III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil

AVANÇOS E DESAFIOS PARA A ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA NO BRASIL

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ELETROTÉCNICA E ENERGIA LABORATÓRIO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS

Roberto Zilles

INSTITUTO NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ENERGIAS RENOVÁVEIS E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DA AMAZÔNIA

III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil  Panorama mundial  Principais atividades realizadas  Desafios LABORATÓRIO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS .INSTITUTO DE ELETROTÉCNICA E ENERGIA .UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO .

III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil Potencia FV instalada em 2012 – Aproximadamente 30 GW Source: NPD Solarbuzz Marketbuzz report .

FOTOVOLTAICO .III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil PRINCIPAIS AVANÇOS EM 2012 GRUPO SETORIAL .

III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil Este documento traça um panorama da geração fotovoltaica no mundo e a potencialidade de sua implantação efetiva no Brasil. . visando integrar este sistema de geração à matriz elétrica. por meio de políticas específicas para o segmento.

III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil .

525 1.024 0.4 MW 0.III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil P&D Estratégico 13 Aviso publicado no D.000 1.000 1.723 0.000 1.500 3.000 0.U.000 1.000 3.O.000 1.550 3.500 Empresa TRACTEBEL ELETROSUL CEMIG-D Potencia (MW) 3.500 COELBA CHESF CESP CTEEP ELETROPAULO PETROBRAS 1.000 1. de 09 de agosto de 2011 A Chamada de Projeto de P&D Estratégico nº 013/2011 Arranjos Técnicos e Comerciais para Inserção da Geração Solar Fotovoltaica na Matriz Energética Empresa ELEKTRO FURNAS COELCE Potencia (MW) 0.000 CEEE-GT COPEL-GT COPEL-GT MPX CPFL-Piratininga CELG-D 24.081 1.000 .

com potência instalada maior que 100 kW e menor ou igual a 1 MW e que utilize fonte incentivada de energia conectada diretamente na rede da distribuidora. não despachada pelo ONS. • Conceituação: Microgeração Distribuída Incentivada: Central geradora de energia elétrica. em qualquer tensão. podendo operar em paralelo ou de forma isolada. o sistema de compensação de energia elétrica. ou através de instalações de consumidores. DE 17 DE ABRIL DE 2012 Estabelece as condições gerais para o acesso de microgeração e minigeração distribuída aos sistemas de distribuição de energia elétrica. podendo operar em paralelo ou de forma isolada. - . e dá outras providências. Minigeração Distribuída Incentivada: Central geradora de energia elétrica. não despachada pelo ONS. com potência instalada menor ou igual a 100 kW e que utilize fonte incentivada de energia conectada na rede de baixa tensão da distribuidora através de instalações de consumidores.III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 482.

BioEnergy: • • • • • • Data: 7 de agosto. Contratos de cinco ou dez anos. Preço mínimo: R$ 250/MWh. Volume: entre 1 e 3 MW médios. . Entrega: a partir de 1 de janeiro de 2014.III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil COMERCIALIZAÇÃO DA ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA NO AMBIENTE DE CONTRATAÇÃO LIVRE (ACL). Local: Bom Jesus da Lapa (BA).

Sistemas fotovoltaicos (FV) .Procedimento de ensaio de anti-ilhamento para inversores de sistemas fotovoltaicos conectados à rede elétrica Válida a partir de: 06/04/2012 ABNT NBR 16149:2013 .III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil ABNT NBR IEC 62116:2012 .Características da interface de conexão com a rede elétrica de distribuição Válida a partir de: 01/03/2014 (publicada 01/03/2013) ABNT NBR 16150:2013 .Sistemas fotovoltaicos (FV) – Características da interface de conexão com a rede elétrica de distribuição – Procedimento de ensaio de conformidade Válida a partir de: 04/04/2013 (publicada 04/03/2013) .

Sistemas fotovoltaicos (FV) – Características da interface de conexão com a rede elétrica de distribuição – Procedimento de ensaio de conformidade ABNT NBR 16149:2013 .c. para sistemas fotovoltaicos conectados à rede com base nas NBR: ABNT NBR 16150:2013 .a./c.Procedimento de ensaio de anti-ilhamento para inversores de sistemas fotovoltaicos conectados à rede elétrica .Sistemas fotovoltaicos (FV) .III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil Ampliação do escopo para inclusão de inversores c.Características da interface de conexão com a rede elétrica de distribuição ABNT NBR IEC 62116:2012 .

III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil Preço médio do Wp (€) – Módulo fotovoltaico 1.75 R$/W .

41 R$/W Inversores < 5 kW → 0.54 R$/W (dezembro 2012) 5% .74 R$/W (dezembro 2012) 5 kW < Inversores < 10 kW → 0.5705 BRL 0.29 €/W . 0.III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil Preço médio do W (€) – Inversor 1 EUR = 2. 0.21 €/W .

III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil Preços praticados no país.38 3.22 R$/W Inversores ≥ 100 kW → 0.82 3.42 R$/W . compras entre 0.90 A B C D E F G Inversores 5 kW → 1.53 3.87 R$/W Inversores 15 kW → 1.33 3.28 3.07 3.5 MW e 1 MW Empresa R$/Wp (módulos) 3.

25 2.a) .256 3.979 30 60 120 30 90 210 0.393 180 210 240 360 720 390 600 840 1200 1920 0.338 4.44 350 320 280 250 220 420 380 340 300 270 490 440 390 350 310 2021 2022 2023 3. O&M 1%.500 6.73 3.III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil Desafio: 5 GW nos próximos 10 anos Ano Custo (turn-key) (R$/kW) ↓ 12% Potencia instalada anualmente (MW) Potencia acumulada (MW) Custo Investimento anual estimado "turn-key" (R$/MWh) (bilhões de R$) CF = 18% Custo estimado (R$/MWh) CF=15% Custo estimado (R$/MWh) CF=13% 2013 2014 2015 7.415 900 1200 1200 2820 4020 5220 2.37 2.766 4.96 1. Decaimento -1% a.72 460 440 400 550 530 470 640 610 550 2016 2017 2018 2019 2020 5.02 1.800 3.705 2.029 2.696 5.23 0.90 200 180 160 240 210 190 280 250 220 7% Custo médio de capital no mercado de energia elétrica (25 anos.40 0.00 1.

a) . O&M 1%. CF= 18%. Decaimento -1% a.III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil Desafio: 5 GW nos próximos 10 anos 500 R$4 Investimento anual "turn-key" (bilhões de R$) 450 Custo da Energia FV (R$/MWh) 400 350 R$3 Investimento anual (bilhões de R$) Custo estimado do MWh (R$/MWh) R$3 300 250 200 150 100 50 0 2013 2014 2015 2016 2017 2018 ano 2019 2020 2021 2022 2023 Investimento total 17 bilhões de R$ R$2 R$2 R$1 R$1 R$- 7% Custo médio de capital no mercado de energia elétrica (25 anos.

br .usp.III Workshop Inovação para o fortalecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil INSTITUTO NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ENERGIAS RENOVÁVEIS E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DA AMAZÔNIA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE ELETROTÉCNICA E ENERGIA LABORATÓRIO DE SISTEMAS FOTOVOLTAICOS OBRIGADO PELA ATENÇÃO Roberto Zilles zilles@iee.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful