Entendendo as siglas

:
Valor de comunicação local, cobrado por minuto, para chamadas originadas dentro da área de registro do usuário, cujo destino seja um telefone móvel habilitado nessa mesma área de registro.

VC MM

VC-1 MF

Valor de comunicação local, cobrado por minuto, para chamadas originadas dentro da área de registro do usuário, cujo destino seja um telefone fixo habilitado nessa mesma área de registro.

VC R / VC-1R (em Roaming)

Valor de comunicação local, cobrado por minuto, para chamadas locais originadas fora da área de mobilidade do usuário, cujo destino seja um telefone fixo ou móvel habilitado na área de registro de origem da chamada.

AD

Adicional de deslocamento por chamada, aplicado em chamadas originadas e recebidas por usuários deslocados fora da sua área de mobilidade.

VC1/VC

Valor da comunicação local, cobrado por minuto, para chamadas originadas dentro da sua área de registro.

VC-2

As ligações VC-2 são aquelas onde o primeiro dígito do código da cidade de origem da chamada é igual ao primeiro dígito do código da cidade do usuário que recebe a chamada. Exemplos: uma ligação de Salvador (código da cidade 71) para Aracaju (código da cidade 79) e uma ligação de São Paulo (código da cidade 11) para Campinas (código da cidade 19).

VC-3

As ligações VC-3 são aquelas onde o primeiro dígito do código da cidade de origem da chamada é diferente do primeiro dígito do código da cidade do usuário que recebe a chamada. Exemplos: uma ligação do Rio de Janeiro (código da cidade 21) para Porto Alegre (código da cidade 51) e uma ligação de Brasilia (código da cidade 61) para Búzios (código da cidade 22).

VC-2 R intraestadual

As ligações VC-2 R intra-estaduais são aquelas recebidas fora da área de registro (cidade onde o celular foi ativado) do usuário, mas dentro do Estado no qual o celular foi ativado. Exemplo: um usuário do Rio de Janeiro – RJ (021) recebendo uma chamada em Búzios - RJ (022). Item substituído pelo VC-VST-R, de acordo com a Resolução nº 477 da Anatel, válida a partir de 13/02/08.

VC-2 R interestadual

As ligações VC-2 R inter-estaduais são aquelas recebidas fora da área de registro do usuário e fora do Estado no qual o celular foi ativado. Exemplo: um usuário do Rio de Janeiro – RJ (021) recebendo uma chamada no ES (027). Item substituído pelo VC-VST-R, de acordo com a Resolução nº 477 da Anatel, válida a partir de 13/02/08.

VC-3 R

As ligações VC-3 R são aquelas recebidas fora da área de registro do usuário, onde o primeiro dígito desta é diferente do primeiro dígito do código da cidade onde ele se encontra. Exemplo: um usuário do Rio de Janeiro – RJ (021) recebendo uma chamada em São Paulo (011). Item substituído pelo VC-VST-R, de acordo com a Resolução nº 477 da Anatel, válida a partir de 13/02/08.

VC-VST-R

VC-VST-R (Fixo ou Móvel-Móvel em Roaming), Por Minuto: valor devido pelo usuário, por unidade de tempo, pelo recebimento de chamada fora de sua Área de Registro. Item criado pela Resolução nº 477 da Anatel, válida a partir de 13/02/08.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful