Você está na página 1de 33
DISCIPLINA: DIREITO ADMINISTRATIVO II Prof.ª M.Sc. ELLEN PATRÍCIA PANTOJA
DISCIPLINA: DIREITO ADMINISTRATIVO II Prof.ª M.Sc. ELLEN PATRÍCIA PANTOJA

DISCIPLINA: DIREITO ADMINISTRATIVO II Prof.ª M.Sc. ELLEN PATRÍCIA PANTOJA

DISCIPLINA: DIREITO ADMINISTRATIVO II Prof.ª M.Sc. ELLEN PATRÍCIA PANTOJA

2

PARTE I

Conceito, princípios e comissão de licitação

LICITAÇÃO: abordagem conceitual

Segundo Sayagues Laso,

“Licitação pode ser definida como um procedimento relativo ao modo de celebrar determinados contratos, cuja finalidade é a determinação da pessoa que ofereça à Administração condições mais vantajosas, após um convite a eventuais interessados para que formulem propostas, as quais serão submetidas a uma seleção”. (SAYAGUES LASO, La Licitación pública, 1978. p. 9.)

Odete Medauar entende que,

“Licitação, no ordenamento brasileiro, é processo administrativo em que a sucessão de fases e atos leva à indicação de quem vai celebrar contrato com a Administração. Visa, portanto, a selecionar quem vai contratar com a Administração, por oferecer proposta mais vantajosa ao interesse público. A decisão final do processo licitatório aponta o futuro contratado”. (MEDAUAR, Direito Administrativo Moderno, 1996. p. 205.)

Para Carlos Ari Sundfeld,

“Licitação é o procedimento administrativo destinado à escolha de pessoa a ser contratada pela Administração ou a ser beneficiada por ato administrativo singular, no qual são assegurados tanto o direito dos interessados à disputa como a seleção do beneficiário mais adequado ao interesse público”. (SUNDFELD, Licitação e Contrato Administrativo, 1994. p. 15.)

Na lição de Celso Antonio Bandeira de Mello,

“Licitação – em suma síntese é um certame que as entidades governamentais devem promover e no qual abrem disputa entre os interessados em com elas travar determinadas relações de conteúdo patrimonial, para escolher a proposta mais vantajosa às conveniências públicas. Estriba-se na idéia de competição, a ser travada isonomicamente entre os que preencham os atributos e aptidões necessários ao bom cumprimento das obrigações que se propõem assumir”. (MELLO, Curso de Direito Administrativo, 2004. p. 483.)

3

3 01 - QUESTÃO: Para que serve a licitação? Por que sua obrigatoriedade? Que aspectos devem

01 - QUESTÃO: Para que serve a licitação? Por que sua obrigatoriedade? Que aspectos devem ser considerados para a consecução dos seus objetivos?

LICITAÇÃO: princípios

Legalidade

Vinculação às normas legais. Só permite o que a lei faculta.

Impessoalidade

Na administração, não há vontade pessoal. Interesse público coletivo.

Moralidade

A moral Administrativa com a lei e com interesse coletivo. Pressuposto para a validade do ato administrativo.

Publicidade

Divulgação do edital, conhecimento de todos. Resultado de julgamento, contrato, todo ato Adm.

Vinculação ao edital

Lei interna da licitação Definição da regra do jogo

Julgamento objetivo

Forma clara, com parâmetros objetivos Evitar subjetividade

Sigilo apresentação das propostas

4

02 - Faça a análise dos casos abaixo apresentados e identifique quais princípios referentes à licitação foram violados.

CASO 01:

Em 1999, o Município de Resende Costa decidiu implantar em seu território o Plano de Saúde Familiar, consistente em visitas e atendimentos domiciliares por uma equipe de saúde, optando, porém, pela terceirização do serviço. Para a contratação de empresa especializada nessa área, instaurou-se processo licitatório, o qual foi realizado de forma a favorecer a empresa PSF RESENDE COSTA LTDA., constituída há pouco mais de 01 mês da data da implantação do referido Programa e pertencente à companheira do Prefeito Municipal. Apurou-se, inclusive, que a referida empresa foi criada, única e exclusivamente, para vencer a licitação, tanto que o número de profissionais que compõem o seu quadro funcional é idêntico ao exigido no edital de licitação e, além disso, a sua denominação social coincide exatamente com a do Programa de Saúde Familiar (PSF). Ademais, quando a referida empresa se registrou no cadastro de fornecedores do Município, sequer possuía a documentação necessária, eis que ainda não estava inscrita no Conselho Regional de Medicina e, portanto, faltava-lhe o certificado de inscrição e licenciamento para exercer a atividade. Se isso não bastasse, o Município decidiu ainda encerrar a etapa de apresentação de propostas antes de esgotado o prazo previsto no artigo 21 da Lei nº 8.666/93, inviabilizando a participação de outros eventuais interessados.

CASO 02:

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal reconheceu o direito de empresa que teve a sua proposta indevidamente desclassificada a ser indenizada pelo Banco do Brasil. Ao julgar a apelação 2000.01.1.097181-0, o TJDF manteve a sentença que condenara o Banco do Brasil a indenizar o licitante invalidamente desclassificado. Após a desclassificação de outro licitante, a empresa havia ficado com o menor preço na licitação. Porém, sem que houvesse previsão no edital, o Banco do Brasil exigiu a apresentação de amostra dos equipamentos que seriam objeto do futuro contrato. O exame dessa amostra foi produzido de forma sigilosa e sem que houvesse a possibilidade de participação dos licitantes (e da empresa que formulara o menor preço). A empresa veio a ser notificada apenas do resultado final da licitação, que indicou que sua amostra havia sido reprovada e que o objeto da licitação havia sido adjudicado a outra empresa. A empresa se opôs à posição do Banco do Brasil, que não adotou nenhuma providência, rejeitando o seu recurso administrativo.

5

03 - O § 1º, inciso I, do art. 3º, guarda simetria com o princípio da igualdade, pois proíbe

que um agente público, na elaboração de um edital, frustre a competitividade de uma licitação ao exigir requisitos que apenas uma licitante possa cumprir, afastando as demais. Desse modo, responda com base em um dos parágrafos do art. 30 da LL:

Poder-se-ia impugnar ato convocatório de determinada Prefeitura que instaurou licitação na modalidade tomada de preços, prevendo, em seu edital, um documento intitulado “Declaração de cumprimento do objeto nos últimos 06 (seis) meses?

