Você está na página 1de 7
A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA FICHA TÉCNICA Isolamento acústico Página 1 de 7

A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA

FICHA TÉCNICA

Isolamento acústico

Página 1 de 7

O isolamento acústico é caracterizado por três tipos de isolamento distintos, sendo eles:

- Correcção acústica

- Isolamento de ruídos aéreos

- Isolamento de ruídos de percussão

CORRECÇÃO ACÚSTICA

A correcção acústica consiste na redução do nível sonoro, em dB (decibéis), de um determinado

ambiente, bem como na redução do seu tempo de reverberação.

O Aglomerado Negro de Cortiça Expandida, revela-se um excelente material para a correcção

acústica de determinados ambientes, tais como salas de teatro, salas de aulas, salas de espectáculos, salas de reuniões, etc.

O Aglomerado Negro de Cortiça Expandida, reduz o nível sonoro por efeito de absorção, permitindo a

redução dos tempos de reverberação.

permitindo a redução dos tempos de reverberação. P a r e d e s T e
permitindo a redução dos tempos de reverberação. P a r e d e s T e
permitindo a redução dos tempos de reverberação. P a r e d e s T e

Paredes

redução dos tempos de reverberação. P a r e d e s T e c t

Tectos

de reverberação. P a r e d e s T e c t o s Curva

Curva de absorção acústica

NOTA: O Aglomerado Negro de Cortiça Expandida, quando aplicado em revestimentos deverá ser coberto com tinta retardadora de incêndio.

ISOLAMENTO DE RUÍDOS AÉREOS

O isolamento de ruídos aéreos, consiste na redução da transmissão de ruídos produzidos no exterior,

ou em salas contíguas, que se propagam pela estrutura dos edifícios (paredes, pavimentos, coberturas, portas e janelas).

(paredes, pavimentos, coberturas, portas e janelas). Esta redução encontra-se directamente relacionada com a

Esta redução encontra-se directamente relacionada com a massa (por cm 2 ) dos materiais – LEI DA MASSA – conforme representado no quadro ao lado

ÍNDICE DE ISOLAMENTO SONORO DE SONS AÉREOS

Tipo de parede = Tijolo de 22 cm + 7 cm Espessura do isolamento = 4 cm La = 54 dB Coeficiente de absorção para 500 Hz > 0,33

(Para um isolamento mais eficaz, nas paredes duplas, deverão ser utilizados materiais de massas e espessuras diferentes, intercalados com absorventes acústicos de elevada elasticidade (Aglomerado Negro de Cortiça Expandida).

Av.ª António Augusto de Aguiar n.º 17 – 3º Esq.º 1050-012 Lisboa - PORTUGAL

Telefone: 213 572 191 - Telefax:

www.isocor.pt

info@isocor.pt

213 573 196

17 – 3º Esq.º 1050-012 Lisboa - PORTUGAL Telefone: 213 572 191 - Telefax: www.isocor.pt info@isocor.pt
A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA Exemplos: Página 2 de 7 FICHA TÉCNICA Isolamento

A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA

Exemplos:

Página 2 de 7

FICHA TÉCNICA

Isolamento acústico

Curva característica de isolamento de sons aéreos Resultado conforme EN ISSO 717-1: 1966

- Parede dupla de tijolo de 11 cm

- Caixa-de-ar de 6 cm, preenchida com Regranulado de cortiça expandida

- Reboco de 1,5 cm em ambas as faces

de cortiça expandida - Reboco de 1,5 cm em ambas as faces R[dB(oit./3)] 70 60 50

R[dB(oit./3)]

70

60

50

40

30

20

10

0

cm em ambas as faces R[dB(oit./3)] 70 60 50 40 30 20 10 0 100 160

100

160

250

400

630

1000

1600

2500

4000

Rw = 52 dB

f(Hz)

Curva característica de isolamento de sons aéreos Resultado conforme EN ISSO 717-1: 1966

- Parede dupla de tijolo de 11 cm

- Caixa-de-ar de 6 cm, parcialmente preenchida com placas de aglomerado de cortiça expandida de 4 cm

- Reboco de 1,5 cm em ambas as faces

expandida de 4 cm - Reboco de 1,5 cm em ambas as faces Av.ª António Augusto

Av.ª António Augusto de Aguiar n.º 17 – 3º Esq.º 1050-012 Lisboa - PORTUGAL

Telefone: 213 572 191 - Telefax:

www.isocor.pt

info@isocor.pt

213 573 196

R[dB(oit./3)]

70

60

50

40

30

20

10

0

info@isocor.pt 213 573 196 R[dB(oit./3)] 70 60 50 40 30 20 10 0 100 160 250

100

160

250

400

630

1000

1600

2500

4000

Rw = 53 dB

f(Hz)

A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA FICHA TÉCNICA Isolamento acústico Página 3 de 7

A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA

FICHA TÉCNICA

Isolamento acústico

Página 3 de 7

TIPO ETICS

- Isolamento termo-acústico

- Evita pontes térmicas

- Dimensionalmente estável

- Resistente ao impacto

- Dimensionalmente estável - Resistente ao impacto Curva característica de isolamento de sons aéreos
- Dimensionalmente estável - Resistente ao impacto Curva característica de isolamento de sons aéreos

Curva característica de isolamento de sons aéreos Resultado conforme EN ISSO 717-1: 1966

R[dB(oit./3)]

70 60 50 40 30 20 10 0 100 160 250 400 630 1000 1600
70
60
50
40
30
20
10
0
100
160
250
400
630
1000
1600
2500
4000

Rw = 44 dB (sem isolamento) Rw = 50 dB (com isolamento)

f(Hz)

Av.ª António Augusto de Aguiar n.º 17 – 3º Esq.º 1050-012 Lisboa - PORTUGAL

Telefone: 213 572 191 - Telefax:

www.isocor.pt

info@isocor.pt

213 573 196

A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA FICHA TÉCNICA Isolamento acústico Página 4 de 7

A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA

FICHA TÉCNICA

Isolamento acústico

Página 4 de 7

ISOLAMENTO DE RUÍDOS DE PERCUSSÃO

O isolamento de ruídos de percussão consiste na redução do nível sonoro de ruídos de impactos nas

lajes, transmitidos ao piso imediatamente inferior. Para uma redução efectiva, é necessário garantir

uma total independência entre o pavimento e a estrutura do imóvel.

A interposição de um elemento elástico, o Aglomerado Negro de Cortiça Expandida, entre o piso e a

laje, produz uma redução na transmissão de vibrações e ruídos resultantes de impactos. Será também importante manter-se a descontinuidade entre a betonilha de piso e as paredes circundantes, eliminando-se, desta forma, transmissões marginais.

eliminando-se, desta forma, transmissões marginais. Benefícios O Aglomerado Negro de Cortiça Expandida é um
eliminando-se, desta forma, transmissões marginais. Benefícios O Aglomerado Negro de Cortiça Expandida é um
eliminando-se, desta forma, transmissões marginais. Benefícios O Aglomerado Negro de Cortiça Expandida é um
eliminando-se, desta forma, transmissões marginais. Benefícios O Aglomerado Negro de Cortiça Expandida é um

Benefícios

O Aglomerado Negro de Cortiça Expandida é um produto eficaz, quando se pretende a correcção acústica de um determinado ambiente.

Simultaneamente, a sua textura e elevada elasticidade, permitem uma redução significativa de ruídos aéreos e de percussão, eliminando zonas de pontes acústicas evitando, também, a propagação de possíveis vibrações existentes.

Av.ª António Augusto de Aguiar n.º 17 – 3º Esq.º 1050-012 Lisboa - PORTUGAL

Telefone: 213 572 191 - Telefax:

www.isocor.pt

info@isocor.pt

213 573 196

A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA Exemplos: Página 5 de 7 FICHA TÉCNICA Isolamento

A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA

Exemplos:

Página 5 de 7

FICHA TÉCNICA

Isolamento acústico

Curva característica de isolamento de sons aéreos Resultado conforme EN ISSO 717-2: 1966

- Laje de betão com 14 cm

- Betão leve com regranulado de cortiça expandida de 7 cm

- Betonilha de regularização de 4 cm

- Pavimento final

cm - Betonilha de regularização de 4 cm - Pavimento final R[dB(oit./3)] 80 70 60 50

R[dB(oit./3)]

80

70

60

50

40

30

20

10

0

cm - Pavimento final R[dB(oit./3)] 80 70 60 50 40 30 20 10 0 100 160

100 160

250

400

630

1000

1600

2500

4000

Ln,o,w = 80 dB (Pavimento de ensaio sem revestimento) Ln,r,w = 62 dB (Pavimento de ensaio com revestimento)

f(Hz)

Curva característica de isolamento de sons aéreos Resultado conforme EN ISSO 717-2: 1966

- Laje de betão com 14 cm

- Betão leve com regranulado de cortiça expandida de 7 cm

- Placas de aglomerado de cortiça expandida com 2 cm

- Betonilha de regularização de 4 cm

- Pavimento final

cm - Betonilha de regularização de 4 cm - Pavimento final Av.ª António Augusto de Aguiar

Av.ª António Augusto de Aguiar n.º 17 – 3º Esq.º 1050-012 Lisboa - PORTUGAL

Telefone: 213 572 191 - Telefax:

www.isocor.pt

info@isocor.pt

213 573 196

R[dB(oit./3)]

80

70

60

50

40

30

20

10

0

213 573 196 R[dB(oit./3)] 80 70 60 50 40 30 20 10 0 100 160 250

100 160

250

400

630

1000

1600

2500

4000

Ln,o,w = 80 dB (Pavimento de ensaio sem revestimento) Ln,r,w = 55 dB (Pavimento de ensaio com revestimento)

f(Hz)

A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA DISPOSITIVOS LEGAIS: Página 6 de 7 FICHA TÉCNICA

A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA

DISPOSITIVOS LEGAIS:

Página 6 de 7

FICHA TÉCNICA

Isolamento acústico

O Regulamento dos Requisitos Acústicos dos Edifícios, Anexo ao Decreto-Lei nº 129/2002 de 11 de Maio estipula um conjunto de

exigências relativas às características acústicas dos paramentos dos edifícios.

O Artigo 3º, Regime transitório, deste Decreto-Lei estabelece que “os projectos de edifícios… que sejam submetidos à aprovação das

entidades competentes até à data da classificação das zonas sensíveis e zonas mistas, de acordo com o disposto no artigo 4º do Regime Legal da Poluição Sonora, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 292/2000, de 14 de Novembro, devem ser acompanhados de um projecto acústico que observe os valores do índice de isolamento sonoro a sons de condução aérea, normalizado, D 2 m, n, w, entre o exterior dos edifícios e os compartimentos em causa, referenciados para zonas mistas.”

O n.º 1 do Artigo 3.º deste Regulamento, Projecto de condicionamento acústico, estipula que “Na elaboração dos projectos de

condicionamento acústico dos edifícios… são aplicáveis as normas sobre requisitos acústicos dos artigos 4.º e 9.º” do Regulamento

Geral do Ruído, Decreto-Lei n.º 292/2000.

No n.º 1 do Artigo 5.º, Edifícios habitacionais e mistos, é especificado que:

a)

O índice de isolamento sonoro a sons de condução aérea, normalizado, D 2 m, n, w, entre o exterior e o interior do edifício e quartos

ou zonas de estar dos fogos deverá satisfazer (…)

i) D 2 m, n, w ≥ 33 dB (em zonas mistas)”

Este é o valor (valor global) a adoptar para o isolamento sonoro dos elementos de fachada.

b)

O índice de isolamento sonoro a sons de condução aérea, normalizado, D n, w, entre compartimentos de um fogo (emissão) e

quartos ou zonas de estar de outro fogo (recepção) num edifício deverá satisfazer (…)

D n, w ≥ 50 dB”

Este é o valor global (valor global) a adoptar para o isolamento sonoro dos elementos de separação entre fogos.

c)

O índice de isolamento sonoro a sons de condução aérea, normalizado, D n, w, entre locais de circulação comum do edifício

(emissão) e quartos ou zonas de estar dos fogos (recepção) deverá satisfazer (…)

i)

ii) D n, w ≥ 40 dB (se o local emissor for um caminho de circulação vertical, quando o edifício seja servido por ascensores);

iii) D n, w ≥ 50 dB (se o local emissor for uma garagem de parqueamento automóvel);

D n, w ≥ 48 dB;

d) O índice de isolamento sonoro a sons de condução aérea, normalizado, D n, w, entre locais do edifício destinados a comércio,

indústria, serviços ou diversão (emissão) e quartos ou zonas de estar dos fogos (recepção) deverá satisfazer (…)

D n, w ≥ 58 dB”

e) No interior dos quartos ou zonas de estar dos fogos (recepção), o índice de isolamento sonoro a sons de percussão, L´ n, w,

proveniente de uma percussão normalizada sobre pavimentos dos outros fogos ou de locais de circulação comum do edifício (emissão) deverá satisfazer (…)

n, w ≥ 60 dB

f) A disposição estabelecida na alínea anterior não se aplica, se o local emissor for um caminho de circulação vertical, quando o edifício seja servido por ascensores;

g) No interior dos quartos ou zonas de estar dos fogos (recepção), o índice de isolamento sonoro a sons de percussão, L´ n, w,

proveniente de uma percussão normalizada sobre pavimentos de locais do edifício destinados a comércio, indústria, serviços ou diversão (emissão) deverá satisfazer (…)

n, w ≥ 50 dB

h) No interior dos quartos ou zonas de estar dos fogos, o nível de avaliação, L AR , do ruído particular de equipamentos colectivos do

edifício, tais como ascensores, grupos hidropressores, sistemas centralizados de ventilação mecânica, automatismos de portas de garagem, postos de transformação de corrente eléctrica e escoamento de águas, deverá satisfazer (…)

i) L AR ≥ 35 dB (A) (se o funcionamento do equipamento for intermitente;

Av.ª António Augusto de Aguiar n.º 17 – 3º Esq.º 1050-012 Lisboa - PORTUGAL

Telefone: 213 572 191 - Telefax:

www.isocor.pt

info@isocor.pt

213 573 196

A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA FICHA TÉCNICA Isolamento acústico Página 7 de 7

A SOLUÇÃO DE ISOLAMENTO NATURAL E ECOLÓGICA

FICHA TÉCNICA

Isolamento acústico

Página 7 de 7

ii) L AR ≥ 30 dB (A) (se o funcionamento do equipamento for contínuo);

iii) L AR ≥ 40 dB (A) (se o equipamento for um grupo gerador eléctrico de emergência) ”

No n.º 4 do Artigo 5.º, o Regulamento dos Requisitos Acústicos dos Edifícios estipula que “Nas avaliações in situ destinadas a verificar o cumprimento dos requisitos dos edifícios deve ser tido em conta um factor de incerteza I, associado às grandezas em causa.”, e no n.º 5 do mesmo artigo estipula ainda que “O edifício, ou qualquer dos seus fogos, +e considerado conforme aos requisitos acústicos aplicáveis, quando (…) O valor obtido para o índice de isolamento sonoro a sons de percussão (…) diminuído do factor I (I = 3 dB), satisfaz o limite regulamentar”.

Av.ª António Augusto de Aguiar n.º 17 – 3º Esq.º 1050-012 Lisboa - PORTUGAL

Telefone: 213 572 191 - Telefax:

www.isocor.pt

info@isocor.pt

213 573 196