Rabinos que creram em Yeshua

Ao longo dos séculos CENTENAS de rabinos chegaram à conclusão de que Yeshua é de fato o tão aguardado Messias judeu. Pode ser fácil descartar esta realidade e dizer algo como, “Bem, eles eram apenas ignorantes.” Mas e quanto aos rabinos cultos e respeitados que creram em Yeshua? Certamente não poderiam ser quaisquer gedolim (grandes homens) que iriam acreditar em tal absurdo, certo? Grandes rabinos que creram: Rabino Ignác (Isaac) Lichtenstein (rabino chefe, Região Norte da Hungria) Rav Lichtenstein (1824-1909) serviu 40 anos como rabino chefe na Região Norte da Hungria. Ele era uma autoridade respeitada e no final de sua vida chegou à conclusão de que Yeshua é o Messias. O rabino Lichtenstain sofreu muito por sua convicção. Ele escreveu vários folhetos argumentando que a fé em Yeshua é compatível com o Judaísmo. Eventualmente, a pressão da comunidade o forçou a sair de sua posição como rabino da região, mas ele nunca aceitou o batismo cristão nem o sistema pagão do cristianismo. Ele jamais se uniu a nenhuma ‘igreja’. Mais tarde na vida, ele escreveu em duas cartas: O que eu realmente desejo: “Eu pensava que a Brit Ha'dashá (novo testamento'') era impuro, uma fonte de orgulho, de presunçoso egoísmo, de ódio, do pior tipo de violência, mas ao abri-lo, senti-me particular e maravilhosamente envolvido. A alegria repentina, uma luz, passou pela minha alma.” “Eu olhei para os espinhos e rosas reunidas e descobri pérolas em vez de seixos, em vez de ódio o amor, em vez de vingança o perdão, em vez de servidão a liberdade, em vez do orgulho a humildade, em vez de inimizade a conciliação, em vez da morte a vida, a salvação, a ressurreição, um tesouro celestial. “. Rabino Daniel Tzion - Rabino chefe da Bulgária Rabino Daniel Zion (1883-1979) foi o Rabino-Chefe da Bulgária que salvou sua comunidade do nazismo e os trouxe a Israel. Quando ele faleceu em 1979, aos 96 anos de idade, a comunidade judaica da Bulgária em Israel deu-lhe um enterro com honras militares e honrarias de estado. Seu caixão ficou no centro de Jaffa com uma guarda militar, e ao meio-dia foi carregado por homens para o cemitério em Holon. Ele foi enterrado como o Rabino-Chefe de Judeus búlgaros o qual os salvou do Holocausto nazista. Rabino Daniel Zion também acreditava que Yeshua era o Messias e sofreu muito por sua convicção. (os ensinos e o testemunho de vida do rabino Zion continuam a impactar a vida de milhares de pessoas, judeus e não-judeus ao redor do mundo, graças ao trabalho de seus alunos (talmidim), como Joseph Shulam (co-fundador do Ministério Ensinando de Sião – Brasil). Rabino Israel Zolli Rabino Israel Zolli (1881-1956) foi o ex-Rabino Chefe de Roma que ajudou a salvar 4.000 judeus romanos quando os nazistas entraram em Roma, em 1943. Zolli serviu 35 anos como Rabino-Chefe de Trieste (Itália). Depois da guerra, Rav Zolli fez uma confissão pública de fé em 1945 e foi forçado a sair de sua posição. No entanto, quando perguntado se ele acreditava que o Messias já teria vindo, ele disse: “Sim, positivamente. Eu acreditei nisso há muitos anos. E agora estou tão firmemente convencido da verdade que eu posso enfrentar o mundo todo e defender a minha fé com a certeza e solidez das montanhas que Yeshua é de fato, o Messias tão esperado em Israel.” Líderes judaicos o chamaram de herege, o excomungaram, proclamaram um jejum durante vários dias em expiação por sua “traição”, e lamentaram-no como um morto.

convenceu muitos outros judeus a considerarem o verdadeiro Yeshua. Slostowski teve um encontro milagroso ao ler a Brit Ha'dashá (Novo Testamento) em hebraico que o convenceu de que Yeshua era o Messias judeu. mas dentro de dois meses ele já não poderia mais fazêlo.o Sábio do Talmud Rabino Daniel Landsmann (1836-1896) foi um alfaiate de Jerusalém e estudioso do Talmud que se tornou crente em Yeshua. em 1935. superintendentes de justiça. onde foi nomeado Secretário do Rabinato Chefe de Jerusalém. uma resposta à famosa obra ‘anti-Yeshua’. Sua perspectiva sobre Yeshua começou a mudar quando ele encontrou na rua uma página em hebraico arrancada de um livro. Ele amou o que leu. O pai de Ephraim foi um rabino em Tiberíades. que são especialmente encarregados dos . em 1863. e escreveu um comentário todo em hebraico da Brit Ha'dashá (novo testamento). Sua obra mais popular foi: Toldot Yeshua. O próprio Chacham Ephraim se tornou respeitado e honrado por judeus e árabes. Rav Slostowski recebeu a s’micha (ordenação) aos 17 anos de idade e se tornou um grande ‘gadol’ servindo congregações na Polônia. e confessou abertamente Yeshua como o Messias e se demitiu do cargo em Tel Aviv. Slostowski mudou-se para Tel Aviv para ensinar Talmud. Daniel Landsmann . um grupo de fanáticos tentou prendê-lo ao chão com pregos em suas mãos. Rabino Nathaniel Firedman O rabino Nathaniel Friedmann foi enviado da Rússia para ganhar de volta Landsmann (acima) ao judaísmo. ele se tornou um discípulo de Yeshua de Nazaré. incluindo o ensino no seminário rabínico em Lodz. Suas discussões com Landsmann resultaram em Friedmann vindo a acreditar no Messianidade de Yeshua também. Ele tentou manter sua convicção em silêncio. e outro tentou enterrá-lo vivo. um homem de liderança na comunidade judaica de língua árabe. com uma riqueza de conhecimento talmúdico e um espírito humilde. Ele serviu no Judaicum Delitzschianum Institutum na Alemanha como professor de ciência rabínica e escreveu vários livros e comentários em hebraico. Enquanto na Yeshiva. e recebeu um lugar de liderança na comunidade. apesar da perseguição constante. Ele quase foi morto por seu próprio povo. Ele foi convidado a vir para Israel pelo ex-rabino chefe de Israel. Ele continuou a proclamar publicamente que Yeshua é o Messias. ‘Toldot Yeshu’. o qual não aceitou que alguém tão bem educado na tradição judaica pudesse acreditar que Yeshua é o Messias. incluindo refutações de obras antimissionárias. Ele se tornou uma autoridade em Kashrut. Ele também trabalhou na revisão da Brit Ha'dashá em hebraico de Franz Delitzsch. ele começou a pensar diferentemente sobre Yeshua.Rabino Chil Slostowski Um descendente de ilustre estirpe de rabinos. Mas ele não se intimidou por sua emunah (fé). Após a morte de Rav Kook. tornando-se um dos dayanim. sua esposa o deixou. Rabino Yechiel Tzvi Lichtenstein Autor do Toldot Yeshua Yechiel Tzvi Lichtenstein (1831-1912) era um crente judeu de origem Chasídica. em 1889. e serviu em Nova York até 1941 Rabino Ephraim Ben Joseph Eliakim Chacham Ephraim Chacham (lê-se rrarrâm – sábio – um título respeitado usado pelos judeus Sefarditas para grandes rabinos). Ele finalmente se mudou para Nova York e. Rav Abraham Isaac Kook. Quando ele começou a revelar que acreditava que Yeshua é o Messias. Logo depois ele foi atingido por pedras e hospitalizado. e quando descobriu mais tarde que era do Sermão do Monte.

