Você está na página 1de 6

CEFET-MG 1/6

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS


Lab. CICUITOS ELETRICOS 2 ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Celio s. Vieira, Euler

LEVANTAMENTO DA CURVA DE MAGNETIZAÇÃO: saturação magnética


1 - Objetivos: Levantar a curva de magnetização В x H
Representar graficamente a curva В x H.
Analisar a curva de magnetização В x H.
Analisar co circuito magnético.
Analisar a Curva da Função de Transferência de Tensão.
Conhecer o princípio de funcionamento do transformador.

2 - Procedimentos: A figura 1 representa o circuito magnético, onde o núcleo possui


uma secção transversal (A) e comprimento médio (L). Duas bobinas, cada uma possui um
numero de espiras (N1) e (N2).

Figura 1 – representação do circuito magnético

Pede-se:
a) medir a área da secção transversal do núcleo de ferro (A) em metros quadrados (m2).
b) medir o comprimento médio (L) do núcleo em metro (m).

Figura 2 - diagrama de montagem.

Dados: N1 = N2 = 250 espiras, operando na freqüência de rede de energia 60 Hertz,

3 - Montagem: Montar o circuito representado na figura 2.


a) Atuando no variador de tensão, Varivolt, preencher a tabela I, anotando as leituras;
das tensões Tensão Primaria VP e secundária VS e a corrente do primário e Ip.

b) Utilizando os dados da tabela I e as formulas do Anexo II, preencha a tabela II.


CEFET-MG 2/6
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. CICUITOS ELETRICOS 2 ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Celio s. Vieira, Euler

Corrente VP - Tensão VS - Tensão H(A/m) B (T)


(A) Primaria (V) Secundária(V) (Ni/l)
0,0
0.1
0.2
0,3
0,4
0,5
0,6
0,7
0,8
0,9
1,0
1,5
2,0
2,5
3,0
3,5
4,0
4,5
5,0
6,0
7,0
8,0
Tabela I tabela II

c) Com os dados da tabela II, Traçar o gráfico В x H.


d) Com os dados da tabela I, Traçar o gráfico Vp x Vs, Observação: Este tipo de
gráfico é chamado de Curva da Função de Transferência de Tensão,

4 – Questionamentos, Resultados e Conclusões:


1. No gráfico В x H
a) Determine uma faixa ou uma região linear do gráfico em que as grandezas В x H
guardam entre se uma relação linear, ou aproximadamente linear, e outra faixa ou
região onde o gráfico tende a uma saturação.

b) Qual o significado físico da inclinação do gráfico?

c) Para cada uma das duas faixas ou regiões do item (1.a), escolha um ponto ou
procure uma media e determine o valor da inclinação do gráfico?

d) Compare o gráfico В x H traçado por você com o mostrado no Anexo III, Curva
normal de magnetização para três materiais ferromagnéticos, e determine qual
material foi utilizado como núcleo da montagem?
CEFET-MG 3/6
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. CICUITOS ELETRICOS 2 ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Celio s. Vieira, Euler

2. No gráfico Vp x Vs, curva ou de Função de Transferência de Tensão:

a) Determine uma faixa ou uma região linear do gráfico em que as grandezas V p x Vs


guardam entre se uma relação linear, ou aproximadamente linear, e outra faixa ou
região onde o gráfico tende a uma saturação,
b) Qual o significado físico da inclinação do gráfico?

c) Para cada uma das duas faixas ou regiões do item (2.a), escolha um ponto ou
procure uma media e determine o valor da inclinação do gráfico?

d) Para este sistema elétrico da montagem, determine qual a maior tensão que pode
ser obtida no secundário (VS).

Anexo I – ANALOGIA ENTRE GRANDEZAS ELÉTRICAS E MAGNETICAS.

Anexo II – FORMULARIO
es =Vs =4, 44. f . N s .B. A

F⁄

F=

B = µ .Η

R
CEFET-MG 4/6
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. CICUITOS ELETRICOS 2 ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Celio s. Vieira, Euler

ANEXO III – CURVA NORMAL DE MAGNETIZAÇÃO.

Anexo III – PARAMETROS MAGNEICOS.

Anexo III – ALFABETO GREGO UTILIZAÇÃO E DESIGNAÇÃO.


CEFET-MG 5/6
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. CICUITOS ELETRICOS 2 ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Celio s. Vieira, Euler

CIRCUITOS MAGNÉTICOS COM ENTREFERRO


1) - Objetivos: Analisar a curva de magnetização В x H.
Analisar o circuito magnético.
Conhecer o princípio de funcionamento do transformador.
Comparar os circuitos magnéticos com e sem entreferro

2) - Procedimentos: Considerando o circuito magnético sem entreferro da aula anterior.


Para a corrente para induzir uma tensão de 80V no secundário do transformador,
determine:
a) A força magneto motriz (F =

b) A permeabilidade do núcleo (µ) nesta região de operação.

c) O fluxo magnético (ϕ), nesta região de operação.

d) A relutância (ℜ) do núcleo nesta região de operação.

e) A corrente necessária para gerar o fluxo do item 'c'

Considerando o circuito magnético com entreferro, pede-se:


a) A relutância do entreferro, (espessura = 2 mm e área idêntica a do núcleo do ferro).

b) A relutância total ( ℜ T )

c) A corrente necessária para gerar o fluxo magnético do item 1 'c', porém com o
circuito magnético com entreferro.
CEFET-MG 6/6
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. CICUITOS ELETRICOS 2 ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Celio s. Vieira, Euler

3) - Montagem: Montar o circuito magnético com entreferro representado na figura 1.


a) Atuando no variador de tensão, Varivolt, preencher a tabela 1, anotando as leituras;
da corrente do primário e Ip e a tensão do secundário VS.

Figura 2 - diagrama de montagem.

Ip(A) Vp (V) Vs (V)


0,6
0,8
0,9
1,0
1,2
Tabela I – circuito com Entreferro

Com os dados da tabela I da aula anterior, circuito sem Entreferro, preencha a tabela II
Ip(A) Vp (V) Vs (V)
0,6
0,8
0,9
1,0
1,2
Tabela II – circuito sem entreferro

4) Resultados e Conclusões:
Compare e analise as duas tabelas e explique as divergências nos valores das duas tabelas.