EDP - Energias de Portugal, S.A.

Notas às Demonstrações Financeiras Consolidadas e Individuais Condensadas para o período de três meses findo em 31 de Março de 2013

O Grupo EDP calcula o seu resultado básico e diluído por acção usando a média ponderada das acções em circulação durante o período de relato, líquidas do movimento de acções próprias ocorrido no período. O número médio de acções é analisado como segue: Grupo Mar 2013 Mar 2012 3.656.537.715 3.656.537.715 3.656.537.715 3.656.537.715 -31.257. 536 -32.698. 354 3.625.280.179 3.623.839.361 567.201 605.477 3.625.847.380 3.624.444.838 Individual Mar 2013 Mar 2012 3.656.537.715 3.656.537.715 3.656.537.715 3.656.537.715 -29.744. 536 -31.185. 354 3.626.793.179 3.625.352.361 567.201 605.477 3.627.360.380 3.625.957.838

Acções emitidas no início do período Efeito de emissão de acções durante o período Número médio de acções realizadas Efeito de acções próprias Número médio de acções durante o período Efeito de "stock options" Número médio de acções diluídas durante o período 30. ACÇÕES PRÓPRIAS Esta rubrica é analisada como segue:

Valor contabilístico das acções da EDP, S.A. (milhares de Euros) Número de acções Cotação das acções da EDP, S.A. (em Euros) Valor de mercado das acções da EDP, S.A. (milhares de Euros) Operações realizadas desde 1 de Janeiro até 31 de Março de 2013:

Grupo Mar 2013 Dez 2012 99.227 103.706 30.840.869 31.904.523 2,402 2,290 74.080 73.061

Individual Mar 2013 Dez 2012 93.132 97.611 29.327.869 30.391.523 2,402 2,290 70.446 69.597

Volume adquirido (número de acções) Preço médio de compra (em Euros) Valor total de compra (milhares de Euros) Volume vendido (número de acções) Preço médio de venda (em Euros) Valor total da venda (milhares de Euros) Posição final (número de acções) Cotação Máxima (em Euros) Cotação Mínima (em Euros) Cotação Média (em Euros)

EDP, S.A. 100.000 2,387 239 -1.163.654 2,401 2.794 29.327.869 2,490 2,306 2,395

Energia RE 1.513.000 -

Os volumes e valores de venda apresentados acima incluem o efeito das acções próprias atribuídas a colaboradores, conforme referido na nota 44. As acções próprias detidas pela EDP, S.A. encontram-se dentro dos limites estabelecidos pelos estatutos da Sociedade e pelo Código das Sociedades Comerciais. Estas acções encontram-se contabilizadas ao custo de aquisição. 31. RESERVAS E RESULTADOS ACUMULADOS Esta rubrica é analisada como segue: Grupo Mar 2013 Dez 2012 578.435 578.435 -131.403 -121.097 38.206 34.979 55.920 45.350 -2.053 -1.408 64.318 24.268 93.132 97.611 3.471.838 2.464.978 4.168.393 3.123.116 Individual Mar 2013 Dez 2012 578.435 578.435 -30.804 -16.069 9.246 4.938 12.097 8.238 1.850 1.957 93.132 97.611 2.150.803 1.315.569 2.814.759 1.990.679

Milhares de Euros Reserva legal Reserva de justo valor (cobertura de fluxos de caixa) Efeito fiscal da reserva de justo valor (cobertura de fluxos de caixa) Reserva de justo valor (activos financeiros disponíveis para venda) Efeito fiscal da reserva de justo valor (activos financeiros disponíveis para venda) Diferença cambial de consolidação Reserva para acções próprias (EDP, S.A.) Outras reservas e resultados acumulados

Reserva legal
Em conformidade com o Art.º 295 do Código das Sociedades Comerciais e de acordo com os Estatutos da EDP, S.A., a reserva legal é obrigatoriamente dotada com um mínimo de 5% dos lucros anuais até à concorrência de um valor equivalente a 20% do capital da sociedade. Esta reserva só pode ser utilizada na cobertura de prejuízos ou no aumento do capital social.

Reserva de justo valor (cobertura de fluxos de caixa)
Esta reserva inclui a variação de justo valor dos instrumentos financeiros derivados de cobertura na parte em que a cobertura dos fluxos de caixa é considerada efectiva.

63

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful