FORMAÇÃO EM AROMATERAPIA - IBRA Apresentação do Curso

com Mayra Corrêa e Castro

IBRA

QUEM FAZ PARTE

2

MAYRA CORRÊA E CASTRO
• • • • • • Linguista de formação. Gestora de Negócios na pós-formação. Marketeira hibernada. Escritora em vias de sabe Deus quando. Professora de yoga em sabático. Professora de aromaterapia de fato.
Credenciamento IBRA – 2009 – Introdução à Aromatologia Credenciamento IBRA – 2012 – Aromatologia na Saúde - 1 3

IBRA
• • • • • •

INSTITUTO BRASILEIRO DE AROMATOLOGIA Sede em Belo Horizonte/MG. Fundada em 2009. Possui cerca de 10 professores credenciados. Traz para sala de aula as pesquisas e estudos de mais de 15 anos de Fabian Laszlo. Já formou mais de 1.000 alunos no Brasil. Promoveu a vinda do Dr. Penoel ao país em 2012.
4

FABIAN LASZLO FLEGNER
• Proprietário da Laszlo Aromaterapia. • Pesquisador na área de terapias holísticas e complementares.  Homeopatia  Nutrição e ortomolecular  Cromaterapia.  Fitoterapia e florais  Reiki, cinesiologia, kirliangrafia, iridologia.
5

LASZLO AROMATERAPIA
• Antiga empresa Aromalândia. • Possui mais de 300 óleos essenciais em catálogo. • Certificação ANVISA com cromatografias disponíveis. • Distribuidores de outras matérias-primas, como gorduras vegetais, base-creme, base-gel e outros extratos aromáticos.
6

IBRA

COMO É A FORMAÇÃO

7

FORMAÇÃO EM AROMATOLOGIA

AROMATERAPIA ou AROMATOLOGIA
8

SEQUÊNCIA DE ESTUDOS
CURSOS COM AUTORIA DO FABIAN 1. 2. 3. 4. 5. Introdução à Aromatologia (Intro) Aromatologia na Saúde – 1 (Saúde – 1) Aromatologia na Saúde – 2 (Saúde – 2) Psicoaromatologia – 1 (Psico – 1) Psicoaromatologia – 2 (Psico – 2)
9

CURSOS OPCIONAIS
CURSOS COM AUTORIA DO FABIAN
1. Gastronomia e Nutracêutica com Óleos Essenciais. 2. Aromadermatologia estética. 3. FotonCromaterapia.

10

CURSO COMPLEMENTARES
CURSOS DE PROFISSIONAIS LIGADOS AO IBRA
1. Psicoaromaterapia e Anatomia das Emoções – Telma Insuela (Salvador/BA). 2. Geoterapia associada aos óleos essenciais – Lenira Sant´Anna (Rio de Janeiro/RJ). 3. Saboaria artesanal cold process – Mara Maria (Salto/SP). 4. etc.
11

IBRA

INTRODUÇÃO À AROMATOLOGIA

12

INTRODUÇÃO - IBRA
1. História da aromaterapia e dos óleos essenciais. 2. Onde são encontrados os óleos essenciais e suas funções. 3. Fatores de stress na indução da produção de óleos essenciais em plantas. 4. Métodos de extração. 5. Diferenças de produtos naturais e sintéticos.

13

INTRODUÇÃO – IBRA (cont.)
6. Formas de uso (inalação, uso oral, massagem, cremes e loções, banhos e escalda-pés). 7. Vias de ação (fisiológica, psicológica e energética) e níveis de toxidade (contraindicações básicas). 8. Conversando sobre óleos essenciais com aplicações práticas e receitas (uso cosmético, culinário, saneante e na saúde). 9. Função dos óleos carreadores (vegetais fixos).

14

IBRA

AROMATOLOGIA NA SAÚDE - 1

15

SAÚDE – 1 - IBRA
1. Introdução ao estudo da química dos óleos essenciais: Famílias químicas (aldeídos, fenilpropanoides, alcoois, hidrocarbonetos terpênicos, etc) e suas principais propriedades e toxidades na saúde. 2. Farmacocinética dos óleos essenciais: Metabolismo (fase I e II), via citocromo P450 e outras enzimas, conjugações e subprodutos do metabolismo, vias de excreção, associação dos OE com a albumina plasmática, etc.
16

SAÚDE – 1 – IBRA (cont.)
3. Toxidade: DL50, reações alérgicas, contraindicações e primeiros socorros. 4. Interação medicamentosa: Com quais medicamentos não usar e anulação de efeitos.

17

SAÚDE – 1 – IBRA (cont.)
5. Radicais livres: Ação deletéria dos radicais livres, antioxidantes enzimáticos e não enzimáticos, óleos essenciais e seus componentes de ação indutora e inibidora da atividade de enzimas antioxidantes como a glutationa, catalase e superóxido dismutase, usos na saúde contra o envelhecimento e doenças degenerativas, usos em cosméticos, usos em alimentos (conservação e indução ao aumento do valor nutricional pela pré-aplicação em frutos), atividade quelante dos óleos essenciais, o sol no câncer de pele e envelhecimento precoce: mitos.
18

SAÚDE – 1 – IBRA (cont.)
6. PH: A interferência do ph dos tecidos nos resultados do uso dos óleos essenciais e atividade de enzimas, pH ótimo de enzimas antioxidantes, pH e o surgimento de doenças, meios de alcalinizar os tecidos. 7. Introdução ao estudo de óleos essenciais ricos em monoterpenos hidrocarbonetos (SOLVENTES): Laranja, limão, tangerina, grapefruit, mandarina, tangelo, bergamota, cipreste, pinheiro, junípero (zimbro), pindaíba, etc. Componentes comuns: pineno, limoneno, sabineno, mirceno, etc.
19

AROMATERAPIA

PERFIL DO PROFISSIONAL

20

O AROMATERAPEUTA
PERGUNTAS
A. Para você ou profissionalmente? 1. Já possui formação na área terapêutica? 2. Quer usar exclusivamente aromaterapia? 3. Quer agregar a aromaterapia à sua prática? 4. Tem vocação para a área terapêutica? 5. Quer atuar no business de aromas? 6. Quer atuar como artesão com aromas?

21

AGRADEÇO-LHE.
Espero que os óleos essenciais comecem a fazer parte de sua vida, tornando-a tão linda e preciosa quanto é a própria Natureza.

22

mayra@ibraromatologia.com.br

www.casamay.com.br
23

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful