Você está na página 1de 24

Agrupamento Vertical de Escolas Eng.

º Duarte Pacheco

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

Introdução

A propósito do registo de uma nova estirpe de vírus da gripe A (H1N1), os


organismos internacionais, designadamente a Organização Mundial de Saúde
(OMS) e as autoridades nacionais de saúde, Ministério da Saúde (MS),
Direcção-geral de Saúde (DGS) têm alertado a sociedade em geral para a
ameaça que constitui uma pandemia de gripe, recomendando-se a
implementação de planos de contingência, bem como a adopção de práticas e
procedimentos tendentes à minimização do contágio.
De acordo com os dados oficiais disponíveis, a pandemia evoluirá por duas
ondas, desiguais e descontínuas (atingindo até 12 semanas cada uma) e
segundo as previsões do Instituto de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA) a
primeira onda poderá afectar 10% da população enquanto a segunda onda
atingirá um valor entre 20% a 30% da população. Com base nestes indicadores
estima-se, no pior dos cenários, que entre 30% a 40% dos trabalhadores se
vejam forçados a estar ausentes dos seus postos de trabalho (por
contaminação ou para assistência a familiar dependente, designadamente
crianças e idosos).

Atento à actual situação, o Agrupamento de Escolas Eng. Duarte Pacheco


elaborou o seu Plano de Contingência – Gripe A (H1N1) o qual será aplicado
em todas as escolas do Agrupamento e obrigatoriamente deverá ser cumprido
por todos os alunos e profissionais das diferentes estruturas e serviços do
Agrupamento.
Na elaboração do Plano foram considerados pressupostos inerentes aos
piores cenários, de modo a assegurar a melhor resposta numa situação de
crise.

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

1. Objectivos

2.1- Objectivos Gerais do Plano

Considerando o elevado grau de imprevisibilidade de ocorrência de


pandemia de Gripe A (H1N1), este Plano de Contingência apresenta os
seguintes objectivos:

• Alertar os profissionais, alunos e respectivos encarregados de educação para


a probabilidade e gravidade do risco;

• Divulgar as medidas preventivas e sensibilizar para a sua adopção;

• Garantir o funcionamento do Agrupamento e assegurar a prestação da


componente lectiva aos alunos.

2.2- Objectivos Operacionais do Plano

• Manter o Agrupamento de Escolas em funcionamento;

• Assegurar serviços mínimos em situação de crise contingente;

• Definir estruturas de decisão e coordenação;

• Definir coordenação com as entidades/autoridades externas (C.de Saúde/

Serviço de Saúde Pública);

• Reduzir o risco de contaminação nos locais de trabalho;

• Preparar respostas para evitar/diminuir a propagação da pandemia;

• Preparar procedimentos que permitam proteger a saúde de todos os

profissionais e alunos;

• Garantir fluxo de informação constante junto da comunidade escolar;

• Monitorizar e acompanhar o processo em permanência;

• Preparar o restabelecimento.

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

3. População - alvo

O presente Plano destina-se a ser aplicado, em todas as escolas e


jardins de infância do Agrupamento de Escolas Engº. Duarte Pacheco, e
cumprido por todos os profissionais/colaboradores/Pais/EE e alunos que
exerçam/frequentem as instalações do Agrupamento

4.Coordenação / Cadeia de Comando e Controlo

COORDENAÇÃO DO PLANO
PRESIDENTE EQUIPA DE COORDENAÇÃO

 Prof. Carlos Fernandes (Director do  Profª. Isabel Nobre


Agrupamento) (Coordenadora do Plano);

 Profª. Isabel Diogo

 Prof. Joaquim Cabrita;

 Educ. Antonieta Gago

 Profª. Maria do Rosário Baptista


(Coordenadora de Educação para
a Saúde)

 Ângela Nobre (Chefe dos


Serviços Administrativos)

 Isabel (Chefe do Pessoal


Auxiliar);

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

O Director ou o Coordenador do Plano, devidamente apoiados pela equipa


operativa, articular-se-ão com o Serviço de Saúde Pública nomeadamente
Drª. Filomena Maurício (Delegada de Saúde) para aferir procedimentos e
com a Presidente da Associação de Pais sempre que a situação assim o
exigir.

CONTACTOS COM AS FAMÍLIAS/ ENTIDADES

RESPONSÁVEIS SUBSTITUTOS
 Prof. Carlos Fernandes
 Profª Isabel Nobre;

 Prof. Joaquim Cabrita

 Ed. Antonieta Gago

NOTA: Todas as ocorrências relacionadas com a Gripe A, nas escolas do


Agrupamento, deverão ser canalizadas para o Coordenador do plano, o qual será o
elemento que encaminhará toda a informação para o Director de modo que este
garanta a informação junto da comunidade escolar quer ao nível interno quer para o
exterior .

EQUIPA OPERATIVA

ESCOLA EB2,3 ENGº. DUARTE PACHECO


EDUCAÇÃO
ÁREA RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
Profª Isabel Nobre
 Profª. Carlos Fernandes
(Ensino Básico 2º e 3º
(Ensino Básico 2º e 3º Ciclos)

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

ACTIVIDADES LECTIVAS Ciclos


A substituição de docentes, nas actividades lectivas, segue
a distribuição que consta do Mapa “ Aulas de Substituição”.
Num cenário crítico a actividade lectiva deverá ser
mantida até à medida do possível, seguindo o estipulado
no ponto 8.1

SERVIÇOS DE APOIO
ÁREA RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
 Florbela Rosário
 Lurdes Costa
COZINHA/REFEITÓRIO Num cenário crítico, este serviço poderá encerrar
temporariamente e o funcionário que ainda estiver ao
serviço irá reforçar os recursos do Bufete de Alunos.
Neste caso, deverão ser os encarregados de
educação a providenciar os almoços das
crianças.

 Ângela Nobre (Chefia)  Noélia Guerreiro


SECRETARIA Num cenário crítico, a manutenção dos serviços
administrativos será feita com, pelo menos, dois
elementos.

 Mª. da Luz Pelica  Jesus Simão


LIMPEZA DE ESPAÇOS E
(Responsável pelo Bloco A)
DESINFECÇÃO
 Margarida Santos
 Cláudia Guerrreiro
(Responsável pelo Bloco B)

 Isabel Martins  Jesus Simão - a)


REPROGRAFIA

BUFETE SALA DE PROFS


 Antonieta Domingos  Cláudia Guerreiro-

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

a)
BUFETE ALUNOS
 Cristina Coelho
 Vanda Almeida
PORTARIA
 Raul Batista  Fátima Batista
GINÁSIO
 Carlos Gomes  Fernanda Bexiga
PBX
 Noélia Domingos  Ludovina de
Fátima
BIBLIOTECA
 Profª Aurélia Fernandes  Jesus Simão

 Célia Teixeira

 a)

MANUTENÇÃO DOS EDIFÍCIOS DOAGRUPAMENTO E SERVIÇOS


RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
 Prof. Joaquim Cabrita
 Prof. Carlos Fernandes;

ACOMPANHAMENTO DE INDIVÍDUOS INFECTADOS NA SALA DE ISOLAMENTO


RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
 Profª. Ana Oliveira;
 Ed. Antonieta Gago/ Profª.
Isabel Diogo
(Para alunos)  D. Mª. da Luz Pelica

 D.Isabel / D.Margarida (Para


Pessoal Docente e não
docente)

A sala de isolamento funciona no bloco B no gabinete da Associação


de Pais.

a) Serviço a encerrar temporariamente, em caso de impossibilidade


do substituto

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

EQUIPA OPERATIVA

ESCOLA EB1 MÃE SOBERANA

EDUCAÇÃO
ÁREA RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
ACTIVIDADES LECTIVAS  Prof. Joaquim
 Profª. Isabel Gomes
Cabrita
(Coordenadora da
escola)
 Prof. Apoio Sócio
Educativos

SERVIÇOS DE APOIO
ÁREA RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
COZINHA/REFEITÓRIO
 Aux. Deolinda Catarino  Aux. Elisabete
Pereira
BIBLIOTECA  Ed. Paula Rute
 Anim. Cristina
Seixas a)
LIMPEZA DE ESPAÇOS E
 Aux. Maria Helena G.  Aux. Maria
DESINFECÇÃO
Aleixo Piedade R.
Pereira
 Aux.Crisálida
Mendonça Rosário  Aux. Paula Rute
S. Rita

PORTARIA
 Vigil. Raul Valente  Aux.Elisa Viegas
Lopes
 Aux. Maria Jesus
 Vigil. Fernando Neves
Cavaco
TELEFONE
 Vigil. Raul Valente  Aux. Ana
Lopes Cristina Pires

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

ACOMPANHAMENTO DE INDIVÍDUOS INFECTADOS NA SALA DE ISOLAMENTO


RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
 Ed. Paula Rute
 Profª. Isabel Gomes
 Animad. Cristina Seixas
A sala de isolamento funciona no bloco C no gabinete 1.

a) Serviço a suspender, em caso de impossibilidade do responsável

EQUIPA OPERATIVA

ESCOLA EB1/JI HORTAS DE STº ANTÓNIO

EDUCAÇÃO
ÁREA RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
ACTIVIDADES LECTIVAS  Profª. Isabel
 Profª. Mª. de
Diogo
Deus(Coordenadora da
escola)

SERVIÇOS DE APOIO
ÁREA RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
COZINHA/REFEITÓRIO  Cozin. António  Aux. Conceição
Veríssimo Dias
BIBLIOTECA  a)
 Aux. Eugénia Matinhos
LIMPEZA DE ESPAÇOS E
 Aux. Andreia Cavaco  Aux. Sónia
DESINFECÇÃO
Batista
 Aux. Denise Verónica
 Aux. Cristina
Costa
PORTARIA
 Vigil.. António Manuel  Aux. Telma
Nunes Alexandre

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

TELEFONE  Aux. Cristina


 Aux. Marlene Cordeiro
Madeira

ACOMPANHAMENTO DE INDIVÍDUOS INFECTADOS NA SALA DE ISOLAMENTO


RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS

 Profª. Mª de Deus Farrajota  Profª Apoios (a colocar)

 Aux. Maria Raquel Martins


A sala de isolamento funciona na sala designada por sala de
actividades no 1º andar.

a) Serviço a suspender, em caso de impossibilidade do responsável

EQUIPA OPERATIVA

ESCOLA EB1 ESTAÇÃO


EDUCAÇÃO
ÁREA RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
ACTIVIDADES LECTIVAS  a)
 Profª. Isabel Guerreiro
(Responsável da
escola)

SERVIÇOS DE APOIO
ÁREA RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
COZINHA/REFEITÓRIO  a)
 Aux. Adosinda Martins
LIMPEZA DE ESPAÇOS E  a)
 Aux. Carolina
DESINFECÇÃO
Nascimento

ACOMPANHAMENTO DE INDIVÍDUOS INFECTADOS NA SALA DE ISOLAMENTO


RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

 Aux. Carolina Nascimento  Aux. Adosinda Martins

EQUIPA OPERATIVA

ESCOLA EB1/JI GILVRAZINO

EDUCAÇÃO
ÁREA RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
ACTIVIDADES LECTIVAS  Prof (a colocar)
 Profª. Paula Ruivo
 a)
(Responsável da
escola)

SERVIÇOS DE APOIO
ÁREA RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
COZINHA/REFEITÓRIO  Aux. Mª Helena Plácido  a)
LIMPEZA DE ESPAÇOS E  Aux. Mª Helena
 Aux Ana Isabel Rita
DESINFECÇÃO Plácido

 Aux. Mª Elisabete
Martins

ACOMPANHAMENTO DE INDIVÍDUOS INFECTADOS NA SALA DE ISOLAMENTO


RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
 Aux. Mª Helena Plácido
 Aux. Mª Elisabete Martins

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

EQUIPA OPERATIVA

JI MIRA SERRA

EDUCAÇÃO
ÁREA RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
ACTIVIDADES LECTIVAS  Ed. Margarida  Educadora
Vairinhos Antonieta Gago

SERVIÇOS DE APOIO
ÁREA RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
COZINHA/REFEITÓRIO
 Aux.Telma Marisa  Aux. Maria Odília
LIMPEZA DE ESPAÇOS E
 Aux. Marta Guerreiro  Aux. Mª Emília
DESINFECÇÃO
Viegas
 Aux. Noémia Cavaco

ACOMPANHAMENTO DE INDIVÍDUOS INFECTADOS NA SALA DE ISOLAMENTO


RESPONSÁVEL SUBSTITUTOS
 Anim. Lina Guia
 Aux. Maria Odilia
 Anim. Sílvia Afonso

5- Identificação das actividades essenciais e prioritárias

 Aulas/Guarda de crianças;