04 - Determinada empresa participou de um certame numa prefeitura do Estado do Maranhão. Diante do pedido verbal de vistas dos autos do processo licitatório, a entidade determinou que o pleito fosse por escrito. O que o procurador da empresa poderia alegar para ter acesso aos autos sem tal solicitação por escrito?

05 - Com base nas noções gerais expostas no material elaborado pelo TCU, preencha o

quadro abaixo com as devidas informações acerca da licitação.

O que licitar

O que licitar

O que licitar
devidas informações acerca da licitação. O que licitar Quem deve licitar Procedimento inicial – ainda na
devidas informações acerca da licitação. O que licitar Quem deve licitar Procedimento inicial – ainda na
Quem deve licitar

Quem deve licitar

Quem deve licitar
acerca da licitação. O que licitar Quem deve licitar Procedimento inicial – ainda na fase interna
acerca da licitação. O que licitar Quem deve licitar Procedimento inicial – ainda na fase interna
Procedimento inicial – ainda na fase interna

Procedimento inicial ainda na fase interna

Procedimento inicial – ainda na fase interna
licitar Procedimento inicial – ainda na fase interna 06 - A natureza jurídica dos conselhos e
licitar Procedimento inicial – ainda na fase interna 06 - A natureza jurídica dos conselhos e

06 - A natureza jurídica dos conselhos e ordens de fiscalização profissional não pode ser

outra senão a de direito público. Para realizar função delegada pelo Estado de forma satisfatória e eficaz, devem, sem sombra de dúvidas, adotar o formato de autarquias, com as características próprias deste instituto, como imunidade de impostos sobre patrimônio,

6

renda e serviços; prescrição qüinqüenal de suas dívidas; execução fiscal de seus créditos; impenhorabilidade de seus bens e rendas; prazo em quádruplo para responder e em dobro para recorrer, entre outras. Nesse sentido, indaga-se: a Ordem dos Advogados do Brasil está sujeita aos ditames da Lei de Licitações?

LICITAÇÃO: COMISSÃO DE LICITAÇÃO

07 - Quem são os responsáveis pela licitação? De que modo eles são designados?

08 - Acerca da comissão de licitação, leia o texto abaixo e responda às questões:

licitação, leia o texto abaixo e responda às questões: II- no processar art. 38 da Lei

II- no processar art. 38 da Lei e julgar Federal as licitações, nº 8.666/1993; dispensas e inexigibilidade, respeitado o disposto no 2º, do art. 8º, da Lei Municipal nº 4.537/2005;

III- preparar as atas e relatórios circunstanciados de suas decisões;

IV- pronunciar-se sobre a aplicação de sanções e licitantes, fornecedores, prestadores de serviços e agentes públicos que praticarem atos em desacordo com os preceitos legais e regulamentares, pertinentes às licitações e contratos administrativos;

V- aprovar convênios e acordos de interesse da CPL;

VI- Realizar procedimentos licitatórios sob as modalidades concorrência, tomada de preço, leilão, concurso e pregão.

VII- Emitir pareceres que serão submetidos ao Presidente da Central Permanente de Licitação para homologação

Trata-se de que tipo de comissão de licitação? Como deverá ser constituída?

- Comissão Permanente de Licitação pode delegar competências de sua alçada para

7

outras unidades da Administração Pública?

09 - O que deverá ocorrer ao procedimento licitatório se, durante o mesmo, houver a

destituição da atual comissão e nomeação de outra?

Quem não pode participar de licitação?

O autor de projeto básico ou executivo, pessoa física

ou jurídica;

A empresa, isoladamente ou em consórcio,

responsável pela elaboração de projeto básico ou

executivo ou da qual o autor do projeto seja

dirigente, gerente, acionista ou detentor de mais de

5% do capital com direito a voto, ou controlador,

responsável técnico ou subcontratado;

O servidor ou dirigente de órgão ou entidade

contratante ou responsáveis pela licitação.

10 - O prefeito do município de Rosário-MA deseja saber se é possível funcionário público efetivo proprietário de uma loja de materiais de construção, fornecer através de compra direta produtos a municipalidade. Nesse sentido, responda à consulta do prefeito sobre a possibilidade de participação, em licitação pública, de empresa cujo sócio é funcionário público do ente licitante.

11 - Na cidade de Brejo/MA há um único posto de abastecimento de combustível, cujo

proprietário é o prefeito. Poderá o mesmo participar de licitação na cidade onde está situado?

8

PARTE II

Modalidades e Tipos de licitação

12 - Modalidade de licitação é o mesmo que tipo de licitação?

13 - Em relação às três principais modalidades de licitação preencha devidamente o quadro comparativo abaixo:

TOMADA DE MODALIDADE CONCORRÊNCIA CONVITE PREÇOS PARTICIPANTES HABILITAÇÃO OBJETO
TOMADA DE
MODALIDADE
CONCORRÊNCIA
CONVITE
PREÇOS
PARTICIPANTES
HABILITAÇÃO
OBJETO
o quadro comparativo abaixo: TOMADA DE MODALIDADE CONCORRÊNCIA CONVITE PREÇOS PARTICIPANTES HABILITAÇÃO OBJETO
o quadro comparativo abaixo: TOMADA DE MODALIDADE CONCORRÊNCIA CONVITE PREÇOS PARTICIPANTES HABILITAÇÃO OBJETO

9

Modalidades

Tomada de Convite Concorrência Preços
Tomada de
Convite
Concorrência
Preços
R$ 80.000,00 R$ 150.000,00
R$ 80.000,00
R$ 150.000,00
R$ 650.000,00 R$ 1.500.000,00
R$ 650.000,00
R$ 1.500.000,00
R$ 80.000,00 R$ 150.000,00 R$ 650.000,00 R$ 1.500.000,00 Compras e Serviços Obras e serviços de engenharia
R$ 80.000,00 R$ 150.000,00 R$ 650.000,00 R$ 1.500.000,00 Compras e Serviços Obras e serviços de engenharia
Compras e Serviços
Compras e
Serviços

Obras e serviços de

engenharia

14 - Ao proceder à licitação na modalidade convite, foi detectado pela comissão de

licitação que todas as propostas apresentadas foram consideradas inválidas. Qual o

procedimento a ser tomado?

15 - A que se destina a utilização do pregão como modalidade de licitação? Como se

caracteriza o seu procedimento?

16 - O que se entende por “bens e serviços comuns”?

17 - Como se dá a oferta de lances no pregão presencial e no pregão eletrônico?

10

18 - No que se refere à estimativa de valor da contratação, estabeleça a diferença entre:

a) preço médio:

b) preço estimado:

c) preço de mercado:

d) preço praticado:

e) preço registrado:

f) preço unitário:

g) preço global:

e) preço registrado: f) preço unitário: g) preço global: 19 - No que consiste o fracionamento

19 - No que consiste o fracionamento de despesa? Ele é permitido pela legislação brasileira?

LICITAÇÃO: TIPOS

11

TIPOS DE LICITAÇÃO

TIPO OBSERVAÇÃO
TIPO
OBSERVAÇÃO
Menor preço - será vencedor o licitante que apresentar a proposta de acordo com as

Menor preço - será vencedor o licitante que apresentar a proposta de acordo com as especificações do edital ou convite e ofertar o menor preço;

o licitante que apresentar a proposta de acordo com as especificações do edital ou convite e
Melhor técnica

Melhor técnica

Melhor técnica
Técnica e preço

Técnica e preço

Técnica e preço
Maior lance ou oferta – nos casos de alienação de bens ou concessão de direito

Maior lance ou oferta nos casos de alienação de bens ou concessão de direito real de uso.

Maior lance ou oferta – nos casos de alienação de bens ou concessão de direito real
Entre os licitantes considerados qualificados a classificação se dará pela ordem crescente dos preços propostos;

Entre os licitantes considerados qualificados a classificação se dará pela ordem crescente dos preços propostos;

Ex.: Obras de engenharia

considerados qualificados a classificação se dará pela ordem crescente dos preços propostos; Ex.: Obras de engenharia

Serão utilizados exclusivamente para serviços de natureza predominantemente intelectual, em especial na elaboração de projetos, cálculos, fiscalização, supervisão e gerenciamento e de engenharia consultiva em geral e, em particular, para a elaboração de estudos técnicos preliminares e projetos básicos e executivos, ressalvado o que concerne à contratação de bens e serviços de informática.

à contratação de bens e serviços de informática. 20 - “Melhor preço” é considerado tipo de
à contratação de bens e serviços de informática. 20 - “Melhor preço” é considerado tipo de
à contratação de bens e serviços de informática. 20 - “Melhor preço” é considerado tipo de

20 - “Melhor preço” é considerado tipo de licitação? Justifique.

12

PROCEDIMENTO PARA LICITAÇÕES DO TIPO

MELHOR TÉCNICA

- Deverá haver fixação do preço máximo que a Administração se propõe a pagar;

- Deverá haver fixação do preço máximo que a Administração se propõe a pagar;

- Deverá haver fixação do preço máximo que a Administração se propõe a pagar;
- Serão abertos os envelopes contendo as propostas técnicas exclusivamente dos licitantes previamente qualificados e

- Serão abertos os envelopes contendo as propostas técnicas exclusivamente dos

licitantes previamente qualificados e feita então a avaliação e classificação destas propostas de acordo com os critérios pertinentes e adequados ao objeto licitado,

definidos com clareza e objetividade no instrumento convocatório e que considerem a capacitação e a experiência do proponente, a qualidade técnica da proposta, compreendendo metodologia, organização, tecnologias e recursos materiais a serem utilizados nos trabalhos, e a qualificação das equipes técnicas a serem mobilizadas para a sua execução;

a serem utilizados nos trabalhos, e a qualificação das equipes técnicas a serem mobilizadas para a

- Uma vez classificadas as propostas técnicas, proceder-se-á à abertura das propostas de preço dos licitantes que tenham atingido a valorização mínima estabelecida no instrumento convocatório e à negociação das condições propostas, com a proponente melhor classificada, com base nos orçamentos detalhados apresentados e respectivos preços unitários e tendo como referência o limite representado pela proposta de menor preço entre os licitantes que obtiveram a valorização mínima;

- No caso de impasse na negociação anterior, procedimento idêntico será adotado, sucessivamente, com os

- No caso de impasse na negociação anterior, procedimento idêntico será adotado, sucessivamente, com os demais proponentes, pela ordem de classificação, até a consecução de acordo para a contratação;

com os demais proponentes, pela ordem de classificação, até a consecução de acordo para a contratação;

-

As propostas de preços serão devolvidas intactas aos licitantes que não forem

preliminarmente habilitados ou que não obtiverem a valorização mínima estabelecida para

a

proposta técnica.

Licitação Melhor Técnica aplicação

prática: contratação de consultor

O edital fixou a seguinte pontuação para técnica:

- Pós-Graduação

5 pontos

- Mestrado

10 pontos

- Doutorado

15 pontos

- Artigo técnico publicado

5 pontos

Além disso, determinou que a pontuação técnica

mínima seria equivalente a 10 pontos

Licitação Melhor Técnica aplicação

prática: contratação de consultor

Após

a

abertura

dos

envelopes

contendo

as

propostas técnica e de preço verificou-se que:

Consultor

Técnica

Preço

A

5 ptos

-

B

10 ptos

R$125.000

C

20 ptos

R$140.000

D

15 ptos

R$130.000

Defina a ordem de classificação das propostas

tendo por critério a melhor técnica e a negociação

dos preços ofertados.

