Você está na página 1de 6

Ciências Físico – Químicas – 9º Ano

Ano lectivo 2008/2009

Plano de Aula

Número Atómico e Número de Massa. Nuclìdeos

Componente de Química:
Unidade Temática 1 – Como a matéria é, em mais pormenor.

Professor: Paulo
Lição nº 69 24//03/2003
(Turma: 9º/4º) (50 minutos)
Sumário:
• Elementos químicos.
• Número atómico, número de massa.
• Nuclìdeos.

Conteúdos Programáticos:
 Evolução dos modelos atómicos ao longo dos tempos até ao modelo da nuvem
electrónica.

Objectivos programáticos:

 Efectuar uma pequena revisão do modelo da nuvem electrónica já estudado em


aulas anteriores
 Informar os alunos relativamente à massa e carga das partículas subatómicas –
protões, neutrões e electrões.
 Reconhecer que cada átomo possui um núcleo de carga positiva cuja massa é
praticamente a massa do átomo.
 Relacionar o número de protões e o número de electrões num átomo.
 Caracterizar um elemento químico pelo número atómico.

Objectivos específicos:

 Obedecer ás normas de convivência.


 Desenvolver nos alunos o respeito pelos colegas e pelo professor de modo a
fomentar um bom relacionamento na sala de aula.

Recursos / Material didáctico:


 Retroprojector
 Quadro
 Acetato

2
Estratégias Tempo
(minutos)
 Apresentar o sumário da aula anterior. 5 Minutos
• Elementos químicos e isótopos.
• Número atómico e número de massa.
 Recordar brevemente, (com o auxilio de um acetato) os principais 5 Minutos
pressupostos do modelo atómico da nuvem electrónica já abordados
na última aula.
o Não é possível conhecer a posição do electrão em movimento com
precisão.
o A região que circunda o núcleo onde se movimentam os electrões é
denominada de nuvem electrónica.
o A nuvem electrónica é constituída por orbitais que indicam as zonas
do espaço em torno núcleo, preferencialmente ocupadas pelos
electrões dos diferentes níveis de energia.
o O tamanho dos átomos relaciona-se com o afastamento dos electrões
em torno do seu núcleo, ou seja relaciona-se com o tamanho da sua
nuvem electrónica.

 Referir, mostrando um acetato, que os átomos são corpúsculos


extraordinariamente pequenos e que átomos de elementos diferentes
têm tamanhos diferentes.
 Estabelecer a analogia entre o tamanho relativo dos átomos de
alguns elementos e as dimensões oficias das bolas usadas em alguns
desportos.

25 Minutos

3
Bolas
Raios das
bolas (cm)
Átomo
correspondent
e

Ping pong
2,0
Hidrogénio

Basebol
3,7
Flúor

Andebol
9,4
Cálcio

Voleibol
10,5
Estrôncio

Futebol
11,0
Potássio

Basquetebol
12,7
Césio

 Informar os alunos que na presente aula aprenderemos a identificar o


elemento químico a que um átomo pertence.
 Pedir aos alunos que copiem os esquemas de um acetato que
resumem a constituição do átomo segundo o modelo da nuvem
electrónica.
Átomo: - parte central > núcleo constituído pelos protões e neutrões
- em torno do núcleo> nuvem electrónica constituída pelos
electrões.
Partículas subatómicas: - electrões
- neutrões

4
- protões
Massa das partículas subatómicas
m protão ≈ m neutrão
m protão = 1,674x10-27 kg
m electrão = 9,109x10-31 kg ( = 0,0009109 x10-27 kg )

 Referir, pedindo aos alunos para registarem, que os electrões são


partículas com carga negativa e uma massa muitíssimo pequena.
 Apresentar o cálculo da massa total de um átomo de hidrogénio
constituído por um protão, um neutrão e um electrão.
m hidrogénio = 1,674x10-27 kg + 1,674x10-27 kg + 0,0009109 x10-27 kg
m hidrogénio ≈ 1,674x10-27 kg + 1,674x10-27 kg
 Inferir, pedindo aos alunos para registarem, que as partículas
responsáveis pela massa do átomo são os protões e os neutrões
(nucleões)
 Concluir que a massa dos electrões não contribui de forma relevante
para a massa total do átomo
 Pedir para os alunos registarem, que:
m átomo ≈ m neutrões+ m protões
 Explicar que o átomo não tem carga eléctrica – é electricamente
15 minutos
neutro - porque os protões existentes no núcleo, são partículas com
carga eléctrica positiva que compensam os efeitos dos electrões.
 Informar que a carga eléctrica total do núcleo é designada por carga
nuclear.
 Referir que os átomos de um mesmo elemento químico têm o
mesmo número de protões no núcleo.
 Concluir, com a ajuda dos alunos, que o número de protões no
núcleo caracteriza o elemento químico.
 Referir que ao número de protões se chama número atómico.
 Pedir que os alunos registem no caderno que:
o Cada elemento químico é caracterizado pelo seu número atómico.
o O número atómico é o número de protões existentes no núcleo dos
átomos.
 Recordar que no núcleo existem também outras partículas, que não
possuem carga eléctrica, apelidadas de neutrões.
 Informar que o número total de partículas existentes no núcleo
(protões e neutrões) é definido pelo número de massa.

5
 Pedir aos alunos que registem no caderno a noção de nº de massa.
o O número de massa é o nº total de partículas existentes no núcleo.
 Concluir, registando no caderno dos alunos, que o número de
neutrões existentes num átomo pode ser calculado a partir da
diferença entre o número de massa (nº total das partículas existentes
no núcleo) e o nº atómico (nº de protões existentes no núcleo).
 Referir que um átomo pode ser caracterizado através da
representação do seu nuclídeo.
 Registar no caderno o significado dos constituintes do nuclídeo :
M
Z X em que:
o X é o símbolo químico
o Z é o nº atómico
o M é o nº de massa

 Pedir que os alunos resolvam os seguintes exercícios:


1) Representar o nuclídeo do átomo de cloro sabendo que este possui na
sua constituição 17 protões e 18 neutrões.
2) Representar o nuclídeo do átomo de sódio, sabendo que este possui na
sua é constituição 11 electrões e 12 neutrões.
3) Representar o nuclídeo do enxofre, sabendo que o seu número atómico
é 16 e que na sua constituição existem 16 neutrões.

 Pedir aos alunos que calculem o nº de neutrões dos átomos descritos


pelos seguintes nuclídeos:
14 15 35 40 16
7 A; 8 B; 17 C; 20 D; 8 E

 Pedir aos alunos, como TPC, que pensem se alguns daqueles átomos
são do mesmo elemento.

Observações:

Você também pode gostar