Você está na página 1de 7

05/11/13

Loja de Material de Construcao - Novas Lojas - Abrir Loja

05/11/13 Loja de Material de Construcao - Novas Lojas - Abrir Loja Dinheiro - Ganhe dinheiroSistemas de Afiliação Como Ganhar Dinheiro Negócios na Internet Marketing na Web Revenda e Ganhe Marketing Estratégias de Marketing Tendências de Marketing Marketing Multi-Level Empresas Afiliadas Franquias Idéias de Novos Negócios Mercado de Investimentos Comercio Eletrônico Planejamento de Marketing Livros e Informativos de Marketing Idéias de Novos Negócios - Loja de Material de Construção Apresentação do Negócio O mercado de construção civil e reforma de imóveis nunca teve totalmente estagnado, no entanto a partir de meados da década de 90, com a estabilização da economia, ficando o processo inflacionário dentro de patamares mais estáveis permitiu assim maiores programações financeiras, possibilitando aos brasileiros das classes sociais mais baixas realizarem alguns de sonhos dantes relegados a segundo plano. Diante desta nova realidade econômica os brasileiros puderam trazer a tona o sonho da casa própria ou mesmo reformar o seu lar. Embasado nesta premissa o empreendedor que pretenda inserir-se neste segmento comercial poderá ter a sua frente uma ótima possibilidade de crescimento , contudo precisa estar preparado para enfrentar uma forte concorrência, isto porque este mercado tem recebido a inserção de várias e várias novas empresas além de ter que concorrer com as lojas que já estão atuando neste segmento. No entanto a concorrência não pode ser um elemento que afaste o interesse em inserir-se neste mercado, pois este elemento – concorrência – deve ser uma meta a ser superada, isto porque em qualquer segmento de mercado existirão outras empresas que já atuam além das que planejam entrar em tal mercado. Mercado O mercado para as lojas de material de construção tem um grande espaço para crescimento a cada dia que passa. Isto porque são inúmeros as pessoas que estão construindo, fazendo grandes ou pequenas reformas, enfim os consumidores estão dispostos a comprar. O segmento comercial de lojas de materiais de construção obtiveram no ano passado um crescimento vertiginoso em suas vendas tendo um faturamento anual na ordem de R$ 40 bilhões, tendo como peça fundamental neste bolo todo é que cerca de 70% de todo o faturamento deste segmento de mercado vem das pequenas e médias empresas. Os maiores consumidores de materiais de construção, cerca de 72% são das classes sociais C e D. Com isto o mercado de lojas de materiais de construção oferece uma boa possibilidade de crescimento para os empreendedores que resolverem a ingressar neste segmento comercial. Ressalta-se que no início das atividades o empreendedor deverá se conter um pouco mais os seus anseios de comprar vários itens para compor o mix de produtos de seu negócio. Assim é importante adquiri pequenas quantidades de produtos que tem um giro mais rápido, evitando assim ficar com recursos financeiros imobilizados em estoques. Localização A definição do local torna um dos itens mais importantes para o sucesso da empresa, pois sua localização estará intimamente ligada a possibilidade de ter grande quantitativo de procura por compradores ou não. Isto porque se estiver localizada em uma área de difícil acesso por exemplo, o nível de fracasso estará um pouco mais presente, por isso mesmo deve-se procurar instalar seu comércio em um local com grande movimentação de pessoas, sejam pedestres ou em veículos. Na definição do local é importante que identifique um imóvel que possibilite futuras ampliações, pois mesmo que a empresa comece pequena, mas sempre existe a real possibilidade crescimento no decorrer do tempo. Entende-se que a ampliação é bem mais adequada do que ter que procurar um novo imóvel, fato que caso seja necessário poderá ensejar em perda de clientes até então costumeiros, além de ter que viabilizar todo um processo de formação de ponto comercial dentre outras situações. Exigências legais específicas O empreendedor deverá estar muito atento ao adquirir produtos que sejam vistoriados e certificados pelos órgãos oficiais e entidades credenciadas, como por exemplo, a ABNT, INMETRO e o IPT, para expedir normas técnicas e certificar tais produtos, sendo que alguns dos itens comercializados pelas lojas de materiais de construção requerem certificação obrigatória. Além das exigências indicadas acima este tipo de empreendimento, como qualquer outro do mercado comercial requer ainda o que se solicita para as empresas em geral, quais sejam: www.sodinheiro.info/ideias-de-novos-negocios/ideias-de-novos-negocios_loja-de-material-de-construcao.php 1/7 " id="pdf-obj-0-7" src="pdf-obj-0-7.jpg">

Dinheiro - Ganhe dinheiro com a internet através de seu website

Idéias de Novos Negócios - Loja de Material de Construção

Apresentação do Negócio

O mercado de construção civil e reforma de imóveis nunca teve totalmente estagnado, no entanto a partir de meados da década de

90,

com a estabilização da economia, ficando o processo inflacionário dentro de patamares mais estáveis permitiu assim maiores

programações financeiras, possibilitando aos brasileiros das classes sociais mais baixas realizarem alguns de sonhos dantes

relegados a segundo plano.

