Você está na página 1de 1

máquina

do tempo
variedades@oparana.com.br
6 de agosto de 1963
Deputado federal Lyrio Bertoli
apresenta no Congresso
Nacional projeto de lei para
criar a Hidrelétrica Federal de
C8 - O Paraná Domingo, 2/8/2009 Sete Quedas, atual Itaipu.

HISTÓRIA

Bavaresco, uma saga italiana


A trajetória do gaúcho ‘pé-rapado’ que comprou o terreno mais valioso de Cascavel
Cascavel - Danilo Bavares- dos: “E aí, parente?” le, sogro do atual prefeito de viso, homenagem à região ita-
co (1939–2009) tinha uma Afinal, ele também não nas- Quem conheceu Cascavel, Edgar Bueno, com- liana de origem dos Bavares-
característica singular: ele ceu sozinho. Vindo ao mundo prou o terreno junto ao pro- co e outros parentes. Foi tam-
sempre fez questão de dizer em Sobradinho (RS) em 5 de
Bavaresco prietário, que residia em Joa- bém entre parentes e amigos
que sua família era um con- outubro de 1939, chegou em sabe como çaba (SC) por 70 milhões de que a obra se levantou: era
junto de famílias. Filho de companhia do irmão gêmeo, uma moeda que hoje é até uma sociedade entre Bavares-
Antônio Bavaresco Filho e Tanilo. Aportou no Oeste do
ele se dirigia impossível de converter para co e a família de Dionísio Ru-
Ângela Ferrari Bavaresco, sa- Paraná em 1964, para fazer a a todos: o Real. Sotille disse a Bava- bert. Outro descendente de
lientava que também era um distribuição do famoso taba- resco: “Esse lote é teu. Você italianos, o então menino Ge-
Ferrari e que os Bavaresco co de sua cidade natal, “ar-
‘E aí, parente?’ vai pagando por mês”. nor Cima, com seus tenros 15
sempre foram unidos a outras ranchando-se” na garagem do Bavaresco insistiu em assi- anos, ajudou a elaborar o pro-
famílias, todos parentes. Hotel Raizer. Além do fumo, Brasil, em Cascavel, a cidade nar uma “letra, um papel, um jeto do Edifício Treviso, onde
Quem conheceu Bavaresco Danilo também abriu lancho- paranaense mais promissora cheque”. Sotille foi intransi- foi instalado o primeiro eleva-
sabe como ele se dirigia a to- netes, uma das quais em so- da década de 60. Aí entra o gente: “A palavra é que vale. dor comercial de Cascavel.
ciedade com a sogra Margari- valor que Danilo Bavaresco É só trabalhar e você vai ter Quando a família já estava
da Raizer Dalfovo e a esposa dá às demais famílias italia- com que pagar”. O fruto des- solidificada, começou a revo-
Ana Maria, com quem teria os nas pioneiras: Zeferino Sotil- se diálogo foi o Edifício Tre- ada de paranaenses rumo à
filhos Ana Cristina, Andréa Amazônia, que se aprofundou
Luciana e Marcelo. com as crises da década de 80.
“A gente comprava uma Bavaresco também seguiu a
chácara por ano com a renda corrente. Abriu lanchonetes
dessa lanchonete, que ficava em Porto Velho e Pimenta
junto à antiga rodoviária”, Bueno (RO), mas não ficou aí:
contou Danilo. Com isso, co- entre Rondônia e o Mato
meçaram a chamar ao Para- Grosso, dedicou-se ao plan-
ná os parentes que viam se tio de soja e algodão e cria-
esgotar as perspectivas de ção de gado. Era o ponto cul-
crescimento no Sul. “Foram minante de uma trajetória
mais de 50”, disse. iniciada quando um empo-
Mas ainda havia uma meta eirado caminhão carregado
a alcançar: conseguir um va- com fumo chegou à assus-
Zeferino Sotille: “É só trabalhar” liosíssimo terreno na avenida Bavaresco: valor aos parentes e amigos tadora Cascavel de 1964.

Histórias do Paraná (63) Anos de muito esforço


Alberto Dalcanale e Bernardo Dalcanale Filho para juntos ne- “Sofri durante seis meses. toneladas vendidas num ano, ape- Suplente de vereador e presi-
Zílio, representando os interes- gociarem a compra de 11 mil al- Parava num quarto do prédio da nas em Cascavel. O casamento dente da Liga de Futebol, Danilo
ses próprios e de um grupo de queires ou 270 mil hectares de Loja César e, depois, dois anos com Ana logo aconteceu, mas a arrecadou recursos para a constru-
amigos, pisaram pela primeira terras junto à Companhia de no Hotel Raizer, num quarto com prosperidade ainda teria que espe- ção da Catedral. Viajou com Pedro
vez o solo toledano em novem- Maderas del Alto Paraná. o dr. Nivaldo Parzianello, meu rar: inicialmente, construíram uma Muffato como companheiro e aju-
bro de 1945 para conhecer e A Fazenda Britânia media 26 primo, Itamar Barbegini e Elmo meia-água nos fundos do atual Edi- dante nas corridas por mais de 20
vistoriar a gleba da Fazenda Bri- quilômetros de Norte a Sul e 72
Odílio. Não tinha cobertas e nem fício Treviso e ali Danilo e Ana tive- anos. E ao cabo de uma vida bem
tânia, valendo-se do único meio quilômetros de Leste a Oeste,
dinheiro para comprar. Era inver- ram seus filhos: “Eles nasceram no vivida, Danilo Bavaresco disse
de transporte existente na épo- com cerca de 124 mil alqueires.
ca: o lombo de burro. Ia da foz até a embocadura do no. No quarto havia uma cama embalo das festas do Tuiuti, pois a adeus, em 21 de julho de 2009,
Entusiasmados com o que rio São Francisco Falso. Em decor- e dois sofás. Era preciso alter- casa ficava nos fundos do clube”. pouco antes de completar 70 anos.
viram – uma imensa mata virgem rência desse projeto é que surge, nar quem dormiria onde. O quar-
cheia de riquezas – voltaram a em Porto Alegre (RS), a empresa to não tinha janela, era muito frio
Porto Alegre e logo depois Alber- Industrial Madeireira Colonizadora e ninguém conseguia dormir”.
to Dalcanale seguia para Buenos Rio Paraná S/A (Maripá). Danilo Bavaresco agora já
Aires em companhia de Luiz (A seguir: A Maripá) podia contar que enquanto pas-
sava um frio terrível no quarto
sem janelas, começou a namo-
Calendário rar Ana, filha de Silvério Raizer e
sobrinha do proprietário do ho-
2 de agosto de 1809 resolução que viabiliza a estadualização tel. Era o namoro escondido de
Expedição de conquista dos Campos da Universidade do Oeste. um “pé-rapado” com 17 anos e
Gerais parte de Curitiba chefiada pelo te-
nente-coronel Diogo Pinto de Azevedo 4 de agosto de 1997
uma moça de família tradicional.
Por tugal. Procuradoria da República inicia ativida- Mas valeu o esforço. Em breve,
des em Cascavel, com a posse do procu- o fumo de corda que vinha de So- Danilo Bavaresco e Assis Gurgacz, em audiência com o governador
2 de agosto de 1995 rador Celso Antônio Três.
Trilhos da estrada de ferro Paraná–Oes- bradinho rompia a marca das 300 Jayme Canet, no Palácio Iguaçu
te chegam a Cascavel. 5 de agosto de 1915
Nasce em Marcelino Ramos (RS) o pri-
4 de agosto de 1937
Criada a Federação Paranaense de Fute-
meiro prefeito de Cascavel, José Neves
Formighieri.
Primeiro impulso: fugir do Paraná
bol (FPF).
6 de agosto de 1890
4 de agosto de 1954 Fundação oficial da Associação Comerci-
A decisão de Bavaresco ao havia poeira, era barro”. à história de Cascavel. A solu-
Criado o Depar tamento de Fronteiras, al do Paraná (ACP), homenageando a data chegar a Cascavel foi sair cor- Por onde se olhava, meretri- ção foi enfrentar o desafio.
com autonomia administrativa, diretamente do aniversário do barão do Serro Azul, rendo de volta a Sobradinho. zes ofereciam os corpos diante
subordinada ao Governo do Estado (seria ex- grande vulto histórico do comércio para- Mas naquele momento, na anti- das crianças. Os pistoleiros não
tinto em 1961). * Extinto o Departamento naense. Na internet:
Administrativo do Oeste do Paraná.
ga travessa Willy Barth, hoje Jar- ocultavam suas armas e o ban-
8 de agosto de 1984 lindo João Grando, perto da atu- ditismo ligado ao grilo de terras http://dihitt.com.br/Cascavel
4 de agosto de 1986 Fundada a Associação de Micros e Pe- al Catedral, o cansaço mandou enlutava famílias a todo instan-
Assembleia Legislativa aprova projeto de quenas Empresas de Cascavel (Amic). ficar. E realmente ficou, mas pra- te. “Mas corria muito dinheiro”, E-mail: naroda@ig.com.br
guejando muito: “Quando não lembrou Danilo em depoimento