 Limpeza de espaços e desinfecção;


 Segurança / vigilância do edifício;
 Tarefas Administrativas

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

 Contactos com exterior (serviços de saúde, pais e encarregados de


educação, fornecedores…);

6 - Medidas de prevenção e controlo da Gripe


1ª Fase – Medidas de Prevenção

6.1- Medidas Implementadas


 Afixação de cartazes nas salas de aula, WC, Bufetes e Refeitórios com
as instruções e procedimentos específicos “Como Lavar as Mãos” e
“Como se pode proteger a si e aos outros” – Fonte: DGS

 Reforço das operações de limpeza nos corrimãos, telefones, puxadores,


botões de equipamentos de utilização comum

 Redução do contacto físico e alteração da etiqueta social (evitar apertos


de mão, beijos na face)

 Aquisição de doseadores com soluções anti-séptica de base alcoólica


para afixar nas entradas dos Blocos junto aos wc, no refeitório, junto à
sala de professores, na entrada do edifício principal da escola, ginásio e
portaria.

 Aquisição de máscaras e luvas descartáveis para serem utilizadas por


adultos/crianças e acompanhantes em casos de suspeição na sala de
isolamento

 Disponibilização de uma sala de isolamento em cada escola/jardim de


Infância do agrupamento para crianças que manifestem febre ou
sintomas gripais, até que os encarregados de educação as retirem da
escola

6.2- Medidas em vias de implementação

Reforço dos produtos de limpeza (sabão, papel e desinfectante para as mãos)


e de recargas para os doseadores

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

A partir do dia 1 de Setembro, o Agrupamento disponibilizará um número


adequado de doseadores com solução anti-séptica de base alcoólica. À
entrada das escolas do Agrupamento será obrigatória a desinfecção das mãos
de todas as pessoas que entrem nas instalações escolares.

7- 1ª Fase – Medidas de Controlo e Acompanhamento


Reunião semanal do Coordenador/Equipa Operativa
Monitorização
Acompanhamento e avaliação
Comunicação (interna e externa)
Actualização do plano

Os funcionários, alunos, encarregados de educação e outros devem


apresentar-se de boa saúde nas respectivas escolas do Agrupamento.

8 – 2ª Fase: Situação de crise

Caso se verifique, numa das escolas do Agrupamento uma situação de doença


cujos sintomas sejam compatíveis com a gripe A, por parte de um aluno ou
profissional, deverão ser tomadas as seguintes medidas;

 Isolamento do indivíduo na Sala de Isolamento. ( em todas as escolas existe


uma sala de isolamento)

 Este indivíduo deverá ser acompanhado por um dos adultos que se


encontram designados na grelha, deste plano, denominada -
ACOMPANHAMENTO DE INDIVÍDUOS INFECTADOS NA SALA DE ISOLAMENTO - e seguir as
indicações expressas no ANEXO 1;

 Após o uso da sala de isolamento, esta deverá ser devidamente limpa,


desinfectada e arejada;

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

Activação do Plano de Contingência

8.1- Identificação das medidas de manutenção da actividade escolar

Na perspectiva de uma pandemia de Gripe A (H1N1) e na observação de


impactos consideráveis no funcionamento do Agrupamento de Escolas Engº
Duarte Pacheco e no desenvolvimento das suas actividades, em resultado de
um elevado absentismo, a manutenção das actividades lectivas será
operacionalizada com substituições do pessoal docente/não docente ou num
cenário mais crítico dever-se-á reorganizar as turmas do seguinte modo:

 O Ensino Pré-Escolar deverá funcionar com, pelo menos, 2 adultos por


cada 25 alunos, sendo obrigatório um deles ser Educador:

 O 1º Ciclo do Ensino Básico deveria ter como recursos, pelo menos, 1


professor por cada 26 alunos

 Nos 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico: reorganizar os recursos


humanos existentes e manter a actividade lectiva, pelo menos, com 2
professores por cada 28 alunos

8.2 - Os docentes que se mantiverem no activo deverão, dentro do possível,


garantir o envio de material e trabalhos para os alunos que se encontrem em
casa, de forma a minimizar os efeitos do absentismo. Por este motivo, será
solicitado nas primeiras reuniões de pais os contactos de email de todos os
encarregados de educação ou dos alunos, para poderem ser facultados a
todos os professores do Conselho de Turma.

8.3 - O encerramento da escola é uma medida que apenas deve ser


adoptada se determinada pelo Delegado de Saúde, após avaliação

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

epidemiológica da situação. Em caso de encerramento, devem estar


previstas as actividades que necessitam de ser mantidas, como por
exemplo a segurança, ou determinadas
tarefas administrativas.

9 – Acções de Formação/Informação

Todos os profissionais do Agrupamento de Escolas Eng.º Duarte Pacheco terão


formação de forma a desenvolver capacidades para fazer face às situações
que se nos apresentem, assim como todos os encarregados de educação que
estejam interessados em vir assistir às sessões, estaremos disponíveis.
Essas formações serão orientadas pela delegada de Saúde Drª. Filomena
Maurício, cuja calendarização sairá oportunamente.
Outras formações poderão ser ministradas pela Coordenadora da Educação
para a Saúde, ao longo do ano.

9.1- Cronograma da divulgação do Plano de Contingência

ACÇÕES DE INFORMAÇÃO
PÚBLICO-ALVO DATA HORA RESPONSÁVEL INFORMAÇÃO
Profissionais do Agrupamento 02 Set. 2009 10h30 Direcção do

Pessoal Docente e Não Agrupamento

Docente
Enc. Educação Ensino Pré- 09 Set. 2009 10h30

Escolar Hortas de Stº António

Enc. Educação Ensino Pré- 09 Set. 2009 14h:30 Direcção do

Escolar Mira Serra Agrupamento


Enc. Educação – 1º CEB da 10 Set. 2009 09h30 Direcção do

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

Escola Hortas de Stº António Agrupamento


Enc. Educação 1º CEB da 10 Set. 2009 14h30 Direcção do

Escola Mãe Soberana Agrupamento


Enc. Educação 2º CEB Reuniões de Calendári Directores de Turma

3º CEB EE oa

designar

ACÇÃO DE FORMAÇÃO
PÚBLICO-ALVO DATA HORA RESPONSÁVEL INFORMAÇÃO
Profissionais do Agrupamento 08 Set. 2009 14h30 Delegada de Saúde

Pessoal Docente e Não Drª. Filomena Maurício

Docente

Estas sessões, para além da informação que será disponibilizada, pretendem


promover o espírito de cooperação entre a escola e todos os encarregados de
educação, sendo que estes últimos serão necessários para uma boa aplicação
do plano, assim como aferir da disponibilidade dos mesmos para colaborar na
sua execução.

Os docentes, em contexto de sala de aula, no início do ano lectivo, deverão


também promover actividades para a aquisição de bons hábitos de higiene.

Para mais informações, consulte:


http://segurancanaescola.blogspot.com e os links abaixo
mencionados.

Direcção-Geral da Saúde - microsite da gripe http://www.dgs.pt

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

Instituto Gulbenkian de Ciência http://www.gripenet.pt

Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP) |


http://www.confap.pt/desenv_noticias.php?ntid=1339

Organização Mundial de Saúde (OMS) | http://www.who.int/en/


Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC)

http://ecdc.europa.eu/
Centers for Disease Control and Prevention (CDC) http://www.cdc.gov/

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

ANEXOS

Anexo 1 – LIMPEZA E DESINFECÇÃO DAS INSTALAÇÕES E OBJECTOS.

Anexo 2 - FLUXOGRAMA DE ACÇÕES DO PLANO DE CONTINGÊNCIA DO


AGRUP. ESCOLAS DUARTE PACHECO- ALUNOS.

Anexo 3 - FLUXOGRAMA DE ACÇÕES DO PLANO DE CONTINGÊNCIA DO


AGRUP. ESCOLAS DUARTE PACHECO- Adultos.

Anexo 4 - Contactos actualizados de todos os Pais e Encarregados de


Educação.

Anexo 5 - Lista de contactos de fornecedores e possíveis alternativas na


região;

Anexo 6 – Lista de Contactos de empresas de manutenção e possíveis


alternativas na região.

Agosto de 2009
ANEXO
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

LIMPEZA E DESINFECÇÃO DAS INSTALAÇÕES E OBJECTOS

A higiene das instalações minimiza a transmissão do vírus através do contacto


com as superfícies.
Neste sentido foram tomadas medidas para intensificar e reforçar as acções de
higiene e limpeza das instalações, com particular incidência nos espaços
comuns.

INTENSIFICAÇÃO DA LIMPEZA E DESINFECÇÃO

A intensificação tem a ver com a profundidade da limpeza, incluindo sempre a


passagem com um produto desinfectante. Aplica-se em todas as situações e
edifícios escolares, com especial atenção para os equipamentos e objectos de
uso comum, nomeadamente:

 Maçanetas e puxadores de portas, de ambos os lados;


 Corrimãos de escada
 Portas de WC;
 Armários;
 Torneiras;
 Telefones;
 Teclados e ratos de computador;
 Interruptores;
 Superfícies interiores dos elevadores, botoneiras e corrimãos de apoio
 Botoneiras exteriores dos elevadores
 Torneiras e autoclismos;
 Comandos;
 Data show, televisão, DVDs…;
 Brinquedos manipulados por mais do que uma criança;
 Balcões e mesas de bar e refeitório (após cada utilização);
 Mesas de trabalho dos alunos no final de cada período de trabalho (final
da manhã e tarde);

Outros acessórios regularmente manipuláveis

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

A limpeza e desinfecção deve ser feita com um produto desinfectante com base
alcoólica indicado pela Direcção do Agrupamento.

REFORÇO DA LIMPEZA

O reforço tem a ver a frequência das operações de limpeza. O reforço


(aumento da frequência do procedimento) deve contemplar uma limpeza no
final da manhã e no final do dia.
.
DESINFECÇÃO DE SALAS /ESPAÇOS POTENCIALMENTE
CONTAMINADOS

No caso de espaço ou compartimento potencialmente contaminados, deverão


ser limpos e desinfectados com um produto desinfectante de base alcoólica:

Todas as superfícies duras, incluindo mesas, cadeiras, telefones, portas e


puxadores, teclados e ratos de computadores;

Vidros e paredes;
Superfícies estofadas devem ser pulverizadas com spray desinfectante.

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco
ANEXO

FLUXOGRAMA DE ACÇÕES DO PLANO DE


CONTINGÊNCIA DO AGRUP. ESCOLAS
DUARTE PACHECO
EM CASO DE SUSPEITA DE GRIPE A (H1N1)

ALUNO com
sintomas compatíveis
com Gripe A

É encaminhado de imediato para a Sala


de Isolamento, coloca a máscara e a
pessoa responsável comunica com:

Equipa de Coordenação
Telef 289410790 – Ext-
211/212/213

Informar Informar
o Director Ou outro
os Pais/
do número a Enc. de
Agrupame designar Educação

Centro de Saúde Loulé (Serviço


Hospital
de Atendimento da Gripe ) ou
referenciado pela Linha. Agosto de 2009
ANEXO
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

SITUAÇÃO DE ADULTO

COM SUSPEITA DE GRIPE A (H1N1)

É encaminhado de imediato para a Sala de Isolamento,


coloca a mascarar segue as instruções da Linha Saúde
24.A pessoa responsável que o acompanha comunica
com:

Equipa de Coordenação

Telef 289410790 – Ext-211/212/213

Informar o
Director do
Agrupament Liga para a Linha SAÚDE 24 / ou outra atribuída às
Informar
o escolas a
Autoridad
808242424 e de
Saúde
ACCIONA O PLANO DE CONTINGÊNCIA
e faz-se a substituição do funcionário

Aguardar e seguir instruções da Autoridade de Saúde

Agosto de 2009
Agrupamento Vertical de Escolas Eng.º Duarte Pacheco

Bibliografia

Planos de Contingência para Creches, Jardins-de-infância, Escolas


e outros Estabelecimentos de Ensino Orientações para a sua
Elaboração
Direcção de Serviços de Promoção e Protecção da Saúde
Direcção-Geral da Saúde

Plano de Contingência - Gripe A (H1N1) Tempo Livre CIPRL- Guimarães

Plano de Contingência - Gripe A (H1N1) Colégio Bernardette Romeira- Faro

Documento elaborado pela Direcção do Agrupamento sob a coordenação do


Professora Isabel Nobre

Agosto de 2009