William Ewing da Escócia em Tiberíades. o rabino Philipp Philips. o rabino Charles Fresman. O legado desses rabinos tzadikim (justos) pode ser visto nos dias de hoje. Eles também buscaram ajudar os gentios a entenderem Yeshua.direitos e interesses dos indivíduos da comunidade. Max Wertheimer. e uma voz mansa clamou em seu coração: “Pare de me odiar. mas setenta anos depois. e por mais de 1800 anos. o rabino Rudolf Hermann Gurland. Ainda assim. acabou concluindo que o segredo de tudo isso era “sinatchinam – ódio sem causa” (Yoma 9b). seus ensinos e a Brit Ha'dashá (novo testamento) em seu contexto original. A luta terminou. incluindo sua esposa e família. sem distorções nem falsas interpretações. O que estes sábios rabinos tinham em comum foi um grande amor por seu povo. o rabino Jacobs. Então. Eles continuaram 100% judeus e 100% discípulos do rabino de Nazaré. o rabino Berg. Chacham Ephraim encontrou uma paz que foi ininterrupta até o dia de sua morte. quando ele perdeu tudo. Tirschtiegel. eventualmente. Israel esteve sem o Templo Sagrado. e anunciado diariamente por judeus religiosos. o qual falava Hebraico fluente. sem o estrago causado pela TEOLOGIA CRISTÃ ANTISEMITA. Então veio a segunda destruição. se casou com filha do RabinoChefe. Coincidindo com estes avanços. O Rabino Ephraim. Ame-Me e Eu lhe darei a shalom (paz)”. o Mashiach falado pelos navim (profetas). o templo foi reconstruído. eventualmente. Chacham Ephraim vagou por diferentes cidades e. Dr. onde quase 1 milhão de Judeus em Israel e na diáspora. relutando se entregar. rabino Asher Levy. nem adotaram o cristianismo ou suas vertentes. Ele morreu em agosto de 1930 e foi sepultado em Jerusalém. incluindo o Rabino Dr. Leopold Cohn. ele considerou: “O primeiro templo foi destruído e a nação espalhada por causa de três grandes pecados cometidos por Israel. O que se seguiu foi um tempo de feroz perseguição. As mais antigas interpretações judaicas do capítulo 53 de Yeshayahu (Isaías) eram conhecidas como se referindo ao Rei Messias. e não demorou muito para que Chacham Ephraim reconhecesse a figura do Servo Sofredor “por cujas feridas fomos curados”. ele lutou convencido de que algum pecado terrível tinha sido a causa da ira de HaShem contra o seu povo. T. o rabino Dr. zeloso da Torá e amando a Israel e seu povo. Ele também liderou estudos das Escrituras para outros crentes judeus e árabes em Yeshua. levandoos a reconhecerem que Yeshua é de fato o único capaz de cumprir com as profecias concernentes ao Mashiach ben Yossef (servo sofredor) e que voltará em breve como Mashiach ben David (Messias Rei) para congregar Israel de todas as partes e estabelecer o seu Reino. mas cada conversa acabaria por levar a reivindicações de Yeshua como o Messias. se tornou amigo do Rev. e muitos outros. Por que o Eterno nos abandonou por tanto tempo?” Rabino Ephraim chorou e orou e lutou com os problemas. Os dois homens eram quase da mesma idade e logo desenvolveram conversas amistosas sobre o Talmud e aa Escrituras. e à noite se encontrava com personalidades que vinham conversar com ele secretamente. mas eles só poderiam dar respostas formais desgastadas com o tempo. são discípulos do Messias Yeshua. Todos estes rabinos não mudaram de religião. rabino Dr. por ISRAEL e pela Torah. Ele até mesmo fez perguntas sobre essas coisas a seus colegas rabinos. Guiado por seu amigo. o rabino George Benedict. CONCLUSÃO: Há muitos outros (desde os primeiros séculos até os dias de hoje) grandes rabinos que acreditaram que Yeshua é. Eles apenas entenderam Yeshua em seu contexto histórico. de fato. o rabino Henry Bregman. Não houve falta de zelo para com a Torah ou com os sacrifícios. . se estabeleceu em Jerusalém. judaico-original. onde trabalhou como operário. Os sofrimentos do seu próprio povo ao longo dos tempos e sua perspectiva desesperadora tocaram-no profundamente. Qual foi a causa desta segunda destruição e da maior dispersão? Idolatria não foi o motivo.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful