br
ASSISTENTE DE ARTE
Marcelo Rocha – arte@editorasupernova.com.br
capa Sonia Colvaro

ATENDIMENTO Alice Cristina Gonçalves Neste mês a Revista Dolce completa sete anos. Não existe forma melhor
atendimento@editorasupernova.com.br
de comemorar aniversário do que estar entre amigos, celebrando todas
DEPARTAMENTO FINANCEIRO
Márcia Maria Gonçalves – administracao@editorasupernova.com.br as dádivas de mais um ano de vida. E neste ano as dádivas foram muitas.
ASSESSORIA JURÍDICA João de Paulo Neto – jpn.adv@aasp.org.br
A Dolce mais do que dobrou sua presença no bairro: saltamos de 5 para
JORNALISTA RESPONSÁVEL Jorge Fernando Jordão – Mtb 25.370

COLABORARAM NESTA EDIÇÃO 12 edições no ano. Pra que isso acontecesse a nossa equipe abraçou esse
Camila Ferreira Leite, Claudia Castellan, Floriano Serra,
JAF (Infinyti), Lívio Giosa, Luciano Menezes, Nelson Miranda, desafio com muito amor, muita dedicação, tanto por parte daquelas pessoas
Paulo Roberto Amaral, Renato Corrêa, Rosa Richter, Roseli
Gonçalves (revisão), Samir Baptista (fotos, exceto as indicadas), que já integravam a equipe há muito tempo quanto das novas que vieram
Silvia Lourenço, Silvia Utsch Sonia Colvara e Thais Narkevitz
IMPRESSÃO CLY
a se somar neste momento particular da revista. Inauguramos também uma
DISTRIBUIÇÃO Gratuita via courier para mailing VIP nova sede, no coração do bairro. Conquistamos tudo isso agregando novos
TRÁFEGO Ronaldo Ferreira
colaboradores e antigos amigos. E foi com grande alegria que celebramos,
REPRESENTANTES COMERCIAIS
Ana Paula Freitas, Fátima Lopes e Graciela Bladilo junto com eles, na 5ª Festa Dolce, palco da entrega do 4º Prêmio Dolce Vita
AltaClasse Públicos Nobres – Walter Coscia Amigo do Morumbi. Esta edição traz a cobertura completa do evento, na
REVISTA DOLCE MORUMBI é uma publicação da
Supernova Editora Ltda. A editora não se responsabiliza pelas qual procuramos retratar o espírito de harmonia que domina essa grande
opiniões emitidas nos artigos assinados. Ninguém pode retirar
produtos nem quaisquer outros materiais em nome desta reunião que promovemos todos os anos. Esse espírito, aliás, é o legado que
publicação sem autorização expressa, por escrito, em papel
timbrado, da diretoria da Supernova.
deve permanecer. Acreditamos que ele deve ser defendido nos caminhos que
CARTAS PARA A REDAÇÃO
Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 2309 B este bairro certamente vai percorrer em sua trajetória de “organismo vivo”,
CEP 05640-004 – São Paulo – SP
em constante mutação. O bairro será, num futuro muito próximo, aquilo que
atendimento@editorasupernova.com.br
Tel: (11) 3743-1556 / 3464-6600 - Fax: (11) 3464-6612 fizermos dele hoje. Que seja com harmonia.

DOLCE APÓIA:
Feliz Natal e um 2008 de paz, harmonia e realizações para todos!

Denise Gonçalves
denise@editorasupernova.com.br
www.reciclamorumbi.com.br www.escoladopovo.org
14 ESPECIAL
Prêmio Dolce Vita Amigo
do Morumbi 2007

58 AGENDA

60 MODA
Faça a mala... mas que seja fashion!,
por Claudia Castellan

66 TEST DRIVE
O mito: mercado de seminovos,
por Renato Corrêa

68 BEM-CASADO
Château de Filé Mignon
ao molho de pêra
gratinada e vinho madeira
acompanhado de
mille folie de
requeijão e pêra

70 LAR, DOLCE LAR


Banho: curta essa delícia!!!,
por Silvia Utsch

72 VIDA PROFISSIONAL
Emprego para
profissionais mais velhos
está em alta, por Lívio Giosa

74 EM FOCO

94 CIDADANIA
Natal da cidadania,
por Rosa Richter

96 PENSATA Feliz 2009,


por Paulo Amaral

98 ESPECIAL EDUCAÇÃO

101 DESTAQUES DOLCE

114 FINAL FELIZ


Porque é final do ano,
por Floriano Serra
DE BEM COM A VIDA tecnologia

Cada vez
melhor!
14 dolce morumbi
A história se repete, e cada vez melhor. Pelo 5º ano
consecutivo, a Revista Dolce reúne convidados
especiais, amigos, autoridades e as forças-vivas do
bairro em uma inesquecível celebração.

Por Francilene Oliveira e Silvia Lourenço


Fotos Jaf, Sonia Colvaro, Luciano Meneses e Samir Baptista

dolce morumbi 15
Naquela noite de 26 de novembro, a Casa da Fazenda en-
cantava em todo o seu esplendor para a realização da festa
de aniversário de Dolce e da entrega do Prêmio Dolce Vita
Amigo do Morumbi 2007. Velas iluminavam o ambiente e
folhas verdes emprestavam sofisticação às mesas de vidro
colocadas na varanda sob uma réstia de luz vermelha. Às
sete e meia da noite, os primeiros convidados começavam
a chegar com suas roupas de festa. Logo na entrada, a
nona sinfonia de Beethoven ecoava do violino da jovem
Adriele Leandro. Muitas pessoas, cientes do clima da fes-
ta e do motivo da comemoração, levaram alimentos não
perecíveis para doar entre as comunidades carentes do
bairro. Uma pequena parada para as fotos no estúdio, e a
poucos passos dali, um welcome drink à base de espuman-
te De Grêville e licor de morango conduzia os convidados
a um espaço pensado para eles em todos os detalhes.

16 dolce morumbi
Sonho real
Faltava pouco para começar a festa, e a jovem Adriele, 14
anos, fazia os últimos preparativos para sua apresentação.
Vestiu uma roupa emprestada de Cláudia Albanese, da
Cia das A’Artes, e sentou-se para ser penteada e maquiada
por um profissional. Enquanto recebia blush e sombra nos
olhos, agradecia por aquele dia, pois, moradora do Orfa-
nato Lar Escola Cairbar Schutel, nunca tinha se sentido tão
especial. Naquela noite ela seria uma atração, recebendo os
convidados da festa Dolce ao som de violino, instrumento
que pratica em aulas no Colégio Santo Américo. Quando
Adriele chegou à Casa da Fazenda seus olhos brilharam
frente à exuberância do local. Respirou fundo, aqueceu as
cordas do violino e começou a tocar, mas o nervosismo a
fazia perder a concentração, emoção que fugiu ao contro-
le, principalmente quando viu chegar a apresentadora do
SPTV 1ª edição, Carla Vilhena, que apresentaria os homena-
geados no Prêmio 2007. Muito emocionada, Adriele desistiu
de se concentrar nas partituras e resolveu tocar apenas a
nona sinfonia – ótima decisão, pois Beethoven tem o poder
de encantar as almas.

dolce morumbi 17
especial prêmio dolce vita amigo do morumbi

Aos poucos, os presentes espalhavam-


se por todos os ambientes da Casa. Um
corredor transparente levava ao palco
onde o som tocado pelos músicos do
Barracão dos Sonhos os embalavam
em suas conversas. Garçons passeavam
entre as pessoas oferecendo canapés e
bebidas. O clima era de confraterniza-
ção, sentia-se no ar.
A Casa da Fazenda, completamente acolhedora, também recebeu alguns lounges
especiais. Ao longo dos espaços foram montadas duas ilhas Bacardi, com drinques
especialmente preparados para a festa, como o “Bacardi Fresh”: uma mistura da bebi-
da, suco de maracujá e groselha, um dos mais pedidos.
Além da entrega do Prêmio, comemorava-se também o sétimo aniversário da revista
Dolce, que este ano mais do que dobrou sua presença no bairro, saltando de 5 para 12
edições no ano, revelando de maneira mais completa os acontecimentos do Morumbi.
Às 10 da noite as atenções foram voltadas para o palco principal. Era chegada a hora de
saber os nomes dos homenageados do Prêmio Dolce Vita Amigo do Morumbi 2007.

18 dolce morumbi
dolce morumbi 19
E o Prêmio 2007 vai Para...

As inscrições para o Prêmio começaram em agosto. Logo em seguida, os trabalhos foram encaminhados
a um júri composto por moradores do bairro e formadores de opinião, como o apresentador do SPTV 2ª
edição, Carlos Tramontina; o diretor do Instituto ADVB de Responsabilidade Social, professor Lívio Giosa;
o jornalista da CBN, Milton Jung; o editor do SPTV 2ª edição, Paulo Roberto Amaral, e a chefe de redação
do Jornal Hoje, da TV Globo, Teresa Garcia.
Este ano, o processo das inscrições e apuração dos resultados coube ao Rotary Club de São Paulo
Morumbi e à Samovis – Sociedade Amigos do Morumbi e Vila Suzana. O responsável por conduzir o pro-
cesso dentro do Rotary foi João de Paulo Neto. Para ele, o mais gratificante é conhecer profundamente
os trabalhos realizados no Morumbi e contribuir para o desenvolvimento do bairro.
Neste ano os homenageados receberam, pela primeira vez, além do belíssimo troféu criado pela es-
cultora Virgínia Sé, uma câmera fotográfica digital da Panasonic, além da arrecadação feita pelo projeto
Cardápio Solidário do Restaurante Bananeira.

20 dolce morumbi
dolce morumbi 21
especial prêmio dolce vita amigo do morumbi

“O que queremos Os premiadOs


Iniciando a cerimônia, o apresentador Mário Frassati chamou ao
é transformar o palco os representantes das entidades organizadoras do Prêmio
Morumbi numa (Revista Dolce, Rotary Club de São Paulo Morumbi, Associação Pa-
namby, Conseg Portal do Morumbi e Samovis), além do anfitrião,
região exemplo Roberto Oropallo, presidente da Academia Brasileira de Arte, Cul-
de cidadania e tura e História, sediada na Casa da Fazenda. Mário explicou as ba-
responsabilidade ses da premiação, anunciou as categorias – Empreendedor Social
e Empresa, nas áreas Ação Social Dirigida, Ação Social Múltipla e
social.” Ação em Educação e Cultura – e chamou ao palco a mestre-de-ce-
(Mário Frassati) rimônias, Carla Vilhena, para anunciar os homenageados de 2007.

22 dolce morumbi
especial prêmio dolce vita amigo do morumbi

Da esquerda para a direita:


Marcelo Mahtuk e vereador
José Rolim da Silva; Cintia
Corbeta e Simone Andrade;
Antonio Wagner Coraça e
Gilson Rodrigues, Renato
Figueiredo e Eliana Baptista
Aun; Edson Keller e Mauricio
Ganzarolli; Alexandre
Paranhos e Rachel Braun

EmprEEndEdor Social ro premiado da noite foi o projeto Logo depois foi a vez de premiar o
O primeiro prêmio da noite, anun- Escola do Povo, que neste ano tirou projeto Caminhando para o Futuro,
ciado por Carla, foi entregue para o do analfabetismo 700 adultos. O do Colégio Pentágono, que desen-
projeto Paraisópolis sem Fome, ide- coordenador Gilson da Cruz Rodri- volve atividades de dança, canto,
alizado pelo vereador José Rolim, gues, ao receber o prêmio entregue esporte, lazer e aulas de inglês com
morador da comunidade. Rolim re- por Antonio Wagner Coraça, Supe- 96 crianças da comunidade Jardim
cebeu o prêmio das mãos de Mar- rintendente de Incorporação da Rebouças todos os sábados. A ho-
celo Mahtuk, diretor da Manager Camargo Corrêa Desenvolvimento menagem foi entregue por Mauri-
Administração de Condomínios, e Imobiliário, reafirmou a meta desta cio Ganzarolli, sócio do restaurante
enfatizou mais uma vez a frase que ação, que é extinguir o analfabetis- Bananeira, ao professor Edson Keller,
sempre costuma proferir, de que mo em Paraisópolis. que partilhou a felicidade de receber
“não existe Morumbi bom com Pa- o prêmio e poder ajudar as crianças.
raisópolis ruim”. O Paraisópolis sem catEgoria EmprESa E para finalizar, a última ação ho-
Fome distribui 80 refeições diárias A premiação na categoria Empresa menageada foi a Escola da Comuni-
para famílias da comunidade. Des- começou com o projeto Cidadania dade, do Colégio Visconde de Por-
de o início do projeto já foram dis- Juvenil – Participação e Inclusão So- to Seguro, que existe há 40 anos.
tribuídas 65 mil refeições. cial, do Colégio Guilherme Dumont Oitocentos e cinqüenta alunos ca-
Outro projeto homenageado foi o Villares. Eliana Baptista Pereira Aun, rentes da comunidade de Paraisó-
Integração Real, que presta orienta- ao receber o prêmio das mãos de polis assistem aula desde os quatro
ção psico-socio-educacional a fa- Renato Figueiredo, Governador do anos até o Ensino Médio. O Prêmio
mílias e crianças de baixa renda do Distrito 4610 do Rotary Internacio- foi entregue à coordenadora da
Real Parque. Uma das coordenado- nal, dedicou a homenagem a todos Escola da Comunidade, Rachel de
ras do projeto, Simone Andrioli de aqueles que desenvolvem um tra- Oliveira Braun, pelas mãos de Ale-
Castro Andrade, recebeu o prêmio balho educacional voltado para o xandre Paranhos, diretor do Grupo
das mãos de Cintia Corbeta, asses- protagonismo juvenil voluntário. O Pro Security.
sora de Marketing da Panasonic, e projeto do colégio atende crianças, Outra surpresa da noite foi a en-
destacou a necessidade de todos jovens e idosos da comunidade ca- trega do prêmio Hors-Concours,
juntos ajudarem a comunidade. rente do entorno da escola através destinado a pessoas que merecem
Finalizando esta categoria, o tercei- de oficinas tecnológicas. um reconhecimento especial. Neste

Os prêmios homenageiam projetos que trabalham


em prol do desenvolvimento do Morumbi

24 dolce morumbi
ano, o escolhido foi Márcio Mekáru,
empresário sediado no Morumbi
que auxilia a todos os projetos be-
neficentes que chegam até ele, atu-
ando nos bastidores. Sempre dis-
creto, o empresário, enfim, subiu ao
palco e recebeu a merecida home-
nagem, fazendo um rápido discurso
no qual dedicou o prêmio à Casa da
Fazenda e ao seu amigo de todas as
horas, Roberto Oropallo.

Todos os anos, também durante o


evento, o Conseg Portal do Morum-
bi reconhece e premia os policiais
das corporações Civil e Militar que
se destacam em suas funções no
decorrer do ano. Em 2007, recebe-
ram o Diploma de Honra ao Mérito,
escolhidos por votação da tropa, a
Escrivã da Polícia Civil Lina Efigênia
Barnabé Cruz e o soldado da Polícia
Militar Vanderlei Ludink. Acima: Márcio Mekáru,
com Rosa Richter, Carla
Os trabalhos de palco foram encer- Vilhena e Denise Gonçalves,
rados com a realização do sorteio homenageado em 2007 com
de dois looks completos da Tess, o troféu Hors-Concours
um masculino e um feminino, en-
tregues por Renata Cotrim, para os À esquerda: Rosa Richter e
convidados da festa. os oficiais das polícias Civil e
Militar homenageados pelo
Conseg Portal do Morumbi
por bom desempenho de
suas funções

dolce morumbi 25
Welcome to the show!
Terminada a premiação foram abertas as portas do salão da pista de
dança. Lá dentro, uma surpresa: Carina Morais e Rafael Barros faziam
uma apresentação de salsa. Campeões no Concurso Nacional de Salsa,
eles giravam pelo salão encantando os espectadores. De vestido justo e
costas nuas Carina expressava graça ao ser conduzida por seu parceiro.
As luzes estavam voltadas para o casal até que um grupo de jovens saiu
do meio dos convidados em direção à pista, em passos sincronizados.
Estava pronto o espetáculo. Um grupo da escola de dança Cia das A’Artes
comandava a festa.
Aos poucos, a pista estava repleta. Músicas dos anos 70, 80 e 90 agitavam
os cerca de 1.000 convidados, adornados com as pulseiras brilhantes e
colares coloridos. Lá fora, o jantar era servido. De todo modo, animação
geral, que durou até quase 4 horas da manhã. Mais uma vez o Morumbi
assistiu e participou de uma grande noite de celebração e diversão.

26 dolce morumbi
dolce morumbi 27
Para a maioria dos convidados a palavra que resume a festa é:
confraternização.

28 dolce morumbi
“Este prêmio é muito importante
para o bairro. O Morumbi possui
muitos contrastes, e nós teríamos
tudo para ter ilhas e comunidades
isoladas umas das outras, sem tomar
conhecimento de outras realidades,
ou então sentindo medo ou receio de conviver, por
causa das diferenças. No entanto nós não temos isso,
o Morumbi é um bairro muito integrado por conta
dessas ações, das pessoas que promovem o Prêmio
Dolce Vita Amigo do Morumbi, como a Denise e a
Rosa, pessoas superimportantes para a integração
do bairro. O Prêmio promove o conhecimento,
e é importante conhecer para conviver. Se você
fica ‘encastelado’ não conhece seu vizinho, seu
próximo, e essa não é a melhor maneira de criar
uma comunidade feliz. E esse prêmio promove a
integração entre os vários lados de um bairro que
tem tudo para ser maravilhoso.”
CARLA VILHENA
(apresentadora – mestre-de-cerimônias do Prêmio)

dolce morumbi 29
especial prêmio dolce vita amigo do morumbi

“O sucesso desse Prêmio está diretamente ligado


ao sucesso da festa e da participação das pessoas.
Fiquei impressionado com o número de envolvidos
nisso. É muito importante o trabalho da revista
Dolce, que divulga as ações do bairro e promove
esse prêmio. Nós colaboramos com a Associação Panamby
e acompanhamos de perto o trabalho da Rosa Ritcher, uma
pessoa que tem um papel de liderança muito forte no bairro
com boa penetração na CET, Segurança Pública, Prefeitura.
Um trabalho muito importante para nossa região.”
OlavO Setúbal JúniOr (Itaú Seguros)

30 dolce morumbi
“ Nesta região esse é o evento
mais eclético, mais rico, que
consegue congregar pessoas
das mais variadas atividades
com o objetivo comum de
engrandecer os projetos sociais
e o bairro do Morumbi, tendo como elemento
foco centralizador a Revista Dolce, que serve
como pólo de atração e de divulgação das
atividades dentro do bairro. Esse trabalho
serve para que as pessoas conheçam as
dificuldades e as qualidades da região.
Quero aproveitar para parabenizar os
organizadores, que auxiliam as classes menos
favorecidas que vivem no Morumbi e suas
adjacências. Venho na festa com espírito de
alegria, e sempre encontro um ambiente de
muita descontração e felicidade que só me
estimula a voltar sempre que convidado a
participar, e espero que com isso possamos
criar uma energia que emane para que o
bairro se engrandeça cada vez mais.”
CLÁUDIO BASBAUM (médico)

32 dolce morumbi
única seguros
A descontração tomou conta de todos
os convidados. Por todos os lados, viam-se
sorrisos e conversas animadas

34 dolce morumbi
“Eu me sinto honrado por participar deste Prêmio e homenagear as
pessoas que realmente merecem ser honradas por ajudar o próximo.
A festa também é um momento muito importante para nós pois
nela temos a possibilidade de comemorar junto com nossos amigos e
clientes um ano como 2007, que foi bem especial.”
Marcelo Mahtuk (Manager Administração de Condomínios)

36 dolce morumbi
especial prêmio dolce vita amigo do morumbi

“A festa da Revista
Dolce está cada
dia melhor e
mais organizada.
O prêmio é
de extrema
importância para o bairro porque
é uma forma de homenagear a
quem desenvolve ações sociais
na região, e ao mesmo tempo
incentivar que outros projetos
comecem a ser realizados.”
RobeRto PeRRoni
(Camargo Corrêa
Desenvolvimento Imobiliário)

38 dolce morumbi
“É gratificante participar
desta festa. Estou no
Morumbi desde a época em
que a Giovanni Gronchi
era de terra e acompanhei
de perto toda a evolução do
bairro. Somos moradores
da região, além de nossa empresa, clientes
e funcionários serem daqui. Participar
desse evento é muito gratificante para
nós, estamos sempre muito envolvidos
nos projetos sociais do bairro e ver que o
Prêmio Dolce Vita Amigo do Morumbi faz
mais sucesso a cada dia e está cada vez
mais organizado nos deixa muito felizes”.
AlexAndre PArAnhos
(Grupo Pro Security)

40 dolce morumbi
dolce morumbi 41
especial prêmio dolce vita amigo do morumbi

chalezinho

42 dolce morumbi
outback

dolce morumbi 43
1 2

3 4 5 6

7 8 9 10

11 12 13

14 15 1 Luis Carlos e Ilda Dogmani Prestes, Ana Paula Oliveira e Marcelo Mahtuk 2
Clóvis e Sueli Garcia, Zuleide e Romeu Tragante, Marcelo Lopes 3 Mirian e
Dorival Comparini 4 Marcelo Mahtuk, Ricardo e Márcia Ravioli 5 Ivani e Adilson
Ferreira, Maria J. Nogueira 6 Silvia Gaelzer , Marcelo Mahtuk e Valderene Paranhos
7 João Rupp e Ricardo Serrano 8 Cleuza e Miguel Gaiarsa 9 Mário Frassati
e Ivan Cernev 10 Marcelo Mahtuk, Rosa e Paulo Sérgio Richter 11 Viviane
Ayub, Ricardo e Lilian Rodrigues, Selma Padula 12 Marcelo e Andréa
Mahtuk 13 Tereza Melo, Edna Eugênio, Adriana Rabelo e Andréa e Marcelo
Bobrowisky 14 Alessandra Casanova e Fernando Cazassa 15 Margareth e
Edson Bevenuti 16 Telma e José Roberto Murisset 17 Renata Andrade, Marcelo
Lopes, Eliana Gomes e José L Silva 18 Edson Ota, Sonia Regina e Luis Setti 19
Carlos e Zafira Amom 20 Perseo Corsato e Reiunil Lyra 21 Hidalgo e Fernanda
Dalcolletto, Fátima e Jorge Alarcon 22 Edson e Dináh Ota, Marcelo e Andréa
Mahtuk, Marcelo e Daniela Lopes, Ivan e Helena Cernev, J Renato e Mirian Orciolo
Manager Administração de
Condomínios

Em festa!
A Manager recebeu seus clientes no espaço VIP,
onde fez questão de celebrar o Dia do Síndico,
honrando aos que exercem a cidadania nos
condomínios.
Em meio à aura de festa e premiação, mais uma vez
a Manager apoiou o reconhecimento daqueles que
se posicionam e desenvolvem ações cidadãs em prol
dos menos favorecidos no Morumbi.

