Você está na página 1de 3

Biblioteca – Sala General Raposo Botelho

1 - Breve Referência Histórica

Em 1904, a Biblioteca foi instalada no local onde actualmente se encontra.


Mais tarde, em 1914, por iniciativa do então Director General Raposo Botelho,
foi adquirido o excelente mobiliário e as magníficas estantes, concebidas na
Escola Industrial Marquês de Pombal, especialmente para aquelas instalações,
às quais empresta um ambiente de elegância mas também de solenidade,
próprias de uma catedral que, neste caso, é a do conhecimento; tudo reforçado
pela quietude dos livros alinhados ao longo de 17 estantes contínuas, de
madeira clara, cada uma com 8 prateleiras; num dos topos, a "Estante de
Honra", onde se arrumam as publicações produzidas por Ex - alunos e
Professores.
Encontra-se ainda constituída a Galeria de Honra, composta pelas figuras de
todos os Directores do Colégio, situadas no topo superior das estantes.

Por iniciativa do Director, General José Justino Teixeira Botelho, em 3 de


Março de 1926, data em que se comemorava o 1º centenário da morte do
Fundador e o 124º aniversário da fundação do Colégio Militar, foi dado à
Biblioteca o nome " Sala General Raposo Botelho ".

A Biblioteca Colegial veio ganhando prestígio, interna e externamente, sendo-


lhe conferido, em 1927, o diploma comemorativo da 1ª Exposição de Ex-libris,
realizada na Imprensa Nacional de Lisboa, no mês de Outubro desse ano.
A Biblioteca do Colégio Militar, graças às aquisições que foram sendo
efectuadas, às ofertas de instituições públicas e privadas, e às dádivas de
antigos alunos, reúne um elevado número de obras, possuindo especial
orgulho em manter «intacto e em boas condições de conservação, todo o
acervo recebido da Comissão Encarregada dos Depósitos das Livrarias dos
Extintos Conventos», tal como lhe foi confiado, em 1834, pelo responsável da
Comissão, Francisco de Sousa Loureiro.

A Biblioteca é um dos espaços de apoio ao ensino ministrado no Colégio, que,


desde muito cedo, tem merecido particular atenção e carinho. Situada na zona
nobre do vetusto claustro e mercê do precioso acervo bibliográfico, a Biblioteca
tem tido um papel importante no apoio científico e cultural aos Alunos, Oficiais,
Professores e restante população escolar.

2 - Funcionamento

O funcionamento da Biblioteca rege-se pelo disposto no Capítulo III do Título V


do Regulamento Interno do Real Colégio Militar, de 1901, não revogado até ao
presente, embora com as alterações decorrentes da evolução dos tempos
introduzidas entretanto.

Por princípio, as aquisições de monografias, periódicos e revistas, no decorrer


do ano lectivo, são feitas pela Biblioteca, por sugestão de Professores ou
Chefes de serviço depois de apreciarem a sua qualidade científica, importância
e rendibilidade no apoio aos Alunos ou interesse para o Colégio.
Cabendo à Biblioteca a gestão de todas e quaisquer publicações junto da
Repartição de Documentação e Bibliotecas, quaisquer aquisições efectuadas
são aumentadas à carga da Biblioteca onde são catalogadas.

Actualmente, a Biblioteca tem uma gestão moderna baseada no sistema «


Docbase » que permitirá, em breve, a interligação, a nível nacional, com todas
as Bibliotecas do País.

Horário de Funcionamento da
Biblioteca

Manhã 08h00 às 13h00

Tarde 14h30 às 17h00

A Coordenadora da Sala General Raposo Botelho é a Professora Ana Cristina


Reis

3 - Movimento Patrimonial

O acervo, constituído por obras de todos os ramos da instrução, vai crescendo,


não só com ofertas de bibliotecas, como com livros soltos de ex-alunos, de
instituições, aquisições efectuadas pelo Colégio, perfazendo, actualmente, um
total de 19.713 títulos e cerca de 50.345 volumes. Foram renovadas as
assinaturas das seguintes revistas nacionais e estrangeiras:

Nacionais Estrangeiras

Jornal da Matemática Gazeta de Física Ca-M' interesse Escrime - magazine

Revista Portuguesa de Humanidades Scientific American National Geographic Magazine

Revista Portuguesa de Revue Education Physique et


Brotéria The School Science Review
Filosofia Sport

Professora Celeste Silva