13

Resposta:

PROCEDIMENTOS PARA LICITAÇÕES DO TIPO

TÉCNICA E PREÇO

- Serão abertos os envelopes contendo as propostas técnicas exclusivamente dos

licitantes previamente qualificados e feita então a avaliação e classificação destas propostas de acordo com os critérios pertinentes e adequados ao objeto licitado, definidos com clareza e objetividade no instrumento convocatório e que considerem a capacitação e a experiência do proponente, a qualidade técnica da proposta, compreendendo metodologia, organização, tecnologias e recursos materiais a serem utilizados nos trabalhos, e a qualificação das equipes técnicas a serem mobilizadas para a sua execução;

- Será feita a avaliação e a valorização das propostas de preços, de acordo com critérios objetivos preestabelecidos no instrumento convocatório;

valorização das propostas de preços , de acordo com critérios objetivos preestabelecidos no instrumento convocatório;

- A classificação dos proponentes far-se-á de acordo com a média ponderada das valorizações das propostas técnicas e de preço, de acordo com os pesos preestabelecidos no instrumento convocatório.

valorizações das propostas técnicas e de preço , de acordo com os pesos preestabelecidos no instrumento

Licitação Técnica e Preço aplicação

prática: contratação de consultor

O edital fixou a seguinte pontuação para técnica:

- Pós-Graduação

1 ponto

- Mestrado

3 pontos

- Doutorado

5 pontos

- Artigo técnico publicado

1 ponto

Exemplo de fórmula para determinação do

vencedor:

K = (0,6XPT) + (0,4XPP),

PT pontuação técnica PP pontuação preço

Resposta:

14

PARTE III

Fases da licitação

ETAPA

SIGNIFICADO

FASE INTERNA

Abertura

administrativo

do

processo

Autorização da deflagração do processo, com o estabelecimento do escopo da licitação

Pesquisa de mercado / orçamento

Estimativa de custo de aquisição do bem ou serviço pelo órgão, a fim de determinar a modalidade de licitação e aprovisionar recursos necessários

Elaboração do Edital ou Convite

Elaboração do ato convocatório contendo todas as regras da disputa e publicação para conhecimento geral

FASE EXTERNA

Entrega de documentos e propostas

Entrega dos documentos de habilitação das empresas e envelopes de preço (proposta comercial)

 

Análise

da

documentação

das

empresas,

com

eventual

Habilitação

inabilitação

de

participantes

e

lavratura

de

ata

com

as

empresas habilitadas

 

Julgamento e

Avaliação e comparação das propostas, com seleção da vencedora

classificação

Homologação

Ato pelo qual a autoridade competente declara o licitante vencedor

Adjudicação

Confirmação oficial da regularidade do processo licitatório, decretando seu encerramento

Contratação

Assinatura do contrato entre o órgão público e a empresa vencedora

15

Enumere em ordem crescente as respectivas etapas que compõem a fase interna do procedimento licitatório:

Aprovação da autoridade competente para início do processo licitatório, devidamente motivada e analisada sob a ótica da oportunidade, conveniência e relevância para o interesse público;

Aprovação do edital pelo jurídico.

Autuação do processo correspondente, que deverá ser protocolizado e numerado;

Definição da modalidade e do tipo de licitação a serem adotados.

Elaboração da especificação do objeto, de forma precisa, clara e sucinta, com base no projeto básico apresentado;

Elaboração de projeto básico, obrigatório em caso de obras e serviços;

Elaboração do projeto básico e, quando for o caso, o executivo;

Estimativa do valor da contratação, mediante comprovada pesquisa de mercado;

Indicação dos recursos orçamentários para fazer face à despesa;

Solicitação expressa do setor requisitante interessado, com indicação de sua necessidade;

Verificação da adequação orçamentária e financeira, em conformidade com a lei de Responsabilidade fiscal, quando for o caso;

Enumere em ordem crescente as respectivas etapas que compõem a fase externa do procedimento licitatório:

Abertura dos envelopes contendo as propostas dos concorrentes habilitados;

Concessão de prazo para recurso aos inabilitados;

Deliberação da autoridade competente quanto à homologação e adjudicação do objeto da licitação.

Devolução dos envelopes fechados aos concorrentes inabilitados, contendo as respectivas propostas;

Julgamento e classificação das propostas de acordo com os critérios de avaliação constantes do edital;

Publicidade do instrumento Convocatório;

Recebimento das propostas: abertura dos envelopes contendo a documentação relativa à habilitação dos concorrentes e sua apreciação;

16

PARTE IV

Requisitos do edital de licitação

21 - Considerando o edital de licitação abaixo apresentado, analise detalhadamente os itens que o integram, preenchendo o check list presente no Anexo deste material:

EDITAL DE LICITAÇÃO

Licitação na Modalidade CONVITE N.º 009/OG/2003.

Processo Administrativo n.º 2003.0.050.748.4

Objeto: Aquisição e instalação de armários embutidos, nos termos do ANEXO I Memorial Descritivo.

1.

PREÂMBULO

A OUVIDORIA GERAL DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO DA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO, TORNA

PÚBLICO, para conhecimento de quantos possam se interessar, que fará realizar licitação, na modalidade CONVITE, objetivando a Aquisição e instalação de armários embutidos nos termos do Anexo I Memorial Descritivo, para a sede da Ouvidoria Geral do Município de São Paulo que será processada e julgada nos termos da Lei Municipal n.º 13.278 de 07/01/02, regulamentada pelo Decreto n.º 41.772 de 08/03/02, alterado pelo Decreto 42.404 de 17/09/02 e da Lei nº 7329, de 11/07/69 e do Decreto nº . 41.305 de 29/10/01, bem assim em consonância com a Lei Federal n.º 8.666/93, com as alterações introduzidas pela Lei Federal n.º 8.883/94 e seguintes, demais normas complementares, disposições deste instrumento e dos ANEXOS, partes integrantes deste edital.

1.1. O envelope, contendo a documentação e a proposta, deverá ser protocolado até às 13:30 horas do dia 29 de setembro de 2003, na Seção de Atividades Complementares, Páteo do Colégio, n° 5 - 1º andar, Bairro Centro, sendo que a sessão de abertura do envelope iniciar-se-á às 14:00 horas do mesmo dia, na Secretaria Municipal dos Negócios Jurídicos, localizada no Pátio do Colégio, nº 5 5º andar.

OBSERVAÇÃO: Os interessados em participar do certame licitatório deverão observar rigorosamente o local e horário fixados para o protocolo do envelope, pois eventuais atrasos, ainda que mínimos, não serão tolerados. Em decorrência, recomenda-se que o envelope seja entregue nos dias precedentes ao da abertura do certame.

2. OBJETO

2.1. A presente licitação tem por objeto aquisição e instalação de armários embutidos, nos termos do ANEXO I Memorial Descritivo.

3. PARTICIPAÇÃO

3.1. Só poderão participar do presente certame os interessados previamente convidados e os que tiverem cadastro em vigor, em quaisquer órgãos ou entidades da administração direta e indireta municipal, estadual ou federal, em ramo de atividade pertinente e compatível com o objeto da presente licitação.