16 17 18

19 20 21

22
GRUPO PRO SECURITY
COMEMORA A MARCA DE

100 EDIFÍCIOS
NO MORUMBI
O Grupo Pro Security recebeu clientes e amigos para
comemorar a marca alcançada em 2007 de mais de 100
edifícios atendidos no Morumbi.
Esta conquista demonstra a importância do Grupo
em participar ativamente das necessidades do
bairro. Colaborar com iniciativas sociais do Morumbi
e patrocinar a entrega do Prêmio Dolce Vita Amigo
do Morumbi é reco­nhecer o esforço de todos que
conseguem fazer deste bairro um lugar melhor.
O Grupo Pro Security foi também responsável por toda
a estrutura de segurança e limpeza, num contingente
que chegou a mais de 60 colaboradores.
“O Grupo Pro Security nasceu no Morumbi. Grande
parte de seus profissionais são moradores de
comunidades como a Paraisópolis. Para nós, receber
clientes e parceiros numa celebração como esta é
uma forma de trazê-los à nossa casa e mostrar o que
temos de melhor” afirma Ligia Para­nhos, diretora
administrativa do Grupo Pro Security.

1 2 3

4 1 Amilton e Cida Abdala, Joci e Odilon Alexandre e Fábio Paranhos


2 Ivanor e Maria José da Costa, Cassia Capuzo, Ana Paula Tosta
3 Ana Paula Tosta, Elaine e Daniel Araneo 4 Fábio Paranhos, Ligia
Paranhos, Valderene Paranhos, Alexandre Paranhos e A. Paranhos Jr.
5Ana Paula Tosta, Cássio Loschiavo e Denise Gonçalves 6 Silvia
Gaelzer, A. Paranhos Jr. e Valderene Paranhos 7 José Rolim e A.
Paranhos Jr. 8 Felipe Grillet, Ligia Paranhos e Alexandre Paranhos
9 Márcia e Dalton Costa, João Rupp e A. Paranhos Jr. 10 Fábio
Paranhos, Marcelo Laprano e Alexandre Paranhos 11 Ana Paula
Tosta e Carlos Tosta 12 Shirley Lorente e Orildo Sonsin Jr 13 Gustavo
dos Santos, Jurandir Canovas e Italo Varolo
www.prosecurity.com.br - Tel.: 3746-8972

5 6 7

8 9 10

11 12 13
Paulo Amaral e Patrícia Limeira Patricia Semeone e Cristina Semeone Maria Julia Silva e Eleine Bélaváry

Delma Perroni e Roberto Perroni Eliana Mulle e José Flaminio Ricardo Rodrigues e Lilian Rodrigues
Denise Gonçalves e Elisabeth Resende e Roberto Oropallo Helena Cernev, Ivan Cernev e
Lucca Gonçalves Alencar Ildeo Resende Carolina Cernev

Jorge Eduardo de Souza e Elso Alioto Jr. e Alessandra Alioto Odilson Alexandre e Jocy Alexandre
Arlene de Santana Souza
Ligia Paranhos e Alexandre Milena Damasco e Marcelo Rodrigues Ricardo Punsuvo, Zé Monteiro e
Paranhos Carlinhos Bacardi

Monica Pereira Martins e Cássio Cesário Rodrigues e Silvania Félix Lee Monteiro e Lívio Giosa
Freire Loschiavo
especial prêmio dolce vita amigo do morumbi

Os bastidores da festa

54 dolce morumbi
O dia começou cedo para os organizadores da festa do Prêmio Dol-
ce Vita Amigo do Morumbi. A produtora Elisabeth Resende chegou
de manhãzinha à Casa da Fazenda, onde a equipe da Pepe Flores já
trabalhava na cobertura do jardim. Caminhões e vans cruzavam segui-
damente os portões da Casa, trazendo um infinito aparato de produ-
ção, que incluía móveis, copos, bebidas, velas, telões, arranjos de flores,
bancadas, computadores... Em um canto da Casa, Conceição Amado
falava com garçons e equipe de cozinha. Em outro, Léo Cavalcanti cui-
dava da iluminação, e Érico providenciava a instalação de plasmas da
Panasonic por todo o ambiente. Tatiana Medeiros analisava um
por um os milhares de copos e taças que seriam utilizados no evento.
A equipe da Pro Security trabalhava na segurança e limpeza. Quatro
bares e quatro buffets eram montados em diferentes locais do amplo
espaço, tudo para que os convidados pudessem ser bem atendidos
durante a longa jornada de sete horas de festa.
Na varanda da Casa, meninas da equipe de cenografia, também da
Pepe Flores, espalhavam folhas, arranjos de flores e velas pelas mesas,
complementando a decoração. O salão principal da Casa foi esvaziado
para se transformar numa animada pista de dança – no local, apenas a
mesa de som, as luzes, o globo e o belíssimo lustre do salão.
Da equipe da revista Dolce, Ronaldo corria de um lado para outro
transportando equipamentos; Roseli, Márcia e Alice preparavam o
check-in dos convidados. Denise e Vania sobrevoavam todos os deta-
lhes. À volta, 140 pessoas trabalhavam para a montagem dessa grande
festa que começou a ser organizada há meses. A Casa da Fazenda pa-
recia um formigueiro onde todos trabalhavam de maneira disciplinada
e integrada para deixar tudo pronto a tempo.
Às sete da noite o palco deveria estar montado, o som passado, a co-
bertura impecável, a decoração perfeita. As equipes trabalhavam com
empolgação, e nem a chuva que caiu ao final da tarde as desanimou,
pelo contrário – todos sabiam que ela só veio para dar mais brilho às A mensAgem dA Arte
folhas, ressaltar o perfume do jardim e abençoar a festa. A escultora Virginia Sé criou o design exclusi-
Elisabeth, que já andava sem suas sandálias, falava ao rádio resol- vo da peça entregue aos homenageados do
vendo os impasses de última hora. Era o maior evento que já tinha Prêmio Dolce Vita Amigo do Morumbi. Virgi-
organizado, e isso representava um enorme desafio. O que mais a nia já participou de várias exposições como
surpreendeu foi a parceria entre as pessoas e a boa vontade de to- a Carroussel du Louvre – Société Nationale
dos em fazer o melhor. Na festa, estava radiante ao ver a felicidade de Beaux-Arts, na França; do Prêmio de Qua-
estampada no rosto de todos os presentes e, apesar do desafio de lidade Brasil – International Quality Service,
coordenar a complexa logística do evento, achou maravilhoso estar em 2004 e da 4 Biennale Internazionale Dell
envolvida em todo o processo. Arte Contemporânea, na Itália, em 2003. Uti-
Mas a festa ainda não tinha acabado... Logo após a saída de todos os lizando a arte como mensagem, a escultora
convidados, alta madrugada, um grupo de profissionais iniciou o tra- apresenta uma obra precisa e clara formada
balho de desmontagem de toda a estrutura, para que na manhã se- por partes que se conjugam e formam um
guinte a Casa da Fazenda pudesse estar novamente pronta, em toda a todo coerente, procurando dar sentido à
sua exuberância, para receber seus visitantes. evolução do ser humano.
dolce morumbi 55
REALIZAÇÃO

R E V I S T A

3464-6600 - www.revistadolce.com.br

PATROCINADORES

3841-5511 - www.camargocorrea.com.br

APOIADORES

3742-2810 3758-0072 www.panasonic.com.br 3779-3900


www.casadafazenda.com.br www.jardimsul.com.br

www.bacardi.com www.bacardi.com www.cocacola.com.br www.cervejasol.com.br

AGRADECIMENTOS

Adriele Leandro da Silva, Carla Vilhena, Carlinhos Bacardi, Carlos Tramontina, Casa de Pães do Souza, Dolce,
Infonetware, Jaf, Léo Cavalcanti, Lívio Giosa, Luciana Karaptsias, Luciano Menezes, Márcio Mekáru,

56 DOLCE MORUMBI
COMITÊ PRÊMIO DOLCE VITA AMIGO DO MORUMBI

PATROCINADORES

3745-5227 3746-8972
www.manageradm.com.br www.prosecurity.com.br
APOIADORES

3032-9502 3773-6660 3744-8456 3744-1125


www.paodeacucar.com.br www.ciadasaartes.com.br www.montecristo.com.br www.jacquesjanine.com.br

Virginia Sé ESCULTORA
www.virginiase.com.br
5646-6379 3935-6200 3771-4294 Tel.: 4153-7635 / 8122-1634
www.turin-carnes.com.br www.jjds.com.br www.unicaseguros.com.br virginiase@yahoo.com.br

Mário Frassati, Milton Jung, Nelson Miranda, Patrícia Limeira, Paulo Roberto Amaral, Polícia Militar,
Rodrigo Reis, Roberto Oropallo, Samir Baptista, Silvia Lourenço, Sonia Colvara, Teresa Garcia

DOLCE MORUMBI 57
agenda morumbi

cAlendário Divulgue nesta seção:


envie e-mail para editorial@editorasupernova.com.br,

do morumbi
com 40 dias de antecedência da data. Serão publicados os
eventos que acontecerem entre o dia 10 do mês de edição e
o dia 10 do mês seguinte.

Fim de ANo NA De 13 De Dezembro


a 2 De março
De 17 a 21 De Dezembro
Cursos Do shopping butantã

cASA dA FAzeNdA exposição


baianas – símbolos De fé
de martha W. Farias
dia 17 bandeja de mosaico com tema
natalino
dia 18 enfeite de Natal
Pela primeira vez a casa da Fazenda do morumbi oferece retrata baianas em várias diferenciações dia 19 culinária: panetone
ceia de Natal, que será servida tradicionalmente na noite de LocaL: centro cultural Apsen – casa da dia 20 culinária: pavê de frango e salpicão
24 de dezembro. Fazenda do morumbi – Av. morumbi, 5594 com frango defumado
o chef italiano Vincenzo Vessicchio revela alguns pratos que estacionamento com manobrista na casa (r$ 9) dia 21 mesa temática de Natal
compõem seu menu especial: dado de bacalhau Napolitano com Horário: de terça-feira a sábado, LocaL: Shopping butantã – Av. Professor
salada quente e legumes; Peru inteiro com molho de nozes; das 12 às 20h, e aos domingos, Francisco morato, 2718
camarão na moranga; leitão à pururuca; rolê de Filet mignon das 12h às 18h estacionamento gratuito
Natalino com molho ao vinho marsala e uva italiana; risotto alla Mais inforMações: 3739-5100 Horário: 14h30 às 17h30.
centosina; entre outros pratos. Visitação gratuita coMo participar:
As reservas devem ser feitas com antecedência, e o preço por inscrições pelo telefone 3723-3900.
pessoa é de r$ 175. crianças de até cinco anos não pagam, e de 5 De 13 a 20 De Dezembro
a 10 anos, r$ 50, incluindo recreação com monitoria. No dia 25 de Dança até 23 De Dezembro
dezembro a festa continua com o tradicional almoço de Natal. Quebra-nozes (Quarta a Domingo)
Além da ceia de Natal, a casa da Fazenda realiza também o já uma das mais consagradas companhias Contos De natal no
consagrado réveillon, considerado o melhor do bairro. o restaurante do país, a cisne Negro cia. de dança, busca shopping JarDim sul
se destaca pelo alto astral com muita música, apresentação de o equilíbrio entre a inovação e a tradição, Apresentação de peças teatrais, interpretadas
mulatas internacionais e serviços especiais para as crianças. dançando um repertório rico, original e por atores que interagem com o público.
No cardápio estão pratos como cubo de lagosta à catalana; rolê de diversificado. Para honrar esta filosofia, As peças trabalham temas como
Filet de badejo com molho de uva itália e romã; mini château com apresenta, há 24 anos, o mais tradicional balé responsabilidade social, família e amizade.
molho de nozes, aspargos e romã e outras delícias. o pacote inclui natalino, o Quebra-Nozes. LocaL: Shopping Jardim Sul – Piso ii – Av.
também bebidas, como sucos, drinques e refrigerante, além do LocaL: Teatro Alfa – rua bento de Andrade Giovanni Gronchi, 5819
tradicional espumante francês. Tudo isso a r$ 550 por pessoa. Filho, 722 – Santo Amaro Horário: Quarta-feira a sexta-feira às
Horário: quarta a sexta às 21h, sábado, 14h30, 15h30 e 16h30
casa da fazenda do MoruMbi – Av. morumbi, 5594 17h e 21h e domingo, 16h e 19h sábado e doMingo: 14h30,
recomendável reserva antecipada. Tel.: 3742-2810 VaLor: Platéia inferior – r$ 70 15h30,16h30, 18h30 e 19h30
para Mais inforMações: www.casadafazenda.com.br. e Platéia Superior – r$ 40 ingresso: Gratuito
Acesso para portadores de necessidades especiais, segurança, inforMações: inforMações:
estacionamento com manobrista e aceita todos os cartões de crédito. www.teatroalfa.com.br – Tel.: 5693-4000 www.jardimsul.com.br – Tel.: 3779-3900

Apoio cultural
58 dolce morumbi
DE BEM COM A viDA moda

Faça a mala...
mas que seja
fashion!
Enfim, descanso! Não importa se é uma escapadinha no
fim de semana, um feriado prolongado ou aquelas férias
tão bem planejadas... Uma mala prática, básica, com
peças coordenáveis e – por que não? – com pitadas fashion,
faz milagres! Siga algumas dicas para não cair em ciladas.
Escolha cores básicas (preta, branca, areia) para as peças-chaves
e complemente com acessórios para variar. Ok, eu sei, este verão
é colorido, mas será que depois de Brooksfield

uns dias você não vai cansar de tanta


cor? Precisa de 10 vestidos ilumina-
dos? Valorize seu estilo e leve o desti-
no escolhido em consideração.
Se a viagem for curta (até 4 diaS) no
verão: Para a praia, roupas confortá-
veis e práticas. Lembre-se: você está aí
para se divertir, não é desfile de moda.
mulhereS: 2 batas, 1 short neutro ou Camisetas, batas e jeans são
ideias para levar na mala em
bermuda, 3 regatas, 1 camiseta branca qualquer estação.
e 1 preta, 2 vestidos leves (algodão ou MOB
malhinha para o dia, ou 1 vestido e 1
minissaia) mais 1 fashion para noite – jérsei é o tecido do momento Para viagenS longaS com maiS de 15 diaS, cuidado com excessos
–, 1 calça molenga, também neutra. Faça combinações: bata + short na ida, afinal, quem resistirá às compras? Aposte em cores básicas
ou calça, short + regata... que serão verdadeiros coringas e 1 cor para “quebrar”.
2 biquínis ou maiôs, 1 par de havaianas e flats (rasteirinhas) para no verão as mulheres levam: 1 jeans, 1 calça branca, 1 areia ou
o dia e 1 sandália para noite, 1 chapéu, 1 tênis, 2 conjuntos de cáqui, 1 preta para o dia e 1 para a noite (dê preferência a tecidos
lingerie, 1 camisola. Não esqueça óculos modernos, um colar mais leves e frescos). Se precisar, 1 terninho de sarja areia (superu-
ou pulseira colorido, fivelas para o cabelo e aproveite os maca- sável, mas sem cara de trabalho), 2 camisetas brancas, 2 pretas, 2
quinhos ou uma camisa de malha como saída de praia. coloridas (alterne com regatas), 2 vestidos para o dia, 2 para noite,
Para eleS: 2 camisetas brancas, 1 colorida, 1 pólo, 2 bermudas 2 bermudas neutras, 1 tênis, 1 mocassim, 1 sandália marrom ou
ou uma e 1 shorts, 1 calça leve clara, 2 sungas, 1 boné, 1 tênis cáqui e 1 de cor para aquele ar fashion,
com 2 pares de meias, 1 pijama curto,1 chinelo de praia, 1 do- 1 sandália preta de salto para noite, mas
cksider, 2 cuecas. não precisa ser
lembre-Se: tanto na praia como na cidade, são imprescindíveis
o uso de filtro solar e hidratante no rosto e corpo e um bonito 1
Sua mala só será perfeita se tudo chegar
muito fino, 1 bolsa
cáqui média para
par de óculos de sol. Se você for hóspede, colabore com a casa, o dia e 1 preta pe-
praticamente impecável, então esqueça linho,
faça sua cama e mantenha o banheiro arrumado após o banho. tricoline e todos os tecidos que amassam demais. quena para noite, 1
Ofereça sua ajuda, mas deixe o anfitrião descansar também, leve cinto de lona cáqui
um livro e seu IPod. 2
Concentre artigos de higiene todos juntos,
ou listrado para o

60 dolce morumbi 2 nécessaires grandes facilitam mais que


mil mínis espalhadas pelos cantos.
dia, 2 camisolas, lingeries cor da pele e 1 conjunto preto. Mescle com algumas peças
de moda, mas lembre-se das compras...
homenS: 1 calça areia de gabardine leve, 1 cáqui, 1 marinho, 2 bermudas beges e 1
marinho, 2 camisetas brancas, 3 coloridas, 2 pólos lisas e 1 listrada, 1 camisa branca e
1 azul, 1 blazer leve de gabardine areia ou marinho, 1 agasalho leve ou 1 imperme-
ável, 1 cinto de lona, 1 marrom de couro, 1 mocassim café, 1 sapato mais esporte, 1
tênis, meias,1 chinelo, 8 cuecas, 2 pijamas curtos.

no inverno
Para elaS: 1 calça preta para o dia (pode ser black jeans) e 1 para noite, mais social,
em crepe pesado ou lã, 2 jeans mais escuros, 1 calça de veludo, 1 blazer ou jaque-
ta para o dia, 1 para a noite, 1 casaco para o dia e 1 mais pesado ou manteaux para
a noite, 1 impermeável, 2 camisetas de manga curta, 3 de manga longa, 4 suéte-
res – 2 neutros e 2 coloridos (prefira cashmere, é leve, esquenta e não faz volume),
1 bota café e 1 preta sem salto e 1 preta com salto, 1 sapato baixo confortável e 1
tênis escuro, 1 bolsa média escura e 1 preta pequena para noite, 2 camisolas ou
pijamas, meias-calças grossas – 1 preta e 1 café; 1 preta mais fina para noite, no
caso de se levar um vestido de manga longa que realmente será usado (pense no
destino, safári ou Nova York?) 1 cache-
col, 1 par de luvas.
Para eleS: 1 black jeans, 1 jeans escuro,
1 calça de veludo bege mais escuro ou
café, 1 calça de lã preta para noite, 1 bla-
zer de lã ou jaqueta, 1 casaco para o dia,
1 para a noite ou manteaux, 2 camisas
brancas, 2 azuis, 3 suéteres, 2 camisetas
de manga curta brancas, 2 pretas ou 1
mescla cinza, 3 de manga longa, 2 tênis,
1 bota marrom, 1 sapato social preto, 2
pijamas, 2 pares de meias pretas, 4 mar-
rons, e para os tênis, 3 de algodão (tênis
escuro pede meia escura – cinza, mescla ou preta), 1 cachecol, 1 par de luvas.
Para todas as viagens não esqueça que na sua mala de mão vai uma troca de
roupa, artigos de higiene, medicamentos úteis (analgésicos, antiácidos, sempre,
curativos e os seus necessários) máquina fotográfica, livros, IPod, documentos
e telefones para contatos.
Leve também um caderninho de anotações para lembrar daquele restaurante maravi-
lhoso, o bar charmoso, os segredinhos do lugar...
Relaxe, curta suas férias e leve também muito bom humor, quem sabe não é naque-
le imprevisto que surge um novo amor, uma oportunidade, uma idéia brilhante...
Nos vemos em 2008... Bon voyage!

Onde encOntrar:
Brooksfield – morumbi Shopping – Tel.: 5181-5835 e Shopping Jardim Sul – Tel.: 3739-4325
MOB – morumbi Shopping – Tel.: 5181-7000 e Shopping Jardim Sul, tel.: 3743-6169
Opera rock – morumbi Shopping – Tel.: 5189-4700

Claudia Castellan é consultora de imagem, consultora de private label, especialista em marketing de moda,
professora universitária e do Senac , palestrante e autora de cursos na área de moda. Site www.claudiacastellan.com.br
e-mail: claudiall@ig.com.br. cartas para esta seção: editorial@editorasupernova.com.br.
dolCe morumbi 61
publieditorial

publieditorial

Perspectiva ilustrada da alameda

AlAmedA:
o condomínio
Parque do
morumbi
Tranqüilo, reservado, exclusivo e cheio de charme.
O Alameda Morumbi – Condomínio Parque oferece
conforto, lazer e muita natureza para famílias que buscam
tranqüilidade e bem-estar.
Perspectiva aérea da área de lazer
Perspectiva ilustrada piscinas

Perspectiva ilustrada da pista de skate

A cidAde de São PAulo vai ga- Carrefour, Centro Empresarial, res- jantar e vista preservada para o
nhar um completo condomínio taurantes e bares. verde. O melhor da arquitetura,
parque, “o Alameda Morumbi”, Com apenas duas torres em 34 da engenharia e da tecnologia foi
com área de lazer completa e bos- mil m² de terreno, o projeto da utilizado neste projeto. Seguran-
que particular. Uma charmosa ala- Magik e da Cyrela foi criado den- ça e privacidade, lazer e conforto
meda arborizada conduz os mora- tro do conceito família e oferece estão presentes nos espaços indi-
dores da entrada até as duas torres mais de 40 itens de lazer, como vidualizados.
onde uma praça de palmeiras cer- clube, piscina, cinema e espaço
cada de águas azuis dá as boas- para caminhar entre o verde, prin- um time integrAdo
vindas proporcionando sensação cipalmente entre as praças de- Os profissionais envolvidos no pro-
de bem-estar e tranqüilidade. senvolvidas especialmente para jeto do Alameda Morumbi estão co-
Os 11 mil m² de bosque particular as horas tranqüilas. A brinque- nectados com a idéia de um mundo
oferecem contato direto com a na- doteca colorida e aconchegante melhor e mantêm uma integração
tureza, um lugar privilegiado cer- foi pensada para as brincadeiras ambiental. O paisagista Benedito Ab-
cado de verde exuberante onde os gostosas e saudáveis das crianças, bud mantém a diversidade de espé-
problemas são deixados de lado e uma churrasqueira está disponí- cies e áreas de convivência. Adepto
sua mente fica renovada. vel para a recepção dos amigos, do paisagismo de qualidade de vida,
O Alameda localiza-se logo atrás a pista de caminhada está prepa- ele acredita que a paisagem urbana
do Parque Burle Marx, na Avenida rada para exercícios diários e a de precisa cada vez mais de ambientes
Giovanni Gronchi, que em 2008 re- skate, pronta para eletrizar os mais de convivência e ao ar livre convida-
ceberá uma via paralela, a avenida jovens. Enfim, a família inteira tem tivos. Sua técnica faz parceria com a
Perimetral. A Giovanni dá acesso espaço e recebe atenção especial arquitetura de Marcio Curi e Azeve-
a diversas regiões importantes da em cada detalhe do projeto. do Antunes, cujos traços de arquite-
cidade, como a Marginal Pinheiros. Os apartamentos possuem es- tura neste empreendimento são pe-
Além disso, o empreendimento paço para a família se divertir e renes com fachada contemporânea,
possui ampla estrutura de lazer e descansar e estão disponíveis em longe de modismos, preocupa-se
serviços na região, como o Sho- duas opções: 95 e 124 m² com com o bem-estar e o convívio social
pping Jardim Sul, supermercado hall social, sala de estar, sala de do empreendimento.
Perspectiva ilustrada do terraço

Completando esse sofisticado time, – Os apartamentos têm amplo


a decoradora Gisela Bento Gonçal- espaço e *kit churrasqueira na
ves utiliza madeira, tecidos claros, varanda
vidros e espelhos para tornar os
espaços mais amplos e ao mesmo itenS de lAzer
tempo aconchegantes. Para ela, a Solarium, piscina com raia de 25
marca de seu trabalho é o equilí- metros, piscina infantil, tenda da
brio entre aconchego e sofisticação leitura, praça das águas, pista de
em ambientes acolhedores. caminhada com aparelhos de gi-
Perspectiva ilustrada da pista de boliche
Visite os decorados de Débora nástica, quadra de esportes, pista
Aguiar (124 m² privativos) e de de patinação, playground baby,
Gisela Bento Gonçalves (95 m² pri- playground júnior, trilha na mata
vativos) na Av. Giovanni Gronchi, com redário, boxe, pista de skate,
6829, Morumbi. Tel.: 3501-6601. quiosque com churrasqueira e
No site www.alamedamoroumbi. forno para pizza, quadra polies-
com.br, corretores estão on-line à portiva, salão de jogos com loun-
disposição para mais informações ge juvenil, salão de festas infantil,
ou dúvidas brinquedoteca, boliche, cinema,
espaço circo, espaço gourmet,
conheçA mAiS: salão de festas adulto, salão de jo-
– Apartamentos de 95 m², com 3 gos adulto, atelier, espaço mulher
dorms (1 suíte) – opção de 2 dorms com sala de massagem, spa com
com sala ampliada. sauna e hidromassagem, fitness
– Apartamentos de 124 m² com 4 center, espaço cultural. Perspectiva ilustrada do atelier
dorms (1 suíte) – opção de 3 dorms
com sala ampliada. SERVIÇO: Para mais informações acesse o site www.alamedamorumbi.com.br
– Cada unidade conta com 2 vagas ou ligue para 3501-6601
de garagem. * Kit churrasqueira e bancada são opcionais e podem ser adquiridos com custo pelo proprietário
DE BEM COM A VIDA test drive Por Renato Corrêa

O MitO
MercadO de
seMinOvOs
Sábado, início da primavera, dia com a intenção de não perder locar uma Ferrari na garagem. Esse Ferrari 360
lindo com aquele chamado “céu nenhum lance. Na Rodovia dos mercado no Brasil é uma realidade, Modena, ano 2000
de brigadeiro”. Bandeirantes fomos inúmeras ve- como acontece em outros lugares
Encontrei um amigo num posto zes ultrapassados pelos bólidos. do mundo.
de gasolina, onde abastecemos Depois de algum tempo, e com a O estado de São Paulo concentra
nossas motocicletas, e saímos língua de fora como um cachorro cerca de 80% dos veículos Ferrari
em direção ao Rodoanel com que corre atrás do carro do dono, vendidos no mercado brasileiro. Os
destino ignorado. Num dia chegamos ao aeroporto de São seminovos, e assim considerados
como esse os motociclistas com Carlos. Ficamos maravilhados a partir do ano 1994, são revisados,
motos de grande cilindrada são e passamos a olhar detalhada- têm garantia de um ano e podem
atraídos pela Rodovia dos Ban- mente cada um daqueles carros. ser negociados desde R$ 250 mil.
deirantes para um bate-volta O que chamou a atenção, além do A Ferrari traz para os esportivos de
a Piracicaba, Ribeirão Preto ou aspecto impecável dos veículos, rua muito da tecnologia desen-
qualquer outro lugar. foi a baixa quilometragem e a saú- volvida e usada nos carros da Fór-
Paramos a 72 km de São Paulo de mecânica de todos, indepen- mula 1. No modelo 360 Modena,
para nosso café-da-manhã. No dentemente da idade do modelo. por exemplo, lançado em 1999
estacionamento estavam alguns Achei interessante conhecer me- com câmbio F1, o mais importan-
carros esportivos lindíssimos: lhor o mercado desses esporti- te foi o uso do alumínio, não só na
Porsche, Ferrari, um Viper e até vos. Na primeira oportunidade carroceria como no chassi e mui-
uma Lamborghini Diablo. fiz contato com Koichiro Matsuo, tos outros componentes.
Conversamos com alguns partici- assessor de imprensa da Ferrari O modelo F430, lançado em 2004,
pantes do grupo e soubemos que no Brasil, que viabilizou minha inaugura a nova temporada da alta
estavam indo para São Carlos vi- visita à Via Italia, showroom do tecnologia fruto do sucesso da Fór-
sitar o Museu Asas de Um Sonho importador da marca, onde fui mula 1, e hoje até os carros de rua
(www.museutam.com.br) e para recebido pelo consultor Eduardo possuem vários controles de função
uma eventual prova de arrancada Alves, que, gentilmente, me deu no volante, podendo o piloto fazer
na pista de aviação. uma aula sobre o mercado de alterações de suspensão, câmbio e
fotos: divulgação

Incrível! Estávamos na hora certa Ferrari seminovos. até diferencial eletrônico.


e no lugar certo. Imediatamente O seminovo pode ser o caminho renato Corrêa
saímos em direção a São Carlos para materializar um sonho e co- Serviço: viaitallia.com.br rcorrea@aclnet.com.br

66 dolce morumbi
de bem com a vida gastronomia

bem-casado

o doce da pêra
Château de Filé Mignon ao Molho de pêra gratinada e vinho Madeira e o salgado
aCoMpanhado de Mille Folie de requeijão e pêra da carne e
do molho
O chef da Casa da Fazenda iNGreDieNTeS de cebola roxa picada, deixan- de requeijão
360 g de filé mignon do dourar, e, em seguida, junte conferem
do Morumbi, Vincenzo os cubos de uma pêra; após 3
200 g de massa folhada equilíbrio ao
Vessicchio, criou a receita 100 g de pão-de-ló minutos, flambe com o vinho prato
especialmente para esta seção 1 ½ pêra pequena em cubos madeira. Finalmente, acrescen-
2 xícaras (chá) de creme de leite te o molho ao filé.
de Dolce. Um bem-casado com Para o creme, os demais cubos de
1 xícara (chá) de queijo parmesão
gosto de exclusividade e que ralado pêra devem ser gratinados com
você pode preparar em casa. ½ xícara (chá) de rum creme de leite e queijo. Separe.
1 colher (sopa) de cebola roxa Para o mil-folhas, deve-se juntar
A combinação do prato se à massa folhada uma camada
picada
torna perfeita porque a pêra Sal e pimenta a gosto de pão-de-ló ao rum e uma do
adocica a carne e combina com Azeite creme de pêra, por duas ou três
vezes. Ao final, o mil-folhas pode
o molho de requeijão, uma vez ser decorado com creme de leite
PrePAro:
que este contrapõe o sabor doce Tempere o filé mignon e leve e chantilly e polvilhado com cas-
do prato. A receita é simples e a uma frigideira com azeite tanhas moídas e canela em pó.

deliciosa. quente, deixando a carne dou-


rar separadamente em duas ca- Serviço: Casa da Fazenda do Mo-
madas. Reserve. Na mesma fri- rumbi – Av. Morumbi, 5594
gideira acrescente uma colher Tel.: 3742-2810
68 dolce morumbi
de bem com a vida lar, dolce lar Por Silvia Utsch

Banho, curta essa delícia!!!

1) o chuveiro rainsky, da alemã Dornbracht; 2) A ducha Acquazzurra, da italiana Fratelli Fantini; 3) o lançamento da Deca, a ducha Chromo

Feche os olhos. Sinta a água cair chuveiros não requerem uma instalação Um modelo de chuveiro moderno e um
por seus cabelos, pescoço e ombros. muito complicada. projeto adequado, além de deixarem
Se quiser incrementar a sensação Para que seu banho proporcione o melhor seu banheiro mais bonito, são capazes
dos mundos e não se pareça com uma de transformar o seu banho em um mo-
de bem-estar e relax que um banho
cena do filme “Psicose”, de Alfred Hitchcock, mento especial de contato com os seus
proporciona, leve para o box tudo existem no mercado alguns chuveiros dife- sonhos e suas emoções, trazendo tam-
o que você tem direito: buchas, sais renciados para quem quer se deleitar com bém a sensação de bem-estar, acom-
de banho, esfoliantes, cremes, óleos uma verdadeira terapia. panhada de grande prazer e recarga de
e sabonetes. Agora aproveite. Curta O chuveiro Rainsky, da empresa alemã energia física e mental.
esse momento e faça com que o ritual Dornbracht, é o modelo de teto mais so- Um reforma ou uma nova casa deve levar
fisticado do mundo. Ele recria a sensação em conta os desejos manifestos dos seus
diário se torne um prazer. de um banho de chuva, em módulos que donos, mas também aqueles que, por des-
balançam e causam efeito tanto de uma conhecimento ou não verbalização, não
Um bom banho nos faz esquecer o garoa como de uma tempestade. foram requisitados. Isto remete o arquiteto
cansaço, as dores e preocupações, ain- A empresa italiana Fratelli Fantini, premia- a uma pesquisa mais apurada acerca do
da que momentaneamente. Purifica o da pelo design de suas peças de luxo para modo de vida, dos hábitos e atitudes dos
corpo, conforta a alma, clareia a mente, banheiros, trouxe recentemente para o futuros moradores. As atitudes desejadas
descansa e leva embora as tensões. Re- Brasil a ducha Acquazzurra, que, de tão devem ser prezadas, assim como cabe ao
vigora a energia física e mental, elimina clean e moderna, mais parece uma fon- arquiteto propor inovações para aumen-
as toxinas através da pele e ainda ajuda te do que chuveiro propriamente dito. A tar ainda mais a sensação de prazer e de
a relaxar nas noites de insônia. Há ainda Acquazzurra é multifuncional, tem spray ótimo custo/benefício ao final da execu-
quem goste de ouvir uma boa música ou para massagem vertical e chuveirinho. ção do projeto. As inovações devem levar
se arrisque numa cantoria. A Deca lançou a ducha Chromo, que traz em conta pesquisas de novos materiais e
Conseguir tudo isso em uma chuveirada os benefícios da cromoterapia para den- equipamentos, formas e funções de cada
seria perfeito. No entanto, se o seu chu- tro do boxe. A água fica colorida, e cada curva e de cada detalhe do projeto. A ar-
veiro estiver mais para um conta-gotas, cor tem uma ação no corpo, dependen- quitetura contemporânea tem o dever de
é possível que você saia do banho ainda do do momento e do estado de espíri- propor soluções, as esperadas e as inusita-
mais nervoso. Se for esse o caso, envol- to da pessoa. Basta escolher de acordo das, deixando para o cliente o direito de
va-se em um roupão ou uma toalha fel- com seu astral antes de ligar o chuveiro e optar por aquilo que será (ou não) incluído
puda e leia esta matéria. A maioria dos acionar o dispositivo. no projeto.

