Você está na página 1de 17

Princípio de Arquimedes:

“Todo corpo imerso total ou parcialmente num fluido em equilíbrio,

dentro de um campo gravitacional, fica sob a ação de uma força vertical, com

sentido ascendente, aplicada pelo fluido. Esta força é denominada empuxo (E),

cuja intensidade é igual ao peso do líquido deslocado pelo corpo”.

empuxo (E), cuja intensidade é igual ao peso do líquido deslocado pelo corpo”. Empuxo = peso

Empuxo

=

peso do liquido deslocado

Por que ocorre o empuxo?

Consideremos um objeto mergulhado em um líquido qualquer. Como já

sabemos, o líquido exercerá forças de pressão em toda a superfície do objeto em contato

com esse líquido.

O empuxo é devido à diferença de pressão hidrostática exercida no objeto.

A

pressão exercida pelo fluído em sua base inferior é maior do que a pressão que o fluído exerce no topo do objeto, portanto, existe uma resultante das forças verticais, dirigida de

baixo para cima, denominada empuxo (E).

dirigida de baixo para cima, denominada empuxo (E). Empuxo EMPUXO É A FORÇA HIDROSTÁTICA RESULTANTE OBJETO

Empuxo

dirigida de baixo para cima, denominada empuxo (E). Empuxo EMPUXO É A FORÇA HIDROSTÁTICA RESULTANTE OBJETO

EMPUXO É A FORÇA HIDROSTÁTICA RESULTANTE

OBJETO QUE ESTEJA IMERSO NELE.

EXERCIDA POR UM FLUIDO SOBRE UM

Formulação do empuxo

Lembrando que :
Lembrando que :

Empuxo depende do volume deslocado e do ɣ fluido

EXERCÍCIO PROPOSTO 01

Calcular o empuxo na superfície da esfera , indicada na figura. Despreze a reação na esfera.

EXERCÍCIO PROPOSTO 01 Calcular o empuxo na superfície da esfera , indicada na figura. Despreze a
EXERCÍCIO PROPOSTO 01 Calcular o empuxo na superfície da esfera , indicada na figura. Despreze a
EXERCÍCIO PROPOSTO 01 Calcular o empuxo na superfície da esfera , indicada na figura. Despreze a
EXERCÍCIO PROPOSTO 01 Calcular o empuxo na superfície da esfera , indicada na figura. Despreze a

CONSIDERAÇÕES:

CONSIDERAÇÕES:
CONSIDERAÇÕES:
CONSIDERAÇÕES:
CONSIDERAÇÕES:
CONSIDERAÇÕES:
CONSIDERAÇÕES:

EXERCÍCIO PROPOSTO 2

Um cilindro de madeira de peso específico = 6000 N/m 3 flutua em um fluido liquido, conforme figura, com metade de sua altura submersa. Calcule o peso especifico do fluido.

3 flutua em um fluido liquido, conforme figura, com metade de sua altura submersa. Calcule o
3 flutua em um fluido liquido, conforme figura, com metade de sua altura submersa. Calcule o

EXERCÍCIO PROPOSTO 2

Um bloco de peso específico de 8000 N/m 3 flutua em um fluido de peso específico de 12.000 N/m 3 O bloco tem altura H = 6 cm. Qual é a altura h da parte submersa?

em um fluido de peso específico de 12.000 N/m 3 O bloco tem altura H =
em um fluido de peso específico de 12.000 N/m 3 O bloco tem altura H =

EXERCÍCIO PROPOSTO 2

Um bloco de peso específico de 8000 N/m 3 flutua em um fluido de peso específico de 12.000 N/m 3 O bloco tem altura H = 6 cm. Qual é a altura h da parte submersa?

em um fluido de peso específico de 12.000 N/m 3 O bloco tem altura H =
em um fluido de peso específico de 12.000 N/m 3 O bloco tem altura H =
em um fluido de peso específico de 12.000 N/m 3 O bloco tem altura H =

Exemplo 03 :

Uma barcaça, com carga, mostrada na figura abaixo tem massa de 1.500 toneladas e flutua em água doce, ɣ = 10.000 N/m 3 . Sabendo que o volume deslocado será o produto da área da linha d’água , ou seja ( L X B), pela altura H , calcule a altura H (imersa) e a borda livre ( emersa) . Dados na figura. ( Resposta : H = 2,94 e borda = 1,06

altura H , calcule a altura H (imersa) e a borda livre ( emersa) . Dados

Exemplo 03 :

Uma plataforma flutuante, com carga, mostrada na figura abaixo tem massa de 1500 toneladas e

flutua em água doce, ɣ = 10.000 N/m 3 . Sabendo que o volume deslocado será o produto da área da linha d’água , ou seja ( L X B), pela altura H , calcule a altura H (imersa) e a borda livre ( emersa) .

Empuxo = Peso

O empuxo produzido pela água será E = ρ x g x V deslocado

ou

E = ɣ

x

V deslocado

Volume deslocado (V deslocado ) pelo flutuante é dado por = ( L X B X H)

Empuxo= ɣ x ( L x B x H)

E o

Peso = m X g

Peso = 1.500.000 kg x 9,81 m/s 2 = 14.715.000 N

E = Peso

ɣ x ( L x B x H)

= 14.715.000 N

H =Peso / L x B x ɣ

Então:

H = 14.715.000 N / 50 m x 10m x 10.000 N/m 3 = 2,94m. A borda livre será de 4 2,94 = 1,06 m

x B x ɣ Então: H = 14.715.000 N / 50 m x 10m x 10.000

Exemplo 04

Um flutuante com as dimensões mostradas na figura abaixo, flutua em água salgada

(1026 kg/m 3 ), tendo submergida a metade da extensão dos dois cilindros flutuadores, confeccionados em aço ( 7800 kg/m 3 ) com chapas de 2 mm de espessura. O pranchão servindo como convés (de 3 x 5 m 2 ) é confeccionado com ripas de madeira maciça (850 kg/m 3 ) com uma espessura equivalente de 40 mm. Pede-se estimar o peso da carga estivada sobre o flutuante.

(850 kg/m 3 ) com uma espessura equivalente de 40 mm. Pede-se estimar o peso da

Solução

E = P total

Cálculo do empuxo

O volume de água salgada deslocada

correspondente aos dois semi-cilindros submersos e terá um peso dado por:

Empuxo = peso do liquido deslocado E = ρ x g x V

V = [ 2 x volume da metade de um

flutuador] ou o volume de um flutuador.

V = 2 x [ ½ (π 1 2 /4)] x 5 = 3,92 m 3

E = 1026 kg/m 3 x 9,81 m/s 2 x 3,92 m 3

Empuxo = 4029 x 9,81 m/s 2 = 39.525,4 N

/4)] x 5 = 3,92 m 3 E = 1026 kg/m 3 x 9,81 m/s 2

Cálculo do peso do flutuador

P aço = ρ aço x g x V aço

Volume de aço = área da superfície x espessura

V = [2 πd 2 /4 +

V =[ 2 x π x 1 2 /4 + π x 1 x 5 ] x 0,002 V = [ 1,57 + 15,70] x 0,002

V = 17,27 x 0,002 = 0,0345 m 3

π d L] x espessura

Massa

=

ρ aço x V aço

Massa = 7800 kg/m 3 0,0345 m 3 =

Peso = 269,4 kg x 9,81 m/s 2 = 2.642,93 N

269,4 kg

O volume do pranchão de madeira é 3 x 5 x 0,040 = 0,6 m 3

O peso do pranchão será de:

Massa = 850 kg/m 3 x (3 x 5 x 0,040)m 3 = 510 kg Peso = 5100 kg x 9,81 m/s 2 = 5003,1 N

pranchão será de: Massa = 850 kg/m 3 x (3 x 5 x 0,040)m 3 =

Cálculo da carga estivada sobre o flutuar

flutuador

O peso total do flutuante (o pranchão do convés + os dois cilindros flutuadores) será:

Peso do flutuante

= 5003,1 + ( 2 x 2.642,93)

= 10.289 N.

Portanto, o peso da carga (W) estivada será :

W = E Peso flutuante

39525,4 10.289 = 29.276,4 N

A carga ( W) em kg será

M = P/ g

a Massa será de 2984,3 Kg

(aproximadamente 3 toneladas)

10.289 = 29.276,4 N A carga ( W) em kg será M = P/ g a

EXEMPLO

EXEMPLO
EXEMPLO
EXEMPLO
EXEMPLO