17

3.2. Será vedada a participação de empresas:

a) Em consórcio;

b) Sob processo de falência ou concordata;

c) Declaradas inidôneas por ato do Poder Público;

d) Enquadradas nas disposições do art. 9º da Lei Federal n.º 8.666/93.

3.3. Os participantes deverão ter pleno conhecimento dos elementos constantes deste edital, notadamente das condições gerais e particulares de seu objeto, não podendo invocar qualquer desconhecimento como elemento impeditivo da formulação da proposta e do integral cumprimento do contrato.

4. APRESENTAÇÃO DO ENVELOPE

4.1. ENVELOPE

Um único envelope, contendo a documentação e proposta deverá ser entregue fechado, indevassável e opaco com as seguintes indicações:

4.1.1. Nome do proponente;

4.1.2. Número do CONVITE;

4.1.3. Número do processo administrativo;

4.1.4. Data e hora da abertura da licitação.

4.2. PROPOSTA

4.2.1. A proposta, obrigatoriamente, deverá ser apresentada em 01(uma) via, conforme ANEXO II - PROPOSTA, preferentemente impressa em papel timbrado da proponente, com a descrição da oferta, integralmente digitada, datilografada ou manuscrita, sem emendas ou rasuras, contendo a razão social e endereço da empresa, bem como o respectivo carimbo do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica - CNPJ, datada, rubricada em todas as vias e assinada pelo representante legal da empresa, devidamente identificado com o nome, cargo, RG e CPF.

4.2.1.1. A proposta manuscrita deverá ser apresentada com letra legível.

4.2.2. A apresentação da proposta implica aceitação tácita de todas as cláusulas e termos deste edital.

4.2.3. Os preços ofertados devem ser equivalentes aos praticados pelo mercado na data da apresentação da proposta e expressos em moeda corrente no país, devendo neles estar incluídos todos os impostos, taxas, fretes, descontos e bonificações, excluídos quaisquer encargos financeiros agregados ao seu valor econômico.

4.2.3.1. Considera-se data da apresentação da proposta a data de abertura do certame.

4.2.4. A proposta deverá apresentar cotação de preços unitário e global, expressos em algarismos com duas casas decimais e por extenso.

18

4.2.6. Fica facultado à Comissão de Licitação, proceder diligências complementares visando comprovar a exeqüibilidade da proposta, podendo, para tanto, requerer esclarecimentos dos proponentes no prazo de 02 (dois) dias úteis, contados da publicação da intimação no Diário Oficial do Município.

4.3. DOCUMENTOS

4.3.1. O registro cadastral em vigor referido no item 3.1. deverá ser apresentado no original ou por qualquer processo de cópia autenticada, nos termos do subitem 4.3.5;

4.3.2. Os documentos comprobatórios da regularidade fiscal restringir-se-ão apenas aos que comprovem:

a. Prova de inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ);

b. Certificado de Regularidade do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço - FGTS, fornecido pela Caixa Econômica Federal;

c. Certidão atualizada de inexistência de débitos para com o Instituto Nacional de Seguro Social - CND;

d. Certidão Negativa de Débitos de Tributos e Contribuições Federais, emitida pela Secretaria da Receita Federal;

e. Certidão Quanto à Dívida Ativa da União, emitida pela Procuradoria da Fazenda Nacional;

f. Certidão Negativa de Débitos referentes a tributos mobiliários expedida pela Secretaria Municipal da Fazenda ou Finanças da sede da licitante;

g. Caso a licitante não esteja cadastrada como contribuinte neste Município (São Paulo), deverá apresentar a Declaração de Inexistência de Débito em relação à Prefeitura Municipal de São Paulo (ANEXO III);

h. Certidão de Regularidade para com a Fazenda Estadual do domicílio ou Sede da proponente, pertinente ao seu ramo de atividade e relativa aos tributos relacionados com o objeto licitado;

4.3.3.

A aceitação das certidões obtida via “INTERNET”, ficará se necessário condicionada à confirmação de sua validade pela Ouvidoria Geral do Município de São Paulo.

4.3.4.

Os documentos poderão ser apresentados no original ou por qualquer processo de cópia reprográfica autenticada por tabelião de notas ou por oficiais do Registro Civil das Pessoas Naturais, competentes por força da Lei Estadual nº 4.225, de 10/09/1984, em publicações de órgãos da imprensa na forma da lei ou por funcionário da Unidade que realizará a licitação;

4.3.4.1.

Nenhum documento será autenticado nas sessões de licitação, por membros da Comissão. No caso de apresentação de documentos originais, os mesmos serão anexados ao processo licitatório.

5. DA ABERTURA DO ENVELOPE E DO JULGAMENTO

5.1. Na sessão de abertura, as empresas poder-se-ão fazer representar por sócio, diretor, procurador, ou representante credenciado, na última hipótese, o Termo de Credenciamento (ANEXO IV) e, nas demais, o contrato social em vigor ou ata da Assembléia Geral da empresa ou, ainda, procuração, devidamente registrados.

5.1.1. A documentação mencionada no item acima deverá ser apresentada no início da sessão,

19

em separada do envelope contendo proposta e documentação.

5.2. A Comissão de Licitação realizará a abertura do envelope e examinará a proposta e os documentos apresentados, rubricando-os juntamente com os licitantes credenciados, sendo facultado aos participantes presentes o seu exame.

5.3. Será desclassificada a proposta apresentada em desacordo com este edital, com borrão, rasura, entrelinha, emenda, ressalva ou omissão, bem como a proposta com preço manifestamente inexeqüível, simbólico, irrisório, de valor zero, ou acima do preço praticado no mercado.

5.4. Serão desclassificadas as propostas que apresentarem preço baseado em outra(s) proposta(s), inclusive com o oferecimento de redução ou vantagem sobre a de menor valor.

5.5. A Comissão Julgadora procederá a classificação das propostas em ordem crescente de preços globais.

5.6. Procedida à classificação e verificada a absoluta igualdade de preços entre duas ou mais propostas, a Comissão Julgadora adotará sorteio para desempate, para o qual todos os licitantes serão convocados.

5.7. Será considerada vencedora a proposta detentora do MENOR VALOR GLOBAL OFERTADO, desde que atendidas todas as exigências deste edital.

6. DO PRAZO E LOCAL DE ENTREGA

6.1. O prazo de entrega e montagem para o mobiliário será de até 30 dias, a partir da data da retirada da Nota de Empenho

6.2. Os bens adquiridos deverão ser entregues e instalados na Av. São João, nº 473, Centro, São Paulo, 16° e 17° andares.

7. CONDIÇÕES DE CONTRATAÇÃO E AJUSTE

7.1. Com fundamento no artigo 60 e seguintes da Lei Federal 8.666/93, e alterações da Lei nº 8.883/94, combinado com a Lei Municipal nº 13.278/02, as obrigações decorrentes desta licitação, consubstanciar-se-ão no instrumento de contrato cuja minuta integra o presente Edital (ANEXO V);

7.2. A adjudicatária será convocada, mediante ato publicado, no Diário Oficial do Município de São Paulo, a firmar o contrato no prazo máximo de 03 (três) dias úteis contados da referida publicação;

7.3. A assinatura do termo de contrato deverá ser efetuada pelo representante legal da empresa adjudicatária, de acordo com o estatuto social desta;

7.4. No ato da assinatura do contrato a adjudicatária deverá:

7.4.1. Recolher os preços públicos, de acordo com o Decreto Municipal vigente à época da celebração do contrato;

7.5. Havendo recusa da adjudicatária em formalizar o ajuste, é facultado à Administração convocar os licitantes remanescentes, respeitada a ordem de classificação, para fazê-lo em igual prazo e condições, sem prejuízo das sanções cabíveis;

7.6. Por ocasião do ajuste, se vencida qualquer das certidões exigidas neste Edital, deverá o adjudicatário reapresentá-las;

20

8. CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

8.1. O pagamento será efetuado no Departamento do Tesouro, ou, a critério da Secretaria das Finanças e Desenvolvimento Econômico, por crédito em conta corrente da empresa, em banco a ser determinado por aquele órgão no prazo de 30 (trinta) dias a contar da data em que for atestada a efetiva entrega e instalação do produto.

8.1.2 Nenhum pagamento isentará a contratada da responsabilidade pelos serviços executados ou implicará em sua aceitação.

8.1.3. A Administração rejeitará, no todo ou em parte, serviços em desacordo com o contrato, podendo, entretanto, recebê-los, justificadamente, desde que lhe convenha, com o abatimento de preço que couber.

9. PENALIDADES

9.1. A recusa injustificada da adjudicatária em firmar o ajuste, dentro do prazo estabelecido neste Edital, implicará a aplicação de multa de 10% (dez por cento) do valor contratual.

9.2. Pela inexecução total ou parcial do ajuste, a Administração poderá aplicar à Contratada as seguintes penalidades, sem prejuízo das demais sanções legalmente estabelecidas:

9.2.1. Multa de 0,5% (meio por cento) sobre o valor mensal do ajuste, por descumprimento de quaisquer obrigações.

9.2.2. Multa de 10% (dez por cento) do valor correspondente à parte não executada, em caso de inexecução parcial.

9.2.3. Multa de 10% (dez por cento) do valor total do ajuste, em caso de inexecução total.

9.3. As multas são independentes e a aplicação de uma não exclui a de outras.

9.4. As penalidades serão aplicadas sem prejuízo das demais sanções, administrativas ou penais, previstas na Lei Federal 8.666/93 e na Lei Municipal 13.278/2002.

9.5. Caso os serviços prestados não correspondam às especificações exigidas na presente licitação, a contratada deverá adequá-los àquelas, no prazo estabelecido pela Fiscalização, sob pena de aplicação da penalidade cominada para a hipótese de inexecução total.

9.6. No caso de troca ou reposição dos objetos, a Contratada assumirá também a responsabilidade pelos custos de transporte, carga, descarga e instalação.

10. IMPUGNAÇÕES AO EDITAL RECURSOS

10.1. Qualquer impugnação aos termos do presente edital deverá ser protocolada de acordo com o disposto no subitem 10.3, no prazo previsto nos parágrafos 1º e 2º do artigo 41 da Lei Federal n. º 8.666/93 com as alterações introduzidas pela Lei Federal n. º 8.883/94 e seguintes.

10.2. Das decisões da Comissão Julgadora da Licitação, caberá recurso, nos termos do estabelecido no artigo 109 da Lei Federal n. º 8.666/93, observados os prazos ali fixados.

10.3. Eventuais impugnações ao edital ou recursos contra as decisões da Comissão deverão ser dirigidos à Assessoria Administrativa e protocolizados nos dias úteis das 10:00 às 19:00 horas, na Ouvidoria Geral do Município, com sede na Avenida São João, 473 - 17º andar - Centro.

10.3.1. De acordo com determinação contida no item 4 da Portaria 18/OG/2003, no ato da autuação é obrigatório à apresentação de CPF ou RG para pessoas físicas e CGC ou CNPJ para pessoas jurídicas (documento original ou cópia autenticada).

21

autuadas, devendo ser entregues, pessoalmente, na Secretaria da Comissão.

11. INFORMAÇÕES

11.1. As informações relativas à presente licitação poderão ser obtidas como segue:

11.1.1. QUESTÕES TÉCNICAS E JURÍDICAS: deverão ser formuladas por escrito à Comissão Julgadora e apresentadas na Assessoria Administrativa , na Avenida São João, 473 - 17ºandar - Centro, até 02 (dois) dias úteis daquele marcado para a abertura do certame.

11.2. Com base no parágrafo 3º do artigo 43, da Lei Federal n. º 8.666/93, é facultada à Comissão Julgadora ou autoridade superior, em qualquer fase da licitação, a promoção de diligência destinada a esclarecer ou a complementar a instrução do processo.

11.3. No ato do recebimento, deverá a interessada verificar seu conteúdo, não sendo admitidas reclamações posteriores sobre eventuais omissões.

DISPOSIÇÕES GERAIS

A Comissão Permanente de Licitação - CPL - do pleito foi constituída nos termos da Portaria n.º 18/OG/2003.

A Administração Municipal se reserva o direito de, a qualquer tempo e a seu exclusivo critério, por despacho motivado, adiar, desistir ou revogar a presente licitação, sem que isso represente motivo para que as empresas participantes pleiteiem qualquer tipo de indenização.

Para solucionar quaisquer questões oriundas desta licitação é competente, por força de lei, o Foro da Fazenda Pública da Comarca de São Paulo, observadas as disposições constantes do § 6º do artigo 32 da Lei Federal n.º 8.666/93.

São Paulo,

de setembro de 2003.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ANEXO I

Memorial Descritivo

08

ANEXO II

Impresso Modelo Proposta

09

ANEXO III

Declaração de Inexistência de Débitos

10

ANEXO IV

Termo de Credenciamento

11

ANEXO V

Minuta do Contrato

12

22

PUBLICIDADE DO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO

Publicação de aviso com resumo do edital, no mínimo 01 vez no D.O e em jornal de grande circulação;

Convite basta afixar aviso em quadro do próprio órgão.

01 vez no D.O e em jornal de grande circulação;  Convite – basta afixar aviso

23

Antecedência Mínima

   

Empreitada integral Melhor técnica/ Técnica e preço

45 dias

Concorrência

30

dias

Demais casos

 

30

dias

Melhor técnica/ Técnica e preço

Tomada de Preços

15

dias

Demais casos

Convite

05

dias úteis

Concurso

45

dias

Leilão

15

dias

Pregão

08

dias úteis

Regime de execução

dias úteis Concurso 45 dias Leilão 15 dias Pregão 08 dias úteis Regime de execução

24

PARTE V Recursos Administrativos

CONCEITO

ODETE MEDAUAR:

Pedido de reexame de uma decisão da Administração;

Corre inteiramente no âmbito da Administração;

Solução de controvérsia sem necessidade da via judicial;

Desencadeia o controle interno quanto à legalidade e mérito das decisões.

TIPOS

  

Recurso

Representação

Pedido de reconsideração

I O Recurso Propriamente Dito

Prazo para interposição: 05 dias úteis; 02 dias úteis em Convite. Contados

a partir da ciência do ocorrido ou através da intimação dos atos.

Hipóteses de admissibilidade:

1. Habilitação/inabilitação de licitantes;

2. Julgamento das propostas (classificação/desclassificação);

3. Anulação ou revogação da licitação;

4. Registro cadastral (contra indeferimento da sua inscrição, alteração ou

cancelamento);

5. Rescisão unilateral do contrato pela Administração;

6. Sanções administrativas (advertência, suspensão temporária ou multa).

II Representação

25

Prazo para interposição: 05 dias úteis; 02 dias úteis em Convite. Contados

a partir da intimação da decisão (leia-se publicação na imprensa oficial).

Hipóteses de admissibilidade:

Dá-se, via de regra, apenas nos casos da intimação de decisão relacionada

com o objeto da licitação ou do contrato, e desde que não caiba recurso hierárquico. Exemplos:

- se a autoridade superior (ordenador primário do órgão) resolve anular um

certame em face do objeto mal definido (decisão relacionada com o objeto);

- se a comissão de recebimento do objeto, aceitar da vencedora do certame um produto um tanto quanto similar e não com todas as especificações previstas no edital (objeto do contrato).

III Pedido de Reconsideração

Prazo para interposição: 10 dias úteis contados a partir da intimação do ato. Hipótese de admissibilidade:

Aplicação da pena de declaração de inidoneidade (art. 87 da LL) para licitar ou contratar com a Administração. Requisitos:

- reabilitação do infrator perante a própria autoridade que praticou o ato

punitivo; - vício constatado no processo administrativo que ensejou tal penalidade.

IV - Impugnação de edital

Cidadão: até 05 dias úteis antes da licitação;

Licitante: até 02 dias úteis antes da licitação.

26

TRÂMITE PROCESSUAL DOS RECURSOS ADMINISTRATIVOS

1. Prazo de 05 dias úteis (ou 02, se Convite) para endereçar o recurso à autoridade superior, através da que praticou o ato (presidente da comissão) cuja decisão se ataca;

2. Prazo de 05 dias úteis para a impugnação dos recursos;

3. Prazo de 05 dias úteis para essa autoridade reconsiderar ou não sua decisão;

4. Se não houver a reconsideração, o presidente da comissão deve encaminhar os autos à autoridade superior;

5. A autoridade superior terá prazo de 05 dias para se manifestar, sob pena de responsabilidade.

de 05 dias para se manifestar, sob pena de responsabilidade. Análise de questões práticas Conforme as

Análise de questões práticas

Conforme as situações abaixo listadas, identifique o tipo de recurso administrativo cabível em certames licitatórios, com seus respectivos efeitos (suspensivo ou devolutivo), bem como respectivo prazo de interposição:

1. Decisão

no

procedimento licitatório, modalidade Concorrência, em virtude de “capacidade

técnica não atendida”.

de

comissão

licitante

que

acabou

por

inabilitar

a

empresa

X

Recurso cabível:

Efeito:

Prazo de interposição:

27

2. Empresa licitante que possui interesse em participar do Certame. Todavia, entende que a conjugação de serviços diversos no objeto, quais sejam assistência especializada, técnica e operacional, viola o princípio da ampla competitividade, uma vez que restringe de sobremaneira o numero de participantes na licitação.

Recurso cabível:

Efeito:

Prazo de interposição:

3. Licitação feita pela Administração para aquisição de licenças, e posterior constatação de que o objeto não estava precisamente definido, nos termos dos arts. 7º, § 4º, 8º, 14 e 55, I, da Lei nº 8.666/93;

Recurso cabível:

Efeito:

Prazo de interposição:

4. Empresa PLM Construções e Comércio foi declarada inidônea diante da constatação de fraude à licitação, por participar voluntariamente de espécie de acerto ou conluio com os demais licitantes.

Recurso cabível:

Efeito:

Prazo de interposição:

5. Comissão de recebimento do objeto, que aceita da vencedora do certame um produto um tanto quanto similar e não com todas as especificações previstas no edital.

Recurso cabível:

Efeito:

Prazo de interposição:

6. Comissão que indefere inscrição de empresa em Registro Cadastral, para participação em licitação na modalidade Convite.

Recurso cabível:

Efeito:

Prazo de interposição:

7. Decisão de órgão que impõe multa administrativa a empresa contratada em processo de licitação feito na modalidade Tomada de Preço.

Recurso cabível:

28

Efeito:

Prazo de interposição:

8. Comissão que desclassifica proposta técnica de empresa licitante na modalidade Concorrência. Recurso cabível:

Efeito:

Prazo de interposição:

29

PARTE VI Contratação Direta

É aquela realizada sem licitação, em situações excepcionais, expressamente previstas em lei;29 PARTE VI Contratação Direta O administrador deve ser cauteloso ao decidir-se pela contratação direta, pois

em situações excepcionais, expressamente previstas em lei; O administrador deve ser cauteloso ao decidir-se pela

O administrador deve ser cauteloso ao decidir-se pela contratação direta, pois a Lei de Licitações considerará ilícito penal dispensar ou inexigir licitação fora das hipóteses descritas em lei, ou deixar de observar as formalidades pertinentes!em situações excepcionais, expressamente previstas em lei; Licitação Dispensável – art. 24 Hipóteses que a Lei

Licitação Dispensável art. 24

Hipóteses que a Lei admite que a Administração contrate sem licitação, mesmo quando há possibilidade de competição.as formalidades pertinentes! Licitação Dispensável – art. 24 Atenção para os incisos I e II do

Atenção para os incisos I e II do art. 24 da LL:que a Lei admite que a Administração contrate sem licitação, mesmo quando há possibilidade de competição.

30

VALORES ATUAIS QUE DISPENSAM LICITAÇÃO

Obras e serviços de engenharia

Até R$ 15.000,00

Compras e outros serviços

Até R$ 8.000,00

Quando a contratação for efetuada por sociedades de economia mista e empresas públicas, além de autarquias e fundações qualificadas como agências executivas

Obras e serviços de engenharia

Até R$ 30.000,00

Compras e outros serviços

Até R$ 16.000,00

Compras e outros serviços Até R$ 16.000,00 O valor relativo à estimativa da despesa deve corresponder

O valor relativo à estimativa da despesa deve corresponder ao total da compra ou do serviço.

Hipóteses de maior destaque:

Emergência ou calamidade pública (inciso IV); Proposta com preço superior ao praticado no mercado (inciso VII);

Contratação de remanescente de obra, serviço ou fornecimento (inciso IX);

Aquisição de hortifrutigranjeiros, pão e outros gêneros perecíveis (inciso XII);

Na contratação de instituição brasileira incumbida regimental ou estatutariamente da pesquisa, do ensino ou do desenvolvimento institucional, ou de instituição dedicada à recuperação social do preso, desde que a contratada detenha inquestionável reputação ético- profissional e não tenha fins lucrativos (inciso XIII); Aquisição de componentes ou peças necessárias à manutenção de equipamentos, durante o período de garantia (inciso XVII);

Contratação de associação de portadores de deficiência física (XX);

Contratação de fornecimento ou suprimento de energia elétrica (inciso

XXII); Celebração de contraltos de prestação de serviços com organizações sociais, qualificadas no âmbito das respectivas esferas de governo, para atividades contempladas no contrato de gestão (inciso XXIV).

Licitação Dispensada art. 17

31

A Lei de Licitações desobriga expressamente a Administração do dever de licitar;Licitação Dispensada – art. 17 31 Ex.: alienações de bens móveis e imóveis definidas no art.

Ex.: alienações de bens móveis e imóveis definidas no art. 17, I, II,§2º e §4º da Lei 8.666/93.expressamente a Administração do dever de licitar; Inexgibilidade de licitação – art. 25 é

Inexgibilidade de licitação art. 25

é

desnecessária.

A

licitação

impossível

pela

inviabilidade

de

competição

ou

Aquisição de materiais, equipamentos ou gêneros que só possam ser fornecidos por produtor, empresa ou representante comercial exclusivo, vedada a referência de marca;impossível pela inviabilidade de competição ou Contratação de serviços técnicos de natureza singular,

Contratação de serviços técnicos de natureza singular, com profissionais ou empresas de notória especialização, vedada a inexigibilidade para serviços de publicidade e divulgação;comercial exclusivo, vedada a referência de marca; Contratação de profissional de qualquer setor artístico,

Contratação de profissional de qualquer setor artístico, diretamente ou através de empresário exclusivo, desde que consagrado pela crítica especializada ou pela opinião pública.ou empresas de notória especialização, vedada a inexigibilidade para serviços de publicidade e divulgação;

32

Análise de casos: verifique se as situações abaixo ensejam contratação por inexigibilidade de licitação ou não

CASO 1:

A Administração necessita adquirir tratores da marca CATTERP, modelo A,

pois somente esse modelo consegue, em razão da potência, abrir estradas na floresta amazônica. Só a fabricante do trator comercializa o produto.

CASO 2:

A Administração necessita substituir o motor de um carro, marca Veloz. Somente o motor fabricado pela Veloz é capaz de fazer o carro funcionar. Todas as concessionárias da fabricante comercializam o produto.

CASO 3:

A Administração necessita substituir peças de sua central telefônica, marca

XYZ. Peças de outras marcas são compatíveis com a central.

CASO 4:

A Administração necessita contratar um artista para animar os festejos do

aniversário da cidade. Opta por contratar o cantor ABC.

33

REFERÊNCIA

ALEXANDRINO, Marcelo; PAULO, Vicente. Direito administrativo. 12ª ed. Rio de Janeiro:

Impetus, 2006.

BRASIL. Tribunal de Contas da União. Licitações e contratos: orientações básicas. 3ª ed., revista, atualizada e ampliada. Brasília: TCU, Secretaria de Controle Interno, 2006. 409 p

CARVALHO Filho, José dos Santos. Manual de Direito Administrativo. 17ª ed. Rio de Janeiro:

Lumen Júris, 2007.

DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito administrativo. 19ª ed. São Paulo: Atlas, 2006.

GASPARINI, Diógenes. Direito administrativo. 11ª ed. São Paulo: Saraiva, 2006.

JUSTEN Filho Marçal. Comentários à lei das licitações e contratos administrativos. 11ª ed. São Paulo: Dialética, 2005.

MEDAUAR, Odete. 10ª ed. Direito administrativo moderno. São Paulo: RT, 2006.

MEIRELLES, Hely Lopes. Licitação e contrato administrativo. 14ª ed. São Paulo: Malheiros,

2006.

MELLO, Celso Antônio Bandeira de. Curso de direito administrativo. 21ª ed. São Paulo:

Malheiros, 2006.

MOTTA, Carlos Pinto Coelho. Eficácia nas licitações Rey, 2005.

e contratos. 10ª ed. Belo Horizonte: Del