Você está na página 1de 4

A Divina Liturgia do Pai Nosso

Julio Cesar Assis


Mestre em História das Idéias
Universidade de São Paulo
ideashistory@gmail.com

O sumo sacerdote Jesus Cristo com o Nome e a bênção ICXC

Entrarei em Vossa morada; diante de Vosso santo templo me curvarei em temor a Vós1

As igrejas cristãs tradicionais reproduzem a arquitetura sagrada do


tabernáculo, protótipo do templo de Jerusalém2. No oriente o Santo dos Santos
(o santuário do Altar), a seguir o véu do templo3 (iconostase), depois o Lugar
Santo (a nave da igreja) e a entrada voltada para o mundo exterior.
Norte

I
Paraíso Terrestre Céu
O c
c Lugar Santo o Santo dos Santos
I n
Nave Santa
d o
e s Mesa
n t
t a
e s Oriente
e
Sul
Sob um ponto de vista ritual4 o Pai Nosso5 é uma síntese da liturgia do
tabernáculo, do primeiro templo e da ortodoxia cristã.

Pai nosso que estais nos Céus

O Céu é o Santo dos Santos ou Santuário, separado e ligado pela iconostase


ao Lugar Santo, a nave da igreja, considerada o Paraíso terrestre.

O sacerdote prepara a igreja e os fiéis para a Divina Liturgia: “Glória a Deus


nas alturas [o santuário] e paz na terra [a nave], para os homens a
benevolência [divina]”6. A palavra “paz” é repetida cerca de vinte vezes na
Divina Liturgia de São João Crisóstomo.

Santificado seja o vosso Nome

“Meu Nome é IHVH”7.

“Nosso Sumo Sacerdote”8 Jesus Cristo recebeu o Nome: “Deus o exaltou


soberanamente e lhe outorgou o Nome acima de todos os nomes”9. Os
iconógrafos ortodoxos escrevem nos ícones da igreja os equivalentes gregos

de IHVH, que são ICXC (IHCOYC XPICTOC) e Ho Ôn (o Ser).

Venha a nós o vosso Reino

“Pela salubridade dos ares, pela abundância dos frutos da terra e por tempos
pacíficos, roguemos ao Senhor”10. O Reino é a união da paz do Santuário com
os fiéis na nave da igreja, toda a humanidade e a natureza. Esta união é a
aliança.

2
Seja feita a vossa vontade assim na terra como no Céu

A Divina Liturgia faz a vontade de Deus Pai: leva à terra (a nave) a paz do Céu
(o Santuário).

O pão nosso de cada dia nos dai hoje

Belém em hebraico significa Casa do Pão. “Eu sou o pão vivo que desceu do
Céu. Quem come desse pão viverá para sempre. E o pão que darei é minha
própria carne, para que o mundo tenha vida”11. O profeta, sacerdote e rei
davídico Jesus Cristo assume os pecados que rompem a união entre o Céu e a
terra, sacrifica a si mesmo e restabelece a aliança. Na Divina Liturgia o
sacerdote reatualiza no Santuário o sacrifício do Senhor. O sacerdote vai do
Céu (o Santuário) à terra (a nave) levando o pão essencial.

Perdoai nossas ofensas assim como perdoamos a quem nos tem ofendido

“O perdão e a remissão dos nossos pecados e imperfeições, supliquemos ao


Senhor”12. O sacerdote solicita o perdão de seus pecados para que possa
perdoar seus semelhantes, restabelecendo a união entre o Santuário e os fiéis,
que também se perdoam entre si.

E não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal

“Para que sejamos livres de toda tribulação, ira, perigo e necessidade”13. Diante
da porta central da iconostase, voltado para o ícone de Cristo Pantocrator, que
traz os nomes ICXC e Ho Ôn, o sacerdote encerra o rito: “Dá a paz ao teu
mundo”14. A Divina Liturgia renovou a aliança e restabeleceu o Reino, a paz do
Santuário na nave da igreja, de onde deverá ser levada pelos fiéis à
humanidade e à natureza.

Porque teu é o Reino, o poder e a glória, agora, sempre e pelos séculos dos
séculos
Amém

3
1
Orações diante da Porta Régia. Divina Liturgia de São João Crisóstomo:
www.melkite.org/PDF/LITURGY2009.pdf.
2
No Tabernáculo nomádico o Santo dos Santos estava sempre voltado para o Oriente. No templo, enquanto
centro do mundo, não se situava em qualquer ponto cardeal em particular. As igrejas cristãs tradicionais estão
orientadas para Jerusalém, Oriente em relação à Europa e a América. Mateus 24:27: “A volta do Filho do
Homem será como um relâmpago que sai do Oriente e brilha no Ocidente”.
3
“O véu deverá separar o Lugar Santo do Santo dos Santos” (Êxodo 26:31-33).
4
A abordagem da Teologia do Templo, proposta pela erudita bíblica Margaret Barker: www.margaretbarker.com.
5
Mateus 6:9-13 e Lucas 11:2-4.
6
Grande Doxologia. A Divina Liturgia de São João Crisóstomo. Igreja Ortodoxa Antioquina, São Paulo, [2008],
p. 20. Lucas 2:14. O Santo dos Santos localiza-se literalmente “nas alturas”, pois o templo situava-se em um
monte de Jerusalém e o Santuário em uma plataforma dentro do templo, como ocorre em relação ao altar nas
igrejas cristãs tradicionais. “Altar” é etimologicamente relacionado ao Latim altus, alto.
7
Isaias 42:8. IHVH significa “Ser” em si mesmo e “Aquele que faz [as criaturas] serem”.
8
Liturgia dos Fiéis. Idem, p. 40.
9
Filipenses 2:9-10. João 17.
10
Litania da Paz. Idem, p. 25.
11
João 6:50-51.
12
Litania. Idem, p. 46.
13
Litania da Paz. Idem, p. 26.
14
Oração diante do ícone de Jesus Cristo. Idem, p. 67.