Você está na página 1de 13

Facebook: ferramentas

básicas para marketing e


publicidade na rede
O que é o Facebook?
Facebook é a maior rede social do mundo.
Atualmente, possui mais de 250 milhões de usuários.
Foi criado no início de 2004 como uma rede social da
Universidade Harvard. Foi sendo aberta aos poucos, e
hoje é um dos sites mais acessados no mundo.
Modelo de experimentação de tipos de publicidade
digital, o Facebook foi referência na criação de outras
redes sociais, como Orkut e Twitter.
Facebook no Brasil
O Facebook cresce a passos
enormes no país, já
ultrapassando 1 milhão de
usuários, ainda “de elite”:
os primeiros usuários
brasileiros foram os que
viajam e possuem contatos
no exterior.
Marketing e Publicidade no
Facebook
A comunicação de marcas, produtos e
serviços no Facebook passa por três
estratégias:
- Páginas (relacionamento e criação e
indexação de conteúdo)
- Anúncios Segmentados
- Aplicativos Sociais
Páginas
Páginas são uma espécie de perfil
especial mais apropriado a marcas,
produtos e personalidades.
Permite que os administradores e
fãs postem conteúdo novo ou
indexado de outras plataformas
(blogs, YouTube, Flickr, sites em
geral etc).
Barack Obama no Facebook
Barack Obama, na sua
vencedora campanha online,
utilizou o Facebook como um
de seus principais pontos de
interações com os cidadãos.
Chris Hughes, gestor da
campanha online, foi um dos
criadores do Facebook em
2004.
Fenômeno Michael Jackson
Como acontece em toda rede
social, a interação com
acontecimentos “offline” é
espantosa. Em 12 dias depois
de sua morte, a página de
Michael Jackson na rede
passou de 800 mil a 7
milhões de fãs.
Aplicativos Sociais
Aplicativos sociais são ferramentas desenvolvidas
por terceiros que podem ser disponibilizadas em
redes sociais (Orkut, Facebook, MySpace) para
utilização opcional pelos usuários.
De jogos a listagens de livros, o diferencial dos
aplicativos sociais é aproveitar as vantagens das
redes sociais, oferecendo um serviço atraente e
interativo que incentive o usuário a compartilhá-
lo com seus amigos.
São simples como hotsites, mas, por serem
integradas e acessadas dentro das próprias redes
sociais, se beneficiam deste espaço.
Whopper Sacrifice
O aplicativo dava um
sanduíche de graça para
quem “sacrificasse” (deletar)
dez amigos, com o conceito:
“Amizade é forte, mas o
Whooper é mais forte ainda”.
Mais de 82 mil usuários
totalizaram 233 mil sacrifícios
em 10 dias.
BuddyPoke!
O modelo de negócios dos
aplicativos sociais no
Facebook fez o BuddyPoke!
mudar também em outras
plataformas, como no Orkut.
Depois de ser disponibilizado
no Facebook, foi introduzida
a venda de moedas virtuais
para desbloqueio de ações
especiais nas outras redes
sociais em que atua.
Anúncios Segmentados
O Facebook possui uma plataforma
própria de anúncios, que guarda
algumas semelhanças com o
Adwords do Google, como a
mecânica dos leilões.
Entretanto, por possuir mais dados
sobre os usuários, pode exibir
anúncios que segmentam também
por: Sexo, Interesses, Idade,
Sexualidade, Educação, Local de
Trabalho etc.
Anúncios Segmentados
Posição dos
anúncios em
Página:
www.papercliq.com.br

PaperCliQ
contato@papercliq.com.br

Tarcízio Silva – diretor de mídias sociais


tarcizio.silva@papercliq.com.br