05/11/13 Loja de Material de Construcao - Novas Lojas - Abrir Loja Dinheiro - Ganhe dinheiroSistemas de Afiliação Como Ganhar Dinheiro Negócios na Internet Marketing na Web Revenda e Ganhe Marketing Estratégias de Marketing Tendências de Marketing Marketing Multi-Level Empresas Afiliadas Franquias Idéias de Novos Negócios Mercado de Investimentos Comercio Eletrônico Planejamento de Marketing Livros e Informativos de Marketing Idéias de Novos Negócios - Loja de Material de Construção Apresentação do Negócio O mercado de construção civil e reforma de imóveis nunca teve totalmente estagnado, no entanto a partir de meados da década de 90, com a estabilização da economia, ficando o processo inflacionário dentro de patamares mais estáveis permitiu assim maiores programações financeiras, possibilitando aos brasileiros das classes sociais mais baixas realizarem alguns de sonhos dantes relegados a segundo plano. Diante desta nova realidade econômica os brasileiros puderam trazer a tona o sonho da casa própria ou mesmo reformar o seu lar. Embasado nesta premissa o empreendedor que pretenda inserir-se neste segmento comercial poderá ter a sua frente uma ótima possibilidade de crescimento , contudo precisa estar preparado para enfrentar uma forte concorrência, isto porque este mercado tem recebido a inserção de várias e várias novas empresas além de ter que concorrer com as lojas que já estão atuando neste segmento. No entanto a concorrência não pode ser um elemento que afaste o interesse em inserir-se neste mercado, pois este elemento – concorrência – deve ser uma meta a ser superada, isto porque em qualquer segmento de mercado existirão outras empresas que já atuam além das que planejam entrar em tal mercado. Mercado O mercado para as lojas de material de construção tem um grande espaço para crescimento a cada dia que passa. Isto porque são inúmeros as pessoas que estão construindo, fazendo grandes ou pequenas reformas, enfim os consumidores estão dispostos a comprar. O segmento comercial de lojas de materiais de construção obtiveram no ano passado um crescimento vertiginoso em suas vendas tendo um faturamento anual na ordem de R$ 40 bilhões, tendo como peça fundamental neste bolo todo é que cerca de 70% de todo o faturamento deste segmento de mercado vem das pequenas e médias empresas. Os maiores consumidores de materiais de construção, cerca de 72% são das classes sociais C e D. Com isto o mercado de lojas de materiais de construção oferece uma boa possibilidade de crescimento para os empreendedores que resolverem a ingressar neste segmento comercial. Ressalta-se que no início das atividades o empreendedor deverá se conter um pouco mais os seus anseios de comprar vários itens para compor o mix de produtos de seu negócio. Assim é importante adquiri pequenas quantidades de produtos que tem um giro mais rápido, evitando assim ficar com recursos financeiros imobilizados em estoques. Localização A definição do local torna um dos itens mais importantes para o sucesso da empresa, pois sua localização estará intimamente ligada a possibilidade de ter grande quantitativo de procura por compradores ou não. Isto porque se estiver localizada em uma área de difícil acesso por exemplo, o nível de fracasso estará um pouco mais presente, por isso mesmo deve-se procurar instalar seu comércio em um local com grande movimentação de pessoas, sejam pedestres ou em veículos. Na definição do local é importante que identifique um imóvel que possibilite futuras ampliações, pois mesmo que a empresa comece pequena, mas sempre existe a real possibilidade crescimento no decorrer do tempo. Entende-se que a ampliação é bem mais adequada do que ter que procurar um novo imóvel, fato que caso seja necessário poderá ensejar em perda de clientes até então costumeiros, além de ter que viabilizar todo um processo de formação de ponto comercial dentre outras situações. Exigências legais específicas O empreendedor deverá estar muito atento ao adquirir produtos que sejam vistoriados e certificados pelos órgãos oficiais e entidades credenciadas, como por exemplo, a ABNT, INMETRO e o IPT, para expedir normas técnicas e certificar tais produtos, sendo que alguns dos itens comercializados pelas lojas de materiais de construção requerem certificação obrigatória. Além das exigências indicadas acima este tipo de empreendimento, como qualquer outro do mercado comercial requer ainda o que se solicita para as empresas em geral, quais sejam: www.sodinheiro.info/ideias-de-novos-negocios/ideias-de-novos-negocios_loja-de-material-de-construcao.php 1/7 " id="pdf-obj-0-94" src="pdf-obj-0-94.jpg">

Diante desta nova realidade econômica os brasileiros puderam trazer a tona o sonho da casa própria ou mesmo reformar o seu lar.

Embasado nesta premissa o empreendedor que pretenda inserir-se neste segmento comercial poderá ter a sua frente uma ótima possibilidade de crescimento, contudo precisa estar preparado para enfrentar uma forte concorrência, isto porque este mercado tem recebido a inserção de várias e várias novas empresas além de ter que concorrer com as lojas que já estão atuando neste segmento.