70 dolce morumbi SILVIA UTSCH é arquiteta e urbanista e moradora do Morumbi. e-mail: msutsch@ajato.com.br. cartas para esta seção: editorial@editorasupernova.com.br
cotidiano vida profissional Por Lívio Giosa

Emprego para profissionais mais velhos

Está Em alta
Uma das informações mais relevantes so- dos impulsos para que se alcance melhor estão cada vez mais seletivos.
bre o futuro do Brasil aparece sem maior posição no ranking de desenvolvimento Essa tendência explica a crescente aten-
destaque num relatório sobre novas ten- humano, divulgado na semana passada, ção à tragédia do ensino médio público,
dências do emprego no país, elaborado no qual, apesar de todos os avanços (e do qual apenas 5% dos estudantes saem
pelo Ministério do Trabalho. A faixa etária não foram poucos, vamos reconhecer), com conhecimentos apropriados em lín-
que, percentualmente, vem demonstran- estamos atrás de nações mais pobres. gua portuguesa e onde existe um apagão
do melhor desempenho na ocupação de Segundo a visão do colunista Gilberto de professores, especialmente na área de
vagas é a de 50 a 64 anos – um segmento Dimenstein, o desempenho negativo dos ciências, traduzido na péssima posição
que, até pouco tempo que o país ocupou no
atrás, seria considera- Pisa, um teste interna-
do o fim da linha. cional de educação,
Enquanto a expan- divulgado semanas
são do número de atrás. Para piorar, dias
trabalhadores com depois, outro ranking,
16 e 17 anos de o da Unesco, coloca-
idade caiu 2% nes- nos depois do Para-
te ano, em compa- guai e da Bolívia.
ração com 2006, Estamos, portanto,
os “maiores de 45 diante de um grande
anos” avançaram em desafio. A educação
9,77%. Acima dos 65 básica tem que ser
anos, o crescimento aprimorada, cada vez
foi de 6,1%, o dobro mais e rapidamen-
do verificado na fai- te, enquanto sobra
xa etária dos 18 aos para as empresas a
24 anos. Esses nú- responsabilidade de
meros revelam que investir em progra-
o mercado de traba- mas de educação
lho se abre a indi- continuada para seus
víduos com maior profissionais.
experiência e es- Com os desvios de
colaridade, deixan- mercado já perce-
do um pouco de bidos, a faixa “dos
lado preconceitos mais velhos” está
sobre a idade. mais valorizada e
O emprego nas faixas em expansão.
etárias mais avançadas vale mais do que mais jovens se deve a pelo menos dois Aposentadoria e férias prolongadas po-
todos os discursos sobre a importância, motivos: 1) mais adolescentes preferem derão, agora, ser para poucos.
tão repetida e tão pouco considerada, de concluir o ensino médio e retardar a pro- Os sinais estão por todos os cantos. Se
investir em qualidade da educação. É um cura por uma vaga; 2) os empregadores você quiser e for seu caso, aproveite!

Lívio Giosa é vice-presidente da advB associação dos dirigentes de vendas e Marketing do Brasil; diretor do ires – instituto advB de responsabilidade social;
coordenador geral do pnBe – pensamento nacional das Bases empresariais e sócio-diretor da G,lM – assessoria empresarial. cartas para esta seção: editorial@editorasupernova.com.br
72 dolce morumbi
EM FOCO

Natal ecológico
2.800 garrafas pets foram utilizadas na montagem da Árvore de Natal Ecológica, inaugurada em 7 de dezembro na
praça da rua Nelson Gama de Oliveira. Esta ação faz parte do Movimento Recicla Morumbi e foi realizada pela
Afras (Associação Franquia Solidária) e Associação AMO Jardim Sul, com apoio de várias empresas e entidades.
A decoração é de autoria da ONG Ecoficina, e alunos dos colégios Visconde de Porto Seguro e Nossa Senhora
do Morumbi participaram na confecção de 1.100 enfeites natalinos criados a partir das garrafas pets. A árvore
entrou para o Calendário Oficial da cidade, e é ecologicamente correta. A iluminação também segue o conceito,
pois é inteiramente composta de lâmpadas LED, que têm baixíssimo consumo, e as luzes trocam de cor a pequenos
intervalos. Vale a visita!

74 dolce morumbi
apaixoNados pelo sucesso
A CNA Morumbi comemorou seu primeiro aniversário no dia 8 de
novembro com uma animada festa. O evento organizado por Diana
Arkeman e equipe apresentou as novas conquistas em certificações
internacionais e os avanços tecnológicos na área educacional, enquanto
a jam session comandada pelo Barracão dos Sonhos embalava os
convidados, entre eles, o presidente do CNA, Luiz Gama.
CNA MORuMBi – Av. Jorge João Saad, 560 – Tel.: 3501-9444

dolce morumbi 75
EM FOCO

Um brinde
Na noite de 7 de novembro, Jorge eduardo de Souza reuniu
a Confraria do Vinho do Pão de Açúcar Portal do Morumbi
para comemorar e relembrar a terceira viagem do grupo,
realizada em outubro, quando 22 pessoas foram conhecer
as vinícolas de Portugal. Na primeira foram as vinícolas
do Sul, depois as do Chile, e durante a comemoração, feita
no restaurante Bananeira, já começava a ser desenhado o
Festa tradicional próximo destino. Durante o jantar, é claro, muito vinho!

O Nossa Senhora Bar comemorou 4 anos no dia


9 de novembro. O proprietário, José Aranha, como
faz tradicionalmente em todos os aniversários do
bar, ofereceu almoço e chope grátis para os clientes.
O ambiente ficou repleto de gente bonita.
NOSSA SeNhOrA BAr – r. Dom Armando
Lombardi, 784 – Tel.: 3721-4927

90% dos adultos se arrependem


do que não fizeram quando
crianças. Inclusive inglês.

MATRÍCULAS ABERTAS PARA AGOSTO


Unidade Morumbi
3744-8044
R. Mal. Hastimphilo de Moura, 217
w w w. r e d b a l l o o n . c o m . b r
76 dolce morumbi
Teens Event (unidade Morumbi)
o desaFio da mancha
Quem também brindou animadamente foi a turma da
Academia Gustavo Borges em comemoração ao resultado
do “Canal da Mancha II – o desafio continua”. este evento
desafiou os alunos da Academia Gustavo Borges a completar
pela segunda vez, nadando em suas piscinas, a distância de
33 km, a mesma do Canal da Mancha, que liga a França
à Inglaterra. Dos mil participantes, 111 completaram. Para
comemorar, a festa de premiação
contou com a presença dos
nadadores olímpicos e donos
da academia, Gustavo Borges
e Cassiano Leal. Para a grande
campeã, Julia Passero, o prêmio
foi um jantar especial oferecido
pelo patrocinador do evento, a
pizzaria Babbo Giovanni.

dolce morumbi 77
EM FOCO

Comédia em pé
Claudio Torres Gonzaga, Fábio Porchat, Bruno Motta e Paulo
Carvalho são os quatro integrantes do espetáculo de humor
“Comédia em Pé”, que segue o formato do pocket show “Stand
Up Comedy”, consagrado nos Estados Unidos e sucesso nos
teatros, bares e casas noturnas do mundo todo. Os quatro atores
se apresentam sozinhos, em pé e contracenam apenas com um
microfone. Não há cenário, figurino, adereços, trilha sonora
nem piadas conhecidas, e a cada semana um convidado especial
divide o palco e as histórias hilárias.
O show “Comédia em Pé” começou no Rio de Janeiro há 1
ano e estreou em São Paulo no dia 2 de novembro no UCI
Jardim Sul permanecendo até 16 de dezembro com grande
sucesso de público. A peça foi realizada dentro de uma sala
de cinema, uma iniciativa da rede UCI. O público aprovou
a novidade e a possibilidade de ter a opção de ir ao teatro num
cinema. Para conhecer mais sobre o espetáculo, acesse:
www.comediaempe.com.br.

e vai rolar a festa...


E a inovação do UCI não é apenas transformar a sala de
cinema num teatro. A rede lançou um pacote, o UCI Festa,
onde o aniversariante escolhe o filme de sua preferência.
No UCI Jardim Sul, um espaço no foyer é reservado
exclusivamente para que o dono da festa receba seus
convidados. O cinema também oferece delícias, como pão de
queijo, folhados e balinhas de gelatina, que são servidas de
acordo com a indicação do aniversariante. O pacote sai R$
25 por pessoa com, no mínimo, 15 convidados. Para saber
mais sobre o UCI Festa basta acessar o site www.uci.com.br.

78 dolce morumbi
EM FOCO

Visita ao Parque
No evento “Um Dia de Folia”, a Cyrela apresentou
às famílias do bairro seu novo empreendimento, o
“Alameda Morumbi”. As crianças receberam atenção
especial: assistiram a peças do Teatro Tutti Hortelã
Frutti e participaram de brincadeiras, como cama
elástica, arvorismo, parede de escalada, gincanas, e
oficinas de contos, e se deliciaram
com pipoca, crepe, algodão
doce, pizza e refrigerante!

80 dolce morumbi
dolce morumbi 81
EM FOCO

peLo Fim
da VioLênCia
O Programa Einstein na Comunidade de
Paraisópolis envolveu-se na “Campanha dos
16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência
contra as Mulheres”, que aconteceu entre 25
de novembro e 10 de dezembro. Cerca de 30%
da demanda para atendimento em serviço
social do Centro de Promoção e Atenção à
Saúde (CPAS) são relacionados à violência
doméstica, por isso, a idéia é realizar ações
que sensibilizem a comunidade de Paraisópolis
sobre o tema e mobilizem profissionais na
participação da campanha.

Combate da paz
O Secretário Municipal de Esportes de São
Paulo, Walter Feldman, lançou o livro “São
Paulo, o bom combate da paz” no qual aborda
o papel das subprefeituras na administração e
reconciliação da cidade. O livro acredita numa
cidade melhor, mais humana e justa e tem
como propósito mostrar idéias para uma gestão
pública eficiente. Em um dos capítulos ele
comenta a importância do papel das lideranças
comunitárias regionais, citando como exemplo
a presidente do Conseg Portal do Morumbi,
Rosa Richter (na foto à esquerda).

82 dolce morumbi
publieditorial

beleza Da cabeça aos pés


O Jacques Janine oferece diversos tratamentos para o
cuidado da pele e do corpo, lifting com DMAE, drenagem
facial e corporal, massagens terapêuticas e banho de lua com
hidratação. Também dispõe de serviços de maquiagem social e
definitiva, permanente e tintura de cílios.

SERVIÇO
Shopping Jardim Sul
Av. Giovanni Gronchi, 5819, lj. 340
Tel.: 3744-1125

dolce morumbi 83
EM FOCO

Arte retrAtAdA
Outro livro lançado foi “Contando
a arte de Estevão”, de autoria de
Oscar D’Ambrosio. O jornalista
conta como Estevão Silva da
Conceição transformou a casa
onde mora, em Paraisópolis, num
jardim suspenso belíssimo, e sobre
a semelhança de sua obra com a de
Antonio Gaudí, fato que o levou
a Barcelona para ver de perto
as obras do arquiteto catalão. O
livro foi lançado na I Conferência
da Juventude em Paraisópolis,
no dia 10 de novembro. Quem
quiser conhecer mais a obra de
Estevão pode encontrar seus vasos à
venda na loja Cenário 3, Avenida
Guilherme Dumont Villares,
2309- A, tel. 3743-3484
Contando a arte de estevão – Oscar D’Ambrosio
Editora Noovha América – 48 páginas – R$ 30. Informações: (11) 3675-5488

Juventude
reunidA
A I Conferência da Juventude de
Paraisópolis reuniu jovens para
debater diversos temas referentes
à comunidade a fim de gerar
ações concretas para atenuar os
problemas sociais da região. Os
grupos discutiram sobre Juventude,
Movimento Negro, Educação,
Reforma Universitária, Saúde,
entre outros.

84 dolce morumbi
EM FOCO

Homenagem
O governador da Flórida, Charlie Crist, visitou recentemente São Paulo
e reuniu vários empresários em evento na Casa da Fazenda. Crist veio
em missão comercial, e na ocasião recebeu a chave da Casa da Fazenda
do Morumbi pelas mãos de Michel Chelala, uma forma de homenagear
visitantes ilustres.

86 dolce morumbi
EM FOCO

Novidade
No bairro
A Medical Center, uma drogaria diferenciada,
acaba de chegar ao Morumbi. Além de fazer entrega
em domicílio para qualquer lugar de São Paulo,
possui ampla variedade de medicamentos especiais,
e também produtos de linha dermatológica como
La Roche Posay, Avene, Ducray, Uriage, Vichy, Ada
Tina, L’oreal, Roc, Perricone etc.
MEDICAL CENTER – Rua Amélia Correa Fontes
Guimarães, 281 – LojaVI – Tel.: 3722-2255

cartucho que salva


A Drogabem é o novo posto de arrecadação de
cartuchos de tinta para a campanha “O cartucho
que salva”, do Departamento de Voluntários do
Hospital Albert Einstein. Basta você doar seus
cartuchos de tinta e toners de impressoras usados e
estará proporcionando assistência médico-hospitalar
a mais de 10 mil crianças carentes. Um cartucho
vale a compra de um remédio anti-inflamatório.
Dois cartuchos garantem a vacinação de uma criança
contra doenças como meningite e pneumonia. Catorze
cartuchos valem a compra de uma prótese.
DROGABEM – Av. Dr. Guilherme Dumont
Villares, 2483 – Tel.: 3742-3000

adeus, “barulho do
MotorziNho”!
A Clínica Weiss de Odontologia Especializada acaba
de receber as cadeiras odontológicas “Kavo Klassis”
– lançamento mundial e top de linha da indústria
alemã. Elas permitem perfeita interação entre o
dentista, o paciente e o equipamento, garantindo
o máximo conforto e biossegurança. Além disso,
são equipadas com ponteiras silenciosas, de alta
rotação, micromotores elétricos, não vibratórios e com
fibra óptica, que prometem acabar com o medo do
“barulho do motorzinho do dentista”.
Rua Dr. Luiz Migliano, 1110, 6º andar
Portal Trade Center – Tel.: 3744-8997
88 dolce morumbi
Aventuras em alto- mar Atleta brasileiro torna-se recordista mundial aos 50 anos na travessia do Canal da Mancha
Está registrado nas páginas do Folksto-
ne Herald, principal jornal da cidade de
mesmo nome, que Paulo de Andrade
dores. Atravessar o canal mais sedutor
do planeta água é uma tarefa hercúlea,
que não se faz apenas com os múscu-
De volta a São Paulo depois da travessia,
Maia acrescentou em sua rotina a fisio-
terapia e a acupuntura para aliviar as do-
Maia, jornalista, empresário e dono da los, mas também com o coração”, diz res musculares que lhe restaram após ter
Pizzaria Mercatto, ao aceitar o desafio o atleta. Paulo Maia foi treinado pelo completado a travessia. Agora já começa
de atravessar o Canal da Mancha, foi re- tricampeão mundial em águas abertas, a se preparar para os próximos desafios.
cordista mundial da sua faixa etária (aci- Igor de Souza. A nova meta do paulistano é nadar pelas
ma de 50 anos) entre as 250 pessoas de Próximo passo: quer lançar a campanha águas da Ilha de Manhattan, em Nova
mais de 50 países que fizeram o mesmo TBC – Tire a Bunda (sim, a bunda) da Ca- York, e as do Estreito de Bering, que se-
esforço, com recordes sul-americano, la- deira – para motivar os 53% de brasilei- para a Sibéria do Alaska.
tino-americano e, agora, mundial, a cru- ros sedentários e 40 milhões de fumantes Apesar da façanha de completar a tra-
zar o canal de 40 km em 13h e 50 min. a seguirem seu exemplo. “Na temporada vessia entre a Inglaterra e a França, Pau-
Com 50 anos,
Maia recome-
çou a nadar
depois de ter
sofrido uma
parada cardía-
ca, aos 40. Há
dois anos começou a treinar duas vezes tinha mais de 250 nadadores de mais de lo Maia virou atleta aos 40 anos, quando
por dia para o desafio de cruzar o Canal, 50 países tentando cruzar o Canal, ape- sofreu um enfarte. “Eu fumava três ma-
chegando a nadar 75 km por semana. nas 10% lograram êxito”, relata. ços de cigarro por dia, bebia e era um
Em 22 de setembro de 2007 conse- Jornalista de editoria internacional, Pau- boêmio. Tive que decidir se continuava
guiu seu grande feito, pois, saindo da lo Maia viajou por mais de 20 anos em naquela vida ou se deixava tudo aquilo e
Inglaterra, chegou ao solo francês, em diferentes paragens mundiais para sua passava a praticar esportes. Para realizar
Cap-Blanch-Nez. “Depois de 13h e 50 agência de notícias NETWORK PRESS, este desafio muitas promessas e reuniões
min de nado, finalmente toquei o solo que alimentava mais de 25 jornais, entre foram marcadas. Os patrocinadores fo-
francês. Ali, de pé, chorei o choro dos os quais O Estado de S. Paulo, Jornal de ram os meus amigos (as) e a Mercatto,
vitoriosos. Estava com tantas dores que Brasília e Jornal da Tarde. Herança do pois o investimento é pesado. Estava
tinha dificuldades de concluir frases. A trisavô, fundador do Jornal do Ipiranga, contando com a Tam, mas de última
garganta doía (muita água salgada), o em 1875, a alma de perdigueiro estava hora houve uma tragédia em São Paulo
corpo balançava feito ondas do mar, mas no sangue e só foi abandonada quando e cortaram tudo. Tive que me mobilizar
meu interior sorria. Sorria por meu cor- Maia decidiu se dedicar a outra tradição e fiz um megaevento para arrecadar fun-
po ter obedecido à ordem que dei a ele: secular da família – a cozinha – e abriu a dos”, conta Maia.
para resistir e superar aqueles limites de Mercatto Pizzaria, no Morumbi. Nesse evento, Monsieur Gilbert cantou
Edit Piaf e Brigitte Bardot garantindo o
astral para os mais de 200 convidados,
que emprestaram seu “help” ao amigo
atleta. “Aliás, agradeço publicamente aos
amigos o carinho daquela noite solidária:
‘Vamos, Paulão! Vire um Paulão de La
Mancha!’”

O próximo desafio de Paulo Maia é nadar pelas


águas da Ilha de Manhattan e as do Estreito
de Bering
DÊ o boticário
neste natal
Malbec
publieditorial

Rica em contrastes, a fragrância


revela a modernidade do homem
atual, inspirada no refinado mundo
dos vinhos, conferindo personalidade
única e diferenciada.

O kit cOntém
- Colônia 100 ml
- Espuma de Barbear 200 ml
- Balm após Barba 110 g
- Sabonete perfumado 125 g
- Bolsa de viagem com forro em
lona especial, zíper em nylon, bolsas
laterais e frontais e divisória interna.
Preço: R$ 199

lily
essence
Uma fragrância que marca o retorno da
magia do fazer artesanal e valoriza a arte
contida na rica estrutura de um perfume.
Para mulheres ultrafemininas, únicas e
notáveis.
O kit cOntém
- 1 Eau de Parfum 75 ml
- 1 Perfume sólido Lily Essence
- 1 sabonete Perfumado 125 g
- 1 Porta-jóias de cetim preto com
bandeja removível. Design exclusivo e
requintado.
Preço: R$ 229

O Boticário
Shopping Jardim Sul 3742-0975 • Carrefour Giovanni 3742-1127
Extra João Dias 5851-7908 • Centro Empresarial 3741-4526
w w w. b o t i c a r i o. c o m . b r
90 dolce morumbi
EM FOCO

Noite aNimada em Nome


O cantor e compositor Gilbert Stein
apresentou o show “Uma Noite em Paris” da arte
na noite de 24 de novembro, na Casa O empresário Telmo Jolito
da Fazenda no Morumbi. Gilbert, que Porto doou ao Acervo Artístico-
também atua em TV, cinema e rádio, Cultural do Palácio do Governo
possui uma atração na Alpha FM, o de São Paulo duas obras do
programa “À la page”, que vai ao ar em pintor Alex Flemming, um dos
duas edições diárias às 7h e às 21h30. mais férteis artistas brasileiros.
As obras expostas nas galerias
do Palácio dos Bandeirantes
representam a arte cinética,
que explora a ilusão de ótica.
As obras de Alex Flemming
integram coleções de museus
do Brasil e do mundo, entre
eles MASP e Museum of Art of
Latin America (Washington).

dolce morumbi 91
EM FOCO

mão na massa
A Faculdade Taboão da Serra premiou os melhores projetos realizados
em escolas estaduais. O primeiro lugar do Prêmio UniFTS Revelando
Educadores foi entregue para o projeto “Botando a mão na massa”, da
professora Márcia Mercedes Vazquez, da escola Francisco Vicente Lopes
Gonçalves. Márcia propôs uma oficina de salgados percebendo a necessidade
dos alunos em obter renda.

o abCd da protEção
A Drª Simone Weiss está aplicando nas escolas do Morumbi o método de
prevenção de doenças de pele denominado ABCD. A doutora Simone trouxe
a novidade do 21º Congresso Mundial de Dermatologia, que ocorreu no
início de outubro em Buenos Aires. O método utiliza as letras do alfabeto
para ensinar a garotada a se proteger do sol. Use o ABCD:
a fastar-se do sol quando a sua sombra está pequena;
b loqueador solar;
C obrir a pele (com chapéu ou camiseta);
d izer (para o papai, mamãe e os amiguinhos saírem do sol).

Em favor do mEio ambiEntE


O vereador José Rolim aprovou seu primeiro projeto na Câmara Municipal.
Rolim propôs o uso de pisos drenantes nos comércios, indústrias e conjuntos
residenciais com área igual ou superior a 1.000 m². A idéia é diminuir
o volume de águas nas enchentes. A construção de novas obras dependerá
da aplicação desta lei, e as áreas já construídas deverão se adequar em um
prazo máximo de três anos. Agora o projeto segue para o prefeito Gilberto
Kassab, que tem 30 dias para dar o seu parecer.
92 dolce morumbi
JEito dE morar
A Ouro Verde, uma das maiores revendedoras exclusivas da
Todeschini, lançou a 1ª Mostra Jeito de Morar no Morumbi.
O moderno show-room, com 700 m² de área total, abriu suas
portas com o que há de mais moderno, funcional e criativo em
matéria de móveis modulares. A Mostra de decoração reproduz
todos os espaços
de uma casa
ambientados por
10 profissionais
do mercado de
arquitetura e
decoração.
OURO VERDE
TODESChini
MORUMBi
Av. Dr. Guilherme
Dumont
Villares 2386
Tel.: 3502-3633
São Paulo

dolce morumbi 93
cotidiano cidadania Por Rosa Richter

Natal
da CidadaNia
“Quem presenteia solidariedade de sua família, lembrando-se daque- pessoas que estão muito perto e preci-
resgata a cidadania.” les que mal se alimentam do pão e sam de uma mão, e muitas vezes não
Neste Natal vamos... Multiplicar o sequer um lar têm. enxergamos. Olhe ao redor e verá com
Amor ... Que você lembre-se, então, de agrade- quem você exercerá sua solidariedade,
Que nossas mãos cidadania e amor nes-
possam ser portado- te final de ano!
ras de PAZ... Que você também en-
Que escorram delas contre Jesus à meia-noi-
os mais límpidos senti- te do dia 31 e sinta o mis-
mentos de força, luz, ca- tério grandioso da vida,
ridade, solidariedade, que nasce junto com
Que suas ações ex- cada ano que se inicia.
pressem seu desejo Festeje o ano que aca-
de um Feliz Natal, bou não apenas como
Que você encontre JE- dias que se passaram,
SUS não só na alegria e sim como mais um
que sente ao sair das trecho percorrido na
lojas com presentes estrada da sua vida!
para as pessoas que Festeje pelo BEM que
você ama, mas tam- foi capaz de fazer e
bém na feição triste da pelo mal que foi capaz
criança abandonada de superar!
nas ruas, na qual mui- Festeje o prazer de
tas vezes esbarramos cada conquista!
apressadamente. Sonhe, busque, espe-
Que você O encontre no re... Ame e reame!!!!
abraço de um amigo, E, acima de tudo,
Que você O encontre ACREDITE, seus de-
na feição do idoso da sejos mais íntimos
sua família, serão realizados!
Que você O encontre Que seu ano seja, en-
na lembrança suave e tão, plenificado de
sempre viva daquela bênçãos e realizações.
pessoa querida que já não está mais cer por ser uma pessoa privilegiada em Que 2008 seja um ano de exercer a solida-
fisicamente a seu lado, meio a um mundo tão contraditório! riedade, ano de exercitar sua Cidadania!
Que você encontre Jesus na bênção Aproveite! Ainda é tempo de ser soli- “Que você tenha um Feliz Natal e
de sua mesa farta e no aconchego dário neste Natal, ajude, colabore com um Ano Novo repleto de realizações.”

rosa richter é pedagoga; presidente do conseg Portal do Morumbi; presidente da associação cultural e de cidadania do Panamby; presidente da aMo Jardim Sul;
conselheira e diretora de várias entidades na área de desenvolvimento social. e-mail: rosarichter@gmail.com. cartas para esta seção: editorial@editorasupernova.com.br

94 dolce morumbi
cotidiano pensata Por Paulo Roberto Amaral

FELIZ 2009
2008 está terminando, e é hora de come- Contribuiu também para essa melhoria houve um caso de latrocínio no Morum-
morar o ótimo ano para todos os paulis- a maior oferta de transporte público na bi. Buracos desapareceram das nossas
tanos. Foi maravilhosa a participação do região, com qualidade e conforto com- ruas que agora usam asfalto resistente às
eleitor no pleito municipal. O cidadão está parados aos países mais desenvolvidos. chuvas. O programa para dar dignidade
aprendendo a conviver com a democra- E como foi bom ver os nossos vizinhos aos moradores de Paraisópolis e demais
cia. Da Câmara Municipal foram afastados usando ciclovias seguras e bem policia- favelas da região está sendo tocado
pelo voto aqueles can- dentro do cronograma
didatos que não cum- previsto e já é possível
priram o compromisso perceber a mudança
assumido com o povo. – becos foram alarga-
Por sua vez ficaram dos, e os novos lotea-
para mais um manda- mentos dão às favelas
to os vereadores que a característica de bair-
souberam represen- ros estruturados, com
tar bem os anseios da água encanada, esgoto
população. Aqui no e energia elétrica nas
Morumbi foi um ano ruas. O grande projeto
inesquecível. É incrível de doação de materiais
como a união de esfor- de construção, organi-
ços entre comunidade zado em conjunto pela
e poder público foi ca- sociedade civil e auto-
paz de transformar em ridades públicas, pos-
realidade nossos dese- sibilitou os mutirões
jos, dos mais simples que uniram o bairro e
aos de maior comple- deram uma nova cara
xidade. Foi essa união às antigas construções.
que permitiu ganhos Barracos foram subs-
inestimáveis para me- tituídos por casas de
lhorar a nossa qualida- alvenaria fora das áreas
de de vida. de risco. A variedade de
Os investimentos na cores, que embeleza as
malha viária do bairro paredes das casas, fez
foram fundamentais para acabar com os das para se deslocar pelo bairro. Aliás, o com que Paraisópolis fizesse jus ao nome.
congestionamentos que infernizavam reforço no policiamento foi determinante Agora a segunda maior favela da cidade
a vida do motorista, a qualquer hora do para a queda no número de assaltos no é carinhosamente chamada pelos paulis-
dia, nas nossas ruas mais movimentadas. bairro. Como é bom poder caminhar com tanos de “O paraíso colorido do Morumbi”.
A ponte estaiada se mostrou, na prática, tranqüilidade pelas nossas ruas e saber Desculpe a licença poética e o excesso de
não a obra faraônica proclamada pelos que os cruzamentos da Giovanni Gronchi devaneio, mas ao fim de mais um ano só
críticos, mas uma artéria fundamental são agora lugares em que você não pre- nos resta renovar esperanças e sonhos.
para desafogar o trânsito do Morumbi. cisa mais ficar apreensivo. Este ano não Feliz Ano Novo.

Paulo roberto Amaral é morador do Morumbi e jornalista da Rede Globo de televisão, onde edita o Jornal sptV 2ª edição. e-mail editorial@editorasupernova.com.br
96 dolce morumbi
dolce morumbi 97
destaques
destaques
destaques
destaques
destaques
destaques
destaques
DESTAQUES

DEIXE SUA
MARCA
NO MORUMBI

ANUNCIE
3464-6600
Car tela de
Vantagens Aproveite!
Comprou uma
máquina digital Fuji a900 Ganhe 10% de desconto
+ 1 carregador de pilhas mais um gel pós-barba
multilaser ou um creme hidratante
+ 1 cartão de memória SD para as mãos. *
1 Gb
GrÁTIS 50 CÓpIAS DIGITAIS 10 x 15 cm Tel.: 3746-7088
Av. Dr. Guilherme D. Villares, 1210 Open Center – lj 1 Tel.: 3744.0582 Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 323
Av. Prof. francisco Morato, 2385 – Pão de Açúcar Tel.: 3721.0128
nOMe _____________________________________________________________________________________________________________________________________________________ nOMe _____________________________________________________________________________________________________________________________________________________
telefOne___________________________________________________e-MAil___________________________________________________________________________________________ telefOne___________________________________________________e-MAil___________________________________________________________________________________________
• Obrigatória a apresentação • Promoção não cumulativa • Máximo de 1 (um) cupom por cliente • Até 31/12/07 * na manipulação de fórmulas de homeopatia, florais, fitoterápicos, alopatia e dermocosméticos • Obrigatória a
apresentação • Promoção não cumulativa • Máximo de 1 (um) cupom por cliente • Até 31/12/07

Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, 1269 tel.: 3771-4294


R. Dr. luiz Migliano,
Tel.: 3772-7669 1110 cj. 304/305
www.portalmorumbishopping.com.br
Feche um seguro com a Única e
Acumule R$ 600 em compRovAntes de ganhe um jantar* no
compRAs e tRoque poR umA toAlhA de pRAiA Restaurante
(Toalhas da Barbie, Spiderman e motivos marinhos para adultos)
nOMe _____________________________________________________________________________________________________________________________________________________
nOMe _____________________________________________________________________________________________________________________________________________________
telefOne___________________________________________________e-MAil___________________________________________________________________________________________
telefOne___________________________________________________e-MAil___________________________________________________________________________________________
• Obrigatória a apresentação • Promoção não cumulativa • Máximo de 1 (um) cupom por cliente *Jantar completo válido para 2 pessoas, previamente agendado com a corretora • Bebidas e taxa de serviços não incluídas na
• valido até 24/12/07 ou até durar o estoque. promoção. Promoção válida para contratação de prêmio mínimo de R$1.000 por ano. • Obrigatória a apresentação • Promoção não
cumulativa • Máximo de 1 (um) cupom por cliente • válido até 10/01/08

O ChOpp agOra na sua Casa Apresente


sOL, hEInEKEn E XIngu este cupom e
E a ChOpEIra é pOr nOssa COnta!
ganhe
Tel.: 3596-7767
15 diAS de free pass*.
studIum mOrumbI
5% dE dEsCOntO Em quaLquEr pEdIdO Av. giovanni gronchi, 4415

nOMe _____________________________________________________________________________________________________________________________________________________
tel.: 3742-2525 www.bioritmo.com.br
nOMe _____________________________________________________________________________________________________________________________________________________
telefOne___________________________________________________e-MAil___________________________________________________________________________________________
telefOne___________________________________________________e-MAil___________________________________________________________________________________________
• Obrigatória a apresentação • Promoção não cumulativa • Máximo de 1 (um) cupom por cliente • Até 31/01/08 • Obrigatória a apresentação • Promoção não cumulativa • Máximo de 1 (um) cupom por cliente • Até 15/01/08.

NA comprA de 1 imedeeN TAN


opTimizer 60 comprimidoS
gANhe 1 cANgA*
Ganhe 50% de desconto
Venha nos visitar, apresente este cupom e ganhe 1
creme hidratante Affag em todos os genéricos.
tel.: 3722-2255 Av. Dr. Guilherme Delivery
rua Amélia correia Fontes guimarães, 281 – loja D. Villares, 2483 Tel.: 3742-3000
nOMe _____________________________________________________________________________________________________________________________________________________ nOMe _____________________________________________________________________________________________________________________________________________________
telefOne___________________________________________________e-MAil___________________________________________________________________________________________ telefOne___________________________________________________e-MAil___________________________________________________________________________________________
• Promoção não acumulativa • Máximo de 1 (um) cupom por cliente • *Até 28/02/08 ou enquanto durarem os estoques • Obrigatória a apresentação • Promoção não cumulativa • Máximo de 1 (um) cupom por cliente • Até 31/12/07
FINAL FELIZ Por Floriano Serra
ILUSTRAÇÃO THAIS NARKEVITZ

PORQUE É FINAL DO ANO


PORQUE É FINAL DO ANO, eu quero PORQUE É FINAL DO ANO, quero abrir plesmente por não ter tido tempo... Es-
dizer-lhe que gosto muito de você. o meu coração para o seu amor. Eu fiz queci que eu tenho uma alma gêmea
Eu sei que deveria ter dito isso mais isso, nesses meses que se passaram? com quem deveria ter compartilhado
vezes em todos esses meses que se Fui, para você, uma pessoa íntima, minha atenção, meus pensamentos e
passaram. Aliás, eu sei que deveria ter cúmplice, parceira, amiga? Não, não fui. minhas emoções.
dito isso MUITO mais vezes em TODOS Deus! Onde eu estava com a cabeça e o E agora, PORQUE É FINAL DO ANO,
esses anos que se passaram. Sei disso, coração todo esse tempo? Por que não quero dizer baixinho no seu ouvido,
mas tenho a consciência de que não olhei mais vezes dentro dos seus olhos, acariciando seus cabelos como há mui-
disse o suficiente – essas e outras pe- em cujo abismo eu adoro tanto mergu- to tempo não fazia, que isso não vai
quenas grandes palavras que fazem a lhar? Por que não ouvi você mais vezes, acontecer de novo, nos meses e nos
diferença entre a alegria e a tristeza, se sua voz me enternece, me acalenta anos que virão. Vou amar você com
entre a presença e a solidão. Eu não e, ao mesmo tempo, me excita? Por tanta intensidade, vou ser tão transpa-
as disse e peço-lhe desculpas por isso. que não toquei você mais vezes, inten- rente no meu carinho e na minha pai-
Porque agora percebo que, com tão samente, se é do seu corpo que eu tiro xão, que você não conseguirá distinguir
pouco, eu poderia ter feito tantos sor- toda a energia que me faz sentir a vida? entre a carícia da minha respiração e o
risos em você. Ah, quanto tempo perdido... Deixei as sopro suave do vento; entre o calor dos
PORQUE É FINAL DO ANO, quero dizer- emoções do amor escorrerem entre meus toques e o dos raios quentes do
lhe que é muito bom que você exista ocupações e preocupações e não vi os sol; entre meus sussurros amorosos e o
e que você é uma pessoa muito espe- meses passarem... som envolvente das marés; entre meus
cial para mim. Eu lhe disse isso nesses Mas, veja, importante é que, PORQUE gemidos de paixão e o canto dos bam-
meses que se passaram? Não, certa- É FINAL DO ANO, eu quero me peni- buzais nas noites de tempestade.
mente não disse. Não tive tempo, es- tenciar por toda a alegria que deixei E tudo isso será lindo, porque haverá
tive trabalhando muito... Na verdade, de fazer você sentir, por todo o afeto uma sincronia mágica com a nature-
acabo de descobrir que caí na arma- que deixei de dar, por todos os sorri- za, como se milhões de vozes cons-
dilha das obrigações. Não me vigiei sos que não fiz brotar, por todos os to- piradoras, a minha e as do Universo,
o suficiente e perdi a oportunidade ques que não me permiti dar e, enfim, gritassem em coro aquilo que para
– muitas oportunidades, na verdade por todos os apelos do meu coração e mim é o óbvio, é o assumido, é o fun-
– de plantar sorrisos em seu coração. do meu corpo que não atendi – sim- damental: EU TE AMO!

FLORIANO SERRA é psicólogo, autor do livro “Não Basta Amar Bastante” (Ed. Gente, esgotado). E-mail: florianoserra@somma4.com.br. Cartas para esta seção: editorial@editorasupernova.com.br.

114 DOLCE MORUMBI