Você está na página 1de 6
Alunos do 7° semestre do curso de Enfermagem/Faculdade Anhanguera/Unidade Sorocaba: Alexandre Simões Ana Maria Gisele

Alunos do 7° semestre do curso de Enfermagem/Faculdade Anhanguera/Unidade Sorocaba:

Alexandre Simões Ana Maria Gisele Soares Eduardo Cuba Mariana G. Genestra Mirtes Ferraz Piovezan Renato Mescolotto

Hipertensão

&

Diabetes

Piovezan Renato Mescolotto Hipertensão & Diabetes Saiba mais Viva melhor Faculdade Anhanguera Sorocaba Av. Dr.

Saiba mais

Viva melhor

Hipertensão & Diabetes Saiba mais Viva melhor Faculdade Anhanguera Sorocaba Av. Dr. Armando Pannunzio,

Faculdade Anhanguera Sorocaba

Av. Dr. Armando Pannunzio, 1478-Jd. Vera Cruz- Sorocaba - SP CEP: 18050-000 Tel.(15) 332 115 20 WWW.unianhanguera.edu.br

0800 15 21 36

Diabetes

Definição: É uma doença causada pela falta total ou parcial de in- sulina (hormônio produzido no pâncreas) e/ou incapacidade da insu- lina de exercer suas ações. Os alimentos nos dão a energia que necessitamos para viver. Nosso organismo transforma a maior parte dos alimentos que comemos em um tipo de açúcar que se chama glicose, da qual as células necessi- tam. O hormônio insulina é que leva essa glicose para o interior das cé- lulas ajudando-as a conseguir o açúcar necessário na produção de energia. Também evita que o açúcar se acumule no sangue. Na dia- betes, a insulina não funciona como deveria ou talvez nem seja pro- duzida. Como conseqüência, as células não aproveitam adequada- mente a glicose no sangue, provocando sua elevação na corrente sanguínea.

DIABETES DO TIPO 1 - INSULINODEPENDENTE (DMID)

Correspondem de 5% a 10% dos casos de dia- betes, ocorre em crianças e jovem menores de 30 anos. Causas: Destruição das células pancreáticas por suscetibilidade genética. Ocorre com mais freqüência em jovens, devido ao pâncreas produ- zir pouco ou não produzir insulina. Por isso, é necessário aplicar insulina através de injeção para suprir essa carência.

insulina através de injeção para suprir essa carência. MEU CONTROLE DE PRESSÃO ARTERIAL Data PA Data

MEU CONTROLE DE PRESSÃO ARTERIAL

Data PA Data PA Data PA Data PA Data PA Data PA Data PA
Data
PA
Data
PA
Data
PA
Data
PA
Data
PA
Data
PA
Data
PA

MEU CONTROLE DE GLICEMIA

Data PA Data PA Data PA Data PA Data PA Data PA Data PA
Data
PA
Data
PA
Data
PA
Data
PA
Data
PA
Data
PA
Data
PA

DIABETES DO TIPO 2 - NÃO INSULINODEPENDENTE (DMNID)

Correspondem de 90% a 95% dos casos de diabetes, com inci- dência em adultos acima de 30 anos e idosos. Decorre de uma produção insuficiente de insulina ou de seu fun- cionamento inadequado no corpo. Atinge com mais freqüência:

- Os adultos

- Pessoas com antecedentes familiares de diabetes

- Pessoas com excesso de peso

Causas: Fatores genéticos, obesidade, alimentação inadequada, lesão do pân- creas.

Diabetes Gestacional: O aumento da taxa de açúcar no sangue desenvolve-se durante a gravidez por causa da secreção de hormônios placentários, o que provoca a resistência a insulina. Depois do nascimento do bebê, os níveis sanguíneos de glicose, na mu- lher, normalmente voltam ao normal. Tratamento inicial consiste na modificação da dieta e monitoriza- ção da glicemia. Se esse aumento do açúcar persistir a insulina é prescrita.

esse aumento do açúcar persistir a insulina é prescrita. Quais são os sintomas mais freqüentes? •
esse aumento do açúcar persistir a insulina é prescrita. Quais são os sintomas mais freqüentes? •

Quais são os sintomas mais freqüentes?

