Você está na página 1de 26

Nuno Correia 08-09 1

COMPREENDER A ESTRUTURA E A
DINÂMICA DA GEOSFERA
Modelo e dinâmica da estrutura interna da Terra
2 Nuno Correia 08-09
Contributos da Sismologia
3

 Para os primeiros estudos da estrutura da Terra


contribuíram os grandes sismos, que permitiram
estabelecer, entre 1905 e 1936, um modelo em
camadas concêntricas

Nuno Correia 08-09


1906 – Trabalhos de Oldham
4

O que atrasaria no interior da Terra, a propagação das ondas P?

Nuno Correia 08-09


Hipótese de Oldham
5

“as ondas, penetrando a grande profundidade,


atravessam um núcleo central composto por uma
matéria diferente que as transmite com menor
profundidade”
Admitiu pela primeira vez a existência de um núcleo,
assinalado por uma mudança radical nas
propriedades e na composição dos elementos que
constituem o seu interior – descontinuidade.

Nuno Correia 08-09


Beno Gutenberg (1889-1960)
6

Nuno Correia 08-09


7 Nuno Correia 08-09
Zona de Sombra
8

Nuno Correia 08-09


9

 Numa superfície de descontinuidade, que assinala a


separação entre dois meios com propriedades
elásticas distintas - rigidez, densidade e
incompressibilidade -, as refracções e reflexões das
ondas que nela incidem ocorrem segundo ângulos
determinados, originando zonas de sombra sísmica.

Nuno Correia 08-09


10

 a existência de uma zona


de sombra para cada
sismo é consequência das
propriedades elásticas
dos materiais que
constituem o núcleo, bem
como da sua dimensão.

Nuno Correia 08-09


Inge Lehmann
11

 Lehmann concluiu que as ondas P chocam contra


"qualquer coisa dura" a 5150 km, uma vez que se
verifica um aumento da velocidade de propagação
destas ondas.

Nuno Correia 08-09


Descontinuidade de Lehmann.
12

 Tendo em conta que a


velocidade das ondas
P é maior em meios
sólidos do que em
meios líquidos, é de
supor a existência de
um núcleo interno no
estado sólido.

Nuno Correia 08-09


Conclusão
13

Nuno Correia 08-09


14

 Conhecida a estrutura do núcleo, falta agora


identificar a sua composição.
 Foi possível inferir para o centro da Terra uma
composição, essencialmente, de ferro e níquel, dado
serem os elementos metálicos que apresentam
densidades mais próximas das avaliadas
sismologicamente.

Nuno Correia 08-09


Dados da sismologia e a existência
15
da crusta e do manto

Nuno Correia 08-09


Descontinuidade de Moho
16

 Para explicar as suas observações, Mohorovicic


propôs a existência de uma descontinuidade a
separar um meio superficial, no qual as ondas se
deslocam com menor velocidade - a crusta -, de um
meio mais profundo, onde a velocidade das ondas
é maior - o manto.

Nuno Correia 08-09


17

 A espessura da crusta não é constante

Nuno Correia 08-09


Modelo geoquímico
18

Nuno Correia 08-09


Modelo físico
19

 a litosfera, rígida e de comportamento frágil, isto é,


quebradiço;
 a astenosfera, de baixa rigidez e de comportamento
plástico, isto é, moldável/deformável;
 a mesosfera, rígida;
 a endosfera, externamente fluida e de elevada rigidez
no seu interior.

Nuno Correia 08-09


Modelo geofísico
20

Nuno Correia 08-09


Modelo global
21

Nuno Correia 08-09


Modelo da geodinâmica da Terra
22

Nuno Correia 08-09


23

Nuno Correia 08-09


24

Nuno Correia 08-09


25

Nuno Correia 08-09


26

Nuno Correia 08-09

Você também pode gostar