Você está na página 1de 21

1º Raio – Azul

Virtudes: Fé Iluminada, Proteção, Decisão, Ordem Divina, Obediência, Vontade Para Fazer,
Vontade de Deus, Intuição, Unidade, Discrição, Discernimento, Percepção e Vitória.
Mestre: Syrius
Elhoins: Hércules e Amazon
Arcanjos: Miguel e Fé
Propósito Divino: Majestade... A virtude de reconhecer o “Eu Sou” acima de qualquer outra coisa –
“ Vós Não deveis ter nenhum outro Deus além de Mim”. Reconhecer que “Eu Sou” Espiritualmente
livre como sua primeira e maior experiência; ser totalmente Deus; Onipotente, Onisciente,
Onipresente, o “Eu Sou o Eu Sou”; infinito Alpha e Ômega, a primeira Causa, o primeiro Alento,
reconhecer o Todo de cada coisa.

2º Raio – Dourado
Virtudes: Iluminação Divina, Entendimento Iluminado, Sabedoria, Compreensão, Constância,
Percepção, Estimular e Intensificar o Crescimento Espiritual, o Momentum de Progresso,
Precipitação, Consciência Crística.
Mestre: Confúcio
Elhoins: Cassiopéia e Minerva
Arcanjos: Jofiel e Constância
Propósito Divino: Visão da Totalidade, fixar-se na realidade solar acima de todas as outras
realidades; Conceito Divino Imaculado, Visualização, Percepção Ilimitada do Plano Divino,
Idealismo, Reino da Idealização; Clarividência, Conceber todas as coias Imaculada e Divinamente.

3º Raio – Rosa
Virtudes: Amor Divino, Adoração, Tolerância, Humanitarismo, Reverência à toda forma de vida,
Equilíbrio do corpo emocional, A Sagrada Substância da Natureza Sentimental da Humanidade.
Mestre: Rowena
Elhoins: Órion e Angélica
Arcanjos: Chamuel e Caridade
Propósito Divino: O Ser Deus Individual dentro do todo, Personificação Divina, Reconhecer o “Eu
Sou” em cada Plano de Existência... Diferenciação, Singularidade, Identidade Divina, Eu Divino,
Evolução em Pessoa Divina.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


031 – 01/2001
SOBRE A EXPANSÃO DO AMOR.
Sr. Maitreya: “A Chama Rosa deve ser expandida de tal forma, que faça com que o Fogo Sagrado
consuma os corpos inferiores”.
O Amor do Pai tudo transforma porque é a própria constituição da matéria densa embora esteja
situada desarmonicamente.
Expandindo o 3o Aspecto da Divindade com Concentração, Vontade, Amor e Discernimento, tudo
poderá ser transformado em nossos mundos, transformando nossas consciências.
Que o Sentimento de Amor Devocional prevaleça na vontade humana e determine a transformação
através da Vontade do Cristo Maitreya que representa o Amor, Iluminado pela Vontade do Pai.
Que o Amor se estabeleça em nós, levando-nos à Crucificação do eu inferior como bem nos
ensinou o Senhor Cristo, Jesus!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


032 - 02/2001
SOBRE AS “PEDRAS” DO CAMINHO.
Fraternidade Branca: Quando houve a queda vibratória, a energia desqualificada precipitou como
“pedras” no caminho do homem e, à medida que ele requalifica esta energia as “pedras” se
transformam em Luz.
É dito que o homem caminha aos tropeções. Isto significa que a Luz dada ao Ego para aprendizado
terrestre, compondo seu Corpo Causal, foi “derrubada” no mundo material denso e passou a atuar
como pedras, fazendo com que o homem “caia” machucando-se nesta queda, isto é, são energias
de retorno que trazem sofrimento e dor. Com o sofrimento esta energia desqualificada, precipitada,
volta a ser Luz, voltando a fazer parte do Corpo Causal e, com Seu Brilho, Iluminando o nosso
caminhar, elevando-nos a vibrações superiores.
Este é o caminho probatório para o ser humano. Com o trabalho com as Chamas estas “pedras” se
transformarão em “pedras de Luz” com muito mais rapidez diminuindo, assim, o sofrimento.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


033 - 03/2001
SOBRE O OBJETIVO A ATINGIR.

Senhor Gautama: Não estamos levando-vos ao nada. Estamos levando-vos ao TODO.


Todo o ensinamento da Hierarquia Planetária é no sentido da UNIÃO com o TODO – é a Unidade
Crística – DIVINA.
Os ensinamentos por menores que sejam, têm o objetivo pessoal e coletivo. Muitos ensinamentos
aos quais o homem não dá a devida importância quando os recebe,muitas vezes, só tempos depois
vai perceber o objetivo, a profundidade e o porquê das lições terem sido passadas naquele
momento..
Os Instrutores pessoais sabem exatamente qual deve ser o ensinamento certo para o momento
certo. Então vamos “dar ouvidos” a tudo o que nos venha destes Seres de Luz, porque só teremos a
ganhar caminhando, sempre, em direção ao TODO.

SOBRE O DESEQUILÍBRIO.

Senhor Asnharart: O desequilíbrio atrapalha o decorrer da Energia.


A Chama Trina expandida manifesta-se em perfeito equilíbrio com as Virtudes do Pai.
Todo acontecimento humano tem como objetivo a evolução pessoal. Por possuirmos um campo
energético de baixa frequência torna-se difícil perceber a atuação das energias discordantes e
precipitamos esta ação com o desequilíbrio emocional.
Seja qual for o acontecimento na vida, a pessoa mantendo-se ligada ao seu Cristo ou à sua
Presença Divina e expandindo esta Luz equilibradora eleva, assim, o campo energético pessoal,
podendo livrar-se dos efeitos desagradáveis do carma, podendo elevar sua consciência de uma
forma tranquila e rápida.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


035 - 05/2001
SOBRE OS ENSINAMENTOS.
Mestra Rowena: Poderíamos passar todos os ensinamentos de uma só vez, porém não haveria o
encadeamento do conhecimento com a Sabedoria. Seria escrever livros para não serem
entendidos, como já ocorreram muitas e muitas vezes.
Todos os ensinamentos da Fraternidade Branca, que persistem desde a Atlântida, estão em todos
os livros religiosos e até hoje foram compreendidos por alguns poucos seres humanos ao longo da
evolução terrestre.
Há uma necessidade coletiva de ocupar o mental com livros e mais livros, e o homem vai
caminhando em círculos, lendo e relendo os mesmos ensinamentos, fazendo brilhar o intelecto,
porém, nada colocando em prática em seu dia a dia.
A Fraternidade Branca tem passado os ensinamentos de uma forma lenta, gradativa e sempre
crescente, dando oportunidade para que o aprendizado seja colocado em prática.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


036 - 06/2001
SOBRE AS MUDANÇAS PLANETÁRIAS.
Senhor Gautama: O processo de mudanças no planeta se dará de forma rápida, mas não brusca.
Poucos entenderão que as transformações são benéficas para a evolução da maioria do planeta.
Comenta-se que as mudanças planetárias serão drásticas, porém, a Fraternidade Branca orienta
que as mudanças ocorrerão, mas, os retornos individuais ocorrerão de acordo com a produção dos
carmas pessoais. A pessoa que entender a grande maravilha que está ocorrendo neste planeta
Terra procurará expandir Luz todo momento do seu dia e da sua noite, tentando manter os corpos
inferiores equilibrados para que possa acompanhar esta evolução. Não é necessário que as
pessoas se desloquem de suas moradias, porque para estes acontecimentos não há mudança de
lugar que abstraia a pessoa de seu devido retorno.
Devemos expandir Luz através da Chama Trina para que, suavemente, os corpos materiais se
elevem. Pelos ensinamentos não é necessário apreensão, porque ninguém acordará no meio da
noite com o “mundo caindo”. Quem entender se alegrará com estas mudanças benéficas a todos e
procurará locais mais amenos, energeticamente, para viver e poder expandir sua própria Luz, com
maior Poder de Realização.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


037 - 07/2001
SOBRE A ORIENTAÇÃO PESSOAL.
Senhor Gautama: A intenção da Fraternidade Branca é propiciar o benefício a todos.
Quando o homem atinge um determinado ponto na escalada evolutiva e adquire o direito à
Orientação do Seu Mestre Pessoal enche-se de vaidade humana e se diz privilegiado, passando a
agir de forma a mostrar que só ele é digno de recebe-la e, parecendo ser íntimo do Mestre,
esquece-se de que Ele é o próprio AMOR UNO amando a todos, do mesmo jeito.
Ser Orientado pelo Mestre não é privilégio, mas demonstração de que se capacitou a realizar
determinado trabalho que beneficiará a ele mesmo, através do benefício que fizer ao planeta e às
pessoas a ele ligadas energeticamente.
As energias cármicas se assemelham a novelos, ao desfazer-se uma meada várias pessoas são
libertadas ao mesmo tempo.
A vaidade deve ser deixada de lado e a expansão de Luz deve ser intensificada para que, assim,
possa-se realmente merecer a atenção do Mestre. Porque, só a partir da elevação vibratória áurica
chega-se a esta possibilidade.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


038 - 08/2001
SOBRE A REENCARNAÇÃO.
Senhor Maitreya: Se uma pessoa teve a oportunidade de reencarnar, ela não é dona de mudar o
próprio destino visto que, ela mesma traçou este destino.
Os seres humanos, mergulhados profundamente em seu Véu de Maya, não percebem que o viver é
uma construção feita diariamente, ao longo das encarnações e, também, não percebem que
existem forças invisíveis aos olhos comuns que acorrentam a pessoa a seus próprios desejos e
defeitos.
Todo acontecimento da vida é resultado destas forças e só há uma forma de livrar-se destas
situações: Harmonizar-se e expandir a Luz que deve ser dirigida a toda situação discordante e deve
estar à frente do nosso caminhar.
Expandir a Luz Crística é a forma mais efetiva de caminhar com mais Harmonia e Paz.
A revolta contra os sofrimentos humanos só mantém o homem ainda mais preso em sua própria
teia.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


039 - 09/2001
SOBRE O MESTRE.
Senhor Maitreya: Falar sobre o Mestre é falar Luz!
Perde-se tanto tempo falando palavras vãs, jogando fora a forma mais eficiente de precipitação, que
é a palavra, ao invés de ganhar este tempo falando sobre o Mestre e Sua Luz.
Jesus disse: “Onde estiver sua consciência, ali o homem estará”, quando falamos sobre o Mestre
estamos focando a consciência em oitavas superiores abrindo, assim, um canal de comunicação
com estes mundos, abrindo nossa percepção, melhorando nossa vibração e, desta forma,
estaremos reconstruindo o nosso “tesouro”, este Campo Luminoso que só nos beneficia.
Quando a palavra proferida é sobre os Mestres, imediatamente forma-se uma “Ponte” por onde
passam energias sutis que se incorporam no caminho a ser percorrido.
“Percamos” tempo - Falemos dos Mestres!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


040 - 10/2001
SOBRE O TRABALHO COM A LUZ.
Saint Germain: Os homens devem compreender a necessidade da abnegação.
Os homens vivem de uma forma egocêntrica, agindo em prol de si e dos seus, esquecendo-se que
há um planeta abrigando toda uma humanidade carente e necessitada de Luz que sofre as
consequências das atitudes de todas as pessoas.
Já foi dito que se todos comessem somente o que necessitam não haveria famintos...
Se o homem parar e pensar, só um pouco, neste nosso amado Lar, tornar-se-á mais simples e
almejará, procurará ajudar o próximo, desde expandir Luz até dirigir um sorriso de alegria e júbilo a
quem está próximo de si.
Mais Humildade e Abnegação, mais Luz e auxílio a quem está próximo e, com certeza, a Felicidade
Verdadeira muito brevemente será instalada nesta doce Terra para sempre!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


040 - 10/2001
SOBRE O TRABALHO COM A LUZ.
Saint Germain: Os homens devem compreender a necessidade da abnegação.
Os homens vivem de uma forma egocêntrica, agindo em prol de si e dos seus, esquecendo-se que
há um planeta abrigando toda uma humanidade carente e necessitada de Luz que sofre as
consequências das atitudes de todas as pessoas.
Já foi dito que se todos comessem somente o que necessitam não haveria famintos...
Se o homem parar e pensar, só um pouco, neste nosso amado Lar, tornar-se-á mais simples e
almejará, procurará ajudar o próximo, desde expandir Luz até dirigir um sorriso de alegria e júbilo a
quem está próximo de si.
Mais Humildade e Abnegação, mais Luz e auxílio a quem está próximo e, com certeza, a Felicidade
Verdadeira muito brevemente será instalada nesta doce Terra para sempre!
CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA
041 - 11/2001
SOBRE A LUZ NO HOMEM.
Fraternidade Branca: Vocês têm a Luz necessária para ativar e controlar os desejos, medos,
dúvidas e até mesmo para perceber a própria ascensão.
O homem vive tão atrapalhado em seu dia-a-dia que não percebe as próprias mudanças internas. A
atenção está sempre tão voltada para a satisfação dos desejos e dos afazeres que não sobra tempo
para meditar sobre sua própria situação.
Repetidamente os Mestres de Luz nos têm alertado para a necessidade das pessoas terem um
tempo diário para meditação, para o Cerimonial e para a auto-observação a fim de poder trabalhar
mais facilmente seus próprios defeitos.
Estes impedimentos referidos embotam a consciência humana, dificultando a atuação da
Determinação que fará com que a pessoa se apegue aos Seres de Luz e passe a caminhar e
crescer em Luz.
Que seja dado um tempo para que o Cristo possa atuar porque é só assim que Deus pode
expressar-Se no mundo material!
Sejamos Luz!

ARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


042 - 12/2001
SOBRE O CRISTO PESSOAL.
Senhor Maitreya: Aceitem o Cristo Interno! Abandonem tudo o que é físico!
Quando o homem entende e aceita que ele pode ser conduzido e orientado por uma consciência
superior, que é UNA com ele mesmo, conseguirá ascender em Luz de uma forma mais suave.
Aceitar o Cristo significa Ter Fé (ser fiel) a este Ser e solicitar, a todo o momento, que Ele seja UM
conosco e que faça parte, minuto a minuto, do nosso mundo, aliviando o peso das nossas próprias
criações.
Isto exige um exercício diário, com Perseverança e Amor, para que em um dia não muito distante
esta Luz brilhe pela Eternidade.
Com Devoção e Verdade o Caminho conduzirá o homem ao seu objetivo de volta à Perfeição.
As atividades humanas devem ser banhadas em Luz e as pessoas não devem ter como objetivo a
satisfação material ou o acumular de bens materiais. Tudo isto é um meio de se chegar a um fim
que é a Iluminação, cumprindo assim a Vontade do PAI!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


043 - 01/2002
SOBRE A VIBRAÇÃO PESSOAL.
Saint Germain: Não será permitido que vocês baixem a vibração (o nível vibratório) já atingida.
O homem deve meditar sobre o tempo transcorrido desde a queda vibratória planetária até os dias
atuais. Podemos avaliar o dispêndio de energia, o trabalho que os Mestres têm tido todo este tempo
com a humanidade? O homem comum não tem percepção para tanto!
Deve-se pensar sobre isto e fazer uma análise do que fomos e do que somos.
Temos uma grande e nada fácil jornada nesta querida Terra. Em função disto não é mais permitido
ao homem baixar sua vibração pessoal.
É obrigação do homem ter um pouquinho de senso comum* e uma pequena quantidade de gratidão
para com o planeta fazendo o possível, não só para manter, mas, para elevar sua frequência
vibratória pessoal.
Isto pode ser feito simplesmente expandindo, em todos os momentos, até ao dormir, a Luz da
Chama Trina, do Cristo Pessoal envolvendo os próprios invólucros materiais e tudo o que nos cerca,
mantendo o campo vibratório a nossa volta em frequências estáveis e, gradativamente, elevar a
consciência.
*Bom senso ou senso coletivo.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


044 - 02/2002
SOBRE A CHAMA DO PERDÃO.

Senhor Serapis Bey: Através do trabalho com a Chama Lilás é possível chegar à Ascensão. Cada
vez que vocês expandem esta Chama e invocam o Perdão têm uma Ascensão à Presença.
Todo servidor da Luz sabe que cada vez que a Luz é expandida há uma elevação vibratória do eu
inferior.
É uma grande oportunidade evolutiva, ter a possibilidade de substituir o desamor por Amor, agitação
por Tranquilidade, barulho por Silêncio, desequilíbrio por Equilíbrio e Paz etc...
Com a libertação das âncoras materiais utilizando a Luz da Misericórdia de Deus podemos,
gradativamente, retornar ao Paraíso, ao “Cume da Montanha”.
Haja Luz!!!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


045 - 03/2002
SOBRE A VIDA.
Saint Germain: A Vida atrai a vida.
A atração de polaridade é lei universal. A Vida Divina foi o início do “povoamento” planetário. Com
as desarmonias aconteceu a vida humana.
Isto é temporário... Não é para a Eternidade. Decorrente desta limitação de forma e do tempo de
manifestação a Vida atrai a vida para fazer parte, de novo, de sua constituição.
O homem deu ensejo a ser criada a vida e é obrigatório que ele harmonize-se para que a Luz se
instale eternamente na Terra, manifestando a VIDA de Deus. É dito que o Universo conspira para o
crescimento espiritual do homem. Isto ocorre pela atração que a Vida exerce sobre a vida.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


045 - 03/2002
SOBRE A VIDA.
Saint Germain: A Vida atrai a vida.
A atração de polaridade é lei universal. A Vida Divina foi o início do “povoamento” planetário. Com
as desarmonias aconteceu a vida humana.
Isto é temporário... Não é para a Eternidade. Decorrente desta limitação de forma e do tempo de
manifestação a Vida atrai a vida para fazer parte, de novo, de sua constituição.
O homem deu ensejo a ser criada a vida e é obrigatório que ele harmonize-se para que a Luz se
instale eternamente na Terra, manifestando a VIDA de Deus. É dito que o Universo conspira para o
crescimento espiritual do homem. Isto ocorre pela atração que a Vida exerce sobre a vida.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


046 - 04/2002
SOBRE A TRANSMUTAÇÃO.
Saint Germain: Quando evocam as Chamas Violeta e Branca há a atuação da Chama Lilás. O
Branco Purificador e o Violeta Transmutador purificam um carma. Isto é Transmutação.
Há a necessidade dos homens conscientizarem-se do poder de atuação dos Raios, que são as
Virtudes de Deus. A instalação da Vida planetária se deu em pura Luz. A luz material tem que ser
transmutada em Luz. O Poder de Transmutação será adquirido à medida que as pessoas o
pratiquem intensamente, acreditando no resultado, visualizando e precipitando através da palavra,
da mentalização, para que a Luz se faça e a Liberdade Aquariana seja uma realidade.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


047 - 05/2002
SOBRE A DÚVIDA.
Mestre Hilarion: Não sinta dúvida. Toda dúvida gera Carma. Aja ouvindo o coração. A VERDADE
ESTÁ EM SEU CORAÇÃO!
A Verdade Solar está instalada no coração do homem, esperando o momento de Se expandir pela
aura, fazendo parte da Consciência humana e espalhando-se por todo o planeta. Esta é a
VERDADE UNIVERSAL.
O homem deve silenciar mais na busca de ouvir a Voz Crística porque toda a sua Verdade só o seu
Cristo pode revelar.
Procuramos externamente e, enquanto isto acontecer, esta Verdade não chegará à nossa
consciência.
Tranquilidade, Paz e Observância das Leis do Cristo, são a conexão, o “link” para a Verdade Eterna.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


048 - 06/2002
SOBRE A CAMINHADA PESSOAL.
Fraternidade Branca: Cada um tem seu destino! Há vidas que se perderão no caminho. Tudo está
escrito.
Quando o homem nasce tem seu destino traçado de acordo com o que foi criado ao longo das suas
encarnações e das suas reações face aos acontecimentos. É isto o que determina seu caminhar.
As oportunidades evolutivas são criadas pelos Seres de Luz e, muitas e muitas vezes, o homem
vira as costas, “perdendo”, naquele momento, a possibilidade de acelerar sua evolução e
“escrevendo”, desta forma, seu caminhar.
Temos que incorporar ao mental que a “culpa” de qualquer situação aflitiva é nossa e que a
possibilidade de libertação está em nossas mãos, ou melhor, em nossa consciência, ou melhor,
ainda, em nosso Ribeiro da Vida (Cordão Cristalino).

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


049 - 07/2002
SOBRE O MOMENTO EVOLUTIVO.
Fraternidade Branca: O momento de aceleração é o agora, não o antes! Quem não se interessava
pelo conhecimento e evolução espirituais, sentirá necessidade de desenvolvimento interno na
aceleração do agora.
As Energias Aquarianas são aceleradoras e fazem com que as energias cármicas retornem com
muito mais intensidade, causando um “atordoamento” nas pessoas diante de tantos acontecimentos
sucessivos. Como há uma transformação, mesmo que seja inconsciente, as pessoas são levadas a
não mais se sentirem satisfeitas com o viver de forma puramente material.
Ocorre que a transformação energética tem como consequência uma leveza áurica que possibilita
ao Cristo influenciar a consciência humana, causando nas pessoas, embora não sabendo o porque,
o desejo de crescer internamente e, na maioria das vezes, sem saber de que forma ou qual o
objetivo.
É só “se deixar levar”, porque só o Cristo pessoal sabe o melhor caminho

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


050 - 08/2002
SOBRE O DECRETO DO AMOR.
Mestra Rowena: No momento do Decreto do Amor, os Seres que servem no 3o Raio, do Amor
Divino, expandem esta Luz e, os homens, ao expandirem a Luz Rosa, em gratidão, formam uma
corrente de expansão de Amor.
Quando o servidor, durante o Cerimonial ou fora dele, expande a Luz de Amor de Deus, que é a Luz
que forma a estrutura da matéria, Ela é intensificada pelos Seres que servem nesta Chama
causando uma intensa expansão, possibilitando a transformação das desarmonias em Amor,
transformando o plano material em Plano Divino.
A máxima: “Só o Amor constrói” é fiel à constituição planetária harmônica, reunindo, em si, todos os
átomos e elétrons vibrando em oitavas de Luz.
Cabe ao homem ser um condutor desta Luz, para que a Consciência Divina absorva definitivamente
a consciência humana eternizando o Plano Divino sobre a Terra.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


051 - 09/2002
SOBRE OS ELEMENTAIS.
Fraternidade Branca: Os Elementais não são meros serezinhos. São Seres desenvolvendo vida.
Dedicai a eles o mesmo Amor que tendes dedicado aos Anjos. Isto trará a Harmonia ente os três
Reinos.
Os Elementais são seres inteligentes e, de acordo com a própria Hierarquia, esta inteligência vai se
ampliando; porém, em todos os níveis há uma auto-inteligência para aquele nível de atuação.
Ao se afastar da consciência superior o homem deixou de perceber estes seres que com ele
conviviam e com os quais atuava mutuamente. Com isto os elementais se adaptaram a uma nova
condição e passaram a trabalhar, amorosamente, estas energias de baixa fequência.
Ao Decretar devemos expandir Luz, amorosa e respeitosamente, para os Elementais para que haja
a transmutação do nosso campo áurico e nos aproximemos mais destes seres e então, passaremos
a ouvir suas orientações até que todos os Anjos, Homens e Elementais voltem, como era no
princípio, a trabalhar a Luz em perfeita UNIDADE de Consciência.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


052 - 10/2002
SOBRE OS COMENTÁRIOS A RESPEITO DAS DESARMONIAS.
Fraternidade Branca: Vocês não devem perder tempo exteriorizando irritações ou outras emoções
humanas. Filhos, porque vocês perdem tempo irritando-se, desarmonizando-se e ainda comentando
sobre seus próprios defeitos?
O domínio dos defeitos humanos é uma tarefa extremamente difícil, porém não devemos, diante da
dificuldade, permitir que isso não ocorra. Com meditação, com racionalização poderemos mudar
estes defeitos que nos afastam da Luz de Deus.
Quando nos desarmonizamos, como se já não bastasse, ainda fazemos comentários a respeito.
Como se não bastasse criar um campo de baixa frequência uma vez, ainda tece-se comentários a
respeito, criando em cima, um outro que irá se somar ao primeiro aumentando a intensidade do
retorno.
Desarmonizou? Expanda Luz intensamente e haverá a possibilidade da transmutação que evitará o
retorno das energias desqualificadas que ao atuarem sobre as emoções provocarão novas
desarmonias, mais retorno e assim sucessivamente.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


053 - 11/2002
SOBRE A VOZ DO CRISTO.
Saint Germain: É importante que ouçam a Sabedoria dentro de vocês.
Toda a Sabedoria planetária está dentro dos homens, nas suas Chamas Crísticas. Está mais do que
na hora dos homens ouvirem a voz do seu Cristo deixando, definitivamente, “de buscar fora aquilo
que só virá de dentro”.
É através da Chama Crística que a Fraternidade Branca pode Orientar e Conduzir os homens na
Senda do Amor Divino.
Quanto mais a consciência humana se aquietar e o homem der ouvidos ao Cristo mais fácil e
rapidamente acontecerá a mudança.
Então, haverá um momento em que o Cristo nascerá vitorioso, no homem, fazendo com que
aconteça o Verdadeiro Natal, individual, interno, que transformará para sempre o comportamento
externo.
Que o Cristo Ressurja!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


054 - 12/2002
SOBRE A MENTIRA.
Mestre Hilarion: Todas as mentiras criadas ao longo das encarnações se precipitaram em “bolas
escuras” arremessadas contra o Templo da Verdade.
A mentira é o reverso da Luz (Verde) e, junto com as manipulações e todas as desarmonias, tiveram
uma grande atuação.
Devemos trabalhar para conseguir dizer e pensar somente a Verdade para que a sua Luz posa
curar os corpos humanos e o planeta.
Devemos expandir a Luz Violeta para a transmutação destas “bolas” desarmônicas, para o perdão
das mentiras proferidas e atuar com a Chama Verde para que a Verdade se instale.
É muito importante procurarmos viver em Verdade para que possamos percorrer o Verdadeiro
Caminho da Vida.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


055 – 01/2003
SOBRE O DECRETAR.
“Através dos Decretos realizados por um discípulo esclarecido, poderão ser atraídas ao campo
energético humano todas as Virtudes acumuladas no Corpo Causal”.
Os Orientadores da nossa Egrégora têm insistido conosco na realização dos Decretos dinâmicos,
porque, desta forma, atrairemos a Luz que temos armazenado ao longo do tempo, em nosso Corpo
Causal.
Ali estão arquivadas as Verdades da Fraternidade Branca para o nosso momento de realização. É
no nosso Corpo Causal que está a “chave” da nossa Ascensão à Luz.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


056 – 02/2003
CONSELHO DA FRATERNIDADE DA LUZ.
“Visualizai constantemente vosso círculo de proteção repleto de perfeição. Fazei isto com muito
zelo.”
Devemos, desde que acordamos até irmos dormir, visualizar, mentalizar o nosso campo energético
repleto das Virtudes de Deus, contidas no nosso Corpo Causal. Desta forma facilitaremos ao nosso
Mestre o trabalhar as energias por nós criadas no presente bem como as de retorno.Manteremos
nossa vibração elevada evitando, assim, as “ondas” cármicas e teremos a possibilidade de viver em
paz, tranqüilos, saudáveis, e o que é mais importante, criaremos oportunidades para que o Cristo
possa nos conduzir em direção à nossa Presença.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


057 – 03/2003
SOBRE A UNIÃO.
“Cada discípulo que se une a um grupo de trabalho, contribuindo com a construção da Egrégora
Grupal, vai tornando-se um co-trabalhador com os Mestres à medida que, cada vez mais, se
empenha em servir.”
A União faz a força, um dito antigo que tem a ver com a geração de energia, tanto positiva quanto
negativa. A queda vibratória da Terra foi uma realização conjunta e, por isso, devemos nos
conscientizar de que o trabalho de reconstrução também deverá ser coletivo, o que só trará
benefícios a todos.
Lembremo-nos que a Fraternidade Branca é formada por um grupo de Seres que, UNIDOS EM
CONSCIÊNCIA, trabalham para a evolução dos homens e do Planeta.
Se o Trabalho de conduzir a Terra fosse fácil não haveria a necessidade da vinda de tantos Seres
de tantos Sistemas.
Se Eles se unem, o que poderemos nós conseguir com trabalhos solitários?
Meditemos sobre isto!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


058 – 04/2003
SOBRE O CARMA.
“A Lei da Vida determina que toda energia produzida em discordância com a Lei da Harmonia deve
ser purificada por quem a produziu.”
Isto todos conhecemos muito bem, já que esta é a forma de evolução humana. Lei Universal é para
ser cumprida porque a reconstrução da energia “perdida” se dará com o sofrimento que lhe é
proporcional. Devemos nos lembrar que a Consciência é UNA e ONI e devemos agradecer toda e
qualquer forma de evolução que nos leve a alcançá-la.
O servidor consciente do seu papel sabe que tem dentro de si a sua Chama Trina onde reina a
oportunidade de transformar ou, pelo menos, amenizar os retornos daquilo que produziu ao longo
dos tempos.
Expansão da Luz é a única forma de crescimento interno sem grandes sofrimentos. À medida que
aprendemos a expandir Chamas adquiriremos maior Poder de Transmutação. Esta é a única forma
de resgatarmos, com consciência, as energias de retorno.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


059 – 05/2003
SOBRE A EMPATIA.
“Muitas vezes acontece de duas pessoas passarem a sentirem-se importunadas por sinais
característicos e comuns aos dois, por hábitos de pessoas com quem convivem ou, até, por animais
ou acontecimentos. Qual a razão? Simplesmente porque cada uma é incitada pela energia que está
em concordância com os erros cometidos por elas mesmas em outras encarnações.”
A Misericórdia Divina não tem limites. As situações nos acontecem de acordo com o que
produzimos anteriormente, embora não consigamos nos lembrar.
Como há tempos já nos diz a psicologia, quando condenamos erros ou defeitos nos outros estamos
enxergando neles nossos próprios defeitos. É um reflexo da nossa própria situação energética ou
um retorno de energias para serem resgatadas e transformadas em arquivo no nosso Corpo
Causal.
Não existe encontro casual; é a lei Divina de Ação e Reação agindo para a melhoria e evolução do
homem com o menor sofrimento possível, muito embora não consigamos compreender estas
situações.
A Deusa Kwan Yin,Há tempos já nos disse a Deusa Kwan Yin: ”Amem os seus “inimigos” , eles são
o caminho de evolução para o homem.”
Lembremo-nos que os acontecimentos só são negativos, no nosso dia-a-dia, porque ainda não
conseguimos ter a percepção do todo. É uma pena que nosso cérebro não consiga processar isso.
A todo o momento surgem oportunidades de resgate das negatividades. Não existe acaso no
Universo.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


060 – 06/2003
SOBRE A GRATIDÃO.
“Quantas vezes ao dia dirigis a vossa atenção, com reverência e gratidão, à Luz do Deus Pai-Mãe
que vos chega através da Presença EU SOU e do Cristo?”
Os Senhores Hélios e Vesta enviam-nos Seu Amor sob a forma de elétrons que inundam todo o
Sistema Solar levando Seu conteúdo, que é a Luz, até os mais inferiores níveis evolutivos, deixando
que sejam inundados por este Grande Amor que é o mantenedor da Vida em todo o nosso Sistema
Solar.
E o que fazemos nós diante de tanta doação? Só fazemos reclamar, condenar, ao invés de
acordarmos levantando os olhos elevando a atenção em profunda gratidão por todos os
acontecimentos e pela Luz Solar que se levanta inundando a tudo e a todos.
Nós homens, somos seres ingratos com a Vida que se doa constante e amorosamente para a
manutenção da nossa vida.
Gratidão, gratidão, gratidão é a obrigação de toda a vida em evolução.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


061 – 07/2003
SOBRE O PENSAMENTO.
“Montai guarda sobre vossos pensamentos e sentimentos, pois podem prejudicar vossa irradiação
diária comprometendo vossa evolução.”
É um ensinamento primário. Todos sabemos isto. Sabemos?
Sabemos sob o ponto de vista do conhecimento,pois que já circula há, pelo menos, dois mil anos:
“Orai e vigiai”.
Embora “sabendo” não conseguimos manter nossa atenção, e o que é pior, deixamos que nossos
pensamentos nos dominem levando-nos de cá para lá e de lá para cá, feito folhas ao vento. Não
conseguimos compreender e executar o domínio sobre eles.
Como resultado perdemos nossa energia, o que nos afasta do Mestre e do Cristo, pessoais. Pior
que isso é não podermos ser os veículos da Luz da Fraternidade Branca que de nós necessita para
chegar à humanidade e ao Planeta.
Devemos manter constante vigília sobre nossos pensamentos e a consciência no Alto para que,
como veículos de Luz, possamos também voltar à nossa Presença Divina nos libertando e levando
a Liberdade Espiritual ao Planeta.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


062 – 08/2003
SOBRE OS ELÉTRONS.
“Os elétrons são corpos divinos constituídos de Luz Universal; puríssimos, imaculados, providos de
inteligência, respondendo com a rapidez de um relâmpago ao Seres de Luz.”
Para nós é inimaginável que um elétron seja um “corpo de Deus” que carrega Sua Luz para todos
os planos de Manifestação do Pai.
Em níveis superiores os elétrons vibram em freqüências elevadíssimas e nos inferiores as
freqüências são baixíssimas. Só o Grande Amor Universal consegue conceber tamanha diversidade
de manifestação. Em qualquer nível de vibração eles continuam puros e imaculados em sua
essência.
Lembremo-nos da frase: “Estou neste mundo, mas não Sou deste mundo.”
À semelhança deste Grande Senhor os elétrons estão em todos os mundos embora a eles não
pertençam. Doam-se em Luz Amor tal qual o Senhor Jesus, para a manutenção do mundo material
em todos os níveis vibratórios.
Meditemos sobre a existência do elétron, captemos essa Luz para nossa aura e agradeçamos a
tudo o que existe no universo, elevando nossa freqüência vibratória. Só assim, dignos de sermos
chamados Filhos do PAI Eterno, como Jesus poderemos dizer:“ - Estamos neste mundo mas a ele
não pertencemos.”

ARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


063 – 09/2003
SOBRE A RESPONSABILIDADE INDIVIDUAL.
“Todo indivíduo precisa apresentar contas do uso que fez da vida, assim como Todos Nós da
Fraternidade Branca somos responsáveis, perante Deus, por toda energia usada neste planeta.
Devo devolver a energia tão pura quanto estava ao me ser confiada”.
A grandeza deste ensinamento está acima da capacidade de percepção humana.
“Assim como é em cima é embaixo. ”Da mesma forma que os Seres de Luz são responsáveis pela
criação das formas, o homem também o é.
Pensamentos, emoções, palavras e atitudes são a força criadora da qual o homem é portador.
Infelizmente a inconsciência desta situação nos leva a agir com desarmonia, criando um campo de
força que nos aprisiona nesta situação e, como folhas ao vento, não sabemos onde ancorar. O pior
é que somos cobrados a todo instante por isso e, pior ainda, sem termos idéia do que se passa à
nossa volta.
Sejamos Luz através das meditações, dos Decretos, da expansão da Luz. Criemos um mundo
Luminoso ao nosso redor para que, ao sermos cobrados, possamos mostrar nosso Corpo Causal e,
ainda nessa encarnação, possamos dizer tal qual o Senhor Maitreya: “Pai, tudo está consumado”;
aqui estamos como Espíritos Imortais e livres, eternamente Livres!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


064 – 10/2003
SOBRE AS MANIFESTAÇÕES HUMANAS.
“Volto a insistir: É nossa tarefa instruir as emanações de Vida sobre o uso correto da Vida; dos
pensamentos, palavras e atitudes que as levarão a concluir seu Plano Divino.”
Em cada encarnação temos um Plano Divino de realizações para aquele período. Na atual
encarnação temos a oportunidade de concluí-lo e, muito melhor, realizar o Grande Plano Divino
para todo ser humano que é o retorno à consciência do EU SUPERIOR ou EGO, que é a “outra
metade da nossa laranja” que paira sobre nós pronta para realizar conosco o verdadeiro
“casamento”.
Esta “metade da laranja” é a Verdade Divina, é Justa e quer verdadeiramente a nossa perfeição,
tudo nos dando e apenas pedindo em troca que elevemos nossa consciência em Sua direção para
que nos tornemos “noivos” do Cristo que nos mostrará nossa Verdadeira face e com Sua mão nos
“puxará” para o Alto, conduzindo-nos e a Ele mesmo até a nossa Divina Presença.
Para que isto torne-se possível devemos estar sempre vigilantes, harmonizando pensamentos e
emoções levando harmonia às palavras e atitudes o que nos levará a realizar o Plano Divino maior,
manifestando, assim, a Vontade do nosso Pai que está no Céu. Então, como o filho pródigo,
teremos como recompensa viver eternamente com Luz e na Luz! AMÉM!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


065 – 11/2003
SOBRE A LUZ QUE DESCE, DESCE, DESCE!
“O ser humano não faz idéia ou não pode compreender a quantidade de Energia Cósmica que é
liberada para as Emanações de Vida.”
O homem vive a vida que recebeu para a evolução de uma forma inconseqüente lesando, assim,
seu corpo energético e principalmente seu corpo físico.
Para onde nos levam as diversões de baixa frequência? Doenças mentais, emocionais e físicas de
todo tipo e ainda ousa-se dizer:”Nada faço de errado.” Inconsciência é o nome que se pode dar a
isso.
As pessoas não encontram tempo, um minuto sequer para voltarem-se para a Luz, e voltar-se para
a Luz é importante porque à cada instante existe a possibilidade de ser acumulado um Momentum,
o que é o objetivo de toda ser humano.
Se parássemos para pensar no objetivo de viver seríamos bem mais felizes e gratos, pois teríamos
a possibilidade de perceber que a todo o momento a Fraternidade Branca nos está envolvendo em
Amor, Luz, Proteção e todas as Virtudes de Deus.
Com a consciência elevada os acontecimentos humanos perdem o valor e os Verdadeiros Valores
da Vida se sobressaem fazendo com que o homem seja simplesmente feliz.
Decretemos: Luz de Deus, desce, desce e desce sobre nós e sobre toda corrente de Vida que
caminha neste nosso doce Planeta Azul para que realmente se manifeste o Azul do Amor do PAI.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


066 – 12/2003
SOBRE O PENSAMENTO À SERVIÇO DA FRATERNIDADE BRANCA.
“Em cada pensamento amável ou palavra bondosa, em cada boa ação praticada em qualquer
circunstância da vida na Terra, prestais um serviço a Nós.”
Sabemos que a Fraternidade Branca “aproveita” toda a Luz que emitimos fazendo com que esta
Luz, ampliada, melhore a vibração planetária.
O chela, ao colocar o pé no Caminho, passa a fazer parte desta grande corrente universal em
direção ao Alto.
“Quando o servidor põe o pé no Caminho o Universo conspira para sua evolução”. Isso quer dizer
que no momento de tomada de posição frente à Vida ele une-se à Fraternidade Branca Universal
para dar sua contribuição a esta corrente evolutiva que só poderá beneficiá-lo.
Quando, com o pensamento e a emoção, com o Decretar construímos um campo de força do Bem
sobre nós e sobre qualquer ser vivente, só estaremos beneficiando e, nunca, atrapalhando a
evolução de quem quer que seja.
Luz é Deus, Deus é Luz. Luz jamais prejudica, só eleva e enobrece.
Conscientizarmo-nos da importância de Ser Luz é a melhor forma de nos beneficiarmos ao passar a
fazer parte desta grande corrente evolutiva, que retorna em forma de saúde, paz e Amor com Luz.
A humildade dos Seres de Luz faz com que nos digam que Lhes prestamos Serviços. Na verdade
para nós cabem os maiores benefícios.
Decretemos: Haja Luz!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


067 – 01/2004
SOBRE A BELEZA
“Quando um discípulo, realmente, declara ou manifesta grande interesse pelas mais elevadas
vibrações às quais ele permite pulsarem através de seus corpos, traz à evidência um estado de
grande harmonia e beleza.“
Os servidores que desejam realmente Servir têm como objetivo Ser – Ser a Luz Divina manifestada
no plano material, planetário.
Este estado de ser reflete a verdadeira beleza, a beleza da Luz que reflete a Harmonia interna
harmonizando o externo.
Embora muitas vezes não seja visível no físico denso, esta beleza é percebida e incentivada pelo
nosso querido Mestre Pessoal que a cada vez mais nos auxilia a Sermos Belos.
Harmonia de Beleza de pensamentos e emoções vão se refletir na Harmonia e Beleza das palavras
e das atitudes e, quem sabe, ainda nesta encarnação conseguiremos trazer a verdadeira Beleza até
nossas formas externas.
Só há uma forma de chegarmos à isto: Sendo Luz, expandindo Luz, crescendo em Luz, decretando
a Luz, voltando a consciência para a Luz para que a Luz se faça, não apenas por momentos, mas
sim de forma perene.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


068 – 02/2004
SOBRE O CRISTO PESSOAL E NÓS.
“O Santo Ser Crístico é tão belo quanto o mais perfeito Ser Angélico. Quem desejar expressar esta
forma basta que trabalhe para isso.”
O Cristo é a Maior Harmonia de Manifestação de Deus, dentro do mundo material.
Em contrapartida esta Perfeição propiciou as desarmonias.
Se o homem conseguisse vislumbrar essa Beleza e Perfeição não se apegaria de forma tão
obstinada a tantas belezas e perfeições ilusórias e perecíveis desse denso plano material.
Na natureza tudo se transforma, no mundo material, denso, tudo se renova, porém, no mundo
espiritual a Beleza se aprimora cada vez mais, quanto mais perfeito é o Ser, o Filho, mais Se parece
com o Pai.
Se conseguíssemos vislumbrar a Harmonia e a Beleza existentes no nosso Cristo, que nos envolve,
imaginem, em Luz e Amor, nosso objetivo maior seria o de chegar até Ele para que pudéssemos
SER Beleza e Harmonia.
Para alcançarmos esse estado basta que nos desliguemos um pouco do mundo visível e
“encaremos” o processo de evolução, nos esforçando para elevar a vibração pessoal entregando a
Ele, diariamente, pensamentos e emoções, solicitando-Lhe que seja o condutor do nosso dia-a-dia,
Para isso nossos Instrutores Grupais nos vêm ensinando há tempos que a forma mais rápida de
chegar à vibração do Cristo é meditando, decretando, expandindo Luz.
Decretar a Luz é a forma mais eficiente de manifestar a Beleza e a Harmonia do nosso Cristo
pessoal.
Aleluia!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


068 – 02/2004
SOBRE O CRISTO PESSOAL E NÓS.
“O Santo Ser Crístico é tão belo quanto o mais perfeito Ser Angélico. Quem desejar expressar esta
forma basta que trabalhe para isso.”
O Cristo é a Maior Harmonia de Manifestação de Deus, dentro do mundo material.
Em contrapartida esta Perfeição propiciou as desarmonias.
Se o homem conseguisse vislumbrar essa Beleza e Perfeição não se apegaria de forma tão
obstinada a tantas belezas e perfeições ilusórias e perecíveis desse denso plano material.
Na natureza tudo se transforma, no mundo material, denso, tudo se renova, porém, no mundo
espiritual a Beleza se aprimora cada vez mais, quanto mais perfeito é o Ser, o Filho, mais Se parece
com o Pai.
Se conseguíssemos vislumbrar a Harmonia e a Beleza existentes no nosso Cristo, que nos envolve,
imaginem, em Luz e Amor, nosso objetivo maior seria o de chegar até Ele para que pudéssemos
SER Beleza e Harmonia.
Para alcançarmos esse estado basta que nos desliguemos um pouco do mundo visível e
“encaremos” o processo de evolução, nos esforçando para elevar a vibração pessoal entregando a
Ele, diariamente, pensamentos e emoções, solicitando-Lhe que seja o condutor do nosso dia-a-dia,
Para isso nossos Instrutores Grupais nos vêm ensinando há tempos que a forma mais rápida de
chegar à vibração do Cristo é meditando, decretando, expandindo Luz.
Decretar a Luz é a forma mais eficiente de manifestar a Beleza e a Harmonia do nosso Cristo
pessoal.
Aleluia!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


069 – 03/2004
SOBRE O RETORNO
“Quando a vossa Emanação de Vida é acumulada com a Substância da Luz Universal é de grande
valia para a Vida em geral. Porém, quando a luz emitida por vós desarmoniza a vida à sua volta ela
retornará na mesma proporção da desarmonia havida”.
Instrução simples, repetida muitas vezes ao longo dos tempos para toda a humanidade, porém,
parece que ainda não conseguimos fixá-la em nosso cérebro, em nossa consciência.
A lei de retorno é a Lei Universal que não se consegue burlar.
Ao captarmos a Luz, auxiliados pelo nosso Cristo, pelo Anjo da Guarda, pelo Elemental do nosso
corpo e pelos nossos Orientadores Espirituais Ela se expandirá levando Paz e Amor a toda corrente
de vida. Os benefícios decorrentes, o campo energético gerado harmonicamente retornará em
Harmonia, embora na maior parte das vezes não nos demos conta disso.
As desarmonias do nosso campo energético retornam até nós na proporção em que
desarmonizaram outros campos de manifestação. Disso nos damos conta e rapidamente
perguntamos: “Deus, o que fiz para merecer isso?”
Como bem sabemos não obtemos resposta, pois nos cabe tentar compreender esta Lei, elevar
nossa vibração pessoal com a elevação de pensamentos e emoções e consequentemente das
palavras e atitudes para não mais ficarmos, apalermados, a perguntar porquê? A resposta não virá
da forma que queremos.
As harmonias que retornam até nós em forma de Saúde, Paz e Equilíbrio, estas sim, são as
respostas de Deus para o homem que está atento, vigilante, tentando todo momento captar os
ensinamentos.
“Onde estiver sua atenção, ali você estará”. Quem estiver ligado aos acontecimentos negativos da
vida não perceberá as “Benesses da Vida”.
Quem exalta e se apega ao negativo não tem percepção para “pegar” a Felicidade!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


069 – 03/2004
SOBRE O RETORNO
“Quando a vossa Emanação de Vida é acumulada com a Substância da Luz Universal é de grande
valia para a Vida em geral. Porém, quando a luz emitida por vós desarmoniza a vida à sua volta ela
retornará na mesma proporção da desarmonia havida”.
Instrução simples, repetida muitas vezes ao longo dos tempos para toda a humanidade, porém,
parece que ainda não conseguimos fixá-la em nosso cérebro, em nossa consciência.
A lei de retorno é a Lei Universal que não se consegue burlar.
Ao captarmos a Luz, auxiliados pelo nosso Cristo, pelo Anjo da Guarda, pelo Elemental do nosso
corpo e pelos nossos Orientadores Espirituais Ela se expandirá levando Paz e Amor a toda corrente
de vida. Os benefícios decorrentes, o campo energético gerado harmonicamente retornará em
Harmonia, embora na maior parte das vezes não nos demos conta disso.
As desarmonias do nosso campo energético retornam até nós na proporção em que
desarmonizaram outros campos de manifestação. Disso nos damos conta e rapidamente
perguntamos: “Deus, o que fiz para merecer isso?”
Como bem sabemos não obtemos resposta, pois nos cabe tentar compreender esta Lei, elevar
nossa vibração pessoal com a elevação de pensamentos e emoções e consequentemente das
palavras e atitudes para não mais ficarmos, apalermados, a perguntar porquê? A resposta não virá
da forma que queremos.
As harmonias que retornam até nós em forma de Saúde, Paz e Equilíbrio, estas sim, são as
respostas de Deus para o homem que está atento, vigilante, tentando todo momento captar os
ensinamentos.
“Onde estiver sua atenção, ali você estará”. Quem estiver ligado aos acontecimentos negativos da
vida não perceberá as “Benesses da Vida”.
Quem exalta e se apega ao negativo não tem percepção para “pegar” a Felicidade!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


070 – 04/2004
SOBRE O VERBO
“Quando Emanações de Vida como S. Germain e Sr. Gautama discursam, cada palavra
pronunciada gera uma vibração tão intensa no universo que, para nós, pode ser comparada a uma
infinita quantidade de Cruzes de Malta e Flores de Lótus.”
Cada Ser de Luz vibra numa freqüência própria criando um padrão eletrônico, que é a forma emitida
pela sua Consciência para a matéria. Quando pensam, esse pensamento expande-se em Luz em
todas as direções, sentidos e freqüências que desejarem.
Para nós é inimaginável a concepção de consciência linear. Imaginar o que acontece quando Esses
Grandes Seres emitem o Verbo é mais impossível ainda.
O Verbo cria forma em todos os níveis. Sabemos bem o poder da palavra para gerar harmonia na
matéria e conhecemos seu poder devastador quando mal empregada. Baseados nesses
conhecimentos busquemos harmonizar as palavras que proferimos, pedindo aos Seres Iluminados
que nos auxiliem na árdua tarefa de domina-las.
Palavra é Verbo e tem poder realizador. Sempre que proferirmos uma palavra “mal dita” procuremos
imediatamente reformulá-la transformando-a em palavra “bem dita” através da Transmutação do
Fogo Violeta e repetindo-a de forma harmoniosa.
É um exercício que exige discernimento, atenção e, principalmente, vontade de realizar mudanças.
Não conseguimos imaginar o Poder Criador de um Ser de Luz, mas, pelo que já aprendemos,
poderemos criar harmonias à nossa volta usando a palavra correta no momento correto e,
certamente, devagarinho chegaremos lá.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


071 – 05/2004
SOBRE A AÇÃO DO MESTRE
“Um Serviço muito especial do Mestre pessoal é reforçar a Luz no coração do discípulo para ajudá-
lo a projetar em seu caminho a Luz de Deus”
O Mestre aparece quando o discípulo está pronto, é uma máxima dentro dos meios ocultistas. Esta
é uma verdade, mas não acontece somente por mérito do discípulo, mas em decorrência de uma
função que ele deve desenvolver que é a de ser veículo da Luz para os que estão à sua volta.
Cada pensamento que se eleva ao Mestre é retornado em direção ao discípulo intensificando a Luz
Irradiada e elevando a sua vibração áurica. Ao mesmo tempo a Luz recebida é irradiada ao redor do
discípulo atingindo outras pessoas que o cercam e que inconscientemente se elevam e, assim,
sucessivamente. Cada pessoa torna-se um multiplicador da Luz do Mestre, para si, para as pessoas
afins e para o planeta.
Tudo é uma questão de sintonia e atingí-la é uma função do discípulo atento.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


071 – 05/2004
SOBRE A AÇÃO DO MESTRE
“Um Serviço muito especial do Mestre pessoal é reforçar a Luz no coração do discípulo para ajudá-
lo a projetar em seu caminho a Luz de Deus”
O Mestre aparece quando o discípulo está pronto, é uma máxima dentro dos meios ocultistas. Esta
é uma verdade, mas não acontece somente por mérito do discípulo, mas em decorrência de uma
função que ele deve desenvolver que é a de ser veículo da Luz para os que estão à sua volta.
Cada pensamento que se eleva ao Mestre é retornado em direção ao discípulo intensificando a Luz
Irradiada e elevando a sua vibração áurica. Ao mesmo tempo a Luz recebida é irradiada ao redor do
discípulo atingindo outras pessoas que o cercam e que inconscientemente se elevam e, assim,
sucessivamente. Cada pessoa torna-se um multiplicador da Luz do Mestre, para si, para as pessoas
afins e para o planeta.
Tudo é uma questão de sintonia e atingí-la é uma função do discípulo atento.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


072 – 06/2004
SOBRE A UNIÃO MESTRE DISCÍPULO
“Uma Emanação de Vida pode caminhar sozinha, guiando-se somente pela luz de sua alma ou
pode fazê-lo com a ajuda do seu Mestre. Podemos fazer a comparação entre ser iluminado pela luz
de uma vela e a luz do sol.”
É uma grande pretensão do homem achar que pode caminhar sozinho, nada sabendo, nada
enxergando, nada discernindo, nada...
A alma tem seu potencial próprio de luz, porém, comparado à Luz da sua Presença EU SOU ou à
Presença EU SOU de um Mestre de Luz é muito pouco. A luz da alma só consegue impulsionar o
ser a ir em frente, mas o Ser Superior tudo sabe, tudo enxerga, tudo discerne, tudo...
Tendo em mente esta situação limitada não nos sintamos diminuídos, devemos ser profundamente
agradecidos por vivermos em um momento vibratório que permite a ação do Mestre em nosso
mundo. Com esse conhecimento é obrigação do homem elevar sua consciência para a Presença
Oniabarcante de seu Mestre em todos os momentos e situações de sua vida.
A princípio este é um exercício de boa vontade que ocorre de forma fugaz e com o tempo vai
intensificando-se até que o homem torne-se realmente um discípulo e apegue-se ao seu Mestre em
todos os momentos.
Vale lembrar que com o nosso atual nível de consciência e compreensão, sem termos sequer
resgatado metade das energias negativas para incorpora-las ao Corpo Causal, podemos ser
comparados a uma pessoa que caminha à noite à luz de uma vela bruxuleante sem nada perceber
à sua frente. Seguros pela mão do Mestre teremos a oportunidade de caminhar protegidos e
amparados em direção ao nosso objetivo: Ser Luz!
Reconhecer as próprias limitações, amar-se e perdoar-se, são meios seguros de aproximar-se de
seu Mestre de Amor e Luz.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


073 – 07/2004
SOBRE A UNICIDADE DIVINA
“Através de cada Emanação de Vida que pertence a este planeta flui a mesma força vital; assim,
cada vida é regiamente abençoada pelo Deus Pai-Mãe de toda a vida”.
O homem comum , conduzido por algumas religiões, acha que Deus está fora dele e isso o leva a
procurar um Deus no Céu, tão distante, inatingível, justiceiro... Esta busca acaba dificultando seu
encontro com o seu Deus interno.
É difícil, no nosso momento evolutivo, compreendermos que cada pensamento emitido é Deus em
ação, que cada homem é Deus Vibrando em freqüência material, que cada árvore é a própria
manifestação física de Deus, que cada animal leva sua quota de Luz, enfim, que todos os seres,
animal, vegetal ou mineral contém em si o impulso da Vida, Vida material, muitas vezes
desqualificada, porém VIDA DIVINA.
É difícil compreendermos que um homem que tenha cometido os mais inferiores delitos já possa ter
melhorado, já tenha cometido maiores desarmonias e que se ainda vive nesta vibração é porque
não conhece, não atingiu vibrações mais elevadas. Porém, é uma questão de tempo, pois Deus que
é o Senhor Absoluto de todos os mundos e sistemas continua, em Seu Verdadeiro Amor, a habitar
estas suas criaturas, embora tão distantes da Sua Criação.
Vamos meditar sobre estes ensinamentos e olhar o próximo com mais benevolência, não com dó
mas com Piedade a fim de sermos veículos de perdão da Fraternidade Branca. Esta é uma das
formas de exercitar o Amor Incondicional tão propagado, muito embora homens comuns, em
vibrações comuns mal o consigam vislumbrar.
Procuremos olhar os nossos semelhantes com amor, ou melhor, com certo grau de compreensão
porque, gostar, respeitar, considerar os nossos iguais é tarefa das mais fáceis. E não nos
esqueçamos que, na nossa limitação, muitas vezes não percebemos os piores defeitos nas pessoas
que amamos pois “quem ama ao feio bonito lhe parece”.
Quando nos depararmos com um animal, por mais inferior que nos possa parecer, lembremo-nos
que aí vibra a Vida Divina, também uma planta é portadora desta Vida. Devemos ainda considerar a
quantidade de elementais necessários para compor cada uma dessas manifestações materiais.
Já é tempo do discípulo da Fraternidade Branca compreender, captar a Verdade desses
ensinamentos e parar de consumir suas próprias criações, entendendo que ele é Vida Divina!
AUM

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


074 – 08/2004
SOBRE A PERDA DE TEMPO
“Enquanto o homem não se sintonizar com o ritmo de seu Plano Divino, permanecerá preso às
coisas fúteis e externas.”
Quanto tempo o homem perde com brincadeiras, jogos e todo o tipo de futilidades, sem perceber
que esse tempo é irrecuperável para sua Ascensão (ensinamento do Mestre Morya), sem contar
com as energias “jogadas fora” através de palavras ao vento!
Se fôssemos capazes de perceber a quantidade de energia “perdida” talvez usássemos melhor
nosso tempo. Não podemos nos esquecer que toda energia desperdiçada retornará em algum
momento para ser resgatada.
Faz tempo que os Mestres dizem: - O tempo urge!
Ao que parece o tempo não só urge como não nos sobra para jogá-lo fora. O tempo é o de
“embarcarmos” na Luz, segurar a mão do Mestre e seguir celeremente em direção à Presença Eu
Sou.
Luz, Luz, Luz é a ordem do momento!
Decretar, meditar diariamente e, se possível mais de uma vez ao dia, expandir Luz são formas de
seguir o Mestre com Ardor e Amor, com os olhos direcionados ao objetivo maior;
a Ascensão!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


075 – 09/2004
SOBRE A VIBRAÇÃO PESSOAL
“A Luz Cósmica Universal é comparável a um grande órgão ao qual todos têm acesso usando seu
teclado individual, seus próprios pensamentos e emoções”.
Vibração é Luz, é Vida é SOM. Vibração pode ser harmônica ou desarmônica, isto é, vida
qualificada ou desqualificada por pensamentos e emoções.
Se o homem tivesse consciência que é um ser vibrante, refletindo nessa vibração seus
pensamentos e emoções, teria mais cuidado em controlá-los.
Se pudéssemos “ouvir” o som emitido por pensamentos e emoções perceberíamos o mundo
material como uma orquestra em que cada um toca num tom diferente. Como Deus é amoroso em
não nos permitir isso, pois enlouqueceríamos. Se compararmos a vibração dos mundos espirituais
com o nosso veremos que vivemos mesmo completamente enlouquecidos com tanta dissonância.
Meditar é a palavra chave para a emissão de freqüências vibracionais mais elevadas, na tentativa
de sintonizar com esta Grande Orquestra de Amor.
Quando um ser se Cristifica, seu “teclado” individual entra em sintonia com esta Orquestra Divina e
passa a emitir a música das esferas, sintonizando-se com o AUM UNIVERSAL.
Que cada discípulo pegue o seu “teclado” e treine para aprender a sintonizar-se com a UNIDADE
da Luz. A partir daí nunca mais ela perderá o Ritmo da Grande Orquestra tendo a exata noção da
responsabilidade de manter-se na frequência tonal do Todo.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


076 – 10/2004
SOBRE A ATUAÇÃO DO CRISTO PESSOAL
“A grande Responsabilidade do Cristo Interno está em fazer acontecer o plano Divino através da
Emanação de Vida.”
O Cristo Interno é o veículo da Presença Divina e da Fraternidade Branca. É através Dele que Deus
pode “falar aos homens”. Assim como é Ele quem dá as coordenadas para a caminhada do homem,
rumo à evolução. Ele é a maior Manifestação Divina em Realização no mundo externo, sendo que
ela só é possível através dos pensamentos e emoções do homem. Todas as Orientações que vêm
do Alto são no sentido de fazer com que o homem tenha pensamentos e emoções os mais elevados
para tornar possível essa Manifestação.As desarmonias humanas “aprisionam” o Cristo, impedindo-
o de manifestar-se.
Podemos fazer a analogia com uma pessoa que tenha o cérebro danificado e não consiga falar.
Percebe tudo à sua volta, sente e não consegue expressar seus sentimentos. Esta situação é
“semelhante” à do Cristo que sabe como auxiliar o homem na sua elevação, mas não consegue
acessar o seu cérebro para mostrar claramente o caminho.
Dentro da nossa compreensão poderíamos dizer que o Cristo fica “desesperado” com as
desarmonias que criamos a todo minuto, vida após vida, pois cada gota de Luz que retorna ao
Corpo Causal é para Ele motivo de júbilo ao ver aproximar-se o momento de Sua Própria
Realização.
O momento é este, a grande oportunidade é agora, quando temos todo o respaldo da Fraternidade
Branca que nos Orienta, Ensina e Realiza para que harmonizemos pensamentos e emoções.
Temos o conhecimento das leis, Orientação sobre as formas de caminhar, então, um pouco de
esforço e boa vontade só trará benefícios. A Felicidade virá quando chegar o momento máximo, o
da Realização Material, quando o Cristo Interno tomar, novamente, posse da consciência externa.
Momento de Alegria e Entusiasmo para nós que reintegraremos o Todo Universal e para toda a
Vida porque este momento se expande, repercutindo, reverberando em todo o Sistema Solar.
Aleluia!, Aleluia! Hosana nas alturas! Deus se Faz! O Cristo revive! O Cristo Vive!!!

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


077 – 11/2004
SOBRE O CAMPO DE ATUAÇÃO HUMANA
“Tudo o que se projeta de vosso corpo físico (pensamentos, emoções, palavras) influencia, bem ou
mal, toda partícula de vida sobre o planeta: seres humanos, folhagens, animais etc... Refleti sobre
isso!”
Se o homem tivesse noção do poder que carrega certamente seria mais responsável pela forma
como vive.
Harmonias emitidas por emoções, pensamentos e palavras criam um campo de força que
impulsiona, para o alto, todas as pessoas e seres viventes, porque estas vibrações irão
reconstruindo a saúde, a paz, a tranquilidade, a beleza e a perfeição. Como será um planeta com
essa condição? Animais saudáveis, plantas sem pragas, homens saudáveis e puros, pena não
termos idéia, ainda, do que isso seja!
Já que a causa de guerras e doenças é conhecida, agora é o momento do servidor da Luz mudar,
ser radical.
“Não basta ser apenas bom, é momento de fazer o bem, de expandir a Paz”. Vamos retornar ao
Todo um pouco do que temos recebido desde o início dos tempos. Vamos trabalhar com afinco para
a reconstrução de homens, animais, plantas e minerais, elevando a vibração dos elementos
materiais, libertando elementais e homens para a 4a esfera, com Amor e Dedicação para a
Verdadeira Libertação da Terra e a nossa Verdadeira Independência.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


078 – 12/2004
“Todos vós sabeis que a Terra se encontra em um estado caótico. Se pudéssemos confiar em vós....
Contudo, esperamos vosso auxílio.”
Os seres humanos não estão sendo dignos de confiança, nem mesmo pela Fraternidade Branca.
Isto acontece porque, num momento o homem deseja uma determinada coisa, em outro, outra.
Oscilam de lá para cá, de cá para lá. Depois de milênios de Trabalho, Orientação, os Mestres ainda
não podem confiar em nós.
Gostaríamos que isto servisse de motivo de Meditação para todos os discípulos, todos os
caminhantes que se consideram Servidores da Luz. Porém, Servir à Luz exige constância,
perseverança, amor, equilíbrio e atenção. Atenção voltada para o Cristo, para a Presença, em
constante reverência e humildade em reconhecer o próprio momento vibratório.
Mesmo que não consigamos Ser Luz, a boa vontade já nos incita a caminharmos para nos
tornarmos confiáveis.
Como já foi dito:- Paz na Terra aos homens de Boa Vontade. Vontade de se elevar, de mudar, de
crescer, vontade de cumprir a verdadeira Vontade que é a do Pai, tornar-se Luz para então
promover o retorno do Filho Pródigo.

CARTA MENSAL DA FRATERNIDADE BRANCA


102 –01/2007

EU SOU AMOR
Nesta afirmação está contida toda a Criação.
Sabemos que o Amor é a maior força coesiva do universo.
É o Amor que nos sustenta e a tudo que existe.
Se a irradiação desta Luz deixasse de ser dirigida à Terra,
nosso planeta se desintegraria.
EU SOU é a Identidade Divina em ação.
Quando decretamos EU SOU AMOR,
acionamos a expressão máxima do Criador.
Quando afirmamos EU SOU AMOR acionamos
o poder cósmico de Deus,
a Força Universal deste Poder que é
nossa prerrogativa como
Seres Divinos que somos.
A afirmação consciente e a vivência desta
verdade ancoram no
plano material essa Energia de Luz.
Quantas vezes em nosso dia fazemos essa afirmação com
a intenção de ancorarmos essa Luz em nós e no planeta?
Temos consciência das transformações que
podemos realizar em nós e ao nosso redor se
decretarmos a todo instante EU SOU AMOR?
Ao atrairmos esta Força Cósmica do reservatório universal em
direção às situações e condições pessoais e coletivas,
transpassando-as e acionando os átomos de
Amor presentes em tudo e todos,
estaremos realizando a
maior das
Alquimias.