Cansaço,

sede exagerada,

visão embaçada,

aumento expressivo do volume urinário,

dores no corpo,

perda de peso,

fome exagerada,

infecções freqüentes e recorrentes e

cicatrização lenta de feridas. Complicações quando não tratada:

Visão;

Lesão nos rins levando a sensação de dormência nas mãos e nos pés;

Diminuição da sensação de calor e dor levando a um aumento do risco de lesões e machucados;

Problemas cardiovasculares.

de lesões e machucados; • Problemas cardiovasculares. Tratamento: • Tratamento nutricional e controle de peso

Tratamento:

Tratamento nutricional e controle de peso

Exercícios sob orientação médica

Monitorização do nível de glicemia capilar ( taxa de açúcar no sangue através do dextro)

Terapia farmacológica ( seguir corretamente a prescrição médica )

( seguir corretamente a prescrição médica ) Diagnóstico de Diabetes: Um nível de glicose ( açúcar

Diagnóstico de Diabetes: Um nível de glicose ( açúcar no sangue )é o critério básico para o diagnóstico do diabetes. Os níveis de açúcar sanguíneo em jejum igual ou maior que 126mg/dl ou teste de diabetes ao acaso maior que 200mg/dl em mais de uma ocasião são diagnóstico de diabetes.

maior que 126mg/dl ou teste de diabetes ao acaso maior que 200mg/dl em mais de uma

- Margarinas, dando preferência às cremosas

Evitar

- Açúcares e doces.

- Frituras.

- Derivados de leite na forma integral, com gordura.

- Carnes vermelhas com gordura aparente e vísceras.

- Alimentos processados e industrializados: embutidos, conservas, enla- tados, defumados e salgados

Importante

Pressão Arterial ideal: Segundo a Organização Mundial de Saúde a pressão arterial ideal, em um adulto, seria de 120/80, sendo considerado pressão limite de 140/90 e, parâ- metros acima, hipertensão, porém deve-se levar em conside- ração o fator idade, pois quando envelhecemos nossos vasos sanguíneos perde um pouco de sua elasticidade, tornando-se mais rígidos , diminuindo assim sua distensão, levando a um aumento da pressão arterial. Outro fator importante é que o parâmetro da pressão arterial pode variar de uma pessoa pa- ra outra, então o ideal é ser feito um controle diário dessa pressão para verificar a pressão basal de cada individuo.

Educação.

Alimentação:

O objetivo mais importante no tratamento dietético e nutri-

cional do diabetes é o controle da ingesta calórica total para atingir ou manter um peso corporal razoável e controlar os ní- veis sanguíneos de açúcar.

razoável e controlar os ní- veis sanguíneos de açúcar. Como conviver com o diabetes? Ser um

Como conviver com o diabetes?

Ser um diabético, antes de mais nada, exige consciência do paciente. É preciso ter em mente que não é o fim do mundo, mas que precisa estar atento a algumas limitações. Deve-se saber, também, que o diabetes atualmente é a terceira maior causa de morte no mundo, superado apenas pelas doenças cardiocirculatórias e pelo câncer. Mas suas graves conse- qüências podem ser reduzidas com um controle sistemático

da doença, sempre sob orientação médica

Definição: nas paredes das artérias é muito forte ficando acima dos limites normais da pressão

Definição:

nas paredes das artérias é

muito forte ficando acima dos limites normais da pressão . Devido a este aumento de pres-

são o coração tem que fazer um maior esforço para conseguir bombear o sangue para todo o

corpo.

Ocorre quando a pressão exercida pelo sangue

todo o corpo . Ocorre quando a pressão exercida pelo sangue O que leva a Pressão

O que leva a Pressão Alta

- Avanço da idade ;

- A obesidade , entre outros

Fatores modificáveis:

- Obesidade

- Elevado consumo de sal

- Consumo de álcool

- Sedentarismo

- Colesterol alto

- Apnéia obstrutiva do sono

- Tabagismo

- Colesterol alto - Apnéia obstrutiva do sono - Tabagismo Fatores não modificáveis: - Raça -
- Colesterol alto - Apnéia obstrutiva do sono - Tabagismo Fatores não modificáveis: - Raça -
- Colesterol alto - Apnéia obstrutiva do sono - Tabagismo Fatores não modificáveis: - Raça -

Fatores não modificáveis:

- Raça

-

- Idade

Hereditariedade

SINAIS E SINTOMAS DA PRESSÃO ARTERIAL

- Tonturas

- Dor de cabeça

- sede

DA PRESSÃO ARTERIAL - Tonturas - Dor de cabeça - sede RECOMENDAÇÕES DIETETICAS DE HIPERTENSÃO ARTERIAL
DA PRESSÃO ARTERIAL - Tonturas - Dor de cabeça - sede RECOMENDAÇÕES DIETETICAS DE HIPERTENSÃO ARTERIAL

RECOMENDAÇÕES DIETETICAS DE HIPERTENSÃO ARTERIAL

Preferir

- Alimentos cozidos, assados, grelhados ou refogados.

- Temperos naturais: limão, ervas, alho, cebola, salsa e cebolinha.

- Verduras, legumes, frutas, grãos e fibras.

- Peixes e aves preparadas sem pele.

- Produtos lácteos desnatados.

Limitar

- Sal.

- Álcool.

- Gema de ovo: no máximo 3 por semana.

- Crustáceos (caranguejo).