Você está na página 1de 7

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO..........................................................................................................................3
O USO DA INTERNET E A EDUCAÇÃO................................................................................3
COMO ENSINAR OS EDUCANDOS A PESQUISAR DE FORMA CORRETA NA
INTERNET?...............................................................................................................................5
CONSIDERAÇÕES FINAIS......................................................................................................6
REFERÊNCIAS..........................................................................................................................7
3

INTRODUÇÃO

Este trabalho baseou-se na pesquisa de textos sobre o uso da Internet nas


relações educativas. Durante a pesquisa percebemos que existem inúmeras
dificuldades para o uso efetivo da Internet como uma ferramenta pedagógica. A
maioria dos professores não está preparada para conduzir pesquisas, isto inclui
filtrar e integrar informações, de forma efetiva e não superficial, motivar os alunos, e
principalmente interagir as tecnologias com métodos tradicionais.

A Internet vem, cada vez mais, se tornando uma grande fonte de informações
e entretenimentos, apresenta-se também muito presente nos meios escolares. Mas,
é necessário estar atento para os benefícios e malefícios que essa explosão de
informações e entretenimentos pode trazer e, se de um lado a reclamação é a de
que os alunos apenas “copiam e colam” de outro; vários educadores veem na
Internet um grande aliado para o processo de ensino-aprendizagem.

O USO DA INTERNET E A EDUCAÇÃO

Segundo Jonassen (1996, p. 77) “o Word Wide Web (WWW) está se tornando
a primeira fonte para a qual os estudantes se voltam quando têm indagações sobre
informação”.

A Internet é muitas vezes descrita como uma das melhores ocorrências para a
educação por diversos motivos como:

- facilidade de acesso a inúmeras fontes de informações, que não seriam


obtidas tão facilmente em outras formas;
- através dos vários fóruns existentes possibilita a troca de informações e o
aprendizado autodidático;
- possibilita a concepção de aprendizado interativo, diferente do habitual
aprendizado meramente receptivo, onde o aluno recebe as informações dos
professores ou textos;
4

- permite que os próprios aprendizes decidam o que, como, quando e onde


estudar.

Estas são algumas das inúmeras possibilidades, porém, é muito difícil para os
educadores aplicarem todo esse potencial que a Internet nos traz em benefício da
educação, talvez por não estarem completamente preparados para o turbilhão de
informações que é publicado a cada dia, e ainda porque os alunos nunca foram
ensinados a utilizarem corretamente esta que é apenas mais uma ferramenta, que
se utilizada de forma incorreta pode até vir a prejudicar seu usuário.

A popularização da Internet reafirma cada vez mais a sua utilização como um


recurso educacional complementar. Ela pode ser utilizada como ferramenta de
motivação devido as suas imensas possibilidades, e aproveitando o seu poder de
fascínio sobre as novas gerações.

Uma das grandes dificuldades quando se trabalha com a Internet e suas


inúmeras possibilidades, é como manter a atenção sensorial do aluno que se
dispersa facilmente. A outra é como trabalhar o excesso de informação, selecionar,
sintetizar e aprofundar um determinado assunto.

Com razão muitos professores reclamam que quando pedem trabalhos aos
alunos, eles apenas se limitam em pesquisar na Internet e “copiar e colar” as
páginas que acham ser mais adequadas, situação essa que implica até mesmo em
trabalhos iguais, pois como os alunos apenas copiam os conteúdos e muitas vezes
buscam essa informação nos mesmos “sites” apresentam trabalhos exatamente
iguais.

Para resolver esse problema, é necessária uma grande mudança de cultura,


pois a Internet chegou depressa demais e os educadores em geral não souberam e
ainda não sabem como lidar com todas as possibilidades que a Internet traz, essa
mudança deve partir dos educadores para os educandos porque na Internet os
alunos encontram conteúdos que lhes chamam atenção, então o papel do professor
agora começa a mudar passando de centralizador das informações e do
conhecimento para ser orientador, parceiro e incentivador da busca do
5

conhecimento que será adquirido na medida em que o aluno começar a


compreender o que é útil e o que é descartável.

Uma forma de estimular o aluno é durante todo o processo de pesquisa e


aquisição de conhecimentos é a interação, portanto é importante que professores e
alunos confrontem idéias através de discussões. Desta forma é mais fácil
transformar informação em conhecimento.

COMO ENSINAR OS EDUCANDOS A PESQUISAR DE


FORMA CORRETA NA INTERNET?

Quando se solicita uma pesquisa pela Internet é essencial que o próprio


educador já tenha realizado a sua pesquisa, assim, terá maiores condições de
avaliar e de limitar o tema a ser pesquisado, por exemplo, se o educador solicitar
uma pesquisa sobre atletismo o resultado pode ser milhares de páginas que vão
apenas tratar superficialmente o tema, ao invés disso, ele pode solicitar que os
alunos pesquisem o tema atletismo em quatro ou cinco páginas pré-selecionadas,
isso trará ao aluno a noção de que o professor já trilhou aquele caminho, e não
adianta querer enganá-lo.

Outra coisa fundamental é que o educador ensine que entre os milhares de


resultados da pesquisa, existem fontes confiáveis e desconfiáveis, pois encontrar um
estudo sobre nanotecnologia no site da USP ou de outra entidade renomada na área
de tecnologia ou em diversas páginas pessoais de desconhecidos é bastante
significante.

É necessário também, orientar aos alunos a selecionarem os conteúdos


pesquisados e não utilizarem apenas uma ou duas referências “copiando e colando”,
fazendo com que eles aprendam que as informações obtidas na Internet assim como
nos livros devem ser analisadas e sintetizadas de forma que gerem o conhecimento
para quem pesquisa e para quem vai ler a pesquisa.
6

CONSIDERAÇÕES FINAIS

O uso da Internet está provocando uma revolução no ensino, professores


deixaram de ser donos do conhecimento. A aquisição das informações depende
cada vez menos deste profissional que no futuro terá que equilibrar com
planejamento e criatividade a organização e adaptação de conteúdos e pesquisas.

A Internet vem se tornando uma grande ferramenta para a educação, e para


que ela traga bons resultados é cada vez mais necessário que professores e alunos
saibam utilizá-la da melhor maneira possível, pois o contrário pode trazer resultados
negativos no lugar da melhoria da educação.
7

REFERÊNCIAS

JONASSEN, David. O uso das novas tecnologias na educação a distância e a


aprendizagem construtivista. 1996. Disponível em:
<http://www.emaberto.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/viewFile/1054/956>
acesso em: 11 mai. 2009

MORAN, José Manoel. Como utilizar a Internet na educação. 1997. Disponível


em: <http://www.eca.usp.br/prof/moran/internet.htm> acesso em : 27 abr. 2009

SANTOS, Gilberto L. A internet na escola fundamental: sondagem de modos


de uso por professores. 2003. Disponível em:
<http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-
97022003000200008&script=sci_arttext> acesso em : 29 abr. 2009

SOUZA, Renato Rocha. Usando Mapas Conceituais na Educação


Informatizada Rumo a um Aprendizado Significativo. Disponível em:
<http://www.edutec.net/Textos/Alia/MISC/edrenato.htm> acesso em: 08 mai. 2009