Você está na página 1de 18

CEFET-MG 1/18

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS


Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

CIRCUITO SÉRIE – CA -PURAMENTE RESISTIVO


a) - Objetivos:
• Analisar circuito de Corrente Alternada CA.
• Identificar impedâncias Z.
• Medir a corrente do circuito usando o Amperímetro CA valor eficaz.
• Medir as tensões nos resistores usando o Voltímetro CA valor eficaz.
• Medir a potência ativa (P).
• Comprovar o balanço energético.

2. - Considerações iniciais
Na figura - 1- esta representado um circuito constituído de uma fonte de energia alternada e duas resistências,
R1 e R2 que consomem e energia da fonte. Quanto se trabalha com energia elétrica na forma de Corrente
Alternada (CA), algumas considerações devem ser observadas:
• As tensões e correntes sendo alternadas, variam no tempo ou são função do tempo (t), passam a serem
designadas por v(t) ou e(t) e i(t) respectivamente e devem ser refereridas como VETORES, ou seja,
deve possuir uma parte representando o modulo e a outra o ângulo.
• A oposição a circulação da corrente ao invés de ser referida como RESISTÊNCIA, passa a se referida de
IMPEDÂNCIA. Assim a carga do circuito ao invés de ser chamada de resistência de carga Rc ou RL
(load), passa a se chamar de impedância de carga Zc ou ZL. {ZL = (R + j X) Ω}. Para este caso
específico da figura -1 -, X = 0 Ω, pode-se afirmar que: ZC = ZL = R C = RL .
Como em Corrente Continua (CC), em uma resistência pura (oposição), a corrente (efeito) sempre esta em fase
com a tensão, (causa), disse que corrente e tensão estão mesma fase.

Figura 1 - Diagrama da montagem, circuito- CA - serie R-R.


3. Procedimentos:
Para o circuito representado na figura 1 sendo: e(t) = ...........∟0º V , R1= .........Ω, e R2= ........Ω.
Calcule:
a) A impedância total ou equivalente do circuito (Z).

b) A corrente i(t)

c)As quedas de tensão v R1 e v R2. Verifique que:


• (A soma vetorial, soma dos modulo e ângulo=zero, das quedas de tensão é zero).
CEFET-MG 2/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

d) As potências: - em R1, R2,  PR1 = .............(W) , PR2 = ............. (W)


- a potência total (Pt = PR1+ PR2)  Pt = ........... (W)
- potência fornecida pela fonte Pt = = i(t) * e(t) * cosϕ  Pt = ........... (W)

e) Verifique que: PR1+ PR2 = PE = Pf (potência consumida é igual à potência fornecida pela fonte).

- Na figura 2, complete desenhando as ligações elétricas entre os componentes do circuito, o mesmo da


figura 1 e os instrumentos: Voltímetros, Amperímetro e Wattímetro de forma que as seguintes grandezas
possam ser medidas; e(t), v R1, v R2, i(t), e as Potências ativas: Pt, PR1, PR2. Escreva no
display, no mostrador de cada instrumento a leitura esperada

Figura -2 - Diagrama da montagem com as conexões aos Voltímetros, Amperímetro e ao Wattímetro

4. Montagem:
Montar o circuito correspondente ao diagrama da figura 1. Medir e preencher a tabela:

Valores
e (V) v R1 (V) v R2(V) i (A) Pf(W) PR1(W) PR2(W)

Calculados

Medidos

5. Análise questionamentos e resultados:


a) Comprovar que:
• e (V) = v R1 (V) + v R2(V) ou (A soma dos modulo das quedas de
tensão é zero uma vez que o ângulo é sempre a zero). Explique.
CEFET-MG 3/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

• PR1+ PR2 = PE = Pf (potência consumida é igual à potência fornecida pela fonte).

b) Em qual resistor a potência dissipada foi maior? Por quê?

c) Qual seria o valor da potência total se a tensão da fonte fosse reduzida a metade?

d) Represente por vetores, diagrama fasorial, das tensões: e a corrente (t)

e) Represente graficamente as tensões vR2 e a corrente i(t), (tensão e corrente em função do tempo.
CEFET-MG 4/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

CIRCUITO SÉRIE – CA- RESISTIVO E CAPACITIVO

1. - Objetivos:
• Analisar circuito de Corrente Alternada R-C.
• Identificar impedâncias Z.
• Medir a corrente do circuito usando o Amperímetro CA valor eficaz.
• Medir as tensões nos resistores usando o Voltímetro CA valor eficaz.
• Medir potência ativa usando o Wattímetro CA valor eficaz.
• Medir potência reativa (Q) usando o Varímetro.
• Medir potência aparente (S).
• Medir o Fator de Potência (FP = cosϕ), usando o Cossifímetro.
• Comprovar o balanço energético.

2. - Considerações iniciais
Nos trabalhos com energia elétrica na forma de Corrente Alternada (CA), as tensões e correntes são função do
tempo (t), serão designadas por v(t) ou e(t) e i(t) respectivamente. A oposição a passagem da corrente passa
a ser referida como IMPEDÂNCIA, composta de uma parte RESISTÊNCIA, e uma parte REATIVA, no caso:
{ZL = (R + j XC) Ω}
Na figura - 1- esta representado um circuito constituído de uma fonte de energia alternada e(t) = 179,6 senWt,
onde W = 2πf, f= 60Hz, e uma resistências, R= .......Ω, e um capacitor C = ........µF.

Figura - 1 - Diagrama da montagem, circuito– CA - serie R-C.

3. Procedimentos:
- Para o circuito representado na figura 1, calcule:
a) A impedância total ou equivalente do circuito (Z).

b) A corrente i(t).

c) As quedas de tensão v R e v C e verifique que:


• │e │ ≠ │v R │ + │v C │ (somatória dos módulos das tensões é diferente de zero).

• (A soma vetorial das quedas de tensão é zero).


CEFET-MG 5/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

d) As potências ativas (P): - em R e em C.

e) As potências reativas (Q): - em R e em C.

f) A potência aparente (S): - em R e em C.

g) O Fator de Potência, FP ou cosϕ visto pela fonte de energia.

- Traçar o triangulo das potências, ( ).

- Na figura – 2 -, complete desenhando as ligações elétricas entre os componentes do circuito, o mesmo da


figura -1- e os instrumentos: Voltímetros, Amperímetro e Wattímetro, Varímetro e o Cossifímetro de forma
que as seguintes grandezas possam ser medidas; - e, v R1, v C, i), as potências reativas e o cosϕ. visto
pela fonte, as potências ativas:P , PR1, PC Escreva no display, de cada instrumento a leitura esperada.

Figura -2 - Diagrama da montagem com as conexões aos Voltímetros, Amperímetro, cossífimetro, Wattímetro e Varímetro.
CEFET-MG 6/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

4. Montagem:
- Montar o circuito correspondente ao diagrama da figura 1. Medir e preencher a tabela:

Valores e Q(VAR) cosϕ v R1 (V) v C(V) i (A) Pf(W) PR1(W) Pc(W)


(V)

Calculados

Medidos

5. Análise, questionamentos e resultados:


- Confirme que:
a) A somatória dos módulos das quedas de tensões é diferente de zero. │e │ ≠ │v R │ + │v C │

b) A potência consumida é igual à potência fornecida pela fonte: PR1+ PC = PE = Pf

c) Qual ou quais os componentes consomem potência ativa (P)? Qual o valor?

d) Qual ou quais os componentes consomem potência reativa (Q)? Qual o valor?

- Represente graficamente os vetores, Diagrama Fasorial, das tensões: e a corrente .


CEFET-MG 7/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

- Represente graficamente as tensões e a corrente i(t), (tensão e corrente em função do tempo).


CEFET-MG 8/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

CIRCUITO SÉRIE - CA - RESISTIVO E INDUTIVO

1. - Objetivos:
• Analisar circuito de Corrente Alternada R-L.
• Identificar impedâncias Z.
• Medir a corrente do circuito usando o Amperímetro CA valor eficaz.
• Medir as tensões nos resistores usando o Voltímetro CA valor eficaz.
• Medir potência ativa usando o Wattímetro CA valor eficaz.
• Medir potência reativa (Q) usando o Varímetro.
• Medir potência aparente (S).
• Medir o Fator de Potência (FP = cosϕ), usando o Cossifímetro.
• Comprovar o balanço energético.

2. - Considerações iniciais
Nos trabalhos com energia elétrica na forma de Corrente Alternada (CA), as tensões e correntes são função do
tempo (t), serão designadas por v(t) ou e(t) e i(t) respectivamente. A oposição a passagem da corrente passa
a ser referida como IMPEDÂNCIA, composta de uma parte RESISTÊNCIA, e uma parte REATIVA, no caso:
{ZL = (R + j XL) Ω}
Na figura - 1- esta representado um circuito constituído de uma fonte de energia alternada e(t) = 179,6 senWt,
onde W = 2πf, f= 60Hz, e uma resistências, R= .......Ω, e uma bobina: L = ........mH e r = .......Ω.

Figura - 1 - Diagrama da montagem, circuito serie R-L – CA -.

3. Procedimentos:
- Para o circuito representado na figura 1, calcule:
a) A impedância total ou equivalente do circuito (Z).

b) A corrente i(t).

c) As quedas de tensão v R e v L e verifique que:


• │e │ ≠ │v R │ + │v L │ (somatória dos módulos das tensões é diferente de zero).

• (A soma vetorial das quedas de tensão é zero).

d) As potências ativas (P): - em R e em L.


CEFET-MG 9/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

e) As potências reativas (Q): - em R e em L.

f) A potência aparente (S): - em R e em L.

g) O Fator de Potência, FP ou cosϕ, visto pela fonte de energia.

- Traçar o triangulo das potências, ( )

- Na figura – 2 -, complete desenhando as ligações elétricas entre os componentes do circuito, o mesmo da


figura 1 e os instrumentos: Voltímetros, Amperímetro, Wattímetro, Varímetro e o Cossifímetro, de forma que
as seguintes grandezas possam ser medidas; e, v R, v L, i(t), potências reativas Q e o cosϕ vistos pela fonte
de energia, as potências ativas: Pt, PR1, PrL, Escreva no display de cada instrumento a leitura esperada.

Figura -2 - Diagrama da montagem com as conexões aos Voltímetros, Amperímetro, Varímetro, cossífimetro e Wattímetro.
CEFET-MG 10/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

4. Montagem:
- Montar o circuito correspondente ao diagrama da figura 1. Medir e preencher a tabela:

Valores e Q(VAR)
v
cosϕ v R1 (V) B(V) i(t) (A) Pf(W) PR1(W) PrL(W)
(V)

Calculados

Medidos

5. Análise, questionamentos e resultados:


- Confirme que:
a) A potência consumida é igual à potência fornecida pela fonte: PR1+ PrL = PE = Pf

b) Qual ou quais os componentes consomem potência ativa (P)? Explique.

c) Qual ou quais os componentes consomem potência reativa (Q)? Explique.

- Represente graficamente os vetores, Diagrama Fasorial, das tensões: e a corrente .


CEFET-MG 11/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

- Represente graficamente as tensões e a corrente i(t), (tensão e corrente em função do tempo).


CEFET-MG 12/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

CIRCUITO SÉRIE – CA- RESISTIVO, INDUTIVO, CAPACITIVO


1. - Objetivos:
• Analisar circuito de Corrente Alternada R-L-C.
• Identificar impedâncias Z.
• Medir a corrente do circuito usando o Amperímetro CA valor eficaz.
• Medir as tensões nos resistores usando o Voltímetro CA valor eficaz.
• Medir potência ativa usando o Wattímetro CA valor eficaz.
• Medir potência reativa (Q) usando o Varímetro.
• Medir potência aparente (S).
• Medir o Fator de Potência (FP = cosϕ), usando o Cossifímetro.
• Comprovar o balanço energético.
- Parte I:
2. - Considerações iniciais
Nos trabalhos com energia elétrica na forma de Corrente Alternada (CA), as tensões e correntes são função do
tempo (t), serão designadas por v(t) ou e(t) e i(t) respectivamente. A oposição a passagem da corrente passa
a ser referida como IMPEDÂNCIA, composta de uma parte RESISTÊNCIA, e uma parte REATIVA, no caso:
{ZL = {(r + R) + j (XL + XC)}Ω
Na figura - 1- esta representado um circuito RLC serie constituído por: - uma fonte de energia alternada
e(t) = 179,6 senWt, onde W = 2πf, f= 60Hz, - uma resistências R= .......Ω, - um capacitor e C= .......µF
e - uma bobina: L = ........mH e r = .......Ω.

Figura - 1 - Diagrama da montagem, circuito serie R-L-C – CA -.

3. Procedimentos
- Para o circuito representado na figura 1, calcule:
a) A impedância total ou equivalente do circuito (Z).

b) A corrente i(t). (forma retangular e polar).

c) As quedas de tensão v R, v C e v L e verifique que:


• │e │ ≠ │v R │ + │v L │+ │v C │ (somatória dos módulos das tensões é diferente de
zero).
CEFET-MG 13/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

• (A soma vetorial das quedas de tensão é zero).


d) As potências ativas (P): - em R em L e me C .

e) As potências reativas (Q): - em R em L e me C.

f) A potência aparente (S): - em R em L e me C.

g) O Fator de Potência, FP ou cosϕ visto pela fonte de energia.

- Traçar o triangulo das potências, ( )

- Na figura – 2 -, complete desenhando as ligações elétricas entre os componentes do circuito, o mesmo da


figura 1 e os instrumentos: Voltímetros, Amperímetro, Wattímetro, Varímetro e o Cossifímetro, de forma
que as seguintes grandezas possam ser medidas; e , v R1 , v C , v L i(t), as potências ativas: Pt ,
PR1, PC PL e o cosϕ. Escreva no display, no mostrador de cada instrumento a leitura esperada.
CEFET-MG 14/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

Figura -2 - Diagrama da montagem com as conexões aos Voltímetros, Amperímetro, cossífimetro e ao Wattímetro
3. Montagem:
- Montar o circuito correspondente ao diagrama da figura 1. Medir e preencher a tabela:

Valores e Q(VAR) cosϕ v R1 (V)


v
v C(V) i (A) Pf(W) PR1(W) PrL(W)
(V) B(V)

Calculados

Medidos

4. Análise, questionamentos e resultados:


- Confirme que:
a) A potência consumida é igual à potência fornecida pela fonte: PR1+ PC+PrL = PE = Pf

b) Quais os componentes consomem potência ativa (P)? Quanto? Qual o valor resultante?

c) Quais os componentes consomem potência reativa (Q)? Quanto? Qual o valor resultante?

- Represente graficamente os vetores, Diagrama Fasorial, das tensões: e a corrente .


CEFET-MG 15/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

- Represente graficamente em função do tempo: as tensões e a corrente i(t), tensão e corrente da fonte e
as tensões: v R1 (t) , v C (t), v L (t).
CEFET-MG 16/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

-Parte II- Circuito em Ressonância

5) - Procedimentos
Para o mesmo circuito que esta representado na figura - 1 - existe uma condição muito especial chamada de
Ressonância, na qual a potência reativa Indutiva é anulada pela potência reativa Capacitiva. O circuito
passa a ser visto pela rede como sendo puramente resistivo, a impedância assume o valor da resistência
equivalente, e o cosϕ=1. Considerando uma fonte de energia alternada e(t) = 179,6 senWt, onde W =
2πf, f= 60Hz, uma resistências, R= .......Ω, uma bobina: L = ........mH e r = .......Ω, e um capacitor C,
calcule o valor para o capacitor C, tal que │XL│ = │XC│. C = .......µF

- Para o circuito representado na figura -1-nesta nova condição calcule:


a) A impedância total ou equivalente do circuito (Z).

b) A corrente i(t). (forma retangular e polar).

c) As potências ativas (P): - em R em L e me C .

d) As potências reativas (Q): - em R em L e me C.

e) A potência aparente (S): - em R em L e me C.

f) O Fator de Potência, FP ou cosϕ e a reatância visto pela fonte de energia.

- Traçar o triangulo das potências, ( )


CEFET-MG 17/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

5. Montagem do Circuito em Ressonância


- Montar o circuito correspondente ao diagrama da figura 1, agora na condição de ressonância, medir
e preencher a tabela:

Valores e Q(VAR) cosϕ v R1 (V) v B(V) v C(V) i (A) Pf(W) PR1(W) PrL(W)
(V)

Calculados

Medidos

6. Análise, questionamentos e resultados:


a) Quais os componentes consomem potência ativa (P)? Quanto? Qual o valor resultante?

b) Qual potência reativa (Q) consumida pelo circuito?

c) Qual potência Aparente (S) consumida pelo circuito?

- Represente graficamente os vetores, Diagrama Fasorial, das tensões: , corrente (t).


CEFET-MG 18/18
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS
Lab. Circuitos ELETRICOS 2ºSem - 2009 prof.: j. C. Scotti, Célio s. Vieira, Euler

- Represente graficamente em função do tempo: as tensões e a corrente i(t), tensão e corrente da


fonte e as tensões: v R1 (t) , v C (t), v L (t).