05/11/13 Loja de Material de Construcao - Novas Lojas - Abrir Loja Dinheiro - Ganhe dinheiroSistemas de Afiliação Como Ganhar Dinheiro Negócios na Internet Marketing na Web Revenda e Ganhe Marketing Estratégias de Marketing Tendências de Marketing Marketing Multi-Level Empresas Afiliadas Franquias Idéias de Novos Negócios Mercado de Investimentos Comercio Eletrônico Planejamento de Marketing Livros e Informativos de Marketing Idéias de Novos Negócios - Loja de Material de Construção Apresentação do Negócio O mercado de construção civil e reforma de imóveis nunca teve totalmente estagnado, no entanto a partir de meados da década de 90, com a estabilização da economia, ficando o processo inflacionário dentro de patamares mais estáveis permitiu assim maiores programações financeiras, possibilitando aos brasileiros das classes sociais mais baixas realizarem alguns de sonhos dantes relegados a segundo plano. Diante desta nova realidade econômica os brasileiros puderam trazer a tona o sonho da casa própria ou mesmo reformar o seu lar. Embasado nesta premissa o empreendedor que pretenda inserir-se neste segmento comercial poderá ter a sua frente uma ótima possibilidade de crescimento , contudo precisa estar preparado para enfrentar uma forte concorrência, isto porque este mercado tem recebido a inserção de várias e várias novas empresas além de ter que concorrer com as lojas que já estão atuando neste segmento. No entanto a concorrência não pode ser um elemento que afaste o interesse em inserir-se neste mercado, pois este elemento – concorrência – deve ser uma meta a ser superada, isto porque em qualquer segmento de mercado existirão outras empresas que já atuam além das que planejam entrar em tal mercado. Mercado O mercado para as lojas de material de construção tem um grande espaço para crescimento a cada dia que passa. Isto porque são inúmeros as pessoas que estão construindo, fazendo grandes ou pequenas reformas, enfim os consumidores estão dispostos a comprar. O segmento comercial de lojas de materiais de construção obtiveram no ano passado um crescimento vertiginoso em suas vendas tendo um faturamento anual na ordem de R$ 40 bilhões, tendo como peça fundamental neste bolo todo é que cerca de 70% de todo o faturamento deste segmento de mercado vem das pequenas e médias empresas. Os maiores consumidores de materiais de construção, cerca de 72% são das classes sociais C e D. Com isto o mercado de lojas de materiais de construção oferece uma boa possibilidade de crescimento para os empreendedores que resolverem a ingressar neste segmento comercial. Ressalta-se que no início das atividades o empreendedor deverá se conter um pouco mais os seus anseios de comprar vários itens para compor o mix de produtos de seu negócio. Assim é importante adquiri pequenas quantidades de produtos que tem um giro mais rápido, evitando assim ficar com recursos financeiros imobilizados em estoques. Localização A definição do local torna um dos itens mais importantes para o sucesso da empresa, pois sua localização estará intimamente ligada a possibilidade de ter grande quantitativo de procura por compradores ou não. Isto porque se estiver localizada em uma área de difícil acesso por exemplo, o nível de fracasso estará um pouco mais presente, por isso mesmo deve-se procurar instalar seu comércio em um local com grande movimentação de pessoas, sejam pedestres ou em veículos. Na definição do local é importante que identifique um imóvel que possibilite futuras ampliações, pois mesmo que a empresa comece pequena, mas sempre existe a real possibilidade crescimento no decorrer do tempo. Entende-se que a ampliação é bem mais adequada do que ter que procurar um novo imóvel, fato que caso seja necessário poderá ensejar em perda de clientes até então costumeiros, além de ter que viabilizar todo um processo de formação de ponto comercial dentre outras situações. Exigências legais específicas O empreendedor deverá estar muito atento ao adquirir produtos que sejam vistoriados e certificados pelos órgãos oficiais e entidades credenciadas, como por exemplo, a ABNT, INMETRO e o IPT, para expedir normas técnicas e certificar tais produtos, sendo que alguns dos itens comercializados pelas lojas de materiais de construção requerem certificação obrigatória. Além das exigências indicadas acima este tipo de empreendimento, como qualquer outro do mercado comercial requer ainda o que se solicita para as empresas em geral, quais sejam: www.sodinheiro.info/ideias-de-novos-negocios/ideias-de-novos-negocios_loja-de-material-de-construcao.php 1/7 " id="pdf-obj-0-105" src="pdf-obj-0-105.jpg">

No entanto a concorrência não pode ser um elemento que afaste o interesse em inserir-se neste mercado, pois este elemento – concorrência – deve ser uma meta a ser superada, isto porque em qualquer segmento de mercado existirão outras empresas que já atuam além das que planejam entrar em tal mercado.

Mercado

O mercado para as lojas de material de construção tem um grande espaço para crescimento a cada dia que passa. Isto porque são inúmeros as pessoas que estão construindo, fazendo grandes ou pequenas reformas, enfim os consumidores estão dispostos a comprar.

O segmento comercial de lojas de materiais de construção obtiveram no ano passado um crescimento vertiginoso em suas vendas tendo um faturamento anual na ordem de R$ 40 bilhões, tendo como peça fundamental neste bolo todo é que cerca de 70% de todo o faturamento deste segmento de mercado vem das pequenas e médias empresas.

Os maiores consumidores de materiais de construção, cerca de 72% são das classes sociais C e D.

Com isto o mercado de lojas de materiais de construção oferece uma boa possibilidade de crescimento para os empreendedores que resolverem a ingressar neste segmento comercial.

Ressalta-se que no início das atividades o empreendedor deverá se conter um pouco mais os seus anseios de comprar vários itens para compor o mix de produtos de seu negócio. Assim é importante adquiri pequenas quantidades de produtos que tem um giro mais

rápido, evitando assim ficar com recursos financeiros imobilizados em estoques.

Localização

A definição do local torna um dos itens mais importantes para o sucesso da empresa, pois sua localização estará intimamente ligada a possibilidade de ter grande quantitativo de procura por compradores ou não. Isto porque se estiver localizada em uma área de difícil acesso por exemplo, o nível de fracasso estará um pouco mais presente, por isso mesmo deve-se procurar instalar seu comércio em um local com grande movimentação de pessoas, sejam pedestres ou em veículos.

Na definição do local é importante que identifique um imóvel que possibilite futuras ampliações, pois mesmo que a empresa comece pequena, mas sempre existe a real possibilidade crescimento no decorrer do tempo.

Entende-se que a ampliação é bem mais adequada do que ter que procurar um novo imóvel, fato que caso seja necessário poderá ensejar em perda de clientes até então costumeiros, além de ter que viabilizar todo um processo de formação de ponto comercial dentre outras situações.

Exigências legais específicas

O empreendedor deverá estar muito atento ao adquirir produtos que sejam vistoriados e certificados pelos órgãos oficiais e entidades credenciadas, como por exemplo, a ABNT, INMETRO e o IPT, para expedir normas técnicas e certificar tais produtos, sendo que alguns dos itens comercializados pelas lojas de materiais de construção requerem certificação obrigatória.

Além das exigências indicadas acima este tipo de empreendimento, como qualquer outro do mercado comercial requer ainda o que se solicita para as empresas em geral, quais sejam:

05/11/13

Loja de Material de Construcao - Novas Lojas - Abrir Loja

  • a) Ato constitutivo da empresa – Contrato Social;

  • b) Registro do contrato social na junta comercial de seu estado;

  • c) Registro junto a Secretaria da Receita Federal para obtenção do CNPJ;

  • d) Registro da Secretaria da Receita Estadual, para obtenção da inscrição estadual;

  • e) Registro junto a Secretaria da Receita Municipal, visando a obtenção da inscrição municipal;

  • f) Registro junto ao INSS;

  • g) Visando a utilização de máquina registradora ECF (Emissora de Cupom Fiscal), será necessário o preenchimento de formulário

específico exigido pela Secretaria da Fazenda Estadual.

É importante também que o empresário se atenha a necessidade de se registrar a marca de seu negócio, pois como se sabe as marcas a partir do momento que se tornam conhecidas apresentam um valor bastante expressivo no mercado, fato que direciona o cliente para tal registro, buscando com isto preservar o surgimento de outras lojas concorrentes com o mesmo nome de sua marca no mercado, seja na condição legal ou mesmo de pirataria.

Para obter o registro o empresário deverá preparar os documentos para dar entrada no pedido de registro:

  • a) Cópia do contrato social;

  • b) Cópia das possíveis alterações contratuais que possam ter ocorrido;

  • c) Cópia do cartão do CNPJ;

  • d) Cópia de declaração de microempresa (se for o caso);

  • e) Em caso de marca mista (escrita e figura) ou só com figura é necessário que você apresente 16 etiquetas no tamanho 6cm x 6cm.

Tais etiquetas deverão ser impressas em papel ofício em preto e branco;

  • f) Torna-se necessário também procurar o PROCON, para adequação às exigências legais da Lei nº 8.078 de 11 de setembro de 1990.

Com o material indicado acima, poder-se-á dar entrada no processo junto ao INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial, sendo que para isto haverá a cobrança de taxa para realização de tais serviços, fato que ocorre desde o pedido de registro até a expedição do Certificado de Registro. Os valores destas taxas variam de acordo com o tipo de serviço solicitado.

ATENÇÃO: caso o empresário não efetue o registro de sua marca, estará aberta a possibilidade para que outros o façam, perdendo o seu criador todo e qualquer direito sobre a marca outrora criada.

Estrutura

A estrutura inicial é bastante variável, no entanto deverá se ater a um espaço mínimo que possibilite a instalação da empresa, sendo o ideal o seguinte:

-área total 700 m², que devem ser dividos em espaço específico para a loja (showroom) – mais ou menos uns 150 m² - local que será destinado a exposição dos produtos comercializados pela loja.

-Os 550 m² não utilizados na loja deverá ser utilizado para escritório (uma pequena parte) e o metros quadrados restantes deve ser destinado a depósito para estocagem de mercadorias.

Pessoal

A loja de material de construção, em seu início poderá contar com um quantitativo de 7 (sete) funcionários, sendo alocados da seguinte forma:

  • a) Um auxiliar administrativo;

  • b) Um auxiliar de serviços gerais;

  • c) Dois vendedores;

  • d) Um motorista;

  • e) Dois auxiliares de entrega, carga e descarga.

Equipamentos

Os equipamentos necessários para a montagem da sua loja são basicamente estes:

-balcão; -gôndolas; -máquina ECF; -telefone; -microcomputadores; -impressoras; -móveis de escritório (mesa, cadeira e fax); -veículo para entrega.

No que tange a tecnologia, o empreendedor deverá informatizar seu empreendimento desde o início, pois são muitos itens que compõe os produtos comercializados por uma loja de materiais de construção o que dificulta e muito a tentativa de controle manual.

Sabe-se que em qualquer segmento comercial os consumidores sempre gostam de encontrar o que procuram no momento que querem comprar naquele momento. Por isso mesmo não deve ter descontrole de estoque.

Assim o empreendedor deverá iniciar seu negócio totalmente automatizado, tendo como base de apoio, se possível um sistema integrado de gestão, pois além de possibilitar o controle de estoques, também irá facilitar o gerenciamento da empresa, que passa desde a avaliação de rentabilidade, custos, despesas, receitas, dentre outros pontos inerentes a gestão empresarial.

Matéria Prima / Mercadoria

Esse tipo de empreendimento trabalha com diversas mercadorias, tendo como base alguns itens, conforme segue:

-Rolos de tintas e pincéis; -Trinchas e lixas (metal, paredes e lavável);

05/11/13

Loja de Material de Construcao - Novas Lojas

- Abrir Loja

-Desempenadeira e espátula; -Pisos e azulejos; -Materiais elétricos (fios, cabos, interruptores, disjuntores, fusíveis); -Louças sanitárias; -Materiais hidráulicos (válvulas, torneiras, acessórias e conexões); -Metais sanitários (bóias de vazão total, mecanismo de vedação, válvulas e acessórios para ducha higiênica); -Cimento e argamassa; -Lâmpadas, luminárias, lustres; -Tintas; -Telhas; -Lajes; -Areia; -Canos/tubos de PVC; -Tijolos.

Organização do processo produtivo

Para que se tenha um processo produtivo que mantenha a loja em ordem ao mesmo tempo atenda as necessidades do cliente é necessário estar atento a alguns detalhes:

  • 1. Organizar os produtos de forma fácil de ser localizado, de preferência separando os por setores;

  • 2. Manter as prateleiras separadas uma das outras, a uma distância razoável para que o cliente tenha um bom acesso aos produtos;

  • 3. Manter a loja sempre bem limpa e arrumada, com isso o ambiente se torna mais agradável aos olhos do cliente;

  • 4. Estar sempre atento aos produtos do estoque, para que não venha a faltar;

  • 5. Colocar preços visíveis em todos os produtos, para maior praticidade e tranqüilidade dos clientes.

Automação

Como citado no tópico Equipamentos e Tecnologia, o nível de automação não é alto, no entanto extremamente necessário, pois um bom sistema integrado de gestão (ERP) devidamente instalado e parametrizado segundo as necessidades da empresa é uma ferramenta muito útil, pois tal ferramenta será um auxiliar altamente eficaz.

O ERP, se bem manuseado e adequadamente parametrizado, procederá a gestão de estoques de forma segura e precisa, além deste controle extremamente necessário o empresário não pode abri mão de ter o “conhecimento” completo de sua empresa.

A empresa é uma parte integrante da vida do empresário, portanto, conhecer todos os seus atos e fatos são fundamentais, já que uma empresa bem gerida estará bem encaminhada rumo ao sucesso empresarial.

Canais de distribuição

No caso de loja de materiais de construção como as vendas são feitas somente no varejo, o principal canal de distribuição são as entregas em domicilio que normalmente são feitas por intermédio de bicicleta cargueira e moto com ou sem caretinha, para entrega de pequenos itens ou pequenas quantidade, produtos de fácil manuseio e um veículo de porte médio para grande para realizar as entregas de itens em maiores quantidades.

Investimentos

O investimento inicial irá variar de acordo com o espaço a ser definido para a instalação da loja, não a definição do espaço total, mais sim o espaço que será estruturado para o funcionamento da loja, escritório e área complementar para estocagem de produtos.

Assim entende-se que o montante a ser aplicado para estruturação de uma loja com espaço estruturado para a loja, escritório e estoque na ordem de 700m² requererá um investimento inicial na ordem de R$ 300.000,00.A distribuição do investimento provavelmente estará instaurada da seguinte forma:

  • a) Balcão – 4 unid. x R$ 350,00 = R$ 1.400,00

  • b) Gôndolas para loja – 30 unid. x R$ 230,00 = R$ 6.900,00

  • c) Gôndolas para estoque – 100 unid. x R$ 230,00 = R$ 23.000,00

  • d) Máquina de ECF – 1 unid. x R$ 1.250,00 = R$ 1.250,00

  • e) Microcomputadores – 5 unid. x R$ 1.300,00 = R$ 6.500,00

  • f) Servidor – 1 unid. x R$ 3.500,00 = R$ 3.500,00

  • g) Impressoras

    • a. Matricial – 2 unid. x R$ 1.000,00 = R$ 2.000,00

    • b. Laser – 2 unid. x R$ 600,00 = R$ 1.200,00

      • h) Mobiliário e equipamentos

        • a. Mesas – 8 unid. x R$ 250,00 = R$ 2.000,00

        • b. Cadeiras

        • i. Fixas – 16 unid. x R$ 80,00 = R$ 1.280,00

ii. Giratórias – 8 unid. x R$ 120,00 = R$ 960,00

  • i) Fax – 1 unid. x R$ 450,00 = R$ 450,00

  • j) Telefones – 8 unid. x R$ 50,00 = R$ 400,00

  • k) Veículos para entrega

    • a. Bicicleta cargueira – 1 unid. x R$ 300,00 = R$ 300,00

    • b. Moto – 2 unid. x R$ 4.000,00 = R$ 8.000,00

    • c. Caminhão ¾ - 1 unid. x R$ 30.000,00 = R$ 30.000,00

      • l) Estruturação de rede para computadores – R$ 2.500,00

      • m) Software de ERP – R$ 10.000,00

      • n) Reforma de estruturação do imóvel – R$ 20.000,00

Total

............................................................................

R$121.640,00

05/11/13

Loja de Material de Construcao - Novas Lojas - Abrir

Loja

O restante do investimento deverá ser aplicado em produtos para comercialização, atentando que parte deste montante não consumido neste momento, cerca de R$ 178.360,00, deverá ser separado um valor suficiente para custear os gastos com pessoal, aluguel, energia, água, telefonia, dentre outros itens.

Capital de giro

O montante de capital giro para uma loja de materiais de construção, deve ser levantado segundo os valores para as seguintes verbas:

  • 1. Salário dos funcionários;

  • 2. Tributos, impostos e contribuições;

  • 3. Aluguel;

  • 4. Água, Luz, Telefone e acesso a internet;

  • 5. Produtos para higiene e limpeza da empresa e funcionários;

  • 6. Recursos para manutenções corretivas;

  • 7. Assessoria contábil;

  • 8. Propaganda e Publicidade da empresa.

O empreendedor deverá calcular o gasto total destas verbas, de forma mensal, e manter uma reserva para cobrir tais pagamentos por um período mínimo de 18 meses. Ressalta-se que não existe uma regra para definir o período indicado, no entanto é um tempo necessário para que o empreendimento consiga uma estabilização mínima e comece a gerar recursos financeiros.

A necessidade de manter esta reserva financeira, denominada Capital de Giro, será utilizada para cobrir os desembolsos necessários até que a empresa tenha condições de se manter com seu próprio movimento de vendas e suas respectivas receitas.

Apenas como orientação complementar o empreendedor deverá ser extremamente rígido com suas finanças, pois em todo início de atividade empresarial o controle orçamentário tem que ser seguido em sua íntegra de forma a não consumir recursos sem prévia e adequada previsão, bem como efetiva disponibilidade de capital, sob pena de incorrer em grandes dificuldades financeiras, fato que

em grande parte é o responsável pelo fechamento de novas empresas antes mesmo de completar o primeiro ano de vida em funcionamento.

O empresário deve atentar e não se submeter a desejos que são naturais do ser humano, ou seja, a vontade de reaver os recursos investidos em um determinado negócio, pois no início todo o recurso que entrar na empresa deverá ficar na própria empresa. Isto significa que todos os rendimentos obtidos nas operações da empresa deverão ser reinvestidos no desenvolvimento/crescimento do seu comércio.

O reinvestimento citado no parágrafo anterior, significa não usar recursos embenefício próprio, no entanto os pagamentos das atividades operacionais da empresa isto é permitido e até mesmo importantíssimo, já que todo negócio deve se pagar, portanto, os ganhos que a empresa obter podem e devem ser aplicados na sustentabilidade do dia-a-dia da empresa. Assim os possíveis ganhos angariados irão compor o Capital de Giro necessário a sobrevida do novo negócio.

Custos

Os custos que a empresa incorre são os que estão indicados no item Capital de Giro, sendo agregado a este conjunto de verbas o que denomina-se CUSTO DE MERCADORIAS VENDIDAS – CMV, que é o valor do custo de aquisição de mercadorias para revenda, agregado a este o valor dos impostos diretos, fretes, custos administrativos e operacionais, aplicadosindividualmente a cada produto adquirido e a ser comercializado.

O empreendedor deverá atentar que o Custo de Mercadorias Vendidas somente irá ocorrer quando da efetiva comercialização de cada produto anteriormente adquirido, por isso mesmo torna-se muito importante que o empresário conte com a assessoria de um contador experiente para proceder os registros contábeis adequados visando com isto poder avaliar continuamente o desempenho da empresa, bem como não pagar mais impostos, tributos e contribuições do que o estritamente devido.

Este ponto citado acima se prende ao fato de que as mercadorias comercializadas reduzem os estoques, surgindo assim a necessidade de reposição de tais estoques. Diante disto faz-se necessário que as vendas sejam feitas de forma consciente e devidamente ajustadas financeiramente, ou seja, não poderá haver desencaixe entre a entrada e saída de recursos, senão a empresa estará em dificuldades para honrar seus compromissos assumidos mediante seus fornecedores.

Diversificação / Agregação de valor

A loja de materiais de construção, segundo visão de seu empreendedor, tem que buscar mecanismos auxiliares para que o desenvolvimento comercial de seu negócio ocorra no menor espaço de tempo, por isso a necessidade de diversificar produtos e que estes referidos produtos agreguem valor ao seu negócio.

Para viabilizar estes pontos – diversificação e agregar valor ao seu negócio – existe várias possibilidades, mas cada uma destas possibilidades requer criatividade do empresário, investimento, espaço físico dentre outros fatores. Como dica pode se sugerir:

1) Montar a loja numa estrutura de showroom com gôndolas baixas de sorte que o cliente possa ter uma visão ampla dos produtos expostos na loja, fato que irá criar o auto-atendimento;

2) O auto-atendimento não significa que a loja não precise de vendedores, até pelo contrário tem que ter vários vendedores para tirar dúvidas ou até mesmo sugerir ao cliente o que é necessário para cada caso;

3) Ressalta-se que por vezes o cliente nem sabe ao certo o que precisa em sua obra, seja ela de construção ou reforma, por isso os vendedores terão que ser especialistas no ramo, para que exista um auxílio real para o cliente.

Atenção: nunca “empurre” mercadorias nos clientes, pois como em qualquer outro comércio o segmento de material de construção é

cíclico, ou seja, o cliente sempre estará fazendo uma outra pequena obra em sua residência, comércio,

etc..

Assim o que precisa

05/11/13

Loja de Material de Construcao - Novas

Lojas - Abrir Loja

existir é respeito e confiança entre as partes, o que irá gerar retorno a sua loja, além de que o cliente satisfeito irá fazer propaganda gratuita de seu estabelecimento.

4) De preferência que a frente da loja seja toda em vidros, não existindo paredes, que toda a loja seja extremamente bem iluminada, gerando assim nos passantes o interesse por olhar para dentro da loja;

5) Outro ponto que nunca deve ser deixado de lado é o compromisso com a pontualidade nas entregas. A preferência é que as entregas inclusive sejam agendadas por horário, isto irá gerar no cliente conforto e tranqüilidade, uma vez que atualmente as contratações de mão-de-obra para construção ou reforma tem sido feita por hora, por isso mesmo jamais o pedreiro poderá ficar parado na obra por falta de material;

6) Outro ponto importante é a composição do mix de produtos que são comercializados na loja, que pode ser bastante variável, como incremento o empresário poderá agregar outros itens que não se destinam exclusivamente a construção ou reforma de um imóvel, por exemplo:

  • a. Varais para roupas;

  • b. Cabideiros e porta toalhas;

  • c. Suportes variados;

  • d. Materiais elétricos e hidráulicos;

  • e. Utilidades domésticas variadas;

  • f. E num ponto mais arrojado até mesmo produtos eletroeletrônicos, como exemplo, fogão de bancada, forno de embutir, etc.

Desta forma a loja de material de construção transforma-se em numa loja que poder-se-ia denominar Lar & Construção, gerando assim um diversificação de produtos para venda e também agregando valor ao seu empreendimento, buscando com isto aumentar o fluxo de pessoas dentro de seu estabelecimento no menor espaço de tempo possível e ainda aumentar a permanência dos clientes na sua loja além de possibilitar comodidade e facilidade aos clientesno momento da compra.

Salienta ainda que a composição do mix de produtos para uma loja de material de construção que esteja sendo concebida é combinar os itens a serem comercializados com o tipo de público e necessidades momentâneas, por exemplo:

a) Se a loja for montada em um bairro que esteja sendo implantado/nascendo, o ideal é reforçar o estoque de materiais básicos, como areia, cimento, brita, ferro, tijolos, encanamento, fiação e tinta.

b) Já em casos de bairros formados ou estágio avançado de formação provavelmente a demanda dos clientes será por produtos de acabamento, tipo pisos, azulejos, materiais sanitários, metais, iluminação e acessórios para banheiros.

Entende-se importante ressalvar que para compor uma loja na estrutura sugerida acima poderá requerer um volume maior de recursos do empreendedor como base de seu Capital de Giro inicial. Isto porque os custos para esta implementação tendem a ser maior, no entanto nada que um bom projeto que contemple todas as fases do negócio e um plano de negócio bem estruturado não consiga direcionar o empresário para o caminho que pode ser trilhado com maior segurança.

Divulgação

O meio de divulgação deste segmento empresarial são os tradicionais, como exemplo cita-se:

-Propagandas em Rádio e TV;

-Folder, cartazes e cartões de visita; -Publicação em jornais.

Além destes mecanismos de divulgação o empreendedor deverá apresentar toda a sua criatividade e identificar meios de publicidade de sua empresa inovadores e que capazes ampliar o foco de sua atuação, como exemplo poder-se-ia sugerir a inclusão de um consultor comercial que estaria visitando o cliente diretamente no local de realização de sua obra buscando atendê-lo em suas necessidades no momento que o mesmo mais precisa.

No entanto a visita deste consultor comercial não deve ser apenas para vendas, mais sim agregar a tais visitas elementos técnicos de orientação ao cliente, criando assim um elo de respeito, confiança e “cumplicidade”, já que as orientações prestadas tem que ser precisas e não podem falha.

Ressalta-se no entanto que a propaganda tradicionalíssima que é a do boca-a-boca ainda continua sendo, sem sombra de dúvida, a melhor forma de divulgação, pois tal divulgação é desinteressada, se tornando uma mídia indireta, por isso mesmo fortemente eficaz.

Informações Fiscais e Tributárias

O segmento de loja de materiais de construção, assim entendido o comércio de materiais de construção em geral, sem especialização, poderá optar pelo SIMPLES Nacional - Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, instituído pela Lei Complementar nº 123/2006, caso a receita bruta de sua atividade não ultrapassar R$ 240.000,00 (microempresa) ou R$ 2.400.000,00 (empresa de pequeno porte) e respeitando os demais requisitos previstos na Lei.

Nesse regime, o empreendedor poderá recolher os seguintes tributos e contribuições, por meio de apenas um documento fiscal – o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional):

IRPJ (imposto de renda da pessoa jurídica);

CSLL (contribuição social sobre o lucro);

05/11/13

Loja de Material de Construcao - Novas Lojas - Abrir Loja

PIS (programa de integração social);

COFINS (contribuição para o financiamento da seguridade social);

ICMS (imposto sobre circulação de mercadorias e serviços);

INSS (contribuição para a seguridade social).

Conforme o Anexo I da referida Lei Complementar nº 123/2006, as alíquotas do SIMPLES Nacional, para esse ramo de atividade, vão de 4% até 11,61%, dependendo da receita bruta auferida pelo negócio. No caso de início de atividade no próprio ano-calendário da opção pelo SIMPLES Nacional, para efeito de determinação da alíquota no primeiro mês de atividade, o empreendedor utilizará, como receita bruta total acumulada, a receita do próprio mês de apuração multiplicada por 12 (doze).

Se o Estado em que o empreendedor estiver exercendo a atividade conceder benefícios de isenção e/ou substituição tributária para o ICMS, a alíquota poderá ser reduzida conforme o caso. Na esfera Federal poderá ocorrer redução quando se tratar de PIS e/ou COFINS (Resolução nº 05/2007, do Comitê Gestor de Tributação das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte).

Essa opção de tributação poderá ser amplamente vantajosa para o segmento de loja de materiais de construção, motivo pelo qual sugerimos uma avaliação cuidadosa do regime de tributação apresentado.No entanto o empresário precisa estar bem assessorado por um profissional contábil, já que para dizer que a opção pelo Simples agora Simples Federal ou Super Simples precisa ser minuciosamente calculado na “ponta do lápis” pois apenas inferir que a alíquota a ser aplicada é “baixa” não é suficiente e em vários casos poderá “pregar algumas peças” no empreendedor, já que todos os cálculos de impostos dependerá da relação entre o binômio “faturamento versus custos/despesas”.

Orienta-se ao empreendedor que atente ao tópico Exigências legais especificas, que inclui as normas e regulamentos que devem ser atendidos para operacionalização dessa atividade

Glossário

Gôndolas: estante ou conjunto de prateleiras;

Dicas do Negócio

O empreendedor deste segmento empresarial deverá estar ciente de sua responsabilidade, que vai desde a sua entrega total ao comércio bem como ser uma pessoa que tem muita habilidade em se relacionar com outras pessoas de qualquer nível social e ser sempre agradável, pois o proprietário sempre será o espelho de seu negócio. Cita-se abaixo alguns pontos que não podem ser deixados de lado em qualquer negócio e que não é diferente para uma loja de material de construção:

-Jamais deixar de acompanhar os avanços tecnológicos, principalmente quando o estabelecimento começa a apresentar crescimento, por isso é muito importante ter uma boa estrutura de microcomputadores para instalar software de controle de estoque e auxilio na gestão do negócio;

-Manter um bom relacionamento com todos os clientes e processar troca de informações, pois estes sempre poderá estar lhe trazendo o sentimento real e desinteressado sobre o seu comércio, por isso o relacionamento interpessoal é uma grande ferramenta;

-Atentar também para que o sistema de entrega em domicílio não seja apenas um serviço complementar à disposição do cliente, mais sim que seja um serviço eficiente e que cumpre os horários acordados para entrega e também que se realize com muita presteza e com funcionários vestidos adequadamente, de preferência uniformizados, penteados e acima de tudo que façam com prazer o seu trabalho.

Complementa ainda o tópico Dicas do Negócio:

Publicidade
Publicidade

-Atentar que nem sempre o cliente tem condições de transportar o que foi comprado, por isso o serviço de entrega deverá estar sempre a disposição; -O local da implantação da loja deve ter espaço disponível para futuras ampliações; -No início da loja de material de construção é melhor comprar os produtos de uma distribuidora. Apesar dos preços serem um pouco mais alto do que as compras diretas da fábrica, torna-se possível adquirir pequenas quantidades e também negociar prazos diferenciais e ainda até mesmo possibilidade de devolução de mercadorias que não tem comercialização; -Inicie seu negócio com os dois pés bem firmes no chão, ou seja, não alce vôos mais altos que suas possibilidades econômicas e financeiras; -Busque incrementar outros itens ao seu mix de produtos a medida de seu crescimento natural, evite operações de riscos; -Sempre ouça o cliente, pois a sabedoria humana é incomparável, por isso respeite cada pessoa que busque seu estabelecimento comercial; -Tenha flexibilidade em suas negociações com seus clientes, pois a implantação de vendas somente a vista poderá inviabilizar seu negócio, no entanto isto não significa que deve-se vender a prazo aleatoriamente, a loja deverá ser dotado de um setor de cadastro que possibilite avaliar o crédito de cada cliente interessado. Desta forma mantendo a precaução comercial necessária poder-se-á comercializar com redução no risco.

Características específicas do empreendedor

Como dito em vários itens anteriores, a principal característica do empreendedor é ser uma pessoa fácil convivência com o público em geral, tenha grande habilidade no ato de servir o próximo, que neste caso é o seu bem mais precioso, ou seja o CLIENTE. O empreendedor tem que ser uma pessoa que consiga enxergar além do que a vista consegue ver, ou seja, ser arrojado o suficiente para perceber momentos adequados para com movimentos sincronizados e seguro possa sempre estar um passo a frente de seus concorrentes, fazendo assim com que seu empreendimento seja modelo e não apenas mais um no segmento.

Como em qualquer segmento empresarial, as principais características do empreendedor são:

05/11/13

Loja de Material de Construcao - Novas Lojas - Abrir Loja

  • a) Arrojo comercial e empresarial;

  • b) Disponibilidade para investir no início de um novo negócio;

  • c) Estar preparado para aceitar as inovações tecnológicas e assumi-las em seu empreendimento;

  • d) Ter conhecimento do negócio, evitando sempre as “aventuras empresariais” uma vez que o mercado não perdoa amadorismo;

  • e) Denotar habilidade e conhecimento com o ramo de materiais de construção, contudo caso não tenha amplos conhecimentos o

empresário deverá se esforçar ao máximo para se familiarizar com tal segmento.

Bibliografia Complementar

​www.sebraees.com.br www.anamaco.com.br www.feicon.com.br Busque na Web www.fenavid.com
​www.sebraees.com.br
www.anamaco.com.br
www.feicon.com.br
Busque na Web
www.fenavid.com
05/11/13 Loja de Material de Construcao - Novas Lojas - Abrir Loja a) Arrojo comercial e