Você está na página 1de 2

FICHA DE TRABALHO DE LÍNGUA PORTUGUESA

1. Observa a tira de banda desenhada e, de seguida, responde às questões:

(In Jornal A Bola de 10-03-2013)
(In Jornal A Bola de 10-03-2013)

I

1. Associa o tema da conversa entre as duas personagens e o local onde se desenrola.

2. Procura, na banda desenhada, palavras do campo lexical de “escola”.

3. Como é que o leitor desta tira conseguirá perceber de que equipa se está a falar?

4. Nesta tira é apresentada uma relação de causa-efeito. Explica esta afirmação.

5. Explica a analogia que é feita entre a equipa de futebol em causa e o estudante.

II

1. Indica o modo de reprodução do discurso presente na primeira vinheta.

1.1. Como conseguiste identificá-lo?

1.2. Reescreve a frase, substituindo o verbo introdutor por outro de valor equivalente.

1.3. Passa a frase para o discurso indireto.

2.

Identifica o tipo de sujeito predominante nesta banda desenhada.

3.

“Na primeira parte não viemos, faltámos à escola”.

3.1. Em que tempo e modo verbal se encontram os verbos da frase?

3.1.1.

Redige uma frase onde o verbo “vir” selecione um complemento

 

oblíquo.

 

3.2. Identifica o tipo de grupo composto pelas palavras “à escola”.

3.2.1. Qual é a função sintática desempenhada por esse grupo?

3.2.2. Redige uma frase em que “à” inicie uma expressão que desempenhe uma função sintática diferente.

4.

Atenta na última frase da banda desenhada.

4.1. Divide e classifica as orações.

4.2. Refere a classe à qual pertence a palavra “que”.

4.3. Redige uma frase onde “que” seja um pronome relativo.

BOM TRABALHO!!!

A PROFESSORA: Lucinda Cunha

“que”. 4.3. Redige uma frase onde “que” seja um pronome relati vo. BOM TRABALHO!!! A PROFESSORA:

Proposta de correção:

I

1.

Esta conversa entre dois homens desenrola-se numa barbearia, espaço tipicamente masculino, sobre um tema que, apesar de muitas mulheres serem já adeptas de futebol, continua a ser um dos temas de conversa favoritos dos homens.

2.

“dificuldades”, “matéria”, “(falta de) aproveitamento”.

3.

Depreende-se que as personagens estão a falar sobre o Sporting, já que parte de uma afirmação do seu treinador, “Jesualdo”, isto é, Jesualdo Ferreira.

4.

De facto, na banda desenhada diz-se que não admira que os jogadores, uma vez que têm faltado à escola e demonstram dificuldades na matéria, tenham falta de aproveitamento, isto é, como não se aplicaram e não ultrapassaram os obstáculos que lhes surgiram, perderam o jogo (com o FCP).

5.

É feita uma analogia entre o jogador de futebol (e qualquer atleta) e o estudante, uma vez que a ambos se exige dedicação, esforço, assiduidade e empenho se quiserem obter sucesso. Para o primeiro corresponderá a ganhar um jogo, um título ou uma medalha e, para o segundo, ter boas notas, passar de ano ou conseguir entrar para a universidade e tirar o curso desejado.

II

1.

Discurso direto.

1.1. O discurso direto identifica-se, nesta vinheta, pelo uso das aspas, que reproduzem fielmente o que alguém disse, e pelo uso do verbo introdutor do discurso direto “disse”.

1.2. Afirmou, referiu…

1.3. Jesualdo Ferreira disse que na primeira parte (do jogo) não tinham ido, (pois) tinham faltado à escola.

2.

Sujeito nulo subentendido (“faltámos”, “faltam”, “têm”…).

3.1.

Pretérito perfeito do modo indicativo.

3.1.1. Ele veio de casa.

3.2. Grupo preposicional.

3.2.1. Complemento oblíquo.

3.2.2. Dei um postal à Marta (complemento indireto).

4.1. Não admira- Oração subordinante

que venham a ter falta de aproveitamento.- oração subordinada substantiva completiva

4.2. conjunção completiva;

4.3. O rapaz que passou olhou para ti.